Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

As duas faces de um capturador de pokémons raros. [Diferente]

Ir em baixo

As duas faces de um capturador de pokémons raros. [Diferente]

Mensagem por Mathss em Sex 9 Jan 2015 - 14:08

Ficha Técnica:
Gênero: Comédia, aventura, pokémon
Autor: Mathss
Baseado: Pokémon em geral

Detalhes adicionais:

Esta Fic não vai ser de jornada, nem vai ser creepy pasta, vai ser só uma fan fic onde um personagem de dupla personalidade, captura pokémons raros para vender para pessoas ricas, ou o faz por encomenda.

A história começa no tempo presente, muito depois dele já ter virado um capturador famoso, mas vai desenvolvendo desde o passado, até o futuro.

Capítulos:

Prólogo

Prólogo - Um fantasma do passado

- "Eu já te perdoei, agora é você que precisa se perdoar." - Ecoava a voz na mente deste "samurai" de óculos. - "Por que eu ainda penso nisto". - Ele se perguntava em pensamento. Este rapaz, que iterava doze anos como um capturador de pokémons, e trinta anos de vida.

Ele estava entre os rochedos de um rio, onde procurava por um Golem com o dobro do tamanho. Andando calmamente, descansando a mão em cima da katana que tava em sua cinta. Quando de repente, o chão começa a tremer e eis que ele ouve um grito.

- COOORE MALUCO - Disse uma voz desafinada e irritante, um menino de aproximadamente sete anos, sem camisa e careca, corria em alta velocidade. - TA NO MEU CAMINHO. - Gritou novamente o menino, enquanto atropelava o pequeno samurai, que tinha baixa estatura apesar da idade. - EU PRECISO CAPTURAR UM GOLEM COM O DOBRO DO TAMANHO. - Explicou o menino.

O pequeno Samurai, de cabelos amarelos amarrados como um rabo de cavalo, estava no chão pensativo: "Golem, capturar, dobro do tamanho."

- SEU MOLEQUE, TA QUERENDO PEGAR MEU PREMIO??? - Gritou o enfurecido rapaz com armadura vermelha enquanto. - VOU TE PEGAR SEU FILHO DA... - Gritava ele, xingando até a oitava geração da família do menino enquanto voava na direção do garoto, que assustado olha para trás.

- MALUCO, MALUCO, MALUCO - Gritava agora mais desesperado que antes o pequeno menino. Quando ele viu que o samurai chegava perto dele, ele sacou uma pokébola. - Vai Hitmolee!!! - Mas antes que o pokémon pudesse se quer sair da pokébola, o Samurai corta ela ao meio, e o pokémon sai já nocauteado no chão.

O Menino desesperado começa a jogar pedras no Samurai, em alta velocidade, tão alta velocidade que acertou trinta em apenas dez segundos. Então o Samurai irritado pega a sua espada, sem desembainha-la e bate repetidas vezes na cabeça do menino que cai desmaiado.

Vendo que tanto o garoto quanto o pokémon estavam incapacitados naquele momento, e que poderiam ser alvos de alguma coisa, o Samurai decide cuidar deles. A noite cai e o menino acorda, abrindo levemente os olhos, sem se espantar com a situação, ele percebe que foi cuidado pelo seu novo "rival com espada".

- Meu nome é Coby, e o seu? - Perguntava o menino.

- Me chamo Kib, só que as vezes talvez sejam melhor você me chamar de Zur. - Contava o Samurai com armadura e espadas vermelhas. O menino ficara sem entender.

- "Quase, ele já vai aparecer" - Pensava Kib olhando um rastro que parecia ter sido causado por uma bola gigante. Então não muito demorava, era possível avistar de longe uma bola vindo em sua direção. - Mantine, use o Surf! - Gritava já tirando seu pokémon da pokébola, o Golem com o Dobro do tamanho, sem nem chance de reagir cai. Neste instante, Kib lança uma Heavy Ball capturando-o.

Então era ouvidos do outro lado do rio umas palmas. "Plack, Plack, Plack"

- Muito bom! - Exclamava uma figura com uma máscara branca a frente do rio. - Você esta bem diferente do que a oito anos.

- SER-PEN-TUS - Exclamava o Kib, enquanto seu óculos caia, a figura a frente via a íris de seus olhos vermelha como o sangue.

Continua...

===========

Bom, a primeira vez que eu mandei esta fic, saiu cortada, aparecendo só o primeiro paragrafo e pela metade, não sei bem o que aconteceu, mas eu reescrevi praticamente a mesma coisa que eu tinha escrito antes.

Como podem ver, tem um tom de comédia diferente, coloquei neste prólogo para já ir se acostumando. E preferi não revelar tudo sobre o personagem por agora, algumas coisas vocês só verão no decorrer.


Última edição por Mathss em Sex 9 Jan 2015 - 20:28, editado 1 vez(es)
avatar
Mathss
Membro
Membro

Masculino Idade : 25
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 20/12/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As duas faces de um capturador de pokémons raros. [Diferente]

Mensagem por Rush em Sex 9 Jan 2015 - 20:04

Acho que você esqueceu de terminar o prólogo. ._.

Não tem muito o que comentar mas a ideia é interessante. Aguardo o resto do prólogo ou o primeiro capítulo.
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : Agora você não tem mais waifu!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As duas faces de um capturador de pokémons raros. [Diferente]

Mensagem por Mathss em Sex 9 Jan 2015 - 20:08

@Rush escreveu:Acho que você esqueceu de terminar o prólogo. ._.

Não tem muito o que comentar mas a ideia é interessante. Aguardo o resto do prólogo ou o primeiro capítulo.

Xiii rapaz, agora que vi, não sei bem o que aconteceu não mas vou escrever aqui, logo eu edito este post aqui com o segundo cap.

EDIT:

Capítulo 1 -

- SER-PEN-TUS! - Gritava lentamente e pausadamente o pequeno Kib, com seus olhos vermelhos como um sangue. Sacou sua espada e com um pulo ele foi ao outro lado do rio, indo atacar a outra figura. Ela com um vulto desaparece. Kib olha ao redor quando o mascarado volta a aparecer em cima dele, com a boca cheia de uma energia. Kib então de desvia e o fluxo do rio começa a descer devido a um grande buraco no chão.

- Aquele cara... Ele soltou um Hiper Raio? - Coby se perguntava de joelhos. Kib já estava dando Serpentus como desaparecido.

- "Você foi fraco" - Dizia uma voz em sua cabeça. - "Agora não Zur" - Ele pensou. Mas vendo que tinha capturado um Golem com o dobro do tamanho, ele pegou uma espécie de fone, apertou um botão e dizia: - Captura concluída, voltando a base. -

Vendo que o Coby não tinha condição de ir sozinho, ele ofereceu uma Carona. Então os dois partiram num Mantine voando até uma cidade ali próxima, adentrando em um prédio com dezesseis andares. Naquele prédio, dois seguranças, achando que Coby estaria com Kib, o deram um pequeno terno para vestir. Kib então chamou o Mantine de volta para a pokébola e entrou em um Helicóptero. Coby quis segui-lo mas ele não permitiu.

- Qual ta sendo o problema Kib? - Perguntou o menino irritado. A figura que tava sentada no Helicóptero, com um Cabelo azul escuro amarrado, uma armadura e espada cinza e um manto marrom olhou para ele.

- Não me chamo Kib, me chamo Zur! - Então com isto, o menino olhou paralisado e o helicóptero partiu.

O Helicóptero pousava em uma mansão no norte de Kanto. A mansão aparentemente era de um cara rico, em muito lembrava as casas do Japão feudal, todos tiravam os sapatos antes de entrar, e todos usavam Kimono. Os quartos tinham porta de correr, em forma de jaula, com uns vidros que permitiam ver sombras la de dentro.

Adentrando o cômodo principal da mansão, Zur ia para um quarto onde tinha 2 mesas, uma em frente a porta, e outra logo depois, com alguns alimentos. Um velho com aparentemente uns oitenta anos estava sendo servido por duas moças de kimono, ele mostrava ainda ter energia. Perto da porta, dois seguranças de terno.

- Como sempre, veio sozinho, e se por alguma razão eu decidisse ataca-lo? - Perguntava o velho.

- Muitos tentaram, todos falharam! - Respondia Zur, e o velho dava risada mostrando animo para com o rapaz que ficava em uma altura normal, quando sobe esta personalidade.

Zur então coloca o pokémon em cima da mesa, um dos caras que ali estavam, pegam uma maleta e a usa para analisar a pokébola.

- De fato, um Golem com o dobro do tamanho. - Dissia o segurança. O outro pegou uma maleta de dinheiro e entregou para Zur.

- Como prometido dinheiro. - Disse o velho.

- Também citava no acordo, informações sobre o Mew azul! - Dizia Zur. O velho coçou sua careca.

- Sim, eu sei, mas infelizmente não conseguimos nada. Mas tenho um interesse aqui. - Comentava o velho. - Sei que tem um Suicune que veio para Kanto, quero que capture ele para mim. - Dizia o velho, então coçou a cabeça mais um pouco e comentou: - Ofereço um milhão por esta peça rara.

Continua...

==============

Bem, tendo bem menos "humor" que o prólogo, este cap foi mais para mostrar algumas informações do capturador e de seus clientes.
avatar
Mathss
Membro
Membro

Masculino Idade : 25
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 20/12/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As duas faces de um capturador de pokémons raros. [Diferente]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum