Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Por favor, não perca mais tempo, inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobres todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Aguardo.
Feliz Natal e Ano novo!

Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tendo a mesma oportunidade de Cristine em ser o primeiro a escolher seu pokémon inicial no laboratorio do Profº Carvalho, como treinador iniciante qual seria sua ecolha?

22% 22% 
[ 2 ]
67% 67% 
[ 6 ]
11% 11% 
[ 1 ]
 
Total dos votos : 9

Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por Andersonlow em Sex 13 Set 2013 - 1:22

Pokémon Ex Chronos: Rumo Ao Desconhecido

Índice
Capítulo 1: Escolhas x Rivalidades x Promessas
Capítulo 2: Unidos Pelo Destino - Parte 1
Capítulo 3: Unidos Pelo Destino - Parte 2
Capítulo 4: Perigos na Floresta de Viridiana: Encontros x Perseguições x Desencontros
Capítulo 5: O Desabrochar da Titania Sakura Heartfilia.
Capítulo 6: O Podero Gym de Sable! Um Desafio Chamado Victoria(Próximo Lançamento)



LEGENDA ÍNDICE E DO TEXTO:

*Índice Escritos Em:
Cinza = Episódios Já Lançados
Preto = Episódios Ainda Não Lançados (Prévias de próximos Epísódios)
Verde =Epísódios Especiais ou Comemorativos.

*Texto Fanfic:

Negrito: são textos que indicam uso das informações da pokédex ou pokéagenda.
Grifados em Azul: Indica nome dos ataques ultilizados pelos pokémons.
Grifados em Verde: Indica as habilidades especiais que são usadas durante os episódios.

Biografia dos Personagens Principais:

Nome: Cristine Mikasa
Idade: 10 anos.
Cidade Origem: Pallet (Região de Kanto)
Jornada: Disputa de Ginásios.
Biografia:
Natural da cidade de Pallet, Cristine é uma jovem garota 10 anos  acostumada a viver em meio aos pokémons, desde pequena seu sonho sempre foi tornar-se a grande campeã da Copa Mundial Pokémon, mas para que esse sonho se torne realidade, ela ainda terá uma longa jornada pela frente para percorrer.
Pokémons em sua Equipe Atual:


Nome: Bradley Irwin
Idade: 10 anos
Cidade Origem: Pallet (Região de Kanto)
Jornada: Ainda Não se Sabe.
Biografia:
Mais um figurante vindo da pequena Pallet, este é Bradley, um jovem garoto que sonha em um dia torna-se um grande treinador pokémon. Desde pequeno Bradley sempre sonhou em se tornar um "mestre pokémon do tipo planta", sua paixão ardente transcendem as barreiras de qualquer outro elemento, sua personalidade ,esquentada e fervente favorecem esse garoto a sempre entrar em uma confusão.
Pokémons em sua Equipe Atual:


Personagens Secundários:



Nome: Sakura Heartfilia
Idade: 
12 anos

Cidade Origem:
Cidade Sable (Região de Kanto)

Jornada:
Coordenadora

Biografia:

 Esta jovem treinadora sonha em um dia se tornar uma Coordenadora Pokémon, filha da líder de ginásio da Cidade de Sable Victoria, fugiu de casa para viver seu sonho. Desde pequena, Sakura foi criada e treinada pelo melhores professores e treinadores da região, para substituir um dia a mãe, mas nunca havia sido questionada no que realmente queria se tornar.

 Sentindo-se pressionada a garota, fugiu em busca de realizar seu sonho de ser Coordenadora Pokémon ao lado de sua Janine, uma linda Vulpix de quem é inseparável. Sakura tem uma mania de por "nomes" afetivos em seus pokémons, tornando assim mais forte o laço entre ela e seus pokémons. Não possui um tipo especifico de Pokémon, já que sua principal filosofia diz que: "O verdadeiro tipo forte de Pokémon, é aquele que esta ligado ao treinador"
Pokémons Em Sua Equipe Atual:


Rivais de Gym:


Nome: Mike Zackary
Idade: 10 anos
Cidade Origem: Startup (Região de Seigen)
Jornada: Disputa de Ginásios
Biografia:
Este é Mike Zackary, irmão mais novo da grande campeã pokemon Marley, é um treinador arrogante, orgulhoso e nunca aceita pokémons fracos em sua equipe, sua filosofia de jornada diz que para um dia se tornar melhor que sua irmã, ele deve obter poder cortando todos os laços de amor e amizade que obteve em toda sua vida. Zack como é carinhosamente chamado pela irmã, não possui qualquer indício de ser um ser humano com coração, se obtiver um pokémon e o mesmo se mostrar fraco ou até mesmo perder uma batalha, logo ele o abandona.
Pokémons Em Sua Equipe Atual:




Nome: Steven
Idade: 10 anos
Cidade Origem: Mossdeep (Região de Hoenn)
Jornada: Disputa de Gym
Biografia:
 
Irmão mais novo de Sophia, Steven nasceu as sobras da irmã que sempre o defendeu e sempre o ajudou no era preciso, desde pequeno seu amor era incondicional pelos pokémons e aos 10 anos decidiu seguir a irmã em sua jornada pela região de Kanto. Chegando em Kanto, Steven ficou sabendo da Liga Pokémon do Plateau Índigo e decidiu disputar os Gym, alem disso ganhou adversários incodiconáis como Zack e Cristine.
 
 Seu primeiro pokemon foi um Castform dado pelo seu pai, alem disso possui um temperamento explosivo, determinado, e sempre desafia a qualquer treinador pokémon que cruze o seu caminho.
Pokémons em Sua Equipe Atual:

Coordenadores Rivais:




Nome: Sophia Kagamine
Idade: 14 anos
Cidade de Origem: Mossdeep (Região de Hoenn)
Jornada:
Coordenadora Pokémon.
Biografia:
Sophia é do tipo de garoto perfeita, linda, simpática, alegre, porém um tanto "azarada" no sentido literal da palavra. Esta garota vem da Cidade de Mossdeep na região de Hoenn, onde Sophia iniciou sua jornada para ser tornar um grande Coordenadora. Desde pequena este sempre foi seu sonho, e ao completar 10 anos recebeu de seu pai seu primeiro pokémon, um lindo Munchlax com quem tem sérios problemas de: "comida" e "sonolência".
 
Sophia decidiu disputar o famoso Torneio de Top Cordenadores na região de Kanto, preferido não escolher os torneios de sua região, e foi lá que conheceu Cristine e companhia. decidiu treinar e especialisar em pokémons do tipo normal, já que estes possuem grande facilidade de aprender golpes de todos os tipos, alem disso, ela usa apenas pokébolas frutos para capturar pokémons selvagens.
Pokémons em sua Equipe Atual:

Novos Líderes de Ginásio de Kanto e Membros de Elite Desconhecidos:


Olá Pessoal, assim como no anime pokémon, as informações vazão e nos ajudam a se orientar, no logo da fanfic é mostrado 4 novas insígnias que apareceram no anime da 1ª temporada de pokémon, porém não fizeram parte da jornada de Ash não é verdade? Estamos acostumados a ver todas as Fanfic's de jornadas por Kanto repetindo os mesmos lideres de ginásio não é verdade? (Brock - Misty - Surge - Érika - Sabrina -Koga - Blaine e Giovanni) Mas resolvi inovar e substituir os ginásio de Fuschia, Saffron, Viridiana, e uma outra que não informarei (de propósito para causar curiosidade) alem de algumas surpresas nos desafios que estão por vir, já que seguir os mesmos passos de Ash pelos ginásios seria muito clichê e repetitivo, assim saberíamos os desafios, os pokémons que a serem enfrentados e é chato isso! Por isso adicionei 4 novos desafios para dar a você leitor mais emoção e menos Clichê então para você não se perder e deixar um gostinho de água na boca, abaixo estão todas as informações dos lideres tais como cidades, insígnias, tipos de pokémons que usa e..... mas nem tudo são flores néh? os pokémons serão surpresa, terão que acompanhar a fanfic para saber.
(As cidades e suas informações são baseadas no anime ou seja são reais, já as insígnias, os ginásios, seus lideres e tipos de pokémons NÃO!)

Ginásio de Crisântemo

Nome: Audrey e Kathryn
Insígnia: Calda de Escorpião.
Cidade: Ilha Crisântemo

Biografia:
 Quando o anuncio que a Ilha Crisântemo passaria a ter um ginásio da liga pokémon foi feito, o Sr. Goodshow decidiu apostar no sucesso dessas duas jovens treinadoras. Audrey e Kathryn foram levadas pelo seu irmão Rafe para a Battle Tower ainda jovens e foi lá que ambas conheceram o Sr. Charles Goodshow, presidente da liga pokémon, e ao mostrarem que em equipe possuíam um grande potencial, as garotas foram convidadas a tomarem o posto de lideres do recem construido ginásio de Crisântemo.

 Audrey e Kathlyn decidiram especializar-se em treinar pokémons tipo inseto/Veneno e suas batalhas são feitas no sistema 2x2 o que as tornam verdadeiros desafios para os treinadores em Kanto.
Pokémon de Audrey:

???????????????????
Pokémon de Kathryn:
???????????????????

Ginásio Cremine


Nome: Bridgette
Insígnia: Lacrima da Tempestade.
Cidade: Cidade Cremine

Localisação: Pŕoximo as Cataratas Tohjo.
Biografia:
 Bridgette ficou conhecida por ampliar e atualizar o sistema de rede de computadores de sua irmã Lanette, alem de ser conhecida por presentear os usuários de sua rede com ovos pokémons. Em uma de suas viagens Bridgette conheceu Bill, e fantasiada com as historias e os pokémons da região, decidiu fazer uma visita a ele, foi ai que ela descobriu sua verdadeira paixão as batalhas pokémon.

 Quando visitou a cidade Cremine, Bridgette estava em um estudo sobre as Cataratas Tohjo que ficam próximo a cidade, e um dia ao ver um desafio da Torre da Batalha de Anabel, tomou gosto pela coisa e pouco tempo depois a convite do Sr. Goodshow tornou-se a candidata Nº1 a assumir o posto de líder de ginásio de Cremine.
 
Como treinamento, passou alguns mêses treinando e estudando no Mt. Silver com sua mentora Anabel, especialisando-se assim no pokémons psíquicos, tornando-se uma treinadora solida e imbatível. 
Pokémons que Possui
??????????????????????
Ginásio Sable

Nome: Victoria/Victor
Insígnia: Fruto da Terra
Cidade: Cidade Sable

Localisação: Ela está localizada muito próximo a cidade Pewter (Depois da Cidade Viridiana)
Biografia:
 Victoria é o membro mais velho da famosa e rica família Heartfilia, é umas das mulheres mais influentes e poderosas da região de Kanto, porem mudou-se da região de Unova a pouco tempo a convite do Sr. Goodshow para ser líder do Ginásio de Sable. Victoria mora em sua mansão juntamente com os 3 filhos, os gêmeos Luis e Luisa, seu filho mais velho Victor e sua 4ª filha do meio que recentemente fugiu de casa.

 Como uma póderosa mulher de negócios Victoria sempre anda ocupada e raramente se encontra em seu ginásio, por isso tem preparado seu filho Victor como 2º da lista para substituí-la, porém ela julga-o um treinador egoista, que sempre pensa em si mesmo , quanto a sua filha desaparecida, Victoria espera que ela volte para casa já que é a sua 1ª escolha como substituta do ginásio  julgando-a uma treinadora ainda inesperiênte, que perde muitas vezes o controle, porem destaca seu amor pelos pokémons, tranando-os como parte de si.

 Victoria é especialista em pokémons do tipo normal e utiliza uma grande variedade de ataques vindas de um mesmo pokémon, tornando-a assim imbatível.
Pokémons de Victoria:
?????????????????????
Pokémons de Victor:
??????????????????????

Ginásio de MossGreen 

Nome: Malin
Insígnia: Mar de Geleira
Cida
de: Aldeia MossGreen

Localisação: Ela está localizada entre a Zona Safari e a Ilha Cinnabar
Biografia:
 Malin morava em Unova e lá vendia caixas de comida darumaka na estação Windy, como treinadora Malin possuia um pokémon tipo gelo e em um certo dia de trabalho teve a oportunidade de conhecer Glacia, membro da Elite dos Quatro de Hoenn e foi com ela que aprendeu tudo sobre os pokémons de gelo.

 Depois de demonstrar a Glacia, o amor e a paixão pelos pokémons, Glacia deicidiu treiná-la para tornar-se uma grande mestre do tipo gelo e pouco tempo depois ao largar o trabalho e sair em sua jornada pela região de HOENN, Malin chegou ao Top 4 da liga de Hoenn. Tal sucesso lhe rendeu um convite do Presidente Sr.Goodshow para assumir o posto de lider de ginásio do recém construído ginásio de MossGreen. 
Pokémons que Possui
??????????????????????


Prólogo:

Já era noite na cidade de Pallet, os moradores já haviam entrado em suas casas, as ruas estavam vazias e o clima frio e obscuro tomava conta da paisagem lá fora, pelo menos não era o que se via na casa dos Mikasa:

-É uma final emocionante  pelo título de campeão da Copa pokémon, a treinadora Marley da cidade Startup e seu Arcanine até agora venceram cinco dos seis pokémons de Neesha da cidade de Viridiana, não é atoa que Marley é a atual campeã do torneio - diz o narrador de batalhas da copa pokémon.

-Vai Rapidash! – ordena Neesha para combater o Arcanine de Marley

A brisa do vento soava nas ruas, enquanto em uma casa uma jovem garota de 10 anos assistia sentada no chão atentamente a final da "COPA MUNDIAL POKÉMON" entre Neesha e Marley, a garota estava aparentemente tão empolgada que mal reparara no volume alto da tv:

-Garota desliga isso! – gritavam os vizinhos incomodados com tamanha barulheira.

A garota mal se preocupava com o incômodo, a garota possuía cabelos castanhos-claros, como da cor dos seus olhos, uma pele branca e macia, vestia um pijama todo azul que possuía pequenos girassóis estampados. Cristine possuía em seu quarto inúmero bichinhos de pelúcia, os pokédoll, alguns como Jigglypuff, Cleffa, Pichu, enquanto agarrava – se a um Squirtle de pelúcia. 

Com a constante reclamação da vizinhança, uma mulher com uma bela aparência, de cabelos castanhos como a garota entra brava no quarto:

-Cristine Mikasa os vizinhos estão reclamando, e aliás, já são 23h00min, você precisa dormir! - diz a mulher com rispidez.

A Garota franze a testa em sinal de desanimo e desaponte com a sua mãe:

-Mas mãe... – indaga a garota para se explicar.

Mesmo tentando falar, Cristine logo é interrompida novamente pela mãe:

-Abaixe a TV e vá dormir cedo, você quer chegar cedo ao laboratório do professor não é? – pergunta a mãe para filha.

Logo, Cristine pega o controle da TV e as duas são interrompidas pela batalha transmitida na TV:

-E é Inacreditável, Rapidash esta fora de combate, Marley conquista seu quinto título consecutivo da copa pokémon- Diz o narrador do torneio

Cristine logo em seguida desliga a TV e se direciona a sua cama, sua mãe a cobre e com um lindo sorriso beija testa de sua filha:

-Durma bem e tenha bons sonhos - diz a mãe deixando o quarto da filha em seguida.

A garota logo pega no sono e durante um rápido sonho, Cristine se depara com três pokémons lendários Moltres, Zapdos e Articuno enquanto está em dúvida para escolhe qual será seu primeiro pokémon, ela logo se aproxima de Zapdos que nada faz em seguida se aproxima de Moltres, que não reage e depois Articuno que não responde ambos ficam lado a lado a espera da resposta de Cristine:

-Oh não!... Que dúvida cruel – diz a garota.

Mas logo é interrompida por Zapdos que começa a falar com ela:

-Cristine, faça a escolha certa - diz pokémon com uma voz grave.

Cristine se assusta por Zapdos ter falado com ela, já que pokémons não falam, pera ai? Falam?:

-Você fala? – Pergunta Cristine assustada e desesperada - Mas como assim "fazer a escolha certa?" - Completa a garota .

Moltres tomando a palavra logo a interrompe e diz:

-Você deve escolhe com sabedoria, porque sua jornada e seu futuro dependem disso - Complementa o lendário pokémon.

E Para finalizar Articuno diz:

-Mas você deve correr ou vai se atrasar.

Der repente sua mãe entra no quarto acordando a filha, abrindo a janela que rapidamente vai iluminando seu quarto, segurando sua mochila amarela e assim Cristine logo percebe que não passou de um sonho:

-Acorde filha, já são 06h00min ou você vai se atrasar – diz a mãe da garota.

Cristine salta da cama e lembra que precisa se aprontar para ir ao laboratório do Professor Carvalho:

-Tenho que correr ou vou me atrasar, oh meu Arceus! - diz a garota agitada.

Ela invade o banheiro com violência e rapidamente escova seus dentes, logo em seguida vai até o guarda roupas botando sua roupa de jornada, uma saia curta vermelha, com meias azuis, sapatos brancos com listras vermelha, uma blusa azul bebe e seu boné branco com o detalhe de “metade de uma pokébola” desenhada:

-Mãe meu café? Onde esta? – pergunta ela apressada.

A Mãe percebe a confusão e a pressa da filha e logo sorri para ela:

-Esta lá embaixo te esperando e alias esta é sua mochila, já coloquei tudo que você precisa nela, lanche, roupa intima escova de dente... - fala a mãe preocupada.

Cristine toma da mão da mãe a mochila e joga na suas costas, pega o café e desesperada sobe para abraçar a mãe:

-Mãe estou indo – diz ela se despedindo.

A mãe logo abraça fortemente a filha:

-Boa sorte filha, mas você não vai nem tomar seu café? – pergunta a mãe.

Cristine segurando em uma das mãos duas torradas e na outra um copo de café nem se intimida já que a pressa da garota para iniciar sua jornada com seu primeiro pokémon é maior.

Cristine se despede da sua mãe e sai de casa em direção ao laboratório com seu café na mão, no meio do caminho ela vê que não tem nenhum treinador em sua frente, sendo assim para em frente ao laboratório e termina seu café:

-“Cheguei cedo, que legal!” – pensa a garota feliz enquanto degusta as torradinhas e o café.

Mas ao se aproximar do portão do laboratório, Cristine senta-se e ao avistar de longe uma grande nuvem de poeira que vem cobrindo tudo em sua direção se assusta, Cristine mal reage e fica assustada com tal fenômeno.

O que será que esta para acontecer com Cristine? O que será a tal nuvem de poeira? Será uma ameaça? Que Pokémon ela irá escolher? Acompanhem no próximo capitulo.


Última edição por Andersonlow em Qua 9 Mar 2016 - 14:16, editado 86 vez(es)
avatar
Andersonlow
Membro
Membro

Masculino Idade : 26
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : Master Ball Vaaaaaaaaaaaaaaai!!!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por LNINCK em Sex 13 Set 2013 - 23:17

Eu gostei do seu prólogo,eu acredito que quando o texto é bom até mesmo leigos no assunto como eu consegue captar o que o texto passa,e este episódio inaugural me fez imaginar como se estivesse vendo um episódio do Pokemon
Muito bom.
avatar
LNINCK
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 13/09/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por DarkZoroark em Sex 13 Set 2013 - 23:33

Saudações Andersonlow
Já tinha lido a Fanfic ontem, mas como tive de fazer um trabalho de Sociologia para entregar hoje o comentário teve de ser adiado também. Então, sem mais delongas, vamos ao review:
O prólogo ficou bem legal, mas houveram alguns erros que realmente me preocuparam. Vou deixar para falar deles mais para frente e focar-me no momento quanto à história.
Bom, me pareceu bastante o primeiro episódio do anime, com o Ash assistindo uma batalha entre o Bruno e a Agatha em uma espécie de campeonato. Não sei se saiu alguma inspiração daí, mas isto mais o fato de se passar em Pallet transmitiu uma certa sensação de nostalgia.
A protagonista também parece ser uma personagem interessante, com uma personalidade animada que é um tanto incomum para protagonistas de Fanfics. Aliás, o(a) protagonista ser do sexo feminino já é uma inovada se comparada a maioria das histórias que há por aí.
Achei meio OP a Marley ter derrotado toda a equipe da adversária apenas com um Arcanine. Os únicos outros que cheguei a ver fazerem isso foi a Cynthia com o Garchomp e o Tobias com o Darkrai, ambos Pokémons que, ao meu ver, são mais fortes do que o leão chinês. Bom, enfim não vou ficar me atendo muito a isso.
O sonho dela também foi bem interessante. Articuno, Zapdos e Moltres são Pokémons raríssimos de aparecerem em uma Fanfic por dois motivos: o primeiro por serem lendários, o que já diminui um pouco a probabilidade, e o outro pelos escritores sempre optarem por botar os mais "fodões" ou novos. Achei bem original de sua parte ter "resgatado" as aves lendárias do esquecimento.
Quanto à erros, encontrei alguns:

@Andersonlow escreveu:não é ato-a que Marley é a actual campeã do torneio - diz o narrador de batalhas da copa pokémon.
"atoa" não tem hífen.
@Andersonlow escreveu:Cristine se depara com três pokémons lendários Moltres, Zapdos e Articuno enquanto esta em duvida para escolhe qual será seu primeiro Pokémon, ela logo se aproxima de Zapdos que nada faz em seguida se aproxima de Moltres,
Tanto "está" quanto "dúvida" deveriam ser acentuados.
@Andersonlow escreveu:Der-repente sua mãe entra no quarto acordando a filha
Dois erros aqui. O primeiro é que "De repente" não possuí hífen. O segundo é que ouve uma discordância gramatical entre "sua mãe" e "acordando a filha". Para resolver isto, poderia simplesmente ter posto "acordando-a".
Outro erro que eu vi foi a repetição exagerada de algumas palavras, como "garota" e os nomes próprios. Tente evitar isso para não deixar a leitura massante para os novos leitores. Um dicionário de sinônimos online, ou mesmo o do Word podem ser muito úteis para evitar isso.
O último erro que tenho para relatar relaciona-se quanto à pontuação. Houveram alguns pontos em que as mesmas faltaram ou foram trocadas, tendo vírgulas no lugar de pontos e vice-versa. Isso se corrige com base na tentativa e erro. Ler algumas fanfics aqui pelo fórum também devem ajudar no rendimento geral como escritor.
Sua narração é realmente muito boa, mas pecaste um pouco na descrição. Tente detalhar tudo o que aparecer durante a fanfic, sejam Pokémons, pessoas, lugares, paísagens etc. Isto, além de embelezar o texto, auxilia o leitor a situar-se no espaço em que a ação ocorre.
Bom, por enquanto é só. Aguardando seu próximo capítulo. ninja 
avatar
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/04/2011

Frase pessoal : Let's Play!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por -Murilo em Sab 14 Set 2013 - 19:18

Olá Andersonlow! Faz um tempo que eu não comento mais nas fics, e eu tava realmente querendo voltar a ativa. Daí escolhi sua fic, que era uma das primeiras, e que sorte que ela é sobre jornada. Apesar desse ser o tipo mais comum de fanfic pokémon, não tão tendo muitas aqui no fórum ultimamente. Bom, vou começar falando da história.

Uma protagonista menina não é muito comum. Você já saiu na frente nessa questão. Eu gosto quando as meninas saem em jornada também, e a fic não precisa ficar necessariamente boba só por causa disso. Agora interessante como esses torneios da liga pokémon sempre passam tarde da noite não é? rsrs. É porque muita fanfic começam assim. O personagem tá assistindo uma batalha da liga tarde e a mãe manda dormir pra não acordar tarde. Mas pelo menos a sua não se atrasou né. Isso seria clichê demais! (não quer dizer que seja ruim, mas é bom dar uma inovada). Ela ser a primeira da fila então, caso raro. Mas interessante mesmo foi o sonho. Ah, quem não gostaria de poder escolher um desses lendários como pokémon inicial não é?rsrssr. Agora essa tempestade me intrigou viu? Imagino que tenha um mistério por trás disso. Aliás, também acho que tem algo no sonho da garota. Os lendários não deve ter falado aquilo por acaso. Mal posso esperar pra saber o que vai acontecer!

Agora falando do texto, olha, eu dei uma olhada na primeira versão da fic (eu fucei seu perfil sorry XD), e posso dizer que você melhorou muito sua escrita. Mas sempre dá pra melhor mais certo? O mais urgente que eu vi foi a falta de atenção com os pontos e as virgula, que você não usou corretamente em algumas parte. Mas nada que uma revisão não resolva. Outra coisa é não exagerar nas falar. Na primeira fic tinha muitas falas e pouca descrição/narração e isso não é muito legal. Sempre que possível descreva bem os lugares, as pessoas e os sentimentos. Isso deixa seu texto mais rico. Boa sorte na sua fic e até!
avatar
-Murilo
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/03/2011

Frase pessoal : Pq ñ podemos fugir da realidade se ela é uma droga


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por Black~ em Sab 14 Set 2013 - 21:45

Bom, vamos lá.

Criança de 10 anos que sonha em ser top em alguma coisa, tem um rival que é malvado, chega atrasado no laboratório, mora só com a mãe. Isso está clichê cara, foi até diferente esse negócio de Copa do Mundo, mas ainda está bem clichê, pelos atributos que falei. Tente criar coisas inovadoras, invente, inove.

Mas concordo que ficou meio inovador que tenha utilizado uma menina como protagonista, já que em 90% dos casos o protagonista é homem e a menina é só uma figura de amizade colorida para o menino, por isso a sua foi inovadora, nesse ponto.

Ainda bem que não sou o único que usa os pássaros. Como o DZ disse, é difícil de colocá-los, mas cara, eles são os melhores lendários que têm *-*, não só por serem nostálgicos, mas eles são sexys sem serem vulgares -q, pois são bons sem serem os fortões, mas enfim.

A repetição foi bem repetitiva nesse capítulo, principalmente a garota, sei que já é chato repetir, mas ainda teve momentos que foi bem desnecessário, tipo quando você tava descrevendo-a, se você começou a descrevê-la, já imaginávamos que continuaria, então não era necessário colocar "garota" de novo. Os nomes também se repetiram. Sugiro que evite a repetição pois deixa a leitura chata e cansativa.

A narração senti que fluiu meio depressa, não permitindo o leitor a ter "delírios' lendo, porque tipo, as coisas foram bem rápido, a menina nem tinha dormido, já tava sonhando, e num único sonho de três minutos ela já acorda, já toma banho e tals. Evite isso também.

Erros eu vi alguns, mas não vou citar.

Enfim, é só e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por Andersonlow em Qua 18 Set 2013 - 3:17

Bom pessoal, depois de 4 dias do post do meu prólogo estou de volta para postar o primeiro capítulo da minha Fanfic, mas porque? Sera uma longa jornada e para facilitar o acompanhamento da historia postarei 2 capitulos por semana, bom vamos aos coments:
Comentário dos Leitores:
LNICK: É por isso que nós jovens escritores vivemos para criar (Falou Paulo Coelho kk) são comentarios como esses que nos fazem ganhar a Fic, sinto me feliz por ter atingido você com essa historia, continua acompanhando Rapaz.

DarkZoroak: Bom realmente saiu uma inspiração sim do primeiro capitulo, alias Uma protagonista mulher nunca havia sido usada como base de uma historia por isso resolvi usar. Zapdos, Moltres e Articunos são meus preferidos *-* (amu vcs meus birds) e deixo minha felicidade de você ter gostado do prólogo e quanto a Marley é uma espécie de "clone da Cynthia" com muito ainda a melhorar, rsrsrsrs, cotinue acompanhando.

Murilo: Ha que felicidade *-*Very Happy ...... A Cristine por ser mulher já esta fazendo sucesso, fico feliz por isso mas ainda temos muitos que trabalhar, porem isso mostra que realmente garotas podem sair em jornadas, fazerem sucesso e serem grandes treinadoras, porque não? To contigo e não abro nessa Murillo Smile . Acho que todo Treinador daria tudo para ter Moltres, Zapdos e Aarticuno no seu time néh? rsrsrs e sim é conhecidencia o campeonato passar tarde kkkkkkkk, as vezes a criatividade pesa mas é o sono, continue acompanhando ela!!!

Black~: Obrigado pelo comentario man... temos algo em comun, amamos o trio lendario *-*.... e esse ponto da garota também concordo contigo, abaixo as garotas que sempre são usadas como figura de secundárias e nunca merecem destaque rsrsrsrsrs, vocẽs merecem mulheres... fico feliz que leu a fic, continue acompanhando.
..é isso ai pessoal, agora curtam o primeiro capitulo de PKM Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido...... Datebayooooooo!!!

CAPITULO 1: Escolhas x Rivalidades x Promessas
Ao aproximar-se do laboratório, Cristine nota que foi a primeira a chegar:

-“Que legal! Poderei escolher qualquer Pokémon!” – Pensa a garota com um largo sorriso no rosto.

Ao sentar-se, Cristine nota uma pequena formação como a de uma tempestade de poeira vindo em sua direção, a cada momento a possível “tempestade” ficava cada vez mais próxima dela, e a deixava mais desesperada:

-O que é aquilo? – Se perguntava Cristine espantada.

Der repente os portões do laboratório se abriram, fazendo um pequeno rugido:

-Estão precisando de um pouco de óleo! – Disse uma voz rouca.

Cristine logo se virou e se alegrou já que era o Professor Carvalho:

-Olá minha jovem, vejo que chegou mais cedo este mês! – Disse ele alegrando ainda mais a garota.

Logo a tal “tempestade de poeira” deu lugar a um forte vento, e der repente como um relâmpago dois garotos se aproximaram em meio à visão de Cristine, eles pareciam disputar para ver quem chegaria primeiro ao laboratório, e ao se aproximarem do Professor os garotos cansados logo avistaram Cristine para suas tristezas:

-Oh Que pena, ela chegou primeiro - Disse um garoto de cabelos azuis espetados em tom de tristesa.

-É Uma pena garotos, mas eu terei a oportunidade de escolher o primeiro pokémon – Disse Cristine toda confiante.

O outro garoto possuía um semblante um tanto que amistoso, cansado e ofegante mal podia se lamentar pela infelicidade de não ser o primeiro. Em certo momento os três garotos se entreolharam, dando lugar a o barulho do vento que assobiava naquela fria manhã, quando der repente o barulho do vento foi interrompido:

-Acho que já devemos entrar – Disse o professor aos garotos.

Os três não paravam de se entreolharem e aos poucos subiam a pequena escada que dava até o laboratório, já Cristine não tirava os olhos do garoto de semblante fechado com uma aparência um tanto mal humorada e logo tentou puxar assunto:

-Oi garoto, prazer! Me chamo Cristine, qual seu nome? - Perguntou ela amistosamente

O garoto fintou os olhos em Cristine e olhando por cima dos ombros desprezou a garota para seu desespero:

-Antipático! – Berrou ela.

-Problema seu! – Respondeu o garoto arrogantemente.

O outro garoto que possuía um boné com uma pokébola em seu desenho, calça azul e jaqueta vermelha, sorriu e disse:

-Não se preocupe, ele é antipático mesmo! Me chamo Bradley e qual se nome linda jovem?- Perguntou ele.

Cristine sem nenhuma vontade de responder ignorou Bradley que logo ficou furioso:

-Gente vamos nos familiarizar... aff... - disse Bradley sem graça.

O garoto mal humorado parou, e virando  para Bradley respondeu e disse:

-Familiarize-se quando eu o vencer com meu primeiro Pokémon – Disse ele desafiando Bradley.

Bradley respondeu com um olhar mostruoso e ali parecia nascer uma grande rivalidade entre aqueles dois jovens garotos. Chegando ao laboratório, o professor se aproximou de uma maquina que portava três pokébolas, cada uma com uma inscrição contida de que Pokémon estava lá:

-Bem, estes são os inicias de Kanto Charmander, Squirtle e Bulbasaur – Disse o professor apresentando –os aos garotos.

Um a um saiam os pokémons de suas pokébolas ficando ambos lado a lado, o grande e esperado momento de nossos jovens garotos estavam chegando e por ordem de chegada Cristine foi a primeira a escolher.

A Garota não conseguia se conter de tanta felicidade e se aproximando dos três, apontou para.....

-Eu escolho Squirtle" – disse ela segurando o Pokémon.

Squirtle reagiu com uma grande felicidade, já o garoto mal humorado torceu os lábios e o rosto, e parecia não ter gostado muito da escolha dela, em seguida o professor deu ao garoto a permissão de escolher em vez de Bradley, o que o deixou muito irritado:

-Isso não é justo! – Disse Bradley com os olhos lacrimejando - Chegamos igualmente e ele escolhera primeiro? Injustiça! - completou ele cruzando os braços todo emburrado.

O garoto foi cheio de si e sem pensar nem falar, apontou para Charmander, desapontando Bradley:

-Háaaaa! Eu queria o Charmander – Gritou Bradley triste.

Sobrava apenas um Pokémon, o pequeno Bulbasaur que Bradley não pareceu se familiarizar muito. Ele logo se aproximou do pequeno bichinho que simplesmente o encarou,  Bradley inclinou sua cabeça fazendo Bulbasaur inclinar a sua também:

-É amigão, parece que seremos nós dois mesmo! – Disse Bradley suspirando

-Bulbuba bulba bul bulbasaur... (é parece que sim!) - Respondeu Bulbasaur com rugidos.

Em seguida o professor pegou três pokéagenda e as deu a cada um, junto com seis pokébolas em tamanho compactado:

-Esta é a pokéagenda que lhes darão informações sobre toda a região de Kanto e sobre cada Pokémon que encontrarem e que capturarem – Disse o Professor explicando.

Cristine abriu sua mochila amarela que usava em seu ombro e pôs sua pokéagenda:

-Estas são suas pokébolas compactadas, cada um de vocês poderão portar até seis pokémons, que é o limite máximo, se este limite exceder, cada pokémon capturado será travado dentro da pokébola e ele será automaticamente transportados para cá - Completou o professor a explicação.

Os dois garotos colocaram as pokébolas compactadas em suas cinturas, assim facilitando para um eventual encontro com algum Pokémon. Saindo do laboratório, os garotos deram de cara com uma multidão de moradores que como de costume, comemoravam a saída de novos treinadores de Pallet.

Os cartazes que apresentavam palavras de incentivo como “BOA SORTE” “SEJÃO CAMPEÕES” “AMAMOS VOCÊS” animavam a saída deles:

-Estou super animada, me sinto uma celebridade – Disse Cristine com o apoio das pessoas.

Enquanto Bradley encarava fixamente a pokébola onde estava Bulbasaur, o outro garoto parecia ignorar as pessoas, e se afastando da multidão saiu andando sem ao menos dizer seu nome:

-Ei garoto! – Exclamou Cristine – Diga-nos ao menos seu nome.

O garoto se virou e olhando fixamente para Cristine e disse:

-Me chamo Zeck - disse ele friamente e seguiu andando.

-Hum! O antipático tem nome... – disse Cristine torcendo os lábios.

-Falou a senhorita antipatia! – Respondeu Bradley sarcasticamente.

Cristine nem deu bolas para as criticas de Bradley e logo ambos se despediram do professor e seguiram rumo a rota 1. Seguindo caminho, a garota logo notou que o jovem estava logo atrás dela, e sacando sua pokébola da bolsa virou-se apontando para o garoto:

-Que tal uma batalha para aquecer? – Sugeriu Cristine repentinamente – Te mostrarei do que sou capaz - completou ela.

Aquele tal desafio pareceu mexer um pouco com os animos de Bradley, porem o garoto não era do tipo que demonstrava medo ou faqueza em um desafio, aquela realmente parecia ser uma otima hora para se batalhar já que o ambiente favorecia aquele momento de tensão:

-Ótimo! – Respondeu Bradley – Alem de antipática quero ver o que sabe fazer - Completou ele.

Logo Cristine reverteu aquele tal momento de tensão, para um descontraido momento "MMA" dando um grande soco em Bradley, derrubando o no chão:

-Antipática mais uma vez e ganhara mais um desses com força total!  – Disse Cristine furiosa como um Arcanine.

-Meu Arceus! Vejo vários Pidgey - disse Bradley delirando pelo cascudo - ...vejo que também é forte e poderosa com as mãos - completou ele ainda meio "grogue".

A primeira batalha como treinadores de Bradley e Cristine esta prestes a começar, quem vencera este tal desafio? Cristine e seu Squirtle? Ou Bradley e seu Bulbasaur? Vejam no próximo capítulo.


Última edição por Andersonlow em Qua 9 Mar 2016 - 18:18, editado 3 vez(es)
avatar
Andersonlow
Membro
Membro

Masculino Idade : 26
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : Master Ball Vaaaaaaaaaaaaaaai!!!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por -Murilo em Qui 19 Set 2013 - 11:52

Oee! Tava com uma certa preguiça pra ler, mas cá estou. Bom, pra começar, esse capítulo foi bem bizarro ein. Mas vou explicar porque.

A menina tava lá de boa na lagoa esperando abrirem o laboratório (aliás, já falei que foi interessante ela ser a primeira e não a última atrasada como sempre). Aì de repente vem dois garotos correndo que chega fazem nuvem de fumaça. Foi espertíssimo da sua parte fazer com que esses garotos fossem os verdadeiros rivais um do outro. (ao contrário do que sempre acontece, em que o protagonista sempre tem um vizinho conhecido que é o rival) Pelo meno eu achei isso interessante. Pra variar (sqn) tem um menina mais chato pra dar trabalho. Aliás, você bem que tentou deixar as discussões entre eles mais engraçada, mas aí que foi bem bizarro. Pra começar, o carinha chato não deu nem tchum pro outros meninos. Aí vem o mais legalzinho tentando acalmar a situação e menina lá dá uma patada nele. Nem sei quem era mais antipatico, se o Zeck ou a Cristine. Mas acho que isso aconteceu porque as garotas são muito volúveis mesmo. De certa forma, a cena foi bem cômica. Quanto a escolha dos iniciais, pra mim tanto faz. Diferente foi o Zeck pegar o que tem desvantagem ao da menina. Talvez porque o verdadeiro rival dele seja o Bradley mesmo. Fora isso, acho que não teve mais nada relevante. Quero ver como se seguirá daqui pra frente. Se o Bradley for parceiro de jornada da Cristine, fico me perguntando o que eles vão ser, já que geralmente um é treinador e o outro é outra coisa. De mais, só se esforce pra descrever mais as coisas. Narre mais, se não o texto fica cheio só de falar. Boa sorte na fic e até!
avatar
-Murilo
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/03/2011

Frase pessoal : Pq ñ podemos fugir da realidade se ela é uma droga


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por Andersonlow em Seg 23 Set 2013 - 19:48

Olá pessoal.. como prometido estou de volta para posta o segundo capítulo do Fanfic.... sei que o primeiro capitulo ficou mutio com cara de Início Clichê mas ai vai uma dose de emoção, uma pitadinha de aventura e muuuuitas batalhas......... Datebayoooooo!!!

Capitulo 2: Unidos Pelo Destino Parte 1

Ao saírem do meio da multidão, Cristine logo desafia Bradley para uma batalha, Bradley como bom desafiante, aceita, agora nossos garotos procuram um bom lugar para batalha:

-Que tal perto daquele lago? –sugere Cristine.

Bradley aceita o desafio, e logo nossos garotos se preparam para a batalha:

-Vamos lá Squirtle – grita Cristine incentivando o seu Pokémon.

Bradley escolhe seu Bulbasaur e logo pega sua pokéagenda e aponta para Squirtle em busca de mais informações sobre ele enquanto a pokéagenda dispara revelando informações sobre Squirtle:

- “Squirtle, um pokémon tartaruga marinha. Este pokémon chama seu longo pescoço em seu casco para lançar incríveis ataques de água com alcance e precisão surpreendente. As explosões podem ser bastantes poderosas.”

Cristine logo também saca sua pokéagenda e aponta em direção a Bulbasaur:

- “Bulbasaur, ele carrega a semente de uma planta em suas costas desde o nascimento. A semente se desenvolve lentamente. Pesquisadores não têm certeza se classificar como um Bulbasaur planta ou animal. Bulbasaur são extremamente calmos e são difíceis de capturar na natureza.”

Logo Bradley fecha sua pokéagenda e olha fixamente para Cristine...:

-Vamos parar de apresentações e começar a batalha! – diz Bradley apreensivo - Bulbasaur use Tackle.

Bulbasaur toma um forte impulso em direção de Squirtle, Cristine meio que é pega de surpresa por Bradley e fica sem saber o que fazer, enquanto Squirtle recebe um forte encontrão e é Jogado no chão:

-Squirtle! – grita Cristine com seu Pokémon no chão.

Squirtle logo se levanta e fica parado em sua frente esperando ordens de sua treinadora enquanto Bradley se aproveita do momento de indecisão de Cristine:

-Há, há, será mais rápido do que eu pensei, Bulbasaur use Growl em seguida use Vine Whip.

Logo o corpo de Bulbasaur emite uma luz verde ofuscando a visão de Cristine, aumentando os Status de Bulbasaur, em seguida longos chicotes sairam de suas costas numa velocidade incrivel em direção de Squirtle , Cristine numa tentativa de fazer alguma coisa fecha os olhos e grita:

-Squirtle, desvie - se do Bulbasaur – grita a garota desnorteada.

Ao abrir os olhos Cristine vê que seu Pokémon continua de pé, desviando – se, já Bulbasaur vai de encontro ao chão:

-Aeeeeeee! – grita Cristine de alegria.

-Como ela conseguiu isso? –pensa Bradley chateado – isso deve ser sorte de principiante, Vamos lá Bulbasaur, use Tackle novamente.

A boa verdade é que até aquele momento da batalha, Squirle estava apanhando mais do que mulher de marido bebado, alem da inesperiência de Cristine que facilitava muito a ação de Bradley e de seu pokémon.

A batalha logo foi retomada e Bulbasaur se levanta correndo em direção de Squirtle, Cristine vendo aquilo logo fixa os olhos em Squirtle, e agora parece saber o que fazer:

-Squirtle, desvie – se do Bulbasaur e contra ataque com Tackle.

Ao se aproxima de Bulbasaur, Squirtle logo salta para cima, em seguida se atira de encontro a Bulbasaur nocauteando – o:

-Não acredito que perdi para uma garota que mal sabe batalhar!? – diz Bradley inconformado enquanto Cristine comemora abraçando Squirtle – Ataque varias vezes e fui derrotado com um só golpe inacreditavel.

Der repente uma voz que vem dentro dos arbustos responde a pergunta de Bradley:

-Porque você foi incompetente! - diz uma voz misteriosa.

Logo Cristine ouve e ao sair do meio dos arbustos os garotos vêem que é ninguém mais que Zeck, o garoto antipático do laboratório:

-Vejo que você é tão incompetente quanto seu Pokémon – diz ele sorrindo.
Bradley logo se irrita com Zeck:

-O que você esta fazendo aqui? Já não saiu em sua jornada? – diz Bradley.

-Estava passando por aqui quando vi uma batalha entre dois treinadores e resolvi observa e vi que são os dois incompetentes que estão em sua jornada – diz o garoto ofendendo os garotos.

Cristine logo se ofende e desafiado – o posicionando seu Squirtle contra Zeck:

-Ei garoto! Você fala bastante para alguém tão confiante, lute comigo e vencerei você.

Logo o calor da batalha consome Bradley que também o desafia:

-Primeiro eu, nossa batalha foi pura sorte, dessa vez batalharei de verdade. - completa o garoto meio nervoso

Logo os garotos iniciam uma disputa interna pela batalha entre Zeck que logo da às costas para eles, deixando os dois a ver navios:

-Cresçam pirralhos e quando aprenderem a batalhar me desafiem – disse Zeck humilhando-os .

O garoto sai em meio aos arbustos da Rota 1, ignorando eles:

-Ele foi embora por sua culpa– grita Bradley inconformado por não ter batalhado com ele.

-Não é verdade, alias eu te venci e ele queria batalhar comigo – diz Cristine quanto a vitória sobre Bradley.

Bradley aponta sua pokébola para Bulbasaur emitindo uma luz vermelha que o traz para dentro dela::

-Você venceu por sorte, da próxima vez não terá tanta sorte assim – diz Bradley que segue em direção a próxima cidade.


Cristine sentindo- se só olha para Squirtle, que meio sem entender olha para sua treinadora:

-É amiguinho, agora somos só nos dois – diz a garota.

-Squirtle, squir, squir, (estou cansado sabia?).

Squirtle responde fazendo uma cara de exausto, Cristine meio sem graça aponta sua pokébola para Squirtle:

-É verdade amiguinho, desculpe- me, volte, você fez um ótimo trabalho – disse ela quase esquecendo-se do bichinho.

Logo Cristine guarda sua pokébola e seguindo seu caminho a frente encontra um pequeno pokémon ferido no chão, o bichinho possuía inúmeras perninhas e seu corpo era igual à de uma lagarta, alem de um ferrão em sua cabeça:

-Oh, quem é você e o que aconteceu amiguinho? – pergunta Cristine retirando do chão e segurando nas mãos.

Cristine nunca foi muito familiarizada com insetos, logo sua pokéagenda dispara revelando informações sobre o pequeno bichinho:

-“Weedle, um Pokémon inseto venenoso, Muitas vezes, encontradas em florestas, comendo folhas, Tem um ferrão afiado, peçonhentos em sua cabeça que usa para se proteger dos inimigos”.

Cristine logo larga o bichinho no chão com um enorme nojo, aos poucos ela se aproxima novamente, e com uma das mãos acaricia o pequenino ferido, e logo curiosa se pergunta:

-Que tipo de predadores fez isso com você pequenino?- disse ela ainda meio confusa.

Logo um Spearow aparece para responder a pergunta dela, assustada, Cristine tenta se proteger agachando – se no chão com as mãos na cabeça enquanto o Spearow da um rasante passando por cima dela.

Logo Cristine lembrou-se que era uma treinadora pokémon e que em vez de se desviar poderia usar seu Squirtle para Batalha, mas aproveitando aquele tal pokémon que nuca havia visto antes, ela usa sua pokéagenda para identificar o pokémon :

-“Spearow, um pokémon passaro. Ao contrário dos Pidgey, Spearow tem uma atitude terrível. É muito selvagem e, às vezes, atacar outros Pokémons e os humanos.”

-Squirtle eu escolho você! Proteja- nos do Spearow, use Tackledisse ela lançando seu pokémon.

Tomando grande impulso, Squirtle saltou e aproveitando a proximidade do Spearow do chão, atacou – o derrubando no chão, nervoso, o Spearow começou a “Piar” bem alto, der repente um bando de Spearow apareceu:

-Ele estava chamando ajuda – disse Cristine percebendo a ação do pokémon.

Cristine levantou – se do chão e chamando Squirtle de volta preparou – se para correr, mas logo se lembrou do ferido Weedle que permanecia no chão imóvel, e agora? Será que Cristine ira superar seu nojo por pokémons insetos e salvar Weedle dos Spearow? Ou vai deixa o pequenino virar almoço deles? Veja no próximo capitulo.


Última edição por Andersonlow em Dom 6 Out 2013 - 2:22, editado 3 vez(es)
avatar
Andersonlow
Membro
Membro

Masculino Idade : 26
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : Master Ball Vaaaaaaaaaaaaaaai!!!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por LNINCK em Sex 27 Set 2013 - 1:27

Legal este episódio, eu já adverti no meu primeiro comentário que não sou um fã de Pokémon mas eu acho que é exatamente isso que prova quem é um bom escritor, agradar um leigo que não curte muito a série, continue com está inspiração aguardo o terceiro episódio

Obs:mais do que mulher de marido bêbado foi fogo kkk:D Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy http://illiweb.com/fa/i/smiles/icon_biggrin.png
avatar
LNINCK
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 13/09/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por Andersonlow em Seg 30 Set 2013 - 12:29

Capitulo 3: Unidos Pelo Destino Parte 2.
Depois de vencer sua primeira batalha Pokémon contra Bradley e seu Bulbasaur partindo em sua jornada, Cristine encontrou um pequeno Weedle ferido em seu caminho.

O desafeto por pokémons insetos, impediu a garota de ajudar o ferido Pokémon, logo em seguida, um Spearow que havia ferido Weedle apareceu, e para protegê-lo Cristine usou Squirtle.

Só que a tentativa de ajudar o pequenino só piorou depois que o Spearow chamou alguns reforços, agora ela esta entre vencer a diferença entre ela e Pokémons Insetos ou fugir do bando de Spearow:

-E Agora! – pensava Cristine.

A garota estava em uma verdadeira enrascada, já que não conseguia sequer tocar no pequeno Weedle ferido pelo “nojo que tinha do pobrezinho”.

Enquanto pensava os Spearow se aproximavam cada vez mais, até que ela tomou uma decisão, retirou uma blusa reserva de sua bolsa, e enrolou no pequenino, e o segurou:

-Venha pequenino, não posso te deixar aqui. – disse ela ao segurar o Weedle.

Sem tempo para fugir ela teve de suar seu único recurso, batalhar:

-Vamos lá Squirtle... – disse Cristine.

O bando de Spearow parou diante de Squirtle e um a um iniciou seus ataques contra Squirtle:

-Que ataques tem o Squirtle alem do Tackle? – perguntava-se Cristine.

Logo Cristine se lembrou de sua pokéagenda, mas era essencial que ela agisse rápido já que Squirtle mal podia ficar em pé, depois de receber alguns ataques.

 A cada ataque, Squirtle permanecia firme para proteger sua treinadora e logo a pokéagenda disparou:

-“Ataques de Squirtle, Ataque numero dois, Tail Whip”.

E Cristine logo mandou:

-Squirtle use Tail Whip.

Squirtle virou sua cauda contra os Spearow fazendo os brilharem, porem não eficiente, já que Tail Whip é um movimento que reduz a defesa do adversário em um nível, mas também não foi tão inútil quanto pensava Cristine:

-Squirtle recue! – ordenou Cristine.

Ao recuar, Squirtle trouxe os Spearow para cima deles, até que a pokéagenda disparou novamente:

-“Ataque número três, Bubble”.

Cristine nem pensou duas vezes:

-Squirtle use Bubble.

Varias bolhas saíram da boca de Squirtle e atingiram os Spearow, logo Squirtle já não tinha mais energia depois de tantos ataques que havia recebido dos Spearow, e naquele momento era o fim de Cristine.

A se aproximarem para realizar um ataque final, os Spearow que sobraram, logo der repente receberam vários golpes de folha, ao olhar para trás, Cristine viu, e para sua felicidade era Bradley e seu Bulbasaur:

-Bradley – gritou Cristine de felicidade – como me encontrou? – perguntou ela.

Bradley logo posicionou seu Bulbasaur para ajudar Cristine e respondeu:

-Estava passando por aqui e vi que estava em perigo.

Cristine logo sorriu e olhou para Bradley:

-Você falou igual ao Zeck agora rsrsrsrsrsrsrsrs, “Estava passando por aqui” – repetiu a garota.

Bradley logo não gostou da comparação:

-Igual ao senhor antipático? – disse ele – vamos parar de falar e derrotar esses Spearow, Bulbasaur use Leech Seed.

Algumas sementes saíram das costas de Bulbasaur e ao tocar nos Spearow, as sementes liberavam raízes que se amarravam ao corpo deles, drenando suas energias, logo em seguida, os Spearow foram derrotados e os outros fugiram:

-Vamos Bradley, temos que correr – disse Cristine.

Bradley logo não entendeu o que estava acontecendo, mas logo viu o pequeno Pokémon enrolado em um pano:

-Ele esta ferido, resista amiguinho – disse Bradley ao velo e entender o nervosismo de Cristine.

Logo Squirtle e Bulbasaur voltaram para suas pokébolas, porem naquele momento só havia um lugar que poderia salvar o pequenino:

-Vamos leva – o ao centro Pokémon – disse Bradley.

Os garotos saíram correndo em direção ao centro Pokémon mais próximo, e falando enquanto corria Bradley logo lembrou:

-*ofegante. Tem uma cidade perto daqui, chama-se Viridian – disse Bradley.

-*ofegante. É Muito longe? - Perguntou Cristine.

-*ofegante e cansado. Estamos próximos dela – respondeu Bradley.

Enquanto corria, Cristine não conseguia pensar em outra coisa a não ser ajudar o pequeno Weedle, e logo esqueceu as “diferenças” entre eles. Ao avistar a cidade, os garotos apertaram os passos e logo chegaram a Viridian, correndo em direção ao centro pokémon e ao entrar, Cristine logo avistou a Enfermeira Joy:

-Enfermeira Joy, Tenho uma emergência aqui, este Weedle foi atacado por um bando de Spearow, ele esta muito ferido – disse ela.

Ao pegar o Weedle a enfermeira Joy logo pegou uma maca e com a assistência de duas Chansey levou o pequenino para a sala e emergência.

-Esperem na sala de espera enquanto cuidamos dele - disse a Enfermeira Joy.

Cristine mal podia se conter de nervosismo, andando de um lado para o outro na sala de espera:

-Se continuar assim vai me deixar tonto – disse Bradley – Acalme-se, a Enfermeira Joy sabe o que fazer com o Weedle.

Passaram- se alguns minutos e der repente à luz vermelha acima da porta da sala de emergência que iluminava apagou-se e logo a Enfermeira Joy saiu:

-Enfermeira Joy, diga como esta o Weedle!? – perguntou Cristine com lagrimas nos olhos.

-Acalme-se, ele Já esta passando bem, ainda bem que o trouxe rápido para cá – disse a Enfermeira – Caso contrario ele não teria resistido.

Cristine logo abraçou Bradley que ficou vermelho, meio que em graça com ela. O dia já raiava quando Cristine que adormeceu no banco do Centro Pokémon junto a Bradley acordou, logo pela manhã as Chansey trouxeram em uma maca o pequenino Weedle:

-Meu querido Weedle – gritou ela abraçando-o.

O Weedle não se quantia de felicidade com Cristine por tê - lo salvo dos Spearow. Ao saírem do Centro Pokémon, Cristine e Bradley voltaram um pouco ao fim da Rota um e deixaram o pequeno Weedle:

-Pronto Weedle, agora você é livre, cuide-se bem e não se meta com aqueles Spearow de novo – disse Cristine.

O Pequeno Weedle logo se prendeu a perna de Cristine, agarrando - se a ela:

-Parece que ele quer vir com você – sugeriu Bradley – Não é Verdade Weedle?

O Pequenino logo se posicionou frente à Cristine como se quisesse ser capturado, Cristine logo tirou uma pokébola compactada da bolsa, deixou-a em tamanho normal e apontou para Weedle:

-Bom Weedle, bem vindo ao time.

Weedle é capturado, em seguida Bradley aproveita o momento familiar e...

-Bom agora podemos ir para Pewter – diz Bradley a ela.

Cristine logo se espanta e reforça a frase de Bradley:

-Agora “podemos ir” para Pewter? O que tem lá e como “nós” vamos? – diz a garota desconfiada.

Logo Bradley põe suas mãos por trás da cabeça e caminhando responde a Cristine:

-Primeiro, Em Pewter tem um ginásio onde você pode ter seu primeiro desafio.

Logo Cristine correr para alcançar Bradley, e a sua primeira duvida é tirada e Bradley continua:

-E quanto a “nós”, eu vou seguir jornada junto com você, alias não se sabe a hora que você vai precisara de mim novamente não é? - diz o garoto com ar de super-herói.

Cristine logo se sente como se fosse incapaz de se defender de perigos e responde a Bradley:

-Bem, você pode vir, mas porque eu me sinto sozinha as vezes e não que eu não seja capaz de me defender tá? – diz a garota vermelha.

-Ta! Como queira – respondeu Bradley também vermelho.

Agora que o pequeno Weedle fazia parte do time de Cristine, enquanto Cristine e Bradley ficavam um pouco mais amigos além de seguirem jornada juntos, nossos heróis seguem rumo a mais uma aventura emocionante que os aguardam.

"ACOMPANHEM O PRÓXIMO CAPÍTULO"


Última edição por Andersonlow em Sab 5 Out 2013 - 0:09, editado 2 vez(es)
avatar
Andersonlow
Membro
Membro

Masculino Idade : 26
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : Master Ball Vaaaaaaaaaaaaaaai!!!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por LNINCK em Sex 4 Out 2013 - 11:07

Unidos pelo destino...isso mostra que quando menos esperamos o divino une pessoas tão diferentes, para caminharem juntos, e sobre o Weedle, a Cristine mesmo com medo ou nojo do pokemon, fez prevalecer seu lado bondoso de ajudar sendo reconhecido pelo mesmo.afro afro afro 
avatar
LNINCK
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 13/09/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por Andersonlow em Dom 6 Out 2013 - 1:06

Hy Pessoal.... (Primeiro Quero agradescer os comentários do LNINCK e dizer que estou feliz em saber que você gostou do Capítulo 3) Estoy aqui para postar o mais novo capítulo saido quentinho do forno, que dedicar este a todos aqueles que amaram e acompanham a Cristine e a vocês meus leitores, espero não decepcioná-los...... Datebaoyu.

Capítulo 4: Perigos na Floresta de Viridiana.
Ao sairem da cidade de Viridiana, nossos garotos seguem rumo a cidade de Pewter onde Cristine espera disputar sua primeira insígnia de ginásio e conforme a viagem se torna longa e tediosa, Bradley resolve fazer uma pequena parada para capturar seu primeiro pokémon:
-Vai Bulbasaur eu escolho você! - diz Bradley lançando sua pokébola.
No meio do caminho Bradley avistou um certo pokémon exotico que nunca havia visto, e sacando sua pokédex aponta para o tal pokémon:
-”Nidoran, um pokémon venenoso. Os machos possuem a cor da péle roxa alem de seu chifre ser maior do que o da fêmea e apesar de não ser muito combativo, ele vai atormentar seus inimigos com espinhos venenosos, se for ameaçado de alguma forma.
Enquanto Cristine observava atentamente, Bradley faz seu primeiro movimento:
-Bulbasaur vamso começar com Vine Whip.
Longos chicotes sairam das costas de Bulbasaur, indo em direção do Nidoran que rapidamente desviou, logo o pequenino pokémon tomou grande impulso e usando o Double Kick atingiu Bulbasaur com dois poderosos chutes jogando-o longe:
-Nossa como esse bichinho é forte! - disse Cristine – Seria um ótimo pokémon para minha equipe...
Ouvindo aquilo Bradley mal deixou a garoto terminar de fala:
-Hei!... De que lado você esta? - Gritou ele de raiva - ...Bulbasaur levante-se e use Leech Seed.
Recuperando-se do golpe, Bulbasaur fez brotar uma pequena semente de suas costas que ao ser lançada em direção a Nidoran, atingiu o bichinho envolvendo-o por pequenas raizes que sugavam sua energia:
-Isso! - Gritou Bradley.
Ao comemorar o acerto do ataque Bradley viu seu Bulbasaur começar a brilhar, era como se uma energia fluísse do bulbo de suas costas por todo o seu corpo asustando aos garotos:
-O que esta acontecendo? - perguntou Cristine abismada.
Logo a garota sacou sua pokéagenda em busca de informações, que disparou logo em seguida:
-Overgrow, essa habilidade permite ao pokémon usuário aumetar os danos dos movimentos tipo planta quando se esta com baixa energia”.
Ovindo as informações da pokédex, Bradley ficou surpreso com a tal habilidade de seu pokémon e aproveitando o momento...
-Se é assim, Bulbasaur vamos finalizar essa batalha, use Vine Whipordenou o jovem
Sem movimentar-se, Nidoran foi atingido em cheio pelos chicotes de Bulbausar, nocauteado:
-Bradley essa é sua chance de capturá-lo! - gritou Cristine.
Bradley rapidamente retirou uma pokébola da cintura e lançando-a sobre Nidoran aguardo paciêntemente enquanto a pokébola balançava indicando resistencia do pokémon selvagem. Logo após alguns segundos a pokébola parou de balançar emitindo pequenas faicas indicando sucesso na captura:
-Heeeeeee! Isso ai Bulbasaur, capturamos um Nidoran... - dizia o garoto enquanto corria mega feliz para pegar sua pokébola.
Ao terminar a captura, Bradley apontou a pokébola de seu recém capturado Nidoran e desafiando Cristine disse:
-Que tal estreiar-mos meu novo pokémon? - perguntou ele eufórico.
A boa verdade é que as batalhas pokémons não funcinavam da maneira que Bradley pensava, e explicando Cristine logo fez com que o jovem garoto realmente soubesse o que não sabia...
-Bom Bradley adoraria, porem seu pokémon precisa ir ao centro pokémon primeiro já que participou de uma batalha e relativamente esta ferido e a necessitar de cuidados, isso é basico, qualquer treinador saberia – completou ela.
Qualquer treinador menos Bradley saberia daquela informação, porem antes que o jovem pudesse respondeu qualquer coisa, os garotos ouviram uma voz que vinha da direção da Floresta de Viridian:
-Socorroooooo... Alguem me ajude! 
Parecia que alguem estava em apuros, mas antes que o covarde Bradley negasse qualquer tipo de ajuda, ele logo notou que estava sozinho:
-Cristine?... Hum bom, sempre se metendo nos problemas dos outros, acho que não fiz bem em sair em jornada com a senhora heroina... bem vamos atrás dela – disse ele cheio de medo do que poderia encontrar.
A garota não pensou duas vezes em responder o chamado de socorro, e ao entrar correndo na floresta, Cristine deparou-se uma jovem que estava para ser atacada por um pokémon selvagem, a jovem usava um lindo suéter vermelho, sua micro saia era bem ao estilo Cristine, sua longas botas vermelhas davam o verdadeiro charme de seu corpo e seus olhos pareavam com seus longos cabelos castanhos que eram escondidos por sua toca vermelha.
O esquisito pokémon era rosa, seu corpo era bem cheio e como destaque ele possuia uma enorme lingua que logo ultisou para atacar a garota:
-Squirtle não deixe ele lambe-lá use Bubble – ordenou Cristine.
Ao sair da pokébola, Squirtle lançou varias bolhas d'água que impediram o pokémon de atacar a jovem, porem, ao notar Squirtle o pokémon rosa enrolou sua comprida lingua nele paralisando-o:
-Oh não... Squirtle! - gritou Cristine.
Percebendo que Squirtle não tinha mais condições de batalha o pokémon selvagem resolveu atacar agora Cristine:
-Ei pera ai? Porque eu? - perguntava Cristine enquanto ele se aproximava passo a passo.
Longo o pokémon arremesou sua lingua contra a garota que usou toda sua agilidade para desviar do ataque, pegar Squirtle pelo rabo, agarrar a mão da garota e...
-Correeeee Gente......  Bradley socorroooooo! - gritou a garota enquanto fugia em meio aos matos.
Enquanto isso não muito distante, Bradley que procurava por Cristine dentro da Floresta ouviu aquele grito que lhe era familiar:
-Pronto! Eu já sei de quem é essa voz, ela esta em perigo denovo alem de perdida é claro, bom só me resta encontrá-la agora – disse o jovem garoto.
Bradley saiu correndo em meio as inumeras arvores que de tão altas cobriam os raios de sol daquela lindo dia,  e sem ver passou por cima de um grande tronco roxo e como conseguência... Caiu de cara no chão:
-Aiiiiii! Poxa vida porque um tronco roxo iria aparecer logo aqui? - perguntava ele.
Mas pera ai? Troncos não são roxos! A verdade é que Bradley havia tropeçado em um Ekans selvagem que estava tirando seu cochilo, e ao ser incomodado, agora  estava pra lá de furioso igualzinho a minha mãe quando acorda de manhã:
-Opa garotinho, desculpe-me, não fiz por querer... - dizia ele enquanto rastejava-se lentamente de costa tentando se levantar.
Logo o Ekans Selvagem lançou sobre Bradley um poderoso Poison Sting que por sorte atingiu o boné de Bradley derretendo-o:
-Ha não! Meu boné que ganhei do meu pai nãoooooooo! Sua maldita cobra você me paga! - disse ele sacando sua pokébola.
Porem, naquele exato momento, outras Ekans que estavam ali por acaso, resolveram aparecer, tornando as coisas mais divertidas:
-Ha ta de brincandeira néh? Só faltava essa... - disse ele tirando sarro daquele momento - Isso é covardia, vocês são muitas e eu sou um só... Ta na hora de corre!.
Logo depois do sarro tirando, Bradley disparou por um pequeno e estreito caminho que era enfeitado por inumeros pés de frutas oran e frutas pecha, mas com um grupo de Ekans logo atrás, já mais a frente, Cristine que tinha Squirtle paralisado em sua mão direita e uma garota na esquerda fugia de não ser lambida:
-*ofegante, -Fico me perguntando o que tenho de tão especial para me meter em perseguições envolvendo pokémons selvagens? - dizia a garota enquanto chorava e corria ao mesmo tempo.
-Também perguntou me a mesma coisa... - respondeu a outra garota enquanto também acompanhava Cristine no choro.
As garotas seguiam  floresta a dentro enquanto o pokémon as seguia insistentemente, o bichinho parecia realmente ter sido atraido pela belesa das garotas porem, um tarado comparado a afeição daquele pokémon não era nada, mas mesmo assim não demonstrava sinais de cansaço na perseguição, pelo contrário, a cada grito das garotas o tal bichinho parecia se “interessar” mais.
Conseguirá Cristine salvar a si mesma e a garota misteriosa do “tarado pokémon selvagem ?” E Bradley? Conseguira livrar-se das “amistosa amigas Ekans”? Vejam no próximo Episódio de Pokémon Ex Chronos.............
avatar
Andersonlow
Membro
Membro

Masculino Idade : 26
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : Master Ball Vaaaaaaaaaaaaaaai!!!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por Andersonlow em Dom 20 Out 2013 - 16:52

Capítulo 5: O Desabrochar da Titania: Sakura Heartfilia.
PRÉVIA DO CAPÍTULO ANTERIOR:
Chegando a misteriosa Floresta de Viridiana, Bradley e Cristine depararam-se com uma jovem garotoa em apuros. Enquanto Cristine resolveu salvá-la e ajudá-la, Bradley se meteu em uma grande enrascada dando de cara com um bando de Ekans selvagens. Agora nossos jovens estão em meio a uma intensante caçada onde tudo pode acontecer”
Enquanto Bradley foge para não virar- almoço de Ekans, Cristine e a jovem e misteriosa garota fogem para não virarem lambidas do selvagem Licktung. Era uma linda tarde de verão, o sol brilhava mais do que nunca em meio a Rota 2, enquanto na Floresta de Viridiana, os pokémons estavam em época de reprodução:

-Alguem pare esse tarado pokémon – gritava Cristine correndo de mãos dadas com a garota.
Ao chegarem ao que parecia o fim da floresta, nossas garotas se depararam com um alto penhasco, abaixo havia uma poderosa correderia, algo que nenhuma delas gostaria de experimentar:
-E agora o que vamos fazer? - questiona Cristine.
-O geito é batalhar! – responde a garota.
Naquele momento as garotas se entreolham e ouvindo a resposta, Crstine meio que fica sem graça:
-Porque não tentamos isso antes? - diz ela com cara de tonta – Poderiamos ter-nos livrado dele não é.... O meu Arceus que burrice minha.

Logo a garota misteriosa põe a mão na cintura e colocando-se a frente de Cristine diz:

-Você fez muito me salvando... Mas daqui pra frente é comigo! - diz ela retirando a pokébola da Cintura – Vá meu poderoso pokémon....

Antes que a garota pudesse lançá-lo uma voz sai em meio aos arbustos:

-Não por favor, não machuquem ele! - grita uma voz tremula e chorosa.

-Onii-chan é tudo culpa sua! - grita a outra voz mais fina e rouca.
Ao sairem dentre os arbustos, as garotas notaram a presença de mais duas pessoas, a primeira era uma linda garota, era alta e possuia lindo cabelos roxos, logo mais atrás cançado e bastante nervoso estava um jovem garoto:

-Licktung volte para sua pokébola! - ordenou a garota.

Espantadas, as garota cairam ao chão suspirando de alegria:

-Que bom que ele foi embora! - disse Cristine.

-É verdade! Essa foi por pouco – completou a outra jovem.

Aproximando-se delas, a treinadora daquele misterioso pokémon disse:

-Desculpe-me pelos problemas causados por meu Licktung, me chamou Sophia e aquele alí é meu irmãozinho Steven, nós viemos da região de Hoenn para participar do Torneio de Contest de Kanto.

-Que legal! - respondeu a garota ao lado de Cristine - Me chamo Sakura e também estou disputando os torneios de Contest.

Em meio aquelas apresentações, Christine ainda estava bastante perdida e apresentando-se também...

-Eu me chamo Cristine da Cidade de Pallet e quero ser uma mestra pokémon – disse ela cheia de si – Mas quase fui engolida pelo seu Licktung.

Ajudando as garotas se levantarem, Sophia mostrou ser uma garota um tanto amistosa e simpática, mas ela não estava sozinha:

-Ei Onii-chan! - gritou o garoto lá trás – Não seja irresponsável e metida, eu estou aqui sabia? - disse ele soltando fogo pelos olhos.

-Não me interessa se você esta ai! Seja legal e fique quietinho. - respondeu Sophia.

Naquele momento, Sophia e Steven começaram uma grande disputa, mostrando o por que verdadeiramente eram irmão, mas ainda faltava alguem naquele meio. Ao lembra-se de Bradley, Cristine saltou do chão e logo sem seguida todos ouviram um grande grito que ecoava pela floresta.

Cristine correu em direção do grito, com as garotas e Steven logo atrás sem nem saberem o que estavam acontecendo. Ao chegarem ao local os garoto depararam-se com uma cena um tanto chocante, lá estava Bradley agarrado a um galho de arvore alto, em volta inumeras Ekans cercavam-no prontos para começerem lanchinho de humano.

Naquele momento, haviam quatro Ekans selvagem, um numero expreciso contra um fraco e magrelo Bradley, mas ao sacar sua pokébola, Cristine apontou para a Ekans, mas antes que pudesse falar, Sakura põs a mão em sua pokébola e olhando para ela disse:

-Você me salvou sem mesmo me conhecer, vou retribuir salvando seu namorado! - disse ela.
Cristine ficou vermelha e nervosa disse:

-Ele não é meu namorado, é meu parceiro de jornada! - respondeu a garota sem graça.

Steven e Sophia também retiraram suas pokébolas da cintura, Sophia possuia uma pokébola rápida em mãos, já Steven possuia uma pokébola Isca:

-Eu também te devo desculpas pelo meu Licktung, então retribuirei salvando seu namorado! - disse Sophia.

-Ei Eu já disse que não é meu namoraaaaado! - gritou Cristine novamente vermelha.

Logo uma incessante batalha iniciou-se pelo resgate do soldado Bradley com cada um dos treinadores lançando seus respectivos pokémons:

-Cristine... conheça o poder da titânia dos pokémons, vai minha poderosa Janine! - disse Sakura lançando um lindo Vulpix

-Agora a vez do mestre pokémon, eu irei capturá-las Ekans, vai Castform! - disse Steven lançando para batalha seu pokémon Castform.

-Chegou a hora de mostra as habilidade de uma Coordenadora pokémon vai...

Antes que Sophia lança-se seu pokémon, um deles sai por conta própria, seu corpo era redondo, possuia uma grande boca, alem de um corpo azul, ao vê-lo Cristine apontou sua Pokédex para obter mais informações:

-”Não existe regristos deste pokémon”

Cristine ficou espantanda pela pokédex não ter registros daquele pokémon, e ao ver as Ekans o bichinho correu para detrás de Sophia tremendo de medo:

-Munchlax seu medroso, volte para de onde não deveria ter saido – disse ela envergonhada.
Logo a batalha iniciou-se com um a menos e o primeiro movimento foi de Sakura:

-Vamos lá Janine, use Confuse Ray nas Ekans.

Os olhos da Vulpix de Sakura começaram a brilhar, e envolvidas por uma energia psíquicas, as Ekans começaram a se atacar:

-Nossa! Veja Onii-chan, aquele Velpix sabe usar o Confuse Ray, que pokémon fantastico – disse Steven.

-Preste atenção na batalha e não nos pokémons dos outros, Steven! - gritou Sophia.

Voltando a sua atenção para batalha, foi a vez de Steven atacar:

-É a nossa vez Castform, começe com Rain Dance em seguida use Water Gun.

O Castform começou a brilhar, e em seguida uma forte chuva caiu na Floresta de Viridiana, em seguida o pokémon de Steven disparou um poderoso játo de água aitngindo todas as Ekans.

Ao sacar sua outra Pokébola, Sophia lançou mais um pokémon na tentativa de ajudar:

-Esta é a hora de você entrar em cena, vai Slakoth... finalize com Thunderbolt.

O misterioson pokémon de Sophia mais parecia uma preguiça, tinha um semblante meio sonolento, e ao ouvir os comandos de sua dona, diparou um poderoso choque elétrico em direção as Ekans, nocauteando-as:

-Agora é a minha vez de capturar meu primeiro pokémon em Kanto, vai pokébola nível – disse steven lançando uma pokébola de cor diferente.

Ao lançar a pokébla em uma das Ekans, Steven aguardou apreensivo para ver qual seria o resoltado, e passados alguns segundos de resistência, a Ekans selvagem cedeu, sendo capturada:

-Yeees! Comeguimos nosso primeiro pokémon em Kanto Castform! - disse ele comemorando a capturá.

Depois da batalha, a outras Ekans fugiram, floresta a dentro, e finalmente Bradley desceu, ao se reunirem Bradley ,Steven, Sakura e Sophia, todos estavam aliviados, mas ao olharem para Cristine notaram a garota paralizasa:

-O que foi Cristine? O que aconteceu? - perguntou Sakura.

Cristine estava com seus olhos brilhando e emocionada começou a chorar e disse:

-Este foi o dia mais incrível da minha vida! Conheci varios da regiãon de Hoenn que nunca eu tinha visto, Steven, Sakura e Sophia vocês são incríveis, quero batalhar com vocês agora! - disse a garota surpreendendo a todos.

Steven logo ficou empougado, para batalhar, mas rapidamente foi puxado pelo pescoço por sua irmã:

-Você acabou de batalhar gênio, chega de emoções por hoje, alias a cidade de Pewter é logo a frente – disse Sophia – Desculpe-me Cristine, sua batalha será adiada, nos encontre em Pewter e lá batalharemos, por hoje é só – disse ela enquanto arrastava o irmão e saia em meio a Floresta de Viridiana.

Cristine ficou meio chateda, já que a sua vontade era batalhar contra aquele pokémons da região de Hoenn, mas ao ver seu amigo salvo logo se alegrou:

-Bem o que importa é que você esta a salvo Bradley, e alias nem pude agradescer a Steven e Sophia pela ajuda – disse ela – Mas obrigado Sakura pela sua ajuda.
Sakura logo sorriu, e abraçando-a disse:
-Que amor lindo! Você e esse garoto, um lutando pelo outro, resolvi segui jornada com você e provar mais um pouco deste amor – disse Sakura emocionada.
Cristine logo se enfureceu como um Entei, mas ouvindo o pedido da nova amiga disse:
-Ok! Seja bem vinda ao time Sakura, será uma honra ter você conosco – falou Cristine alegre.
Com o salvamento de Bradley, e ajuda de Sakura, Sophia e Steven, Cristine agora terá uma nova amiga de jornada, alem de novos rivais, o que apimentará mais ainda sua longa e emocionante jornada pela região de Kanto.

Pikato: Fanfic trancada por inatividade, caso queira reabrí-la mande mp para algum moderador.
avatar
Andersonlow
Membro
Membro

Masculino Idade : 26
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/04/2011

Frase pessoal : Master Ball Vaaaaaaaaaaaaaaai!!!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por xKai em Seg 7 Mar 2016 - 17:20

Tópico destrancado a pedido do autor.
avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Ex Chronos - Rumo Ao Desconhecido

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum