Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Digimon;R3b1RtH

Ir em baixo

Digimon;R3b1RtH

Mensagem por Yashida Nelor em Sab 27 Maio 2017 - 19:10





Sinopse: Após a grande batalha entre os 13 cavaleiros reais e os 7 grandes lordes demônios, a paz se estruturou no digimundo, 100 anos depois, o mal que sucumbiu a terra digital no passado esta prestes a voltar, 5 adolescentes do mundo real são escolhidos pelos 3 arcanjos digitais para trazer novamente a paz, já que os cavaleiros reais sumiram depois da grande guerra.


Personagens:


Edward Parker

Idade: 16
Personalidade: Corajoso, destemido e de grande coração. Sempre tenta ajudar as pessoas ao máximo, valoriza a honestidade e a amizade mas muitas vezes é iludido e enganado por ter um grande coração.
Parceiro: Hackmon




===================================================================

Justin Kyle

Idade:16
Personalidade: Extrovertido e vaidoso. Esta sempre a procura de novos desafios e quase sempre acaba trazendo confusão para todo o grupo. Faz pegadinhas quase todo o tempo, digamos que ele seria o "espirito da comedia" do grupo.
Parceiro: Funbeemon



===================================================================


Alex Nichols

Idade:16
Personalidade: Alex é um garoto emocionalmente fraco devido as varias situações que viveu, as pessoas quase nunca o vêem sorrindo. Pensativo e calmo, sofria bullyng quando criança por ser antissocial até que conheceu Edward e as ofensas pararam por um tempo, melhor amigo de Edward.
Parceiro:Bearmon




===================================================================


Lucy Kennedy

Idade:16
Personalidade: Tímida, romântica, paciente e bondosa. Lucy tem uma certa paixão por Edward mas por medo não se declara, ela passou um tempo sem sair de seu quarto após a morte de sua mãe que era muito próxima a ela, hoje, Lucy tenta esquecer o passado e se focar no futuro.
Parceiro:Palmon




===================================================================

Anna Marvell

Idade:17
Personalidade: Por ser a mais velha, Anna se sente responsável por todos do seu grupo, ela tem uma tatuagem em seu braço esquerdo que tem um significado que apenas ela e Justin sabem, um pouco estressada e odeia perder.
Parceiro:Gomamon





Arcos/Capitulos:

Os 3 arcanjos digitais!!
[i] 01: O mundo digital![Postado!]




[b]Prologo:



Uma grande batalha estava sendo travada no mundo digital, os 13 cavaleiros reais contra os 7 pecados digitais, Alphamon e Omegamon, embora a rivalidade estavam lutando juntos pela primeira vez.
– Alphamon! Ataque pela direita! – Omegamon tirava a sua lâmina da cabeça de Wargreymon – Grey Sword!!
– Certo! – Alphamon seguiu o comando de Omegamon e foi pela direita velozmente.
– Acha que tem o poder para me atacar? Embora serem considerados os digimons mais fortes, eu os superei! – Lucemon falava em um tom debochante, estava seguro por mais que tivessem 2 inimigos poderosos focando nele – Paraíso perdido! – Lucemon solta uma combinação de ataques fisicos em Alphamon. Começa com um soco em extrema velocidade e em seguida chuta Alphamon para cima.
– Droga! – Alphamon recebe o golpe e levado para o alto e em seguida cai de cabeça para baixo entrando em contato com o chão causando uma enorme explosão.
– All Delete! – Omegamon levanta seu braço com a lâmina e rapidamente o move horizontalmente, uma rajada é solta em direção a Lucemon. – Garuru Cannon! – Omegamon libera um canhão da cabeça de Garurumon, mira em Lucemon e dispara em direção ao mesmo, o golpe é tão potente que a medida que ele se aproxima o chão vai sumindo.
– MORRA! – Alphamon aparece atrás de Lucemon – DIGITALIZAÇÃO DA ALMA! – Alphamon estende sua mão em direção a Lucemon e uma espécie de tiro sai em direção ao lorde demônio.

=========== Enquanto isso ===========

– Senhor Seraphimon… A batalha já está sendo travada e pelo que parece, temos um vencedor que não nos favorecera… – Um digimon humanoide conversava com Seraphimon.
– Acredite mais neles… Eles podem! – Seraphimon cruza os braços, e encara o orb magico que mostrava a batalha entre os 3 digimons poderosos

=========== Enquanto isso ===========

– Tsc… Tendem a me matar apenas com isso? – Lucemon estende seus dois braços e os ataques somem – Sinceramente esperava mais de vocês, que decepção…
– Cale a sua boca, não acredito que Seraphimon deu a você um lugar no palácio dos arcanjos, seu desgraçado! – Omegamon apontava novamente o Garuru Cannon para Lucemon. – Temos que manter a ordem, por isso, não podemos morrer!
– Está correto velho amigo… Já prolongamos demais essa batalha. – Alphamon estende seu braço direito para a direita, um tipo de machado se materializa em sua mão. – Acha que eu, o líder dos cavaleiros reais teria apenas isso de poder? – Apontou o machado para Lucemon. – Sinceramente, esta cumprindo o seu pecado perfeitamente.
– Hahahaha! – Lucemon soltou uma risada – Sabe, já estou de saco cheio desta luta… Me desculpem mas eu tenho um mundo para dominar…
– Então tá… Vamos terminar logo com isso! – Omegamon guardava o canhão deixando apenas a Grey Sword desembainhada, o mesmo aponta a laminá para Lucemon e parte velozmente para ele – OMEGA SWORD! – A Grey Sword ficou com uma aura dourada, Omegamon se aproximava cada vez mais. –
– Suma da minha frente… – Alphamon com seu machado, cortou lateralmente Lucemon, o dividindo em 2.
– AAAAAAH! – Omegamon chegou perto o bastante e enfiou a Omega Sword na cabeça de Lucemon.
– Heh… É só isso? Realm. – Lucemon é interrompido por uma voz que aparece do nada.
– Lucemon, seus atos são imperdoaveis para o tribunal, infelizmente, terei que selar você meu antigo amigo… – Seraphimon apareceu no céu do campo de batalha – Céu…. – 7 esferas amarelas são formadas ao redor de Lucemon.
– Mas o quê? –Lucemon olha ao redor desconfiado e amedrontado.
– PRISÃO DOS CÉUS! – Seraphimon cruza seus braços. – Me perdoe… Eu não pude lhe ajudar quando você precisou…
– CALE-SE, QUANDO ELA… QUANDO ELA FOI ENGOLIDA POR NÓS, VOCÊ NEM AO MENOS TENTOU AJUDAR LA, VOCÊ NÃO MERECE SER UM ARCANJO, É APENAS UM PODRE DIGIMON QUE ESTÁ MAIS CORROMPIDO QUE EU! – Lucemon gritava desesperado, sua personalidade de antes sumiu. Lucemon estava sumindo com o tempo, até que ele sumiu por completo. –
– Me desculpe….

=========== 100 anos depois ===========

– O que é esse pressentimento… Não sinto isto desde… – O digimon arcanjo levantou do seu trono e andou ate a janela do palácio do céu, uma névoa negra extensa sobrevoava a montanha da perdição, local onde todos os digimons banidos são enviados. – WIZARDMON!
– Sim senhor! – Wizardmon se materializa atrás de Seraphimon
– Está na hora… Envie-os, os digivices!
– Senhor? Pode me explicar o que…
– ENVIE LOGO!
– Cer… Certo! – Wizardmon correu para perto de uma máquina – Ativar, código 0.

A máquina brilhou, o brilho foi tão grande que iluminou toda a terra ao redor, 5 luzes foram dispersadas do palácio rumo ao céu.


Última edição por Yashida Nelor em Dom 28 Maio 2017 - 19:32, editado 2 vez(es)
avatar
Yashida Nelor
Membro
Membro

Masculino Idade : 16
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 16/12/2016


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon;R3b1RtH

Mensagem por Yashida Nelor em Dom 28 Maio 2017 - 19:28





– Hã? O que é isso?

Era aproximadamente 16:55 na Califórnia, Edward estava em seu computador como de costume, procurava o que fazer enquanto “navegava na web” quando uma estranha mensagem apareceu em sua área de trabalho.

– Hm… Números?

A mensagem trazia uma sequência de símbolos que se pareciam com números.

– Seria código binário?… Já sei!!

Edward abriu seu Skype e ligou para Alex, o mesmo era um gênio da tecnologia. Não demorou muito para que Alex atendesse a ligação.

– O que foi dessa vez Eddy? Eu tava quase cochilando quando você me ligou, melhor ser rápido!
– Alex, se liga no que apareceu na minha área de trabalho. – Edward tirou um print da sua tela e enviou para Alex. – Sabe o que é isso?
– Certeza que é algum vírus ou algo assim, não é código binário pois esses símbolos são desconhecidos, pelo menos é o que diz a internet. – Alex ligou a sua webcam – Onde você andou entrando Eddy? Seria em sites…
– HEY! – Edward interrompeu Alex – Não andei entrando em nenhum site +18 se quer dizer, eu sou inocente!
– Hahaha, inocente… Esse truque fajuto não funciona comigo, todavia, seu computador deve ter pegado algum vírus ou algo parecido, só é formatar.
– Serio? Vou ter que formatar? – Edward ficou por um momento cabisbaixo – Meus jogos…
– Pois é, era só isso?
– Sim, até amanhã! – Edward desligou a chamada, abriu seu jogo e ficou jogando.

Passou-se 5 horas, Edward estava desligando seu computador, deitou-se na cama e dormiu. Já era sábado, mais ou menos 10:20 da manhã quando o celular de Edward toca, o mesmo acorda assustado, pega o telefone e o atende.

– Aló! – Falou um pouco desconfiado pois ninguém que ele conheça iria lhe ligar as 10:20 da manhã de sábado – Aló?

O telefone ficou mudo por um tempo até que uma voz fina falou.

– Edward? – Disse a voz.
– Sim, Quem é? – Respondeu Edward um tanto intrigado com a voz
– Edward? – Repetiu a voz.
– Oi!
– Edward?
– Droga… – Edward desligou o telefone e o botou em cima da cômoda. – Não vejo graça nesses trotes..

Edward se levantou, se vestiu e saiu de casa. Ele estava andando pelas ruas de seu bairro ainda bastante confuso e intrigado com a mensagem de ontem.

– O que era aquilo?


=========== Enquanto isso ===========


Perto de onde Edward andava, estavam Justin e Anna conversando em um restaurante.

– Sabe Justin… Eu já estou cansada deste mundo! – Dizia a jovem garota de cabelos longos e loiros.
– Anna, o que você quer dizer com isso? – Respondia seu acompanhante que desfrutava de cabelos azuis.
– Estou pensando em…
– Anna, sou seu melhor amigo, pode contar comigo pro que for! – Erguia seu braço e formava um joinha.
– Estou pensando em viajar pelo mundo! Estou cansada desta rotina! Não tenho mais ninguém que se importe comigo aqui na Califórnia…
– Bela consideração hein! – Justin pôs sua cabeça na mesa – Anna, você não pode abandonar tudo assim deste jeito…
– Eu sei, mas é que não tenho o que fazer aqui. – Anna botou a mão em seu queixo e olhou para Justin.
– Bem… Você não tem algo mas sim alguém – Justin levantou sua cabeça e encarou Anna com um sorriso. – Você tem a mim!
– Hey! – Anna desviou o olhar corada – O que quer dizer com isso?
– Bem… Decida você mesma! Olha Anna, eu vou ter que ir agora, tenho curso de desenho então até mais! – Justin puxou sua carteira, deixou o dinheiro em cima da mesa, beijou a bochecha de Anna e saiu. – Heh!
– … Me desculpa Justin… – Anna virou seu rosto e olhou para o lado direito dando de cara com um vidro que mostrava a rua em frente ao restaurante.

Na mesma direção em que Anna olhava estava Lucy que estava rodeada de garotas.

– … Por que eu vim? – Lucy pensava – Não conheço praticamente ninguém aqui… Na verdade, será que realmente eu conheço alguém? – Lucy continuou andando pela rua cabisbaixa enquanto se perdia nos pensamentos.


=========== Enquanto isso ===========


Alex se encontrava em seu quarto, estava comendo em frente ao computador quando uma pessoa bate na porta do seu quarto.

– Quem é? – Dizia Alex ainda de boca cheia.
– Filho… Você não que sair do seu quarto?
– Tsc… – Alex ignorou-a e continuou comendo enquanto olhava seu computador, enquanto olhava percebeu uma coisa estranha, a mesma mensagem que Edward havia lhe enviando um dia antes estava na sua área de trabalho. – Whata… – Alex abriu a mensagem e tentou rastrear o local de onde ela tinha sido enviada. – Como assim? Lugar inexistente? Isso é… É impossível! – Alex ficou perplexo ao saber que a mensagem tinha sido enviada de um lugar inexistente, obviamente sentiu-se assustado. – Isso é assustador! – Alex respondeu a mensagem escrevendo “Quem é você e de onde esta falando?”, não demorou muito para a resposta vir, nela continha a seguinte frase: “Nós ajude!” – Res… Res… Respondeu!! – Alex novamente digitou a mesma frase e aquilo ou alguém respondeu com: “5 adolescentes convocados, Edward, Alex, Justin, Anna e Lucy! Venham e se tornem os salvadores do mundo digital!”.

Ao mesmo tempo em que Alex abriu a mensagem, o recado chegou para todos os 5 adolescentes pelo celular, todos abriram simultaneamente o celular e verificaram a mensagem.

– Tsc, isso deve ser mensagem da prisão, milagre que não foi “Responda esta mensagem e ganhe 10.000.000 e um carro 1.0 agora!” – Disse Justin enquanto olhava a mensagem.

As telas dos celulares brilharam e ficaram envolta de uma aura dourada, o tempo parou por alguns minutos.

– Mas que merda é essa? – Disse Edward olhando ao redor.
– O que tá acontecendo!! – Lucy se encontrava desesperada ao perceber que o tempo parou
– … – Anna olhou ao redor achando tudo aqui suspeito. – Preciso manter a calma!
– Não pode ser… De volta pro futuro esta acontecendo? – Justin debochava da situação, estava escondendo de si mesmo o seu medo.

Em seguida, seus corpos ficaram brilhando e eles começaram a sumir, quando sumiram por completo se materializaram em uma floresta.

– Onde… Onde… ONDE EU ESTOU? – Berrava Edward enquanto olhava para todos os lados tentando encontrar uma explicação lógica.
– Bem-vindo ao digimundo humano! –Uma figura com voz um tanto fina quanto grossa saia das árvores – Ou seria melhor dizer, humanos?

De repente Lucy, Anna, Justin e Alex se materializaram ao lado de Edward.

– Alex! – Disse Edward feliz por encontrar um conhecido naquele local estranho. – Você sabe onde estamos? – Falou desesperado.
– Não… Não sei! – Falou Alex olhando desconfiado para a figura.
– Eu já disse, você estão no digimundo! – Repetiu a voz.

Várias figuras começaram a sair das árvores.

– Hey Hackmon, você está os assustando! – Falou uma das figuras que se aproximava. – Explicando melhor, vocês estão no digimundo, local onde vivem os digimons, nós fomos encarregados pelo senhor Seraphimon para cuidar de vocês! Ah e… Eu sou a Palmon! – A figura tomava sua forma, era uma espécie de planta humanoide com garras nas mãos, tinha uma flor na cabeça.
– O futuro do digimundo estão nas mãos deles? Patético… – Falou a figura com uma voz mais grossa, a mesma ia tomando forma e tinha a aparência de um urso, tinha um boné azul com a aba para trás e um tipo de luva nas mãos. – Sou Bearmon! – Ele cruzou os braços e encarou diretamente para Alex, o mesmo encarou de volta.
– Mais respeito Bearmon, eles são os lendários guerreiros, é uma honra estar ao lado deles! – Uma figura voava em cima da cabeça de Justin, a figura tomava sua forma, era igual a uma abelha, a única diferença era seu tamanho. – Sou FunBeemon!
– Quem são vocês! – Lucy falou olhando ao redor para ver se não tinha mais nenhuma coisa atrás deles.
– Nós somos digimons, para vocês, nós somos os famosos vírus digitais! – Um tipo de peixe quadrupede com cabelo laranja respondia Lucy. – Sou Gomamon!
– Digimons? – Edward retrucou.
– É isso mesmo! – A figura que falou no início tomava sua forma, era um dragão ou dinossauro branco prateado com uma capa vermelha. – Como a Palmon disse, sou o Hackmon!

Os 5 adolescentes acharam aquilo tudo estranho, obvio, mas eles ficaram ali, era como se eles soubessem que os digimons que ali estavam não iria os atacar.

– Por que estamos aqui? – Anna tomou a frente, estava com os braços cruzados e encarava Hackmon.
– Como disseram, vocês vão salvar o digimundo! – Hackmon falou
– Salvar? Colega, eu não to conseguindo salvar a minha média escolar para salvar um mundo… – Debochou Justin – Alias, quem são eles? – Apontou para Edward, Alex e Lucy.
– Eu sou a… – Lucy foi interrompida por Palmon.
– Ela é a Lucy! – Palmon soltou um sorriso.
– Okay… e os outros? – Justin continuava curioso.
– Eu sou Edward e esse aqui é o Alex. – Falou Edward com as mãos no bolso. – Deixa eu ver se entendi direito, fomos convocados para salvar um mundo em que não vivemos?
– Sim! – Falaram todos os digimons menos o Bearmon.
– Okay, por mim tudo bem! – Sorriu Edward.
– É sério Eddy? Não acha isso nem um pouco estranho? – Questionou Alex
– Bem, estranho é mas sinto que posso confiar neles, parece meio clichê dos animes mas eu sinto isso! – Edward olhou para Alex.
– Okay, então, caso a gente aceite, o que faremos? – Perguntou Lucy.
– Meu deus… São burros ou o quê? – Falou Bearmon – Salvar o Digimundo seria uma resposta?
– Hey Bearmon, mais respeito! – Hackmon repreendeu.

Do nada dois digimons apareceram nas laterais, cercando o grupo.

– Hey garoto, me diga que também podemos confiar neles! – Justin olhou para as criaturas enquanto perguntava para Edward.
– Vamos, tá na hora! – Disse Hackmon



Os digimons cercaram os adolescentes, formando um tipo de escudo ou algo parecido, as 2 criaturas correram para atacar.

– KOGUMA SEIKENDZUKI! – Bearmon fechou seus punhos, uma luz azul ficou envolta de Bearmon, o mesmo socou a criatura da direita a jogando um pouco para longe.
– MARTELO ADOLESCENTE! – Hackmon gira sua calda e a faz bater na cara da criatura da esquerda, o jogando também para longe.
– FERRÃO ENGRENAGEM! – Funbeemon libera um ferrão de aço e o dispara contra a criatura da direita, causa uma pequena explosão.
– HERA VENENOSA! – Palmon estica seus braços e prende a criatura da esquerda.
– Venham! Se escondam! – Gomamon falou para os adolescentes.

Os 5 adolescentes seguiram Patamon que os levou para atrás de uma árvore.

– Fiquem aqui! – Gomamon fala e em seguida sai rumo a batalha.


=========== Enquanto isso ===========



– Então eles já chegaram… Isso vai ser interessante, muito interessante! – Uma voz fina na escuridão começou a rir, sua risada era meio diabólica. – Será um jogo muito divertido, não é, lorde Leviamon?

A figura olhou para um tipo de vidro em que guardava um ovo escuro com manchas vermelhas e azuis, o ovo se mexia incansavelmente.




Opening:


avatar
Yashida Nelor
Membro
Membro

Masculino Idade : 16
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 16/12/2016


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum