Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Por favor, não perca mais tempo, inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobres todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Aguardo.
Feliz Natal e Ano novo!

[Gameplay] Last of Us

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Gameplay] Last of Us

Mensagem por Rush em Qua 2 Mar 2016 - 23:13

C I N C O  D I A S  D E P O I S



18:25

O céu está alaranjado e escurecendo-se rapidamente. Eventualmente fortes ventos sopram as copas das árvores e podem levar pertences leves facilmente em um momento de distração. Tudo indica que irá chover, mas quando isso vai acontecer é um mistério. A ausência de animais selvagens indica isso, deixando a noite bastante silenciosa, onde apenas a presença do vento marca presença na sonoridade ambiental.








- A S H E S -

Localização: Ruínas de uma cidade já esquecida.





Seu corpo estava bem mais dolorido do que gostaria de admitir, ainda mais depois do longo dia que teve. Suas desavenças com Leo estão se mostrando bastante punidoras, ainda mais com a alta "patente" do caçador. O pensamento de saber onde sua irmã está ainda existe em sua mente, mas a cada minuto que se passa o rosto dela vai se embaçando cada vez mais. Você sente um enorme medo de esquecê-la por completo, por isso está determinado a encontrá-la o mais rápido o possível.

Cansado, você resolve descansar as suas costas na surrada cama de um hotel abandonado nas ruínas dessa cidade, certo de que um cochilo iria melhorar seu estado emocional e físico. Ao sentar-se no cômodo - ignorando a presença de ratos e baratas que se escondiam em cantos do cômodo a cada movimento que você traça -, a porta de seu quarto é arrombada com um fortíssimo chute. Ao você se levantar para ver do que se tratava, você rapidamente segurava em suas pequeninas facas para tentar se defender de um possível saque.






- O que cê tá acendo aê, seu pedaço de bosta mastigada por estaladores malditos? Falei pra cê fica de guarda e cê vai fica de guarda.



Leo entra em seu quarto segurando uma submetralhadora em uma das mãos, enquanto está acompanhado de outros dois caçadores que se escondiam com máscaras de camuflagem. Eles também estão armados.

Antes que você pudesse responder, ele jogava um binoculo em sua direção, onde você sucessivamente consegue pegar.







- Seguinte. Com essa chuva vindo cê com certeza vai achar uns turista procurando abrigo. Diria que uns fireflies ou FEDRAs fugitivos que tão falando por ai. Vai ficar de guarda na entrada da nossa fortaleza e pega eles.









- Ahn? Chuva? Bwahahah! To cagando se cê se molhar. Se eu tiver sorte tu fica doente e morre sofrendo pensando na putinha da tua irmã. Só não esquece que se tu encontrar mais de um sobrevivente, tu trás pra mim me diverti lá no meu castelo. Quem sabe assim tu paga a tua dívida que ce deve pra eu.







- Melhor cê ir logo se não eu pipoco tua fuça.




Leo e seus dois homens estão com armas miradas para você. Se eu fosse você eu iria me apressar logo.








- A N N E M A R I E -


Localização: Estrada para Salt Lake.


Esse era o quinto dia que você estava fugindo das bases dos Fireflies, e milagrosamente, ainda estava viva. Seu estômago e mandíbula doíam, provavelmente consequência de sua má alimentação nessas últimas refeições. Você sente fraqueza em suas juntas, sentindo uma enorme vontade de deitar no chão e simplesmente desistir de tudo, sendo atacada por um infectado ou morta por um Firefly, mas você está determinada em encontrar Johnatan. Tinha o pressentimento que ele ainda estaria vivo, mas não poderia arriscar a retornar para a base dos Fireflies.

Enquanto caminhava entre alguns arbustos, seguindo uma rota de uma rua desconhecida a alguma distância,você pode escutar o som de duas vozes argumentando entre si, o que lhe faz se esconder imediatamente atrás de um arbusto enquanto se aproxima mais para ouvir mais sobre a discussão. Você não é notada.



- DROGA! NÃO TEM COMO A GENTE VOLTAR! A GENTE NÃO TEM A ONDE IR! SE A GENTE VOLTA A GENTE MORRE COM UM TIRO NO CRÂNIO, SE A GENTE VAI PRA CIDADE NÓS VAMOS SER MORTOS E ESTUPRADOS POR CAÇADORES, E NA MELHOR DA HIPÓTESES NÓS PODEMOS SER MORTOS POR INFECTADOS QUE ENCONTRARMOS NO CAMINHO!!! - Uma voz feminina se sobressai de longe, mas algumas palavras são difíceis de se entender pelo desespero e pelo choro intenso da mulher.

- Chloe, por favor, se acalme. Você pode atrair os corredores se continuar assim, ou até pior, pode atrair humanos. - Uma voz masculina estava num tom bem mais calmo e baixo, sendo até difícil de ser escutada, talvez pela diferença na tonalidade de ambos.

- SE ACALMAR?! ELES MATARAM MEU IRMÃO, CARA! ELES MATARAM MEU IRMÃOZINHO!!!

- ...Eu sei. Eu não sei o que dizer sobre isso agora, mas você ainda está viva. Você tem que sobrevive-

- PRA DEPOIS SER CAÇADA COMO A PORRA DE UM VEADO? SER MORDIDA, MASTIGADA, E COMIDA POR UM BANDO DE SELVAGENS ESCROTOS?! SER UM DELES?!

- Chloe... Por favor, fique quieta...!

- NÃO TOQUE EM MIM! NÃO TOCA A TUA MÃO EM MIM! VOCÊ NÃO PODE FAZER ISSO COMIGO CARA! EU NÃO QUERO FAZER MAIS PARTE DISSO!

- Chloe... CHLOE! CHLOE NÃO!




Você se assusta com um som de tiro que encerra a discussão e faz com que o silêncio propagasse por alguns momentos. Mesmo sendo possível escutar um zunido e o som de seu coração pulsando fortemente como uma marreta martelando o seu peito, você faz o possível para manter-se a calma e não ser descoberta. A curiosidade, no entanto, gritava para você dar uma espiada e ver o que havia acontecido. Dito e feito, você conseguia levantar um pouco, percebendo que os dois estavam há aproximadamente cinco metros de distância de você. Um rapaz alto estava de joelhos, carregando uma jovem de cabelos tingidos azuis cobertos por uma toca, sangrando como uma cachoeira escarlate.

Você sente um ENORME arrepio ao perceber que os olhos azuis da jovem fitavam você, mesmo que ela estivesse morta. Aquela horrível coincidência ficou impregnada em sua mente, o que fez você ser vista pelo homem. Antes de qualquer reação entre as duas partes, é possível escutar gemidos e grunhidos vindo de várias direção. Sem duvida eram Runners.








- Garotinha, me ajude, por favor! Posso ajudá-la se você me ajudar!





Era possível ver que a voz do homem estava bastante alterada, provavelmente por estar segurando um choro que iria devastá-lo por algumas horas, mas estava mais preocupado em viver do que sofrer pela morte da garota. Você agora tem várias opções, mas precisa pensar rápido.

Ajudar o homem misterioso que acabou presenciar o suicídio da amiga? Matá-lo para roubar seus recursos, prevenindo-se de uma possível ameaça? Fugir aleatoriamente e deixá-lo para trás? Você tem tantas opções que eu mal posso listá-las.

A cada segundo, o som dos Runners fica cada vez mais... Desesperador.








- C L É G O R A S   &   S K U L L -


Localização: Cemitério de Carros Esquecidos.


Vocês dois caminham descontraídos por uma rua totalmente deserta e aparentemente inacabável. Clégoras não está tão assustado com a presença do enorme Skull servindo de proteção massiva para qualquer tolo que tente atacá-los ou saqueá-los, mas o sol se pondo é algo que lhe atormenta. Desde a fuga da Zona de Quarentena, Clégoras conversa sem se calar um segundo com o colega, que não o responde. Esses cinco dias se resumiram a isso. Clégoras tagarelando e Skull em silêncio.

Em alguns momentos, Clégoras achava que Skull havia morrido, enquanto ele na verdade, só estava parando para descansar as pernas.

Vocês não estavam cansados, muito menos com fome. Antes de fugiram das Zonas de Quarentena, vocês roubaram BASTANTE comida e suprimentos. A velocidade de Clégoras em ter um pensamento rápido e roubar tantos recursos, combinado com a força sobre-humana de Skull, acabaram servindo como uma combinação perfeita para essa fuga. O pensamento de remorso em deixar todas as pessoas da Zona de Quarentena sem quase um quinto de toda sua comida e menos de um terço de suas munições, perturbavam a sua mente vez ou outra, mas vocês não se importavam depois de pensar os motivos pelos quais vocês fugiram de lá.

O que mais intrigava alguns maus olhares, era o fato de vocês não estarem nem ao menos disfarçando estarem viajando com tantos recursos. Vocês andavam despreocupados no meio de uma rua vazia, sem temer os perigos alheios, como Caçadores, Agentes Vingativos da FEDRA, Fireflies, Runners, Clickers, Lobos, Bandidos ou até mesmo a forte chuva que estava por vir. E por algum motivo... Estava dando tudo certo nesses cinco dias.

Claro que não durou muito.

O som de uma chuva de balas atingindo o asfalto alguns centímetros a frente de seus pés fizeram vocês pararem imediatamente, entrando em guarda. Nenhuma bala atingiu Skull, mostrando que a intenção do atirador não era matá-los, mas Clégoras se escondia atrás do Brutamontes para servir de proteção. Skull aponta uma pesada metralhadora que carregava com as duas mãos e apontava para a possível direção do atirador.


- WOAH! Esse grandão é um ciborgue construído pelo governo para salvar o mundo do caos?! - Uma voz feminina ecoava pelo local, fazendo vocês dois procurarem a direção exata que vinha da voz. - Abaixa isso, grandão! O que menos queremos agora é matar alguém. Mas o que mais queremos é esses teus recursos maneiros aí.


A garota se revelava, saindo dentre uns carros que estavam parados na rua. Vocês podiam perceber que mais a frente, um gigantesco cemitério de carros estavam indicando que a Cidade Esquecida estava próxima. A mulher, por sua vez, retirava uma máscara, mostrando o seu rosto. Ela segurava uma submetralhadora em uma das mãos enquanto mostrava ter uma granada na outra, aparentemente bem sensível, por sinal.







- Não é nada pessoal, amores, mas eu realmente estou precisando desses recursos. Vocês entendem, né? Família acima de tudo, inclusive agentes da FEDRA que vagam por aí nesse mundo pós-apocalíptico.








- Eu realmente não quero brigar, então por favor, deem meia volta e deixem essas mochilas de recursos no chão. Pelo bem de vocês... Thanks.




Vocês sabem que aquela granada pode FACILMENTE matar vocês dois, mas isso iria destruir todos aqueles recursos valiosos que ela tanto precisa. Vocês facilmente podem rendê-la pela vantagem de número e forças, mas possuem o pressentimento de que isso seria FÁCIL DEMAIS. Será que ela estava sozinha mesmo?

Por fim, tem sempre a opção de voltar para trás e morrer por desertar sua facção. É o jeito mais rápido e fácil de terminar o jogo.








- S U G A R   &   T U R N E R  -


Localização: Salt Lake



Vocês dois estão encostados em um jipe, aguardando a superior de vocês chegar. Felizmente, isso não demorou muito. Vocês já a viram algumas vezes, mas nunca acreditaram que ela realmente era a superiora de vocês. Não com aquela idade. Não com aquele rostinho bonito. Não com aquele corpo sedutor.

Ao aproximar de vocês, ela dava um sinal para que vocês dois entrassem dentro de um jipe. Com ela, um homem entrava no banco de trás, enquanto Gehrman ficava no banco da frente com a ruiva e Sugar também no banco traseiro.





- Boa noite rapazes. Sinto muito por tirar vocês de seus aposentos, ainda mais com esse tempo louco que vive mudando. Mas eu to precisando muito da ajuda de vocês e infelizmente vocês não tem escolha, assim como eu também não tenho.


Ela suspira, mostrando-se irritada em estar ali tanto como vocês.





- Precisamos encontrar uma garotinha e um velho. Oh, desculpe Sugar, não quis ofender. Bem. Esses dois sumiram faz aproximadamente cinco ou seis dias e tudo indica que eles desertaram os Fireflies.





- Mas acreditem, irmãos... Nós não estamos em uma missão vingativa.





- Nós PRECISAMOS encontrar a garotinha.




- Se não fosse tão importante, não seria uma missão urgente que tiraria eu e vocês de nosso conforto.



Vocês podem simplesmente sair do carro e serem punidos por isso, mas a melhor opção é vocês procurarem essa garotinha, mesmo com o tempo ruim.






-  N I I - N I I    &   A B B Y  -

Localização: Zonas de Quarentena



O tempo está fechando rapidamente nas Zonas de Quarentena. Esses últimos dias foram complicados e as noites muito mais longas do que de costume. A falta de suprimentos fizeram com que racionar fosse ainda mais rigoroso e problemático. Vocês dois estão tentando ficar longe de problemas, ainda mais com a severidade dos militares ficando cada vez mais agressivos com os cidadãos.

A segurança de Abby é a prioridade, não é mesmo?

Após um longo dia de nada, vendendo absolutamente nada e não tendo nada de lucro. Nii-Nii fecha a sua barraquinha surrada, após ser destruída várias vezes por militares que por diversão e poder fizeram isso. Porém, quando vocês dois desmontavam a barraca, um estranho homem esbarrava em Nii-Nii de maneira brusca que quase o derrubava.






- Sai do caminho, baitolinha pedófilo.




O homem continuava o seu caminho, andando como um marginal escondendo suas mãos dentro de seus bolsos.

Nii-Nii por sorte pode rapidamente perceber que sua pistola havia sido furtada pelo homem enquanto ele ainda estava em seu campo de visão. Ele cheirava a problema e emanava perigo, mas você não pode simplesmente deixar ser furtado dessa forma por um marginal como esses, ainda mais com recursos escassos como estão agora.

O que você pretende fazer?

Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Mori em Qui 3 Mar 2016 - 13:51

Annemarie encara o homem, seu coração quase saindo pela boca, não deveria falar com estranhos, mas o som dos runners a deixava aflita.


- Te... ajudar? - Ela corre na direção do rapaz, mas ainda se mantendo a alguns metros dele.

- Certo, mas deixe ela pra lá, não podemos fugir daqui carregando um corpo, vai atrair os infectados.

Mori
Admin
Admin

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/07/2014

Frase pessoal : Ante up!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Deidara-Sensei em Qui 3 Mar 2016 - 16:48


- AAAAAAA.


- Essas coisas só acontecem comigo, puta que pariu.


- Huh... Eu acho que você não teria coragem de nos matar.


- Quer dizer, você não acha mesmo que a gente ia andar por aí com esses suprimentos a vista sem termos sequer um jeito de protege-los? Por favor...


- É claro que temos um segundo plano que vai acabar com você em segundos. Então seja alguém esperta e dê meia volta.


- Do contrário você pode atirar em mim e no meu amigo e tentar a sorte. Com sorte o dispositivo dos FEDRA que explode caso os batimentos cardíacos pare não explodirá. Com azar, eu morro, ele morre, todos morrem, e se tem algo que eu não ligo é pra a morte.

Por dentro, Clégoras estava com as cuecas borradas. Por fora, a sua maldita lábia em mentir estava na ativa. Mal sabe a pobre garota que Clégoras é apenas um terço de coragem do que ele mostrara. E Skull... O que será que ele está pensando? Quer dizer, ele é tão quieto... Vamos ver.


Deidara-Sensei
Membro
Membro

Masculino Idade : 70
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : NAO É FALOU MALUCO, EU JURO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Ele em Qui 3 Mar 2016 - 18:20

Skull continua com a mira de sua espingarda semi-automática travada na mulher estranha a frente deles, enquanto usa sua outra mão para esconder Clégoras melhor.


- fRAU...

Ele diz baixinho, em sua voz cavernosa e extremamente rouca, mais um latido do que a fala de uma pessoa.

Apesar de sua postura de combate resoluta, martelada nele após anos e anos de treino, é possível reparar que Skull está tremendo de leve.

Ele
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 14/01/2015

Frase pessoal : ok, but why?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Rush em Qui 3 Mar 2016 - 21:40

- A N N E M A R I E -






- Você escolheu ajudar o homem desconhecido -



O homem sentia-se muito aliviado ao ver que você não passava de uma criança aparentemente frágil e incapaz de feri-lo. Ao ver que você se oferecia para ajudá-lo, ele imediatamente guardava uma pistola de cano longo que segurava em suas mãos.


- Você sugeriu que ele deixe o corpo da garota para trás para não atrair os Runners. -


Ele te escutava mas parecia não gostar da ideia em deixar o corpo de sua amiga falecida para trás.





- Eu... Prefiro não deixá-la para trás... Não quero que ela seja comida po-


Antes que ele pudesse terminar a frase, vocês podiam reparar que poucos infectados se aproximavam de várias direções aleatórias. Aquilo era um sinal de que se vocês ficassem por mais tempo, vocês seriam cercados. Os runners que surgiam ainda pareciam humanos, embora suas feições e grunhidos fossem semelhantes à animais irracionais que estavam focados em suas presas. Em um movimento rápido, o homem misterioso retira a sua pistola de cano longo e dá dois tiros em dois dos Runners, um acertando na testa e facilmente o matando, enquanto o outro atirou no pescoço, fazendo-o perder o equilíbrio e cair, porém ainda estava vivo.

Ele decide pegar duas das três mochilas que estava carregando com a outra garota, enquanto dava a última para você segurar. Vendo que você estava correta, o homem decide deixar o corpo da amiga para trás enquanto vocês correm em uma direção. Mais e mais Runners apareciam, correndo numa velocidade que os assustava.





- Tch! São muitos deles, não sei se consigo dar conta deles sozinho! Melhor corrermos para o Leste, vamos!



Antes de começar a correr, ele espera a sua opinião e prefere não deixá-la para trás. Você percebe que a direção que ele sugeria era totalmente a direção oposta de onde você vinha, aonde você iria se afastar ainda mais da base dos Fireflies. Isso lhe intrigava um pouco, ainda mais pelo fato deles estarem fugindo de alguém.

Você pode seguir com ele para o Leste de onde vocês estão, mas parece que nessa direção possui mais Runners do que as demais. Você irá se afastar mais dos Fireflies mas terá de lidar com mais Runners.

Indo para o Sul ou para o Norte, você irá seguir as estradas, passando por carros abandonados e ficando menos furtiva e mais vulnerável. Porém irá lidar com menos Runners e não se afastará tanto da base dos Fireflies.

Caso você resolva voltar, você irá lidar com bem menos Runners, mas irá se aproximar da base dos Fireflies.

Existe também a opção de simplesmente correr sem avisá-lo, para assim tentar roubar a mochila que ele te entregou. Ou simplesmente tentar a sorte e matar todos os Runners, o que seria suicídio.

O que você pretende fazer?





- C L É G O R A S   &   S K U L L -



- Vocês decidiram confrontar a mulher e não entregar seus recursos -













- Você acha que eu vou cair nessa, campeão? Eu já fui uma FEDRA e sei que você está cagando pela boca. Agora, por favor, se vocês puderem fazer a gentileza de ceder esses recursos para uma donzela desesperada, sim?



Enquanto ela conversava os distraindo, vocês podiam perceber um pequeno vulto tentando apagar Clégoras com uma paulada na nuca, mas por instinto militar - ou sorte - você conseguiu desviar e contra-atacar com uma submissão, dando um mata leão no agressor, que era menor e bem mais delicado que você. Uma máscara totalmente preta cobria o seu rosto, mas o agressor lutava para se soltar.

Skull continuava mirando espingarda semi-automática em direção da mulher, limitando os seus movimentos.









- Merda.









- Okay... Isso foi bem idiota, Chris. Agora vamos ter que salvar você.



Quando a mulher dizia isso, vocês podiam escutar o som de inúmeras armas sendo carregadas. Provavelmente mais de quinze. Mais de vinte. Na pior das hipóteses, haviam mais de trinta pessoas armadas escondidas atrás dos carros, mas nenhuma se revelava.








- Vou pedir mais uma vez, de maneira mais gentil. Nós precisamos de medicamentos e comida. Então por favor, não façam a gente ter que tirar de vocês.




Vocês estão com uma refém, o que é uma vantagem. Mas são apenas dois contra aparentemente um exército oculto. Vocês podem tentar intimidá-la ameaçando matar a refém, ou simplesmente tentar matar a todos. Também existe a possibilidade de tentar negociar.

O que vocês irão fazer?






Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Unit DAN em Sex 4 Mar 2016 - 4:18



-...

O cara... Roubou meu revolver grandão... Ele podia ter ao menos... Pedido desculpas... Porque as pessoas pegam as armas das pessoas? Não é possível uma coisa dessas... Oscar pensava enquanto olhava o rapaz que acabara de dar as costas pra um cara com uma espada depois de ter roubado algo dele, porque isso é uma ótima ideia aparentemente.
Mas eu não estou afim de matar ninguém hoje... Ah foda-se, ele nem ao menos pediu desculpa.



-Hey amigo, não te ensinaram a não dar as costas pra um cara com uma fodendo espada?

Oscar nem espera a resposta e como um raio ele retira sua espada da bainha e a o primeiro movimento que ele faz é uma investida contra o homem enquanto segura sua espada, apontando direto para suas costas, com a intensão de perfurar entre suas costelas.




Unit DAN
Membro
Membro

Masculino Idade : 76
Alerta Alerta :
1 / 101 / 10

Data de inscrição : 07/01/2015

Frase pessoal : Poderia ser pior


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Deidara-Sensei em Sex 4 Mar 2016 - 12:38


- Droga.


- Eu não estou mentindo. Você pode me matar, eu não ligo. Eu vou explodir.


- E quando eu explodir todos os suprimentos vão junto, assim como o seu amigo Chris.


- Resumindo, essa confusão toda não vai levar em nada. Vão ser só mais vidas nas suas mãos, inclusive de uma dos seus.


- Por que vocês não vão embora logo? Nós precisamos tanto quanto vocês...


- Olha, esse é o nosso voto de confiança.

Clégoras libera Chris, empurrando-a com sua arma para que ela andasse.


- Chris, eu quero que leve isso. É uma caixa de primeiros socorros.


- Levem isso e vão embora.


- Ou tente a sorte e veja tudo ir pros ares.

Deidara-Sensei
Membro
Membro

Masculino Idade : 70
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : NAO É FALOU MALUCO, EU JURO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por dork princess em Sex 4 Mar 2016 - 13:58

- Não precisa se importar de me chamar de velho. - Frank acende um cigarro e começa a fumar.


- E nós vamos salvar a garotinha, não se preocupa.

dork princess
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Mori em Sex 4 Mar 2016 - 14:04


- ... Não, não Leste, não posso me afastar assim. - Ela diz, e começa a correr para Norte.

- Me segue! Eu conheço um lugar.

Annemarie, de fato, não conhecia lugar algum.

Mori
Admin
Admin

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/07/2014

Frase pessoal : Ante up!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Ele em Sex 4 Mar 2016 - 21:17

Skull bate com a palma de sua mão livre no vidro de seu capacete.

- FIckEn trOTTeL...

O gigante se coloca entre a mulher e Clégoras como um escudo, agora segurando sua espingarda com as duas mãos, ainda apontada contra o torso da inimiga. Ele então começa a dar alguns passos para trás, lentamente, forçando seu parceiro a recuar também.

Ele
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 14/01/2015

Frase pessoal : ok, but why?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por The Fear em Sab 5 Mar 2016 - 18:12

Logo após essa conversa, passo lentamente por meio desse caçador desgraçado, enquanto o olho e quando entro no corredor, começo a pensar:
- Mas que droga, como fui me envolver com um filho da [palavra censurada] desses... minhas costas estão me matando... Ah mas quando esse cara estiver sem seus capanguinhas por perto, no primeiro momento que virar as costas...
Saio pela porta do hotel e logo me escondo perto de escombros e vou indo até a estrada e permaneço escondido, começo a olhar com o binoculo para o horizonte da estrada, tentando achar alguém, mas logo paro e penso:
- Hmm... não posso simplesmente ficar aqui olhando e me deixando vulnerável
Com isso em mente, monto armadilhas logo atrás de mim e fico escondido, como uma sombra, procurando alguém...

_________________________________

Pensamento
Fala ou ação.

The Fear
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/09/2012

Frase pessoal : Fear me!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Gehrman em Sab 5 Mar 2016 - 23:33

- Salvar a garotinha, hm? Não tenho objeções. Só espero que ela esteja bem, caso nós consigamos encontrá-la. Mas... Eu não sei se devo perguntar isso ou não, mas além dela ser desertora, existe algum outro motivo para procurarmos por ela? - Aconchego-me no banco, mantendo a minha postura diante de minha superior. Sendo mais nova que eu ou não, ela ainda está me controlando diante desta situação.

________________

cfox: EU MATEI DOIS CARA



Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : VAMOS DEMOLIR


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Rush em Dom 6 Mar 2016 - 1:11


-  N I I - N I I    &   A B B Y  -



- Você escolheu botar moral no bandido da maneira mais violenta o possível -



Você corre em direção do meliante que furtou o seu revolver, mas por sua baixa estamina, ele acabou percebendo antes de você esbarrar. O homem se vira rapidamente com o revolver apontado para você, por sorte, ele não consegue destravar a pistola a tempo e você consegue colidir contra ele, fazendo com que a força entre os dois corpos se atingindo fosse o suficiente para vocês dois irem ao chão.

(Segunda ação falha pela falta de estamina e furtividade.)

Você escuta o seu revolver caindo no chão, deslizando para uma distância equivalente entre você e o meliante, mas o indivíduo se levanta rapidamente com uma espécie de canivete em suas mãos. Mesmo tendo tido uma queda brusca, você percebe que a espada ainda está embainhada em seu cinto, e como um espadachim experiente, você se levanta com a mão firme em seu cabo, pronto para entrar em combate.

As alternativas passam em sua cabeça como escolhas sendo metralhadas por sua mente, já que o tempo é curto. Você pode tentar pegar a pistola antes que ele decida tentar a sorte e velocidade, ficando em desvantagem defensiva. Você também pode atacá-lo, mas você precisa pensar nas consequências que isso irá causar na Zona de Quarentena. Pode tentar conversar com o individuo para tentar acalmá-lo ou intimidá-lo, ou simplesmente entrar em uma negociação.

O que você pretende fazer?







- C L É G O R A S   &   S K U L L -



- Vocês escolhem negociar com a mulher misteriosa de maneira mais pacífica o possível -



Chris pega a caixa de primeiro socorros que Clégoras entregava para ela. De maneira nada discreta ou cuidadosa, ela abria a caixa e logo percebia que por algum milagre do destino, lá tinha insulina, o remédio que precisava. Ela acenava com a cabeça, fazendo com que a mulher misteriosa abaixasse a arma, de maneira cautelosa. Skull decide entrar na frente do colega, para protegê-lo de um possível ataque, recuando lentamente.

Vendo que os dois se afastavam, a mulher misteriosa fazia um sinal com a cabeça, sem agir de maneira hostil.









- Hey. Vocês parecem ser legais. Desculpa ter julgado vocês assim, mas sabem como é né. Todo cuidado é pouco depois que a merda bateu no ventilador






- Sabe, não costumo me meter na vida dos outros, mas vocês parecem estar em um corre muito louco, não é? Desertaram os FEDRAs? Ou são criminosos foragidos? Bem, não me respondam. Eu não quero saber.






- Posso estar sendo uma idiota fazendo isso, mas eu fico muito grata pela ajuda de vocês, além de ter uma tempestade vindo. Querem passar a noite em nossa base? Temos abrigo, comida e água quente. Coisa rara de se encontrar aqui pelas redondezas.






- É o mínimo que eu posso fazer por vocês não terem agredido Chris.





Mesmo com a máscara, é possível sentir Chris encarando feio a mulher.







- Meu nome é Helena, falando nisso. Mas hey, vocês topam ou não?





Por coincidência, vocês podem escutar relâmpagos soando pelo céu já escuro com as nuvens pesadas. De fato, a tempestade iria vir com tudo, além da possibilidade de FEDRAs correndo atrás de vocês, mas o perigo de irem em mais uma possível facção... Vocês iriam arriscar? Poderiam ser Fireflies ou Caçadores.

Vocês olham um para o outro, com a seguinte dúvida: Vocês querem ou não passar a noite na base da mulher misteriosa?





- A N N E M A R I E -


- Você decide fugir pelo norte, seguindo a estrada asfaltada de maneira menos furtiva -






- C-Certo!


O homem a seguida, dando alguns tiros nos Runners que se aproximavam. A sua mira era boa, mas não excelente. Ele gastava em torno de duas balas para derrubar apenas um dos infectados, o número deles parecia crescer.

Por sorte, devido o seu pensamento rápido, o número se concentrava apenas no Sul, já que os Runners surgiam de lugares distintos, mas não das estradas. A presença de carros parecia atrasá-los ainda mais, deixando seus caminhos mais estreitos, o que facilitava para o homem finalizá-los. Devido a sua estamina , você não vacilava ao desviar dos carros, seja os contornando ou pulando pelo capô, mas era notável que o homem tinha bem mais dificuldades.

Por sorte, após alguns metros correndo e muitas balas gastas, os Runners parecem ter acabado. A maioria deles ficou para trás, já que devoravam o corpo da menina que se suicidou, graças a sua sugestão em deixá-la para trás. Porém, o tempo era escasso e vocês não poderiam gastá-lo.

Vocês se encontram no fim de uma fila bem desorganizada de carros, que acabava bloqueando bastante o caminho para que os seres irracionais passassem. Muito deles estavam destruídos, outros, estavam apenas velhos, mas em um bom estado.






- Ok.. Ok! Estamos vivos. E agora? Podemos tentar entrar em um desses carros e tentar... Fazer uma ligação direta.



Se vocês seguirem mais ao norte, vocês irão perceber que a estrada está limpa e sem nenhum infectado, ao contrário do sul. Mas o caminho é longo e irá chover em alguns instantes, além de que os infectados podem os alcançar, caso vocês tenham azar. Vocês também podem tentar fazer uma ligação direta em um dos carros em melhor estado, mas por ficarem tanto tempo parados...Será que ainda funcionam?

As alternativas são uma caminhonete marrom, velha e alta, sendo possível ver que o motorista ainda está lá dentro, preso ao cinto de segurança e com o rosto já desfigurado, devido à infecção. Ele parece estar morto.

Um Chevett duas portas vermelho, com uma listra negra vertical pelo seu corpo, que estava curiosamente bem mais novo que os outros carros.

E por último, um Azera com o para-choques amassado e as janelas quebradas.

O que você pretende fazer? Seguir a estrada a pé, repousar em um dos carros, tentar fazer uma ligação direta...? Você possui várias opções.







- S U G A R   &   T U R N E R  -



A ruiva dava partida no jipe e saia da base dos Fireflies pela estrada principal. Os fortes ventos e relâmpagos os atormentavam. A mulher conversava com vocês enquanto dirigia, presentando atenção em suas dúvidas.







- Oh, fique à vontade de expressar as suas dúvidas, irmão Gehrman. É "Gueh"rman ou "Jeh"rman o teu nome? Desculpe-me a pergunta, mas é que eu nunca havia conversado contigo e acabei de ler a tua ficha.





- Anywho... Quem falou em salvá-la ou estarmos em busca dela por ela ser uma desertora? Haha! Nada disso. Não estamos querendo buscá-la por isso.






- The real deal é que ela é bem... Peculiar se você me entende. Ela não fazer a menor ideia, mas ela é bem... Especial, sabe? E precisamos disso.





- O lance é que... Ela meio que não pode, tipo... Ficar infectada. Ela foi exposta ao fungo em seu estado gasoso enquanto não usava uma máscara especial e até agora não ficou super agressiva e loucona, como esses infectados geralmente ficam. Não chegou a ser mordida, mas ta ligado, já é um avanço em nossa medicina se termos a chance de estudá-la.


Vocês não sabem se ficam surpresos com as informações ou informalidade da superiora de vocês. No entanto, ela dirige muito bem para alguém que dirige olhando para vocês ao invés da estrada.





- Não quero parecer fria... Ou cruel. Mas a gente precisa estudar os motivos dela resistir ao fungo. Imagina o tanto de vidas que podemos salvar?



Vocês escutam a sua superior atentamente, captando todas as informações. Porém, quando ainda tentavam digerir todas as informações, vocês ouviam um som de tiro vindo de algum lugar no oeste. Aquilo os assustava, ainda mais por se tratar de apenas um tiro. A superior de vocês imediatamente pisava no acelerador e ia rumo a direção de onde o tiro havia vindo.







- A S H E S -



- Você resolve obedecer o Caçador -




Você fica de guarda, escondido como uma sombra. Sua furtividade é alta o suficiente para ninguém o perceber. Pelo menos ninguém perceberia se tivesse alguém por lá. Não demorou muito para que a chuva chegasse como uma tempestade de canivetes, como se o céu descontasse a sua fúria contra a terra. A sua visão do horizonte se embaçava totalmente, não era possível ver nada em alguns centimetros de distância, além das gostas parecerem tão pesadas quanto tijolos.

Você percebe que é inútil ficar ali na chuva. A melhor opção é procurar um abrigo, mesmo que isso desrespeite as ordens do Caçador.

O que você pretende fazer?

Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Unit DAN em Dom 6 Mar 2016 - 1:58




-Cara, eu vou te dizer uma coisa.
Oscar desembainha a espada e a aponta em direção do homem com a sua mão direita, a mão esquerda ele põe em suas costas e faz sinais para Abby, basicamente apontando seu dedo em direção a pistola no chão, indicando que ela deveria ir pega-la.


-Você tem um canivete e eu tenho uma espada e acredite, eu sou muito bem treinado com ela... Se eu fosse você eu tipo... Andava pra trás e deixava eu e a garotinha em paz, ninguém sai ferido e você vive mais um dia e também não dá mais treta na zona de quarentena... Parece bom não?
Oscar dizia enquanto continuava com a espada apontada na direção do homem, ele aguardava sua resposta. Caso o Homem tentasse atacar Oscar iria desferir um golpe direto na mão armada do rapaz com a intensão de cortar seus dedos (ou mão inteira) fora.





Unit DAN
Membro
Membro

Masculino Idade : 76
Alerta Alerta :
1 / 101 / 10

Data de inscrição : 07/01/2015

Frase pessoal : Poderia ser pior


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Okiru em Dom 6 Mar 2016 - 2:08


- Ugh... pode deixar Nii-Nii!

Abby prepara o spray de pimenta e corre até a pistola, tentando pega-la de volta preferencialmente sem interrupções, mas se preparava para retaliar caso o assaltante tentasse algo para entrar no caminho.

Okiru
Membro
Membro

Feminino Idade : 11
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/11/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Deidara-Sensei em Dom 6 Mar 2016 - 11:57

Clégoras olha para Skull.


- Por que raios eu sinto como se eu fosse me arrepender disso?


- Huh, ok. Nós vamos com vocês.

Clégoras estava com o pé atrás, mas sabia que era arriscado ficar fora com tempestades. FEDRAs já não eram mais a sua preocupação, ele se preocupava mais com os monstros que estavam fora das bases. Monstros.

Deidara-Sensei
Membro
Membro

Masculino Idade : 70
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : NAO É FALOU MALUCO, EU JURO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Gameplay] Last of Us

Mensagem por Ele em Dom 6 Mar 2016 - 15:00

Skull solta um barulho similar ao choro de um cachorro muito grande e com câncer de garganta, mas guarda sua arma (Alexis) e segue Clégoras, ficando bem próximo dele e constantemente olhando seus arredores.

Ele
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 14/01/2015

Frase pessoal : ok, but why?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum