Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Pokémon – Guardians of Johto

Ir em baixo

Pokémon – Guardians of Johto

Mensagem por Tsurugi em Seg 8 Jun 2015 - 22:37

Guardians of Johto
Capítulo 00 – 99. (neste post)
Capítulo 01 – Começo complicado.

˜˜x˜˜

Era por volta das 18:00h da tarde. Os ventos uivavam na cidadezinha mais pacata da região de Johto. Não tinha muitos atrativos, era apenas uma cidade tranquila para se viver, sem muita violência, que tanto faz mal para a sociedade.
Várias crianças saíam correndo de suas casas, todas indo para o rio, que ficava no leste da cidade. No caminho encontravam outras crianças, que estavam indo pelo mesmo motivo. Todos se conheciam por ser uma cidade bem pequena.

- Você soube? Parece que o Matt vai enfrentar o Billy de novo!
- Ouvi dizer que o Hoothoot dele evoluiu!

O rio era quase todo cercado por pinheiros, e havia um playground de madeira construído pelos próprios moradores para quem quisesse brincar lá. Havia um círculo enorme englobando dois garotos, cada um segurando uma Pokébola.

- Então cê quer uma revanche, Matt? Todo mundo sabe que o seu Hoothoot não é páreo pro meu Raticate! – Disse o gordinho, cruzando os braços e sorrindo.

- Haha! Cê não vai acreditar quando eu te disser quem evoluiu semana passada! Vai, Doc! – Matt retrucou, jogando sua Pokébola para o alto.

Da esfera meio transparente saiu uma ave dourada, que batia suas asas ferozmente. Era um Noctowl.
As crianças se surpreenderam com a beleza do Pokémon, que tinha penas brilhantes. Billy também ficou surpreso, mas logo fechou a cara e soltou seu Raticate. O Pokémon de Billy continuava bem maior do que o Noctowl, mas agora o Pokémon voador não tinha mais medo.

- Doc, comece com o Peck! – Comandou Matt, apontando para o Raticate.
- Ratty, use Tackle! – Gritou o garoto gordinho.
O bico de Doc começou a brilhar enquanto o Pokémon roedor corria em sua direção pronto para jogar o corpo contra o seu. Doc desviou facilmente do golpe e deu uma forte bicada na barriga do Raticate, que foi lançado alguns metros atrás.

- Estamos muito mais fortes do que antes! – Disse Matt, sorrindo.

- Podem até estar mais fortes, mas será que não restou algum medo? – Billy provocou. Matt já sabia qual seria o golpe que seu adversário diria. – Scary Face!

Ratty, então, puxou suas pálpebras e fez uma careta horrorosa. Algumas crianças até gritaram de medo. Doc se assustou, como esperado.

- Agora! Use o Quick Attack! – Gritou Billy.

- Desvie, Doc!

O Pokémon roedor correu em uma velocidade surpreendente e deu uma forte cabeçada em Doc, que caiu no chão, machucado. Matt correu para ajudar seu amigo a levantar, mas Doc não deixou e se levantou sozinho.

- Doc, use Hypnosis! – Comandou o garoto de cabelos pretos.

Doc começou a encarar o Raticate, quando os dois cruzaram olhares, o Pokémon adversário havia sido hipnotizado e caiu no sono.

- Agora use o Peck de novo!

- Ah, não! – Gritou Billy.

O Noctowl abriu o vôo e deu uma forte bicada em Ratty, que foi jogado contra um tronco de uma árvore. Doc continuou a dar forte bicadas no Pokémon roedor, estava determinado a se vingar de muitas outras batalhas em que foi humilhado por aquele Raticate.

- Acorde, Ratty! – Billy gritou, finalmente acordando seu Pokémon. – Acabe com ele com a Hyper Fang!
- Não tão rápido! Doc, use Reflect! – Comandou Matt.

Os dentes de Ratty brilharam em uma luz vermelha enquanto o Pokémon roedor avançava em cima de Doc. Porém, uma parede psíquica foi formada pelo Noctowl, que refletiu o golpe contra seu oponente, que caiu no chão nocauteado.

- Vencemos! – Matt comemorou com seu Pokémon. – Retorne, Doc!

Billy retornou seu Raticate para sua Pokébola. Havia acabado perdido o título de melhor treinador do leste de New Bark Town. O garoto gordinho estava de joelhos, não conseguia acreditar que havia perdido para aquele garotinho que havia derrotado tantas vezes.

- Ei, levanta aí, cara. – Disse Matt, extendendo sua mão para o ele. – Não é legal o gosto de perder, né? Mas foi uma boa luta!

- Da próxima vez eu vou vencer! E vou reconquistar o meu título de melhor treinador da zona leste! – Respondeu Billy, cruzando os braços.

- Ah, é isso que você quer? Eu não ligo pra esse título. – Falou o garoto de cabelos pretos. – Vou sair em jornada amanhã.

- Sério?! – Exclamou Billy, supreso como a maioria das crianças que os cercavam. – Cê quer competir na liga?

- Aham, quero me tornar o Campeão de Johto junto com Doc! – Disse Matt, sorrindo. – Mas eu não podia sair de New Bark sem te vencer antes!

Pouco tempo depois, Matt estava andando pelas colinas mais altos, olhando a cidade de cima. Já estava de noite e apesar de estar rodeado de amigos, se sentia solitário.

- Ei, Matt! Cê soube o que aconteceu com o laboratório do professor Elm? – Perguntou uma garotinha, que segurava uma vara de pesca. – O Cyndaquil que era pra ser entregue amanhã fugiu!

- …Quem é o professor Elm? – Perguntou o garoto, fazendo os seus amigos caírem de surpresa. – Ah, é o cara da TV? Não sabia que ele morava aqui.

- Não quer ajudá-lo? Cê sabe, agora é o treinador mais forte da zona leste da cidade, devia fazer alguma coisa. – Comentou um garoto que andava de skate. – Vai que ele te dá o Cyndaquil quando recuperá-lo!

- Não sei… Queria ir dormir logo, vou partir amanhã de manhã. – Suspirou Matt, olhando para as núvens. – Além disso, eu já tenho o Doc. Não preciso de um Pokémon inicial. E também acho a Chikorita mais fofa.

- Enfim, o laboratório dele é perto da sua casa. Devia dar uma conferida. – Disse a garotinha.

- Falando em casa, acho que já vou pra ela. Tchau, pessoal! – Despediu-se Matt, descendo a colina.

Enquanto seguia a caminho de casa, Matt parou e olhou para Pokébola de Doc. Seu Pokémon já estava dormindo. O garoto lembrou de todo o trabalho duro que foi treiná-lo até ele evoluir. Também sabia que Doc não poderia mais evoluir.

Quando chegou em casa, encontrou todos os seus Pokémons lá. Todos ele havia capturado quando era mais novo, mas Doc tinha sido o seu primeiro e o único que ele usava para batalhas. Os outros cuidavam de casa, e nem todos foram capturados por Pokébolas. Havia um Duduo, um Geodude, Rattata e um Weedle, e todos derrubaram o garoto, felizes por ele ter chegado em casa. Matt soltou seu Noctowl.

Matt vivia sozinho com seus Pokémons, pois seus pais haviam morrido em um acidente de carro quando ele ainda era um bebê. Sua tia rica mandava dinheiro para ele todo mês para ele poder comer, mas quase todo o dinheiro era gastado com ração para os Pokémons, porque ele só comia frutas e havia uma bananeira no seu jardim.

- Vocês não fazem ideia de como eu tô cansado… Haha! – Disse Matt, tirando sua jaqueta e se jogando no sofá. – Não quero jantar hoje, pessoal. Geo, você bota a ração hoje, ok?
•Geogeo!* – Exclamou o Geodude, e seguiu para a cozinha pegar um saco de ração para os Pokémons.

O garoto de cabelos pretos cochilou. O mesmo tinha um sono muito leve, então se incomodava facilmente e podia perder o sono se acordasse. Havia sido um dia bem cansativo, ele e Doc estavam treinando desde cedo antes de batalharem com o Billy. Estava decidido a passar no laboratório do prof. Elm antes de sair em jornada no dia seguinte.

De repente o garoto acordou com um grito estridente no meio da rua. Matt se levantou rapidamente do sofá e pegou sua jaqueta no chão, abrindo a porta e se deparando com uma cena horrível.

Na frente de sua casa, ficava uma pracinha redonda. Haviam duas pessoas de preto chicoteando um pobre Pokémon. Conforme foi se aproximando percebeu que o Pokémon chicoteado era o Cyndaquil desaparecido.

- Ei, parem com isso! – Gritou Matt, pegando a Pokébola de Doc.
- Saia daqui, verme! Isso não é da sua conta! – Gritou um dos homens, lançando seu chicote em Matt.

No último segundo, Doc deu uma bicada no chicote, desarmando o homem. Doc puxou o Cyndaquil pela cauda e o trouxe para o lado de Matt.
As luzes da praça eram fracas, mas dava para ver um grande R vermelho estampado na camisa dos dois homens.

To Be Continued...


Última edição por Tsurugi em Qua 10 Jun 2015 - 17:01, editado 4 vez(es)

Tsurugi
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 26/03/2012

Frase pessoal : Nuzleaf Rocks


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon – Guardians of Johto

Mensagem por xKai em Seg 8 Jun 2015 - 23:01

Olá! Primeiramente venho dizer que gostei bastante deste prólogo, foi bem simples mas contou todo o necessário sobre o personagem principal, sem enrolações, e de quebra ainda o mostrou em batalha, achei bem interessante a escolha de pokémon, e mais feliz ainda por este ser seu principal, é algo bem incomum o o que já faz você ganhar créditos pela originalidade.

Tipo, eu não pego no pé de erros, até porque eu erro também, até mais do que deveria, mas no começo da fic encontrei um erro que se tratando de pokémon não pode acontecer, você mencionou "Kanto", mas mencionou depois que a trama está se passando em New Bark, que fica em Johto, não é mesmo? Mas enfim, não é nada que seja grave e não tira crédito pelo belo começo da história e pela sua escrita muito bem feita. Por hora isto é tudo, boa sorte com a fanfic, serei visita frequente por aqui.


Última edição por xKai em Qua 10 Jun 2015 - 9:51, editado 1 vez(es)

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon – Guardians of Johto

Mensagem por Tsurugi em Seg 8 Jun 2015 - 23:13

@xKai escreveu:
Tipo, eu não pego no pé de erros, até porque eu erro também, até mais do que deveria, mas no começo da fic encontrei um erro que se tratando de pokémon não pode acontecer, você mencionou "Kanto", mas mencionou depois que a trama está se passando em New Bark, que fica em Johto, não é mesmo?
Sim! Eu revisei o capítulo várias vezes, mas esse erro me passou batido. Obrigado por me avisar! Já até corrigi.
Provavelmente postarei o capítulo 1 amanhã ou na quarta feira. Como se trata de uma fic extensa, provavelmente postarei um ou dois capítulos por semana.

Update-Quarta -> Terminei o capítulo. Aí vai.

Capítulo 01 – Começo complicado.

Matt estava realmente assustado. Aquele Cyndaquil estava muito machucado e parecia estar no ponto de desmaiar. Nunca havia visto aqueles homens na cidade e sequer sabia como lidar com eles.

- Devolva o Cyndaquil agora! – Gritaram os homens, sacando Pokébolas de seus cintos. – Ou sofra com as consequências!

- Para vocês o ferirem de novo? Nem pensar! – Gritou Matt. – Esse Cyndaquil pertence ao professor Elm! Onde o encontraram?

- Encontramos esse Cyndaquil no rio da cidade. É claro que ele fugiu de nós e acabou nos levando até o laboratório do professor Elm! – Disse o mais alto, passando a mão em seus cabelos loiros, enquanto apontava com a outra mão para o laboratório do professor, no fim da rua. – Agora devolva-o para nós! Ainda temos que pegar os outros iniciais para terminar o serviço!

- Serviço? Pra quem vocês trabalham? – Perguntou o garoto, olhando para o R vermelho em suas roupas. – O que significa esse R?

- Equipe Rocket! Somos parte da maior empresa de tráfico de Pokémons do mundo! – Disse o menor. – Esse seu Noctowl tem uma cor diferente da usual, será ele um Shiny?

- Eu não sei do que você está falando, mas pode tirar o olho do meu Pokémon! – Gritou Matt, apontando sua Pokébola para eles. – Se tocarem mais um dedo no Cyndaquil, eu acabo com vocês!

- Ah, cê vai acabar com a gente, garotinho? – Brincou o loiro, abrindo sua Pokébola e soltando um Machoke. – Machoke, acabe com ele!

Matt nunca havia visto aquele Pokémon antes. O enorme Pokémon humanóide rapidamente levantou o garoto pela sua camisa e o jogou no chão com muita violência, Matt quase desmaiou com o choque.
Todos os seus Pokémons de Matt saíram de casa e partiram pra cima do Machoke, que se assustou com vários Pokémons atacando de uma vez.

- Tatt, Weedy! – Disse Matt, chamando seu Ratatta e seu Weedle. – Vocês protegem o Cyndaquil! Geo, Duo, Doc! Vamos acabar com eles!

- Ei, não acha isso injusto atacar a gente assim? – Perguntou o Rocket loiro, retornando seu Machoke machucado. – Vai, Onix!

- Acabe com eles, Graveler! – Gritou o Rocket baixinho.

Quando a Pokébola do primeiro Rocket abriu, Matt quase infartou com o susto. Uma enorme serpente de pedra se se ergueu e soltou um rugido de tremer o solo. Matt nunca tinha visto aqueles Pokémons antes, nem na televisão.

- Onix, use o Rock Throw! – Comandou o Rocket loiro, apontando para os Pokémons de Matt.

- Desviem! Doc, use o Peck! – Gritou Matt, nervoso.

- Graveler use Magnitude! – Gritou o Rocket baixinho.

O Onix jogou várias de suas pedras nos Pokémons inimigos. Matt se jogou para trás para proteger seus Pokémons que estavam protegendo o Cyndaquil. O Graveler jogou seu corpo contra o chão, e causou um forte terremoto, que acertou Geo em cheio e foi jogado muitos metros para trás. Doc abriu vôo para se proteger do terremoto e Duo deu um salto muito alto, porém foram atingidos pelas pedras do Onix, e caíram no chão.

- Desista, garoto! Se não quiser se ferir e ferir ainda mais seus Pokémons, é melhor ir passando o Cyndaquil para cá! – Disse o Rocket baixinho. – É a última vez que vou dizer isso.

- Nunca vou deixar que nenhum Pokémon seja maltratado por Rockets patéticos que nem vocês! – Gritou Matt. Seu braço estava com um arranhão muito grande causado pelas pedras. – Doc, use Peck de novo! Eu tenho um plano!

Enquanto o garoto corria para ajudar seu Geodude, o Noctowl voou em direção á serpente de pedra, seu bico começou a brilhar.

- Você é burro ou o quê?! – Gritou o Rocket loiro. – Onix, use Rock Throw!
- Doc, use Reflect! – Gritou Matt, arremessando seu Geodude no Onix. – Geo, use o Dynamic Punch!

O Pokémon voador criou uma parede psíquica que fez as pedras ricochetearem contra o Onix, que se feriu bastante soltou um ganido agudo. O punho direito de Geo brilhou em uma luz carmesim e deu um soco fortíssimo na cabeça do Onix, que foi jogado muitos metros para trás e derrubou uma árvore, o Pokémon de pedra foi nocauteado. Doc e Geo fizeram um ‘’toca-aqui’’. Os dois Rockets ficaram boquiabertos.

- Eu nunca tinha visto um Geodude com Dynamic Punch…! – Disse o Rocket baixinho.

- Retorne, Onix! – Exclamou o Rocket loiro. – Vai, Machoke! Use Karate Chop!

- Graveler, use Magnitude de novo!

- Doc, proteja o Geo com Reflect! – Gritou Matt. – Geo, use o Defense Curl!

Doc entrou na frente de Geo e formou novamente um muro psíquico, que conseguiu defender-los do golpe do Machoke, mas o Graveler usou o Magnitude, e uma pedra enorme saiu do acertou os dois. Doc estava quase nocauteado.

- Duo, use Peck no Machoke! Geo, use o Dynamic Punch no Graveler! – Comandou Matt, levantando seu Noctowl.

Duo avançou em direção ao Pokémon lutador e cada cabeça deu uma forte bicada no Machoke, que caiu nocauteado. Geo avançou em direção ao Graveler com o punho brilhando.

- Ah, não! – Gritou o Rocket loiro.

- Parece que não temos escolha! Graveler, use Selfdestruct! – Gritou o Rocket baixinho, apontando para o Geodude.

- Droga! Seus covardes! – Gritou Matt, correndo em direção ao seu Pokémon, na tentativa de salvá-lo.

O corpo do Graveler começou a brilhar em uma luz branca. Quando Geo ia aplicar-lhe um Dynamic Punch, Graveler simplesmente explodiu. No último segundo Doc apareceu na frente de seu treinador e usou Reflect, porém a explosão foi forte demais e destruiu a sua parede psíquica, acertando Doc, Matt e Geo. Os três caíram perto de Tatt e Weedy, nocauteados e muito feridos.
Começou a chover forte. O Graveler, que estava nocauteado, retornou para a Pokébola de um dos Rockets. A chuva parecia ferir o Cyndaquil.

- Foi duro, mas agora finalmente podemos pegar esse Cyndaquil. Amanhã pegaremos os outros. – Disse o Rocket loiro, se aproximando. O Ratatta de Matt começou a rosnar e Duo rapidamente correu até onde estavam. – Se não quiserem acabar que nem seu treinador, é melhor sair do nosso caminho.

- Não, eu acho que não vão pegar nenhum Pokémon dessa vez, rapazes. – Disse uma voz atrás dos Rockets. Era ninguém menos que o professor Elm, que estava acompanhado dos outros dois iniciais e de seu Meganium. – Megas, use Razor Leaf.

˜˜x˜˜

Matt acordou em uma cama, coisa que estranhou, porque estava acostumado a dormir no sofá de sua casa. Quando tentou se levantar, começou a sentir um pouco de dor, mas quase toda as feridas em seu corpo haviam sumido. Estava vestindo um calção cinza e uma camiseta branca.
Não reconheceu o quarto em que estava, e logo viu uma cozinha, que também não reconheceu.

- Ei, garoto! Está se sentindo melhor? – Ouviu uma voz do outro lado da cozinha. Lá estava o professor Elm, fazendo torradas. – Tô fazendo o seu café da manhã. Qual o seu nome?

- Matt. Quem é o senhor? E onde eu estou? – Perguntou Matt, confuso.

- Você está na minha casa, na parte de cima do meu laboratório. Eu sou o professor Elm. – Disse Elm, tirando o pães da chapa e colocando-os em um prato, enquanto na outra mão colocava em um copo um pouco de suco de uva.

- Onde estão os meus Pokémons? O que aconteceu com aqueles caras da Equipe Rocket? – Perguntou o garoto.

- Seus Pokémons estão no laboratório, já estão totalmente recuperados. Aqueles homens foram presos mais cedo pela polícia e foram mandados para a cadeia de Cherrygrove. Você também deve estar se perguntando por que não está com muitos ferimentos, não? Pois é, eu pedi para a enfermeira Joy de Cherrygrove vir tratar dos seus ferimentos com sua Chansey. – Disse o professor.

- Uau, obrigado. – Disse Matt, enquanto comia suas torradas. – E como está aquele Cyndaquil?

- Também está bem melhor. Sabe, o Cyndaquil é muito tímido, tem problemas pra se relacionar com outros Pokémons e foi abandonado pela mãe quando era menor. – Disse Elm, com uma expressão um pouco mais séria. – Ele ficou muito preocupado com você e só foi dormir quando viu que você havia sido tratado pela enfermeira Joy.

- Sério? – Matt ficou realmente surpreso. – Onde ele está agora?

- Está com seus outros Pokémons, também estão tomando café agora. Vamos dar uma olhada.

Matt terminou de comer e botou o prato e copo na pia, e então desceram uma grande rampa que ligava o laboratório à casa, que ficava em cima. O laboratório do professor Elm não era muito grande, tinha uma sala bem grande com muitos funcionários trabalhando em pesquisas e relatórios, uma sala só para o professor e uma sala de recreação para os Pokémons, e era nessa sala que estavam os Pokémons de Matt.

- Ei, pessoal! – Disse Matt, se sentando para falar com seus Pokémons. – Como estão se sentindo?

Todos os Pokémons ficaram muito contentes por saber que seu treinador estava recuperado. Matt viu o Cyndaquil no canto, parecia querer dizer alguma coisa, mas estava se retraindo, o garoto puxou o Pokémon de fogo pela pata para falar com ele.

- Cyndaquil, obrigado por ter se preocupado comigo. – Disse Matt, enquanto colocava a mão na cabeça do Pokémon de fogo.

- Acho que devia ficar com ele, Matt. – Disse Elm, olhando para o Cyndaquil, que se animou. – Afinal, foi você que o salvou, no final das contas.

- Sério? Posso ficar com ele? – Perguntou Matt, segurando o Cyndaquil com os olhos brilhando. – Que legal!

- Mas em troca, quero que me faça um favor. – Disse o professor Elm, tirando um aparelho vermelho no meio dos seus bolsos cheios de anotações. – Essa é uma Pokédex. Quando você captura um Pokémon, pode passar os dados deles para ela, e a Pokédex irá formar um banco de informações sobre aquela espécie. Quero que capture o máximo de Pokémons possíveis para me ajudar a completar a Pokédex de Johto.

- Capturar todos os Pokémons de Johto?! – Perguntou Matt, surpreso. – Tudo bem! Nós temos um trato!
Os dois apertaram as mãos e seguiram para o laboratório do professor. Matt recebeu seis Pokébolas, incluindo a Pokébola do Cyndaquil, e a Pokédex pessoal do professor Elm.

Um pouco mais tarde, Matt estava na porta de sua casa, com suas roupas normais e uma mochila. Seus outros Pokémons estavam emocionados, finalmente o garoto sairia para fazer o que tanto queria. Matt estava com Doc e o Cyndaquil ao seu lado.

- Até mais, pessoal! Cuidem bem da nossa casa! – Disse Matt, sorrindo. – Vamos nos ver de novo logo!

Já era quase meio dia, Matt teria que se apressar se quisesse chegar em Cherrygrove antes do almoço.

To be Continued


Tsurugi
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 26/03/2012

Frase pessoal : Nuzleaf Rocks


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon – Guardians of Johto

Mensagem por xKai em Sab 13 Jun 2015 - 11:56

Olá! Sinto muito a demora para comentar, não percebi que já havia postado o capítulo, porque você editou no mesmo post em que havia respondido o comentário xP Mesmo que por acidente eu consegui descobrir que você havia postado, enfim, vamos ao que realmente interessa.

Achei legal você incorporar a Equipe Rocket na fanfic, como eles foram a equipe vilã original eu sempre acho eles mais legais e um tanto quanto cômicos, é claro que deu pra ver que eles não são uns Jessie e James da vida, mas podiam ser um pouco mais engraçados, equipe Rocket é algo meio associada com situações cômicas... mesmo Cassidy e BillButch que são um pouco mais sérios tem seus grandes momentos de piada.

No geral achei bem interessante as batalhas, só neste capítulo que percebi que o Noctowl era shiny, pois no anime o shiny tem uma coloração dourada, nos games é um dourado um tanto quanto esverdeado, daí veio minha confusão. De resto a fanfics está muito boa, estou com altas expectativas para o próximo capítulo.

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon – Guardians of Johto

Mensagem por Slow em Sab 4 Jul 2015 - 13:35

Hey, Tsurugi o/

Vou começar a acompanhar sua Fic também a partir de hoje ^^. Até que gostei de Matt, mesmo ele sendo bem egoísta, mas provavelmente ele vá melhorar durante a sua jornada. Achei um pouco frio da parte dele não seguir com os outros Pokémon também e o fato dele deixar a casa com os Pokémons. Acho que isso foi um furo, como eles comprariam a própria ração, por exemplo? Uma boa alternativa era ele ter deixado temporariamente com o professor.

Só uma sugestão, use o "Spoiler" para responder os comentários, assim evita que o capítulo fique grande. Também é bom esperar para responder-nos quando for postar-lo, como exemplo o que aconteceu com o xKai, que nem sabia que você tinha postado.

É isso, boa sorte com a fic o/
avatar
Slow
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/01/2015


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon – Guardians of Johto

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum