Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Por favor, não perca mais tempo, inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobres todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Aguardo.
Feliz Natal e Ano novo!

Jogo Matrimonial - Parte 2

Página 1 de 30 1, 2, 3 ... 15 ... 30  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por dork princess em Dom 18 Jan 2015 - 15:54

MATRIMONIO DE DIANA E APOLO

As crianças das duas equipes deixam das brigas idiotas e se dirigem para as suas respectivas torres. As duas eram exatamente iguais, tirando o fato de serem de cores diferentes. Por fim, ao adentrar as torres eles percebem que ela possui um lobby, como um prédio de escritórios comum. 



Os deuses nada falaram sobre isso, suas faces sérias e fechadas, mas, subiram pela a escada e guiaram as crianças até o enorme portal. "É aqui que eu me despeço de vocês, crianças. Boa sorte com a luta!" a doce voz de Diana disse. "Tentem não morrer, seus merdinhas." a pesada e tempestuosa voz de Apolo proferiu. "Mas, eu preciso dizer algo!" os dois disseram ao mesmo tempo, como alguém falando uma frase já ensaiada antes: "Cada inimigo possui três fases. Vocês precisam derrotar uma antes de enfrentar a outra, assim vai. Caso precisem ou queiram fugir, vocês podem, não há limite de tempo para enfrenta-las. Mas façam com cuidado."  

Por fim, entraram ao portal.



A visão do primeiro andar de ambas as torres era um pouco... Normal demais? Nada que transparecesse o ar de magia ou de fantasia que era comum na Zona do Crepúsculo. Era uma sala enorme, parecida com um porão enorme. Um cheiro rançoso tomava conta do local; como se comida estragada fosse guardada lá e nunca limpa. Também fedia a suor, suor de homens porcos que pouco se importam com seu bem estar ou de outros. O chão era um concreto feio e triste, muito sujo e que nunca fora limpo, coberto de garrafas verdes poeirentas e manchas de sangue, as paredes seguiam o mesmo padrão. Canos estavam expostos no teto alto, vários e vários, água pingando fortemente deles. Nas paredes podiam ser vistos posteres com imagens degradante de mulheres nuas, todos muito gastos e com camadas de limo que o cobriam. A única iluminação da sala era provida por uma lâmpada que balançava de um soquete pendurado no meio do teto, uma luz forte e amarela que doía aos olhos.

 Era o porão de um bar. 

Meio intimidados com o ambiente os jovens caminhavam todos juntos por ele, até chegar onde mais ou menos se imaginava ficar o meio da sala. Nisso, algo estranho aconteceu. Várias e várias sombras começaram a pipocar na sala, formando um circulo com as crianças e um espaço grande no meio dele. As sombras eram da forma exata de um adulto normal e todas eram iguais. Eles uivavam, gritavam e falavam em vozes altos coisas como "LUTA, LUTA, LUTA, LUTA, LUTA, LUTA" ou "ACABEM COM ELES, ACABEM COM ELES, ACABEM COM ELES" num coral triste e sem nexo.

A voz de um anunciador, que vinha de lutar nenhum para ser visto, se sobrepôs a da multidão e finalmente a calou. Era uma voz animada, bastante animada, que gritava e ria enquanto falava seu discurso.

- A luta! É o medo de precisar, de querer enfrentar tudo e todos. O medo de ser fraco! O medo de ser forte! Todos os seres humanos estão condenados a sofrer dele, não importa como agem. A raiva que consome os bons e da sentido aos maus! A LUTA É O FOGO QUE ACENDE A HUMANIDADE! - Uma série de vivas foi dada pelas as sombras. 

Uma grande sombra se formou no chão a frente deles. Era branca, não preta, e fazia barulhos de metal enquanto borbulhava e se moldava em algo novo. Ela começou a se erguer do chão e tomar uma forma definida, que era... Um cavaleiro branco de três metros de altura!


Ele entra em posição de ataque.

- Que a luuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuta comece!


Última edição por dork princess em Qui 29 Jan 2015 - 5:03, editado 1 vez(es)

dork princess
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Asami em Dom 18 Jan 2015 - 16:15

WOAH! Isso foi rápido e emocionante, meu coração acelerou com aquele monstro. Devo dizer que ele é muito estiloso, entretanto é nosso inimigo. Temos que acabar com ele rápido.




- Espírito da Temperança, Pentecostes, apareça!



Uma luz roxa envolve minhas costas e meu crucifixo começa a brilhar em tons de roxo. Meu grito invoca minha essência, Pentecostes. Preciso achar a fraqueza desse monstro. Vou começar com um palpite obvio.

- Ele é muito alto, pessoal,  acho que se derrubarmos ele ganhamos um pouco de vantagem. Vou começar o ataque! - Apontei para a cabeça monstro com o dedo indicador, minha essência fez o mesmo como sempre. Juntei as duas mãos e fiz um gesto parecido com uma arma de fogo com elas.



Quando acumulei energia suficiente, rapidamente mudei a mira da cabeça para o joelho do monstro, perto das juntas da bota.

- Vai! - A energia foi disparada.


Última edição por Asami em Dom 18 Jan 2015 - 16:29, editado 2 vez(es)

Asami
Membro
Membro

Feminino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 17/08/2011

Frase pessoal : É caaaanon!


Ver perfil do usuário http://indigoplateau.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Ele em Dom 18 Jan 2015 - 16:26

Alanna se vira para os outros membros da equipe: - Ouçam bem: A chave de qualquer briga é o alcance. Se alguém chegar bem na fuça dele, a gente corta o alcance dele. - Ela então se vira novamente para o inimigo. - Tentem me dar cobertura, eu vou distrair ele.



- Yoo! Seu fusca metido a besta! Eu vou te amassar que nem uma lata de alumínio, seu ferro velho! Depois que eu acabar contigo, eu vou te levar pro centro de reciclagem!

Após fazer suas provocações, Alanna avança na direção do monstro, tentando fechar sua distância o mais rápido possível sem ser atingida pelo seu gigantesco machado. Caso ela consiga, ela se mantém próxima das pernas do adversário, esperando a primeira chance para passar por entre suas pernas. Imediatamente depois disso, ela vai concentrar toda a minúscula mana que tem em Lucille, acertando um golpe com a maior força possível na parte de trás do joelho da criatura, tentando desequilibrá-la.


Última edição por Ele em Dom 18 Jan 2015 - 16:28, editado 1 vez(es)

Ele
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 14/01/2015

Frase pessoal : ok, but why?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por lord sugar em Dom 18 Jan 2015 - 16:27

-Pode ser, Alex. Vou quebrar o joelho desse monstro com meu chute... Guaraci, ao ataque!

Gritava invocando a essência, hehe, eu vou pegar impuldo com o vento para aumentar a força do meu chute e o tamanho do meu pulo...

-Guaraci, uma ajudinha aqui!

Dizia saindo correndo, pegava impulso e saltava, mentalizava um vento forte para me levar mais alto, o impulso que eu levava era maior, tomara que seja o suficiente para chegar na altura do joelho. Dava um giro no ar pegando novamente o impulso do vento, dando um chute bem mais potente que o meu chute normal. O senhor monstro ia sentir sua perna partindo em duas, haha.

________________


lord sugar
RPG Mod
RPG Mod

Masculino Idade : 14
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/11/2013

Frase pessoal : Let justice be done, Though the heavens fall.


Ver perfil do usuário http://biggestdreammer.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Cervo Cósmico em Dom 18 Jan 2015 - 16:43

Então aqui estamos, o lugar me desagrada, isso fica meio claro pela minha expressão de nojo, me assusto um pouquinho quando todas essas pessoas de sombra surgem, porém depois descubro que eles não são nossos inimigos, e sim um fucking guerreiro de uns 3 metros. Ele não deve ser muito difícil  de derrubar, não vou por as caras com ele, se levar um golpe já me fodo.

OK, enquanto o pessoal fica tentando acertar ele eu me afasto um pouco e tento bolar um plano. Sem muito alarde invoco Oscar.

- Olá escuridão. minha velha amiga.

Com a ajuda de Oscar tento me cobrir todo de sombras, exceto ao redor dos olhos.


Última edição por Shiroan em Dom 18 Jan 2015 - 16:54, editado 1 vez(es)

Cervo Cósmico
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 22/09/2013

Frase pessoal : O Sonic é meu amigo, o Sonic é meu herói!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Okiru em Dom 18 Jan 2015 - 16:46

Meu deus! Que tipo de monstro é esse?! Sério mesmo? de um pato gigante pra isso?! Isso é oque eu chamo de 'difficulty spike'! Bem, que seja, essa coisa parece forte, melhor eu não me aproximar sem preparo. Engulo seco olhando para meus companheiros de equipe.



"B-bem... v-vamos lá...?!" Não conseguia esconder, minhas pernas tremiam, estava muito nervosa, aquela coisa parecia perigosa, por via das dúvidas preferi só me preparar enquanto aguardava que alguém formulasse uma estratégia. Joguei minha carta para o alto, e enquanto a carta lentamente caia eu a parti ao meio com meu sabre, um feixe de luz saiu da carta e começou a me envolver.



"Desejos reunidos se tornarão uma nova verdade! Se torne o caminho para a luz da justiça! desça da terra sagrada no inicio do mundo e surja no mundo sem luz! Descenda, Nova Cruz!" Ao dizer isso Nova Cruz lentamente começa a se materializar sobre mim, seus trapos cinzas pareciam um pouco menos 'trapos' que o normal e sua enorme cruz parecia ter um brilho estranho, iluminando um pouco o local.



"Certo... nós podemos fazer isso!" Com a aparição de Nova Cruz sentia algo diferente reagindo com o sabre também, é como se Nova Cruz e o sabre pudessem interagir um com o outro. O feixe de luz que envolvia meu corpo se torna mais forte, e num clarão, finalmente se dissipa, revelando vários sabres fincados ao meu redor, envoltos em um caos de luz e trevas. Não apenas isso, mas a aparência de meu uniforme parecia ter mudado, não estava certa ainda se era uma ilusão causada pela luz, mas aquilo sem duvida não era algo aleatório, talvez Nova Cruz tenha sido capaz de criar essa imagem a minha vontade.



Com isso eu estava preparada, apenas aguardado as estratégias enquanto repousava o sabre original sobre meu ombro, Nova Cruz observava os sabres exercendo uma força neles como se ela tivesse total controle sobre os mesmos, afinal, aquelas sabres não eram feitos de aço, mas sim de luz.


Última edição por Okiru em Dom 18 Jan 2015 - 18:38, editado 2 vez(es)

Okiru
Membro
Membro

Feminino Idade : 11
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/11/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Deidara-Sensei em Dom 18 Jan 2015 - 16:50



- O derrubem. Ataquem os pés. Deixem o resto comigo. - disse sério.

Imediatamente levantava minha mão. A carta de Dom Sexto estava em minhas mãos. Após dizer aquela longa e orgulhosa frase, a carta começava a brilhar, libertando a minha essência. Um grande cavalheiro de armadura metálica - não tão brilhosa e forte como a do meu inimigo, obviamente -, preso á correntes. Seu olhar era cabisbaixo, sendo tapado por uma coroa caída. Olhei sério para o inimigo.

- Dom, quero que se junte aos meus colegas. Carregue sua energia e lance contra as pernas do monstro. Se for preciso, deixe de atacar para proteger eles... Mesmo não sendo nossos amigos, somos os Imperadores daqui. Um Imperador pode mandar, mas ele se preocupa com seu povo. Não vamos morrer, certo?

Logo comecei a movimentar minha mão como se estivesse prestes a lançar um Meteoro de Pegasus. Dom me imitava, se preparando para lançar um belo raio na perna direita do inimigo.

Deidara-Sensei
Membro
Membro

Masculino Idade : 70
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : NAO É FALOU MALUCO, EU JURO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por PIKACHU LV.100 em Dom 18 Jan 2015 - 16:58

-Abra, Kadabra, Alakazam!
Fariseu saia da carta e se materializava na minha frente.
-Fariseu! use um tornado!
Enquanto Fariseu fazia sua "magica" eu batia com o meu bastao no inimigo.

PIKACHU LV.100
Membro
Membro

Masculino Idade : 14
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/02/2014

Frase pessoal : My pokemon techiniques will leave you crying.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Okiru em Dom 18 Jan 2015 - 18:34

Noah

- Excelsior! - Leri Magé se formava sobre mim.

Erguia minha mão, finalmente tinha decidido que arma eu gostaria de ter, uma névoa pesada me envolve, com pequenos flocos de gelo flutuando no meio dela. Na palma de minha mão uma arma de gelo começava a se formar... mas não era exatamente oque eu esperava. Olhava para a arma que havia se formado em minha mão, não... não era isso que eu queria! Isso era um...


- MOON STICK?!



A estranha varinha começou a brilhar em minha mão, a nevoa mais uma vez me envolvia e meu uniforme começava a brilhar como gelo contra o sol, e então se despedaçou como vidro. Um brilho azul gelo tomava conta do meu corpo, e os flocos de gelo começavam a se unir, formando um novo traje. O gelo tomava forma e por fim, um vestidinho curto estilo roupa de marinheiro feminina aparecia cobrindo meu corpo, uma coroa dourada subitamente surgia em minha testa, botas vermelhas de cano alto em meus pés e enfeites vermelhos em meus cabelos, mas que merda era essa?!? Não tinha como alguém me respeitar vestindo isso! Como eu farias as estratégias?! Por fim uma lua da gelo surge em minhas costas, e imediatamente se desfaz, soltando flocos de gelo por todo o local.


- Rod, você me paga...

Apontava o Moon Stick gélido contra o enorme cavaleiro e me preparava para atacar, estou certo que poderia mudar essa forma depois mas... erm... com sorte ninguém percebeu... não isso foi muito 'fabuloso' pra passar despercebido. Droga, não fiquem olhando!



- L-Leri Magé... vamos lá...

Até mesmo Leri Magé parecia um pouco constrangido.


Última edição por Okiru em Dom 18 Jan 2015 - 20:07, editado 1 vez(es)

Okiru
Membro
Membro

Feminino Idade : 11
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/11/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Gehrman em Dom 18 Jan 2015 - 18:38

A-Aquela coisa... É enorme! Ok, isso dá mais medo do que o pato, isso eu confirmo. Mas de fato, não quer dizer que nós todos não podemos ir contra ele, se nós usarmos o poder do trabalho em equipe! Nossa, eu já to sentindo o fogo dentro de mim, só de olhar pra essa coisa... Eu quero tanto descontar minha raiva em alguém assim? Bem... Vou ter que pensar positivo, e ir em frente. Vamos lá.

- Quitéria, levante a sua espingarda e aponte-a em direção ao adversário. A guerra começou! - Essa frase é bacana, mas não tanto quanto a minha Essência. Enfim... Vamos analisar a situação.

Ele tem 3 metros de altura, quase o dobro da minha. Ele tem um [palavra censurada] machadão, e se isso tocar em alguém, a morte pode ser quase que instantânea, vendo a altura dele. Vendo assim, um de nós pode usar o poder de sua essência para métodos defensivos, como fazer uma barreira de um dos elementos, mas alguém teria que ter mana o bastante para fazer uma barreira que consiga cobrir todo mundo. Hm... Noah e Ken tem uma mana forte, disso eu sei. Eu também tenho uma boazinha, mas não é tão potente quanto a deles. Hm...

- Ok, Noah ou Ken, quem se habilita para ser a pessoa que vai fazer as coisas defensivas para nós? Barreiras, curas, e coisas assim. - Isso tá parecendo aquele jogo do cara de cabelo cinza transão. Saudades daquele jogo. - A Misaki consegue resistir bem, então ela pode funcionar igualmente ofensiva e defensivamente, mas com a ajuda de um defensor, fica melhor. A Alanna, obviamente, vai na ofensiva, e eu também posso balancear entre ofensiva e defensiva como a Misaki. Alguém tem alguma sugestão?

________________

cfox: EU MATEI DOIS CARA



Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : VAMOS DEMOLIR


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Unit DAN em Dom 18 Jan 2015 - 20:48


Whoa... Olha o tamanho desse bicho! PIOR AINDA, OLHA O TAMANHO DESSE MACHADO! Será que eu vou ter que enfrentar uma coisa desse tamanho toda vez que entrar aqui? Isso não é bom mas não é hora de ficar de mimimi, Joestar.

Não acredito que estou fazendo isso mas escuto as palavras de Jasper e imediatamente corro em direção as pernas do cavaleiro  tentando não levar uma porrada daquele machado se não eu iria virar Sushi, eu dou um salto e tento desferir um golpe com o Shooting Star direto no joelho esquerdo dele.

Unit DAN
Membro
Membro

Masculino Idade : 76
Alerta Alerta :
1 / 101 / 10

Data de inscrição : 07/01/2015

Frase pessoal : Poderia ser pior


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Rush em Seg 19 Jan 2015 - 2:10



Ok, respirava fundo e concentrava em minha arma e roupas. Eu parecia voltar a trajar minhas roupas normais, enquanto meu moon stick se transformava em um arco transparente por conta própria. Impressão minha ou ele riu da situação?







- Certo, vamos bolar a nossa formação, time! 






- Misaki, fique na linha de frente, tudo bem? Você é bem resistente e sabe receber golpes na luta contra o pato. Tente segurar o inimigo! Alanna, desculpe a pergunta, juro que não quero te subestimar, mas... Você consegue bater de frente com esse monstro? Como a sua arma é de curta distância, acho que seria melhor você ficar na linha de frente com Misaki, tudo bem?






- Miranda, fique no meio, tomando conta de Misaki e Alanna, ok? Ataque o gigante, mas acima de tudo, supervisione os golpes dele para tentar enfraquece-los ou impedi-los, ajudando Misaki e Alanna. Tente usar golpes de fogo que o afugentem. Como ele usa uma armadura e arma de ferro, tente aquecê-las! Isso pode causar um bom estrago. 





- Eu e Ken iremos atacar pela retaguarda. Eu e ele iremos atacar enquanto caminhamos em círculos, para confundir o oponente. Iremos mirar nos...






- KEN O QUE DIABOS VOCÊ ESTÁ FAZENDO?! SAIA DAI!



PORRA, KEN ESTAVA ATACANDO O GIGANTE DE FRENTE?! PUTA MERDA.







- Misaki corra para proteger Ken, Alanna, tente dar cobertura para Misaki. Mesmo ele sendo gigante, tente mirar nas canelas ou nos joelhos. 






- Leri Magé e eu tentaremos uma coisa nova! 







Eu rangia os dentes, segurando o arco transparente em minhas mãos. Eu respirava fundo me concentrando com todas as minhas forças, assim várias bolhas começaram a se formar no centro do arco, e rapidamente tomavam a forma de uma flecha. Ela se congelava, ficando de aparência sólida e pontiaguda. 

EU me concentrava por um momento, enquanto Leri Magé fazia uma espécie de dança ao meu redor. Novamente ele desafiava a física com suas piruetas, já que ele se movia igual um fantoche com as linhas que puxavam seus membros.






 Lança perfurante aquática da força suprema de Leri-Noah!



Dizia em tom alto, ao mesmo tempo em que eu soltava a linha do arco, lançando a flecha congelada em direção das pernas do inimigo. Quando a flecha era lançada, Leri Magé começava a correr numa velocidade incrível e equivalente a flecha, a acompanhando em perfeita sintonia. Ele então usava a vantagem de suas linhas e começava a flutuar, rodeando a flecha e a contagiando, fazendo com que a lança congelada começasse a girar também.

A flecha no entanto, era direcionada no meio das pernas do gigante, passando de raspão nos cabelos de Ken, mas não o atingindo.






- EXPANDIR!



Quando eu dizia isso, a flecha simplesmente explodia em sua vertical, novamente se transformando em seu estado líquido. A água cobria as pernas do gigante e logo em seguida congelava novamente. Aquilo fazia uma barreira de gelo nas pernas do gigante, que o impediam de se movimentar, uma espécia de algema de gelo. A diferença é que era um enorme cubo espetado.


Leri Magé recuava numa velocidade incrível novamente. Eu concentrava rapidamente e criava várias bolhas que me rodeavam. Uma de cada vez entrava na frente do meu arco, e eu as lançava da mesma forma que antes, transformando-as em flechas congelantes. A diferença é que essas eram bem menores e mais lentas, gastando menos Mana em contra partida.

Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Rush em Seg 19 Jan 2015 - 2:23

No dia anterior, Noah estava olhando o youtube...










- HAUHAUSHAUHSUAHS! O JASPER CANTANDO JUSTIN BIEBER, ISSO VAI PRO FACE.

Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Gehrman em Seg 19 Jan 2015 - 2:30

Ken, seu...! O que diabos esse menino tá fazendo?! Ele não deveria ser mais nerd que a porra do Noah?! Usando o poder da minha Essência, eu concentrei a minha energia um pouco mais do que antes para criar duas bolas de fogo, uma em cada mão da Quitéria. Com isso, eu gritei:

- Essa estratégia tem que dar certo! Evitem que essa coisa mate a outra coisa! - Com "outra coisa" eu me referia ao Ken, obviamente. Mirei as duas bolas na direção das pernas do cavaleiro, e lancei elas o mais rápido que pude, tudo para salvar o Ken. Tudo.

________________

cfox: EU MATEI DOIS CARA



Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : VAMOS DEMOLIR


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Okiru em Seg 19 Jan 2015 - 2:41

Balanço a cabeça, concordando com o plano de Noah. Mas afinal, ele estava com o traje da Sailor Moon até alguns minutos atrás? e ainda por cima segurando um Moon Stick? Juro que vi algo assim, ou será que foi minha imaginação? Bem, eu estava muito concentrada no inimigo pra notar plenamente, mas tenho a impressão de que estava... de qualquer maneira, isso não importa nesse momento.

Olhava para Ken batendo na canela do enorme colosso com seu bastão, o bastão ricocheteava de um modo que ele talvez não estivesse notando, mas seria cômico se não fosse trágico.


"Esse cara não bate bem da cabeça? oque ele acha que vai fazer com um bastão e esse porte físico exemplar? Droga, não me faça ter que mudar os planos pra te proteger... mas bem, não tem como simplesmente assistir você se dar mal!"



Levantei o sabre e Nova Cruz copiou meus movimentos, nesse momento as copias do sabre fincadas no chão se ergueram e começaram a flutuar ao meu redor, um estranho som de um violino podia ser escutado de forma crescente conforme os sabres se levantavam. Dei uma rápida investida em direção de Ken. Na medida que me movimentava os sabres e Nova Cruz me seguiam quase como se estivesse colados a mim, não eram mais rápidos nem mais lentos.

Já estando em uma distância mais próxima apontei meu sabre na direção de Ken, três das copias do sabre avançaram em direção a Ken e se fincaram entre ele e o monstro, dividindo o terreno entre eles. Agarrei uma das copias que flutuava ao meu redor e a arremessei em direção ao colosso, mirando nos olhos da besta.


Talvez aqueles sabres no chão impedissem o ataque do colosso ao frágil garoto, mas já me preparava para avançar e bloquear os ataques caso o colosso decidisse avançar mesmo assim.

Okiru
Membro
Membro

Feminino Idade : 11
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/11/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por dork princess em Seg 19 Jan 2015 - 3:00


Matrimônio de Apolo

O cavaleiro encarava furiosamente a equipe e o cachorro, mesmo tendo sua face inteiramente coberta pelo o capacete. 
- Vai! 

(estamos fingindo que é a essência)

Prevendo o ataque do rapaz, o cavaleiro levanta um dos braços na frente do rosto, um movimento lento. Porém, o raio de energia o acerta no joelho, como pretendido pelo esperto plano do rapaz, que é lançando alguns metros para trás. Quem dera a física não existisse nesse momento! A essência de Alex fica desnorteada por alguns segundos, mas se dirige até ele. O inimigo vacila um pouco, mas não é derrubado pelo golpe. A armadura está preta no lugar onde o golpe acertara. Dano de 150.
-Guaraci, uma ajudinha aqui!

A essência da menina faz o seu melhor para soprar vento embaixo dos pés da menina, impulsionando sua abordagem idiota e corajosa ao problema apresentado. Ela acerta uma voadora de dano 90 no joelho do cavaleiro, mas, ela era tão pequena e o monstro tão grande que ele não notara ela ou o golpe que recebera no joelho. Carol é então mandada para trás, seguindo as leis da matemática moderna, e é amparada por Guaraci, que a leva até o chão.

- Olá escuridão. minha velha amiga.

Tobias se cobre de trevas... Por nenhum motivo aparente? Tanto faz, agora ninguém consegue ver ele.

Tentando cobrir a atitude anterior de badboyzinho mal encarado, Jasper bola uma boa estratégia para ele próprio. Ele lança a energia para o meio das pernas do Cavaleiro Branco, que... Dá certo pra [palavra censurada]! O raio de Dom Sexto ricocheteia entre as pernas de metal do cavaleiro, passando por toda a armadura e fritando ele, digo, não de verdade, mas é algo mais ou menos assim. Um barulho de estática enche o ambiente. O cavaleiro está paralizado. UM [palavra censurada] DANO DE  CENTO E OITENTA DE DANO. 

- CHOQUE DO TROVÃO, FILHO DA [palavra censurada]! - Jasper grita. 

- WOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOF!

Pronome invoca sua Essência e ela da uma bocada no pé do cavaleiro.

Joestar corre até o cavaleiro e lhe mete um golpe pesado de SHOOTING STAR no joelho esquerdo dele, o que causa um dano de 135.

O inimigo finalmente parece notar que algo está errado, quando ve uma rachadura no seu joelho. Ele começa a preparar um ataque em area, mas é lento e Joestar tem tempo de recuar. Num movimento pesado e mortal o cavaleiro mete o seu machado no chão de concreto atigindo SETE PESSOAS, ou seja, todas as da equipe menos Joestar, que conseguiu pular na hora do ataque. Pronome também desvia do ataque. Dano de 60 pra todo o resto. O cavaleiro e seu machado estão presos no chão.


Última edição por dork princess em Seg 19 Jan 2015 - 15:19, editado 6 vez(es)

dork princess
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Unit DAN em Seg 19 Jan 2015 - 3:26

Eu consigo acertar o maldito cavaleiro de 3 metros no joelho, isso deve ter machucado, e logo quando eu olho pra sima eu vejo... Aquele ENORME machado vindo pra sima de mim!



EU TENHO QUE SAIR DAQUI AGORA

Eu acho que nunca corri tão rápido em minha vida.

-"Merda merda merda merda merda merda merda merda merda merda merda merda merda merda!!!

Dou um salto e consigo escapar do enorme golpe do cavaleiro. Essa foi por muito pouco.

Unit DAN
Membro
Membro

Masculino Idade : 76
Alerta Alerta :
1 / 101 / 10

Data de inscrição : 07/01/2015

Frase pessoal : Poderia ser pior


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Deidara-Sensei em Seg 19 Jan 2015 - 3:46



- Porra, Pikachu...

Era tarde demais. Apenas senti o chão tremer e enfim ser jogado para trás. Ao cair, algo havia fincado em meu braço, e cara, acredite, isso doía. Doía MUITO. Engoli seco, rangi os dentes e me levantei. A Chave Da Vitória estava intacta, menos mal. Dom Sexto também estava caído, mas se levantava. Parecia que aquele cara era minha sombra. Ou será que eu era a sombra dele?

- Certo, vamos juntos, Dom.

Ergui minha arma e apertei em seu rubi. Imediatamente o céu começou a trovoar. Era meu poder surgindo meio daquela luta. Dom também erguia sua mão, fazendo com que o céu trovoasse mais ainda. Apertei no rubi e Dom fechou sua mão. Dois grandes raios caiam do céu, entrando pela primeira fresta possível naquele campo de batalha. Os dois raios se encontravam, indo diretamente no peito do inimigo.

Minha visão embaçou.

Eu consegui?




Deidara-Sensei
Membro
Membro

Masculino Idade : 70
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : NAO É FALOU MALUCO, EU JURO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por PIKACHU LV.100 em Seg 19 Jan 2015 - 4:28

-Seus insolentes! estao querendo me acertar!
eu fugia e ficava atras do grupo que estava atacando.

PIKACHU LV.100
Membro
Membro

Masculino Idade : 14
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/02/2014

Frase pessoal : My pokemon techiniques will leave you crying.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por dork princess em Seg 19 Jan 2015 - 15:11

Matrimônio de Diana


- Yoo! Seu fusca metido a besta! Eu vou te amassar que nem uma lata de alumínio, seu ferro velho! Depois que eu acabar contigo, eu vou te levar pro centro de reciclagem!

O monstro nada diz, mas sua auto estima está afetada agora ): . Ele tem trauma do centro de reciclagem. Alanna mete o taco carregado de trevas na perna do cavaleiro, causando um pequeno desconforto. Dano de 144. Então, ela volta correndo para a equipe. 

Fariseu da um dano de 135 no cavaleiro, como ordenado por Ken. O inimigo não sente nada além de uma leve brisa, o que é engraçado. O garoto tem a ideia incrível de bater com o bastão no cavaleiro, mas, ele é feito de metal e o garoto é fraco, então, sem nenhum dano que valha a pena comentar.

E do mesmo jeito, o gigante não foi preso pela a artimanha de Noah/Leri, embora tenha tomado um dano de 120. Sua armadura está bem molhada na parte das pernas, se isso serve de alivio. Ken levou um banho... Espero que ele tenha boa imunidade.

- Essa estratégia tem que dar certo! Evitem que essa coisa mate a outra coisa!


As bolas de fogo de Quitéria conseguem evaporar toda a água lançada por Leri e deixar a armadura do cavaleiro um pouco chamuscada. Pooooooorém, espero que Ken consiga lidar bem com uma queimadura no seu braço esquerdo, nada muito sério é claro, diria que é uma de primeiro grau. Ou será que é de segundo? Enfim, dano de 90. 

Cecil manda uma pedra na testa do inimigo. Dano de 55. 





Misaki, tentando uma missão arriscada de combate, faz... Algo com seus sabres a grosso modo de proteger Ken e lança um deles nos olhos do inimigo, que entra pela a fenda da armadura onde ficariam os olhos, antes de desaparecer em luz. Dano de 60.

-Seus insolentes! estao querendo me acertar!

Ken, ignorando os esforços da garoto, começa a correr em disparada até a sua equipe... Mas ele não é rápido o bastante para desviar o que está por vir.

O cavaleiro está irritado. Ninguém mexe nos seus olhos, mesmo que eles não sejam existentes! Então, ele levanta seu pesado machado e... Bate com  ele no chão, fincando o pesado metal no concreto e causando uma vibração no chão, que atinge Misaki e Ken com um dano de 120. Os sabres desaparecem na hora, não sendo capazes de amparar o dano causado. O machado do cavaleiro está fincado no chão e o cavaleiro também, em termos, já que ele parou nesta posição. A multidão de sombras é dizimada, porém volta alguns segundos depois. 


Última edição por dork princess em Seg 19 Jan 2015 - 15:31, editado 2 vez(es) (Razão : u)

dork princess
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por PIKACHU LV.100 em Seg 19 Jan 2015 - 15:43

-Droga! Droga! meu braco esta queimando, eu estou morrendo! Fariseu! fique na frente do grupo e crie uma forte corrente de ar talvez isso aumente as chances de defesa.

PIKACHU LV.100
Membro
Membro

Masculino Idade : 14
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/02/2014

Frase pessoal : My pokemon techiniques will leave you crying.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A JOGADA DE ALEX

Mensagem por Asami em Seg 19 Jan 2015 - 15:54

[140/200]
Comecei a pensar sobre como surpreender aquele monstro, até agora a situação do time está ótima. Eu tenho um plano para conseguir dar o máximo de dano nesse cavaleiro, mas é complicado e as chances de eu errar e atingir alguém do meu time são altas, mas não custa tentar. Começo a correr para o lado oposto do nosso adversário, ficando a uns metros afastado de todo mundo. Pentecostes, agora é nossa vez. Começo a utilizar a luz para refletir minha imagem e a de Pentecostes, criando "clones" de luz, bem semelhantes a nós originais. Eles não causam dano, só são reflexos modificados nossos. Luz tem muita utilidade, devo dizer.




No mesmo instante que os clones foram criados, Pentecostes tirou a luz ao nosso redor, nos tornando invisíveis. Começo a correr para trás do monstro, com cuidado para não fazer muito barulho. Quando chego atrás do monstro, Pentecostes começou a carregar a luz em seu livro, como se fosse aumentar o poder de nosso laser básico (no post anterior).

As ilusões se mexem também, as 3 ficam translúcidas as vezes, mas podem enganar.




A primeira é Pentecostes, sozinho, que chega perto do cavaleiro e dá um chute iluminado. Sem dano, só para confundi-lo enquanto carregamos nosso golpe.



A segunda ilusão sou eu com minha arma canalizada, formando uma foice de luz. Ela chega pelo lado esquerdo mirando o joelho, atravessa o cavaleiro. Novamente, o objetivo é confundi-lo.



A terceira e última é um falso Pentecostes soltando lasers vermelhos comigo abaixo dele, ele fica de longe errando os golpes propositalmente para o cavaleiro pensar que ele é o verdadeiro e só não está conseguindo acertar.


Última edição por Asami em Seg 19 Jan 2015 - 15:58, editado 2 vez(es)

Asami
Membro
Membro

Feminino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 17/08/2011

Frase pessoal : É caaaanon!


Ver perfil do usuário http://indigoplateau.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Okiru em Seg 19 Jan 2015 - 15:56

O impacto no chão me joga longe e destroços voam em minha direção, me ferindo um pouco, mas já estava acostumada a receber danos, Ken por outra lado... aparentemente ele também foi pego nisso, mas não consigo vê-lo daqui por causa da poeira que o impacto levantou. Me recuo um pouco e me preparo para um contra ataque.

A medida que a poeira de dissipa, percebo que o cavaleiro ficou com seu enorme machado preso ao chão, mesmo assim ainda me pergunto como conseguiríamos nos aproveitar da imobilidade dele, afinal ele ainda poderia largar do machado e atacar de outras maneiras, mas duvido que ele abandonaria o machado dele ali.

"... Tsk! Não podemos chegar muito perto, essa coisa é forte demais a curto alcance, mas acho que ele não consegue atacar a distância, e nem deve abandonar o machado dele."

Corto o ar com o sabre em um formato diagonal, todas as copias de luz feitas do sabre haviam se desfeito com aquele ataque, porém com isso um som de instrumentos quebrados de corda desafinados começa a tocar, e os fragmentos de luz deixados pelas copias começam a flutuar. Recuo o sabre original e afasto minha capa com a outra mão, uma estranha corrente de ar passa por ela, fazendo com que ela abane como uma bandeira branca. Logo em seguida, Nova Cruz copia o movimento, e isso de alguma forma acaba lançando os fragmentos de luz contra o cavaleiro colossal.



Logo percebo que Ken ainda estava ali, praticamente no mesmo lugar onde ele tinha caído, e certamente bem mais ferido do que eu.

"Pra trás! Você vai acabar morrendo se não tomar cuidado, isso não é brincadeira!"

Okiru
Membro
Membro

Feminino Idade : 11
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/11/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Gehrman em Seg 19 Jan 2015 - 15:59

A Misaki resiste essas coisas bem, então não teve um efeito tãããão forte nela. Mas no Ken, [palavra censurada], esse cara tem o peso de um fio de cabelo, pra quê ele foi correr na direção do inimigo com aquele físico?!

- Ken, por favor, fique longe do inimigo, que é onde você mais precisa estar. Isso é, se não quiser perder a vida! - Falei algo profundo agora, mas não era apenas profundo, era certo. Enfim, eu precisava atacar aquele coisa. Ele estava com o machado fincado no chão em uma certa posição, e para segurar o machado, ele precisa das... Mãos. Ok, isso pode funcionar. - Gente, sigam a estratégia do Noah que ele provavelmente vai falar que eu sei! Eu tenho bom conhecimento disso! - Falei. Eu sei prever o futuuuuuuuuuuuro.

Enfim, fiz com que Quitéria envolvesse a lâmina da Naginata com energia flamejante, e logo ela estava completamente envolvida por FOGO. Então, pretendia dar um corte horizontal, já que atingiria as duas pernas. Então, com um enorme sorriso no rosto enquanto eu pensava que iria fritar um cavaleiro de três metros, fiz minha arma cortar na direção pretendida, e dela logo saiu um onda de energia do meu elemento de tamanho médio, com a medida certa o bastante para acertar ambas suas pernas. Isso... Foi criativozinho, até.


Última edição por Bedman em Seg 19 Jan 2015 - 16:10, editado 1 vez(es)

________________

cfox: EU MATEI DOIS CARA



Gehrman
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : VAMOS DEMOLIR


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jogo Matrimonial - Parte 2

Mensagem por Rush em Seg 19 Jan 2015 - 16:00




- Esse Ken é um imbecil. *sigh*



Pensava em bolar alguma estratégia. Eu havia ensopado as pernas daquele gigante - sem malicia - mas o poder de fogo de Miranda havia evaporado qualquer vestígio de água que sobrou. Bem dá pra pensar em uma estratégia improvisada. 

Ken xingava a gente por ter atacado ele sem querer, sendo que ele havia se metido na frente do gigante. Graças a ele a minha estratégia havia falhado e ele e Misaki haviam sido atingidos. 






- KEN SEU IMBECIL DE MERDA, SAÍA DO CAMPO DE VISÃO DA PORRA DESSE GIGANTE, SEU INÚTIL PERVERTIDO SEGUIDOR DE FALSO IMPERADOR DO CARALHO. AGORA PARA DE DRAMA E CRISES DE ADOLESCÊNCIA E RECUE PARA NÃO SER MORTO, SEU BURRO IMBECIL DA PORRA DESGRAÇADO INFELIZ. QUER AGIR POR CONTA PRÓPRIA? OK, MAS NÃO AJA COMO UM COMPLETO IMBECIL E NÃO PREJUDIQUE O SEU GRUPO, SEU BOSTA.



Suspirava. Ao ver Misaki e Ken se machucando por causa de um ato estúpido, não posso negar que perdi a cabeça.






- "Ok... Esse gigante pareceu lidar bem com nossos golpes, por mais poderosos que eles sejam. Não irei conseguir imobilizá-lo com gelo. Ok. E a minha lança perfurante de Leri-Noah também não pode perfurar a sua armadura. Gelo é inútil com esse cara, então Miranda vai ser essencial para vencermos dele. 

Nós podemos tentar superaquecer a sua armadura e depois resfriá-la com água gelada e vendo gelado de Ken, se ele cooperar. Misaki irá distraí-lo com seus sabres de luz. Quando superaquecermos suas pernas, e logo em seguida resfriá-las com uma temperatura totalmente oposta, Alanna poderá quebrar as suas pernas em estilhaços, já que o metal ficará muito fragilizado. 

Bem, é a estratégia mais em conta que eu tenho em mente."






- "Mas o custo é alto se não der certo."






- OK, me escutem! Misaki, leve o Ken até Miranda e depois volte para ajudar Alanna. Alanna, dê cobertura para Misaki. Miranda, quando receber Ken, certifique-se que ele entenderá as consequências de ser tão idiota, se quiser eu mesmo dou o recado. Quando Ken estiver em segurança, na retaguarda, eu irei tentar curá-lo.

Antes de qualquer ação, me peçam para eu curar vocês, se preciso. A saúde de vocês é mais importante do que tudo, e eu estarei pronto para curá-los se vocês quiserem. Não arrisquem as suas vidas.

Misaki e Alanna, tentem segurar esse gigante para uma distância segura de Miranda. Continuem tentando mirar nos joelhos, se possível. Cuidado com os ataques de fogo de Miranda.

Miranda, use todo o seu poder de fogo nas pernas, mas tome cuidado com Misaki e Alanna. Evite usar bolas de fogo, e mesmo que seja cansativo, tente usar um fogo incessável o máximo que puder, para superaquecer as pernas de aço do gigante. Use o fogo mais quente e intenso que você puder, estou contando contigo!


Quando as pernas estiverem vermelhas, significa que estarão superaquecidas. Ai, é que eu e Ken entramos. Iremos resfriá-las com água e vento gelados, mas muito gelados mesmo! Aconselho que quando chegar essa hora, todos com exceção de Alanna saíam de perto do gigante, porque o vapor será intenso. 

Alanna, antes do vapor cessar por completo, você terá que atacar com seu bastão o mais forte que você poder nas pernas do gigante, ok? Isso será o necessário para quebrá-las e derrubar esse gigante, facilitando a nossa vitória.


Posso contar com vocês?!

Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 30 1, 2, 3 ... 15 ... 30  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum