Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Argue

Ir em baixo

Argue

Mensagem por Kurosaki Mud em Sab 31 Ago 2013 - 19:10

Regras escreveu:* É proibido criar qualquer flame ou briga com as discussões aqui apontadas nesse tópico. Em caso de alguma decorrência ou provocação, a pessoa terá seu post apagado e será avisada. Caso o infrator prossiga, receberá alertas pelos moderadores do fórum.
* As demais regras do fórum valem aqui, inclusive a de flood. Comentários com menos de 2 linhas ou comentários sem nexo e de provocação, irão ser deletados e os que postaram, diretamente avisados e possivelmente alertados.
* O objetivo do tópico é trocar ideias sobre os assuntos em pauta retratados pelo tema da semana. A cada semana, os membros Mud ou Kurosaki Lucas, irão postar o tema da semana. A ideia é que sejam postadas as opiniões com ARGUMENTOS e FUNDAMENTOS para mostrar a razão que as pessoas pensam desse jeito. É uma espécie de debate para descontrair, onde você irá apenas expressar suas ideias. É claro que pode quotar posts anteriores e desbancar a tese da pessoa dizendo o porquê de não concordar ou ao contrário, o porquê concorda. Porém, caso vire discussão, a regra de flame entrará em vigor, portanto, é preferível RESPEITAR A VEZ DO MEMBRO E SUA RESPECTIVA OPINIÃO.
*O uso de imagens e vídeos para demonstrar exemplos e casos que comprovem sua argumentação são totalmente válidos, contanto que estejam no caráter do tema e que não contenham proibições das regras do fórum.
* Os temas poderão se atrasar ou se adiantar, dependendo da disponibilidade e da popularidade em que o assunto foi tratado.
* A enquete não é obrigatória
.




Argue


Pois bem pessoal, como o título em inglês sugere, esse tópico retratará temas do nosso cotidiano e vocês deverão expor o que acham disso ou daquilo, dando sua opinião. O tema será dado, provavelmente, por semana. Espero que possamos nos aprofundar numa discussão interessante e pacífica. As regras estão acima, qualquer um pode participar.



Tema 1 - Notícia e Informação a um clique! Seria esse o fim do papel?


Eis uma questão interessante. Fazendo minha simplória faculdade de jornalismo, a todo momento esse assunto é abordado. Os professores sempre dizem: E o jornal impresso, vai acabar? Não sabemos. Cada vez mais, revistas, TV, portais online e mídias sociais consomem a informação e usam o ineditismo para conseguir a exclusividade e o público. Muitas vezes, uma cratera de meteoro aparece na China às 22h e a página da Folha de S.Paulo no Facebook aparece com a informação às 22h10. Aí, a Globo.com posta uma matéria mais detalhada 23h. As informações via rádio e TV já se multiplicam. Todos que usaram um aparelho eletrônico já sabem da notícia, devido ao mundo interconectado. Mas e o jornal? O fechamento dele aconteceu em questão de segundos. Dá para noticiar o fato rapidamente, sem informações necessárias, apenas que o meteoro caiu. Qual seria então a vantagem de comprar o jornal impresso? Limpar o xixi do seu Poodle? Servir de forro para não escorrer tinta na mesa de mármore da sua mãe, enquanto aquele moleque retardado faz o trabalho de artes em sua casa? Virar divisória de mexerica na cesta de feira?

Afinal, o que o jornal impresso faz para continuar vendendo na atualidade? Vamos pegar os outros meios de mídia e comparar. A começar pela parente mais próxima dos tabloides: as revistas. Gostando ou não, é impossível negar que as publicações semanais Veja, Época, Isto É, Carta Capital e Caros Amigos, ditam o assunto da semana em qualquer tipo de mídia. As matérias são inéditas, eles resumem a semana, são inéditos e improváveis e sempre formatam a matéria de acordo com sua ideologia. Outro exemplo de que algo iria decair era o rádio. Com a chegada da TV, as imagens tomaram conta de vez, prejudicando quem ouvia apenas o rádio. A Internet era a carta certa para matar os ouvintes. Daí surgiu o recurso de música e informação. Atraiu o espectador. Mesmo assim, não havia lugar para um radiojornalismo tão vigoroso quanto àquele que tínhamos com o Repórter Esso. Porém, outro avanço auxilia a propagação desse tipo de comunicação: usar a Internet como meio de divulgação. As rádios podem ser escutadas via online. Além disso, as estações de rádio são as melhores amigas do motorista que pega os trânsito infernais metropolitanos. Afinal, é raro alguém possuir uma TV portátil, e mesmo que a possua, não tem como prestar atenção nas imagens. E mais, os canais abertos são exclusivos da TV a cabo, enquanto quem possui uma mini-televisão no GPS do automóvel, só pode assistir a programas que passam naquele horário, como uma novela ou o Britto Jr. entrevistando a Mulher Sapoti.

A Internet e a TV se tornaram meios consagrados com a proximidade e os impactos já demonstrados no primeiro parágrafo. Mas e o jornal impresso? Demora para ser produzido, é pouco aproveitado e vendido, muitas vezes possuem conteúdos online ou alguns já migraram para lá. Muitos jornais impressos estão sendo extintos. O Jornal da Tarde foi-se há menos de um ano. O internacional Washington Post, famoso por entregar o caso de Watergate no século passado, foi vendido pela Amazon para virar, sabe-se lá o quê! Qual é o motivo de manter as publicações impressas então?

Para explicar isso, vou tomar outro exemplo de extinção: livros. Cada vez mais, o avanço do kindle (aquele aparelhinho que parece um tablet para ler livros) está progredindo em nosso país e mundo afora. Há inclusive quiosques em shoppings paulistas apenas dessa marca! E se eu disser que tem um mesmo dedo por trás de dois fatores tecnológicos citados aqui? O criador do kindle, é o mesmo ser que é detentor da Amazon, ou seja, comprou o Washington Post. Não é mera coincidência vermos uma modernização progressiva. Em muitos lugares, há tecnologia suficiente guardada para daqui a 10 anos de avanço! Enquanto piramos em portáteis novos e videogames aguardados, os programadores detém coisas inimagináveis em seu alcance. E há um bom motivo, é claro, com essa poupança de papel, poupam-se árvores de reflorestamento, e consequentemente, tornam o planeta mais verde, não é?

Sinto lhes dizer que não. Os kindles e tablets possuem sua matéria prima também. Um dos principais componentes é o lítio, matéria-prima de baterias e pilhas. E o Brasil é um dos maiores produtores e exportadores desse elemento químico, que, um dia acabará por escassez. E sim, ele é poluente. Ou seja, nada modifica o fato de contribuir com o ambiente, já que após o papel ser usado, muitas vezes é reciclado e a árvore que foi usada, é registrada para esse uso em parques de reflorestamento. Já as baterias e seus progenitores tecnológicos, são descartados irregularmente no solo e no lixo, causando mais prejuízo do que uma árvore cortada.

Além disso, vamos levar para o gosto pessoal. Eu odeio ler textos e artigos onlines. não sei vocês. Gosto de pegar um livro, abri-lo, contentar ele na minha estante, cheirar aquele odorzinho leve de tinta, colocar um marca-livro personalizado, levá-lo para a praça, a festinha do primo, ao dentista, para qualquer lugar. O mesmo vale para o jornal. Muitas vezes, não é a informação que resume tudo. Há muitas pessoas que ainda leem o bom e velho matinal aos domingos e acabam se divertindo com os tabloides. É claro que em mais da metade dos casos, é destinado ao lixo, reciclagem ou banheiro de cachorro, mas os jornais movimentam ainda a nossa economia e sociedade. Um exemplo claro é o trabalho de um assessor de imprensa. Para fazer um clipping (que é uma conferida nos fatos do dia para ver se a sua empresa-cliente está sendo citada, mesmo sendo bom ou ruim. Um exemplo fácil: O Toddynho com detergente de alguns anos atrás. A empresa do achocolatado é a Pepsico. O dever de seus assessores é procurar notícias relacionadas à empresa e ver qual a imagem que ela está transparecendo. Um assessor faz muitas coisas a mais, mas ficará para outro dia esse assunto)é necessário comprar jornais impresso e conferir a notícia. Muitos outros trabalhos dependem do que sairá na capa do O Globo,, do Zero Hora, do Correio Braziliense ( jornal mais antigo ainda em circulação nacional), da Folha, do Estadão, do Agora, do Metro, do folhetim distribuído na sua cidade. Pois, em suma, os jornais fazem parte da vida das pessoas e farão por um bom tempo. Pode acabar? É claro, nada dura pra sempre! Porém, esse fim está longe de chegar, ao menos por enquanto...

Enquetes que ajudam no desenvolvimento dos Argue Posts:


1- Com qual tipo de mídia você se informa? Ex: Rádo, TV, Portais de Internet, Revistas, Jornais Impressos, Facebook, Twitter, etc... E por quê?
2- Acha que o fim do papel está próximo com o avanço da tecnologia?
3- Você prefere ler em um kindle ou em um livro? E por quê?
4- Acha que o jornal impresso tem outras soluções e meios para continuar imponente no mercado?
5- O que acha do fechamento de jornais e da compra de outros? É melhor que os jornais se migrem para as redes sociais ou não?
6- Como você soube primeiramente de uma notícia recente, por exemplo, que os EUA irão atacar a Síria? (Por Internet, por TV, etc...)

Lembrando que as enquetes não precisam de respostas, e caso queira responder, elas devem ser inclusas na argumentação, não no modo de tópicos.

Poste quem quer, leia quem quiser, só não poste porcaria em um tópico sério : )
avatar
Kurosaki Mud
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 24/06/2010

Frase pessoal : O..o


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Leo em Qui 5 Set 2013 - 13:43

Eu já tinha feito um tpc assim, mas nem deu certo, ai eu apaguei. Well, vamos lá.

Eu não troco a minha revista de papel pela digital. É bom e tudo, mas, não consigo me acostumar.

1- TV, Internet, Twitter
2- Do papel não. Mas das informações em papel, talvez.
3- Livro. Gosto de ter em mãos, colocar na estante, etc.
4- Não sei, na verdade,.
5- Não ligo, na verdade. Acho que se eles podem ir para as redes sociais sem deixar o papel.
6- Amigos na escola.
avatar
Leo
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/10/2009


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Kurosaki Mud em Sab 7 Set 2013 - 22:20

Bom Leo obrigado pelo apoio.
Eu acho que me empolguei e postei um linguajar muito complicado para um primeiro tema. Vamos ver se o tópico dá mais certo agora. Colocarei uma linguagem simples e sem o textão. Só o tema e aí a gente começa a argumentar.


Tema da Vez: Brasil - Mais de 200 Milhões de Pessoas.


Você acha que o Brasil ficará superpovoado com esse número enorme de pessoas?
Acha que o país será capaz de aguentar a essa grande demanda?
Quantos habitantes você acha que o Brasil terá em 100 anos?


Let's Argue : )
avatar
Kurosaki Mud
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 24/06/2010

Frase pessoal : O..o


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Caio. em Dom 8 Set 2013 - 12:34

Chateado, cheguei atrasado. O tema anterior tava bem bão, eu por exemplo compro jornal às vezes, principalmente porque é difícil para mim, que estuda o dia inteiro, entrar na internet - mesmo com celular. Por essas e outras ainda compro jornal, principalmente quando alguma merda intensa tá pra acontecer, tipo aqueles protestos loucos.

1. Não acho que o Brasil vai ficar superpovoado não. Acho que o problema do Brasil é a falta da distribuição de pessoas ao seu longo, cara. Temos estados bem pouco povoados, enquanto outros estão já cheios bagarai, como é o caso do Amazonas e de Rio/São Paulo, por exemplo. E o legal é que não sei SP, mas no rio tem cidade normal, enquanto tem outras, como a capital, nova iguaçu, sao joão, caxias, que porra...

2. É como eu disse, se continuar assim, acho que no fim teremos um exôdo urbano. Eu sou meio ruim para prever coisas do tipo, mas... É isso. O país aguenta se tiver planos. Mas como no Brasil primeiro esperam a merda acontecer pra depois concertar, duvido.

3. Difícil dizer. Se a educação continuar uma bosta e os jovens ficarem inconsciêntes dessa forma, é certo que com muita gente Laughing
avatar
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Black~ em Dom 8 Set 2013 - 12:44

É, eu também queria ter participado do outro =/, mas enfim.

1 - O Brasil não ficará supervalorizado de pessoas, ele tem uma extensão territorial muito grande, assim cabendo milhões e milhões de pessoas, mas é mal distribuído, se a cidade de São Paulo fosse um estado, seria o quinto mais populoso, ou seja, muitas pessoas preferem vir morar em São Paulo e também no Rio de Janeiro mesmo em condições precárias, somente pra sair de sua terra, que não recebe atenção. Acredito que se fosse melhor distribuída a população, suportaria sim.

2 - Não suportaria. O povo brasileiro é do tipo que deixa tudo pra última hora. Como eu disse acima, o território permitiria, mas as condições, etc não permitem.

3 - Muitos -q, mas não acredito que terá grande elevação da população.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Leo em Dom 8 Set 2013 - 12:46

1 - Na verdade, não. O Brasil tem bastante espaço. Existem os grandes centros que abrigam a maioria, como SP. Mas se elas não ficarem muito concentradas, não vejo problemas.

2- Acredito que não. Hospitais lotados, sem escola/creche, transporte público entupido, etc.

3 - Não tenho a mínima ideia. Mas, muitos?
avatar
Leo
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/10/2009


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Kurosaki Mud em Dom 8 Set 2013 - 12:50

Eu tenho opinião parecida a de vocês.
Se o Brasil chegar a 250 Milhões, seria interessante ver alguns pontos geográficos. As megalópoles se espalhariam. Entretanto, metade do Brasil é uma área inóspita, composta por Florestas e Pantanais. Talvez, não chegaremos ao nível da China, além disso, a tendência que o IBGE aponta é que em 2050 iremos reduzir a população. Ficaremos mais velhos e teremos menos filhos. Mas aí, nesse caso de ter menos filhos, eu não sei se irá de fato ocorrer ._.
avatar
Kurosaki Mud
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 24/06/2010

Frase pessoal : O..o


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Leo em Dom 8 Set 2013 - 12:52

As pessoas atualmente tem poucos filhos. A grande maioria é filho único ou tem apenas um irmão. A tendência é diminuir.
avatar
Leo
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/10/2009


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Solo Hit-yplo em Dom 8 Set 2013 - 12:57

O outro parecia legal, pena que foi em uma semana atarefada pra mim.

Não, o Brasil é bem extenso em território, seria difícil.
Como já falaram, o pais não te infra estrutura para tal, e ja completando com a próxima resposta, eu acho que a população tende a diminuir caso o Brasil continue como está.
avatar
Solo Hit-yplo
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 17/07/2011

Frase pessoal : próximo por favor


Ver perfil do usuário http://www.fangamesproject.zz.mu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Yoshihime em Dom 8 Set 2013 - 13:45

o problema de contingente populacional são sempre as grande cidades centrais né, paranaíba não vai sofrer por ter muita gente, mas como Caio disse, Rio e São Paulo já sofrem com isso. O Brasil é um país de proporções continentais, suas realidades são muito diferentes internamente e vão continuar sendo, sempre teremos o nosso amado caos urbano no sudeste e enormes vazios demográficos no Norte.

avatar
Yoshihime
Membro
Membro

Feminino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/09/2009

Frase pessoal : Oi, sou travesti. Você sabe?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Kurosaki Mud em Sab 14 Set 2013 - 17:22

Bem, até que o da semana passada foi um tema interessante e.e


Tema da semana: Menores na Cadeia - A diminuição da menoridade penal:


Digam se são a favor ou contra, o que poderia ser útil para uma diminuição, se falta estrutura do Brasil, qual idade é certa para esses casos, etc...


Alguns casos comprovam as brigas que temos por conta desse tema, como o do Vitor Hugo. Portanto, é um tema que sempre volta nas mídias, bora arguear -q
avatar
Kurosaki Mud
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 24/06/2010

Frase pessoal : O..o


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Yoshihime em Sex 20 Set 2013 - 11:42

mud, deixa 1 tema pra cada 15 dias, p/ gente sem tempo como eu participar. amanhã falo desse. mas já adianto que sou contra a redução depois mostro os motivos
avatar
Yoshihime
Membro
Membro

Feminino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/09/2009

Frase pessoal : Oi, sou travesti. Você sabe?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Yoshihime em Sab 21 Set 2013 - 14:02

como disse ali ^

sou contra a redução, vamos aos fatos, a redução da maioridade penal é uma medida tapa-buraco, que não resolve o problema em si, em suas causas, apenas uma consequência abstrata, é uma atitude de direita de ódio às classes mais baixas

porque eu posso garantir que se alguém fosse preso com menos de 18 ele não seria um classe média da zona sul do Rio, que enche a cabeça de pó e vai bater em travesti, mas sim um garoto que veio de um origem pobre, de uma classe baixa, que talvez nem tenha o pai em casa, que cresceu em uma condição de abismo social, de deficiência do Estado, não teve acesso a uma educação de qualidade

a reincidência criminal no Brasil é de 70%, ou seja, nosso sistema carcerário é ineficiente, nossas prisões sofrem de super lotação, nossa justiça é morosa, colocar um adolescente na cadeia por ter assaltado alguém para comprar uma pedra de crack é misturar ele com criminosos de maior periculosidade, transformando a cadeia em uma verdadeira escola do crime

pode parecer mais fácil para os coxinhas por ai, claro, prender é mais fácil que educar, mais ainda, punir é melhor que dar oportunidade a um pobre de mudar de vida, o que não existe hoje em dia, não no Brasil, falar que a meritocracia existe é falácia, não na sociedade contemporânea

o Brasil tem uma legislação referente ao ECA (uma conquista do povo brasileiro) que não é posta em prática, mas deve ser, ela prevê medidas socio-educativas para adolescentes que venham a cometer algum crime, em vez de meter ele numa cadeia

certa vez li um texto de um diplomata que gosto muito no qual ele citava uma campanha conservadora-religiosa contra a gravidez na adolescência, que aconteceu nos EUA no século passado

a campanha consistia em estimular que se tirassem os sofás da sala e se colocassem cadeiras individuais, como a maneira de impedir a gravidez, ótimo, né? em vez de estimular o uso de preservativos vamos retirar os sofás

com a redução da maioridade penal é a mesma coisa, uma medida ilusória que não vai reduzir a violência urbana de verdade, só vai ajudar a manter um quadro de desigualdade social entre o asfalto e a favela, a zona sul e o subúrbio, a casa grande e a senzala, chame como quiser

um link que eu gosto muito, apesar de ter saído do PSOL, é esse: http://psol50.org.br/site/artigos-e-entrevistas/528/por-que-nos-socialistas-temos-que-ser-contra-a-reducao-da-maioridade-penal

ele aborda o tema com muito mais propriedade e habilidade que eu



avatar
Yoshihime
Membro
Membro

Feminino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/09/2009

Frase pessoal : Oi, sou travesti. Você sabe?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por andergiehl em Sab 21 Set 2013 - 15:09

Keira Marvin escreveu:como disse ali ^

sou contra a redução, vamos aos fatos, a redução da maioridade penal é uma medida tapa-buraco, que não resolve o problema em si, em suas causas, apenas uma consequência abstrata, é uma atitude de direita de ódio às classes mais baixas

porque eu posso garantir que se alguém fosse preso com menos de 18 ele não seria um classe média da zona sul do Rio, que enche a cabeça de pó e vai bater em travesti, mas sim um garoto que veio de um origem pobre, de uma classe baixa, que talvez nem tenha o pai em casa, que cresceu em uma condição de abismo social, de deficiência do Estado, não teve acesso a uma educação de qualidade

a reincidência criminal no Brasil é de 70%, ou seja, nosso sistema carcerário é ineficiente, nossas prisões sofrem de super lotação, nossa justiça é morosa, colocar um adolescente na cadeia por ter assaltado alguém para comprar uma pedra de crack é misturar ele com criminosos de maior periculosidade, transformando a cadeia em uma verdadeira escola do crime

pode parecer mais fácil para os coxinhas por ai, claro, prender é mais fácil que educar, mais ainda, punir é melhor que dar oportunidade a um pobre de mudar de vida, o que não existe hoje em dia, não no Brasil, falar que a meritocracia existe é falácia, não na sociedade contemporânea

o Brasil tem uma legislação referente ao ECA (uma conquista do povo brasileiro) que não é posta em prática, mas deve ser, ela prevê medidas socio-educativas para adolescentes que venham a cometer algum crime, em vez de meter ele numa cadeia

certa vez li um texto de um diplomata que gosto muito no qual ele citava uma campanha conservadora-religiosa contra a gravidez na adolescência, que aconteceu nos EUA no século passado

a campanha consistia em estimular que se tirassem os sofás da sala e se colocassem cadeiras individuais, como a maneira de impedir a gravidez, ótimo, né? em vez de estimular o uso de preservativos vamos retirar os sofás

com a redução da maioridade penal é a mesma coisa, uma medida ilusória que não vai reduzir a violência urbana de verdade, só vai ajudar a manter um quadro de desigualdade social entre o asfalto e a favela, a zona sul e o subúrbio, a casa grande e a senzala, chame como quiser

um link que eu gosto muito, apesar de ter saído do PSOL, é esse: http://psol50.org.br/site/artigos-e-entrevistas/528/por-que-nos-socialistas-temos-que-ser-contra-a-reducao-da-maioridade-penal

ele aborda o tema com muito mais propriedade e habilidade que eu
só dizendo que partilho do mesmo pensamento
avatar
andergiehl
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/11/2010

Frase pessoal : Quem vem com tudo não cansa.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Leo em Sab 21 Set 2013 - 15:16

Não tenho opinião formada sobre este tema. Não postei por conta disso.
avatar
Leo
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/10/2009


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por andergiehl em Sab 21 Set 2013 - 16:26

botei alguns desses fatos que o gui citou uma vez na minha redação argumentativa e tirei um pouco acima da média, sei lá, vai ver que é porque falei a verdade
avatar
andergiehl
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/11/2010

Frase pessoal : Quem vem com tudo não cansa.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Kurosaki Mud em Sab 21 Set 2013 - 18:45

Eu fico dividido. Eu diminuiria para 16, mas nada a mais. Uma pessoa com 16 anos tem consciência de seus atos, pois já transa, já bebe, já fuma, já usa drogas, já dirige, mesmo que grande parte disso seja ilegal.
Eu acho que a pena de 16 anos deveria ser para quem mata ou comete crimes hediondos, não um furto de padaria ou de carro. Tem que ter um meio-termo plausível além da criação de novos centros de detenção permanente. A justiça nunca irá se desenvolver para ficar rápida, mas isso ia facilitar a vida de muitas pessoas.

Agora quanto à sua sugestão das duas semanas para argumentar Marvin, eu curti, acho que a gente pode deixar de duas em duas semanas o assunto. Mudarei o próximo então sábado que vem -q
avatar
Kurosaki Mud
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 24/06/2010

Frase pessoal : O..o


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por andergiehl em Sab 21 Set 2013 - 18:48

eu bebo, mas minha virgindade ainda ta ai
avatar
andergiehl
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/11/2010

Frase pessoal : Quem vem com tudo não cansa.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Kurosaki Mud em Sab 21 Set 2013 - 19:17

Bah, você entendeu Ander u.u Se a pessoa pode fazer tudo isso, é lógico que sabe de seus crimes, isso que quis dizer -q
avatar
Kurosaki Mud
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 24/06/2010

Frase pessoal : O..o


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Yoshihime em Sab 21 Set 2013 - 21:39

mas com 14 eu já bebia, acho que consciência não seja uma questão que justifique uma prisão, até porque ele com 16 é muito influenciável, eu com 18 ainda sou, uma prisão não ajudaria, só faria ele aprender mais sobre o crime, entrar pra alguma boca, e etc, e com a justiça morosa demoraria demais para provar a autoria do crime ou não

uma pena sócio-educativa em uma instituição do ECA ainda seria melhor, penso, na verdade a reincidência mesmo de maiores de idade se dá pela falta de potencial educacional positivo nas penitenciárias, uma profissionalização, ofertas de emprego e o preconceito social contra um ex-presidiário
avatar
Yoshihime
Membro
Membro

Feminino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/09/2009

Frase pessoal : Oi, sou travesti. Você sabe?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Kurosaki Mud em Sab 28 Set 2013 - 11:17

Próximo tema da vez: Bullying.
Ele acontece de verdade nas escolas? Vocês já sofreram algum tipo de Bullying? Já sofreram cyberbullying? O que acham de pessoas que ganham indenização por isso?
Comentem e argumentem ^- ^
avatar
Kurosaki Mud
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 24/06/2010

Frase pessoal : O..o


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Kurosaki Mud em Dom 13 Out 2013 - 23:33

Com o fórum às moscas e o tempo corrido da maioria do pessoal, vou ter que trancar aqui, sinto muito pessoal .--.
pirat 
avatar
Kurosaki Mud
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 24/06/2010

Frase pessoal : O..o


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Argue

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum