Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Por favor, não perca mais tempo, inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobres todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Aguardo.
Feliz Natal e Ano novo!

[GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Página 18 de 21 Anterior  1 ... 10 ... 17, 18, 19, 20, 21  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Lordhdio em Dom 2 Out 2016 - 14:23



-Desta vez, quero saber o que aconteceu. Isso não fez sentido, a menos que esse pirulito seja o lendário Pirulito de Menes I, o grande faraó.




-Mas o que essa arma estaria fazendo aqui, plebeia? Onde você conseguiu ela?

Lordhdio
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/05/2015

Frase pessoal : Isso foi um desejo?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Junim - kun em Dom 2 Out 2016 - 22:06

Thomas sabia que a batalha estava acabando, mas também sabia que palavras estragariam o momento final da mesma, ele sorri para Leona enquanto a mesma falava com ele, Ela tira sua Bandana mostrando que nessa batalha ela simplesmente deixará tudo o que ela é para trás e somente queria ter uma batalha honrada, Thomas sentia o mesmo e então decidiu tirar o Broche que prendia sua capa de guarda real, nessa batalha não haviam títulos ou rankings baseados em estrelas, somente dois guerreiros que se entendiam quando sua lâminas se encontravam... Ele sabia que alguém assim era difícil de encontrar, por isso ele queria aproveitar cada momento e então Thomas avança contra a sua adversária... Ou melhor, contra a sua companheira de treino ou até mesmo de alma

Junim - kun
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/09/2014

Frase pessoal : Whatever


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por KnightOMetal em Dom 2 Out 2016 - 23:58

HP: 2660/4100
LVL: 11
Shielder

Hanna avança com tudo.


— Descanse em PAZ!


Última edição por KnightOMetal em Qui 6 Out 2016 - 17:37, editado 1 vez(es)

KnightOMetal
Membro
Membro

Masculino Idade : 15
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/06/2011

Frase pessoal : Waifuledge is power.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Gehrman em Seg 3 Out 2016 - 20:56

Sala 1:

- Nah, nem é. Eu comprei esse pirulito lá de uma amiga minha que vende uns doces maneiros e suspeitos, só que nem consegui comer porque era duro demais. Sério, tenta jogar essa porra no chão! É indestrutível!


- Mas se quiser, te dou outro. O estoque aqui tá foda, comprei pra caralho pro dia depois que a Leona transou. Sabia que ela tava a dez anos sem transar? Tipo, caralho, dá pra acreditar?!
- Ela com certeza não está levando essa luta a sério.

________________

cfox: EU MATEI DOIS CARA



Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : VAMOS DEMOLIR


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por dork princess em Seg 3 Out 2016 - 21:04

Sam dá um peteleco na testa de Purple, surpreso com o efeito da sua arte. - Oh. Entao é i-isso que a Misantrópicalia faz com p-pessoas... Ainda bem que ela não morreu...

Sam engole seco e faz um Soneto das Lâminas com toda a delicadeza que a situação permite.

dork princess
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Lordhdio em Seg 3 Out 2016 - 21:50



-Interessante... Ah, me refiro as duas coisas, o pirulito tão rígido que tem a capacidade de anular uma arte e uma pessoa que não tem relações sexuais a dez anos.




-Isso já está começando a ficar caótico, e de um jeito que não me agrada. Vamos só acabar com isso, certo? Por garantia, nada de ataques aéreos depois desse pirulito.- retiro uma espada do Gate of Xablau.




-Esta é a Durandal. Creio que seja meu último movimento nessa luta antes de me cansar disso e simplesmente aceitar o que vier. Entretanto, vamos dar um pequeno recomeço para poder finalizar isso, lutando como guerreiros ao menos agora.-Aproveito que ainda estou sobre os efeitos da minha fúria e tento me mover o mais rápido que posso, começando a golpear a garotar sem deixar uma brecha para ela descansar.



Lordhdio
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/05/2015

Frase pessoal : Isso foi um desejo?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por 3DSFood em Ter 4 Out 2016 - 13:34




-Caramba... Você é uma caixinha- Digo, uma lolizinha de surpresas. Essas suas katanas parecem legais, mas eu não to afim de testar a lâmina delas não... - Cara, essa menininha é muito rápida. Além disso, ela faz armas brotarem do corpo. O quão rica ela pode ficar vendendo armas?




-Bem, isso acaba agora. Não posso dizer quem vence, mas me permita dizer que gostei de lutar contigo. Me sinto em desvantagem graças a sua extrema velocidade, mas vou tentar me igualar com minha arte mais rápida.




-BEDWYYYYYYYYYYYR



3DSFood
Membro
Membro

Masculino Idade : 16
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/02/2011

Frase pessoal : SO AS SOCHOTA CHOUDEBO LA, PELUDSA NAO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Mori em Qui 6 Out 2016 - 14:25

Denat segura Animak, em quanto seu corpo se curva levemente, ofegante.

Ele encara seu HP metafórico.

- Essa foi boa, muito boa. - Ele guarda Animak dentro da bainha. - Já deu pra mim, um treinamento não é suposto de me matar, não é?

Denat estende a mão em direção de Patricio.

Mori
Admin
Admin

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/07/2014

Frase pessoal : Ante up!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Gehrman em Qui 6 Out 2016 - 14:47

Sala 3:

- Look, I know you're looking at your metaphorical HP. Se algum de nós ficar de brincadeira sem alguém realmente vencer, a Bridget vem aqui e bate em nós dois.


- I swear. You don't want that to happen.
- Patrício treme, mas mantendo distância de Denat.

________________

cfox: EU MATEI DOIS CARA



Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : VAMOS DEMOLIR


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Mori em Sex 7 Out 2016 - 17:52

- Isso seria bem problemático... - Denat considera um pouco. - Eu vou ser sincero aqui, eu não to muito afim mais de lutar, acredite ou não, você não é mal e eu odeio violência desnecessária.

Denat avança contra Patricio, mas sem muito entusiasmo.

Mori
Admin
Admin

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/07/2014

Frase pessoal : Ante up!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Gehrman em Sab 8 Out 2016 - 0:11


Sala 1:


Removendo uma espada qualquer da Gate of Xablau, o primeiro verdadeiro desejo de Enki é entrar em combate corporal direto com Jane, fazendo a sua lâmina aleatória enfrentar as duas de sua oponente. Sem nem aguardá-la remover as espadas de suas bainhas, a moça de cabelos azuis apenas olha para ele de um jeito meio bobo.


- Pois é, né. - Neste momento, Enki apenas corria em sua direção como um foguete pronto para detonar na cara dela. Porém, as mãos de Jane também eram rápidas, e ela logo remove um mecanismo peculiar de seu bolso. - Acho que você esqueceu de uma coisa.


Logo quando a espada de Enki estava a apenas alguns milímetros de acertar a testa de Jane, o rei sente algo estranho, que vai propagando-se pelo seu corpo inteiro. Ele não consegue se mover. Seu corpo inteiro estava paralisado, a maioria de seus sentidos havia parado completamente. O rapaz estava indefeso, sem mais nem menos. A única coisa que ele podia fazer era assistir enquanto Jane aproximava-se lentamente de seu rosto, analisando-o lentamente, enquanto chupava mais OUTRO pirulito.


- Você deveria ter jogado esse pirulito fora. Ele não é só duro como a foda, eu também dei umas mudanças doidas nele que, ao pressionar um botão, conseguem paralisar alguém completamente. É um pirulito horrível, sinceramente. Ninguém ficaria com esse negócio. - Como Enki, em nenhuma circunstância, pareceu ter soltado o pirulito de sua posse, tal estratégia foi possível de ser executada, mesmo que extremamente imprevisível. Jane apenas pega aquela faquinha que quase quebrou antes quando defendeu-se de grande parte dos ataques de Enki, e aproxima-a lentamente de seu pescoço.

Naquele momento, o Rei só queria sair do estado de paralisia completa, mas era impossível. Ainda assim, mesmo sem poder sentir muita coisa, ele ainda era forte o bastante para perceber algo estranho no corpo de Jane. Mais especificamente, em suas mãos e seus pés. Mesmo quando era a faquinha que encostava-o, ele conseguia sentir a peculiaridade dos membros de Jane. Eles eram... Ocos.


- Ah, acho que você percebeu. Você é super forte, afinal de contas. - Ela mostra suas mãos para Enki. - Tá vendo? São prostéticas. Sim, minhas mãos e meus pés. Bem, só a mão direita. A esquerda tá tranquila, eu só queria ser fashion e combinar as duas. Eu só aproveitei um pouco do poder do magnetismo e de alguns produtos bastante úteis de uma vendedora amiga nossa, e assim consegui montar uma estratégia geral de combate. Ficou boa? Na verdade... Deixa eu te mostrar uma outra coisa bem legal também.

Como uma nevasca súbita, Jane rapidamente retira ambas espadas de suas bainhas, e habilidosamente faz as duas terem um formato de uma tesoura prestes a cortar a garganta do rapaz. Ela tinha ciência de que não poderia realmente ameaçar alguém do nível de Enki, mesmo com ele naquele estado, mas ela queria pelo menos se sentir igual ao rapaz, que sempre estava acima de todos. Sabendo que Bridget podia ouvir tudo dito nas sete batalhas, ela aproveita que ela não conseguiria realmente "ver" tudo, graças aos vários ângulos das câmeras escondidas da sala de simulação, e tenta se manter em uma posição que fazia com que sua boca ficasse impossibilitada de ser visualizada.

Jane apertava com cada vez mais força o pescoço de Enki, uma pequena quantidade de sangue saía de lá. Caso ela tentasse apenas mais um corte de raspão, ele com certeza morreria. A gangster entendia que ele não poderia morrer; era um conhecido de Yuugi, e matá-lo basicamente significaria uma pena de morte a ela. Esperando que Enki entenda o que seus lábios estão dizendo, a moça apenas diz, com uma frieza nunca antes vista.


- Espere por nós, Enki Isao. Eu não falo da Shooting Star... Falo por mim mesma.

A simulação acaba, e Enki finalmente sente seu corpo voltar ao que era antes. Jane apenas coloca as espadas aonde estavam antes, e já vai saindo da sala de simulação; mas não antes de falar com o Rei:


- Chega aqui! Os outros provavelmente já estão acabando, quero ver como todos foram. - Como se tivesse mudado sua personalidade ao que era antes, ela vai até a sala principal.

Sala 2:


Thomas não tinha nada a perder.

Leona não tinha nada a perder.

Os dois guerreiros enfrentam-se como se não houvessem amanhã. Mesmo sendo uma simulação, o pôr-do-sol artificial parecia causar um gigantesco impacto na luta para qualquer um que pudesse ver o que estava acontecendo. A luta, que mais assemelhava uma dança, era a única coisa na cabeça daqueles lutadores resplandescentes, que mesmo sem trocarem palavras, pareciam entender e compreender um ao outro perfeitamente.


A luta continuava por vários minutos, e ambos já encontravam-se incrivelmente. Qualquer coisa poderia acontecer, mas sabe-se que apenas um deles poderia ganhar este duelo fervoroso.

Em um momento de puro descuido, um dos guerreiros inconscientemente tropeça em seu próprio pé, escorregando e perdendo a sua guarda antes bem-mantida. O oponente, sem hesitar, já prepara-se para executar uma estocada finalizadora em seu adversário, finalizando aquele espetáculo com chave de ouro; a mesma sendo usada para fechar a própria vitória.

No fim, o guerreiro vencedor...

Jamais desistiu de seus desejos em sua vida.

Ainda possui muitos desejos a serem realizados.

Perguntas inacabáveis prevaleciam em sua cabeça;

E tal pessoa caçaria as suas respostas.

Esta pessoa era Thomas.

A simulação acaba em um flash. O pôr-do-sol se apaga.

Leona apenas levanta-se vagarosamente, e com um imenso sorriso no rosto, amarra sua bandana em sua testa novamente. Ela olha para seu ex-adversário com um grandioso sorriso no rosto, repleto de orgulho.


- Reaprendi algo útil hoje. Agradeço, Thomas Dragner. - Ela faz uma reverência, e imediatamente fecha sua expressão enquanto vai até a porta da sala principal.


- Vamos. Gostaria de ver como os outros foram.

Sala 3:
A falta de entusiasmo de Denat imediatamente enfurece Patrício, que pensava que ele seria um guerreiro orgulhoso e combatente, que lutaria até o final não importa as circunstâncias. Patrício queria lutar. Patrício queria saber o que diabos passava na cabeça de Denat. Patrício apenas queria entender.

- Do you want to finish it like this? Eu não sei que tipo de guerreiro você é, Denat, mas eu jamais enfrentaria com orgulho alguém que desiste logo no meio da luta! - Patrício segura seu cajado de uma forma peculiar, e começa a atirar uma rajada inacabável de balas que miravam em Denat com muita raiva e insatisfação.


A luta finalmente parecia uma guerra entre vida-ou-morte naquele momento; Patrício antes lutava como se fosse um treinamento normal, mas agora parecia estar enfrentando seu oponente com verdadeira intenção de apenas aniquilá-lo de uma vez. Denat conseguia desviar das balas, mas elas estavam provando serem rápidas demais até para ele; ele precisava fazer alguma coisa para evitar que a raiva de seu adversário mate-o.

Como única forma de apropriadamente sobreviver à fúria de Patrício, Denat não vê outra escolha a não ser atirar Animak na direção de Patrício novamente. A espada mantém uma trajetória vetorial como antes, mas naquela hora, o ataque seria mais fácil; o loiro só desejava atacar Denat, e havia ignorado completamente a espada que apenas aproximava-se cada vez mais.

Sem dificuldades, Animak percebe uma oportunidade, e acerta Patrício... Na testa.


A simulação acaba.

Felizmente, a estocada não havia sido tão forte assim a ponto de chegar ao cérebro de Patrício para matá-lo. Ele imediatamente interrompe suas rajadas sucessivas, e olha para o chão com uma depressão imensa. Animak se remove da testa do loiro, balançando-se rapidamente para limpar um pouco do sangue, e imediatamente volta para a bainha de Denat. O efeito das mãos flamejantes finalmente acaba.

Patrício não diz nada, e apenas vai até a sala principal, absolutamente desapontado com tudo.

Sala 4:
Eu não estou acreditando nisso.


Sendo absolutamente insano, Haku usa o próprio usuário de Zuzu para atacá-la. Johsueh gritava 7 palavrões por segundo, implorando para que o bipolar soltasse-o logo para que ele pudesse ter uma vida melhor ao invés de ser usado como forma de ataque a uma rainha demônio. Sem mais remorso no coração de Haku, a cabeça de Johsueh colide na de Zuzu como um meteoro; o impacto é tão forte que a rainha é empurrada uns 10 metros para trás, enquanto Johsueh apenas desmaia novamente, com uma quantidade ainda maior de sangue caindo de sua testa. Ele precisa de atendimento médico urgentíssimo.


- Incrível. - Zuzu atira uma bala de canhão semelhante à de Ishikei, e atinge os dois em cheio. Digo... Os três. Johsueh incluído com Haku e Seiji. Todos são jogados para até a parede invisível da simulação, e como se fosse pura arte de desenho animado, eles são ricocheteados até uma árvore, e continuam assim de árvore em árvore até finalmente caírem na frente de Zuzu novamente. A simulação acaba nesse momento. - Simplesmente incrível. Vocês têm potencial, mas no momento, ele está escondido. Agora, levantem-se... Temos um longo dia pela frente, posso sentir isso!

Zuzu apenas sai flutuando da porta que dava até a sala principal. De alguma forma, Johsueh ainda estava vivo, e ele só rastejava atrás dela, sussurrando profanidades contínuas.

Sala 5:
Hanna apenas enfia a espada no peito de Paz, derrotando-o imediatamente. O garoto não consegue nem revidar com mais flechas, e só fica imóvel ao receber o golpe final da sua oponente.


A simulação acaba em um flash. Paz cambaleia para trás, com um buraco imenso em seu abdômen. Ele solta um suspiro desapontado, e atira no buraco de seu corpo, curando-o imediatamente. O garoto começa a falar com a mulher.


- Como pode ver, eu sou o healer do negócio, curandeiro amigo, tá ligada. Se eu atirar em mim mesmo ou em companheiros, eu posso curar. Só não tentei fazer isso nessa luta porque... Iria demorar. Pra caralho.


- Mas ei, foi uma puta boa luta! Tu é foda! Bora lá falar com os outros caras, devem estar esperando faz um tempo. - O rapaz aproxima-se da porta, e logo espera Hanna acompanhá-lo.

Sala 6:


Aquela luta, embora meio idiota ao ver de uma pessoa normal; um cara de cabelos grisalhos e obcecado em dinheiro socando uma adolescente que segurava 6 katanas de uma vez com proeza enfrentam-se como forma de treinamento. Mesmo assim, de uma forma ou outra, aquela era a luta que mais ameaçava causar algum risco ao processo de simulação da torre. Os poderes de luta que colidiam naquela sala eram absurdos; a cada faísca emitida da colisão entre métodos de ataque, pequenas intervenções poderiam ser percebidas no "ar" da sala de simulação. Nobu percebia isso, mas precisava focar-se para evitar ser morto pela ferocidade de Isabelle, que ignorava tudo e apenas focava no guerreiro.

Por um momento, Nobu sente que está ganhando a vantagem; Isabelle estava começando a ficar encurralada perto de um arvoredo, e caso ele conseguisse executar mais um golpe, tudo finalmente estaria acabado, aquela luta infernal. Ele pretendia dar um jab direto no rosto de Isabelle para finalizar aquela garota de uma vez por todas, mas sua imprevisibildade era tanta que ela desvia sua cabeça para o lado no momento em que Nobu executaria o soco finalizador. Assim, sua mão fica presa na árvore, algo que ele realmente não esperava; Isabelle atraiu-o até a árvore mais grossa do conjunto para, assim, fazê-lo prender sua mão e acabar completamente com sua guarda.

Tendo isso em mente, a única coisa que a adolescente teria que fazer era... Socar Nobu. E emitir efeitos fofos enquanto faz isso.


Nobu é arremessado para o outro lado da sala. A simulação é forçadamente terminada, e Isabelle dá pulinhos de alegria.


- Eba, eba, eba! Venci, venci! - Ela corre até Nobu, e ajuda-o a se levantar; com isso, quero dizer que ela começa a carregá-lo pelo colo.


- Ei, moço! Tenho umas perguntinhas pra você, mas antes disso, vamos falar com nossos coleguinhas! Devem estar nos esperando! - Nem Isabelle nem Nobu percebem o estrago gigantesco que causaram pela sala inteira, mas ainda assim prosseguem de volta para a sala principal.

Sala 7:
Sam prometia ser cuidadoso com seu Soneto das Lâminas, pois ao ver Purple naquele estado catatônico, ele acha que não deveria machucá-la tanto.

Grave engano.

Purple imediatamente se vira na direção de Samwise, e olha bem fundo em seus olhos. Ela desarma Sam de todas as chaves negras que ele segurava no momento, abre suas tesouras com toda sua força e logo força as lâminas para MUITO perto do pescoço de Sam, deixando-o completamente a sua mercê. Qualquer movimento brusco, sua cabeça seria removida imediatamente pela guerreira. Seu olhar ainda era vazio, mas parecia emitir algum tipo de emoção; determinação, talvez.


A simulação imediatamente acaba, e Purple volta ao seu estado de antes. Vendo que ela venceu, retira a arma lendária de Swagwise de perto de Sam, e logo dá um sorriso para o seu adversário.


- Eu tenho resistência mental boa, então consegui ultrapassar os efeitos de sua arte com uma facilidade maior. Ainda assim, é uma arte fantástica. Você não tem noção do  mundo em que eu tinha entrado. - Ela treme um pouco, mas após respirar fundo, ela volta ao normal. - Bem... É.


- Bem, em geral, isso foi divertido. Espero que alguma hora nos enfrentemos novamente... Pretendo participar do Torneio de Praeclara, afinal.
- Ela coloca suas tesouras de volta em sua... Uh... Bainha. - Bem, podemos falar sobre isso depois. Vamos ver como os outros estão. - Ela prossegue até a sala principal.

Todos vocês chegam até a sala principal. Alguns sorriam, outros não; no final, todas lutas foram bastante boas. Johsueh é o primeiro a falar, mesmo estando o mais gravemente machucado ali. Ele estava banhado em seu próprio sangue, praticamente.


- Coé, bando de filha da puta. Foram bem? - Ela imediatamente cai no chão, apagado.


- Uh... Zuzu... O que foi que...


- Tá tudo bem, tá tudo bem. Ele só perdeu uns 31 mil e pouco de HP, nada demais.


- Eita, desgraça.

Parece que, por algum motivo, Bridget está demorando para sair da sala de comando. Vocês podem interagir entre si, enquanto isso.

Ah, e claro.

TODOS VOCÊS FORAM PRO NÍVEL 12 CARALHOOOOOOOOOO GANHARAM MAIS 10 PONTOS, E VCS JÁ SABEM COMO DISTRIBUIR. JÁ PODEM IR METENDO.

YUUGI



Yuugi... Apenas...

Enfia seu chifre na testa de Ibuki.

Ela já quis meter.

O momento é silencioso, mas com muitas palavras para serem trocadas.

O deserto canta a vitória de Yuugi, e vaia o descuido de Ibuki.

Yuugi jamais pensou que daria um nome tão escroto a uma arte daquele nível.

Ibuki nunca teve um olhar tão vazio e depressivo antes.


- ... - Yuugi remove o seu chifre da testa de sua irmã, que apenas cai no chão, tonta. Ela olha para o chifre, o chifre olha para ela.

Ibuki começa a chorar... Chorar de rir.


- S-Sua tremenda filha da puta! ISSO FOI FANTÁSTICO! PARABÉNS, PARABÉNS! TU AINDA TÁ EM ÓTIMA FORMA! - Ibuki dá um abraço caloroso na sua irmã, mesmo com sua testa furada e expelindo sangue continuamente. - Agora espera, vou pegar as bebidas... Fizemos um puta estrago feio aqui, sério. Olha essa porra toda! - Ambas olham para o deserto. É como sempre, totalmente destruído.

Ibuki vai até uma parte aleatória do chão, e dá um soco IMENSO lá. Após abrir um buraco imenso, um baú é revelado, e dentro dele, residiam bebidas extremamente curativas, perfeitas para ocasiões como essas. Ela joga uma para sua irmã, que agarra com facilidade.


Um brinde para as Hoshiguma!

O nível de Yuugi é elevado ao nível 12. Meus parabéns, sua tremenda filha da puta! Ganhou mais 10 pontos. Tu sabe o que fazer.

________________

cfox: EU MATEI DOIS CARA



Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : VAMOS DEMOLIR


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Mori em Sab 8 Out 2016 - 0:49

- Desculpa, Patrício, my bro. - Ele tira Animak da bainha e começa a limpar com um paninho. - Você não é mal, de maneira nenhuma, e entenda...

- Se eu aprendi uma coisa nessa vida... é que lutas lutar.



- Fora isso, eu adoraria te quebrar na porrada qualquer dia desses, sem compromisso.

Spoiler:

- HP: 24
- Força Física: 31
- Defesa Física: 12
- Força Mágica: 31
- Defesa Mágica: 12
- Velocidade: 48 


Mori
Admin
Admin

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/07/2014

Frase pessoal : Ante up!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Junim - kun em Sab 8 Out 2016 - 0:56



- Então? Como foram as suas batalhas?

Junim - kun
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/09/2014

Frase pessoal : Whatever


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Lordhdio em Sab 8 Out 2016 - 20:08



Eu estava surpreso e chocado com os recentes acontecimentos: não só quase morri, como também recebi um aviso quanto a um perigo futuro que, para complicar ainda mais meu estado atual, eu não sei quando vai acontecer. Eu apenas fiquei ali, olhando para o alto, pensando em meus atuais problemas e suas possíveis soluções para serem aplicadas em um futuro próximo.




Interessante, essa é a primeira vez em tantos anos trabalhando como líder desse reino vital que algo assim me acontece. Achar o culpado provavelmente é uma tarefa fácil, aquela cocumbina da Cruor certamente é a responsável. Mas sinto que mesmo em cem por cento do meu poder a minha chance de vitória ainda não seria segura o suficiente considerando minha posição de líder de um reino inteiro. Algo mudou, e não me parece ser bom.

Por fim, aquela última fala, somado as próteses aparentemente róboticas, ou algo muito próximo disso, e suas habilidades de combate me fazem ter a impressão que... Não, não teria como ser aquela pessoa que matei anos atrás, quando destrui Shazancaray, não é? É tolice pensar que é essa pessoa. Sim, tolice...

De qualquer forma, não ganharei nada além de fios de cabelo branco pensando nisso. Por agora, ela não parece ter a intenção de me matar, a menos que eu fale sobre ela. Embora, mesmo que eu falasse sobre quem ela realmente é, existe a chance dela usar sua lábia para enganar os demais e fazer eles acreditarem no que ela desejar.

Huh, pensar sobre isso é entediante. Vou apenas continuar com o de sempre até retornarmos para Cruor.





-Há, só agora vocês acabaram, grupo de plebeus?! Eu estou aqui esperando a mais de uma hora. Como ousam fazer um rei esperar tanto? Normalmente eu condenaria todos vocês a guilhotina, mas eu estou de bom humor.- relembro do que estava raciocinando instantes atrás.- Ou não.




-Garota cuja única função é servir de escudo humano, tua luta é a única que pode ser excluída do alcance da minha raiva quanto a tal demora. Ainda assim, não tenho completa convicção de que apenas o fato de ser você quem está lutando é suficiente como desculpa.




-Quanto aos plebeus do time oposto, vocês realmente parecem possuir grande potencial, fazendo jus ao nome da Shooting Star. Menos o sushi de duas pernas ali. Aquele ali está abaixo de toda plebe aqui presente.




-Falando em Shooting Star, eu ainda preciso falar com o puto do Joestar. Onde está aquela inútil amante de pontes denominada de Bridget?


Lordhdio
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/05/2015

Frase pessoal : Isso foi um desejo?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Sonic and Shadow em Sab 8 Out 2016 - 20:12


-Eu tô fodido mas o outro cara ficou mais na merda ainda, então valeu a pena pra caralho essa bosta toda. E, acima de tudo, eu vinguei o Tutubarão.


-Eu queria entender como é possível termos sido ricocheteados tantas vezes em árvores. Até onde eu me lembro, árvores não são feitas do mesmo material que uma cama elástica.


-Foda-se as árvores, se concentre no mais importante:a carne do cara de sushi ali realmente tem gosto de peixe ou não? Me parece uma ideia do caralho experimentarmos isso enquanto o projeto de duende ponteófila não volta.


-Isso não é canibalismo?


-Só é canibalismo se for com pessoas, aquilo ali não dá nem pra chamar de bosta.


-Sendo assim, a carne dele não teria um gosto horrível?


-Não confunda as coisas. Ele é um bosta, já a carne dele pode ser de primeira qualidade.


-Você não faz sentido.


-Eu nunca faço.


-Takoyaki!


-Porra, não rouba minha função caralho.

Sonic and Shadow
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 20/10/2011

Frase pessoal : Ilário


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Gehrman em Sab 8 Out 2016 - 20:47

DENAT


Patrício apenas olha para Denat, com lágrimas visíveis em seus olhos. A única coisa que ele sentia naquele momento era pura vergonha; tanta que ele não conseguia mais manter contato visual com seu ex-adversário.

Após o meio-Efreet dizer que adoraria quebrá-lo na porrada um dia qualquer desses, Patrício apenas dá uma olhada de leve para o lado, e dá um sorriso envergonhado. Apenas Denat ouve ele dizendo "eu também", enquanto ele retira um paninho ultra chique do bolso de sua jaqueta para assoar seu nariz.

Patrício melhorou um pouquinho.


THOMAS



- Ei, moço azul, olha! Eu ganhei do moço vermelho! - Ela coloca Nobu nos braços de Thomas, e deixa-o lá carregando-o. - Ele é beeeeem forte! Adorei tudo isso!


ENKI



- Ô, douradinho, num sei quem tu é, mas tu é dourado pra caralho e me parece ser um cara de importância pra ligar tanto pro chefão assim. Deixa eu te contar uns negócio do Joestar, que a Bridget umas horas gosta de contar pra gente porque ela é uma puta amiga da Ibuki.


- Tu ficou sabendo que o cara achou uma tal espada lendária lá, foda pra caralho, que pode aniquilar quase tudo no mundo com apenas um corte? Pois é, o Joestar achou essa porra semana passada e tá se achando o maioralzão, achando que pode tudo. Foi por isso que ele conseguiu ocupar a Cidade Subterrânea em tipo, dois dias. Com isso, a cada dia que vem ele tá cada vez mais ocupado...


- ...Em treinar com aquela porra de espada. Se ele se focar mais em si mesmo do que na própria gangue, pra que diabos a Shooting Star existe então? Sacanagem da porra.


- Mas é foda, também. Num sô ninguém pra falar isso, tenho 18 anos só, mas ele é novinho, tá se deixando levar pelos próprios desejo. Por isso que eu acho que vai ser difícil tu conseguir ter uma conversa com ele, mas sei lá, né. Tu é BFF dele? Se for, vai que ele liga mais pra tu do que pra espada.



SEIJI


- Vai dá o teu cu, ô Associação de Autistas Unidos. - Por algum motivo, Johsueh está em pé e ninguém realmente percebeu. - Cês só tiveram sorte porque a Zuzu é uma puta e não vira espada nos momentos mais cruciais, caralho.


- Johsueh, não sei se você esqueceu, mas foram nós que ganhamos. E também, você sabe que eu sou significantemente mais fraca na minha forma de espada. Eu quis testar se aquele Ishikei era realmente um rei demônio digno de meu orgulho, mas pelo visto, eu estava enganada. Pelo menos, brincamos bastante com eles. Aprendi que árvores podem ricochetear seres humanos como se fosse um jogo de Pinball. Agradeço, Seiji, Haku.


- Ricocheteia meu pau na tua bunda, isso sim.


- Se vamos falar de pênis, pela menos tenha um antes de se sentir incluído na conversa.


- ...Vadia.

________________

cfox: EU MATEI DOIS CARA



Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : VAMOS DEMOLIR


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Sonic and Shadow em Sab 8 Out 2016 - 21:29


-Ah é, no fim eles ganharam. Por algum motivo eu tinha esquecido disso.


-Provavelmente porque o campeão ali foi quase morto pela própria espada, foi usado como uma e depois caiu como bosta no chão na frente de todo mundo aqui.

Sonic and Shadow
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 20/10/2011

Frase pessoal : Ilário


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Lordhdio em Sab 8 Out 2016 - 21:30



-Há, eu não sou somente alguém importante. EU SOU O GRANDE, MAGNÍFICO E ABSOLUTO ENKI, O REI DE XABLAU. Tenha mais respeito inseto.




-Quanto a espada, sim, eu já sabia da sua existência. Eu perdi contato com ele logo após ele me contar sobre ela e, em geral, é por isso que eu tenho interesse em falar com ele.




-De qualquer forma, eu compreendo a forma de agir dele, se deixando levar por seus próprios desejos. Você já viu uma armadura de ouro? Você certamente se deixaria levar por seus desejos para ter uma.




-Talvez eu consiga fazer algo para mudar a forma de agir daquele puto. Apesar de que devo considerar que Ibuki não conseguiu fazer isso, e ela é a... meretriz particular dele? Algo do tipo.


Lordhdio
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/05/2015

Frase pessoal : Isso foi um desejo?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por 3DSFood em Dom 9 Out 2016 - 22:05


Tudo estava escuro. Eu não lembrava de nada. Abro os olhos e começo a enxergar novamente. Caralho, já posso ser médico.


-Pera, quem é você e o quê porras tá fazendo comigo no colo?! - Merda, será que ele é um ex-cliente insatisfeito querendo pedir reembolso? Eu nunca faço reembolsos. Preciso me afastar dele. Rápido.




-ME SOLTA FILHO DA PUTA, NÃO REALIZO REEMBOLSOS! - Exclamei, socando a cara dele e me afastando o mais rápido que podia.


3DSFood
Membro
Membro

Masculino Idade : 16
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/02/2011

Frase pessoal : SO AS SOCHOTA CHOUDEBO LA, PELUDSA NAO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Junim - kun em Dom 9 Out 2016 - 22:45



- EU ESTAVA TE SEGURANDO POIS AQUELA GAROTINHA TE DEIXOU INCONSCIENTE, NÓS SOMOS DA MESMA EQUIPE DE TREINO DA CRUOR DROGA!

Devia ter largado esse cara no chão

Junim - kun
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/09/2014

Frase pessoal : Whatever


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por 3DSFood em Seg 10 Out 2016 - 15:13




-Hum... Então quer dizer que você é um colega e não vai me cobrar nada, não é? - Puxa vida. Que erro tolo o meu. Coitado deste pobre garoto.




-Bem, me perdoe pelo ocorrido, então. E, não pretendo pagar por nenhuma possível consulta médica. Sou Nobu Nomura, muito prazer.


3DSFood
Membro
Membro

Masculino Idade : 16
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/02/2011

Frase pessoal : SO AS SOCHOTA CHOUDEBO LA, PELUDSA NAO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Gehrman em Seg 10 Out 2016 - 16:11

SEIJI


- Caralho, eu tava fora de forma, e... - Vocês esperam ele falar mais alguma coisa, mas ele fica em silêncio. Por um bom tempo.

ENKI


- Poxa, foi mal, num sabia! Mas não precisa me chamar de inseto, poxa, eu não sou tão bem informado assim!


- Porra, tu concorda com esse negócio dele ficar brincando com aquela espada ao invés de fazer honra ao nome da Shooting Star? Tu ficaria treinando com uma espadinha super-forte escrota ao invés de cuidar do grupo que confia em você com as SUAS VIDAS?! Se eu achar uma armadura de ouro, vou ser sensato e vendê-la pra achar alguém que precise de dinheiro, como... Argh, foda-se.


- Mas olha só, se tu mesmo ir lá tentar falar com ele, nem tenta. Literalmente a única pessoa que pode ir lá falar com ele é a Ibuki... Ela que é papo de cria, sério. Ela que deveria ser a líder da Shooting Star.


- Uh... Tu é amigo do Joestar, né? Eu... Posso falar mal dele pra tu?
- Não, eu também não entendi a lógica disso.

THOMAS E NOBU


- Hahahahaha! Vocês são muito engraçados! Azulzinho e Vermelhinho, parece uma Sitcom! - Isabelle cai no chão de tanto rir.


- Caraaaaca... - Jane parece meio surpresa. - Vocês dois lutaram contra a Isabelle e a Leona e ainda têm forças pra reclamarem um com o outro? Vocês são humanos, por acaso?

________________

cfox: EU MATEI DOIS CARA



Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : VAMOS DEMOLIR


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Junim - kun em Seg 10 Out 2016 - 16:33



- Eu sou humano mas tenho minhas duvidas em relação a esse rapaz...



- E quanto a Leona... Ela é uma guerreira formidável de fato, nem eu posso crer que fui capaz de vencer a mesma

Junim - kun
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/09/2014

Frase pessoal : Whatever


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por dork princess em Seg 10 Out 2016 - 17:36

- Ei Purple, c-como foi a sensação? Eu não tenho noção de qual é o efeito daquela a-arte, fora que deixa a pessoa confusa....


- Foi uma ótima luta! P-Parabéns para você. Parece que todos vocês tiveram boas l-lutas, também.

dork princess
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [GAMEPLAY] Tales of Praeclara - 2 - Que Fabão o tenha.

Mensagem por Gehrman em Seg 10 Out 2016 - 17:54

THOMAS



- Não diga isso, você teve uma vitória merecida. - Leona, sem ninguém perceber, entra na conversa. - Me especializo em combate furtivo, por isso que você teve uma grandiosa vantagem sobre mim e derrotou-me com facilidade.


- Ah, mas aposto que é por isso mesmo, hein. - Jane dá uns tapinhas no ombro de sua colega. - E aquela vez que a gente foi praquele bar, o Johsueh arranjou briga com todo mundo, e aí você foi lá e usou uma cadeira pra bater em todo mundo? Você por acaso chegou furtivamente? Acho que não, hein, coleguinha amiga sister. Você é igualmente boa em ser furtiva e em ser direta. Por mais que você queira abandonar seu passado de cavaleiro, você ainda vai continuar a ser boa em meter porrada em todo mundo.


- Já disse e digo de novo: brigadão, caralho.


- ...Silêncio.


SAM



- Parabéns para você também, Sam. Para executar uma arte daquele calibre e lutar daquele jeito tão suave, você realmente merece meu respeito!


- Agora, sobre o efeito da Misantropicália...


- Uh...






- Me desculpa, eu não... Consigo organizar toda a informação que foi parar na minha cabeça.

________________

cfox: EU MATEI DOIS CARA



Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : VAMOS DEMOLIR


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 18 de 21 Anterior  1 ... 10 ... 17, 18, 19, 20, 21  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum