Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Um outro ato. - Dangan Ronpa

Ir em baixo

Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por ana em Dom 7 Set 2014 - 20:04

ESSA FANFIC NÃO É SOBRE OS JOGOS E/OU ANIME DE DANGAN RONPA. Enfim, enfim, galerinha, cês se lembram daqueles rpgs de merda que duraram umas 50 paginas cada um? já se perguntou o que acontece depois daquelas maracutais? já pensou que loco se alguém tirasse tempo pra escrever essa bagaça? agora estamos aqui, prontos pro ataque e tudo mais. você não precisa ter acompanhado os rpgs pra entender a fic, eu vou fazer questão de deixar tudo o mais claro possível pro leitor padrão da pm. E É CLARO, vamos ter personagens novas!!! espero que gostem. 

essa fic n é só minha, ela foi idealizada pelo o incrivel grupo composto por ana, crow, juan, fabio e micro.

QUERO COMENTÁRIOS. SEUS [palavra censurada].

Estaremos disponíveis para responder quaisquer dúvidas sobre a fanfic. Porém, se você quiserem se aprofundar mais na história e universo dos rpgs, aqui vai o links com eles:




“Espero que a pureza continue em seus corações, pois está na hora de sairmos neste mundo para acharmos mais sobreviventes. Esse mundo precisa de nós. Nós somos o futuro da humanidade.”


Capítulo Um – "Nós somos os poucos."


Sala de Comando do “Quartel da Esperança”, quase cinco da tarde.


Com o telefone na mão, os outros dedos enrolados no fio, e uma expressão que vagava entre a preocupação e alegria, Azami Mori recebia uma noticia extraordinária. Nem tanto.  Mas era o melhor que podia se ter agora, não era?

- Quantos? – Mordeu o lábio inferior enquanto esperava uma resposta. – Cinco?! – A garota baixou os olhos e respirou fundo. – Certo, certo. Pode trazê-los para cá. Rápido. – Bateu o telefone no gancho, cruzando os braços, se dirigiu para o resto das pessoas na sala.

- O último mastermind morreu. – Algumas exclamações de surpresa foram ouvidas. – E, cinco estudantes saíram vivos. E tem esse tal de Zek... Não sei, não consigo confiar nele.

Mas quem respondeu foi Leon, o ex-agente e agora uma peça na luta pela a esperança. Ele tamborilava o tampo de uma mesa gasta com os dedos.
-Não vamos nos aproximar dele, então. É um cara estranho. – Bateu com a palma na mesa. – Mas, quando eles chegam?

- Zek disse que poderia demorar um pouco... Não sei dizer. – Azami respondeu.

Para a surpresa de todos, Kameko se pronunciou. Era uma situação comum ter o adivinho o sentando no chão do escritório principal, apenas ouvindo o que os “adultos” falavam e às vezes soltando algumas exclamações. Ele só queria ser útil, ou tentar pelo menos.
- Será que algum deles gosta de pokémon? – Soava com um tom até sério.

- Acho que não, filho. – Tarou respondeu, tentando segurar um riso que havia se espalhado pelos os presentes na sala. – Espero que eles estejam... Bem. Bem. – O riso parou e todos concordaram silenciosamente.

- Isso nós não podemos garantir. E nada disso aqui é bonito, vocês sabem. O que podemos fazer é garantir que eles, hm, não se tornem um deles. Isso seria horrível. – Disse Azami. Todos na sala concordaram com a cabeça e alguns suspiros. – Enfim! Ainda temos a esperança. – Azami posou os olhos na caveira que estava no centro da mesa. Tinha orelhas de coelho pregadas nela com grampos de grampeador e imitia um ar triste e fantasmagórico. – Você vai ver. – Se deixou cair numa cadeira velha que rangia.

- Isso tudo vai valer a pena, não vai? – Porém ninguém respondeu a pergunta de Tarou.

Entrada do “Quartel da Esperança”, agora às seis e meia, hora em que os sobreviventes chegaram.


Era a sua típica área industrial, uma entrada rústica feita em aço e metal perdida no meio de um campo devastado com algumas arvores e uma deprimente vegetação. Havia uma estrada talhada porcamente no chão de terra, que levava até a fábrica. A fábrica por sua vez era o que chamavam agora de “Quartel da Esperança”, um dos refúgios dos soldados que lutavam contra o desespero que havia se instalado no resto do Japão e talvez do mundo. Nada muito bonito, mas o suficiente para servir ao seu trabalho.
Paradas numa das paredes de fora da fábrica perto da porta de entrada principal e encostadas numa pichação que dizia em porcas letras que “O fim chegou. Vejo vocês no inferno”, estavam lá Violet Sprout e Azami.

Violet Sprout não estava no auge dos seus vinte e cinco anos, e na verdade, não haveria jeito dela estar. Era uma mulher de corpo bonito e uma personalidade tão ácida quanto o que ela já visto até ali. Tinha cabelos verdes bem desbotados e manchados com o seu marrom natural, e cruzava os braços. Ela costumava ser a super estudante nível músico de Ska, mas nada dera muito certo para ela. Só Azami. E isso lhe era o bastante, ela dizia.

- É o bastante. – Ela disse. – Esses merdinhas vão ter que gostar daqui, não se preocupe.

- Eu sei, eu sei. Mas, vai ser um choque pra eles. Você não entende, Violet. Todo esse lance de precisar matar seus amigos pra não morrer, não faz nada bem pra cabeça. – Azami respondeu.

Antigamente, Azami costumava dizer que seu pior inimigo eram caras machistas que se aproveitavam de garotinhas e pessoas ruins no geral, mas nos dias de hoje ela não podia dizer quem eram seus inimigos. Eram muitos. Agora com 19 anos, os dois últimos anos foram difíceis para ela. Seu cabelo era preto, muito diferente do antigo azul, ela tinha um bom motivo para usar um tapa olho e suas roupas não eram mais a mistura cor de rosa de antes, agora eram verde tipo clamufagem. Próprio para uma líder.

- Os tempos mudaram, minha flor. Nada disso daqui faz bem pra cabeça.  – Violet olhou para ela com um quê de carinho. Nada poderia ser mais precioso para ela do que Azami.

- Sim, mas... – A fala da ex-sukeban fora cortada por um clarão repentino. Ela piscou os olhos. O clarão se aproximava pela a feia estrada. Era um carro, não não, era um daqueles antigos camburões. Os estudantes, seriam? Tampou o clarão com um dos braços. – Eles chegaram.
Violet não respondeu. As duas deixaram de se encostar-se à parede e se postaram na frente do portão. Azami disse numa alta voz. – AQUI! Parem aqui.

O veículo deu uma parada busca e parou alguns metros do grande portão. O motorista de cabeços vermelhos quase vinho parou, esse era Zek, e abriu as portas do camburão. Cinco distintas figuras pularam do carro, se alongando e soltando alguns grunhidos.

- Aqui estão! Chegamos bem, não foi uma viagem muito...
- Não, não, eu não ligo para isso. – Violet o interrompeu e foi até o estudantes, sendo seguida uma Azami meio desconcertada. Zek esboçava uma réplica nos lábios, mas nada do que ele falasse iria fazer as duas garotas prestarem atenção nele.

O pequeno conjunto de estudantes, com diferentes silhuetas que se recortavam contra o o céu manchando de preto. Estavam meio amarrotados e sujos, além de um tanto incomuns, mas o que se esperar dos estudantes do Colégio da Esperança? Havia um rapaz alto e forte, de cabelos dourados arrumado numa trança bagunçada que imitia uma sensação de poder. Do seu lado, rindo bem mais do que seria aceitável naquela situação, um cara menor e menos forte com um ar quase doentio. Uma pequena garota de rosto doce e cabelos loiros, que parecia bastante confusa. Um outro cara quase tão alto quanto o loiro e mais forte que aquele que ria, um rosto bondoso e bagunçados cabelos castanhos. E por fim, uma garota que fedia  a urina e tinha grandes seios, de altura normal. Todos eles estavam vestidos com o mesmo uniforme, o que era um tanto estranho. O que aquele mastermind tinha em mente?

Quem se pronunciou primeiro foi o loiro de trança. Encheu o peito para falar, colocou uma mão atrás das costas e levantou a outra com o punho fechado. Aquele rapaz que ria tentou abafar a risada, mas era impossível. Os outros estudantes permaneceram onde estavam e não estranharam ele. Deveria ser algo, normal...?  – Queridas senhoras! Eu, o grande faraó Ptah, vim em paz!

- E eu, hahahaha, sou o nobre imperador, Moe Sanders. Haha. – Esse conseguia ser mais estranho que o outro. Respirou fundo e olhou para os lados. – Lugar bonito que vocês tem, hein?

- Olá? Vocês me parecem meio – Azami deu uma boa olhada naquela dupla. – Excêntricos. – Violet não sabia que emoção deveria expressar.
O outro moreno deu um passo à frente e sorrindo um pouco, meio que procurava limpar a primeira má impressão que seus colegas deram. – Oi. – Tossiu. – Eu sou White, me desculpe por eles. São boas pessoas.

Ptah deu um tapinha no ombro de White. – Obrigada, obrigada, White!

Uma vozinha fina se pronunciou. – Eu, sou W-Wana! – Sendo seguida por a última garota que faltava para se apresentar.
- Maya. – Acenou com a mão.

Azami cruzou os braços outra vez e sorriu. Eles poderiam ser loucos ou o que seja, mas pelo o visto a semente do desespero ainda não germinava dentro deles. Levantou uma sobrancelha e disse. – Eu sou Azami, então. Azami Mori. Vou ser a líder de vocês daqui pra frente.
- Líder? Bem, eu gostaria de informar que eu... Ptah. AU! – Antes que Ptah pudesse completar a frase, White lhe chutou a canela e disse bem baixo: “Joe, sem isso agora, por favor.” – Vai ser ótimo, querida senhorita.

A garota preferiu não comentar naquilo. Ptah lhe inspirava um sentimento estranho, mas nada que valasse a pena comentar naquele momento. – Ok então. Me sigam!

O grupo já ia andando, mas Violet notou que Zek preparava uma escapada rápida.  Apontou para ele. – EI! Você vem com a gente também, garotão.
E assim, Azami e Violet foram seguidas pelo o pequeno grupo. A líder falava enquanto eles andavam.

- Depois que fomos liberados do nosso “jogo”, foram tempos difíceis. Mas em dois anos conseguimos nos estabelecer. Temos nossa base, um grupo fixo aqui e vários outros espalhados pelo o Japão, incluindo um fornecedor de alimentos no interior. Mas ainda não conseguimos parar por completo com o desespero, mas algum dia. – Seus olhos brilharam. – ALGUM DIA! Enfim, vou lhe mostrar seus quartos e mais tarde vamos discutir o futuro de vocês, e vocês vão me contar tudo que sabem.  É o procedimento padrão, nada para se preocupar. Já confio em vocês.

O clangor das portas se abriram foi ensurdecedor.  – Bem vindos ao seu novo lar.


Última edição por pumpkin party em Dom 7 Set 2014 - 20:15, editado 1 vez(es)
avatar
ana
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por Corvin em Dom 7 Set 2014 - 20:10

Finalmente.
FINALMENTE!
Finalmente, pelo poder dos deuses, conseguimos.

Eu já dei tantos comentários, mas tantos, que nem cabem aqui.

Claro que a minha opinião é diferente da de vocês porque eu também fiz a fic, e é outra perspectiva.
MAS, pra quem acompanhou/participou dos RPG's de DR 1 e 2, isso aí vai ser bem legal.

Espero que gostem, pessoal, em nome da equipe.
Seus fo das.

________________

avatar
Corvin
Moderador
Moderador

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/11/2013

Frase pessoal : I'm gonna hold you like I'm saying goodbye.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por VamosSayParaComerKibe em Dom 7 Set 2014 - 20:40

Dr voltou e voltou com tudo
aleluia vou ter alguma coisa para fazer

espero que seja surpreendente igual os rpg's
avatar
VamosSayParaComerKibe
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 19/11/2013

Frase pessoal : soim andy play magiq!!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por Rush em Dom 7 Set 2014 - 20:42

Heeey! (:

Bem, eu não cheguei a acompanhar o RPG, mas pelo pouco que eu pude ver, os personagens foram incríveis e carismáticos. Incluindo um certo faraó pelo qual eu me apaixonei, sabe. Mas enfim, como eu não joguei os jogos, vi o anime ou nada do tipo, eu não conheço a história e nem nada, de qualquer forma...

Eu gostei bastante deste primeiro capítulo. Fiquei curioso a respeito de algumas coisas citadas, como o mastermind e a caveira com orelhas de coelho. Também gostei bastante das personagens. Azami parece ser uma líder severa mas bem gente boa, e parece ter um bom relacionamento com Violet, outra personagem que me interessou bastante.

Eu ri demais com o Kameko. Agora vamos ver no próximo capítulo de aqueles estudantes gostam de Pokémon. UAEHUAE'

Eu só encontrei três errinhos, que foram praticamente insignificantes, então nem vale a pena ficar citando aqui. A leitura foi ótima, você tem uma ótima escrita que prende a atenção e não é cansativa, além de detalhar muito bem.

Aguardarei o próximo capítulo! c:

Até mais.
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : Agora você não tem mais waifu!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por Black~ em Seg 8 Set 2014 - 18:51

Bom, vamos lá.

Eu nunca assisti o anime, nunca joguei os jogos e tampouco acompanhava os RPGs, mas como vocês disseram que dá pra entender sem nunca ter visto ou jogado, então eu vou acreditar. De começo, curti a fic, mesmo sem pegar muito a história, anyway.

Os personagens são um tanto quanto excêntricos. Mas curti todos, principalmente o faraó -q. Só uma dúvida: esses cinco estudantes são os mesmos do começo do capítulo, mas com outros nomes, ou são outras pessoas diferentes? -q.

Esse Kameko, pobre criança inocente -q. No meio de uma reunião séria perguntando se alguém gostava de pokémon huahua. Pelo visto ele vai ser o alívio cômico da fic.

Erros eu vi alguns, mas nada de mais.

Bom, vou aguardar pra ver e começar a entender melhor. É só e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por CalrosHenrique em Ter 9 Set 2014 - 20:59

Eu sou seu fã, continua com a fic amiga. Você é poderosa! Pisa nas recalcadas mesmo!
avatar
CalrosHenrique
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/02/2010

Frase pessoal : Lady lady love me cause I love to lay you lazy


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por lord sugar em Qui 11 Set 2014 - 12:13

CADÊ HATSUNA?!?!!?

Huashuasuhsauhsauhsauhasuhsauh

Ana, minha cara amiga, que ideia genial a sua, e do seu grupo, o retorno do dr... Não vou mentir eu tava com MUITA SAUDADE dos nossos personagens, vai ser phoda.

Para que jogou ou acompanhou o rpg isso daqui vai ser um clássico acho eu, você acompanhar seus personagem sem os interpretar vai ser estranho no começo e você com certeza vai duvidar se ele faria aquilo mesmo, acho eu.

Estou com expectativas sobre essa fic...
avatar
lord sugar
RPG Mod
RPG Mod

Masculino Idade : 15
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/11/2013

Frase pessoal : oi


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por Guilherme Totoli em Sex 12 Set 2014 - 20:30

Necessito comentar sobre essa fic.
Bem ela (o primeiro chapter pelo menos e.e) tá perfeita! A sua narrativa tá ficando ótema e a história parece que vai ter um excelente desenrolar. Pretendo acompanhar! E é lógico a Maya tá na fic. É... essa é a melhor parte. Cuide bem dela.
avatar
Guilherme Totoli
Membro
Membro

Masculino Idade : 27
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 21/08/2010


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por mrdeid em Dom 14 Set 2014 - 18:34

Ver algo que é fruto de um projeto seu, com uma mistura de fatores de outra pessoa é algo tão awn. Por mais que a fic tenha saído em uma caminhada diferentemente de como imaginava, ficou com uma saída boa, bem bolada.

Os personagens estão sendo fielmente interpretados, da mesma maneira como os autores descreviam suas falas e ações - Pikachu mitando com o garoto do picles [ROUBANDO A IDEIA DO PICLES, LADRÃO!] -, e isso é um fator bom.

Quanto a erros, vi alguns, mas não vão fazer diferença alguma, sendo que não estão totalmente incorretos. Apenas alguns pontos, erros de concordância, coisas normais que ocorrem quase o tempo todo.

Quanto a expectativas, não tenho nenhuma. Apenas desejo que isso não fique muito mais fictício do que já era. E também quero ver meus NPC's aí (Unko, Lee).
avatar
mrdeid
Membro
Membro

Masculino Idade : 72
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/01/2013

Frase pessoal : ata


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por ana em Qua 15 Out 2014 - 21:40

se eu me lembrar depois, eu respondo os comentários. obrigada pelo o apoio e vamo que vamo pessoal!!!! esse cap aqui é apenas UMA parte do 2 q eu decidi postar pra fic n ficar mt tempo sem att e voces acharem que parou, porque não parou. a esperança é inquebrável. depois eu posto o resto.

Capítulo Dois  – “É uma decisão nossa de viver rápido e morrer jovem.”


O encontro da turma de formandos era algo, no mínimo, chocante. Reunidos no refeitório, barra sala de reuniões gerais, os jovens uniriam suas versões de tragédias numa narrativa que era uma pobre versão dos épicos clássicos.

As paredes grossas e frias de metal prometiam uma segurança dura e ao mesmo tempo reconfortante. Eles estavam em volta de uma mesa retangular, que lembrava aquelas da antiga escola, jogados nas baratas cadeiras de plástico azul. Azami,sentada de uma forma respeitável em uma das duas pontas da mesa, estava um pouco apreensiva com o que estavam para conversar. Mas tudo bem, nada de muito ruim poderia acontecer, ela pensava enquanto ajeitava o tapa olho. Do lado esquerdo, a turma do primeiro “jogo” e mais algumas novas caras. Já no outro, os alunos novos. A diferença entre os dois lados chegava a até ser triste.

Antes que a troca de olhares se tornasse mais desconfortável, Azami se levantou, tossiu e começou a se pronunciar:

- Estamos aqui para nos conhecer. 
avatar
ana
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por Black~ em Qui 16 Out 2014 - 13:17

Bom, o capítulo foi curto, então não tem muito pra falar. Mas de toda forma, curti, com a Azami dando as boas vindas aos novatos, vamos ver como eles vão se sair com os veteranos e se muitas aventuras vão acontecer com essa turma da pesada -q.

É isso e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por Rush em Qui 16 Out 2014 - 13:56

Gostei do capítulo, mas ficou minúsculo. Embora ele tenha sido bom e detalhado, eu acho que você deixou os leitores com um gosto de "quero mais", digo isso pois foi o que eu senti. Enfim, não tem muito o que comentar, além do "quero mais".

Fiquei bem ansioso com tudo e um pouco decepcionado com o tamanho do capítulo, mas fazer o quê, né?

aguardo o próximo capitulo, espero que ele seja maior.

Até mais!
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : Agora você não tem mais waifu!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por ana em Qua 5 Nov 2014 - 16:45

valeu pelos comentários, E FINALMENTE 6 VAO PODER LER ESSA BOSTA AQUI. espero que gostem!!!


Capítulo Dois – “É uma decisão nossa de viver rápido e morrer jovem.”


O encontro da turma de formandos era algo, no mínimo, chocante. Reunidos no refeitório, barra sala de reuniões gerais, os jovens uniriam suas versões de tragédias numa narrativa que era uma pobre versão dos épicos clássicos.

As paredes grossas e frias de metal prometiam uma segurança dura e ao mesmo tempo reconfortante. Eles estavam em volta de uma mesa retangular, que lembrava aquelas da antiga escola, jogados nas baratas cadeiras de plástico azul. Azami, sentada de uma forma respeitável em uma das duas pontas da mesa, estava um pouco apreensiva com o que estavam para conversar. Mas tudo bem, nada de muito ruim poderia acontecer, ela pensava enquanto ajeitava o tapa olho. Do lado esquerdo, a turma do primeiro “jogo” e mais algumas novas caras. Já no outro, os alunos novos. A diferença entre os dois lados chegava a até ser triste.

Antes que a troca de olhares se tornasse mais desconfortável, Azami se levantou, tossiu e começou a se pronunciar:

- Estamos aqui para nos conhecer.  – Deu uma pequena pausa. – Eu sou Azami Mori. A líder desse grupo. Não temos nome, mas a nossa base se chama “Quartel da Esperança”. Antes de tudo também sou uma amiga. Não se esqueçam disso. Bem, eu e... - Rapidamente virou seu olhar para as pessoas a sua esquerda e voltou a falar. –... Parte das pessoas aqui, fomos a primeira “turma” de sobreviventes... Dos jogos. Faz dois anos. – Os jovens balançavam a cabeça afirmativamente.  – Desde então estamos lutando para as coisas sejam como antes. E que a esperança, a esperança verdadeira, substitua essa ideia nojenta de desespero! – Suspirou e ajeitou o tapa - olho. Os alunos novos olhavam para aquelas caras cansadas e crescidas antes do tempo com interesse e certa pena. O mesmo para o outro lado da mesa. 

 – Agora, vamos nos apresentar! Vocês primeiro, pessoal. – A ex-sukeban se sentou e virou o rosto para Violet, que estava logo a sua esquerda. Violet tinha seus cabelos tingidos de verde, mas se você perguntasse para ela onde ela arranja tinta e tempo para pintar o cabelo, tudo que você ouviria seria uma risada e um “cai fora”.

- Eu sou Violet Sprout. – A moça abriu um sorriso malicioso. – Ex- SHSL Música de Ska. Pra maioria de vocês só Sprout. Vocês não vão querer me conhecer mais do que isso. – Deu uma risada e tocou no ombro da pessoa do seu lado, uma garota magra e alta de cabelos castanhos, que usava óculos meio arranhados e tinha um porte nobre.

- Ora pois! Eu sou Hatsuna Kirimirim! Uma verdadeira cavaleira que está sempre a dispor de meus companheiros. – Ajeitou os óculos e sorriu de forma triunfante.  O clima de tensão meio que se dissipou um pouco, afinal quem se apresenta como cavaleira? Moe, aquele cara esquisito que ria de tudo, nem tentava segurar o riso, mas alguns olhares feios o fizeram parar. Porém ainda havia um sorriso torto em seu rosto.

Hatsuna não se abalou e continuou com sua pompa, a sua confiança havia aumentado depois daqueles dois anos. O silêncio se instalou na sala, pois o próximo a se apresentar, Kameko, não havia notado que era a sua vez de falar. Estava bastante concentrado no seu gameboy, de que alguma maneira sobreviveria aquele tempo todo sem muitos acidentes sérios. Hatsuna deu um pigarro e tentou lhe chamar atenção, sem sucesso. Por fim, depois de quase três minutos nisso, Kameko notou que as vozes, e que era sua vez. 

– Hmm... Hã... – Levantou os olhos da tela e olhou para os lados. – Eu sou Kameko. ... Vocês gostam de pokémon? – Tinha um quê infantil na voz. Mais risos segurados, e um riso escancarado de Moe. O garoto de cabelos negros suspirou e voltou sua atenção ao jogo.

A pessoa do seu lado, que era Leon, um rapaz forte de 19 anos e uma vontade inabalável, tentou voltar com o ritmo das apresentações e disse:

– Leon Clarkson. O melhor agente em quilômetros. Experiente, másculo e gostoso. - Pisca para Tarou, enquanto ri. - Desculpem, eu sou assim mesmo. Enfim, sejam bem-vindos.

– Esqueceu de falar que é gay. - Disse Kameko, numa tosse forçada.

Antes que Leon pudesse responder algo, Tarou se pronunciou:

– Filho, não te ensinei a ser preconceituoso, ensinei? Paga vinte. Agora.  - Disse, enquanto dava uma piscada de volta para o agente e um sorriso derretedor da Heterossexualidade alheia. O adivinho nem respondeu, apenas balançou a cabeça para os lados e voltou para seu jogo. Nada tinha acontecido. Tarou riu, mas tampando a boca com o punho.

- T-Tarou! – O agente sorria.

- Guardem isso para quando tiverem sozinhos. – A líder disse enquanto ria e olhava para Violet, que lhe piscou. – Quem ainda falta se apresentar?

Uma batida de palma no fundo da mesa e mais risadas. – Nós! – Duas vozes masculinas juntas, pertencentes a um par de moços. Um era negro e tinha um ar divertido no rosto, e outro era claro de olhos azuis sedutores.  – Eu sou Falcão. Eu costumava ser o SHSL Skatista, mas não é um talento que seja útil no apocalipse. Nada pessoal, caras. – Quem disse isso era o rapaz de pele escura, logo seguido pelo seu amigo.

- E eu sou Dean. Eu costumava fazer aqueles filmes de ação, sabe? – Imitou uma arma com um dedo. – Bang bang. Shsl Bad Boy. Ao seu dispor!

E por último, uma menina bonita de face curiosa e animada que não tirava seus olhos de White, por um motivo escondido nas sombras da animação.

- Bem, eu sou Claire. Nossa, vocês nunca me viram na TV, no cinema? Nunca? Argh, essas pessoas alienadas... - Colocou a mão na cabeça, "decepcionada".  - Bem, é um prazer conhecê-los. Espero que se divirtam aqui. Hihi! - Parou de falar antes que se pegasse gaguejando. Claire não poderia ser vista gaguejando.

O clima estava bem menos pesado e pelo menos por aquele momento as pessoas lá pareciam jovens, verdadeiros jovens e não as figuras do desespero que eram pra ser.

A líder de cabelos azuis levantou do seu lugar de novo e disse, numa voz animada até:

- Bem! Hora dos novos recrutas se apresentarem!

Houve uma troca de olhares nervosa entre os seis estudantes restantes. Até mesmo Ptah se sentia um pouco intimidado por aquele pessoal mais velho cheio de pompa e estilo. Mas, para a surpresa de ninguém, Moe se levantou e rindo, começou a se apresentar.

- Hahaha. Ora, ora! Quem sou eu? Moe Sanders! Hehehehe. Não é um prazer conhecê-los, mas é uma boa piada... – Ele olhava divertido para as outras pessoas do outro da mesa, meio que se divertindo e odiando ao mesmo tempo os olhares estranhos e cochichos daquela dupla besta que era Dean e Falcão.

Com um floreiro da mão direita, e uma aura de poder e um pouco de sonho, Ptah engatou na apresentação de Moe e disse:

- Para o prazer dos presentes... Ptah Shugeb Thot. O faraó, futuro faraó!  

- Wana! Eu sou Wana. Feliz em conhecer vocês! – Uma garota baixinha com um sorriso cativante e cabelos loiros.

Para o Prazer de Claire, White foi o próximo a se apresentar. Tinha um sorriso modesto e bonitos olhos castanhos. – Oi! Eu sou White. Espero que a gente se dê bem.

Por último, Zek já estava abrindo a boca para falar, sendo interrompido por Violet.

- O senhor, não precisa se apresentar. Já sabemos o bastante sobre você, hm? – Piscou de novo.

- Verdade, Violet. – Azami também piscou para ele. – Mas depois queremos conversar a fundo com você.

- Hehehehe, muito interessante, mas, quem são vocês mesmo? Há. O que foi aquele jogo todo? – Moe olhava direto nos olhos de Azami, de uma forma cínica. – Então?


Última edição por dork princess em Qua 5 Nov 2014 - 20:38, editado 2 vez(es)
avatar
ana
Moderador
Moderador

Feminino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 08/01/2011

Frase pessoal : ta dentro dos limites


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por Rush em Qua 5 Nov 2014 - 18:42

Ana c:


Gostei do capítulo. Tenho que admitir que havia ficado bem decepcionado com a primeira parte, mas fico feliz que você tenha completado. O capítulo, mesmo que curto, foi uma ótima introdução dos personagens. Como eu não acompanhei os RPGs passados, seria legal se os personagens resumissem os eventos importantes no decorrer dos capítulos.


O destaque pra mim foi o Moe. Sério, achei ele com uma cara de sádico irritante. Vindo de DR, eu imaginei ele com a língua pra fora, não sei porque. Também gostei do Kameko, mesmo ele não pagando 20. 


Fico curioso sobre o decorrer da fic, já que não existe nenhum objetivo primário aparente, além de sobreviver o apocalipse. E vindo de você, fiquei surpreso que o Ptah não tenha tido nenhum destaque - embora ele se ache superior, parece que ele fica na dele. 


E eu não sei porque, mas eu tenho a impressão de que ninguém leva a Hatsuna a sério. D: Sei lá, parece que geral fica com olhar de peixe morto enquanto ela ta falando alguma coisa. 


Aguardo o próximo capítulo, até mais! o/
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : Agora você não tem mais waifu!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por Corvin em Qua 5 Nov 2014 - 18:47

LEON CLARKSON O MELHOR AGENTE EM KM EXPERIENTE GOSTOSO E MÁSCULO.
Obra minha. Que orgulho.

Enfim, Ana, tá tudo lindo, cara, do jeito que a gente planejava. Meu Deus. Meus elogios pra essa Fic já se tornaram até enjoativos então paro aqui.

Amo vcs

________________

avatar
Corvin
Moderador
Moderador

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/11/2013

Frase pessoal : I'm gonna hold you like I'm saying goodbye.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por lord sugar em Qua 5 Nov 2014 - 19:40

Tinha mei oque falado com você pelo Skype e você me passou um pedaço do capitulo, meio que vai parecer repetitivo mas, A FIC TÁ MUITO BOA, MDS! Tudo bem formatado, bonitinho, ótima interpretação dos personagens, realmente está tudo MUITO fiel ao DR, e isso é lecal pra caramba, imagino o trabalho que deu de fazer isso sendo que os personagens não são seus...

Realmente tá tudo muito perfeito, e se fosse para eu falar alguma outra coisa seria só repetição do que eu já citei, enfim, boa sorte com a fic ^^
avatar
lord sugar
RPG Mod
RPG Mod

Masculino Idade : 15
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/11/2013

Frase pessoal : oi


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por laser queer em Sab 22 Nov 2014 - 17:31

@CalrosHenrique escreveu:Eu sou seu fã, continua com a fic amiga. Você é poderosa! Pisa nas recalcadas mesmo!
avatar
laser queer
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 16/12/2011

Frase pessoal : Freeze? I'm a robot, not a refrigerator.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um outro ato. - Dangan Ronpa

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum