Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Black Sky

Ir em baixo

Black Sky

Mensagem por Kelina Syle em Sex 20 Mar 2015 - 16:37

Gênero: Romance
Começada em: 20/03/2015
Terminada em: Não terminada ainda
Palavras: 1057 (até o momento)
Notas da história:

      Pois bem, antes de mais nada, gostaria de dizer algo: esta é minha primeira fanfiction de Pokémon.

       Não estou brincando, é sério. Minha relação com Pokémon ficava apenas nos mangás e jogos, bem longe das fanfics (estas que eu somente escrevia sobre o universo DC e Marvel e... Em um passado obscuro, sobre iCarly também.........). Bem, mas isso estava para mudar quando eu e mais dois amigos meus decidiram desafiar uns aos outros a escrever sobre um assunto que nunca havíamos trabalhado antes. Decidi ficar com Pokémon pois creio que há muito do que explorar desse universo e dele pode sair histórias interessantes (P.S.: um de meus amigos resolveu escrever sobre os X-Men, só espero que essa fic dele não flope como as minhas :c ---na verdade, espero que flope sim, mas não conte para ninguém---).


       Well, deixando de lado essa curiosidade, gostaria de falar um pouco mais sobre a fic em si. A história será bem curtinha (no máximo 5 capítulos, sério), e narrará o crescimento da protagonista, Mary Jane, mostrando seu relacionamento com a outra protagonista, Melanny (uma garota bem... Estranha. O prólogo dá um pouco mais de detalhes sobre ela XD). Também focarei um pouco mais na adolescência das pessoas do mundo Pokémon. Pois acredito que a cultura seria muito diferente da nossa (muito mesmo), e gostaria de explorar isso. E apenas mais um único detalhe: pretendo evoluir a escrita conforme a personagem vá ficando mais velha.

      No mais a acrescentar, acho. Enfim, espero que gostem da história e boa leitura para quem fica!


0 - Prólogo (neste post)
1 - Primeiro Capítulo
2 - Segundo Capítulo
3 - Terceiro Capítulo

____________________________________________________________________________________________

Prológo


      Para Mary Jane, já estava ficando exaustiva a tentativa de adaptar-se à sua nova vida em outra cidade. Deixar pra trás uma vida de conforto, tecnologia e diversão em Castelia era, no mínimo, angustiante para qualquer criança de 12 anos que clame por um pouco de agitação em seu cotidiano.

       A vida em Nuvema Town era demasiadamente incômoda pra um pré-adolescente que mal pede por esperar para experimentar um pouco do que a adolêscencia lhe proporciona. Mary ansiava sair com garotos bonitos, perder o BV, ir à festas, fazer batalhas Pokémon em clubes noturnos e voltar tarde para casa; porém aquela droga de cidade não proporcionava a ela nada disso.

       Seus amigos tudo estavam longe dali; em seu bairro não residia um único jovem de sua idade, seus tios não a permitiam nada fazer, não possuía um Pokémon consigo para lhe acompanhar e, para completar, seu vizinho, Jack, era um esquisito.

       O Sr. Jack era um homem solteiro e bêbado. Trajava preto e trabalhava em uma pizzaria. Quase ninguém o via saindo de casa, a grama de seu quintal na maioria das vezes estava morta e um enorme Mandibuzz passava grande parte do dia pousado sobre seu telhado.

       Nada mais restava o que fazer para Mary durante o dia a não ser ficar trancada em seu quarto, assistindo seriados e em diversas vezes pegando a si mesma sentindo inveja das famílias felizes e unidas que os programas de televisão apresentavam. Jamais chegou a conhecer seu pai, e tão pouco sabia sobre sua morte. Sua mãe vinha crescendo a cada dia em sua carreira como atriz, mas, por consequência, a fama e reconhecimento adquiridos acabaram por tirar de Mary um tanto de atenção e amor maternal que merecia. Quando então foi decidido que o melhor para a menina fosse crescer longe de toda a agitação da vida da mãe, Mary foi viver com seus tios, em Nuvema, na intenção de receber um crescimento mais saudável.

       — Mary, querida! — gritava tia Florence lá de baixo. A voz quase abafada pelo volume da televisão do quarto. — Tio Michael e eu estamos saindo para comprar a geladeira nova, leve o lixo para fora!

       — Tá bom, tia! Boas compras!

       *click* e a porta da sala fechou-se.

       Alguns alaranjados raios solares de fim de tarde ainda penetravam por entre a janela do quarto de Mary Jane. As nuvens ficam tão lindas sob os raios laranjas, notara a garota ao ir à janela respirar um pouco de ar fresco.

       Tempos de frio faziam o calor do sol ficarem tão bons que Mary Jane poderia passar o dia inteiro pendurada em frente à janela. Os pidoves já recolhiam-se pra suas tocas enquanto alguns Woobats se preparavam para enfrentar a noite; o grande Mandibuzz do Sr. Jack já não mais estava sobre seu telhado e as brisas mais gélidas indicavam que mais uma noite fria se aproximava.

       Dado um suspiro, fechou a janela, destrancou sua porta e rumou ao quintal da casa com o lixo.

       Quando alcançou o lado de fora, Mary pôde sentir o quão fria seria a noite de hoje. Apressou os passos, pois não mais queria ficar ali fora enquanto o clima estivesse gélido e, enfim, botara o lixo na lixeira.

       Talvez mamãe tenha me mandado alguma carta dessa vez, pensou.

       E antes de voltar para casa, abriu a caixa de correio na esperaça de ler finalmente um “eu te amo”.

       Decepção.

       Apenas um envelope se encontrava caixa adentro, e estava endereçado ao Sr. Jack. Enquanto as entranhas fervendo de desapontamento, a raiva e a tristeza chocavam-se e formavam um sentimento tão ruim em Mary que a mesma nem saberia explicar o que sentia naquele instante. Talvez esteja ocupada demais com o trabalho, repetia a si mesma todos esses dias em que ficara sem uma única carta de sua mãe. Não queria sentir raiva dela, mas já começava a achar que evitar tal fúria era algo impossível. Uma única cartinha, o que havia de tão difícil nisso? O trabalho ocupava tanto sua mãe que esta não podia tirar um único minuto de seu tempo para escrever à filha? Então que fique pobre e desempregada mesmo!

       Controle-se.

       A fim de preencher sua cabeça com outra coisa e mesmo que a ideia de conhecer a casa do Sr. Jack lhe desse calafrios, dispou-se à consertar o engano cometido pelo carteiro ao trocar o endereço das cartas,

       Dirigiu-se à casa escura do outro lado da rua, cruzou o gramado morto do vizinho, parou em frente da casa e suspirou fundo. Coragem, repetia a si mesma, mesmo que só sua curiosidade já fosse o suficiente para lhe fazer ir adiante.

       *toc* * toc*

       Ninguém do lado de dentro abriu; a porta afastou-se sozinha

       A sua frente, Mary percebeu que logo ao entrar na casa do Sr Jack a visita já se depara com apenas um longo corredor escuro. Com quadros e máscaras pendurados na parede, o corredio possuía 6 portas e, ao seu final, apenas a cozinha.

       Seria capaz, naquela situação, meramente deixar a carta ali no corredor e voltar para sua casa; uma casa normal. Mas um pingo de curiosidade continuava a martelar a nuca de Mary, enquanto a mesma fitava todos aqueles quadros e máscaras pendurados nas paredes. Coragem. É só uma olhadinha.

       Um suspiro foi solto e então continuou a andar. As mãos suavam, a lâmpada que iluminava o corredor piscava a todo instante e a cada máscara nova que via, Mary sentia vontade de voltar atrás.

       — Sr. Jack? — balbuciou Mary Jane, mais para si que para quem ali estivesse.

       Um barulho então foi-se escutado da cozinha ao final do corredor e nesse momento o medo triunfou sobre a curiosidade.

       No entanto, antes que iniciasse a corrida de volta à sua casa, uma garota estranha saiu da cozinha e parou em frente à Mary Jane. E mesmo que ambas parecessem apavoradas, Mary Jane viu a coisa mais assustadora de sua vida.

       Era uma menina de sua idade, aparentemente. Cabelos escuros e pele extremamente pálida. Contudo, acabava alí toda a normalidade que aquela figura possuía. A jovem não apresentava mãos, ao invés disso, compridas garras de um Pawniard; não haviam olhos humanos em sua face, e sim cintilantes olhos de Sableye, estes que reluziam sob a escuridão muda daquele corredor.
avatar
Kelina Syle
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 20/03/2015

Frase pessoal : Meh.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Black Sky

Mensagem por Killer123 em Sex 20 Mar 2015 - 20:29

Well, let's go!

A proposta de uma fic que retrata a vida de uma pré-adolescente é bem legal, ainda uma que sequer tem um Pokémon. Agora sobre a escrita, devo dizer que está muito boa, até que você é boa para escrever.

A trama da personagem de não ter um bom relacionamento com a mãe é bastante refletida na vida real ( não no meu caso) infelizmente. Algumas pessoas apenas olham para o poder, dinheiro e fama.E sequer olham para as pequenas coisas da vida que são os melhores momentos que devemos aproveitar. Quando percebem já perderam metade da vida. Que podiam ter aproveitado com seus colegas, familiares etc. Mas apenas olham para o lado fútil, como a riqueza e fama.

Bem é só isso!
Aguardo o próximo capítulo!
avatar
Killer123
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 24/11/2014

Frase pessoal : We'll shine like stars


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Black Sky

Mensagem por Alice Le'Hills em Dom 22 Mar 2015 - 16:25

Bem, vamos lá!

Gostei do jeito que você escreve, apesar de ter achado alguns pequenos erros. Sua narração é boa e a proposta que fora apresentada me parece bem legal. Gosto de mistérios, e essa menina do final me parece bem misteriosa.

Achei interessante a mãe da garota ser famosa, e o fato delas terem uma relação conturbada. Gostei de ter representado a Mary de uma forma bem verossímil, com anseios que qualquer adolescente do mundo real possuem. Só acho que faltou explicar o porquê dela ter 12 anos e ainda não possuir um Pokémon.

Bem, é isso. Boa sorte com a fic.

See ya!

________________
Acompanhem a minha primeira fanfic:
Pokémon - O Elo Perdido
avatar
Alice Le'Hills
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Feminino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 23/12/2014

Frase pessoal : Continue a nadar...


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Black Sky

Mensagem por Afervie em Seg 23 Mar 2015 - 0:47

Bem, primeiramente tenho que elogiar você pela escrita. Está realmente muito boa e embora eu seja suspeito para falar, não encontrei nenhum erro que se mereça comentar. Achei interessante a premissa que você passou de explorar o aspecto pessoal e humano das personagens. Em FanFics de Pokémon isso é deixado de lado muitas vezes, e acredito que você conseguirá desenvolver bem isso. A mãe da Mary Jane já parece uma mulher pateticamente egoísta ao meu ver. Se criar essa imagem dela foi sua intenção, você conseguiu. Os personagens em geral parecem criar mais profundidade a cada linha discretamente e achei isso bem legal. O vislumbre de uma história de terror no final foi interessante de se ler também.

Estou curioso com o que virá a seguir. Acompanharei a sua história atenciosamente e esperarei os próximos episódios. Boa sorte com a escrita!
avatar
Afervie
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 21/03/2015


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Black Sky

Mensagem por Black~ em Seg 23 Mar 2015 - 19:09

Bom, vamos lá.

Pelo que li no prólogo, gostei bastante da fic. Uma história que vai mostrar a vida de uma garota de 12 anos, que deseja somente o que uma garota de 12 anos quer, mas que de uma hora pra outra, muda de vida, assim, tão bruscamente. Enfim, vamos ver o desenrolar.

Achei interessante o fato da menina ter ido morar com os tios pelo fato da mãe ser uma atriz famosa e que não dá atenção. Não são incomuns casos de pais que trabalham muito e que acabam não dando muita atenção aos filhos. Achei interessante relatar isso na fic. O que foi interessante, é que a menina também pareceu ser uma menina meio "rebelde", mas que no fim das contas só quer que sua mãe te diga "eu te amo".

Esse Sr. Jack é realmente bem misterioso pelo que foi dito durante a narração. O cara tem uma casa com um corredor todo preto, cheio de máscaras e todas essas coisas, cenário digno de um filme de terror. E para completar, tem a menina estranha no final. Mas, pela sinopse, essa menina será bem "especial" para a Mary Jane.

Eu gostei bastante da narração. Achei que fluiu bem e você detalhou tudo muito bem também.

Erros devo ter visto um ou outro, mas nada de mais.

É só e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Black Sky

Mensagem por DarkZoroark em Seg 23 Mar 2015 - 22:26

Kelina o/
Bom, terminei de ler o prólogo à pouco e obviamente não poderia deixar de dar o meu parecer. Então, sem mais delongas, vamos ao review:
Dando um overview geral à principio, o prólogo foi muito interessante. Gostei da ideologia básica de apresentar a "vida cotidiana", se é que possa ser chamada assim, de uma garota passando pela adolescência. Realmente não é um foco normalmente empregado - para não dizer que é exaustivamente ignorado - em Fanfics sobre Pokémon... E outras centenas de temas. Vou ficar esperando para ver como isso será conduzido.
A personalidade da personagem principal e seu relacionamento complicado com a mãe são pontos que são poucas vezes vistos em histórias do gênero. Uma personalidade rebelde associada à falta de atenção providenciada pela mãe é bem mais realista e, devo admitir, mais criativa do que o normalmente visto "rebelde por ser rebelde". O fato de ela ter ido morar com os tios devido à profissão da mãe deu um toque mais realista a história. Um ponto a parte aqui, gostei das referências a Homem-Aranha. Não é o meu personagem favorito da Marvel - sempre fui mais fã dos de "menor escalão", digamos - mas curto bastante o personagem. Enfim, sigamos em frente.
A parte final do prólogo foi fascinante... E um tanto horripilante. A garota no final, em especial, deu um tom bem macabro a sua conclusão. Um comentário a parte: Por que tudo que é criança/adolescente assustador(a) na ficção tem de ser uma garota pálida e de longos cabelos escuros? Dá um gelo quando aparece uma personagem assim... As modificações corporais dela são um tanto quanto interessantes. Lembrou-me um pouco o filme Edward Mãos de Tesoura, outra história extremamente macabra. Houve alguma inspiração aí? Bem, vou ficar aguardando para ver em que vai dar este encontro.
Quanto a erros, encontrei alguns poucos:

@Kelina Syle escreveu:Seus amigos tudo estavam longe dali
No caso, não deveria ser "todos"?
@Kelina Syle escreveu:Tempos de frio faziam o calor do sol ficarem tão bons que Mary Jane[...]
Ambas as palavras deveriam estar no singular por estarem se referindo à "sol".
Sua escrita é realmente muito boa. A narração é concisa e detém uma boa fluidez, criando um caminho claro no desenrolar dos fatos. Sua descrição também é excelente, apresentando ao leitor uma clara descrição do ambiente e das personagens da história.
Bem, por enquanto é só. Aguardo seu primeiro capítulo. ninja
avatar
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/04/2011

Frase pessoal : Let's Play!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Black Sky

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum