Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Por favor, não perca mais tempo, inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobres todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Aguardo.
Feliz Natal e Ano novo!

Book of Kings

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Book of Kings

Mensagem por Mori em Qua 10 Fev 2016 - 1:37


...


Perdão, musica errada.







- Sua missão é simples! Salvar o mundo!

Num mundo onde a guerra é lei...

Não, na verdade, longe disso.

A muito tempo atrás, antes da invenção do tempo e do espaço, havia... O Ser.

O Ser, nada mais era do que uma massa de energia e poder, sem vontade própria, e nem mesmo inteligência suficiente para poder raciocinar sobre suas catastróficas ações, aonde tocavam seus longos braços, mundos se criavam e se destruíram.

Até que...

O nosso belo planeta foi criado, usando o restinho de energia que lhe restava, e O Ser desapareceu para sempre.

Era um planeta belo, plantas brotavam em todo lugar, e a vida prosperava entre inúmeras raças, cada uma mais alienígena e diferente que as outras, e todas viviam em paz e harmonia.

E assim foi por muito tempo, por muitos e muitos anos a paz reinou em nosso pequenino planetinha verde.

Até que inventaram o assassinato.

E nunca mais parou, alma atrás de alma sendo ceifada desse mundo, sua ligação com o próprio tecido da realidade rompido.

E a cada morte, mais incompleto se tornava o mundo.

O que antes era verde e amigável, agora é arenoso e hostil.

O mundo...



É basicamente...



Um grande deserto.



Toda a agua potável que tínhamos a disposição desceu para o subterrâneo, formando um grande oceano abissal, e não tão diferente de petrolíferas, temos agora gigantescas maquinas que extraem agua, como poços descomunais.

Toda a vegetação se adaptou, e agora, todos os tipos de plantas e vegetais são variações bizarras de cactos.

Bem, partindo daqui, ainda tenho muito para te contar, então vou deixar que você escolha o que quer aprender primeiro, que tal?

Planos.:


O mundo em que vivemos é composto de 3 planos, cada um com propriedades diferentes, e todos extremamente necessário para que bem... todos não morram.

O primeiro deles, e mais próximo de nós, o Plano Físico.



Nele residem todas as regras da física, e como o mundo deve funcionar em uma escala micro, é o plano pelo qual os magos de tipo 7 fazem suas magias, reescrevendo as regras.

O terceiro deles, e o mais distante nós, o Plano Espiritual.



É de onde surge todo o Vitam, e o plano pelo qual os magos de tipo 1 a 6 fazem suas magias, nele tudo toma forma, e os Vitam recebem seus comandos básicos.

E o segundo, é um grande mistério, pouco se sabe de sua função, ou que tipos de magias podem ser tirado deles.



Se chama Medium, pois está no meio.

É teorizado que é dele que a magia de cura surge, e por isso, lhe são atribuídas as propriedades da "união".

Os três, combinados, formam nosso mundo.



Toda a matéria de nosso mundo proveio do Ser, a milhares de anos atrás, e desde então, mais nenhum tipo de matéria jamais pode ter sido criada, assim sendo... chegamos no nosso maior problema:

Pessoas mortas de maneira violenta não podem ter seu Vitam retornado ao fluxo, e o mundo se torna cada vez mais incompleto.

Veja bem, tudo que existe vive em um fluxo, enviando Vitam do Plano Fisico para o Espiritual, para que novos comandos sejam dados a eles e eles retornem a existir como algo novo, e isso não é diferente com almas humanas.

Mas por algum motivo ainda não descoberto, a alma de uma pessoa que morreu de forma violenta nunca pode retornar do Plano Espiritual para o Físico, e assim, mais e mais coisas deixam de existir.

É exatamente o que queremos impedir.


Magia:


Magia, como tudo em nosso mundo, é apenas parte do poder do Ser, partículas dele, cada uma com comandos embutidos e que as tornam diferentes uma das outras.

Chamamos essas partículas de "Vitam".

Cada Vitam é diferente um do outro, o Vitam que cria as ondas e a agua não é o mesmo que sopra o vento, ou que cria a areia.

Assim sendo, nem todo mago é exatamente bom com todo tipo de magia, tenha isso em mente.

Na verdade, o normal é que um mago tenha um ou dois tipos de magias principais, e arranhe em todo o resto.

Tipos de Magia:


Magia é separada primariamente em 6 tipos, de acordo com o Vitam usado para manipular a ela, e mais 2 tipos, que não envolvem dar comandos diretos ao Vitam.



  1. Fogo.
  2. Agua
  3. Eletricidade
  4. Luz
  5. Vento
  6. Som


    E, manipulados de maneiras diferentes:

  7. Espaço
  8. Vida


Qualquer efeito mágico pode ser obtido dando "comandos" ao Vitam, seja ele simples ou complexo.

Um exemplo de efeito simples é a bem conhecida bola de fogo, também conhecida como "Soco de Mago."

É a favorita de magos tipo 1.

Para fazer uma bola de fogo, por exemplo, você precisaria de somente 2 comandos a uma chama já existente.

"Esfera" e "Lançar."

O primeiro tornaria a chama em uma bola, e o segundo atiraria ela na direção desejada, é bem simples.

Quanto mais poder mágico existir a partir do treinamento de um mago, mais comandos ele poderá inserir em um único feitiço, as vezes, chegando as centenas ou milhares.

Isso é conhecido como Magia Complexa, e não pode ser desfeita por ninguém além de seu próprio criador.

Em geral, todo tipo de magia segue o mesmo principio, sendo exceções apenas as magias de Espaço e Vida, que usam do Vitam interno para manipular regras do mundo fisico.

A magia do Espaço consiste em alterar as regras da física, criando vetores para defletir coisas ou até mesmo para teleportes e outros meios.

Magos tipo 7, ou seja, Espaço, são extremamente raros, uma vez que é necessário o triplo de estudo para poder fazer este tipo de magia, com exceção de teletransporte a curtas distancias, que é um efeito EXTREMAMENTE simples de magia espacial, e considerado padrão para até o mago mais fraco.

Alias, os comandos necessários para teletransporte são "Dobrar" e "Furar", para o Vitam que compõe o mundo físico.

Além disso, temos a magia de Vida, que inclue acelerar o crescimento de plantas e outros animais, e é primariamente usada para cura.

Este tipo de magia não deriva seu poder diretamente do plano espiritual, e sim de um terceiro plano, que tem propriedades de junção, reorganização e união do Vitam.

Magia de Vida é o tipo mais raro de magia, não por sua dificuldade, mas sim pela raridade de magos nascidos com afinidade para este tipo.

Estes dois de lado, todos os outros tipos de Vitam são derivados do plano espiritual, de onde saem as almas que compõem este mundo.


Reinos e Geografia:


Como vocês já devem saber, o mundo se tornou desértico.

Dos desertos de gelo nos extremos dos polos, passando pelos desertos de sal e os desertos de areia, até o gigantesco deserto de lava, no que chamaríamos de equador.

E ainda com um mundo tão grande, por conta das adversidades, apenas três reinos parecem ter florescido.

Enerel, Lonndolinn e Dolumar.

Enerel.


A pouco tempo atrás não passava de uma pequena vila do leste, perto dos imensos desertos de sal, mas nos últimos anos, vem crescendo esmagadoramente, com a ideologia de que a única maneira de encontramos paz neste mundo é a partir da unificação.

Londolinn



Uma academia de magos, que recentemente cresceu para se tornar um país independente, é um paraíso para magos de todas as partes do mundo, onde podem viver de graça e receber treinamento em suas habilidades.

Dolumar



Rivalizando em tamanho apenas com Enerel, é um império extremamente avançado em questão de tecnologia, acredita firmemente na necessidade do "eu" como fonte de energia para avançarmos como espécie.

Dizem ser governada pela mesma pessoa a mais de 200 anos.


Além destes três, pequenas vilas existem por ai, mas nenhuma apresenta verdadeiro risco em comparação as essas.


Ficha:


Nome:
História:
Aparência:
Idade:
Raça:

Status

Distribua 20 pontos.

Força:
Resistência:
Agilidade:
Magia:

Se você usar magia, coloque de 1 a 5 o quão bom você é em cada tipo, mantendo em mente que cada mago tem 1 ou 2 tipos principais, e pode improvisar os outros.

Fogo.
Agua
.
Eletricidade
.
Luz
.
Vento
.
Som
.
*Espaço:
*Vida:

*Um mago que nasça com predisposição a magia de vida ou magia espacial, obrigatoriamente tem que as ter como magia principal.





Última edição por Mori em Sex 12 Fev 2016 - 18:57, editado 4 vez(es)
avatar
Mori
Admin
Admin

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/07/2014

Frase pessoal : Ante up!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por Ele em Qua 10 Fev 2016 - 4:06



Nome: Folami.

Ah, mas todo mundo me chama de Lami. E o cara grande ali é o Oluafemi.



Ele é um tremendo tagarela.




História: Nasci em uma tribo grande, umas 500 pessoas. Meros minutos após meu nascimento, os anciões da vila já tinham visto em mim grande potencial para a magia e por isso eu fui treinada desde cedo para me tornar sacerdotisa da Mãe Radiante. Hoje, junto com meu amado Femi aqui, somos oficialmente os guardiões da vila inteira.




Eles escolheram o Femi porque ele é alto.



Aparência: Como podem ver, eu sou a epítome da beleza feminina. Olhos grandes e expressivos, cabelo liso e sedoso - cor de rosa, como todos na tribo - e um ar de jovialidade e graça que transparece em todos os meus gestos. Se eu tivesse que dizer uma única fraqueza minha, se é que isso existe, é que eu sou ligeiramente baixa. [obs: 1,48m]



O Femi é meio grande. [obs: 2,31m]

Idade: 21, mas com o corpo de uma menina.

Raça: Humanos mesmo.

Status:

Folami -
Força 3
Resistência 3
Agilidade 6
Magia 8

Fogo 4
Água 1
Eletricidade 1
Luz 5
Vento 3
Som 1
Espaço 0
Vida 0

Oluafemi -
Força 9
Resistência 7
Agilidade 4
Magia 0


Comparação de Tamanho:


Como podemos ver, Oluafemi é meio alto.


Última edição por Ele em Sab 13 Fev 2016 - 2:55, editado 2 vez(es)
avatar
Ele
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 14/01/2015

Frase pessoal : ok, but why?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por Micro em Qua 10 Fev 2016 - 13:35



Nome
A experiência é o nome que damos aos nossos erros.

História
Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.

Aparência
Todos julgam segundo a aparência, ninguém segundo a essência.

Idade
O tempo é uma cadeira ao sol, e nada mais.

Raça
Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, guerra haverá.

Logo após, ela entregou ao entrevistador um pequeno cartão de visitas. Ao tomá-lo em suas mãos, uma música magicamente começa a tocar em sua cabeça. Em sua frente, era possível ler:




Nas entrelinhas, era possível entender:

Força: 1
Resistência: 1
Agilidade: 5
Magia: 13

Vento. 5
Som. 5


Última edição por Colapsita em Sab 13 Fev 2016 - 12:01, editado 1 vez(es)
avatar
Micro
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/02/2010

Frase pessoal : destination unknown


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por Unit DAN em Qua 10 Fev 2016 - 19:59

Aparencia:


Nome: Ayham Azab.

História:
Antes de contar sua historia, deixe-me contar sobre o seu povo: Os Igharê.
Spoiler:

O povo Igharê:

Os Igharê são um povo orgulhoso que moram em uma vila unica em baixo da terra.


Os Igharê podem ser identificados por Seus cabelos em tons de azul, tatuagens por seu corpo, uma severa falta de camisas e seu dom mais característico:

Todas as magias que eles fazem explodem, todas incluindo magias de cura ou teleporte, o que torna eles basicamente imunes a ataques mágicos... Ou magias de cura, ou qualquer magia já que tudo que eles fazem explode em uma gloriosa bola de fogo ardente, dizem que os Igharê foram amaldiçoados a muito tempo por outra tribo e então tiveram seus corpos marcados por estas tatuagens magicas que transformavam qualquer magia que fizessem em uma explosão.

Sobre os seus costumes e modo de viver: Os Igharê acreditam que são os "verdadeiramente livres" já que ninguém consegue prender um Igharê por muito tempo sem ele explodir o que quer que esteja prendendo ele, sua filosofia de liberdade faz com que os Igharê considerem escravos como "impuros" por serem desprivados de sua liberdade com a exceção de um escravo que tenha escapado de seu dono, os Igharê consideram isto um ato de coragem e te darão uma festinha se você provar pra eles que você é um escravo fugido.

Os Igharê são simples e hospedeiros já que sua inabilidade de fazer qualquer magia que não exploda impedem que eles criem muitos itens mágicos tendo que importá-los de outros lugares, eles também tem muito orgulho de suas tatuagens tanto até que nenhum Igharê que se respeita usa algo que lhe cubra o peito, os Igharê são também impacientes e seu temperamento pode as vezes ser considerado... Explosivo.

Ok, agora a historia dele: Ayhem é considerado o herói de sua tribo por ter sozinho conseguido matar uma grande minhoca do deserto. Como ele fez isso? Ele se jogou dentro da boca da criatura e a explodiu por dentro, Ayhem gosta das coisas simples da vida como duelos de espada, comida, areia e explosões. Ele carrega consigo o sabre longo de seu pai, no qual ele nomeou de "Gaika" pelo som que a longa lamina de 2,20m emite quando corta o ar.


Idade: 22
Raça:Humano

Status:


Força: 6
Resistência: 5
Agilidade: 6
Magia: 3


Última edição por Unit DAN em Sex 12 Fev 2016 - 22:36, editado 3 vez(es)
avatar
Unit DAN
Membro
Membro

Masculino Idade : 77
Alerta Alerta :
1 / 101 / 10

Data de inscrição : 07/01/2015

Frase pessoal : Poderia ser pior


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por Fawqs em Qua 10 Fev 2016 - 20:03

Nome:
Lulu ibnat Amna ibnat Abd al-Awwal al-Dederasi
Lulu, filha de Amna, filha de Abd al-Awwal, a Dederasiense

História:
 Era uma vez... ... ...-aHAHA! Sério? Você achou que eu ia começar assim? Não sei como você esperava que eu começasse a MINHA história de forma tão chata! Vamos começar isso direito, eu sou uma eifrit saghir, e isso vem com o pacote completo, verde, baixinha, e de vida curta. Pra que essa informação é importante você me pergunta? Ah bem, porque é MINHA raça, ha!
 De qualquer forma, vim da grande e magnificente tribo-cidade de Dadarasah, aonde eu tinha o bordel que eu herdei da minha mãe e... bem... eu o fali... não por acidente, mas puramente porque EU quis, eu NUNCA faria algo se não fosse parte do MEU plano, não me olhe dessa maneira! Ou poderia ser que você está me olhando dessa maneira... por causa de minhas roupas? Não se preocupe, não precisa esconder sua inveja, eu sei que você queria que suas roupas fossem pelo menos metade do que são as minhas, uma pena, verdadeiramente, e bem, não se faça de interessado, eu não vou te contar mais nada além disso.

Aparência:


Idade:
8

Raça:
Eifrit saghir

Status:                
Força:03
Resistência:      05
Agilidade:06
Magia:06

Magia:                                                                                                
Fogo:01
Água:01
Eletricidade:   01
Luz:02
Vento:02
Som:03
Espaço:05
Vida:00


Última edição por Fawqs em Sab 13 Fev 2016 - 0:56, editado 1 vez(es)
avatar
Fawqs
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 15/01/2015


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por Gehrman em Sab 13 Fev 2016 - 0:27

Nome: Ulisjheruskureenissuk Masskulimas Duresmjehjo Myhelikk. Ninguém que não seja da minha raça consegue pronunciar isso. Então, eu deixo as pessoas me chamarem de Olu, meu apelido de infância.

História: Antes de qualquer coisa, vou falar pra vocês sobre como conheci a sua mãe. Mentira, hahahaha! Meu povo, minha raça; Os Uukurismas. Pelo menos isso é simples de dizer, heheheh.

Uukurismas:
Os Uukurismas são uma raça meio complicada, nem eu sei suas próprias origens. Só sei que somos uma espécie de combinação meio-humana meio-lagarto, que surgiu faz um bom tempinho atrás, nem sei como especificar. Nós somos meio estranhos. Tanto homens quanto mulheres são obrigados a viver em suas vilas (que são poucas, nossa raça tem uma quantidade minúscula de indivíduos se comparados aos humanos) até os 40 anos. Sim, 40 anos presos na vila. Quando chegamos aos 20 anos, nós caçamos pelas proximidades para procurar alimento para a vila, e quando chegamos aos 40 anos, somos obrigatoriamente "expulsos" da vila, pois nosso Deus não aceita velhos em seus campos sagrados, e esses velhos precisam sair por aí para viverem. Bem, é isso que nos ensinam na escola. Ninguém realmente sabe o motivo, nem os atuais chefes da vila. Os Uukurismas são estranhos, devo admitir.

Falando em chefe da vila, apenas uma família pode ser chefe das vilas, a família Masskulimas Senikurmijheu Kakakarizunik. É composta por descendentes dos primeiros membros de nossa raça, e são eles que comandam literalmente TODAS as vilas. Existem pelo menos 3 ou 4 membros dessa família em cada vila. Existem várias famílias de patentes altas, mas essa é a de maior nível. Eu não faço parte dessa família, mas sou melhor amigo do chefe da minha vila, e faço parte de uma família bem rica.

Todas as vilas tem o mesmo sistema, pois todos os Uukurismas são fortemente fixados em suas religiões e nunca irão traí-las. Todas as vilas não são hostis, mas para alguém de uma raça diferente entrar na vila, ela precisa ser amiga de um membro da vila, se não jamais poderá entrar. Quando o invasor tenta entrar a força, a vila manda todos os indivíduos entre 20 e 40 anos atacar a pessoa. Sim. Praticamente todos os adultos da vila são enviados para matar apenas uma pessoa. Invasores não são levados a brincadeira.

Somos fortemente religiosos. Nosso deus tem um único Deus com um nome simples: I. Sim, nosso maravilhoso e todo-poderoso Deus se chama I. Todas as noites, os membros das vilas rezam para o Deus I, desejando ser abençoados para o resto de suas vidas. Nós não somos ofendidos quando alguém ofende nossa religião, apenas ignoramos. Caso alguém diga que, especificamente, o Deus I é um "Juklim", a pessoa deve ser morta. Instantaneamente. Não me pergunte o que isso significa.

Nós somos especializados em combate físico e geralmente temos músculos imensos, embora alguns consigam utilizar magia especialmente de espaço ou de fogo, mas isso é geralmente para os que são mais inteligentes. Não é meu caso, eu só sei mexer com uma espada gigantesca, que é nossa arma mais comum de ser utilizada. Nós também temos sub-armas, como duas faquinhas, um machadinho pequeno, mas geralmente nós usamos espadas imensas, pesadíssimas e bastante impráticas.

Resumidamente; somos uma raça meio rara, estamos em lugares completamente aleatórios pelo mundo, somos fisicamente fortes, e ninguém realmente liga pra nossa existência taaaanto assim. Somos meio-humanos meio-lagartos, nada muito, uh... Estranho. Como seres que vieram de outra galáxia. Alignijinas, por exemplo. Eu não sei pronunciar essa palavra, é complicada.


Agora, minha história normal. Eu nasci em uma das várias vilas espalhadas por aí, cujo nome não citarei, pois nome é longo demais para qualquer ser humano normal ler. Eu nasci em uma família bastante amiga dos chefes de vilas, a família Masskulimas Senikurmijheu Kakakarizunik. Eu sou o melhor amigo do atual chefe, cujo apelido de infância é Ulo. Nós crescemos juntos e estudamos juntos, éramos inseparáveis. Ele é bom em manipulação de fogo, eu sei matar com uma espada imensa. Nos treinos de combate da vila, em lutas duplas, nós éramos praticamente indestrutíveis. Nós também aprendemos linguagem humana bem cedo, nós dois fazendo parte de famílias de patente alta.

Aí, eu fiz 40 anos, e tive que sair da vila, mas claro, não posso deixar de trocar cartas com meu belo colega. Com meu conhecimento de linguagem humana e manuseamento de "espadão", eu saí pelo mundo, me aventurando por aí, em busca de sobrevivência e descoberta espiritual. É meio tedioso, mas eu estou assim faz 6 anos, então tá tudo bem.

Minha vida foi... Comum. Nada demais. Ninguém realmente liga bastante para nossa raça para alguma tragédia acontecer e destruir nossas vilas, mas geralmente nosso comércio é bom. Bem... É isso... Eu acho.

Aparência: Olha, eu tenho uma cauda, garras, pés grandes, três olhos e 1,93m de altura.. Eu... Não sei detalhar muito bem, esperem... Ah! Eu gosto de usar preto. Me identifico fortemente. É uma cor bonita. Eu aprecio. Eu, uh... Eu sou... Bonito. Sim! Olhe uma fotinho minha! Geralmente os machos de minha espécie tem a mesma aparência que a minha, excluindo as roupas excessivamente escuras.



Sou eu!

E minha espada de 2,50m de altura, eu chamo ela de Jyhre. Eu amo ela. Ah, sabia que em nosso povo, é possível nós nos casarmos com nossas próprias armas? Bem, somos casados a 16 anos. Nosso amor é fortíssimo.


Idade: 46 anos.

Raça: Uukurismas.


Status

Força: 8
Resistência: 6
Agilidade: 6
Magia: 0
avatar
Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : NÃO TEM MEDCO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por mrdeid em Sab 13 Fev 2016 - 2:46

Nome: Lisshhhard, Lisssssa.

Aparência: Pele escamosa e quase descolorida. Por tradição de sua espécie, anda nua - não que seja um problema, já que não possui órgãos genitais. Seus cabelos são longos e louros. Suas orelhas e cotovelos são pontudas. Quando está com raiva ou tensa, sua pele escamosa cresce espinhos que podem ser usados para defesa ou para ataque, caso arrancados. Coisa de sua espécie.

Idade: Dezessete em idade de sua espécia, setenta e nove em idade humana.

Raça: Lizard, uma raça selvagem de humanos com peles de lagarto. Sua raça possui algumas peculiaridades, assim como as demais espécieis. Lizards costumam ser magros e sem músculos. A aparência é geral: todos usam cabelos longos e louros. Sua pele, como já dito, é totalmente escamosa, assim como a pele de um lagarto. Eles andam sempre nus e suas únicas armas são os espinhos que crescem em seu corpo. Não possuem órgãos genitais. A reprodução é feita através da magia: o macho retira um espinho de seu peito, o encantando com magia de vida. O espinho então é cravado no peito da fêmea, sendo absorvido para dentro e começando a fecundar. A barriga começa a criar uma bolha com a criança dentro, explodindo quando a criança estiver pronta pra nascer. Após se reproduzir, o macho possui apenas mais sete anos humanos de vida. Todos os Lizard dominam algum elemento diferente, além do elemento vida, utilizado para a reprodução e mais nada. Alguns machos veteranos conseguem dominar um terceiro, apesar de com menos força do que o comum.

História: Filha de uma das esposas do líder de seu clã nascida através da magia, assim como todos os seus iguais. Foi designada para ser uma caçadora, se tornando uma das mais cruéis assassinas de seu clã. Em uma noite de caça, Lisa acabara por matar um companheiro por acidente, sendo expulsa pelo líder. Ela logo o matou com um de seus espinhos, declarando-se a nova líder dos Lizard. Sua mãe foi contra e acabara morta, assim como todos que eram contra ela. Logo Lisa tornara os Lizard uma das raças mais temidas de sua região, isso até a Doença Escamosa aparecer - uma doença feita de magia por uma raça inimiga que fazia a pele derreter. Os Lizard sumiram, sobrando algumas dezenas que se separaram por vários lugares do mundo, principalmente em florestas, cavernas e locais úmidos.


Status:

Força: 4
Resistência: 2
Agilidade: 8
Magia: 6

Vida: 5.
Som: 5

Comentário Extra por Lisa: Eu não ssssssssou overrrrrpowerrrr, apenasssss tenho um passssssado onde eu era poderosssssssssa. Jassssssper também tinha, mas ele é um bosssssssssta. Sssssss.


Spoiler:


Última edição por Megadei em Sab 13 Fev 2016 - 23:08, editado 1 vez(es)
avatar
mrdeid
Membro
Membro

Masculino Idade : 71
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : ata


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por bluehairghost em Sab 13 Fev 2016 - 3:00




Nome: Ecilla Blits Vint
História: Bem... como todo Ishniung eu vim de Londolinn.... na verdade um pedaço de Londolinn.... não tem muitos de nós por aí, você sabe, Ishniungs.

O QUE SÃO ISHNIUNGS:

       Uma raça pequena em quantidade e tamanho em geral, muito religiosos, tendo deidades de origem mágica para quase todos os fenomenos naturais acreditando que sua aparencia é de fruto religioso, tendo sido abençoados pela deusa da Juventude 'Iungt' a qual era diretamente conectada ao Medium enquanto viveu e manipulava a vida como fios de um tecido, procurando manter o mundo em equilibrio.
Os Ishniung acreditam que seus "deuses"  eram magos com sabedoria o bastante para se elevarem suas mentes e se conectarem ao plano  Espiritual e ao Medium, conseguindo se conectar inteiramente a esses planos daria a eles o status de deus e por isso eles buscam conhecimento e glória em nome de 'Shtarkayt', o mago da força suprema.
Apesar de tudo isso, parte dos Ishniung (aproximadamente 30%) acreditam que os "deuses" os deram uma missão heróica, por serem um povo que envelhece de forma diferente, eles são destinados a unir o mundo e atingir a prosperidade. Isso é mais presente entre os seguidores de Shtarkayt, que tem como foco, engrandecerem seu conhecimento mágico e sua coragem para assim não temerem a sua unificação com outros planos e levarem o mundo a frente.
A aparencia de um Ishmiung é como a de um Humano normal porem com uma estrutura óssea mais rigida e altura média menor, eles também envelhecem de forma diferente, tendo sua aparencia externa ser muito jovem porém seus orgãos internos não envelhecem de forma muito diferente da dos humanos. Comparativamente falando, um Ishmiung de 40 anos teria a aparencia externa de um Humano entre 18 e 21 anos, mas seus orgãos internos não seriam diferentes dos de um humano de 40.
Ishniungs não são muito aptos em tecnologia, eles acreditam que a magia e suas proprias forças são o verdadeiro caminho para a unificação do mundo e o alcance de seus objetivos. Eles não abominam o reprimem a tecnologia, porém não se relacionam muito bem com tal.

Mas alguém tinha que continuar o que meu pai fazia, com certeza não ia ser o fracote do meu irmão, ele só sabe exercitar o próprio cérebro e mal usa os outros musculos dele. O coitado do meu pai acreditava que podia viajar pelo mundo e unir as pessoas sendo um herói, desde criança eu treinava me espelhando nele, me movendo o mais rápido o possivel usando eletricidade e curando ferimentos dos que precisavam de ajuda.
A forma que ele morreu foi chocante mas eu não podia deixar isso me abalar, eu tenho que ser como ele, eu tenho que me tornar uma Heroína...
Ah, sim, ele morreu feliz, pelo menos.... Ele havia acabado de voltar para casa, abraçou meu irmão e minha mãe, me entregou sua lança, a Zunufgang, e caiu morto aonde estava em pé meros segundos depois. Após o enterro dele, eu me despedi e vim parar aqui.


Essa é a Zunufgang:

Aparência: não consegue me ver direito não? (1,50m de altura)
Idade: 24... mas me confundem com uma Humana de 13 anos...
Raça: Ishniung... espera, eu já disse isso.

Status
Força: 6
Resistência: 4
Agilidade: 6
Magia: 4

Magia

Fogo. 0
Agua. 1
Eletricidade. 5
Luz. 1
Vento. 2
Som. 0
Espaço: 0
Vida: 5


Última edição por bluehairghost em Sab 13 Fev 2016 - 22:33, editado 5 vez(es)
avatar
bluehairghost
Membro
Membro

Feminino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 15/08/2015

Frase pessoal : meh


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por Gehrman em Sab 13 Fev 2016 - 3:09

CADE AS LEGAL LOLI
QUERO MAIS



________________

cfox: APARECI NO MULTISHOW


avatar
Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : NÃO TEM MEDCO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por Mori em Sab 13 Fev 2016 - 20:03



Nome: Solomon.

História: Apenas um andarilho, espalhando a paz, batendo nos caras maus, mais que isso não importa muito.

Aparência: Eu sei o que você deve estar se perguntando, "Por que aquele cara tem um elmo em forma de bigorna."

A resposta é simples!

Eu carrego uma bigorna para forjar seus pecados.

HAHA!

Na verdade é tradição da minha vila.

Idade: 37

Raça: Humano, óbvio.

Força: 9
Resistência: 6
Agilidade: 4
Magia:1

Fogo: 2.
avatar
Mori
Admin
Admin

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/07/2014

Frase pessoal : Ante up!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por ana em Sab 13 Fev 2016 - 21:03





Nome: Dhairy (धैर्य) Malandro. Calma aí, que eu posso explicar o sobrenome! Meu pai, o senhor Kiran (किरण), se auto nomeou como "Malandro" após ele conseguir enganar o líder da tribo, para que ele o deixar casar com sua segunda filha, Chamak (चमक). Eles são um casal feliz, até hoje. Mas, porque me chamo Dhairy? Porque meu pai é péssimo com nomes e achou que "grão de areia" fosse um bom nome para uma mocinha. Ah, malandro na língua da tribo se fala Dusht, mas eu prefiro o deixar na língua geral que usam nos reinos. É pra causar impressão em quem ouve meu nome, entende?

História: Tudo começou a trinta e dois anos, quando a deusa das estrelas mandou que sua filha fosse a terra e morasse por lá, para aprender a ser modesta e bem educada. É isso que eu conto quando vou em vilas isoladas. Uma vez fizeram uma festa de arromba pra mim, por ser filha de uma Deusa. Noutra vez quase cortaram minha cabeça. Eu sou o que se pode chamar de "capitã dos piratas do deserto", é mais legal no papel do que na vida real, porque na maioria das vezes o que a gente faz é torrar no sol enquanto viajamos entre um reino e outro. Nós somos mercadores, isto é, também na maioria das vezes. Há coisas que só uma espada pode resolver! E ah cara, como eu sei usar uma espada! Como viajamos no deserto? Nós temos barcos e bem.... andamos com eles no deserto... São magos que o controlam, é realmente bonito quando se vê isso. Estou no mercado a 12 anos, e não me arrependo de nenhum.

Fato que lembrei agora, lá em casa mora o velho Jorge, um andarilho que apareceu um dia e mantemos ele porque ele é engraçado. Nunca nos contou quem ele é, mas ele vive gritando profecias e cantando. Gostamos dele.

Idade: 32
Raça: Humana.

Status

Força: 7
Resistência:
5
Agilidade: 5
Magia: 3
Fogo: 1

Vento: 3
avatar
ana
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por Okiru em Seg 15 Fev 2016 - 19:19



Nome: Ava' Genesis

História: Surgida recentemente em um local desértico usado como campo de batalha a muito tempo atrás, Ava é uma Shabh estranha que nomeou a si mesma com a intenção de interagir com seres vivos. Enquanto os outros de sua raça costumam evitar a sociedade, Ava parecia ser completamente o oposto disso, tentando em seus primeiros meses de existência se intrometer no meio de grupos humanos, estes que na maioria das vezes nem sabiam sobre a existência de sua raça. Seu pouco tempo de vida faz com que ela desconheça quase tudo, mas se tem uma coisa que ela tomou gosto rapidamente foi por "comer" coisas... não se limitando apenas a alimentos, todo o tipo de coisas que ela pudesse absorver utilizando o espaço em seu corpo já lhe era um atrativo, chegando a um ponto em que ficava difícil saber se ela se aproximava das pessoas por interesse social ou sua vontade de consumir coisas. Ava acaba chamando atenção por ter sido criada com uma vestimenta bem diferente para região, sua forma alternativa para passar despercebida é a de uma borboleta, um ser não muito comum para tempos como esses, com tanta escassez em plantas...

Idade: 9 meses

Raça:
Shabh:
Uma raça de tamanho desconhecido que costuma habitar ruínas de civilizações antigas e quase sempre passa despercebida por viajantes. Tendo origem em restos de concentrações magicas que adquiriram vontade própria, os Shabh são seres feitos puramente de magia complexa: espaço e vida, sendo praticamente incapazes de controlar magias elementares e interagir fisicamente com objetos. Shabhs se movimentam flutuando lentamente ou manipulando o espaço e geralmente possuem uma forma humanoide, porém costumam tomar formas diferentes com a intenção de passarem despercebidos, já que a maioria prefere evitar contato com seres vivos, assim, a maioria das pessoas nem sequer sabe da existência deles.


Força: 0
Resistência: 8
Agilidade: 0
Magia: 12


Espaço: 5
Vida: 3
avatar
Okiru
Membro
Membro

Feminino Idade : 12
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/11/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por Foetodon em Qua 17 Fev 2016 - 17:56

Nome: Efe Ganim

Meu nome? Me chame de vovô ou qualquer outro desses apelidos que vocês pirralhos inventam hoje em dia.

Idade: 72 anos.

Velho o suficiente para ser confundido com seu avô, jovem o suficiente para quebrar sua cara.

História: Efe vem de um povo nômade, os nişançı.

Sobre os Nişançı :

Nişançı:
São nômades que manipulam vento habilmente por meio de magia para guiar e dar mais força a suas flechas durante caçadas e batalhas. A maioria deles são encontrados em áreas próximas do equador, mas longe o suficiente dos desertos de lava, que não seriam adequados para seu estilo de vida.

Eles não tem boa fama, pois é comum que alguns lideres de tribos saqueiem vilas para abastecer sua tribo de nômades montados em hordas de camelos. Eles são amigáveis entre si e comunicação com estranhos é relativamente comum, embora apenas alguns membros das tribos saibam falar idiomas diferentes.

Efe passou o inicio de sua vida como um nômade jovem de sua tribo, foi ali que aprendeu a caçar e usar magia de manipular vento, tradição entre os nişançı. Depois uma tentativa falha de saquear uma vila e meses passando fome, Efe abandonou sua tribo e passou maior parte de sua juventude viajando pelo deserto, onde aperfeiçoou suas habilidades manipulando vento e aprendeu outros tipos de magia.

Depois de vários anos ele passou a morar em uma pequena cidade no leste e fundou um dojo, onde passou maior parte de sua vida ensinando sobre a arte de usar arco e manipular vento de seu povo para quem se interessava em aprender essas técnicas e aguentava seus one liners. Coincidentemente, este foi um dos primeiros territórios a ser anexados a Enerel. O povo da cidade, não aceitando a serem subjugados e perderem sua cultura foram massacrados enquanto Efe escapou com vida.

Desde que perdeu seu dojo ele voltou a sua vida de viajante, sua experiência e habilidade o ajudam a viver, mas sua idade esta começando a pesar. Ele não tem muita paciência para conversas longas e quando fala vai direto ao ponto. Ele também parece e age como um personagem de filme de ação dos anos 80.


Minha historia? Eu tenho uma interessante. Se chama “Pare de perguntar igual a um idiota ou esse seu rosto não vai durar muito”.

Aparência:



Mas em vez de uma espada gigante ele usa um arco gigante:

Spoiler:

O motivo das roupas? Ninguém quer ver um velho nu andando por ai.

Raça: Humano

Qual é a minha raça? Você ao menos consegue ver?

Stats:
Força: 8

Resistência: 5

Agilidade: 3

Magia: 4

*Vento: 5
Som: 1
Fogo: 2
Eletricidade: 1
avatar
Foetodon
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 17/02/2016


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por Rush em Qua 17 Fev 2016 - 22:00


Sim esse é Jensen dançando, só que maior.







Nome: Príncipe Jansen Hawk Blaise, o primeiro de seu nome e herdeiro real desde plano.   
História: Antes de inventarem o homicídio, Jensen era o único filho de seu pai, o Rei cujo o nome fora esquecido quando o seu reino, também esquecido, fora engolido pelo deserto que engoliria também o resto do mundo. Mesmo esquizofrênico, Jensen era o único que possuía o direito de suceder o trono do pai. Seja pelo seu sangue, sexo, ou pelo orgulho de seu progenitor em não admitir que seu filho não era apto para assumir tal responsabilidade como ser um rei. 

Após o homicídio ser descoberto, o reino entrou em colapso e os plebeus se voltaram contra os nobres, assim como os nobres se voltaram com os plebeus. Por alguma razão, Jensen acabou sendo salvo apenas por seguir uma raposa a qual o guiara para um local seguro. 
Aparência: É baixo, franzino mas bem bonito. 
Idade: Onze anos.
Raça: Humano.

Status

Distribua 20 pontos.

Força: 1
Resistência: 1
Agilidade: 8
Magia: 10

Se você usar magia, coloque de 1 a 5 o quão bom você é em cada tipo, mantendo em mente que cada mago tem 1 ou 2 tipos principais, e pode improvisar os outros.

Fogo - 1
Água - 1
Eletricidade - 1
Luz - 3
Vento - 1
Som - 4
Espaço - 5
Vida - 1



Curiosidades - Jensen adora música. Ele é apaixonado por música e adora dançar. Ele tem alucinações mais intensas quando música é soada, e quando ele dança ou toca alguma música, ele pode fazer pessoas entrarem na mesma alucinação para sentirem o que Jensen está sentindo. 



E é claro...



Na visão de Jansen

Nome: Fantástico Senhor Raposa  
História: É a raposa que salvou Jensen. Mesmo sendo uma raposa normal, ela acabou possuindo um carinho especial pelo rapaz, que a vê como uma fantástica criatura super inteligente e charmosa que sempre tem a solução para tudo. Na visão da criança, o Senhor Raposa é um ser fantástico que pode até mesmo quebrar a quarta parede e fazer coisas tão incríveis que nenhum outro ser poderia fazer. Mas é claro que é tudo uma alucinação criada pela fértil imaginação de Jensen. 
Aparência:




Uma raposa normal. 

Idade: Sei lá.
Raça: Raposa.

Status

Força: 1
Resistência: 1
Agilidade: 9
Magia: ???


Luz - ???










avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por Junim - kun em Qua 2 Mar 2016 - 22:06


Nome: Indra, somente Indra (इंद्र)
História: Nascida da união do mais poderoso Chor Ghaatak com uma fêmea da mesma espécie, como alguns filhotes eu tive a oportunidade de ter 1 ano para viver antes da minha progenitora decidir o que faria comigo, a partir dos seis meses notei a intenção assassina dela aumentar, mas eu tinha que esperar a oportunidade perfeita para matar ela, pois fugir naquela época seria algo impossível... foi a primeira morte realizada por mim, se eu ainda vivesse no meio daqueles seres não seria a ultima, mas aquilo eu deixei para trás e fugi... em meio ao deserto encontrei um andarilho, m aproximei e fiquei observando-o por um tempo, ele provavelmente se sentiu ameaçado e tentou me atacar, eu usei minha agilidade para fugir, mas levei a bolsa que ele carregava comigo, nessa bolsa tinham livros, muitos livros sobre magia, humanos e sobre um reino onde os magos vão para ficar mais fortes... isso me deixou intrigada, comecei a ler e aprendi o básico de magia, mas eu precisava melhorar, precisava ver esse reino, precisava ver mais humanos... cheguei até o determinado reino, quando eu finalmente havia terminado meu fascínio pela magia, começou meu fascínio na humanidade... Os humanos, vocês humanos, são muito mais complexos que magia, mesmo possuindo todo esse conhecimento, usam dos mesmo métodos de minha raça para obter poder, dinheiro e riquezas de vários tipo, claro que nem todos são assim, mas grande maioria se encaixa no que eu falei... preciso estudar mais os humanos...
Aparência: Você é um espécime que não possui visão ou somente quer uma foto minha? kufufufu, vocês humanos são mesmo interessantes e intrigantes




Idade: Eu nasci há uns... 3 anos humanos, mas minha idade felina seria algo como 29 anos, ainda tenho muito para ver, gatos são curiosos kufufufufu
Raça: A raça selvagem e territorialista, uma chor ghaatak (चोर घातक)


chor ghaatak:
Raça hibrida de humanos e felinos variados, essa raça possui uma população bem pequena pois eles competem entre si para descobrir quem tem mais poder, o mais poderoso ganha um sobrenome Kroor Yoddha(क्रूर योद्धा), algo interessante pois é o único sobrenome existente nessa raça, mas não ganha soberania sobre os outros de sua raça, pois todos dessa espécie são esguios e manipuladores, demonstram respeito apenas para se aproximar e tomar o lugar do mais poderoso somente pra alimentar seu ego, as fêmeas buscam ter filhotes com machos poderosos em prol de sua cria, pois elas creem que durante o tempo de gestação, parte do poder é passado para elas, algumas fêmeas abandonam os filhotes pois já concluíram seus objetivos, algumas esperam ele completar 1 ano de vida para o abandono, outras esperam esse mesmo e lutam com o filhote para testar o poder adquirido, os filhotes abandonados se criam sozinhos e se nomeiam, alguns só começam a matar outros de sua raça após matar a sua progenitora e assim se consideram preparados para o mundo



Status

Força:5
Resistência:5
Agilidade:5
Magia:5

Magias

Fogo. 1
Água. 3
Eletricidade. 5
Luz. 1
Vento. 4
Som. 2
avatar
Junim - kun
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/09/2014

Frase pessoal : Whatever


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por Mori em Qui 3 Mar 2016 - 13:47

Todo mundo aceito, com algumas ressalvas:

Rush, o homicídio foi inventado a centenas de anos, já houveram grandes guerras que reduziram o mundo a esse estado, então é.

Luka, você não pode manipular magia de espaço e de vida ao mesmo tempo, tem motivos.

É isso, seus lindos.
avatar
Mori
Admin
Admin

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/07/2014

Frase pessoal : Ante up!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por not!Kuma em Dom 18 Set 2016 - 18:30

Uma mãe, com um olhar preocupada, olha para o filho de apenas 10 anos, colocando-o para dormir, fala:

-Filho, por que você continua pesteando os vizinhos e seu irmãozinho? Acho que você é muito grandinho para fazer essas travessuras.

A criança faz uma cara feia.

A mãe então respira fundo e fala novamente:

-Filho, eu quero que você escute bem a mamãe, ok? A mamãe vai contar uma história que a Vovó me contou.

A mãe então molha os lábios e começa a contar a pequena lenda que todo mundo, já escutou pelo menos uma vez na vida.
-Filho, essa história aconteceu a muito tempo atrás, conta-se que até mesmo o mundo era diferente. Tudo começou com um menino chamado, Jenus, na mesma idade que a sua, órfão dos dois pais, foi adotado por uma vila isolada e fechada. A criança era incrivelmente insuportável, ela sempre pregava peças em todo mundo e todos, destruindo canteiros, jogando terra nas casas das pessoas, dizem que ele até mesmo pintou a casa do líder da vila.

O filho ri das brincadeiras e peças que o garoto aprontava

A mãe limpa a garganta e continua.

-Foi ai filho que começou, teve uma hora que todo mundo já estava saturado de suas brincadeiras, reclamaram para o líder da vila, o pai adotivo e responsável pela criança, já não sabia mais o que fazer com o menino. Em uma noite no festival em que comemoravam, o menino mexeu com os fogos de artifício, e bem ele colocou fogo na vila inteira. O povo furioso e consumidos pela raiva, pegaram suas foices e enxadas e foram atrás do garoto. O garoto que apenas queria atenção e carinho, agora era alvo e inimigo para a aldeia. Correndo para longe, o menino chorando assustado, finalmente consegue se esconder no que parecia ser uma caverna. Mais a fundo ele encontra uma máscara sorridente, o menino fascinado pela máscara resolve coloca-la...

-E ai mãe, o que aconteceu?

Diz o menino entretido na história

-Bem a máscara não era apenas qualquer máscara, era um selo extremamente forte de um espírito, escondida e esquecida a anos, logo após ser possuído e amaldiçoado pelo espírito da máscara, o menino estava instável, dizem que sua personalidade se juntou com a da máscara, mas ninguém realmente sabe o que aconteceu, mas dizem que o menino já não era o mesmo. Voltando a vila, que eram agora apenas escombros, todos reunidos a frente do que era antes a casa do líder da vila, furiosos e nervosos apedrejavam o que restava da casa, o líder da vila, lá dentro não sabia o que fazer, foi ai que surgiu a partir do nada, uma figura masculina bem vestida, jovem-adulta e alta de uns 1,90 de altura, chega ao velho homem que estava ao chão, e fala "Pai... Deixe-me resolver o que eu fiz."
    O menino de 10 anos, agora era um adulto, dirigiu-se a frente da casa, onde todos os aldeões furiosos ficaram confusos com a presença do homem, que logo fala "Senhores, acalmem-se e eu farei o que for preciso para a restauração de sua vila." Um homem no meio dos aldeões grita furiosamente "COMO UM ESTRANGEIRO COMO VOCÊ, IRÁ AJUDAR EM ALGUMA COISA?" Todos os aldeões começam a concordar, foi ai que Jenus proclama "Hahaha, como é tolo. Eu sou J-" Antes de terminar a fala um aldeão cego pela raiva, tenta apunhalar o homem. Em um instante, o homem já não havia mais a sua mão, aparentemente por um ato de reflexo, Junes cortou a mão do homem. O Líder da Vila, vendo a cena entristecido e furioso com seu filho adotivo fazendo tal ato, grita "EU NÃO RECONHEÇO QUEM VOCÊ É E QUERO FORA DA MINHA VILA!" Junes não sabia como reagir, engoliu seus sentimentos mais confusos que já eram e sumiu da vila, o que aconteceu com a vila, ninguém sabe.
     Junes agora um ser confuso, com poderes de que nunca sonhava ter e amaldiçoado a jamais envelhecer. Assim neste momento de fraqueza, que os sinais da possessão pelo espírito começaram a ter mais efeito em Junes, o espírito fez com que ele agora fosse um ser sério, porém pregava peças. Ele então começou a vagar pelo mundo fazendo confusões, assustando pessoas e crianças que assim como ele, era travessas demais. E então filho quer ser visitado por Junes?

-NÃO! Por favor não Mãe, eu paro! Eu paro!

Diz a criança assustada, então a mãe logo a abraça e diz:

-Vai ficar tudo bem filho, vai ficar tudo bem. Durma bem agora que amanhã a gente vai sair e brincar, ok?

-Ok!

Nome
Junes

Aparência

Idade
???

Raça
Humano Sobrenatural?

Status

Força:1
Resistência:4
Agilidade:5
Magia:10

Som: 4
Espaço: 5
Luz: 3
Vento: 3
Fogo: 1
avatar
not!Kuma
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 14/01/2016

Frase pessoal : que isso cara


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Book of Kings

Mensagem por dronto em Sex 30 Set 2016 - 16:54

JÁ EDITO DESCULPA

Nome:
Rakeem do Chá Doce

História: Um nômade, um comerciante de temperos, um alquimista, médico, e acima de tudo um pesquisador. Encantador em uma conversa, seja por seu carisma ou por seu extenso conhecimento. Rakeem esforçou-se por sua vida toda para compreender ambas as linguagens da alquimia e da magia. Uniu-as, conseguindo feitos magníficos em seu ambiente de pesquisa: A cura. Apesar de ser um viajante, Rakeem é tido como um herói pela academia.

Aparência: Um homem cacto, o símbolo alquímico do ouro em seu turbante, seu manto áspero e coberto de areia o protegia, imbuído com substâncias variadas e resistentes.



Idade:
45

Raça:
Cacto. A estranha raça humanoide de necessidades de planta surgiu do subterrâneo, provavelmente elos perdidos em meio à simplicidade que os elementos vieram a se tornar.

Status

Força: 1
Resistência: 9
Agilidade: 1
Magia: 9

Se você usar magia, coloque de 1 a 5 o quão bom você é em cada tipo, mantendo em mente que cada mago tem 1 ou 2 tipos principais, e pode improvisar os outros.

Vida: 5
Fogo.
Água.
Eletricidade.
Luz.
Vento.
Som.
*Espaço:
avatar
dronto
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/01/2016

Frase pessoal : Ah, eu não tenho jeito mesmo!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum