Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

O Ladrão do Tempo.

Ir em baixo

O Ladrão do Tempo.

Mensagem por Snow Walker em Qua 11 Set 2013 - 19:32

Olá, pessoinhas ~
Primeiramente gostaria de avisar que essa historia vai conter três prólogos iniciais de cada "protagonista", para depois partir para a aventura.
Outro ponto que quero afirmar é: Se procura uma historia com sentido, uma historia fixa cheia de momentos épicos e frases de efeito. Veio ao local errado.
Pois o Ladrão do Tempo só aceita maconheiros desempregados no seu bonde.

O tempo é complicado. As pessoas também. Roubar é errado. Viver também?  


Prólogo 01 - O  Mendigo.

Camadas de luz extremamente brilhantes saiam do chão e dançavam com o vento, indo e vindo sem parar, sem dizer o caminho que iriam seguir e até mesmo sem dizer seu real motivo. Normalmente aquilo sempre acontecia, mas era raro um ser humano notar tal ato e se notasse simplesmente achava que era obra de Deus. De fato era, mas não era legal apontar para tudo e dizer que aquilo era obra de Deus, afinal existem coisas que não são. Como por exemplo a maquina fotográfica. E é com uma que a aventura começa.

 Hugh Turner era um fotografo, também podendo ser chamado de desempregado que ainda morava com a mãe e nunca teve uma namorada, vivia em Londres e juntava dinheiro desesperadamente para poder pagar a faculdade, que por sinal tinha preguiça de entrar pois não achava algo divertido de se fazer em sua vida. Ele era um jovem de 23 anos, acordava 05:00 da manhã ou até mais cedo dependendo do dia e tirava fotos até cansar. Seus planos de viagem acabaram formando um caderno de anotações inteiro, mas nenhuma viagem foi feita por falta de dinheiro. Nas noites de sexta-feira, cansado da rotina semanal irritante que tinha, gastava praticamente todo o dinheiro bebendo em um pub perto de seu apartamento e tinha que recomeçar do zero no inicio da semana. Sua mãe não se importava muito com isso, estava planejando se mudar para outro país e o filho não teria como pagar a viagem: Ela o detestava tanto que não se importava que o filho virasse um mendigo.

- Estou indo embora. - Afirmou sua mãe, batendo a porta e deixando o rapaz sozinho ali dentro. Hugh inicialmente pouco se importou nos primeiros dias, mas com o passar do tempo realmente começou a sentir falta da comida de sua mãe. Que particularmente era realmente ótima, principalmente quando ela fazia espaguete com aquela mistura de molhos fascinantes.

Largando a vida de fotografo para aproveitar seus últimos dias com seu apartamentinho, Hugh gastou todo seu dinheiro com bebida e  drogas, logo tentando vender seu apartamento. Porem, para o azar dele, o apartamento era alugado e alem de ser caçado pelos traficantes, foi caçado por algum tempo pelos verdadeiros donos do apartamento. Sem dinheiro, sem casa, procurado por traficantes e com roupas esfarrapadas: Hugh Turner se tornou um mendigo. Ao seu lado existiam apenas duas coisas: Uma maquina fotográfica e um cachorro. Um cachorro roubado, por sinal, ele se chamava Benjamin e pertencia a família Williams, que também sabia fazer um ótimo espaguete. Só que obviamente não era tão bom quando o da senhora Turner.

- Olha, eu te pago mil reais pelo cachorro. - Disse um homem certa vez. Hugh se espantou e levantou-se rapidamente da caixa de papelão onde estava vivendo, seus olhos brilhavam como as mais belas jóias já vistas no universo e ele estava quase beijando o homem parado em sua frente. - Ah, caso esteja pensando que sou um ladrão. Sim, eu sou um. Eu roubo tecidos temporais para trocar por maconha, quer ser meu parceiro de crime?
[/i]

@3DSFood: FanFic trancada por inatividade. Caso queira re-abrir a mesma, envie uma MP para qualquer FFM.
avatar
Snow Walker
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/04/2013

Frase pessoal : salabim salabão


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum