Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Oshikuru: o guerreiro demoníaco.

Ir em baixo

Oshikuru: o guerreiro demoníaco.

Mensagem por Sketdan em Seg 12 Dez 2016 - 12:01

Olá, pessoal! Bem, faz um tempo que venho planejando e elaborando esta história. No entanto, só agora tomei coragem para postar isso aqui. Aceito críticas construtivas, assim como elogios e sugestões. Enfim, espero que gostem.



Prólogo:

Kamino é apenas um em uma vasta extensão de mundos existentes no universo. Não são conhecidos muitos detalhes acerca do surgimento desse mundo, mas muitos acreditam que isso ocorreu quando os deuses decidiram canalizar uma parte de toda a sua energia mágica para a criação de terras e povos que pudessem viver em harmonia e equilíbrio.

Essas extensas terras são fragmentadas nos três continentes de Satoshi, Solaris e Katoshi e no arquipélago de Tsukyomy. Esses territórios apresentam os mais diversos seres que possam ser imaginados, abrigando humanos, dragões, pássaros, lagartos, lobos e demônios de formas ancestrais.

Satoshi é um continente coberto de densas florestas, rios serpenteantes e prados acariciados pelo vento. O sol jamais chega a aprofundar-se no horizonte, e o inverno é totalmente desconhecido. Essas terras apresentam uma rica biodiversidade, com diversos animais e plantas que promovem a sobrevivência dos diversos povos que habitam esses extensos territórios.

Solaris é um vasto continente urbanizado, composto por grandes pátios, guetos decrépitos, ruínas antigas e camadas sobrepostas de concreto, em um cenário marcado por diversos prédios e casas, ruas tortuosas e torres espirais góticas. Nesse local se encontra a Cidadela, que representa a capital do mundo de Kamino, correspondendo ao lar da Realeza e do Conselho, que, respectivamente, são responsáveis por governar os territórios e garantir equilíbrio espiritual aos demais povos existentes.

Katoshi é um território feito totalmente de metal e areia. Aqui, árvores espinhosas de cobre criam florestas artificiais, grandes estruturas de ferro e ferrugem formam montanhas e grandes desertos cobrem as planícies. Nesse continente se encontram vastas reservas de minerais e pedras preciosas utilizadas, respectivamente, para a construção dos mais variados armamentos aos soldados e das mais diversas joias à Realeza. Toda a riqueza do local, no entanto, é protegida por um quantidade inimaginável de demônios e criaturas obscuras que habitam cada canto das montanhas, desfiladeiros, cavernas e desertos que preenchem a paisagem local.

Tsukyomy corresponde a um extenso arquipélago formado por dezenas de ilhas e banhado pelas profundas águas de vários oceanos e mares já descobertos. Esse território representa não somente o local de realização da pesca de uma vasta quantidade de peixes e outras criaturas marinhas, mas também corresponde ao grande centro de comércio dos mais variados produtos entre os demais povos existentes.

Todas essas terras estão conectadas por uma magia transcendental e divina e a harmonia entre todos esses locais é o que garante o equilíbrio do mundo de Kamino. A fim de que essa harmonia fosse permanentemente mantida, os demais povos de cada território decidiram por nomear líderes locais - que iriam repassar essa liderança aos seus respectivos herdeiros e às suas respectivas famílias - e compartilhar o controle de todo o Reino a partir de uma constante alternância do trono, isto é, cada território teria a chance de governar Kamino de tempos em tempos e, quando o Rei vigente morresse, o poder seria repassado para o líder local seguinte e assim por diante. Cada líder, durante o reinado, deveria governar com responsabilidade e respeito em relação a todos os povos desses territórios, a fim de manter uma eterna estabilidade e paz. Esse equilíbrio perdurou durantes centenas de anos.

No entanto, assim como toda paz em dado momento é desafiada, a harmonia existente nos vastos domínios de Kamino foi confrontada de uma forma inesperada. Um antigo líder local de Katoshi, conhecido como Minori, desafiou todos os demais líderes, o Conselho e até mesmo todos os deuses do universo em sua constante e ilimitável busca por poder, declarando guerra à Realeza e iniciando o confronto mais sanguinário em toda a história dessas extensas terras. Durante esse longo conflito, um jovem guerreiro chamado Oshikuru se destacou perante todos os demais e batalhou de forma heróica para garantir a paz ao futuro de todo o mundo...
avatar
Sketdan
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2011

Frase pessoal : Toda alpaca é meio lhama.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oshikuru: o guerreiro demoníaco.

Mensagem por Slow em Seg 12 Dez 2016 - 14:33

Yo, Sket!

O prólogo foi mais uma explicação sobre o cenário e o "mapa" da fic do que mesmo uma apresentação de personagens, que só apareceu no último parágrafo, mas você fez tudo isso muito bem. Cada continente é extremamente diferente um do outro, o que gera uma boa diversidade. Acho estranho haver um líder mundial, mas ao mesmo tempo é interessante, com essa alternância de trono. 

Uma dica: você n fez um main post, mas a maioria das coisas dele é opcional na verdade. Mas eu recomendo fazer pelo menos um sumário com os links dos capítulos. Para eu, que a partir deste comentário estarei sendo notificado, não será lá tão importante, mas para quem começa quando a fanfic já está um pouco avançada e para quem lê e n comenta (to vendo vcs, seus ghosts), é. E ajuda a manter a organização das coisas.

É só isso por enquanto, até  Wink
avatar
Slow
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/01/2015


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oshikuru: o guerreiro demoníaco.

Mensagem por xKai em Ter 13 Dez 2016 - 22:41

E aí, tudo bem? De cara vou dizer o que achei: incrível! Sério mesmo, por mais simples que tenha parecido, já que você fez uma explicação básica sobre o universo e levantou algumas descrições geográficas e tudo mais... Mas apesar de tudo deixou aquele gostinho de 'quero mais', porque toda a sua introdução foi muito interessante, sua escrita é muito boa e utiliza um uso invejável de sinônimos.

Já me faço algumas perguntas a respeito de tudo isso... A tecnologia se fará presente, ou será algo como na 'época dos reinos', onde o homem e o aço dominam, acima de tudo com um leve toque de mágica e fantasia, não é mesmo? Outra dúvida é sobre o tipo de narração empregado, o narrador será presente, como se fosse um livro, ou será uma narração mais livre, mesclando entre narrativas e falas dos personagens? Bom, espero que continue com a fanfic, ansioso para um próximo capítulo.

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oshikuru: o guerreiro demoníaco.

Mensagem por Sketdan em Sex 16 Dez 2016 - 10:52

~Coments:

Spoiler:

@Slow escreveu:Yo, Sket!

O prólogo foi mais uma explicação sobre o cenário e o "mapa" da fic do que mesmo uma apresentação de personagens, que só apareceu no último parágrafo, mas você fez tudo isso muito bem. Cada continente é extremamente diferente um do outro, o que gera uma boa diversidade. Acho estranho haver um líder mundial, mas ao mesmo tempo é interessante, com essa alternância de trono. 

Uma dica: você n fez um main post, mas a maioria das coisas dele é opcional na verdade. Mas eu recomendo fazer pelo menos um sumário com os links dos capítulos. Para eu, que a partir deste comentário estarei sendo notificado, não será lá tão importante, mas para quem começa quando a fanfic já está um pouco avançada e para quem lê e n comenta (to vendo vcs, seus ghosts), é. E ajuda a manter a organização das coisas.

É só isso por enquanto, até  Wink

Obrigado pelo comentário, Slow! Bem, quando já tiver uma quantidade significativa de capítulos, eu irei, com certeza, fazer um sumário. Enquanto tiver, por exemplo, menos de 3 capítulos e todos eles estiverem na primeira página ainda, eu não vejo muita necessidade de fazer esse tipo de coisa, mas, no futuro, irei montar um sumário sem dúvida alguma. Abraços. o/


@xKai escreveu:
E aí, tudo bem? De cara vou dizer o que achei: incrível! Sério mesmo, por mais simples que tenha parecido, já que você fez uma explicação básica sobre o universo e levantou algumas descrições geográficas e tudo mais... Mas apesar de tudo deixou aquele gostinho de 'quero mais', porque toda a sua introdução foi muito interessante, sua escrita é muito boa e utiliza um uso invejável de sinônimos.

Já me faço algumas perguntas a respeito de tudo isso... A tecnologia se fará presente, ou será algo como na 'época dos reinos', onde o homem e o aço dominam, acima de tudo com um leve toque de mágica e fantasia, não é mesmo? Outra dúvida é sobre o tipo de narração empregado, o narrador será presente, como se fosse um livro, ou será uma narração mais livre, mesclando entre narrativas e falas dos personagens? Bom, espero que continue com a fanfic, ansioso para um próximo capítulo.

Obrigado pelo comentário, xKai! Bem, vai ser mais algo relacionando ao que você chamou de "época dos reinos", como se fosse uma "mistura" entre a antiga cultura oriental e também a antiga cultura medieval europeia e, evidentemente, com um pouco de magia e fantasia. Quanto à narrativa, eu irei procurar mesclar entre a narração e as falas das personagens. Abraços. o/




Olá, galera! Bem, eu gostaria de iniciar esclarecendo (pois eu tenho certeza que vocês irão se surpreender um pouco) que eu vou procurar contar toda essa história de uma forma "peculiar". É como se a real história da fanfic se iniciasse após o fim de uma outra história, que, na verdade, apenas servirá como um "pano de fundo" para a verdadeira trama e cujos detalhes eu irei contar "aos poucos", até que, no final, tudo fique bastante claro. Bastante confuso, não é, rs'? Enfim, eu apenas espero que você gostem dessas "peculiaridades" que a fanfic irá apresentar e apreciem esse primeiro capítulo.  




Capítulo 1 - O retorno do grande herói.


Em um sono profundo, Oshikuru encontrava-se sonhando com diversos eventos de um passado não tão distante. Naquele momento, por algum motivo que ainda não sabia qual era, sonhava com a sua infância em Noah - pequena cidade ao Sudeste de Satoshi - e nas divertidas brincadeiras que tinha com o seu grande amigo Satamaru, como quando pescavam peixes à beira do rio, caçavam animais na floresta ou simplesmente apenas corriam pelos verdes e vastos prados do território. Neste momento, um leve sorriso surgia em seu rosto ao recordar uma série de acontecimentos que apenas o traziam felicidade e boas lembranças.

Em seguida, outros momentos importantes de sua vida começavam a ser relembrados de forma repentina e sucessiva, dentre os quais estava o dia em que foi informado que uma guerra estava surgindo em Kamino, o dia em que soube que os seus pais - e também os de seu amigo Satamaru - haviam morrido batalhando em nome da Realeza e até mesmo o dia em que foi convocado, junto com Satamaru, para esse mesmo fatídico conflito que havia vitimado sua família. Naquele instante, toda a extensa jornada que havia vivenciado durante os últimos anos ao longo dessa guerra e junto aos seus amigos, estava sendo relembrada, por alguma razão desconhecida, em seus sonhos. Durante esse período, percebia todos os momentos de tensão, alegria, tristeza e, sobretudo, de aventura que havia passado nestes últimos tempos e não sabia ao certo se todos esses acontecimentos haviam transformado a sua identidade ou apenas revelado, para sim mesmo, alguém que ele ainda sequer conhecia que era.

Após esses profundos e longos sonhos, ele finalmente acordara. Vários anos depois do início dessa longa jornada, Oshikuru, exausto e com vários ferimentos, encontrava-se acordando ao lado dos seus companheiros e, ao olhar para os lados, procurava entender tudo o que havia ocorrido...

~X~

Em meio aos escombros deixados pela guerra, com centenas de guerreiros mortos e construções destruídas após sangrentos conflitos e batalhas, uma bela e ensolarada manhã surgia no longíquo território de Katoshi. Apesar de muitos soldados inimigos ainda se recusarem a aceitar a derrota e a se renderem - refugiando-se em montanhas e cavernas - após os confrontos, todo o exército da Realeza compartilhava um mesmo sentimento de felicidade, alívio e, principalmente, de vitória. Isto porque, na noite anterior, Minori - considerado o principal comandante das tropas inimigas - havia sido morto pelos soldados Oshikuru e Satamaru e pelo mago Arcbender. Assim, a Grande Guerra, após mais de cinco anos de inúmeras batalhas, estava praticamente encerrada e a Realeza era proclamada a vencedora, o que significava a manutenção da estabilidade em Kamino e da união entre todos os territórios.

Logo depois de acordarem, os inúmeros soldados que lá se encontravam começaram a festejar e comemorar aquilo que aparentemente significava o fim de um longo conflito que havia causado não somente muitas mortes e destruição, mas também profundos sentimentos de sofrimento e dor que os povos de Kamino não mereciam ter sentido. Os machados, escudos, flechas, espadas e outros armamentos que há pouco tempo eram utilizados em campo de batalha começavam, neste momento, a também serem empregados como instrumentos musicais e ferramentas de outras finalidades com o intuito de gerar um ambiente de festa e alegria.

Nesse contexto de festejos e comemorações, Oshikuru, acompanhado de Arcbender, segurava duas canecas cheias de bebida e ia em direção a uma tenda isolada do restante das tropas. Ao adentrar no local, colocou as duas canecas no chão e começou a utilizar as duas mãos para procurar, em mais uma tentativa, pressionar o peito do seu companheiro Satamaru a fim de acordá-lo, tendo em vista que, desde as batalhas travadas na noite anterior, ele estava desmaiado. Após várias investidas constantes com o intuito de desacordá-lo, ele, em dado momento, enfim conseguia ver os olhos do seu amigo se abrindo novamente.

- A guerra acabou! Minori está morto! - Disse, sem exitar e com uma alegria profunda, Oshikuru. - Nós conseguimos, amigo!

Satamaru mal conseguia esboçar qualquer reação, pois simplesmente não conseguia acreditar que, após tantos anos de sucessivas batalhas e missões à serviço da Realeza e de viver sob constante tensão durante as aventuras nas quais adentrava por tanto tempo, ele, apesar de sentir que poderia continuar batalhando e enfrentando o exército de Katoshi, enfim poderia sentir um pouco de liberdade e de alívio, mesmo que fosse apenas por um curto instante. Alguns segundos depois, de forma completamente instintiva, apenas abraçou os seus companheiros e os agradeçou por tudo que haviam feito durante toda aquela longa e cansativa jornada.

Naquele dia, os três, juntos com todos os demais soldados, não fizeram absolutamente qualquer tipo de atividade que não fosse apenas celebrar e aproveitar aquele raro momento de felicidade e, finalmente, de vitória.

~X~

Não demorou muito tempo até que a notícia da morte do sanguinário ditador Minori se espalhasse por todos os quatro cantos de Kamino e as pessoas começassem a também festejar e celebrar, assim como não foram necessários muitos dias até que a informação dos nomes dos soldados responsáveis por tal feito também se espalhasse por todos os territórios, sobretudo o nome de Oshikuru, que, nos últimos meses, já adquiria grande reconhecimento e fama pelas suas contribuições durante a guerra.

De forma simultânea a essas notícias, também eram propagados inúmeros boatos acerca do futuro da Realeza e do futuro de Kamino. Há alguns dias atrás, o Rei Yatsov, herdeiro do trono de Solaris, havia falecido devido, sobretudo, a um quadro de saúde extremamente debilitado e doente. O próximo líder na ordem de sucessão seria o herdeiro do trono de Katoshi, que era justamente o ditador Minori que havia sido morto durante a decisiva batalha ocorrida recentemente. Neste cenário de boatos e incertezas, o Conselho e os líderes locais ainda sobreviventes do conflito reuniram-se na Cidadela a fim de decidir as medidas que iriam ser tomadas. Eles sabiam que, naquele momento, era importante e necessário que a decisão que eles fossem estabelecer apresentasse uma consonância entre si, mas também com relação ao que a maioria do povo de Kamino - que havia sofrido bastante durante esse longo conflito - desejasse...

Enquanto ainda não se havia uma conclusão do que iria ser determinado na Realeza, a grande maioria dos soldados, antes de retornarem aos seus lares e se reencontrarem com as suas respectivas famílias, decidira por realizar uma espécie de caravana a fim de visitar diversas cidades de todos os territórios de Kamino, com o intuito de continuar as festas nesses locais e tendo como destino à Cidadela, em Solaris. Oshikuru, Satamaru e Arcbender haviam concordado em participar da caravana e encontravam-se conversando, sentados no chão, dentro de uma tenda.

- Sinceramente, apesar de concordar que seja o momento para comemorar, você não acha que o exército está exagerando? - Indagou, um pouco inquieto, Satamaru. - Eu vejo soldados já voltando para casa e homens bebendo e dançando até a madrugada enquanto ainda existem tropas inimigas escondidas e , possivelmente, reorganizando-se em cavernas e montanhas.

- Acalme-se, Satamaru. Já conseguimos matar o principal líder inimigo... como você espera que essas tropas irão se reorganizar? - Respondeu, com serenidade e calma, o mago Arcbender. - Além disso, o número de soldados inimigos remanescentes é tão baixo que precisaríamos de apenas metade do nosso exército para vencê-los. Eu não acredito que eles irão querer brigar conosco em tamanha desvantagem.

- E não se esqueça que, provavelmente daqui há alguns dias, a Realeza vai começar a propor um acordo de paz com o território de Katoshi. - Disse, Oshikuru. - Acho que todos os povos agora reconhecem que essa guerra foi um grande erro e sem qualquer justificativa racional para ter acontecido e, sobretudo, que os territórios de Kamino são muito mais fortes unidos do que divididos...

- Paz? Você realmente quer assinar um acordo de paz com aqueles que assassinaram as nossas famílias e milhares de outras pessoas? Eles não podem sair impunes! - Esbravejou, furioso, Satamaru, antes de se levantar do chão e sair da tenda.

- O que houve com ele, Arc? - Indagou, surpreso, Oshikuru.

- Talvez ele ainda não tenha superado a morte dos pais, talvez seja apenas uma excessiva vontade de fazer justiça ou talvez seja simplesmente algo que nós ainda desconhecemos, Oshi... A única certeza que eu tenho neste instante é que, desde o momento em que os convoquei para participar dessa guerra até agora, eu jamais havia visto esse garoto com tanta raiva. Ele mudou bastante nestes últimos anos...

Os dois terminaram suas refeições e foram dormir sem participar dos festejos que estavam acontecendo. No dia seguinte, enquanto todos os demais soldados estavam se reunindo e se preparando para continuar a viagem, Oshikuru e Arcbender reencontraram-se com Satamaru, mas limitaram-se a apenas uma rápida troca de olhares e evitaram conversar sobre o que havia acontecido na noite anterior.

Alguns dias depois, o número de pessoas que integravam a caravana já era bastante pequeno e eles se encontravam localizados no Pântano de Tarkir, na fronteira entre Tsukyomy e o Sul de Satoshi. Enquanto caminhavam lentamente pelo local, no entanto, o grupo, de forma inesperada e repentina, começou a ser atacado violentamente por inúmeros homens mascarados, que assassinaram diversos soldados que lá se encontravam. Tendo sido pego de surpresa, Oshikuru lutou bravamente, mas não resistiu aos fortes ferimentos sofridos e veio a falecer junto a outros companheiros de batalha, com o seu corpo tendo caído dentro das profundezas do pântano. Apesar de bastante debilitados após terem lutado contra esses homens, Satamaru e Arcbender fizeram parte dos poucos sobreviventes desse atentado e fugiram do local o mais rápido possível.

Apesar de várias questões terem sido levantadas à respeito desse acontecimento e muitas dúvidas ainda existirem acerca do que aconteceu naquele dia, alguns relatos indicam que os homens mascarados eram, provavelmente, integrantes remanescentes do exército de Katoshi e que estavam seguindo a caravana e aguardando o momento mais adequado para atacarem os soldados. Esse ataque apenas contribuiu para que Kamino, que parecia adentrar em uma época de paz e estabilidade, vivenciasse novos momentos ainda mais obscuros e incertos...

~X~

Anos depois desses acontecimentos, um grupo de jovens caminhava pelo pântano. Ao avistar o que parecia ser um corpo flutuando pelas escuras águas do local, uma jovem chamada Kami acreditou que poderia ser alguém se afogando, pulou nas águas e aproximou-se do corpo, levando-o até mais perto dos seus companheiros.

Eles ainda não sabiam, mas aquele era o corpo do grande herói Oshikuru, retornando para reiniciar a sua grande jornada pelas terras de Kamino...


Última edição por Sketdan em Sex 16 Dez 2016 - 11:06, editado 6 vez(es) (Razão : Pequenas correções.)
avatar
Sketdan
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2011

Frase pessoal : Toda alpaca é meio lhama.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oshikuru: o guerreiro demoníaco.

Mensagem por Slow em Seg 19 Dez 2016 - 17:18

Yo, Sket o/

Poxa, eles tiveram um final bem trágico, especialmente após o Satamaru ter avisado. Também achei um exagero deles literalmente comemorar a vitória antes do fim da guerra, podiam ter sido mais cautelosos... e, no fim, não foi dito quem venceu a guerra, deixando aquilo de "será que eles viraram?".

Achei meio estranho alguém achar o corpo ali, anos depois, flutuando. Como o corpo foi conservado? (n sei se ficar na água ajuda em algo nisso, sou um leigo em relação a decomposição).

É isso, até  tchau
avatar
Slow
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/01/2015


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oshikuru: o guerreiro demoníaco.

Mensagem por xKai em Ter 20 Dez 2016 - 11:27

Fala Sket! Cá estou, mas dessa vez sem aquela intensidade de costume, esta semana anda muito corrida para mim, e acredito que para quase todos também, não é? Com a chegada das festas de fim de ano os espaços em nossas agendas se tornam escassos como a minha vida amorosa -q Piadinhas a parte, apenas peço desculpa pela mediocridade deste comentário, prometo que me esforçarei mais no próximo, já que espero ter mais tempo até lá.

O desenvolvimento da história aparenta meio devagar, mas acredito que seja intencional, uma vez que você esta detalhando muito bem os acontecimentos e isso sempre é fundamental para uma boa história, só cuidado para não contar tudo, para que role futuramente um flashback revelador -q Sei lá, adoro surpresas! Todo esse lance de comemorar a derrota inimiga com um brindar é tão... Medieval, sei lá -q Adoro este tipo de tema, apesar de que este é algo mais nipônico, não é mesmo. Bom, não tenho muito o que comentar até aqui, de resto é que estou gostando muito, a leitura tem sido muito imersiva, quase como se estivesse lendo mesmo um livro, sua escrita é muito boa cara, parabéns mesmo. Boa sorte com a fanfic e até o próximo capítulo.

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oshikuru: o guerreiro demoníaco.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum