Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

[GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Página 10 de 18 Anterior  1 ... 6 ... 9, 10, 11 ... 14 ... 18  Seguinte

Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Sonic and Shadow em Sab 9 Dez 2017 - 19:16


Isso é bem... macabro. Não consigo ver muita ligação com a situação atual além do número de pessoas e o nome do prédio, mas acredito que deveria manter o que a senhorita Musashi acabou de explicar em mente para o futuro.

-Robôs... vão ao banheiro? - aparentemente eu ainda tenho coisas para aprender sobre máquinas.

-Ah, esquece. Vamos indo então Iori. - a explicação pode ficar para depois, por hora o foco é o banheiro.
avatar
Sonic and Shadow
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 20/10/2011

Frase pessoal : Ilário


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por 3DSFood em Dom 10 Dez 2017 - 1:58


-O MEU MAGNÂNIMO, EU NÃO SEI INGLÊS. QUAIS AS REGRAS?


-AI MEU SENHOR, ELE SUMIU...
avatar
3DSFood
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/02/2011

Frase pessoal : e eu sei la porra


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Rush em Dom 10 Dez 2017 - 3:05

@3DSFood escreveu:
-O MEU MAGNÂNIMO, EU NÃO SEI INGLÊS. QUAIS AS REGRAS?


-AI MEU SENHOR, ELE SUMIU...



— Resumindo o mais importante, você tem que dormir das dez às sete, sem dar rolezinhos pelo prédio. Não pode tentar forçar passagens proibidas, não pode agredir o urso e só pode matar uma pessoa por vez. O resto foi tudo que já foi informado. 






— Olha, façam o que vocês quiserem. Tentar sair daqui, ver documentos, comer, esfregar o caralho de pelúcia daquele urso na cara... Eu vou escolher um quarto. 







— Já aviso que a primeira alma que for me perturbar, vai ser a primeira vítima desse jogo da matança. Não ligo em ser executada depois dessa porra toda. 




Astrid vai a um dos quartos para vindicar sua posse com o objetivo de se trancar até provavlemente morrer de fome. 
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : Agora você não tem mais waifu!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Gehrman em Dom 10 Dez 2017 - 4:12



1º Dia
T E M P O S F E L I Z E S


Investigação do 1º Andar


Iori e Kasumi


Iori e Kasumi decidem ir para a região do Hall Principal que dá passagem para o Armazém de Limpeza e aos Banheiros. Ao investigar os banheiros, ambos masculino e feminino não tinham nenhuma diferença de outros banheiros públicos normais. Eram simplesmente banheiros bonitos e bem simples; vocês até tentavam procurar por passagens escondidas ou algo parecido, mas nada acabou sendo encontrado. Eram simplesmente... Banheiros. A imagem abaixo é como eles se parecem, basicamente:




No momento, os dois investigavam o banheiro feminino para ver se havia alguma diferença do masculino. Quando ambos terminam de verificar tudo, Iori começa a falar:


- Bom, agora que acabamos, vá, entre em uma dessas portas e urine como o ser humano repugnante que você é. Farei algo muito mais gracioso, então recomendo que aprecie esta vista milagrosa antes de irmos investigar o Armazém de Limpeza. - Iori começa a balançar furiosamente, fazendo um barulho alto e assustador. Subitamente, Iori começa a soltar uma quantidade ABSURDA de fumaça é soltada de sua "boca", ofuscando quase instantaneamente a visão de Kasumi.


-
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO


- Limpeza concluída. - Depois de quase meio minuto tentando dispersar aquela quantidade surreal de fumaça, Kasumi finalmente consegue ver seus arredores; ela sente que o calor do banheiro aumentou consideravelmente depois de tal evento. - O que está olhando? Algo de errado?


Aoi e [...]

Aoi e o ufologista decidem investigar a área da Recepção e da Sala de Documentos. A mesa de recepção é... Simples. É uma mesa de recepção como você veria em qualquer lugar.




Os dois entram na mesa, e logo adentram a Sala de Documentos. Logo ao entrar nela, vocês veem a quantidade de caixas em várias prateleiras diferentes, são poucas prateleiras mas ainda assim os documentos existentes aqui podem possuir alguma informação de útil para vocês. Logo no final da sala, ambos percebem uma mancha marrom estranhamente grande, e a parede em que essa mancha encontra-se quase despencando. Segundo as regras, vocês não podem quebrar uma porta para entrar nela, mas... Aquela parede não era uma porta. Se quiserem, podem destruí-la.




No momento, vocês encontram duas ações a serem tomadas:


Investigar a mancha e a parede?

Investigar os documentos?


Astrid e Musashi


Estando de saco cheio, Astrid vai na região do Hall Principal em que estão os Quartos, procurando um quarto qualquer em que ela pode estar e descansar de uma vez. Lá, ela percebe que todos os quartos possuíam fotos de cada um dos respectivos participantes do Jogo, e havia um leitor de digitais do lado das portas; provavelmente davam acesso ao morador do quarto. Musashi decidiu a acompanhar silenciosamente; também estava interessada em saber como os quartos eram. O layout era parecido com este:





- Ei. - Musashi chama a atenção de Astrid, não parecendo ligar se a mulher percebeu ou não seu acompanhamento sem consentimento. - Olha, eu entendo que você está cansada, mas posso entrar e verificar o seu quarto antes de ir investigar o meu? Quero saber se os quartos tem alguma diferença muito extrema entre eles.


- Mas se não quiser, tudo bem. Eu faria o mesmo que você está fazendo se eu não fosse tão perfeccionista.



Resto



- Eu acho que a segunda regra diz que... Somente algumas áreas estão fora dos limites à noite, correto? Não quer necessariamente que todas estão.

As pessoas restantes ainda tem que decidir; o que é que desejam investigar?
avatar
Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : NÃO TEM MEDCO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Junim - kun em Dom 10 Dez 2017 - 4:52

Justice se aproximou de Fernando e disse para ele, fitando-o



- Eu admiro sua bravura de admitir diante de todos, os seus crimes e erros, queria possuir a mesma coragem que a tua, só queria dizer isso mesmo, agora com sua licença, irei verificar os quartos

Logo após isso, a mulher seguiu para o local onde se encontravam Musashi e Astrid,
notou que cada quarto possuía uma foto de cada pessoa ali e um leitor de digitais perto das portas

Quanto tempo ele demorou para fazer isso tudo? Alguns de nós nem dizem o próprio nome e ele teve acesso as nossas impressões digitais... espera, como o Iori vai entrar no quarto dele? Bem... tanto faz



- Senhorita Musashi, Senhorita Astrid, encontraram alguma coisa interessante?
avatar
Junim - kun
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/09/2014

Frase pessoal : Whatever


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Anphony em Dom 10 Dez 2017 - 5:06


--Então "a combinar com o cliente" eu acho que deveríamos primeiro checar os documentos antes de checar essa mancha, acho também que seria melhor chamar os outros para vê-la depois de terminar com os documentos.
avatar
Anphony
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 22/10/2017


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Musketeer em Dom 10 Dez 2017 - 14:10



– Se vocês não se importam, eu vou dar uma olhada da varanda pra ter uma noção do quão alto estamos.
avatar
Musketeer
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 15/09/2016


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Sonic and Shadow em Dom 10 Dez 2017 - 17:31


-Eu me sinto suja... - aquela fumaça não tinha nenhum odor "estranho", mas eu sinto que acabei de ver e sentir algo que eu definitivamente não queria.

-Isso foi o que exatamente, uma liberação de calor ou... uma espécie de "pum" robótico?

avatar
Sonic and Shadow
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 20/10/2011

Frase pessoal : Ilário


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por ana em Dom 10 Dez 2017 - 21:14

@Anphony escreveu:

--Então "a combinar com o cliente" eu acho que deveríamos primeiro checar os documentos antes de checar essa mancha, acho também que seria melhor chamar os outros para vê-la depois de terminar com os documentos.

- Parece um plano, vamos fazer isso. Essa mancha... Ela não é algo natural. 


- Quanto a "nome a combinar com o cliente", é porque um grande grupo de pessoas se sente nervosa a trabalhar com alguém que não apresenta um nome, então, deixo que elas escolham o que preferir, é mais simples. 
[...] encara a mancha, dá de ombros e vai mexer na caixa de documentos mais próxima. 
avatar
ana
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Rush em Dom 10 Dez 2017 - 21:24


— Quer uns absorventes emprestados também? 






— Nope. Não vou deixar você entrar no meu quarto, ainda mais com esse jogo de mata-mata rolando agora. 





— Não me entenda mal, sei que você deve ter visto meu passado, então deve saber como eu estou me sentindo... Um lixo agora. Só quero um tempo sozinha. Você é uma psicóloga, deve entender dos caminhos misteriosos da mente e o amor à solidão após a avalanche de bosta te atingir de uma forma pior do que esperava. 






— Desculpe. — Astrid suspira. — Mas não confio em você também. 


Em seguida ela entra no quarto e...
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : Agora você não tem mais waifu!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Okiru em Dom 10 Dez 2017 - 22:23

- ...

Blank só vai até a cozinha investigar, reticências porque ela não vê ponto em anunciar tudo que faz pra todo mundo.
avatar
Okiru
Membro
Membro

Feminino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/11/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Gehrman em Seg 11 Dez 2017 - 0:57

Iori e Kasumi



- Diferente deste termo audacioso que você usa em minha frente, vulgo "pum", eu faço uma limpeza geral de gases provocados pelo calor excessivo e pela quantidade de mecanismos dentro de meu corpo que necessitam de calor para serem executados. Eu faço tal ação duas vezes por semana: quando eu acordo na segunda feira de manhã depois de dormir o fim de semana inteiro e 1 hora depois de acordar. Como eu acordei exatamente uma hora atrás por causa de vocês, tive que fazer o procedimento de limpeza agora. Há algumas exceções, mas alguém tão minúsculo como você não merece mais detalhes. Enfim, vamos em frente... - Iori vira-se para trás, e enquanto vira, percebe algo estranho. - Hm? Objeto desconhecido encontrado. - Iori olha para o lado, e percebe que há uma portinhola na parede, muito sutilmente escondida e trancada por um cadeado; ele tenta a abrir, sem sucesso.





- Por mais que seja uma boa ideia, não irei quebrar esta portinhola; ela não deixa de ser uma porta. Segundo as regras, não podemos fazer tal coisa. - Ele levanta-se. - Qual rumo tomaremos agora? Pelo visto, a investigação desta área está concluída no momento.


Aoi e [...]


Eles checam os documentos e deixam a mancha e a parede suspeitas para depois; afinal, investigar coisas extremamente suspeitas sem o resto do grupo não é uma grandiosa ideia.

Eles decidem verificar vários documentos e tentar descobrir o que há neles, mas...

Todas as pastas nos arquivos possuem apenas um conjunto de folhas grampeadas. Na primeira página, vocês veem uma foto do Monokuma fazendo uma pose engraçada. Na segunda página, vocês veem outra foto do Monokuma fazendo uma pose semelhante. Próxima página. Mais Monokuma. Próxima. Monokuma. Próxima. Monokuma. Próxima... Monokuma. Folheando rapidamente, a imagem se transforma como um gif:




Vocês não sentem que deveriam aceitar essa situação, e então procuram por outros documentos em outras pastas. Todas elas tem o mesmo conteúdo, com o mesmo nome: "Informações Importantíssimas". Todas, todas, todas, todas. O ódio fluindo no coração de vocês é tão forte que nem o mais poderoooopa. Aoi tenta abrir a porta de um documento, mas ele se encontra fechado, diferente de todos outros. Vocês leem o nome do arquivo, e descobrem que o nome dele é "Nudes do Monokuma", e logo lembram que esse tipo de nome é usado para esconder arquivos importantes. Nenhum de vocês tem a força descomunal de Iori ou uma chave ou objetos devidos para remoção de cadeados, então... Vocês não possuem nenhuma escolha além de saírem da sala de recepção ou investigarem sozinhos aquela mancha e a parede no momento. O que é que vocês farão?


Astrid, Musashi e Justice



- Ah, olá, Justice. Veio na hora certa, já falarei com você. - Ela logo ouve o que Astrid tem a dizer, e entende rapidamente o que a mulher sentia no momento, ouvindo atentamente cada palavra. - Primeiro, não preciso de absorventes. Segundo, tudo bem, eu entendo perfeitamente os seus sentimentos a respeito disso; seu comportamento diante deste tipo de situação é comum; acho que a sua reação diante disso até agora é a mais humana, entende? Ninguém aqui parece ter a cabeça muito bem bolada, então ver você agindo assim é comum e válido. Tenha um bom descanso.

Astrid entra em seu quarto, sem virar-se para trás e sem querer conversar com mais ninguém. Ela iria fechar a porta sem dizer uma única palavra, deitar na cama que todo quarto comum tem, trancar a porta e dormir até que acorde desse pesadelo cruel e ridículo. Porém, antes que pudesse fechar a porta... A mão ridiculamente pesada de Musashi surge e a impede de trancar a porta, assim abrindo-a novamente e ficando de cara-a-cara com Astrid, que já havia piorado seu humor ridiculamente com isso.


- "Tenha um bom descanso" é uma ótima forma de se terminar uma conversa, não acha? Eu também acho. - Musashi entendia o risco do que havia acabado de fazer e mantinha uma posição defensiva enquanto segurava a porta, e a cada momento que Astrid tentava emitir uma palavra, Musashi falava mais alto. e a impedia de prosseguir. - Eu não ligo se você tá com o seu emocional instável, eu não ligo se você quer ou não quer participar dessa droga de jogo... Na verdade, eu tenho certeza que ninguém liga e que ninguém quer participar. Todo mundo aqui é suspeito, não só o filho do Primeiro Ministro. Todo mundo aqui é maluco, mas nenhuma pessoa é maluca quando o assunto é a própria sobrevivência. Eu não quero confiar em você, e você não quer confiar em mim. Só se lembre: não se isole de tudo sempre e jamais abra sua guarda. Ironicamente, somos um grupo de idiotas tentando sair de uma situação idiota... E essa situação idiota pode ter sido causada por mim, por você, qualquer um de nós. E assim, querendo ou não... É necessário trabalhar em grupo, mesmo que ninguém aqui seja confiável ou minimamente considerado uma pessoa decente. - Mesmo terminando seu discursinho, Musashi ainda tentava o máximo para impedir que Astrid diga uma única palavra. - Vai dormir ou sei lá o que você quer fazer, mas quando for necessário o grupo se reunir para discutir algo ou comer, saia daí e venha. Não minta para si mesma dizendo que não quer ser executada; pagar de apática e forte não é o que vai te fazer viver nisso. Aceite isso de alguém que entende do que está falando.

Sem mais uma única palavra, Musashi forçadamente fecha a porta do quarto de Astrid.


- Isso tudo que eu disse também vale para você, Justice. Se eu posso te matar a qualquer momento, você também pode. - Ela suspira, mas sua expressão não muda. Musashi realmente tem convicção de que fez a coisa certa. - Bem. Se você quer ajudar, comece abrindo a porta do seu quarto enquanto eu abro a do meu; vamos identificar o que há dentro de nossos quartos e ver se há alguma diferença. Pelo pouco tempo que vi o quarto da... - Musashi abre o seu Tablet e procura o nome de Astrid na página de Perfis. Ela também aproveita e tenta acessar a página do ufologista só por curiosidade, mas a página dava erro quando tentava abrir. Desapontada, ela suspira. - ...da Astrid, é um quarto bem comum com acesso a cama, umas gavetas e um banheiro, mas vamos ter certeza disso antes.

As três moças finalmente têm chance de analisar os seu quartos... Como Musashi havia percebido, são todos de aparência igual. Cama, gavetas, janelas, espelhos, e banheiro com chuveiro e um estoque de roupas (todas as roupas eram iguais ao que as pessoas já estavam usando, aliás), e aqueles presentes bobos que Kasumi havia dado para todo mundo.




Musashi e Justice terminam de investigar seus respectivos quartos inteiramente, e voltam para o corredor quase ao mesmo tempo para discutirem as diferenças; realmente não havia nenhuma diferença nos quartos com exceção das roupas.


- Bom, se é assim, parece que acabamos... Mas algo me deixa curiosa: o quarto do Iori. Dá para perceber que ele não vai caber dentro daquela porta. O que acha que devemos fazer? Procurar outro lugar, ou procurar o Iori e investigar melhor?


Patrice

Patrice decide olhar para baixo da varanda. Henry pergunta o que ele vê, e Patrice percebe que vocês estão muito, mas muito, mas MUITO longe do chão, a ponto de não conseguirem ver nem pessoas direito. Segundo seu forte e indesejado conhecimento fixo, Patrice calcula que a distância com certeza excede uns 2000 metros longe do chão. Então... Vocês estão beeeeeeeeeeem longe do chão, e caso alguém caia dali, vai demorar um bom tempinho até colidir-se com a Terra. Patrice consegue avistar mais alguns helicópteros tentando subir até chegar ao prédio, mas como os outros, eles são rapidamente despachados por outro raio laser gigantesco. Patrice sente-se extremamente triste.


Blank


Blank vai até a cozinha sem anunciar nada a ninguém, e sem muita surpresa, ninguém percebe. Ela vê Musashi falando bem alto no caminho com aquela expressão assustadora dela, mas não liga muito e decide continuar para a cozinha; qualquer pessoa estaria com fome nesta situação. Ela decide ignorar a Sala de Jantar no momento, e vai direto para a Cozinha. Surpreendentemente, era uma cozinha bem básica. Haviam vários utensílios diferentes, a geladeira estava com o estoque completo... Era basicamente uma cozinha perfeita!




Ela investiga profundamente a cozinha, e ainda assim, era uma cozinha simples e propriamente dita. Ela olha para a tábua que tinha umas 4 facas encima, e sente-se um pouco nervosa. São facas normais, feitas para cozinhar, mas... Podem matar.

Ela pode cozinhar algo, ou... Simplesmente sair de lá e investigar outro lugar.

avatar
Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : NÃO TEM MEDCO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por ana em Seg 11 Dez 2017 - 1:07

[...] fica algum tempo folheando documentos diferentes, vendo a animação em vários ângulos, posições e velocidades. 

- É básico que tenha algo escondido nesses, algum código ou... Alguém não poderia encher uma sala só com esses, poderia?
avatar
ana
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Gehrman em Seg 11 Dez 2017 - 1:09

Ele continua procurando, e sim, ele encheu a sala inteira com isso.

________________

cfox: APARECI NO MULTISHOW


avatar
Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : NÃO TEM MEDCO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por ana em Seg 11 Dez 2017 - 1:13

- Quanto ele gastou nessas impressões? Impressão colorida é cara, e ele precisou comprar as estantes e as pastas e... 
avatar
ana
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Gehrman em Seg 11 Dez 2017 - 1:14

A cabeça do ufologista é enchida constantemente de pensamentos inúteis, mas não o culpo; eu também estou pensando como Monokuma arranjou tanto dinheiro pra fazer algo tão inútil.
avatar
Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : NÃO TEM MEDCO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Junim - kun em Seg 11 Dez 2017 - 1:23



- Sinceramente Senhorita Musashi, eu não confio plenamente em ninguém aqui... Mas se todos agirem por conta própria, só vai aumentar mais a tensão e a desconfiança... Agir em grupo passa a falsa sensação de segurança, mesmo que uma ilusão, é mais válido que toda e qualquer outra opção, todos aqui são adultos, um tanto desequilibrados, mas adultos, suponho que eles aprenderam a lidar com seus sentimentos de uma forma mais madura pelo menos



- Agora que esclarecemos isso, espero que tenhamos um bom convívio... E... eu estava curiosa não só pelo tamanho da porta do quarto do Iori,
mas a chave para entrar nela são as impressões digitais dele, não consigo imaginar que aquela maquina tenha isso, precisamos dele aqui para conferir isso... Mas caso não tenha, pode significar que aquele quarto possui alguma coisa, ou nada também, é um risco que vale a pena correr
avatar
Junim - kun
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/09/2014

Frase pessoal : Whatever


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Gehrman em Seg 11 Dez 2017 - 1:27


- É exatamente esse o ponto em que quero chegar, Justice. Que bom que você entende a situação em que nos encontramos. Falsamente ou não, temos que trabalhar juntos para resolver isso tudo. Enfim... Vamos procurá-lo então. Ele e Kasumi foram aos banheiros fora da cozinha, correto? Vamos lá.

________________

cfox: APARECI NO MULTISHOW


avatar
Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : NÃO TEM MEDCO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Sonic and Shadow em Seg 11 Dez 2017 - 3:11


Pode ser algo importante... Mas é, não adianta insistir, não podemos abrir isso por força bruta então só vai dar para saber o que tem aí quando acharmos a chave desse cadeado. É uma boa ideia confirmar depois com os outros se eles acharam alguma coisa do tipo.



-Ah, só um minuto, eu ainda não fiz o que era suposto eu fazer aqui. - eu vou para a última cabine e tranco a porta.

...

Prontoooooo. Aproveitando que eu estou aqui acho que seria uma boa ideia me trocar. Essa roupa de mamãe noel é quente e nem eu consigo me levar a sério usando isso. Aquele urso tirou todos os presentes de dentro do meu saco mas ao menos as minhas trocas ainda estão aqui.

...

Eu saio da cabine.



-Pronto, podemos continuar. O armazém de limpeza é aqui do lado, então é melhor aproveitarmos e investigarmos ele também.

Eu saio do banheiro e vou em direção ao armazém de limpeza.
avatar
Sonic and Shadow
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 20/10/2011

Frase pessoal : Ilário


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Musketeer em Seg 11 Dez 2017 - 5:17

Patrice senta no chão, com uma cara de desolado.



– Não dá pra ver quase nada, não tem volta mesmo... – Patrice olhava para o chão da varanda.

– Numa hora dessas eu fico pensando o que se passa na cabeça de cada um. Isso daqui se transformou num jogo de matança, mas... "E SE NÃO QUISERMOS NOS MATAR" e blá blá blá. – Ele dá uma pausa breve e começa a olhar para as núvens.

– Isso é balela. Uma mentira total. Algum idiota vai começar a matança e, se nós sobrevivermos após isso, outro idiota vai fazer o mesmo até sobrar só uma pessoa dentro dessa merda de prédio. Queria eu ter trabalhado na construção dele, aí eu poderia colocar ele abaixo só de remover uma parte dele.



– Henry, você ainda tá aí?
avatar
Musketeer
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 15/09/2016


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Rush em Seg 11 Dez 2017 - 19:25

Astrid escuta tudo que Musashi tinha a dizer em silêncio, engolindo qualquer palavra que se formava com a língua antes mesmo de formular alguma frase para soltá-la, ainda mais com as interrupções volumosas da psicóloga. Ela abaixou a cabeça, absorvendo tudo o que ela tinha a dizer. Antes que pudesse dizer qualquer coisa a respeito como conclusão, Musashi fechava a porta em sua cara. 




Astrid trancava a porta imediatamente, se virando e pegando o tablet que ela tinha recebido. Ela o liga, acessando as informações dos outros alunos para fazer uma pesquisa de campo. (Ordem postada das fichas:)





— Vamos analisar quem desses é o filho da puta mais fácil de se livrar sem deixar provas.





— Musashi Kokoro, SHSL Psicóloga. Gatinha, mas com certeza não é submissa. Não vai dar para acabar com ela com facilidade. Nem a pau, não agora, pelo menos.





— Henry Blakesley... SHSL Detetive. Sem chance. Percebi desde o primeiro contato que tivemos que ele já sabia de meu passado antes mesmo dele ser revelado pelo urso. O cara está três passos a frente dos outros, e talvez uns dois na minha frente. 




— Fernando de Quadros Moreira, SHSL Pacifista. Meh. Fácil. Talvez risque o nome dele da lista, o importante é saber como atraí-lo para o matadouro. Bonzinho demais, pacifista demais. Piece of fucking cake.





— Kasumi Mikitani, SHSL ajudante? Ela aparenta ser frágil, mas não sou idiota em julgar o livro pela capa desta forma. A garota deve ser muito mais difícil de derrubar do que parece. Maldita asiática. 




— Yuuki Fuji? Quem é essa vagabunda que eu não me lembro? Vou investigá-la pessoalmente, embora ela pareça ser um alvo fácil. Sem julgar pelas aparências, Esperanza, não se esqueça.





— Shinobu Usora... Eu lembro dessa vadia, o cabelo é loiro e ela tem uma voz bem esganiçante. Mentira que essa filha da puta tem trinta e nove anos! Caralho, quem diria. SHSL Médica o caralho, ela deve ser alguma feiticeira que mexe com forças trevosas. 





— Rodriguez... Kirito Rodriguez? Que bosta de nome. Ele parece ser uma pessoa interessante, no entanto. Cara de bandido, não sei se vale a pena mexer com ele antes de conhecê-lo. 





— Laurent Blanc. Bizarra. Ficar longe. 





— Patrice Baudin, SHSL Empilhador. Com certeza é o ex-aluno mais fácil em se tornar uma vítima. Não vou me surpreender se ele for morto por outro antes que eu tente matá-lo. Ele gostou de ver o pátio, me pergunto o que acontece se jogarmos um aluno de lá? Acho que é a forma mais segura de matar alguém sem ser descoberto.




— Astrid, gostosa do caralho.






— É, esse cabeça de alien parece ser tão fácil quanto Patrice. Tirando que ele totalmente tem um crush por mim, então vai ser fácil o seduzir e matá-lo. Hm. Talvez não agora, ele realmente é uma gracinha com esse jeito misterioso e virgem. Rawr.





— Justice B. Clark, instrutora de auto-defesa. Nope. Sem chances. Não sei se consigo vencê-la numa luta corpo a corpo, mas com certeza não quero me arriscar. 






— Lata-velha do caralho. Como matar um filho da puta desses? Talvez seja melhor matá-lo primeiro, afinal, ele parece ser o mais inteligente daqui junto a Henry e Musashi. Eles três vão solucionar facilmente os assassinatos, ou seja... É. Melhor esperar para ver como os próximos dias vão prosseguir.






— Mutatsu Kihito? Quem puta que pariu do caralho é esse cara? Não me lembro desse filho da puta com aparência ridícula. Acho que ele já deve ter morrido antes mesmo do primeiro ministro ter sido executado ou simplesmente perdeu o horário da reunião. Filho da puta, não gostei dele. 



— Albert Einstein. Que porra é essa? Que nome escroto para uma garota tão gostosinha e fofa. Vou mexer com ela não, ela enfeita bem o ambiente. 






— Innana Claudius. G-O-S-T-O-S-A. Vou matar qualquer filho da puta que tentar encostar um dedo nela para agredi-la. Impossível um ser tão maravilhoso estar participando desse jogo. Sacerdotisa de Ishtar? Interessante. Aleluia. 





— Michael Kawada, who? Não me lembro, mas ele tem um rosto comum demais e uma cara de ser um cara trabalhador honesto. Alvo fácil, mas desnecessário. 







— Heh. Considerando que todo mundo aqui é um bando de criminosos desgraçados... Creio que a audiência do japão está pirando em nos ver aqui presos, esperando para ver um massacre. Me pergunto se consigo ver o vídeo dos outros... Fiquei curioso sobre o crime deles, principalmente do cabeça de alien... Será que ele estuprou algum alienígena? Ou simplesmente não pagou a pensão? Curioso, curioso. 






— Heh. Muitas possibilidades para Esperenza, mas não sei se é o certo agir por agora. Melhor ficar na encoita, quando a guarda estiver baixa... Saio daqui. 





— Depois daquele sermão do caralho de Musashi, perdi até o sono. Vou para a cozinha comer alguma coisa. 
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : Agora você não tem mais waifu!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Gehrman em Seg 11 Dez 2017 - 21:10

Iori, Kasumi, Musashi, Justice e (parcialmente) Astrid



- Que conjunto ridiculamente desgradável de vestimentas. Segundo meu database de imagens, você está parecendo um ovo remexido a três minutos numa frigideira e logo arremessado na parede e chutado continuamente por 17 segundos. - Iori para pra pensar. - Outra pergunta vem em mente: como será que isso entrou no meu database de imagens?

É melhor ignorar o que Iori acabou de dizer; sabendo que os valores de Iori são o exato oposto dos valores de um humano, Kasumi deveria levar aquilo como um elogio. Enfim, os dois logo chegam no Armazém de Limpeza... E diferentemente do banheiro, a porta era pequena demais para Iori entrar, então Kasumi teria que verificar as coisas de fora enquanto Iori olhava de fora qualquer coisa que sua visão poderia perceber. Vendo pelo lado bom, aquela salinha era pequena, então não iria demorar muito.




Vassouras, esfregões, baldes, cordas, panos, toalhas, detergentes... Havia tudo de básico para limpezas gerais dentro daquela salinha. Havia uma pequena mesinha no chão, e dentro dela havia uma caixinha que possuía uma chave dentro. Dentro da caixinha, também, havia uma mensagem dizendo: "Chave do Armazém", provavelmente informando que aquela chave era usada para fechar e abrir o armazém. Kasumi percebe que aquilo era justo; afinal, o cheiro de uma sala dessas não é agradável para todos. Pelo visto, o armazém já havia sido verificado completamente; não havia nada fora do normal nele.


- Ei, vocês dois. - Musashi surge, acompanhada a Justice. - Iori, precisamos de você para verificar seu quarto quando acabarem aí. - Iori xinga Musashi de alguma coisa complicada demais para se entender, informa que ele e Kasumi já terminaram de verificar os banheiros do corredor e o armazém de limpeza, e logo pergunta o que ela quer. - Então, nós verificamos que todos nós temos quartos, e eles são acessados através de um leitor de digitais; e seu quarto não é uma exceção. E além disso, ele tem uma porta de tamanho normal, ou seja, você com certeza não vai conseguir entrar. Como seu corpo robótico não possui digitais, estamos pensando em-


- Eu tenho digitais.


- Você... Você tem digitais?


- Sim, eu tenho digitais. Me dirija até meu quarto.

No caminho até lá, o grupo percebe que Astrid havia saído de seu quarto, e ia em direção a cozinha.


- Você não ia...? Ah, esquece. Se você for fazer algo na cozinha, vê se consegue fazer uma lista sobre o que tem pra comer. Somos 17 pessoas, então temos que ver se temos um estoque garantido aqui, se Monokuma quer que a gente seja confinado aqui. - Enfim, vocês chegam na frente do quarto de Iori.


- Este é o leitor de digitais, correto? Aguardem. - Iori se agacha, e expele uma quantidade pequena de fumaça na frente do leitor; então, ele coloca o seu "polegar" no leitor. A fechadura da porta se abre, e o acesso de Iori é liberado. - Monokuma realmente é bem informado, sabendo que eu uso o gás dentro de meu corpo como forma de obter digitais. Não desejo admitir, mas é fascinante. Agora... O problema é minha entrada. Pelo visto, vou ter que fazer aquilo que eu menos desejava fazer... - Iori olha para o teto, parecendo pensar em suas escolhas de vida. - Bem, reles humanos. Afastem-se. - Vocês fazem como ele manda, e então... Seu corpo começa a emitir uma música de transformação de um desenho de garotas mágicas, e vocês logo presenciam uma transformação fantástica na frente de vocês.





Iori Inoue MAX Turbo
Ativação: Iniciada


Um processo de transformação desnecessariamente específico começa a acontecer na frente de vocês. As pessoas presentes não sabiam realmente como se sentir com aquela música heroica enquanto algo tão... Bobo acontece. De qualquer forma, eu deixarei vocês longe dos detalhes, pois há uma linguagem mecânica aqui usada que eu não ouso de me aproximar. Enfim... O resultado final é esse.





- Presenciem: Iori Inoue MAX Turbo. - A voz de Alvin e os Esquilos dessa forma minúscula de meio metro de Iori faz vocês repensarem se tudo que haviam presenciado na vida de vocês foi para que esse momento chegasse. - É como esperado; qualquer humano que presencia essa minha forma sente-se assustada e perplexa. É por isso que, após uns testes, chamei essa forma de Iori Inoue MAX Turbo; é por causa do medo que todos sentem ao me ver. Ajoelhem-se diante de mim. - Ele parece já ter esquecido o motivo de ter feito essa transformação.


Patrice e Henry (o resto que ainda tá na Varanda também)



- Ah, um minuto. - Fernando diz algo bem rápido para Henry, e o pacifista logo entra no prédio. Henry logo volta sua atenção a Patrice. - Sim, sim. Estou aqui na varanda junto com esse resto das pessoas esperando alguém interagir comigo faz um bom tempinho já. O que é que você precisa, meu querido? - Patrice consegue sentir nitidamente a ironia de Henry ao perguntar aquilo.


Astrid, Blank, e Fernando


Blank ainda estava na cozinha, fazendo alguma coisa provavelmente. Astrid passa pela Sala de Jantar, e logo entra na Cozinha, e ela logo avista Blank, e vice-versa. As duas começam a se entre-olhar profundamente, não tendo uma reação imediata a se verem. Antes que qualquer uma pudesse emitir uma palavra, Fernando surge e grita algo bastante motivacional.


- REGRA DE SOBREVIVÊNCIA NO MUNDO DE PAZ NÚMERO 2381! - O grito é tão alto que Astrid é pega de surpresa e afasta-se um pouco de sua posição original. - JAMAIS FAÇA QUALQUER COISA EXTREMA COM O ESTÔMAGO VAZIO!


- Desculpem o grito. Eu grito bastante quando estou com fome.
- Fernando abre a geladeira, e pega uma maçã. Enquanto ele a lava na pia para verificar se Monokuma não fez algo de errado com os alimentos ali, ele diz: - Antes que eu pergunte qualquer coisa a respeito desta investigação... Vocês duas devem estar famintas também. Desejam que eu prepare algo para vocês? Aquelas caixinhas de comida que eu trouxe no início da reunião não são as únicas coisas que meu poder culinário sabe fazer. Alguma preferência? - Ele diz, comendo a maçã quase inteira em duas mordidas.
avatar
Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : NÃO TEM MEDCO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Okiru em Seg 11 Dez 2017 - 21:28

- N-na... verdade... eu...

Blank pega a merda dela junta e se recompõe.

- ...já pretendia me ressuprir de alguns itens, afinal considerando a situação em que estamos...

- ...especificamene quero fazer alimentos magicos... nesse caro eu precisaria fazer eles, ou ao menos dar os toques finais.


Blank verifica a geladeira e os armarios, procurando por ovos, sal, açucar e possivelmente algum tipo de bebida alcoolica, que seriam uma pedida facil pra preparar algo que pudesse ser usado com magia.
avatar
Okiru
Membro
Membro

Feminino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/11/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Gehrman em Seg 11 Dez 2017 - 21:30

Enquanto procura, ela encontra ovos, sal, açúcar e Skol Beats. Na verdade, o único tipo de bebida alcoólica ali existente na cozinha é Skol Beats.


- ...Eu não bebo, mas... Só Skol Beats? O que é que o Monokuma tem na cabeça...?
avatar
Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : NÃO TEM MEDCO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Anphony em Seg 11 Dez 2017 - 21:42


--Mas que perda de tempo e nem para ele fazer animações diferentes... - Aoi suspirava e se voltava para a mancha com a mão direita apoiada em seu queixo. -- melhor retornar e ver o que os outros acharam além de reportar sobre essa mancha. - Ela então se vira para a saída e volta para o hall de entrada
avatar
Anphony
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 22/10/2017


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Danganronpa: UNLIMITED 6

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 10 de 18 Anterior  1 ... 6 ... 9, 10, 11 ... 14 ... 18  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum