Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Por favor, não perca mais tempo, inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobres todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Aguardo.
Feliz Natal e Ano novo!

O Jogo Matrimonial

Página 4 de 30 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 17 ... 30  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por dork princess em Qui 18 Dez 2014 - 14:02

Empurro aquele emo viadinho para trás. - SAIA DO MEU CAMINHO, OU VOCÊ VAI SER O PRÓXIMO! - Preparo de novo meu soco.

dork princess
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Deidara-Sensei em Qui 18 Dez 2014 - 14:04

Olhei aquilo ali e uma lâmpada acendeu em minha cabeça. Soltei um breve sorriso.

- Ei, ei, ei. - dizia, apartando-os - Se vocês vão brigar, que seja uma briga justa. FAÇAM SUAS APOSTAS! VAMOS COMEÇAR COM O VALOR PEQUENO DE CINCO REAIS... QUEM VAI, QUEM VAI?

Deidara-Sensei
Membro
Membro

Masculino Idade : 70
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : NAO É FALOU MALUCO, EU JURO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Mori em Qui 18 Dez 2014 - 14:06



Apollo vê a patética criança jogando a carta em sua face e se preparando para socá-lo, como ela ousa?

- SEU MERDA, QUEM VOCÊ PENSA QUE É PRA MEXER COM UM DEUS? - Apolo estala os dedos, e um raio de luz cai sobre o garoto, cegando momentaneamente todos em volta, assim que é possível recobrar a visão o garoto parece estar intacto, e levemente confuso.



- O-o que? O que foi isso seu charlatão!? - Warren avança novamente contra o Deus, tentando soca-lo, mas antes que pudesse fazer qualquer coisa, se vira para todos, encarando as próprias mãos, seus olhos confusos de dor.

As mãos do rapaz estão borbulhando, sua pele se despedaçando e caindo, um cheiro de pelos queimados e pele morta enche o ar, rapidamente a borbulhação se espalha pra todo seu corpo, seus olhos se tornando leitosos em quanto um grito agudo de dor lhe escapa a garganta, seus cabelos pegam fogo, seus globos oculares explodem, jorrando sangue na maioria dos presentes, suas roupas se tornam incandescentes, e em poucos segundos tudo que resta é o corpo flamejante de Peace, estirado no chão, exalando o mais pútrido dos odores.

Sobre seu corpo, paira a imagem translucida de um tanque de guerra, um estranho tanque feito  de sucata e panos, não muito normal para um tanque real, junto dele, letras enormes e brilhantes aparecem no ar:


MORRO DO CASTELO
O CARRO.

Uma voz sobrenatural ecoa por todo o espaço, proferindo estas palavras, até que com uma brisa, tanto a voz quanto as imagens, se esvaiem.
,


Última edição por Mori em Qui 18 Dez 2014 - 14:14, editado 1 vez(es)

Mori
Admin
Admin

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/07/2014

Frase pessoal : Ante up!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Cervo Cósmico em Qui 18 Dez 2014 - 14:13

Afasto minhas mãos de Warren.

- Sendo assim, vá em frente

Então acontece, Apollo mandou um raio no garoto, então ele começa a... a morrer! Uma visão horrenda. Esse dia, tudo isso, é demais pra mim, ainda tem gente que consegue fazer piada num momento como esse...

- Mas que... que merda aconteceu aqui? Por que você fez isso? Nós não seríamos protetores da Terra ou algo do tipo? Gente morta não protege nada!

Me dirijo a Apollo de joelhos, mas não por submissão, aquele raio de luz quase me acertou, me derrubando.

Cervo Cósmico
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 22/09/2013

Frase pessoal : O Sonic é meu amigo, o Sonic é meu herói!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Deidara-Sensei em Qui 18 Dez 2014 - 14:16


Aquele dia estava perfeito. MELHOR PRIMEIRO DIA DE AULA! Aquele raio foi lindo. Fiquei sem palavras. Meu corpo ficou totalmente paralisado, olhando apenas para o corpo do garoto bolha, que assumia uma linda forma flamejante. Os olhares assustados de meus colegas. O garoto havia morrido. Seu sangue estava para todos os lados.

- Isso foi... Lindo... - suspirei.

Me agachei com a intenção de ver aquilo de perto, mas tudo o que havia acontecido naquele telhado era demais até mesmo para um perito em aventuras! Me levantei e segui até Apollo.

- Apollo... Um dia você tem que me ensinar isso... Sério... Isso foi demais...


Última edição por Jasper em Qui 18 Dez 2014 - 14:21, editado 1 vez(es)

Deidara-Sensei
Membro
Membro

Masculino Idade : 70
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : NAO É FALOU MALUCO, EU JURO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Cervo Cósmico em Qui 18 Dez 2014 - 14:20

- Cala a boca, seu retardado de merda!


É, aquele garoto me incomoda...

Cervo Cósmico
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 22/09/2013

Frase pessoal : O Sonic é meu amigo, o Sonic é meu herói!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Deidara-Sensei em Qui 18 Dez 2014 - 14:27


Aplaudia Tobias ironicamente. Um sorriso sarcástico apareceu em meu rosto.

- Vocês não ouviram Dianna, Apollo e todos os outros? Nós temos que proteger a terra. Nós somos... Sei lá, os guardiões?! É, esse é um bom nome. Cada um de nós recebeu uma carta seja lá qual for o motivo, mas todos sabemos que somos encarregados de proteger a Terra de algo. ESCUTEM. Warren era um otário. Nem mesmo você que estuda aqui desde o início conhecia esse mané. Ele ia ser um peso morto, ia ficar reclamando de tudo TODA HORA e ia acabar matando a todos. Nossas vidas estão em jogo, vocês acabaram de ver isso. Qualquer ato errado e vamos acabar como ele. Eu não sou nenhum Deus aqui, - apontava para Apollo. - mas de uma coisa eu sei: eu sou o IMPERADOR.

Deidara-Sensei
Membro
Membro

Masculino Idade : 70
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : NAO É FALOU MALUCO, EU JURO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Rush em Qui 18 Dez 2014 - 14:31



- PUTA MERDA!



Aquele garoto, morreu?

Ok! Ok! Ok! Não entre no caminho do Apolo. Meu coração pulsava fortemente em meu peito. O suor frio escorria em meu rosto. Eu ficava paralisado até aquele magricela que pagava de molecão dizia palavras... Futeis. Eu caminhava até o lado do rapaz que dizia ser o mais velho da turma. Concordava com suas palavras.






- Você é imbecil? Um de nossos colegas acabou de morrer e você acha isso lindo? O rapaz podia ser impulsivo, mas ele era um ser vivo como qualquer um de nós. Possuía ambições, medos, laços... E ele morreu na sua frente. Você acha isso lindo?





- Fico triste em saber que você é o Imperador. Pelo visto as nossas cartas estão todas erradas.




- Posso até jogar esse jogo... Mas me recuso em seguir as suas ordens. Espero que os outros alunos não sejam tão ridículos como você. E por favor, não tente nos contagiar com seus pensamentos egoístas e desumanos.


Olhava para as cinzas que um dia foram Warren.




- Sinto muito... Por não poder ter te impedido.


Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Mori em Qui 18 Dez 2014 - 14:35

Apollo começa a rir ironicamente a aplaudir.

- Parabéns, parabéns imperadorzinho. - Ele limpa lagrimas de riso. - Vocês realmente acreditam que estão aqui pra proteger toda a Terra? Todos vocês? Não, não, o Jogo Matrimonial não é uma corrida desesperada para salvar a Terra, é uma competição, seu merdas.

- Uma competição de vida ou morte, uma luta constante para salvar suas patéticas existência... - Ele desaparece e aparece em cantos diferentes do terraço. - E o prêmio final, um desejo! O que seus pequenos coraçõezinhos egoístas conseguirem imaginar...

- Diana, explique a eles.

Mori
Admin
Admin

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/07/2014

Frase pessoal : Ante up!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por lord sugar em Qui 18 Dez 2014 - 14:51

-Um desejo, tipo, qualquer coisa?!?

Um sentimento triste chega a minha frente, mãe, eu tenho que te ver, eu tenho que vencer esse jogo, preciso te ver, só mais uma vez, por favor. Certo, eu estou determinada o suficiente, meu desejo de te rever será o suficiente mãe, nós vamos nos encontrar novamente.

-Certo, se é uma competição eu vou vencer!

________________


lord sugar
RPG Mod
RPG Mod

Masculino Idade : 14
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/11/2013

Frase pessoal : Let justice be done, Though the heavens fall.


Ver perfil do usuário http://biggestdreammer.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Deidara-Sensei em Qui 18 Dez 2014 - 14:55

- Você não precisa me seguir. Você pode seguir aquele garoto e acabar como ele. Simples, rápido e fácil. - suspirava - Ou você pode seguir seus próprios instintos e ver aonde chega. Não vejo você passando daquela esquina, mas as cartas lhe deram a força... Não vamos contrariá-las, certo?

Me agachava e banhava minhas mãos no sangue do rapaz que recém havia morrido.

- Eu só estou tentando acordar vocês! Vocês querem morrer? Querem acabar como ele? Então chorem. Chorem. Sejam fracos. Assim vocês não conseguirão proteger a terra e...

De repente Apollo começava a rir. Seus rosto enchia de lágrimas causadas pelo riso, tendo dificuldades até mesmo para falar. Parabéns, parabéns imperadorzinho. Filho da [palavra censurada]... Ele logo dizia sobre o rumo do jogo, passando a voz para Diana.

Um desejo.

Deidara-Sensei
Membro
Membro

Masculino Idade : 70
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : NAO É FALOU MALUCO, EU JURO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por dork princess em Qui 18 Dez 2014 - 14:57

Diana suspira e olha com nojo para o corpo no chão. - Ugh. Eu acho que exagerei... Mas bem! - A deusa coloca as mãos na cintura. - Como eu disse, vocês estão aqui para defender a terra, dos medos humanos! Mas não de uma forma tão nobre... É. O Jogo Matrimonial ira dividir vocês em duas equipes. O Matrimonio de Diana, eu! - Aponta para si mesma. - E o Matrimonio de Apolo... Ele! - Aponta para Apolo. - Nós seremos os patronos de cada equipe... 

- É uma competição, a equipe que ganhar irá ter um desejo realizado.. Mas só um ou a equipe toda ganhará? Depende de vocês! A partir de agora, na maioria das noites vocês irão se encontrar aqui mesmo. Desse telhado duas grandes torres irão brotar... E a missão de vocês é limpar, expurga-las de todo o mal que existe dentro delas. A equipe que terminar sua torre primeiro ganha. Sete pessoas em cada, nenhuma a mais... Mas pode haver uma a menos! - Olhou feio para as crianças. - Se portem como adultos, sem essas exibições ridículas de coragem como o senhor Jasper fez! Se lembrem, se vocês não completarem sua missão, consequências viram. De dia, jovens estudantes. De noite, os salvadores do universo!

- Mas é claro que vocês não podem entrar lá de mãos vazias! Precisam de mais poder. É aí que entram as essências. A sua "Essência" é a manifestação da sua alma, do seu poder oculto, combinado com a carta que escolheu você. Com elas vocês realizaram feitos incríveis, proezas de magia! Mas, se você ferir a sua essência, você também irá se ferir. Tomem cuidado. Almas são um assunto bem sério... Viram a aparição em cirma do corpo deste garoto? Seria a Essência dele, se ele não tivesse agido como um completo bossal. É isso. Acho que chegou a hora de apresentar vocês aos seus novos companheiros.

[NÃO POSTEM DEPOIS DESSE POST, 
ESTAREI PREPARANDO UM MEGA POST GIGANTE. ESTAMOS ENTENDIDOS.]


Última edição por dork princess em Qui 18 Dez 2014 - 15:00, editado 1 vez(es)

dork princess
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Asami em Qui 18 Dez 2014 - 15:00


[Esse post acontece logo depois que Warren morreu, pedi permissão para posta-lo.]

Coloquei a carta em um de meus bolsos sem pensar direito, estou tremendo e não consigo organizar meus pensamentos direito. Tudo aconteceu tão rápido... Como posso reagir a isso? Sem pensar, saquei minha pequena bíblia e a abri no Salmos 91. Ouvi vários gritos de medo e monólogos ao meu lado. Automaticamente, comecei a ler em voz alta para me acalmar e organizar meus pensamentos.

- Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.

Aquele Warren, simplesmente morreu na minha frente e não pude fazer nada... Pobre alma. Mas o que vai ser de mim e todos os puros que estão aqui? 

- Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.

O que Deus quer de mim? Isso é estranho, há dois deuses visivelmente poderosos na minha frente. Isso deve ser algo para me testar, algo para me deixar...

- Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.

Tudo que me foi ensinado na igreja e na escola prova que isso não pode acontecer. Apollo e Diana não deveriam estar aqui...

- Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.

Devem ser uma provação divina! É isso! Tudo para me deixar mais forte e fiel, como um homem devoto deve ser. Então para fazer isso devo vencer essa competição. Uma leve brisa passou e como um passe de mágica eu parei de tremer, Deus está comigo e não posso ter medo, guardei minha bíblia e ajeitei meus óculos. Isso deve ser uma provação divina com o intuito de me deixar mais forte... ah.... e mais puro, tenho que apagar os erros que minha carne me fez fazer.

Peguei minha carta e a encarei.

- Hm... A Temperança.

Uma carta interessante, digo, ela combina muito comigo pelo que sei. O que essas cartas fazem, afinal? Mas como vou usa-la para jogar o jogo matrimonial e vence-lo?

Asami
Membro
Membro

Feminino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 17/08/2011

Frase pessoal : É caaaanon!


Ver perfil do usuário http://indigoplateau.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Crow em Qui 18 Dez 2014 - 15:03

De repente, o garoto que havia peitado Apolo... morreu. Morreu da forma mais nojenta e cruel possível. O que eles estavam tentando? Mostrar que são deuses? Chamar (mais) atenção? Por sorte o sangue do garoto não respingou em mim. O outro tonto achava isso lindo e Noah o dava um sermão com o qual eu tive que concordar. Esse solzinho de merda já não me agradou desde o momento de sua chegada. Sem me aproximar (não por medo, mas por falta de necessidade), me pronuncio:

- Vocês se importam mesmo com o nosso planeta ou fingem isso de sacanagem? E fizeram esse show aí - Aponto para o que sobrou do morto - pra nos deixar com medo?

Eu esperava uma resposta bem grossa já, mas as de Vicktoria eram o suficiente, então a resposta dele seria bem inútil. O que me chateava mesmo era a absurda pagação de pau do Jasper. Os três se completam. Ridículos.


Só vi agora que não podia postar, podem tirar se quiser.

________________
-> SE INSCREVA NO MEU CANAL! <-

Crow
Moderador
Moderador

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/11/2013

Frase pessoal : I'm gonna hold you like I'm saying goodbye.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por dork princess em Qui 18 Dez 2014 - 15:34

off: as essências tem por padrão o tamanho do portador delas.

- Essências, apareçam!


- CARTAS! EU COMANDO VOCÊS A RETORNAREM PARA SEU ESTADO DE PODER, 
SE LIBERTEM E SE TORNEM UM SÓ COM SEU DONO!

As cartas voam dos seus donos e formam um circulo no ar, rodando e anunciando o que está por vir.


E e então, elas voltaram para as pessoas escolhidas, porém desta vez parando na frente deles. Cada uma emitiu um brilho de todas as cores e... E se transformaram nas criaturas mais incríveis já vistas na terra. Para cada uma, a voz anunciava um nome e um titulo. 

- Do arcano o Mago, se apresente Fariseu! "A metamorfose do talento"!

Tem variadas formas, mas atualmente só consegue se transformar num coelho do mesmo tamanho de sua forma normal, que usa um chapéu de estrelas, quando é muito ferido. Geralmente é  um mago normal, como aqueles de histórias. Veste roupas verdes e amarelas, muito parecidas com as da figura da carta, e tem um símbolo de infinito que flutua sobre a sua cabeça. Mas, não se deixe enganar, ele também trás consigo várias mascaras e pode trocar sua expressão a bel prazer.

- Do arcano da Feiticeira, se mostre Capitu, "O beijo do arrependimento"!

Uma sereia jovem, morena e com o pescoço e braços cintilantes de ouro e bijuterias. Veste uma blusa de renda  preta muito delicada, encima por um bolero tão vermelho quanto o calor da paixão. Suas feições são tristes e seus lábios  escondem o beijo que ainda espera o amor verdadeiro. Sua cabeleira escorrida é coroada com flores cor de rosa. Tem  olhos de cigana.

- Do arcano da Imperatriz, Oliveira Leão, "Um estilo sentimental",  venha!

Uma zumbi vestida com um rico vestido florido. Sua pele é cinza e os pedaços caem quando se movimenta, mas nada que incomode. Ainda conversa um rosto bonito e age com porte de princesa. Suas roupas estão rasgadas em vários pontos. Carrega um grande símbolo de Vênus no peito. Usa o cabelo numa trança.

- Do arcano do Imperador, "O orgulho caído" de Dom Sexto se empunha!

 Um homem magro que usa as roupas de uma corte medieval, muito largas em seu corpo. Tem um ar pomposo e  usa sua coroa, quebrada e caída em seu rosto, de uma forma que lhe tampa os olhos. Há correntes quebradas e que não o prendem a nada, atadas a seus pulsos e tornozelos. Mesmo na sua situação atual, deixa que o orgulho e o poder sejam uma parte predominante dele. Nunca se curva perante ao perigo. 

- Do arcano do Sumo Sacerdote, Memórias Póstumas, "O último dos inconfidentes", se faça lembrar!

É um corpo desconjuntado, ligado por fios invisíveis. Uma perna decepada para um lado, o tronco no meio, a cabeça com cabelo e barbas grandes tombada sobre o peito, um braço jogado para o lado. Há pregos nas juntas e fios de sangue que descem. A pele é pálida e branca. As partes do corpo podem se separar, mas apenas uma ou duas por vez.

- Do arcano dos Amantes, Narciso "O caminho dos astros", apareça!

É um boto, um boto cor de rosa que usa terno e tem saudades de casa. Usa também um chapéu preto e respeitoso, além de abotoaduras combinando. Porém, a parte que mais chama atenção na sua figura é a sombra, que invés de ser a sombra de uma criatura marinha, é a de um homem feito de galáxias e do universo. A essência sente vergonha dessa sombra, mas afinal, ela é nada mais é do que um de seus lados.

- Do arcano da Força, Leri Magé, "O bom selvagem", se rebele!

É uma marionete, uma sombra do que deveria representar. Um índio de porte forte, que anda encurvado, num corpo de boneco, feito de juntas e tudo mais. Seus membros são presos por cordas que se são atadas a uma cruzeta flutuante decorada com desenhos que representam a amazônia. Usa as roupas de um pagé tradicional, ainda que suas cores estejam desbotadas, incluindo um grande cocar cheio de honrarias. Usa uma lança. Caso os fios sejam cortados, ele perde parte da sua força vital. 

- Do Arcano do Eremita, "A promessa de vida no teu coração", se revele, Oscar!

Uma figura encapuzada e trajada com uma capa que cobriria todo um corpo, caso ela tivesse um. Do contrário, é formada por vários objetos e conceitos variados que se escondem do olhar público: Nó de madeira, peroba do campo, fim de ladeira, viga, pau, pedra, peixe, gesto, prata brilhando, corpo na cama, lama, água, o mês de março, é João, corte na mão, entre outros. É possível vislumbrar essas coisas, se você prestar atenção.

- Do arcano da Roda da Fortuna, seja criativa, Construção, "A lembrança do infinito"!

É uma boneca de pano formada por vários retalhos de trapos e de tecido, com olhos de botão e um sorriso de linha de costura. Possui vários mini planetas, astros e astronaves orbitando ao seu redor, os quais ela usa para atacar e brincar, e as vezes flutuar. Tem uma natureza infantil e sonhadora. Veste sapatinhos pretos de fivela e um vestido vermelho. Seu tamanho é suficiente para bater na cintura de sua portadora.

- Do arcano da Justiça, venha Nova Cruz, "A defensora dos mais fracos.", se vingar!

Uma entidade de porte pequeno vestida em trapos cinza, sem sexo ou idade definida, tão antiga e raivosa quanto a violência humana, com o aspecto de uma estátua de pedra sabão. Carrega uma cruz maior que seu corpo, que possui os rostos de várias pessoas raivosas e nos estágios da dor e sofrimento presos na madeira dessa cruz. Usa essa cruz para atacar, e seu sofrimento nunca vai acabar até que todas as almas sejam vingadas.

- Do arcano da Temperança, se salve, "A descida do Espírito Santo", Pentecostes!

É um padre sem rosto e sem expressão, que sempre segura um livro aberto e na grande maioria do tempo enfia sua cara dentro dele, pois não consegue passar muito tempo sem ler as palavras que são escritas e apagadas a todo momento. Sua existência é fraca e sua figura translúcida, que tremeluz ao menor passar do vento e a mudança de luz. Se já não fosse óbvio, seus poderes vem do livro. Tem "1:20 et confessus est et non negavit et confessus est quia non sum ego Christus" cravado nas costas. 

- Do arcano do Diabo, Dona Gérbera "A inocência do amor" , se mostre!

É uma flor, um Antúlio, de tamanho pequeno se comparada com as outras essências, mas ainda grande o bastante para causar impressão. Há primeira vista, é apenas uma flor tão vermelha quanto o sangue, enrolada num botão. Porém, quando ela se abre é revelada uma mulher que apenas existe da cintura pra cima. É ruiva e seus cabelos cobrem um peito chato, mas que ela ainda faz questão de esconder. É muito bonita e tem um ar sedutor, trazendo para si tanto os homens e mulheres, num amor tolo baseado num tom platônico. De tão pequena, ela só suporta uma emoção por vez.

- Do arcano da Lua, Quitéria, se ponha, "A labareda do diabo"!

É formada por um tronco de mulher, a parte de baixo de uma mula e sua cabeça é uma grande chama que nunca se apaga, sempre acompanhada de outras chamas. Não usa roupas de qualquer espécie. A parte animal é coberta de figuras com motivos que lembram o quadro Guernica, a parte de mulher é pintada com cactos, calor e casas rurais. Salvo seus braços, que são recorbertos por pinturas de chamas em cores quentes. As vezes pode ser vista se alimentando da carcaça de um homem, o corpo nu e sem cabeça.

- Do arcano do Sol, "A luz da vida. ", Guaraci, se ilumine!

Uma criança tão risonha e sorridente quanto o sol, trajada de roupas que acabam em várias faixas pintadas com o motivo de um sol poente. Breves e profundos tons azul, verde, amarelo e laranja se misturam em sua postura enquanto voa, dando a impressão de tinta a óleo fresca. É dotada de dois pares de grandes asas brancas, como as de anjos antigos. Porém, atrás de sua cabeça se encontra um rosto de leão, feroz e sem pena. Ao atacar, o rosto de leão toma conta do corpo da Essência.

- Do arcano do Nove de Espadas, venha se alegrar, Floriano Peixoto, "O orgulho nacional"!

É um cavalo branco gigante, de quepe militar na cor vermelho sangue e uma capa preta no mesmo tempo. É muito raivoso e depressivo, latindo em grande parte do tempo.


Diana suspirou e conjunrou uma cadeira de couro vermelho para se sentar. - Hã, aqui estão, crianças. Suas Essências... - Pensou bem e disse. - Não irritem o Apolo, ele ODEIA humanos, sabe? E nem me irritem também...! 










Última edição por dork princess em Qui 18 Dez 2014 - 16:01, editado 1 vez(es)

dork princess
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Rush em Qui 18 Dez 2014 - 15:59

Eu ignorava Jasper, suas palavras eram tão fúteis que eu não iria gastar meu precioso tempo e atenção com ele. Logo Diana parecia proferir algumas palavras que levitavam todas as cartas, que se transformavam em enormes entidades. Algumas eram macabras demais, como um Padre sem rosto ou do homem ligado por cordas. A força seria um índio... "O bom selvagem". Gostei da referência da literatura, agora sei de sua verdadeira origem. 

Essa cachoeira de emoções fazia eu me acostumar bizarramente rápido com toda essa ideia. Eu ainda estava assustado com a morte do garoto, com a aparição dos deuses e ainda com esse índio gigante que é a minha "essência". Eu estava com medo sim, muito medo, mas não podia negar que já havia entendido e me acostumado com a ideia desta competição. 





- Err.. O bom selvagem, certo? Espero que... Nós possamos nos dar bem e nos conhecermos melhor?




As entidades ficavam lá por algum tempo. Antes que Diana ou Apolo pudessem dizer outra coisa, ou finalizar essa cerimônia, eu limpava a garganta e começava a falar.







- Bem, quando iremos começar? Nós poderemos escolher a nossa equipe, certo? - Olhava para Jasper. - Porque eu me recuso em estar na mesma equipe que o "Imperador".

Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Asami em Qui 18 Dez 2014 - 16:06

Isso me lembra do anúncio dos cavaleiros do apocalipse. Todos esses seres são tão peculiares. Esse Pentecostes, a frase que ele tem nas costas... Me é familiar... Levei um tempo para traduzir, não tenho um bom latim, mas só há palavras fáceis nessa frase: E confessou, não negou, mas confessou: não sou Cristo. Estranho, essa frase mexe comigo. Deve fazer parte desse meu teste divino, o Senhor sabe o que faz. 
Cocei minha cabeça, tudo isso de uma vez só... É cansativo. Eu quero sair daqui, quero ir ajudar minha amiga com os estudos, fazer minhas orações diárias e ir dormir! Olhei para a figura "divina" (risos) sentada na cadeira de ouro.


- Diana, o que vai acontecer? Essas essências podem voltar para a carta, certo? Não seria nada legal andar com isso pelas ruas. 

Voltei a dar atenção ao que acontece com os outros alunos, ouvi um garoto falando sobre não gostar de fazer equipe com certa pessoa. Essas pessoas sem disciplina já estão intrigadas? Nossa, eles mal se conheceram!

Asami
Membro
Membro

Feminino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 17/08/2011

Frase pessoal : É caaaanon!


Ver perfil do usuário http://indigoplateau.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por PIKACHU LV.100 em Qui 18 Dez 2014 - 16:35

Tinhamos recebidos nossas essencias, a minha era um mago transmorfo bem legal, aquilo estava um pouco parecido com um Yu-gi-oh, ou alguma coisa parecida, me sentava e dizia oi para o mago, esperaria ansiosamente pela divisao de equipes.

PIKACHU LV.100
Membro
Membro

Masculino Idade : 14
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/02/2014

Frase pessoal : My pokemon techiniques will leave you crying.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Deidara-Sensei em Qui 18 Dez 2014 - 16:42

- Relaxa, ô todo poderoso. - dizia para Noah, sorrindo - Nem que me pagassem eu ia aceitar ser seu colega de equipe. Você ia ser só mais um peso morto, como aquele mané ali no chão. - me virava para minha essencia -  Então... Coroa caída, é? Têm certeza que você é um imperador? - dizia para a carta, sem resposta.


OFF: Jasper é um filho da [palavra censurada] :3 Acho que já perceberam isso.

Deidara-Sensei
Membro
Membro

Masculino Idade : 70
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : NAO É FALOU MALUCO, EU JURO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Crow em Qui 18 Dez 2014 - 16:43

Aquilo tudo era um pouco assustador. Olhei para o boto que surgira da minha carta e lhe toquei o focinho. Ok, aquilo era mesmo real. Eu realmente não sabia o que fazer com aquele boto flutuante. Eu iria descobrir depois, talvez, mas agora eu me via dentro da situação mais confusa de minha vida. Toquei o boto uma segunda vez.

- Tá. Você é real e - me dou um leve tapa - eu não estou sonhando.

Olho para os divinos esperando alguma explicação.

________________
-> SE INSCREVA NO MEU CANAL! <-

Crow
Moderador
Moderador

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/11/2013

Frase pessoal : I'm gonna hold you like I'm saying goodbye.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Mori em Qui 18 Dez 2014 - 16:46

Imperadorzinho, eu não falaria assim dele se fosse você, ele é um reflexo da sua alma. - Apollo tira o dedo do nariz e observa uma catota divina, a atirando pelo parapeito do terraço. - Todos eles são, reflexos de vocês mesmos, com um toquezinho da nossa criatividade.

- Sobre as divisões... elas já estão feitas, como se eu fosse dar a vocês vermes o direito de escolha.


Última edição por Mori em Qui 18 Dez 2014 - 16:49, editado 1 vez(es)

Mori
Admin
Admin

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/07/2014

Frase pessoal : Ante up!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por dork princess em Qui 18 Dez 2014 - 16:49

- Vocês podem invocar elas quando quiserem, mas só estão autorizados a fazê-lo enquanto estão no "jogo". Na sua forma normal são apenas cartas, vocês podem escolher qual a frase que usam para invoca-las. Qualquer uma! - Riu. - Sem gracinhas! Nós podemos ver tudo... Quanto as equipes... Esse assunto fica pra depois! Não sejam apressados. - Diana se espreguiça na cadeira.
As essências não respondem as perguntas e nem ao toque de seus portadores. Porque será?

dork princess
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Deidara-Sensei em Qui 18 Dez 2014 - 16:51

- Entendi... Então, você tem nome? Tipo... Sei lá... Um nome completo ou algo do tipo... - perguntava para a essência, também sem resposta - Certo... Eu sou Jasper. Jasper Coolins. Muito prazer, eu acho... Desculpa por ter lhe perguntando ironicamente se você é um imperador... Quer dizer, é bem óbvio que você é um imperador.

Que merda! Eu sempre me atrapalho pra falar...

Ouvi Diana falando sobre  uma frase de invocação.

- Diana... Como que fazemos a essência saber qual é a frase? É só pegar a cartinha, apontar e falar? - ficava pensativo - E podemos dar um nome para eles?





OFF: A gente tem controle total sobre eles?

Deidara-Sensei
Membro
Membro

Masculino Idade : 70
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : NAO É FALOU MALUCO, EU JURO


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Rush em Qui 18 Dez 2014 - 16:55

Eu apenas ficava observando a minha essência por um tempo, e logo depois eu me viro para Diana e Apolo. Ficava receoso pelo fato de já terem escolhido as equipes, e bem... Eu só aguardava.

Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Jogo Matrimonial

Mensagem por Mori em Qui 18 Dez 2014 - 16:55

OFF: Vocês total controle sobre sua Essência desde que sua mana não atinja 0 ou você aja de maneira não correspondente a sua arcana por muito tempo, also, todos vocês sabem o nome das suas Essências, a ana literalmente falou eles.

- Imperadorzinho, é só se concentrar, sua Essência vai saber o que fazer. - Apollo parece extremamente entediado com tudo aquilo.

Mori
Admin
Admin

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/07/2014

Frase pessoal : Ante up!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 30 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 17 ... 30  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum