Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Pokémon: Diamond, Pearl and Platinum Chronicles (Histories Of A Group Journey)

Ir em baixo

Pokémon: Diamond, Pearl and Platinum Chronicles (Histories Of A Group Journey)

Mensagem por Metronome em Dom 3 Ago 2014 - 1:21

Pokémon: Diamond, Pearl and Platinum Chronicles / Histories Of A Group Journey

Introdução: Há quase um mês, ou menos, eu tive uma ideia de fazer uma FF's de pontos de vista diferente. Espero que a minha humilde história tenha qualidade e lhes dê entretenimento para as horas vagas.
A história fala sobre Rachel, uma garota repleta de talentos que recusa a ideia de partir em qualquer tipo de jornada pela região de Sinnoh, ao mesmo tempo que no futuro também focará na vida de John, irmão maior de Rachel que é o tradicional Treinador Pokémon. E ainda terão mais pontos de vista.
Espero que se divirtam e identifiquem-se com os personagens e entendam o que eu quero passar, destruir essa ideia de clichê e não-clichê.Logo estarei postando resumos e guia de capítulos e atualizarei as abas de Personagens e Pokémons, que estão pouco preenchidas e vazias, respectivamente. Boa leitura à todos.
Observação: O Prólogo está grande, mas eu tentei colocar o básico e me esforcei para concentrar o que é importante para a leitura da FF. E pelo visto falhei em resumir tudo. Desculpem.

Personagens Principais:
Rachel: Uma garota inteligente e com potencial para vários tipos de arte, pintar, dançar, e até cantar (a propósito, sua atividade preferida). Rejeita qualquer tipo de jornada Pokémon por achar jornadas perigosas e desconfortáveis e deixa isso bem claro , até discutindo com seu irmão mais velho John às vezes pelo mesmo insistir em levá-la para uma aventura.
Características: Possui cabelos loiros lisos e longos, olhos verdes, tem a pele branca e sempre usa seus All-Stars especiais coloridos.


John: Irmão mais velho por dois anos de Rachel, desde pequeno admira as famosas batalhas Pokémon e sonha com uma jornada "clichê" almejando ser bem-sucedido. Meses após seu aniversário de dezesseis anos consegue que sua mãe, Hayley, pare de ser superprotetora e deixe que o adolescente saia pela região. Tenta convencer Rachel frequentemente à se interessar em Treinamento e Coordenação de Pokémons, sem sucesso. Perturba sua irmã ainda mais depois de programar sua jornada.
Características: Apresenta cabelos lisos curtos e encaracolados. Possui olhos verdes porém mais "apagados" do que os da irmã.


Personagens Secundários:
Hayley: Mãe de Rachel e John, superprotetora às vezes porém uma boa ouvinte e geralmente uma pessoa relaxada. Os filhos poucos sabem de seu passado, porém sabem que ela foi uma grande Coordenadora Pokémon e ganhou bastante dinheiro com isso, o suficiente para sustentar os dois filhos com o auxílio do pai, Mark.
Características: Têm cabelos curtos ruivos, à altura do ombro. Sua face é linda, e mesmo sem o mínimo capricho a mulher parece naturalmente linda, como um anjo. Possui olhos verdes brilhantes.
Mark: Pai de Rachel e John, estressado e rabugento raramente, mas na maioria das vezes, uma boa pessoa. Trabalha na produção de Concursos Pokémon em diversas cidades, viajando frequentemente, mas as viagens não costumam durar muito.
Características: Têm cabelos lisos, curtos e espetados loiros. Porta olhos azuis claríssimos.

Prólogo

Narração: Rachel

------------------------------------------JUBILIFE, 8 DA MANHÃ---------------------------


“Que dia lindo!” – Uma típica frase clichê.

É claro, tudo está muito bem, os pássaros cantam, o Sol brilha forte no céu completamente sem nuvens e as pessoas passam pelas ruas cumprindo seus afazeres diários.

O problema é que na verdade nunca está. Acordo de meu relaxante sono pelos cantos esganiçados e desafinados de Pokémons conhecidos como Starly. Os raios de Sol quentes e fortes entram pelas aberturas das janelas me fazendo soar de baixo do cobertor. Uau, que dia perfeito.
Levanto-me da cama e corro até a janela. Pego a primeira coisa que vejo na frente e lanço-a contra o ninho dos pássaros a cantar, que cai no chão assustando os mesmos e os fazendo voar para longe.

-Bem melhor. - Caminho em direção à minha cama quando percebo uma PokéBall jogada no chão. É Betty, minha grande amiga da espécie Ralts. –Hora de sair.
Aperto o botão de centro do objeto, materializando um Pokémon com um pequeno “vestido” branco, e com uma cabeça verde com triângulos vermelhos.

Betty é minha companheira de todas as horas depois de minha mãe, meu pai que está em Hearthome em viagem e meu irmão John, que vai sair em uma jornada para ser um Mestre Pokémon hoje. Bem, você deve estar pensando que eu e Betty somos duas bobocas loucas pra sair rumo ao desconhecido com um monte de estranhos, sozinhas. Mas não, a nossa única aventura é sair todos os dias à noite, depois da escola para cantar em um restaurante por dinheiro. Não que minha família precise, temos bastante dinheiro de herança da família, porém, quando eu decidi contar para ela de que queria ser uma cantora de sucesso e formar uma banda com uma Pokémon ela me mandou arrumar meu próprio dinheiro e seguir em frente.

-Ralts! – No meio de meus devaneios a pequena puxa a minha calça me “acordando”. Ela sorri para mim. Consigo ver exatamente o que ela quer pela sua face. Treinar. Produzo uma batida incessante com o pé direito no chão enquanto Betty corre até uma mini-bateria localizada no canto esquerdo do quarto. Ela levita várias baquetas e por fim, começamos.

Eu me sinto relaxada soltando minha voz, cantando um Jazz suave enquanto a bateria reproduz ritmos com perfeita sincronia.  Até ouso esquecer-me de minha mãe e meu irmão dormindo e canto mais alto, fazendo os mesmos acordarem e irem até meu quarto, e por lá eles ficam, admirando minha voz. Quando eu acabo, minha mãe aplaude e meu irmão pergunta:

-Que música é essa?

-Rehab, Amy Winehouse. – Respondo, sorrindo. Ralts corre e me abraça.

-Legal, agora vamos tomar café. – Minha mãe fala e nós seguimos para a cozinha, aguardando o preparo da comida.

-Então, Rachel, você não quer seguir uma jornada? – Já na mesa, John como sempre vem com esse papo de jornada Pokémon para cima de mim.
-Não gosto disso. Não quero ficar andando pelo mato desprotegida. Aliás, você tirou licença para viajar por aí e se afastar da escola. Eu, não. E eu tenho o passeio até o Verity Lakefront. Em falar nisso, tenho que me arrumar. Mãe, vai logo com as panquecas!


...


------------------------------------------JUBILIFE, 9:30 DA MANHÃ---------------------------


Estou me arrumando em meu quarto, penteando meus cabelos loiros e lisos. Observo pelo espelho da penteadeira meus olhos verdes que se assemelham aos de um gato. Visto uma touca branca que meu irmão apelidou de “touca-de-Smurf”, por parecer com as dos personagens do desenho. Por não haver uniforme da escola, visto uma calça jeans e um suéter marrom claro.  

-Linda como sempre, senhorita Rachel Lancaster. – Minha mãe sorri para mim na porta do quarto. Coro, envergonhada.

-Obrigada, mamãe.

-Toma cuidado com as ruínas, hein?

-Ok. Vai ser divertido explorar. –Sempre fui apaixonada por arqueologia e mistérios, eu acho tão divertido. Era tão legal explorar o desconhecido.  

E quem diria que eu estava prestes a explorar mais o que eu achava conhecido. Muitas pessoas dizem que por eu ter seguido uma jornada semelhante à de
Treinadores e Coordenadores Pokémon (mesmo antes odiando tais classes) minha jornada foi clichê...
Bem, eu realmente queria ter tido uma jornada clichê.


Última edição por Metronome em Dom 10 Ago 2014 - 15:04, editado 2 vez(es)
avatar
Metronome
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/08/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: Diamond, Pearl and Platinum Chronicles (Histories Of A Group Journey)

Mensagem por Makos em Dom 3 Ago 2014 - 2:02

Gostei! Por favor, continue c:

Posso dar uma dica? Depois do travessão para indicar falas de personagens, vem espaço.
Yeah, quero o próximo capítulo
avatar
Makos
Membro
Membro

Masculino Idade : 16
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 28/07/2014

Frase pessoal : Pansar um nombosta


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: Diamond, Pearl and Platinum Chronicles (Histories Of A Group Journey)

Mensagem por Sir. Blue em Dom 3 Ago 2014 - 9:55

E aí, Metronome? o/

Gostei da história de sua fanfiction. Uma menina prodígio que foge dos padrões de protagonistas clichês, mas com um irmão que se adéqua ao tipo. Achei interessante ela ter vários talentos, principalmente por ser cantora e como acho difícil ver elementos de música em fanfictions, principalmente nas de Pokémon, gostaria de ver como isso vai ser explorado.

Gostei também da Rachel ter um Ralts, pois é um dos meus pokés preferidos e a fanfiction se passar em Sinnoh é interessante também, já que não existem muitas histórias que abordam esse continente.

Sobre erros vi alguns, mas nada que realmente atrapalhasse a leitura. Só repetiria o conselho já dado pelo Makso: o de dar espaço após travessões.

Enfim, vou acompanhar. Até o primeiro capítulo o/
avatar
Sir. Blue
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 06/03/2012

Frase pessoal : Nada a dizer xD


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: Diamond, Pearl and Platinum Chronicles (Histories Of A Group Journey)

Mensagem por xKai em Dom 3 Ago 2014 - 10:02

Adorarei '-'

Vários aspectos em sua fic foram de grande originalidade e ao mesmo tempo, eu diria que talento também. Já é bem raro alguém fazer uma fic cuja tenha UMA protagonista, eu não gosto muito dessa fonte que você usa, mas isso é do pessoal de cada um e não interfere em nada, eu só comento sobre os erros quando eles são bárbaros, quando acontecem poucos eu dificilmente falo sobre eles, já que isso tira um pouco a bela do comentário.


Por favor não pare, o tipo de narração que você usa é muito interessante e quase nunca usado em fics de pokémon, quero ver o desenrolar desta história então surpreenda-nos ainda mais no próximo capítulo. Esta é sua primeira fic aqui no fórum?

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: Diamond, Pearl and Platinum Chronicles (Histories Of A Group Journey)

Mensagem por Black~ em Seg 4 Ago 2014 - 14:45

Bom, vamos lá.

Achei a história bem interessante. É realmente algo raro de se ver um protagonista mulher, mas mesmo quando se tem, geralmente é uma garota que quer ser treinadora/coordenadora. Mas a sua não, ela só gosta de cantar mesmo e vai cantar pra ganhar dinheiro, achei bacana.

É interessante ver que o irmão dela é um fanático por batalhas e que quer fazer com que a irmã vá em jornada junto com ele de qualquer jeito, de uma certa forma insistindo para que ela tome gosto pelas batalhas também, achei isso bem interessante.

Esse final que eu achei que ficou bem misterioso. Tipo, a menina diz que todo mundo disse que ela teve uma jornada clichê, mas ela nega alegando que queria ter uma jornada clichê. Isso meio que deixou instigado a saber o que vai acontecer.

Erros devo ter visto um ou outro, mas nada de mais.

É só e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: Diamond, Pearl and Platinum Chronicles (Histories Of A Group Journey)

Mensagem por Metronome em Qui 7 Ago 2014 - 22:32

Makso:
Obrigado por gostar! E pretendo continuar por muito tempo, hehe.

Segui a dica neste capítulo, espero não ter errado um ou outro. Se eu errei, fique tranquilo, eu ainda estou me adaptando à regra.

Abraços e acompanhe a FF Smile.
Sir. Blue:
Oi, Blue!

Que bom que gostou da história, eu quis dar uma inovada mas não fugir completamente. Entende(provavelmente não)? Eu vou explorar bem isso de arte e em Pokémon, e acho que ela vai gostar muito de tudo no Mundo Pokémon, pois tudo é arte, sabe?

Também gosto de Ralts, toca aqui o/! E também adoro Sinnoh.

Enfim, como falei na resposta ao Makso reproduzi a dica no primeiro capítulos.

Obrigado por acompanhar, abraços!
xKai:
Que bom que vai adorar, obrigado pelos elogios! Sim, eu percebo que ninguém gosta de usar garotas como protagonista, é claro que a Rachel, eu querendo ou não sempre será a mais protagonista mas a minha ideia é fazer a FF de modo que pareça ter vários ao mesmo tempo, não um em especial, ou mais importante, sabe? Fica tranquilo pra fazer uma crítica aos erros e em cada personagem será uma fonte diferente.

Não pretendo parar, tentarei surpreender e não, não é a primeira, já cheguei a escrever "A Jornada de Johto" mas ela não foi muito bem recebida e popular e me desanimou para continuar a escrever, porém se tudo der certo eu continuarei esta. Abraços e acompanhe a FF Smile.

Black~:
Oi, Black! Estou feliz por comentar na minha FF!

É raro mesmo ver uma protagonista mulher, e quando é, geralmente é Coordenadora ou Treinadora. A minha tem mais gosto por isso, mas não quer dizer que ela não explore outros horizontes.

Como eu acho que mencionei, a ideia era ter vários pontos de vista diferentes incluindo a forma que Rachel vê uma jornada e como a que John vê. Em breve mostrarei mais disso.

A ideia do final era essa mesma, que bom que gostou xd.

Muito obrigado por comentar, acompanhe a fic, abraços.

Observações: Antes do capítulo, gostaria de agradecer a quem leu e comentou, vocês são demais, sério!
Também gostaria de avisar que o capítulo saiu meio sem graça, sei lá... Mas enfim, é necessário pois irá explicar o começo do próximo capítulo repleto de aventura, ação, mistério (pelo menos eu espero). Então, leiam isso como se fosse um Prólogo 2 ou Aquela Parte Chata Que Fica Depois Do Prólogo E No Início Do Primeiro Capítulo.
Os capítulos 1 e 2 serão a Parte 1 e Parte 2 do começo da FF. Mas contarão como dois capítulos. Boa leitura.


Capítulo 1: Início das Crônicas de Diamante, Parte 1

Narração: Rachel


------------------------------------------JUBILIFE, 10 DA MANHÃ---------------------------


Estou sentada na sala esperando o ônibus que me levará até o Verity Lakefront, ansiosa.

Betty assiste televisão ao meu lado, com uma flor roxa em sua cabeça, e sobre seu “vestido” branco que faz parte de seu corpo a Pokémon veste outro vestido pequeno e azul-claro, brilhante e feito sob medida.

- Ei, baixinha. Preciso te contar algo. - John para de ler uma revista sobre Pokémons e se vira para mim. – Talvez quando você chegue...

Antes de meu irmão tomar coragem para falar eu já percebo o que ele quer dizer. Apesar de eu perder a paciência com John constantemente nós somos muito unidos, afinal, somos uma família e é assim que deve ser. Ou deveria, já que meu pai não está aqui e vai demorar pra estar.

Eu penso como deve ser difícil para minha mãe deixar seu filho ir embora por um ano ou mais para uma jornada perigosa. Como deve ser difícil ver meu irmão esquecendo-se da gente. Como seria difícil se eu também fosse embora. Será que eu não gosto de jornadas pensando nas dificuldades que eu terei ou não gosto pensando na solidão da minha mãe?

Todos esses pensamentos são interrompidos pela buzina alta de um ônibus que faz John completar sua fala.

- ... - Ele respira fundo e completa. – Eu não esteja mais aqui. Talvez quando você chegue eu já tenha partido.

Minha mãe olha para mim da cozinha, mas depois vira-se para o teto tentando disfarçar. Vendo que não consegue, corre até mim e me dá um forte abraço, sussurrando:

- Rachel, olha... Eu sei que você não quer me deixar aqui... Mas depende da sua felicidade. Não quero que você se prenda aqui por mim. Eu já completei minha jornada. Complete a sua.

- Mãe... Eu não quero ir pra jornada nenhuma! Entenda isso, por favor! Eu vou indo. Tchau para vocês.

Cansada de tudo aquilo, aponto a PokéBall de minha mão para Ralts, a recolhendo. Viro-me para a porta destrancada do apartamento e sigo até lá. Tudo que ouço antes de bater a porta com força é um tímido “Tchau” de John.

Corro pelas escadas até bater de cara com uma figura conhecida. Alex, meu colega de turma e vizinho.

- Ai! Desculpe, eu estava... Ah, oi, Alex.

- Olá. O passeio vai ser divertido, espero. – Ele fala enquanto segue em direção ao elevador, o acompanho.

- É... Eu gosto de visitar esses lugares.

- Credo, você gosta mesmo de visitar esses lugares fedorentos e úmidos? Eu só quero ir pois poderei fazer um ritual. Pretendo convocar meu grande mestre Giratina! – Ele começa a recitar coisas em latim olhando para o teto em frente ao elevador, parando quando o mesmo abre.

- Como você consegue gostar dessas coisas? – Pergunto, assustada.

- Me dará mais frutos que qualquer deus do bem. Eu vendi meu corpo e alma para Giratina e recebi a perfeição em troca.

Pela sua aparência, ele realmente parecia perfeito. Possuía atualmente (pois trocava a cor com frequência) cabelos loiros e encaracolados, parecendo um anjo.  Seus óculos grandes e quadrados deixavam seu rosto gordo melhor e mais bonito, de uma forma impressionante.

Finalmente o elevador chega ao primeiro andar e saímos indo ao ônibus. O motorista, estressado, nos dá uma bronca pela demora e antes de eu me dirigir ao fundo do veículo, Alex grita:

-Lembre-se, Rachel! Converta-se ao Giratinismo e seja feliz! A felicidade está na escuridão!

Reviro meus olhos para o garoto em uma expressão de nojo. Procuro um lugar confortável perto de pessoas legais e me sento ao lado de Corey Gahbert e Cassidy Wolliston, meus melhores amigos da escola.

- Alex te perturbando como sempre? – Cassidy dá uns risinhos.

Corey está com sua face na janela do ônibus e observa todo o local passado. Ao perceber a minha chegada sussurra um “oi”.

- Estou animada para as ruínas. – Tento começar um diálogo.

- Eu não. Dizem que é só uma caverna vazia que um Pokémon diferente já habitou. Não deve ter nada a mais de interessante. – Cassidy diz.

- Será? – Corey indaga.


...


O ônibus nos deixa no Verity Lakefront e saímos. É tudo muito bonito. As árvores, a vegetação, os Pokémons, porém venta muito. Os Professores decidem explorar mais e chegam a entrar no Lake Verity.

A caverna fica no meio do mar e os Instrutores especializados em passeios para o local tratam de usar seus Pokémons para improvisar uma ponte de gelo com barras de apoio.

Todos ficam parados em seus lugares e até mesmo os Professores não querem ser os primeiros. Mas o desejo de descobrir coisas novas me domina e eu me arrasto até a ponte e deslizo até a entrada da caverna, onde os Instrutores estão me esperando. Cassidy e Corey tentam me apoiar e seguem-me, fazendo todos os outros se movimentarem.

A caverna é longa e úmida e aparentemente não existe nada de interessante, exceto umas ruínas em uma língua estranha. Após alguns minutos de explicação do Instrutor, me lembro. Pode ser latim. Passo esbarrando pelas pessoas até me aproximar de Alex.

- Pode me ajudar traduzindo algumas coisas do latim?

- Não.

- Posso te emprestar algumas velas e giz de cera preto.  

- Combinado. – Voltamos para as letras gigantes, o loiro se concentra e recita o que parece ser um depoimento:

“Há muito tempo, os homens vinham a essa caverna para aprender com as três criaturas, musas inspiradoras.”

“Porém, alguns humanos repletos de cobiça e desejo de descobrir mais do que deveriam e obter riquezas tentaram explorar a caverna na noite, onde as criaturas descansavam.”

“Tentaram de vários jeitos alcançar lugares da caverna que achavam que existiam, esperando encontrar passagens secretas que levavam ao compartimento da sabedoria dos deuses, sem sucesso.”

“Gerações se passaram e ao finalmente descobrir a traição dos humanos os puniram com a imperfeição, as emoções negativas e más atitudes.”

“Giratina, se aproveitando da fúria dos humanos por não ter obtido o artefato que lhes daria o supremo conhecimento, conhecido como o Diário do Universo, enviou uma proposta pelas suas criaturas.”

“Iria ensinar-lhes o caminho do Livro contanto que louvassem ao Pokémon, o amassem incondicionalmente e ao conhecer os segredos de outras dimensões, libertassem o próprio do Mundo da Distorção.”

“Muitos humanos aceitaram e cópias dos mapas eram produzidas pelos mais belos desenhistas, porém todas essas cópias foram misteriosamente perdidas e apenas os mais inteligentes conhecem o caminho para o Diário do Universo...”.

Alex termina de ler a inscrição e tanto eu quanto ele acordamos de um transe, nem ao menos percebendo que todos os olhos curiosos das pessoas estão focados em nós.
Pergunto-me se é coincidência, azar, destino ou fruto de algum deus irritado comigo após a primeira e gigante pedra cair perto da entrada.
avatar
Metronome
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/08/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: Diamond, Pearl and Platinum Chronicles (Histories Of A Group Journey)

Mensagem por Makos em Sex 8 Ago 2014 - 14:03

Nossa.
Sem palavras do que dizer desse capítulo.
O negócio da Giratina realmente me deixou com mais humor hueheuehuhe

Foi legal o capítulo.
Não entendi o que você quis nos dizer no final, então aguardo o próximo capítulo.
Tem algum dia marcado ou previsão para sair o capítulo?
avatar
Makos
Membro
Membro

Masculino Idade : 16
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 28/07/2014

Frase pessoal : Pansar um nombosta


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: Diamond, Pearl and Platinum Chronicles (Histories Of A Group Journey)

Mensagem por Black~ em Dom 10 Ago 2014 - 16:05

Bom, vamos lá.

O capítulo ficou interessante. Ele estava meio sem sal, como você disse, mas o final foi bem louco e misterioso. Mas mesmo sendo "sem sal", apresentou novos personagens. Na verdade apresentou praticamente só o Alex, que teve um certo destaque nesse capítulo.

Esse final foi bem misterioso, eu hein. Eles tão vendo coisas de deuses e do nada uma pedra cai na porta. Ao que me parece, eles ficaram presos na caverna, ou talvez só pareça, mas como uma pedra grande caiu. Mas de qualquer forma é bem sinistro isso aí.

Cara, esse Alex é loucão, ele foi mais um alívio cômico no começo mesmo, o cara todo fumadão, esse negócio do Giratina e tals, e ainda troca informação por vela e giz preto, lol. Mas depois daquele negócio lá do latim e da carta, não sei, parece que ele será importante na história.

Erros devo ter visto um ou outro, mas nada de mais.

É só e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: Diamond, Pearl and Platinum Chronicles (Histories Of A Group Journey)

Mensagem por -Murilo em Seg 1 Set 2014 - 21:01

Olá! A sua fic é muito interessante porque têm várias coisas incomuns. Pra começar uma garota né, não muito comum. E ela ainda não quer sair em jornada, como assim! Os pais que são tão famosos nesse meio devem pensar "onde erramos com essa menina?" rsrsr. A Rachel (não gosto muito desse nome assim com CH, sempre leio Raxel haha) parece ser uma personagem de personalidade forte, já que ela não tem medo de dizer que não gosta de jornadas e corre atrás do que realmente lhe interessa, no caso cantar. Isso também é outra coisa incomum, que é uma personagem que canta. Você está de parabéns por tudo isso. Como você mesmo disse, por enquanto ainda só estamos conhecendo personagens, então não têm grandes acontecimentos. Mas algo me diz que uma coisa grandiosa vai acontecer. Sempre que eu vejo uma história que envolve lendas antigas e pokémons lendários, eu sempre imagino coisas grandes, tipo um apocalipse, o protagonista tendo que salvar o mundo e tal. Não sei se sua fic será assim, mas só o fato de ter a participação de Giratina, um poké tão poderoso, já me deixa instigado. De mais, acho que está tudo ok. Seu modo de escrever é fuido, dá pra entender tudo direitinho. Boa sorte na sua fic e até!
avatar
-Murilo
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/03/2011

Frase pessoal : Pq ñ podemos fugir da realidade se ela é uma droga


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: Diamond, Pearl and Platinum Chronicles (Histories Of A Group Journey)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum