Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Por favor, não perca mais tempo, inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobres todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Aguardo.
Feliz Natal e Ano novo!

The Adventures of a Gym Leader

Página 6 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Rush em Sab 29 Mar 2014 - 11:50

Nossa, Black. Fiquei desde ontem lendo tudo. Finalmente acabei de ler os capítulos perdidos.


Eu sinceramente estou meio perdido. Os acontecimentos estão acontecendo tão rápidos e sem "impacto" que várias coisas acabam sendo atropeladas por consequências futuras, o que você fez com que a reação dos personagens sobre tais acontecimentos fosse irrelevante. Por exemplo, quando a Francesca termina com o Lurly... Tudo bem, estava tudo realista, já que ela demora para decidir se iria terminar ou não, mas falar que escolheu o John na frente do Ex-Líder foi algo tão... Filho da [palavra censurada].


Até ai, poderia apenas dizer que ela é uma vadia mesmo. Mas o problema é que o Lurly fica de boa. o_o Tipo, mesmo ele estando atraído pela Janine, ele deveria ter ficado no mínimo PUTASSO com aquilo, a ponto de expulsar o John e a Francesca do grupo, não? Tudo bem que o Lurly é um bostão que mesmo namorando dá em cima de outras garotas, mas né, o cara é um homem. Deveria ter ferido o orgulho dele, não? Achei que apenas um "Ah, tudo bem" muito sei lá. Vazio. 


Você continua usando o mesmo tipo de narração simples e direta. Não acho isso ruim, acho que é um estilo próprio de suas fics que é até agradável, mas eu acho que você sente MUITA preguiça em escrever os capítulos, tanto que você acelera muito os acontecimentos. Sempre no final parece que você pensa, "Ah, vou terminar logo, ta quase acabando mesmo." e resume algum tipo de final que você gostaria que tivesse, ficando sem detalhes ou profundidade.


Sinceramente, não gosto nem do John e nem da Francesca. Eles estão sendo, obviamente, os verdadeiros "vilões" do Lurly, se for contar questões psicológicas. E sinceramente, não sei porque eles ainda estão andando com o ex-líder. Mas como sempre disse, o Lurly é um protagonista fantástico e original. 


Sei que é chato, mas tente narrar mais, por mais detalhes em questões emocionais e psicológicas. Tente explorar mais essa questão pelo menos nos protagonistas mesmo. Sei lá, faz o Lurly dar um murro e quebrar o nariz do John e a Francesca dar um chute no saco do John por ele ser um fraco oportunista. UAEHUAE'


É isso cara, desculpa a demora para comentar, aguardo o próximo capítulo. Um abraço, até mais.


Edit: Nero Sem-Sobrenome? u.u Falo nada AUEHAUE'
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Sex 4 Abr 2014 - 23:15

E chegou sexta-feira, dia de ficar em casa com os joguinhos ninjas e dia de postar o capítulo 30 dessa esplendorosa aventura! Mas antes, os comentários:

Comentários:
Sir ~Skarmory escreveu:Capítulo muito bom mesmo, estou rindo até agora kkkk.
vamos ao comentário:
  Você se supera aa cada capítulo Til Black, Um mais sensacional e emocionante que o outro, só não demore tanto para postar meu caro jovem, foi um dos mais engraçados e irreverentes que eu já vi, não via emoção assim faz tempo. e isso é só terminou o comentário kk

Skarmory o/. Valeu. Esse eu tinha demorado pra postar porque estava cheio de trabalhos. Mas enfim, eu geralmente deixo um período de 5 a 7 dias pra postar um capítulo, que é um tempo bom. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@xKai escreveu:Verdade, teve pouca narração e muitas falas, mas não achei que foi confuso não xD

Professor Carvalho ta bem mudado na tua fic, to acostumado com o calmo, pacífico e poeta Oak, mas aqui ele até que da medo O.O'

Esses Rockts já tão enchendo o saco, me pergunto o que eles tem planejado, será algo grandioso e inovador, ou clichê? O Lurly ta começando a perder a pinta de protagonista -q Nesse capítulo ele foi quase um figurante kkk Até que curti essas tretas todas rolando na cidade de Saffron que sempre foi uma das minhas favoritas, até o próximo capítulo.

Kai o/. Sim, ele é loucão, é do tipo que vive no limite, ainda mais com o transante dele (Nero). Cara, primeiramente eu criei toda a história lá no capítulo 08 e coloquei os Rockets, ai eu tinha um plano pra eles, mas ai acabei mudando, mas ficou meio parecido, é meio clichê sim, mas eles ficarem enchendo o saco é só por ser equipe vilã que luta contra protagonista e tals -q. É porque tipo, eu quis deixar que um "mero" protagonista não é páreo para uma equipe vilã, por isso só os dois noiados lá que iam lutar -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@Rush escreveu:Nossa, Black. Fiquei desde ontem lendo tudo. Finalmente acabei de ler os capítulos perdidos.


Eu sinceramente estou meio perdido. Os acontecimentos estão acontecendo tão rápidos e sem "impacto" que várias coisas acabam sendo atropeladas por consequências futuras, o que você fez com que a reação dos personagens sobre tais acontecimentos fosse irrelevante. Por exemplo, quando a Francesca termina com o Lurly... Tudo bem, estava tudo realista, já que ela demora para decidir se iria terminar ou não, mas falar que escolheu o John na frente do Ex-Líder foi algo tão... Filho da [palavra censurada].


Até ai, poderia apenas dizer que ela é uma vadia mesmo. Mas o problema é que o Lurly fica de boa. o_o Tipo, mesmo ele estando atraído pela Janine, ele deveria ter ficado no mínimo PUTASSO com aquilo, a ponto de expulsar o John e a Francesca do grupo, não? Tudo bem que o Lurly é um bostão que mesmo namorando dá em cima de outras garotas, mas né, o cara é um homem. Deveria ter ferido o orgulho dele, não? Achei que apenas um "Ah, tudo bem" muito sei lá. Vazio. 


Você continua usando o mesmo tipo de narração simples e direta. Não acho isso ruim, acho que é um estilo próprio de suas fics que é até agradável, mas eu acho que você sente MUITA preguiça em escrever os capítulos, tanto que você acelera muito os acontecimentos. Sempre no final parece que você pensa, "Ah, vou terminar logo, ta quase acabando mesmo." e resume algum tipo de final que você gostaria que tivesse, ficando sem detalhes ou profundidade.


Sinceramente, não gosto nem do John e nem da Francesca. Eles estão sendo, obviamente, os verdadeiros "vilões" do Lurly, se for contar questões psicológicas. E sinceramente, não sei porque eles ainda estão andando com o ex-líder. Mas como sempre disse, o Lurly é um protagonista fantástico e original. 


Sei que é chato, mas tente narrar mais, por mais detalhes em questões emocionais e psicológicas. Tente explorar mais essa questão pelo menos nos protagonistas mesmo. Sei lá, faz o Lurly dar um murro e quebrar o nariz do John e a Francesca dar um chute no saco do John por ele ser um fraco oportunista. UAEHUAE'


É isso cara, desculpa a demora para comentar, aguardo o próximo capítulo. Um abraço, até mais.


Edit: Nero Sem-Sobrenome? u.u Falo nada AUEHAUE'

Rush o/. Sei lá, foi erro meu mesmo, mas é que tipo, eu precisava manter a Francisca e o João na história, mas eles tinham que namorar também, e tals, então sei lá -q. Tipo, é realmente o meu estilo mesmo, e eu não gosto muito de escrever tão perfeitamente como você, Caio, e outros, prefiro uma narração mais simplória, mas resolvi tentar pôr mais narração nos capítulo consequentes, mas enfim. Cara, ai depende do sentido de não gostar, porque se você não gosta deles por eles serem filhos da [palavra censurada] com o Lurly é sinal de que eu to indo pelo caminho certo, eu quero que o povo odeie os dois, principalmente a Francesca; mas se for no sentido de odiar de achá-los inúteis, insuportáveis, etc, ai é triste =/. Tá, vou tentar desenvolver mais agressões físicas entre eles -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Enfim, agora o capítulo:

Capítulo 30 - Um combate estranho...


Os jovens caminhavam pelas ruas quentes da cidade de Saffron. Teriam que voltar a Cerulean novamente para poderem continuar a jornada. Isso é claro, se a líder quiser batalhar.

- Então a desgraça não quer lutar. Como até lá é um bom caminho, vamos dar uma volta pela cidade, tomar um sorvete, quem sabe. - Proferiu o protagonista.

Os outros concordaram, resolveram ir em algum lugar perto dali mesmo, pois ficar andando de metrô toda hora não é muito legal.
Caminharam por algumas ruas até ouvirem um barulho estranho, então viram uma multidão se formando em um lugar, logo se juntaram, ao se aproximarem viram que se tratava de uma batalha, e os batalhantes eram conhecidos já, Ailan vitorioso e Joseph cheira carne, digo, Ailan Victory e Joseph Sherabiff.

- Blaziken, Flamethrower!
- Nidorina, evasiva!

Uma grande galinha bípede e vermelha abriu a boca e de lá cuspiu um enorme fogaréu que derrotou facilmente o mamífero venenoso, jogando-o contra uma parede.

- Então quer dizer que a galinha de macumba evoluiu. - Analisou Lurly.
- Aparentemente, sim. - Concordou John.
- Evoluiu, mas não será capaz de vencer o Aipom!

Todos à volta riram, um pokémon nanico daquele não iria vencer nunca um monstro como o Blaziken, porém o jovem retornou a galinha para a pokébola e lançou outra. Da esfera bicolor saiu uma espécie de rinoceronte ou um mamífero do tipo, ele possuía uma carcaça cinza de metal sobre seu corpo acinzentado escuro de pedra. Bater num bicho metade metal e metade pedra é uma missão impossível, mas o macaco roxo com rabo de mão estava preparado, ou não.

- Lhe dou a honra de começar primeiro. - Ironizou o jovem. - Lá em Hoenn os treinadores são muito melhores.
- Senta lá, Cláudia. - Interrompeu o ex-líder.
- Sai daqui Lurly!
- Ok então. Aipom, Doubleslap!
- Tsc. Harden.

O mamário arroxeado então saltou, em seguida direcionou sua cauda - que no caso era a mão também - e deu um tapa no adversário, que começou a brilhar como se tivesse lustrado-o, assim endurecendo completamente o corpo. Ao atingir o oponente, o macaco começou a gritar de dor, devido ao golpe inútil e tosco que tentou utilizar.

- Acabe com essa babaquice. Flash Cannon!
- Tail Whip!

O animal petrificado abriu a boca e de lá “cuspiu” um enorme raio brilhoso, que chegava até a “cegar” os presentes, então o golpe atingiu o adversário. Na verdade não atingiu. O mamífero saltitante com sua cauda rebateu o golpe.

- Tsc. Grande merda. Earthquake!
- Mas quê? - Gritou o jovem cheirador.

O bicho cinza bateu as patas dianteiras contra o chão, causando um leve tremor, que chegou a assustar os mais desavisados. Então o chão começou a rachar e pedras foram subindo, até atingirem o oponente, que caiu no chão, nocauteado.

- Ok, a brincadeira acabou! - Suspirou Joseph. - Wartortle, eu escolho você!

Do objeto circular alvirrubro saiu uma tartaruga azul, com uma orelha um pouco exótica, saiu encarando fortemente o inimigo, somente aguardando uma ordem de seu treinador.

- Flash Cannon!
- Withdraw e Water Gun!

Lairon abriu a boca e novamente mandou aquele feixe extremamente brilhoso contra um combatente do garotinho. Porém quando o golpe se aproximava, a tartaruga entrou em seu casco para se defender, em seguida começou a liberar água por todos os cinco buracos da “armadura”, e começou a rodopiar. Se fosse pra dar um nome ao golpe, seria “Aqua Spin”, então ele ficou rodopiando e atingiu o adversário com a força da água, jogando-o contra uma parede, já nocauteando.

- Mas o quê? - Eu perdi pra essa tartaruga? - Suspirou Ailan. - Tudo bem, retorne. Kirlia, eu escolho você!
- O quê? O Joseph venceu uma batalha? - Gritou o protagonista. - É Deus agindo! Não tem outra explicação! Alguém me bate!
- Quer realmente isso? - Perguntou Francesca com um olhar perverso.
- Não.

Então da bola de captura saiu um pokémon que se assemelhava a uma garota, tinha o corpo e o cabelo verde, usava o que parecia um vestido branco e dois “laços” vermelhos na cabeça. Apesar de tudo isso, o treinado pelo garoto era macho.

- É de lascar ter um Kirlia macho. - Suspirou. - Enfim! Psybeam!
- Water Gun!

“O”, ou “a” pokémon psíquico fechou o olho e começou a se concentrar, logo, um raio arco-íris começou a sair de sabe-se lá onde, porém o animal aquático abriu a boca e mandou uma quantia de água, que combateu com o golpe do adversário, e ambos foram empurrados para trás.

- Humpft... - Esbravejou o garoto. - Karate Chop!
- What the fuck? - Espantou-se o adversário e todos no redor. - Withdraw

Kirlia então fez um princípio de dança de capoeira, em seguida deu alguns mortais e no meio do espetáculo deu um chute na cara do oponente, que voou longe, sem nem poder levantar. Além de ser impossível um Kirlia aprender um golpe desses, ainda o executa de maneira diferente do ideal.

- Ok. Então vai lá Ponyta!
- Você não desiste não, garoto? - Suspirou o rival.
- É tanto suspiro que eu não sei se estou numa doceria ou numa fic. - Disse Lurly. - Não, pera.

Todos reviraram os olhos com desdém ao garoto. Agora falando do que importa, da pokébola saiu um pequeno cavalo branco, que tinha a crista e o rabo feitos de fogo, saiu relinchando, observava o seu rival friamente, esperava alguma ordem do treinador, que assim o fez.

- Flame Wheel!
- Teleport!, Shadow Ball!

O pônei então se envolveu numa roda de fogo, que cobriu-o totalmente, então ele começou a rodar, em direção ao oponente, porém ao se aproximar do adversário, o viu “sumindo” e aparecendo atrás. Ao aparecer atrás de Ponyta, o pokémon humanoide começou a mexer as mãos circularmente, criando uma esfera negra, que foi arremessada contra o mamífero de fogo, que foi arremessado a alguns metros de distância, e já nocauteado. Após ver isso, a multidão se dispersou, a batalha era muito sem graça. Então Joseph retornou seu pokémon, e ali no local só estavam os protagonistas e esses dois garotos.

- Boa luta. - Disse o menor, tentando um cumprimento.
- Lixos têm que morrer! Kirlia, Psybeam!

O adolescente certamente recusou o aperto de mão, e fez pior, ordenou que o pokémon carregasse o ataque, então atirou o golpe contra o outro garoto, que atingiu o seu peito em cheio, jogando-o no chão. O trio foi acudir o menino caído, e antes que virassem para alguma reclamação, o mais velho usou o Teleport e caiu fora dali.

- O filho da mãe desmaia o outro e vai embora. - Reclamou Lurly. - Por mais que seja só o escroto do cheira carne, ele não tem o direito de fazer isso. - Completou. - Francesca ou John, chequem se ele está vivo, vou chamar o resgate.

Pela primeira vez na história, o moço de cabelos prateados fez uma boa ação, pegou seu celular e ligou para a ambulância, que em menos de cinco minutos chegou ao local e levou o garoto para o hospital.

- Será que ele vai ficar bem? - Perguntou Francesca.
- Ele que se dane! Nem sou amigo dele. A minha parte eu já fiz. - Disse o ex-líder. - Sei que eu e John temos o Farol de Cerulean para ir.

Logo, os dois garotos andaram à frente, mas foram rapidamente alcançados pela menina.

To be continued...


Ok, foi meio filler sim, mas é que sei lá, depois o Joseph vai ressurgir como fodão, então ele precisava morrer. E por mais que eles sejam "rivais" do Lurly, eles não são realmente rivais dele, o principal rival do Lurly é o próprio "aluno", mas enfim. É isso e espero que comentem Very Happy
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por xKai em Sex 4 Abr 2014 - 23:35

O Ailan vai morrer? o.O'

Sim, foi um pouco filler também, mas curti bem mais este capítulo que o anterior xD

As piadinhas de sempre foram mais do que um agrado, a narrativa do confronto foi muito bem feita ao meu ver pelo menos. Até que curti, ainda mais a parte em que "o" Kirlia usa o Karate Chop, prevejo que ele vai virar um Gallade... ou Uma Gardevoir loucona... digo loucão =D
Quase imaginei aqui a cena do Lurly chamando a ambulância... Tipo, ele fez mesmo isso? O Lurly?! Mas no instante seguinte... Ele volta a ser o cheirador de pó que todos conhecemos hahsuahsa Valeu pelo capítulo, e aguardo o próximo.

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Snow Walker em Sab 12 Abr 2014 - 0:39

Primeiramente gostaria de ressaltar o fato de que enquanto todo mundo muda drasticamente a cada capitulo da fic, o Lurly continua o mesmo que era nos primeiros capitulos. Não consigo ver isso como alguma coisa ruim. Obviamente houveram mudanças, como no modo de batalha dele que se tornou muito mais estrategico com o passar do tempo, isso é algo que me agrada bastante.

Lendo o comentario do Rush, me lembrou algo que eu já devo ter comentado aqui alguma vez ou te falado pelo Skype: Por que continuar com a Francesca? Tipo... Inicialmente ela era uma boa pergonagem. Não que eu sinta um certo odio dela por ter feito aquela sacanagem com o Lurly, mas eu peguei uma certa raiva da personagem em meados do terceiro ginasio, por aí. Tudo ficaria tão mais legal só com os dois e quem sabe com a Janine, porque ela é realmente incrivel, quem sabe até uma nova protagonista bem melhor que ela. Mas fica a sua escolha isso, de qualquer forma.

Acho que perdi uns três capitulos, então vou dar um resumão do que achei deles rapidamente aqui. "Controle Rocket" foram realmente dois bons capitulos. No nivel dos que você faz em batalhas de gym, foi realmente muito bom de ler, mesmo que a segunda parte tenha sido a que eu mais achei chatinha. Não que não tenha sido boa, mas né. O jeito que o Lurly reage aos Rockets é realmente bem engraçado, alias, praticamente muitas das cenas dele são bem engraçadas.

Ou ultimo capitulo foi o que mais me agradou, tanto que não tratei ele como um "filler", até porque eu curto o Joseph e curti bastante o estilo do Ailan. De qualquer modo, espero para ver como vai ser esse "renascimento" do Cheirador de Bife. Ah, e teus capitulos estão ficando meio curtinhos ;-; Mal da pra aproveitar a leitura, [palavra censurada] ;-;

No mais é isso, cara. É só e boa sorte com a fic -q

avatar
Snow Walker
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/04/2013

Frase pessoal : salabim salabão


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Aphrodite em Seg 14 Abr 2014 - 17:42

Black~, Este capítulo foi sensacional, Mesmo!, A história do Kirlia usando Karate Chop foi muito engraçada, Foi tipo (WTF?). Mas, Brincadeiras a parte, O capítulo foi bem sensacional, Com mais humor que o anterior. Esse Black~ é um escritor de mão cheia, Quando terminar a história você podia fazer um livro! Sério, Os amantes de Pokémon iriam comprar demais. Acompanho desde o primeiro mas não era registrado por isso nunca comentei, Mas estou aqui agora para comentar sua obra de arte, Parabéns pelo seu belo trabalho.
avatar
Aphrodite
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 22/01/2014

Frase pessoal : Segunda temporada? Não me faça rir.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Sex 18 Abr 2014 - 23:03

Bom, demorei devido a alguns problemas de preguiça, do fórum, internet e de doenças, mas aqui estou pra postar o capítulo, antes, claro, os comentários.

Comentários:
@xKai escreveu:O Ailan vai morrer? o.O'

Sim, foi um pouco filler também, mas curti bem mais este capítulo que o anterior xD

As piadinhas de sempre foram mais do que um agrado, a narrativa do confronto foi muito bem feita ao meu ver pelo menos. Até que curti, ainda mais a parte em que "o" Kirlia usa o Karate Chop, prevejo que ele vai virar um Gallade... ou Uma Gardevoir loucona... digo loucão =D
Quase imaginei aqui a cena do Lurly chamando a ambulância... Tipo, ele fez mesmo isso? O Lurly?! Mas no instante seguinte... Ele volta a ser o cheirador de pó que todos conhecemos hahsuahsa Valeu pelo capítulo, e aguardo o próximo.

Kai o/. Na verdade é o Sherabiff, não o Ailan, mas enfim -q. Esse Kirlia é estranho, é mais uma "crítica" minha a esses pokémons escrotos, tipo Kirlia, que é uma menina, mas tem macho, wtf. E sim, o Lurly fez isso, por incrível que pareça, mas claro que tem que ser escroto logo em seguida, senão não seria o Lurly. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@Snow Walker escreveu:Primeiramente gostaria de ressaltar o fato de que enquanto todo mundo muda drasticamente a cada capitulo da fic, o Lurly continua o mesmo que era nos primeiros capitulos. Não consigo ver isso como alguma coisa ruim. Obviamente houveram mudanças, como no modo de batalha dele que se tornou muito mais estrategico com o passar do tempo, isso é algo que me agrada bastante.

Lendo o comentario do Rush, me lembrou algo que eu já devo ter comentado aqui alguma vez ou te falado pelo Skype: Por que continuar com a Francesca? Tipo... Inicialmente ela era uma boa pergonagem. Não que eu sinta um certo odio dela por ter feito aquela sacanagem com o Lurly, mas eu peguei uma certa raiva da personagem em meados do terceiro ginasio, por aí. Tudo ficaria tão mais legal só com os dois e quem sabe com a Janine, porque ela é realmente incrivel, quem sabe até uma nova protagonista bem melhor que ela. Mas fica a sua escolha isso, de qualquer forma.

Acho que perdi uns três capitulos, então vou dar um resumão do que achei deles rapidamente aqui. "Controle Rocket" foram realmente dois bons capitulos. No nivel dos que você faz em batalhas de gym, foi realmente muito bom de ler, mesmo que a segunda parte tenha sido a que eu mais achei chatinha. Não que não tenha sido boa, mas né. O jeito que o Lurly reage aos Rockets é realmente bem engraçado, alias, praticamente muitas das cenas dele são bem engraçadas.

Ou ultimo capitulo foi o que mais me agradou, tanto que não tratei ele como um "filler", até porque eu curto o Joseph e curti bastante o estilo do Ailan. De qualquer modo, espero para ver como vai ser esse "renascimento" do Cheirador de Bife. Ah, e teus capitulos estão ficando meio curtinhos ;-; Mal da pra aproveitar a leitura, [palavra censurada] ;-;

No mais é isso, cara. É só e boa sorte com a fic -q


Jon Snow o/. Sim, tudo passa, tudo muda, mas o Lurly Spark continua ali, com suas estupidez e idiotice típicas, mas agora mais estrategista. A Francesca vai sair, já era planejado isso mesmo, ela sair, o público pegaria um ódio dela e ela cairia fora, mas não sei se colocarei a Janine. Sim, pro Lurly a vida é uma grande brincadeira -q. E foi meio filler por serem dois personagens recorrentes, sem muito rumo na história, mas enfim. E os capítulos estão menores, mas o próximo tu vai cansar de ler, de tão grande que está -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Sir ~Skarmory escreveu:Black~, Este capítulo foi sensacional, Mesmo!, A história do Kirlia usando Karate Chop foi muito engraçada, Foi tipo (WTF?). Mas, Brincadeiras a parte, O capítulo foi bem sensacional, Com mais humor que o anterior. Esse Black~ é um escritor de mão cheia, Quando terminar a história você podia fazer um livro! Sério, Os amantes de Pokémon iriam comprar demais. Acompanho desde o primeiro mas não era registrado por isso nunca comentei, Mas estou aqui agora para comentar sua obra de arte, Parabéns pelo seu belo trabalho.

Skarmory o/. Valeu cara, mas não é para tanto ao ponto de criar um livro e fazer sucesso -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Agora o capítulo:

Capítulo 31 - Os irmãos Flint!


O trio continuava caminhando pelas ruas de Saffron e já sentiam um calor absurdo, afinal estavam andando há muito tempo, pararam um pouco pra descansar, mas ouviram um barulho, e então ouviram um barulho estranho. Mesmo exaustos, correram. Ao se aproximarem viram algumas pessoas vestidas de preto e com armas. Alguns estabelecimentos na região estavam com os vidros quebrados. Eles logo viram Nero e Professor Carvalho se aproximarem.

- O que é isso? - Perguntaram os jovens.

- Não faço a menor ideia. - Respondeu o velho. - Mas tenho minhas dúvidas de quem seja...

Então uma figura masculina e uma feminina surgem sabe-se lá de onde, estavam de preto, cobrindo todo o corpo, até que tiram toda aquela roupa preta deles, revelando-se Alexander e Emily. O homem estava vestido com uma camiseta vermelha e uma calça jeans, estava normalmente vestido, ao contrário de sua irmã, que estava com somente um top, que cobria parte do busto e uma calça completamente apertada, novamente os homens ficaram babando e nem raciocinaram nada.

- Mismagius, Psybeam!

Logo, uma espécie de bruxa roxa flutuante saiu da pokébola, ela tinha o olhar meio sorridente e meio assustador. Olhou fixamente os adversários humanos, forçou a mente, e então um raio multicolorido saiu de seu corpo e atingiu os quatro indivíduos do sexo masculino do outro lado, jogando-os longe.

- Meu Deus! Esses homens são uns lixos também. - Suspirou a ruiva. - Magby, eu escolho você!
Então da pokébola saiu uma espécie de pato filhote e vermelho, saiu da pokébola cuspindo uma grande quantia de fogo, porém o fantasma simplesmente desviou para a direita.
- Esses punhos leves não vão levantar não? - Pensou consigo mesma. - Flamethrower!
- Ah! Que luta entediante! - Bocejou Alexander.
- Certo. Mismagius, finalize esse lixo com Shadow Ball e depois mate essa inútil.

O bicho de fogo abriu a boca e lançou um forte lança-chamas contra o adversário, que sentiu um pouco do golpe, mas em seguida também abriu a boca e criou uma bola sombria, em seguida a arremessou contra o oponente, que foi jogado a metros dali, nocauteado. Logo depois, ela carregou outra bola sombria para jogar contra Francesca, porém o pokémon dela levantou-se e começou a brilhar numa tonalidade branca. Então ele foi crescendo e revelou-se Magmar, a evolução de Magby. Logo que evoluiu ele ergueu as mãos e uma espécie de onda de lava foi surgindo no campo, atingindo o animal fantasma.

- Pra lutar com fogo, vamos usar o fogo! Delphox, venha! - Disse a vilã.
- Ou água né. - Concordou o moço. - Floatzel, venha!

Das esferas alvirrubras saíram uma espécie de raposa bípede, que se assemelhava a um bruxo, tanto por ser bípede, tanto pela sua roupa, ele tinha um galho na mão, que era a sua “varinha”. Da outra pokébola saiu uma espécie de lontra laranja, que tinha uma boia azul em volta de seu pescoço.

- Três contra um? Isso é injustiça!
- E desde quando lutamos por justiça? - Disse o homem. - Lutamos pra matar!

Porém de repente os homens levantaram do chão, meio confusos, mas levantaram. Então Nero ao ver aquilo, puxa duas pokébolas dos bolsos.

- Metagross, Slowking, venham!
- Não, hoje não. - Disse Emily balançando a cabeça negativamente. - Alex, você sabe o que fazer.

Dos objetos bicolores saíram dois pokémons, obviamente. De uma saiu uma espécie de máquina azul bem grande, que tinha quatro “patas” também feitas de metal, firmes para segurarem seu gigantesco peso, além de ter uma espécie de “x” cortando seu rosto. Da outra saiu o já conhecido Slowking, o pokémon com o Shellder na cabeça.

- Pena que essa máquina interfira seus planos, Nero! - Disse o vilão.

Então ele pegou uma espécie de controle remoto e colocou um pequeno aparelho ao seu lado, tinha uma antena, que emitia sinais. Esses sinais, deixaram os pokémons de Nero, simplesmente impossibilitados de lutar.

- Mas o quê? - Surpreenderam-se todos.
- Essa máquina barra os pokémons psíquicos.
- Mas e por que Delphox está normal?
- Porque ela só funciona nos seus pokémons, Nero. - Riu a moça. - Imaginamos que viria, então impossibilitamos você de lutar.

O campeão fechou os punhos de raiva. Estava impossibilitado de lutar, seus pokémons estavam controlados, ele então os retornou para as pokébolas.

- Gata, você já teve aula de canto? - Disse Lurly, totalmente aleatoriamente, e dizendo para Emily.
- Não, por quê? - Suspirou.
- Então vamos ali no canto que eu te mostro.
- Que fofinho. - Mentiu ela.

Se fossem aquelas séries mal feitas de comédia, ou algum desenho animado, ele ficaria com alguns corações nos olhos, por estar apaixonado, ou por fingir estar, sei lá, os dois poderiam estar fingindo.

- Até eu que sou da turma dos punhos moles sei que ela ta te enganando, Lurly! - Gritou John.
- Eu to enganando-a, deixando-a acreditar que eu to acreditando nela. - Sussurrou para o companheiro de jornada.
- Dragonite, venha lutar! - Disse Carvalho.

Então um dragão laranja saiu da pokébola e começou a sobrevoar o campo, analisando os oponentes, em seguida mandou um raio brilhoso contra a raposa feiticeira, que foi jogada longe.

- Tsc. Que inútil. Overheat! - Ordenou a bandida.

O animal de fogo mirou sua varinha para o oponente e criou um fogo muito forte, que atingiu o adversário, recuando-o um pouco, mas logo o queimando, afinal, eram fáceis quinhentos graus Celsius atacando.

- Ai, estou tão apaixonado pela Emily. - Disse Lurly, na maior cara de pau.
- Mas eu te odeio, seu trouxa! - Retrucou, com nojo. - Mismagius, Shadow Ball!
- Eu esperava por isso, cachorra. Eevee, vai lá, negão!
- Com Eevee, o golpe fantasma não o atingirá devido ao seu tipo Normal, mas ele tem o Shadow Ball, que o põe sobre vantagem contra Mismagius. - Analisou Nero.
- Exatamente. - Disse o ex-líder.

Ele tinha tirado o objeto esférico dos bolsos e mandou a campo um cachorro filhote marrom, com o pelo bege em pontos específicos. O mamífero ficou somente parado, e viu a bola negra atravessar seu corpo, sem sentir quaisquer danos. Em seguida ele abriu a boca e começava a criar uma bola negra e roxa, que foi jogada contra a bruxa, jogando-a longe.

- Eu me canso de batalhas pokémon. - Reclamou Alexander. - Mas quando entro, entro pra vencer. Flygon, Dragonbreath e Floatzel, Ice Beam!
- Você não é o sol, mas iluminou meu dia. - Disse Francesca para o homem. - Tá a fim de umidificar a bolacha?

Todos olharam com cara de quem tinha fumado e não tinha gostado. Até mesmo o vilão ficou com cara estranha. Ninguém entendeu aquilo, as cantadas eram geralmente obra do saudoso Lurly, mas ver uma moçoila, ainda mais uma tão séria, usar uma cantada, é algo bem estranho.

- Francesca, ta fumando um abacaxi estragado? - Sussurrou Lurly.
- To xavecando esse bosta pra gente ganhar essa luta.
- Ok então né. - Disse, sem jeito. - John, sua namorada é muito escrota. - Cochichou para o amigo.
- Eu sei, mas ela é bonita, isso que importa.
- Dragonite, Flamethrower! - Disse o professor.

Então depois desses diálogos tão idiotas quanto Dora, a Aventureira, os pokémons se puseram para batalhar novamente. O dragão de terra abriu a boca e lançou uma espécie de raio azul e laranja, e a lontra abriu a boca e lançou um raio de gelo, porém todos os golpes foram combatidos com um forte lança-chamas do dragão laranja, que rebateu de uma única vez o ataque duplo e ainda acertou os oponentes.

- Se fingir estar gostando dele não está dando certo, vamos partir pra opção dois mesmo. - Pensou Francesca que começou a levantar a blusa.

Todos ficaram em êxtase, até mesmo o vilão, mas Emily apenas revirava os olhos de nojo; claro que era um pouco de pedofilia, afinal, a garota tinha só dezessete anos, e todos à volta já eram maiores de idade, mas isso não vem ao caso. Então ela começou a levantar a blusa, e uma parte da “barriga” começou a aparecer, Lurly e John já estavam praticamente com a mão dentro da calça. Ela de uma vez tirou a camiseta, mas pra tristeza de todos, ela estava com uma regata vermelha por baixo da sua camisa.

- Chega dessa luta! - Gritou o homem puxando uma metralhadora. Sua irmã fez o mesmo.

Os ladrões que estavam espalhados pelo bairro, se juntaram em frente aos irmãos, parecia que o ataque ia acabar. Porém, de repente, eles escutam um barulho de sirene, era a polícia, estavam vindo em vários carros, já saíram com armas na mão.

- Vão para trás! Deixem isso com a polícia! - Gritou um dos cidadãos defensores da cidade. - Mandem bala!

Logo, os policiais começaram a atirar, porém Delphox entrou na frente, fechou os olhos e ergueu sua varinha, então a mirou contra os tiros e então começou a controlá-los, somente com a força da mente, era o efeito do Psychic. Após isso, os salteadores começaram a atirar, derrubando alguns policiais. Em seguida, eles criaram uma espécie de barreira psíquica que protegia os dois. Então os ladrões começaram a atirar contra os policiais, virando um tiroteio. Os personagens do “bem” se abaixaram. Porém Carvalho quando ia se abaixar, sentiu dois tiros perfurarem sua barriga, então caiu no chão. Vendo isso, os desonestos soltaram Pidgeottos de suas pokébolas e começaram a voar, perdendo-se pelos ares.

- Ótimo. Duas missões cumpridas. Roubamos milhões em dinheiro e em objetos, e destruímos o professor Carvalho. - Riu a moça. - Agora vamos embora.
- Flygon, já sabe.
- Merda! Não deixe-os fugir! Atirem!

Porém era em vão, uma barreira psíquica impedia as balas de passarem, então os dois vilões subiram no animal voador e foram embora.

- Carvalho... Responde. - Clamava Nero. - Chamem a ambulância.
- Já chamaram. É só aguardar.
- Será que vai ficar tudo bem com ele? - Perguntou Lurly.
- Espero que sim. - Lamentou o campeão. - Mas vão, sigam sua jornada, eu cuido disso, e daqueles dois.
- Então se é assim, tchau.

Logo, os protagonistas saíram do local e seguiram rumo norte da cidade de Saffron.

Após caminharem mais uma hora...

- Estou quase morrendo. - Arfou Francesca. - Estou toda suada, minha camiseta está grudando. Acho que vou tirá-la para refrescar um pouco. - Provocou.
- Sério? - Perguntaram os outros dois, com brilhos nos olhos.
- Não né. Não sou otária, vocês dois são muito pervertidos. - Reclamou. - Vamos entrar nesse hotel chinfrim aqui porque já tá de noite. - Disse, apontando um prédio pequeno.
- Certo...

E assim caminham nossos heróis rumo ao Farol de Cerulean, onde pretendem encontrar a líder do ginásio de Saffron.

To be continued...


É isso, e a narração ainda acho que não está tão boa, mas espero melhorar logo no próximo. Enfim, é isso e espero que comentem Very Happy
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Rush em Seg 21 Abr 2014 - 21:16

Black! o/


Então, perdi um capítulo, mas vamos lá. Acho que minhas broncas falando pra você detalhar mais e tal são desnecessárias, já que pude perceber que esse é o seu estilo. A única coisa que eu sinto falta quando eu leio, é a imersão dos diálogos, sabe? Parece que eles são todos diretos e frios, onde a conversa acaba com as pessoas virando de costas uma para as outras. 


Senti isso quando o Sherabiff foi atacado. Sei lá, foi muito de repente. Gostei de como você criou uma Kirlia usando um Karate Chop todo errado. AUEHAUE' Pela descrição, foi outro golpe com um nome diferente, já que mesmo impossível do Pokémon aprender o tal, ele foi executado de forma incomum. Fiquei bolado com o que aconteceu com o Carvalho. 


Enfim cara, foi bem legal esse capítulo, mas bem corrido também. Tente aumentar os detalhes nos diálogos apenas, ok? Estou no aguardo do próximo capítulo. Um abraço, até mais.
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por xKai em Ter 22 Abr 2014 - 11:31

Caramba, não tenho muito o que dizer -q

Adorei o capítulo, teve de tudo um pouco como de costume, uma verdadeira farofa da vovó : D

Lurly tá ficando mais pensante ultimamente, aconteceu alguma coisa que eu possa ter pulado por acidente nos últimos capítulos? Mas enfim, legal ele ter usado o Eevee para atravessar a shadow ball, afinal não o afeta.

Por um momento imaginei que a Francesca iria mesmo fazer um topless ali... Não custa ter esperanças, enfim seria legal. Mas parece que o Lurly tá menos interessada nela a cada capítulo, não sinto mais aquele calor entre eles... Enfim, foi legal ter um pouco de tragédia pra variar hehe, sangue *-*

Até o próximo capítulo Black 0/

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Dom 27 Abr 2014 - 21:52

Depois de uma semana e alguns dois dias, eis que o moderador/escritor/negro preferido de vocês ressurge pra postar o novo capítulo, antes, claro, os comentários:

Comentários:
@Rush escreveu:Black! o/


Então, perdi um capítulo, mas vamos lá. Acho que minhas broncas falando pra você detalhar mais e tal são desnecessárias, já que pude perceber que esse é o seu estilo. A única coisa que eu sinto falta quando eu leio, é a imersão dos diálogos, sabe? Parece que eles são todos diretos e frios, onde a conversa acaba com as pessoas virando de costas uma para as outras. 


Senti isso quando o Sherabiff foi atacado. Sei lá, foi muito de repente. Gostei de como você criou uma Kirlia usando um Karate Chop todo errado. AUEHAUE' Pela descrição, foi outro golpe com um nome diferente, já que mesmo impossível do Pokémon aprender o tal, ele foi executado de forma incomum. Fiquei bolado com o que aconteceu com o Carvalho. 


Enfim cara, foi bem legal esse capítulo, mas bem corrido também. Tente aumentar os detalhes nos diálogos apenas, ok? Estou no aguardo do próximo capítulo. Um abraço, até mais.

Rush o/. Como já diria Lorde Rush, "relaxa, o importante é comentar HSAIUHSAUHSAUAH" -q. Tipo, eu descrevo pouco porque acho que por ser uma fic de comédia e mais leve, não seja necessário tantos detalhes como uma fic mais profunda exige, mas de qualquer forma, depois que você falou, eu comecei a descrever mais, e acabou ficando automático isso -q, mas enfim, quanto aos diálogos, vou tentar melhorar nesse quesito. Foi meio rápido realmente, o Kirlia chegou, atacou e pronto, sem muita fé. Sim, bem doidão -q, mas é o mesmo golpe, o Kirlia só foi treinado meio que como lutador de karatê, já que não aprendia oficialmente esse golpe, e misturou uma capoeira com karatê ali -qq. E triste pelo Carvalhoso =/. Ok, valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@xKai escreveu:Caramba, não tenho muito o que dizer -q

Adorei o capítulo, teve de tudo um pouco como de costume, uma verdadeira farofa da vovó : D

Lurly tá ficando mais pensante ultimamente, aconteceu alguma coisa que eu possa ter pulado por acidente nos últimos capítulos? Mas enfim, legal ele ter usado o Eevee para atravessar a shadow ball, afinal não o afeta.

Por um momento imaginei que a Francesca iria mesmo fazer um topless ali... Não custa ter esperanças, enfim seria legal. Mas parece que o Lurly tá menos interessada nela a cada capítulo, não sinto mais aquele calor entre eles... Enfim, foi legal ter um pouco de tragédia pra variar hehe, sangue *-*

Até o próximo capítulo Black 0/

Kai o/. Não, só o autor que resolveu fazer o protagonista usar a cabeça mesmo, mas de qualquer forma, ele era o sexto Gym Leader, então ele manja das estratégias e tals. Eu também desejaria, mas essa é uma fic séria, pra ler com a família, não pra punheteiros, por isso sem topless =/ -q. E realmente ele ta menos interessado nela, tá com a Janine na cabeça ainda, adolescente apaixonado é uma bosta. Mas enfim, valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Agora sem mais delongas, o capítulo:

Capítulo 32 - A líder gelada! Parte 1.


O dia já tinha amanhecido há um bom tempo. O trio caminhava pela rota de conexão entre as cidades de Saffron e de Cerulean, então após um período caminhando, deparam-se com uma placa enorme escrito as seguintes as palavras: “Bem vindo a Cerulean, a cidade da pedra”.

- Ótimo. Meio caminho andado. - Ironizou Lurly. - Agora a gente só precisa saber onde fica o Farol de Cerulean.
- Por favor né, Lurly Spark. Você está falando com um ex-morador de Cerulean. - Disse John.
- Mas você ao menos sabe onde fica o Farol?
- Não tenho a menor ideia.

Então o ex-líder e Francesca bateram as mãos contra as testas. Estavam parados ali na entrada sul da cidade, debaixo de um sol escaldante, como é típico de Kanto.

- Que tal se nós perguntássemos a alguém? - Sugeriu a ruiva.
- É uma ideia ótima. - Concordaram.
- Não sei como ninguém pensou nisso antes. - Pensou consigo mesma.

Logo, andaram mais um bocado e encontraram o Centro Pokémon, pediram as informações necessárias e descansaram um pouco antes de irem até o Farol. Após alguns minutos saíram rumo ao norte da cidade, que dava na Rota 24, que tinha uma ponte que ia até a Rota 25, onde ficava o tal do Farol de Cerulean.
Após uma hora caminhando chegaram até a rota. Logo avistaram uma grande edificação erguida. Não tinha ninguém à volta, só algumas casinhas, mas nenhuma pessoa fora delas. Então seguiram até se aproximarem do prédio, olharam à volta e John avistou uma mulher sentada em uma pedra, com as mãos no queixo e observando o mar.

- Aposto que ela é a líder! - Exclamou ele.
- Sem nem pra que essa exaltação. - Disse Lurly. - Todo mundo sabe que o único líder realmente bom era eu.
- Ah cara, vai se lascar. - Reclamou.

Então os dois seguiram até se aproximarem da possível líder, e cutucaram as suas costas.

- Quem é? - Disse a mulher, virando-se. - Mas não pode ser! É Lurly Spark!
- E você me conhece desde quando?
- Desde que você era um molequinho de doze anos que assumiu o ginásio de Fuchsia.
- E você é quem por acaso?
- Melissa, a líder gelada! A líder de ginásio mais experiente de Kanto!

Os dois treinadores então se olharam, e confirmaram que realmente ela era a líder. A senhora possuía o cabelo loiro escorrido pelos ombros, olhos azuis e uma pele clara. Aparentava ter seus quarenta anos. Vestia um elegante vestido branco de mangas longas; e comprido, que ia até as canelas. Usava um chapéu branco e um par de luvas também branco.

- Credo, toda de branco, parece até fantasma. - Disse o ex-líder. - E com roupa de frio num calor absurdo de Kanto.
- E o que fazes aqui? - Perguntou Francesca, que foi se aproximando.
- Olha, sabe. Eu sou muito rica, milionária, melhor dizendo. E com o tempo fui sentindo que ninguém se aproximava de mim pelo que eu era, e sim pelo que eu tinha, então decidi vir pra esse Farol há um tempo, e ficar refletindo na vida, ficar sozinha, repensar os valores. Mas enfim. Já que vieram, vamos lutar.
- Ah toda essa viadagem. - Disse o garoto de cabelo cinza. - Mas eu vou primeiro.

A madame então deu alguns passos para trás, e pediu que os dois espectadores dessem licença. Lurly também recuou um pouco.

- Essa será uma batalha três contra três. O desafiante pode fazer quantas substituições quiser, mas eu não posso fazer nenhuma. - Disse. - Jynx, comece!
- Se é um tipo gelo, então vamos derreter isso com fogo! - Disse sacando uma pokébola.
- Mas ele já vai usar o Vulpix? É muito idiota. - Reclamaram os “amigos”.

De uma esfera saiu um pokémon de forma humanoide, mas feio, muito feio; tinha uma pele roxa, os cabelos loiros lisos, e uma boca maior que tudo, além de possuir uma espécie de vestido, que no busto formava algo como seus “peitos”. Da outra saiu uma pequena raposa vermelha, que saiu encarando.

- Já digo que a batalha não será nada fácil. - Disse. - Jynx, Ice Beam no chão!
- O quê?
- O campo de batalha do meu ginásio é todo feito em casa, e eu sou a líder, tenho que puxar a vantagem pra mim, então assim eu me sinto melhor. - Riu.
- Tente se equilibrar no campo, e depois, Ember!

Logo, o bicho de gelo abriu a boca e mandou um forte raio de gelo, que congelou todo o espaço da batalha, em seguida, Vulpix tentou se equilibrar para mandar o Ember, mas acabou caindo, mesmo assim ainda mandou algumas brasas contra o adversário, que graciosamente patinou pelo gelo, desviando dos golpes.

- Sweet Kiss!
- Merda! Vulpix, pule, evasiva! - Gritava. - Como alguém se apaixona por um bicho feio desse?
- Olha aqui, a Jynx não é nada feia. Isso é recalque, ouviu? - Disse a mulher estralando os dedos. - Isso é recalque.
- O que você tá falando ai? - Suspirou o protagonista.
- Não é assim que vocês jovens falam? - Perguntou.
- Não, isso é coisa de menina mal comida.

A mulher suspirou. Então em seguida, o seu pokémon fez com a boca como se fosse beijar, e então colocou a mão na boca, e “soprou”, como se mandasse o beijo para o adversário. Então alguns corações o rodearam, e ele simplesmente tirou a expressão de luta para a expressão de apaixonado. Estava praticamente impossibilitado de batalhar.

- Ah que ótimo. - Ironizou. - Já que vai apelar pro beijo, retorne Vulpix. - Disse, retornando-o e pegando outra pokébola. - Clefairy, eu escolho você!

Então do objeto esférico bicolor saiu o pokémon inicial de Lurly, o fada, o mágico, o espetacular, o esplêndido, o etc. Como sempre, saiu disfarçando sua força com um sorrisinho sedutor.

- Que fofinha! Então vai ser fêmea contra fêmea para impedir Jynx de usar o Sweet Kiss. Bem inteligente de sua parte.
- Olha, acho que depois dessa, o autor deveria colocar a classificação indicativa +18, porque o sangue vai rolar solto aqui. - Disse John.
- É verdade. - Concordou a ex-namorada dele.

Após ouvir aquilo, o bicho rosa começou a ficar vermelho e inchar de raiva. O maior erro da vida dela foi ter dito aquilo.

- Não entendi...
- Clefairy, Doubleslap!

Nem o gelo foi capaz de pará-lo, ele simplesmente foi deslizando, e ao se aproximar do adversário deu um pulo, na “queda” do pulo, ele deu vários tapas sequenciais no rosto do oponente, e os golpes foram bem eficazes, pois foram muito mais fortes do que o comum.

- Mas o quê? - Indagou a líder. - Ice Beam!
- Attract.

Logo, o humanoide a abriu a boca e emitiu um forte raio de gelo, que ia de encontro ao pokémon normal. Porém devido à raiva, ele simplesmente esquivou. Em seguida, fez com o braço um movimento como se estivesse mostrando os músculos, então alguns corações ficaram nos olhos de Jynx, que estava apaixonada pelo Clefairy.

- Então foi por isso que ele ficou bravo? Por que eu o chamei de “fofinha” mesmo sendo um macho?
- É. Todos confundem.
- Não é por menos né jhow.
- Cara, para de tentar falar gírias, você é velha, aceite isso.
- Velha é a senhora sua mãe.
- Se bem que ela é velha, mas ainda dá um caldo. - Disse John.
- Verdade. - Concordou o de cabelo prateado.
- Isso eu sei. - Gabou-se. - Mas vão bater uma pensando nas amiguinhas de jardim de infância de vocês, não para uma mulher que idade de ser a mãe de vocês!
- Eu? Irmão do John? É ruim hein.

Todos bateram as mãos nas testas. Então em seguida os pokémons voltaram à batalha, claro que o ex-líder estava em vantagem, devido ao poder do Attract de Clefairy.

- Agora vamos finalizar essa luta. Meteor Mash!
- Hm, interessante, baseando-se na vantagem dos tipos. - Analisou. - Mas não é o essencial. Psychic!

O fada ergueu o braço e ele tomou um brilho prateado, em seguida, ele deslizou pelo gelo e tentou acertar um soco no oponente, que desviou para o lado. Porém Jynx não conseguiu executar o psíquico, devido a estar apaixonado pelo adversário.

- Essa luta vai demorar... - Reclamou John.
- Não vai não, já pensei no que fazer. - Concluiu o protagonista. - Meteor Mash no gelo e depois Doubleslap!
- Ai sim tio. É nóis manow.
- Para de tentar falar essas gírias, é escroto. - Reclamou Lurly.
- Eu sei, mas é legal fingir ser escroto.
- Isso é.
- Agora de volta à luta, Jynx, Light Screen!

Clefairy então fez a mistura meteórica, e deu um soco no chão, fazendo o gelo rachar, até se aproximar do psíquico, que pulou para o lado. Em seguida, viu o rosinha pular em sua direção e ameaçar alguns tapas, mas fez alguns gestos com as mãos e criou uma barreira invisível.

- Caramba, que líder chata! - Exclamou Lurly. - Pior que a Janine ainda.
- Fofo, daqui pra frente só piora. - Disse ela, ajeitando o seu chapéu.
- Ela me chamou de fofo. - Fingiu estar apaixonado. - Gata, você não é um baú, mas encontrei um tesouro em você.
- Na verdade ela é um baú sim. - Disse John. - Um baú de antiguidades. - Riu junto com Lurly.
- Ownt, que meigo. - Retrucou a líder.
- Viram? Até as anciãs se rendem ao meu charme.
- Anciã é sua vó. - Reclamou. - Mas enfim. Ice Beam!
- Certo. Use o Meteor Mash para se defender do raio de gelo!

O humanoide abriu a boca e mandou um raio de gelo em direção ao oponente, que ergueu o braço, criando um brilho prata e com algumas estrelas, que acabou barrando o golpe.

- Agora o nosso ataque surpresa, Magical Leaf!
- Você é idiota? - Perguntou a líder. - Com o Light Screen do Jynx, a sua especial defesa aumentou.
- Só olhe.

O fada então deu um pulo, e de repente várias folhas coloridas saíram dele, e atingiram o adversário, jogando-o longe.

- Mas que merda! - Gritou Melissa. - Acabe com essa luta! Sweet Kiss!
- Clefairy, tente se esquivar. E depois, finalize com Magical Leaf!

O pokémon de gelo então fez um sinal de que estava mandando um beijo para o adversário, que ficou olhando e se apaixonou por ele. Depois, ele até pulou para executar o golpe, mas só saíram algumas folhas, quase sem efeito.

- Você é burro, Clefairy? Chega disso né! Esse não é o Clefairy que eu conheço! Soque a cara dela com Meteor Mash!
- Evasiva!
- Não adianta. Agora já era pro seu Jynx, nem apaixonamento nem nada vai impedi-lo.

Então o rosinha entrou em fúria e praticamente nem olhou para o adversário, apenas levantou o braço e o viu ficar prateado e rodeado com estrelas, em seguida ele pulou, e como um meteoro, caiu dando um soco no rosto do oponente, que foi jogado longe, nocauteado.

- Hm. Boa luta. - Disse a mulher elegantemente, como sempre parecia ser.
- Finalmente essa luta do amor acabou. - Reclamou John, bocejando.
- Enfim. - Interrompeu. - Piloswine, eu escolho você!
- Hm... Volte Clefairy. Vulpix, vamos lá!

De uma esfera bicolor saiu uma espécie de suíno, bem grande e bem peludo com dois marfins afiados. Do outro lado saiu a raposa vermelha novamente.

- Espero que dessa vez a batalha acabe logo. - Suspirou John.
- Cara, se a gente umedecer a bolacha ali atrás da moita você sossega? - Perguntou a líder.
- Que isso doida, você tem idade de ser minha vó, praticamente. - Riu.
- Moleque, se eu fosse um homem eu comia o seu... - Disse. - É, isso ai mesmo.
- Eu hein. Que líder fumada. - Disse Lurly. - Além de ser a segunda melhor líder do continente, só atrás de mim, claro, ela é bem ousada pro meu gosto.
- Líder? Você? - Riu ela.
- Eu continuo sendo o líder de Fuchsia, seja lá quem estiver no meu ginásio, é só um substituto temporário. - Explicou. - Mas enfim. Vulpix, Will-o-Wisp!
- Evasiva!

Logo, a raposa abriu a boca e de lá saiu um fogo meio arroxeado, que prosseguiu em direção ao oponente, que tentou se esquivar, mas acabou sendo atingido, então ele gemeu um pouco devido à dor da queimadura instantânea, como efeito do golpe.

- Porcaria! - Reclamou. - Icy Wind! e comece a rodar!
- Ela vai criar uma nevasca assim. - Analisou Lurly. - O jeito é dar evasiva mesmo!

O suíno começou a soprar uma espécie de vento gelado, então começou a rodar, como se fosse espalhar o vento a várias direções distintas, criando um aspecto de neve, puxando a vantagem para a líder. Mas depois o bicho gritou devido à queimação que sentia.

- Merda! Agora tá um frio dos infernos aqui. - Reclamou. - Já sei o que fazer! Vulpix, Quick Attack e por trás, Ember!

O mamífero vermelho começou a corer rapidamente, e o gelo, não parecia ser obstáculo para ele, que foi correndo, até se locomover para trás do adversário, que quando virou, foi atingido por uma “chuva de brasas”, que o jogou longe, mas o manteve inteiro.

- Certo. Piloswine, use o Mud Shot!

O animal terrestre abriu a boca e começou a “cuspir” vários “pedaços” de lama, que atingiram o adversário, jogando-o contra uma pedra, em seguida, o gelado sofreu o dano por queimação.

- O Vulpix está um pouco fraco e logo acabará sendo debilitado. Essa líder é muito mais forte do que eu pensei. Mesmo queimado, Piloswine está muito mais forte que o Vulpix, não gosto de enaltecer os adversários, mas fazia tempos que não sentia uma vontade dessas de batalhar! - Pensou. - Olha, Melissa, você é uma líder muito forte, há tempos eu não lutava assim, mas chega de elogios. Nossa arma secreta. - Disse calmamente.
- O que esse doente tem hoje? - Perguntou Francesca.
- Ah, Francesca, vai tomar no seu. - Reclamou o ex-líder. - Enfim, Vulpix, use o Quick Attack e depois o Shadow Ball!
- Strength!

O pokémon de fogo começou a correr velozmente, atingindo a velocidade máxima que suas pequenas patas conseguiriam, então ele deu um salto, parando atrás do adversário, em seguida abriu a boca e mandou uma forte bola sombria contra o adversário, que foi arremessado longe, ficando fraco. Porém, ele levantou e fez uma expressão de raiva, começou a deslizar pelo gelo quebrado e atingiu o oponente com seu chifre, mas não tomando muito efeito, já que estava cansado, e em seguida ainda sentiu um pouco do efeito do Will-o-Wisp e caiu no chão, suando, e fazendo uma expressão de dor, aquele fogo que puxava de dentro da alma, era sem dúvida muito atordoante para o pokémon, que ainda conseguiu ficar vivo para continuar batalhando.

- Bom sacrifício, mas já era pra você! Quick Attack
- Mud Shot!

A raposa começou a correr pelo campo de um lado para o outro. O inimigo olhava friamente, mas não conseguia se concentrar no animal devido à sua velocidade, então enquanto olhava para um lado, Piloswine acabou sendo acertado pelo pokémonzinho, que o jogou longe, nocauteando-o.

- Hm... Boa luta, senhor Lúrli Isparqui.
- Na verdade se pronuncia Lãrli Isparqui, deve ser azerbaijano, paquistanês, laociano ou de algum outro país subdesenvolvido, tipo o tal do Brasil lá.
- Qual a real necessidade desses debates escrotos? - Reclamou a ruiva. - Vocês vieram pra batalhar. Não dá pra fazer isso e calar a boca?
- Calma cabelo laranja oxigenado, relaxa e goza. Esses dois jovens são bem gente boa, mas você é uma puta de uma chata! - Esbravejou a líder.
- Olha aqui, fofinha. Meu cabelo não é nada laranja não, ta ouvindo? É vermelho alaranjado que se fala. E não é oxigenado não, é tão natural como a luz do dia.
- É falta de rola que se fala... - Disse o ex-líder.
- É claro, você nunca me deu a sua.

Todos ficaram quietos. John e Melissa ficaram se entreolhando confusos, risonhos. O tal do comedor, pegador nato, destruidor de novinhas, etc. nunca tinha tido relações com a sua namorada. Já sabido, mas estranho.

- Enfim. - Interrompeu Melissa. - Vamos lá, Glaceon.
- Glaceon? - Riu. - Como seu último pokémon esperava algo melhor né. - Zombou o de cabelo prata.
- Então vamos ver.

Da pokébola saiu uma espécie de cachorro azul, que tinha uma espécie de chicote com as suas orelhas, que tinham um tom de azul diferente do resto da pelagem do animal. Saiu feroz por batalha.

- Lurly, você pode começar, porque o negócio vai ser sério aqui.
- Ta, eu finjo que acredito. - Suspirou o ex-líder. - Vulpix, Ember!
- Pelo amor, que lixice... - Disse a líder. - Water Pulse.

A raposa de fogo abriu a boca e de lá mandou pequenas brasas, que foram em direção ao adversário de gelo, que simplesmente pulou. Em seguida, abriu a boca e mandou uma bola de água contra o canídeo vermelho, que foi jogado longe, nocauteado.

- Mas o quê? Water Pulse?
- Pois é né, fofo, eu sou líder de gelo, tenho que me precaver contra tipos fogo e pedra né.
- Bosta de merda. - Reclamou.
- O que seria uma bosta de merda? - Suspirou John.
- Sei lá. - Disse falando nada com nada. - Certo. Clefairy, vamos lá!
- Não gosto de torcer pro Lurly, mas espero que ele ganhe dessa puta velha! - Disse a ruiva, com ciúme evidente.
- A parte da velha eu concordo. Mas eu diria “gostosa velha”. - Disse John.
- Moleque, eu tenho idade de ser sua mãe!
- Então me leva pra casa. Se você fosse minha mãe eu não saía de casa. E ainda teria orgulho de dizer que olho minha mãe tomando banho pela fechadura.
- John, você tá fumando sal com pimenta do reino, só pode. - Disse o de cabelo prata.
- Alguma coisa eu tinha que aprender com você né.. Então fiquei com a "melhor" parte, já que batalhar você não sabe. - Ele disse, e viu o garoto se irritar logo.
- A punheta? - Perguntaram as duas mulheres.
- Sim.

Então após o desnecessário momento de treze falas (seria um recorde?) o fadinha ergueu o braço, o tomou num brilho prata rodeado por estrelas e foi indo como um meteoro na direção do adversário, que pulou. Em seguida, usou um raio de gelo no chão, que fez com que Clefairy escorregasse e caísse, ele só ria.

- Não é nada fácil vencer o Glaceon. Só o seu Electivire me venceria. - Disse a líder. - E daqui pra frente a dificuldade dos ginásios só piora. - Completou, “animando” os jovens. - Enfim. Ice Beam!

O cão de gelo deslizava graciosamente pelo ringue de gelo que criara, enquanto deslizava, puxava uma espécie de energia azul, que ia se acumulando na sua boca. Essa energia na verdade era gelo, que ia se acumulando, até ele atingir a volta do rosinha, deixando-o sem saídas.

- Ela não usa o Ice Beam diretamente no adversário. Primeiro ela cria um ringue de gelo pra sair em vantagem e depois cerca o pokémon. Devo dizer que ela é muito forte. - Pensou o ex-líder. - Pra quebrar a estratégia, vamos quebrar o gelo! Meteor Mash!
- Inútil. Ice Beam na mão dele!

O pokémon normal ergueu sua mão e começou a fazê-la brilhar prateadamente, além de ficar envolta por estrelas, ele então tenta dar um soco no chão, mas sente sua mão imobilizada, na verdade estava imobilizada devido ao gelo.

- Já brincou bastante né. - Disse o ex-líder.
- Não, fofinho, você que se lascou. - Riu a líder. - Peguem as blusas pra se prepararem do frio! Hail.
- Dábliu tê éfi. - Espantou-se Lurly.

Então o mamífero começou a deslizar pelo gelo, em seguida tomando um movimento circular, que ia se repetindo, era como se fizesse um ritual de dança da chuva, mas nesse caso era ritual de tempestade de neve mesmo. Após algum tempo correndo em círculos o pokémon parou, e foi possível ver alguns flocos de neve caindo singelamente do céu, porém logo depois, pedregulhos de gelo iam caindo do céu aliando-se à neve, criando um efeito de frio e ao mesmo tempo aquelas pedras tirariam HP do adversário. A luta estava extremamente favorável à líder, que ria.

- Merda. - Esbravejou o de cabelo prateado. - Meteor Mash!
- Evasiva e Water Pulse.

Antes de se propor à forma de meteoro, o fadinha sentiu algumas rochas cristalinas acertarem suas costas, ele gemeu de dor, e obviamente, estava perdendo pontos de vida naquele momento. Mas prosseguiu com o seu golpe, ergueu o braço, que foi logo tomado por um brilho prateado, e pulou, em seguida foi “descendo” na direção do adversário como um meteoro buscando o solo, porém Glaceon desviou muito facilmente. Sentia-se em casa com aquele frio e com as pedras de gelo. Em seguida, apareceu atrás de Clefairy e lhe acertou com uma forte bola d’água, que o jogou há alguns metros dali, nocauteando-o. Falando em frio, os jovens se retorciam devido ao frio, menos a mulher, que preparada, trajava já um grosso casaco e um cachecol.

- Se lascar hein. A uns trinta metros daqui tá aquele sol escaldante de Kanto, e só aqui, exclusivamente aqui, está um frio sinnoesco. - Reclamou o mais reclamão dos protagonistas. - Enfim. Geodude, eu confio em você! - Disse, puxando a pokébola, colocando-a próxima de seus olhos e fechando-os, em seguida jogou a pokébola no chão.

Então da esfera alvirrubra saiu um pokémon que se assemelhava a uma pedra e tinha somente dois braços e mais nada. Além de parecer flutuar no ar.

- Vamos lá então! Rock Smash!
- Water Pulse.

O pedregulho ergueu seus dois braços e os fez tomar um brilho branco, em seguida preparou um soco e seguiu em direção ao adversário para acertar esse soco, mas ao se aproximar, o canídeo gelado deslizou para o lado, em seguida abriu a boca e criou uma grande bola d’água, que foi arremessada, mas o pokémon de Lurly conseguiu desviar, mas se não tivesse desviado certamente nem estaria mais vivo pra contar história, mas logo sentiu aquelas pedras de gelo martelarem suas desnudas costas, deu um leve grito de dor, nada tão exagerado.

- Rock Throw!
- Agility!
- O Lurly está atacando só por atacar, sem bolar nenhuma estratégia. - Disse a ruiva, por incrível que pareça demonstrando estar apreensiva. - Não vai durar mais nenhum turno assim.
- Essa líder é muito boa. Nos dois sentidos. - Disse John. - Mas falando sério, qualquer erro é fatal. Os pokémons dela não têm só golpes de tirar dano, têm golpes variados, pra mesclar a estratégia. Toda hora ela tem uma estratégia nova.

O treinador principal já demonstrava sinais de impaciência, atacava de qualquer maneira, sem pensar nenhuma estratégia. Então por ordens de seu treinador, Geodude ergueu as mãos e várias pedras começaram a cair, mas o animal azul foi tão rápido ao desviar que pareceu ter se teletransportado. Em seguida, ele começou a correr tão rápido que parecia sumir e aparecer, ainda mais aliado ao ringue de gelo montado por ele. Aquilo deixava o inimigo confuso. Aliado ainda ao fato de aquela tempestade de neve machucá-lo totalmente.

- Claro! Tão óbvio! Não pude ser tão burro todo esse tempo. - Pensou. - Magnitude!
- Ice Beam no chão para criar alguns pilares de gelo!
- Hoje não.

O canídeo estava muito mais rápido por causa da agilidade então atacou primeiro. Ele começou a mirar o raio de gelo no chão e foi subindo, até criar quatro pilares que rodearam Geodude, que deu socos violentos e os derrubou. Em seguida, deu um soco com cada mão no chão e logo o chão começou a tremer, mas foi fraco, porém suficiente para quebrar o gelo, que foi sendo rachado pouco a pouco, partindo-o no meio, logo, tirando a velocidade do Glaceon. Porém em seguida, o pedregulho sentiu a tempestade de gelo novamente.

- Perfeito! Agora, Rollout!
- Ice Beam no chão novamente!
- Não adianta…

O rochoso então se retorceu todo, virando quase literalmente uma bola, que atingiu o chão e começou a rolar rapidamente, até atingir o cachorro, jogando-o contra uma pedra. Aquele golpe por ser do tipo pedra era bem eficaz contra um tipo gelo. Porém logo em seguida, o animal mirou o raio de gelo no chão e remontou seu ringue de patinação. Então a tempestade de gelo parou, certamente o bicho rochoso não sofreu o dano do Hail.

- Foi bom enquanto durou. - Disse a líder. - Mas Lurly, não dá mais. Não é você, sou eu.
- Vai terminar um relacionamento comigo por acaso?
- Não, só vou acabar com você mesmo! Water Pulse.
- Porra! Merda! Shit! Motherfucker! Todos os palavrões da terra! Nos protejam disso!
- Lurly, olha o horário, tem crianças lendo, e você fala palavrão? - Suspirou seu colega.
- Vai se ferrar.

A eeveelution então abriu a boca e criou uma bola de água grande, que foi arremessada contra o adversário, que nada pode fazer, somente receber o golpe, e cair no chão nocauteado.


Desculpem, mas o começo realmente ficou com vários diálogos e pouca narração, não era minha intenção =/. Mas enfim, é isso né. Espero que leiam e comentem Very Happy
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Rush em Seg 28 Abr 2014 - 12:07

Bom dia, Black. (:


O capítulo ficou bem grandinho, mas gostei bastante da batalha. Gostei de como você fez todos os Pokémons usados pela líder serem úteis e fortes durante a batalha. Também gostei desse super Glaceon dela, que nem pareceu ter sofrido com a batalha.


Eu nunca vi uma Melissa velha pra ser sincero. Quer dizer, essa líder nem é velha, é uma adulta só. Velha seria se passasse dos cinquenta ou sessenta anos. Enfim, tirando no final, eu nem fui muito fã dela não, usando essas gírias forçadas e coisas do tipo. Embora tenha gostado desse trocadilho dela terminando com o Lurly, os outros foram bem forçados. 


Você mudou todos os elementos dos ginásios, achei isso até um pouco estranho. Sei lá, Cerulean já é estereotipado com Pokémons de água, e mesmo que gelo não seja um elemento muito distante, é algo estranho de se ver.


Achei bem interessante o Lurly ter perdido. No final das contas você é o que mais tem paciência, né? Ficar fazendo batalhas e batalhas, cenas de superação para depois fazer a revanche... AEYAHGEU'. E falando nisso, a narração desse capítulo ficou bem agradável.


Enfim, gostei do capítulo. Ficou bem maneiro. Aguardo o próximo cap. (:


Um abraço, até mais.
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por xKai em Qua 30 Abr 2014 - 10:44

Assim que comecei a ler a descrição da líder de ginásio eu pensei na hora "Velha?" Assim como o Rush falou ela nem é velha, é uma mulher de meia idade, nem a minha mãe que tá na casa dos 45 é velha, tenta chamar ela assim pra ver o que acontece kkkk

A luta foi muito legal, principalmente Jynx Vs. Clefary, mas achei mas coisas estranhas, Sweet Kiss não deixa o pokémon apaixonado e sim confuso -q E Light Screen aumenta a defesa especial, é reflect que aumenta a defesa xP

Esse pessoal gosta de sacanear o Clefary... Deixem o bichinho ser feliz, ela bate mais do que muito Dragonite kkkk

Apesar de gostar do Mamoswine, não gostei de ver o Piloswine, até porque ele já foi usado pelo anime e tals, eu esperava ver algo diferente, mas mesmo assim até que foi bem legal a batalha dele.

O Lurly perdeu outra vez... Putaquepariumasqueporrafoiessa? Nunca vi um treinador perder tanto pra gym leaders do que esse tal de Lurly, e depois fica se achando o rei da cocada preta... kkkk

Até o próximo capítulo.

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Aphrodite em Qui 1 Maio 2014 - 22:29

Foi um erro ter chamado ela de velha ela nem é velha. Mais um capítulo sensacional e irreverente, Black~ desculpe não ter comentado o capítulo anterior não tive tempo, Nossa o Lurly perde demais já perdi as contas. Só não entendo uma coisa, O Lurly não já tinha lutado em Cerulean contra o Forrest nos primeiros capítulos? Cerulean de novo? Glaceon é bom, Mas nem tanto, cabar com Super-Clefairy-Modificado-Pela-Raiva é bem difícil. Mais um capítulo incrível
avatar
Aphrodite
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 22/01/2014

Frase pessoal : Segunda temporada? Não me faça rir.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Magalhaes298 em Dom 4 Maio 2014 - 16:23

Saudações, Bléqui! XD

Esse capítulo foi um dos mais engraçados que eu já vi. O John tá ficando tão zueiro quanto o Lurly. E tão pervertido quanto.
Esse Glaceon foi meio muito OP. Por sinal, essa estratégia de batalha da Melissa foi excelente. Muito bacana.
À propósito, o Geodude já é um Graveler, assim como o Gastly do John, que já é um Haunter e o Magby da Francesca que já é um Magmar. Seria uma boa consertar na apresentação de personagens.
Enfim, a fanfic tá muito boa. Tô quase deixando de estudar pra ler! #SQN
avatar
Magalhaes298
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 17/02/2014

Frase pessoal : Se desistir sem tentar, estará fadado ao fracasso.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Sex 16 Maio 2014 - 23:21

E depois de muito tempo, eis que o escritor preferido de vocês ressurge das cinzas obscuras da preguiça, antes, claro, os comentários.

Comentários:
@Rush escreveu:Bom dia, Black. (:


O capítulo ficou bem grandinho, mas gostei bastante da batalha. Gostei de como você fez todos os Pokémons usados pela líder serem úteis e fortes durante a batalha. Também gostei desse super Glaceon dela, que nem pareceu ter sofrido com a batalha.


Eu nunca vi uma Melissa velha pra ser sincero. Quer dizer, essa líder nem é velha, é uma adulta só. Velha seria se passasse dos cinquenta ou sessenta anos. Enfim, tirando no final, eu nem fui muito fã dela não, usando essas gírias forçadas e coisas do tipo. Embora tenha gostado desse trocadilho dela terminando com o Lurly, os outros foram bem forçados.


Você mudou todos os elementos dos ginásios, achei isso até um pouco estranho. Sei lá, Cerulean já é estereotipado com Pokémons de água, e mesmo que gelo não seja um elemento muito distante, é algo estranho de se ver.


Achei bem interessante o Lurly ter perdido. No final das contas você é o que mais tem paciência, né? Ficar fazendo batalhas e batalhas, cenas de superação para depois fazer a revanche... AEYAHGEU'. E falando nisso, a narração desse capítulo ficou bem agradável.


Enfim, gostei do capítulo. Ficou bem maneiro. Aguardo o próximo cap. (:


Um abraço, até mais.

Rush o/. Sim, todos os pokémons eram fortes, porque geralmente os líderes só tem o último pokémon forte, e o Glaceon era pra ser OP mesmo -q. Sei lá, eu também só vi Melissa criança ou adolescente, é complicado -qq, e quanto às gírias era uma tentativa (falha) de tentar fazer uma líder que tenta ser pop, mas é toda escrota, mas enfim. Mas não é Cerulean uhauhau, é Saffron, é que tipo, a líder de Saffron estava em Cerulean pensando na vida, o líder de Cerulean é o irmão do Brock -q. Eu não diria que eu tenho paciência, mas gosto de batalhas de ginásio, então já viu hue -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@xKai escreveu:
Assim que comecei a ler a descrição da líder de ginásio eu pensei na hora "Velha?" Assim como o Rush falou ela nem é velha, é uma mulher de meia idade, nem a minha mãe que tá na casa dos 45 é velha, tenta chamar ela assim pra ver o que acontece kkkk

A luta foi muito legal, principalmente Jynx Vs. Clefary, mas achei mas coisas estranhas, Sweet Kiss não deixa o pokémon apaixonado e sim confuso -q E Light Screen aumenta a defesa especial, é reflect que aumenta a defesa xP

Esse pessoal gosta de sacanear o Clefary... Deixem o bichinho ser feliz, ela bate mais do que muito Dragonite kkkk

Apesar de gostar do Mamoswine, não gostei de ver o Piloswine, até porque ele já foi usado pelo anime e tals, eu esperava ver algo diferente, mas mesmo assim até que foi bem legal a batalha dele.

O Lurly perdeu outra vez... Putaquepariumasqueporrafoiessa? Nunca vi um treinador perder tanto pra gym leaders do que esse tal de Lurly, e depois fica se achando o rei da cocada preta... kkkk

Até o próximo capítulo.

Kai o/. Sim, ela não é velha, mas todos os líderes de Kanto são adolescentes, então ela acaba parecendo velha perto deles -q. Sim, eu sei, mas eu acho que se um pokémon manda um beijo, o outro se apaixona, sei lá -q, e quanto ao Light Screen, eu usei o efeito original mesmo dele lol. Bate mesmo, o bicho quando fica furioso não tem quem segure -q. Sim, essa é a intenção, um personagem que se acha o maioral, mas é um bosta, escória humana -qq. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Sir ~Skarmory escreveu:Foi um erro ter chamado ela de velha ela nem é velha. Mais um capítulo sensacional e irreverente, Black~ desculpe não ter comentado o capítulo anterior não tive tempo, Nossa o Lurly perde demais já perdi as contas. Só não entendo uma coisa, O Lurly não já tinha lutado em Cerulean contra o Forrest nos primeiros capítulos? Cerulean de novo? Glaceon é bom, Mas nem tanto, cabar com Super-Clefairy-Modificado-Pela-Raiva é bem difícil. Mais um capítulo incrível

Skarmory o/. É, ela realmente não é velha, mas é como eu falei, todos os líderes são adolescentes, então ela parece velha. Sim, ele já tinha ido em Cerulean como você lembrou, só que ela é líder de Saffron, que tava no Farol de Cerulean -q. Esse Glaceon dá um pau em todo mundo que aparecer, o bicho é loco -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@Magalhaes298 escreveu:Saudações, Bléqui! XD

Esse capítulo foi um dos mais engraçados que eu já vi. O John tá ficando tão zueiro quanto o Lurly. E tão pervertido quanto.
Esse Glaceon foi meio muito OP. Por sinal, essa estratégia de batalha da Melissa foi excelente. Muito bacana.
À propósito, o Geodude já é um Graveler, assim como o Gastly do John, que já é um Haunter e o Magby da Francesca que já é um Magmar. Seria uma boa consertar na apresentação de personagens.
Enfim, a fanfic tá muito boa. Tô quase deixando de estudar pra ler! #SQN

Magalhaes o/. Sim, o John tá indo pro lado negro da força -q. E sim, o Glaceon foi com intenção de ser OP mesmo, gosto de usar pokémons extravagantes para serem "fodões". Sim, mas eu fico com preguiça -q, ainda bem que você lembrou, assim eu me lembro de arrumar depois -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Agora o capítulo, surpreendente, ou não, mas enfim, só não se decepcionem com o final =/

Capítulo 33 - A líder gelada! Parte 2


- Foi bom enquanto durou. - Disse a líder. - Mas Lurly, não dá mais. Não é você, sou eu.
- Vai terminar um relacionamento comigo por acaso?
- Não, só vou acabar com você mesmo! Water Pulse.
- Porra! Merda! Shit! Motherfucker! Todos os palavrões da terra! Nos protejam disso!
- Lurly, olha o horário, tem crianças lendo, e você fala palavrão? - Suspirou seu colega.
- Vai se fuder.

A eeveelution então abriu a boca e criou uma bola de água grande, que foi arremessada contra o adversário, que nada pode fazer, somente receber o golpe, e cair no chão nocauteado.
Porém quando a líder ia cantar sua vitória, todos se surpreendem. O bicho começa a brilhar e a crescer, além de tomar uma nova forma. Então ele para de brilhar e revela uma nova criatura, era Graveler. Estava um pouco cansado, mas disposto a lutar.

- Certo. Temos que ser rápidos e acabar com esse demônio. - Pensou. - Graveler, Rollout!
- Agility!
- Put a keep are you, desse jeito a luta não termina nunca. - Reclamou John.
- Aquieta o traseiro ai.

Logo, o pokémon de pedra fechou-se como uma bola e começou a rolar, mas ao se aproximar do adversário, o mesmo esquivou-se facilmente e ficou deslizando pelo gelo, parecendo que sumia e aparecia a seu bel-prazer.

- Continue.
- Como assim, “continue”? - Indagou a líder.
- Gata, olhe e observe.
- Que pleonasmo hein. “Olha e observe” é a mesma coisa que falar “urine e faça xixi”.
- Tá, ninguém te perguntou.

Então o pedregulho novamente põe-se numa forma de bola e começa a rodar, mas dessa vez mais rápido e aparentemente mais forte que da outra vez, ele em seguida atinge o mamífero, que até tenta fugir, mas é acertado em cheio, caindo longe, e já demonstrando fraqueza. Afinal, quanto mais tempo de Rollout, mais forte o golpe fica.

- Certo, não se desespere, Melissa. - Disse a dama respirando e expirando. - Water Pulse!
- Eu sei que você consegue esquivar. - Confiou o ex-líder. - Depois, arregace com o Rollout!

A eeveelution então deu um salto e logo mandou uma espécie de bola aquática contra o adversário, que conseguiu desviar facilmente, apesar do gelo. Em seguida, aproveitou-se da sua forma circular e começou a rodar em direção ao adversário, atingindo-o e jogando-o contra uma pedra. O golpe foi muito forte, mas ainda não tinha derrubado Glaceon.

- Essa desgraça é impossível de vencer. - Bufou o ex-líder. - Mas né. Finalize!
- Nem pense nisso. Water Pulse!

Logo, o canídeo abriu a boca e jogou uma esfera de água contra o oponente, que conseguiu desviar de novo, nem mesmo Lurly sabia o que estava acontecendo com o Graveler. Em seguida, o bicho de pedra começou o seu rolamento, dessa vez estava muito, mas muito rápido, então quase que se teletransportando, se aproximou do animal gelado e o acertou, jogando-o longe, e por incrível que pareça, nocauteando-o, pra tristeza de Melissa.

- Devo dizer que a batalha foi muito boa, Lurly. Há tempos eu não tinha uma batalha realmente tão interessante. - Parabenizou a mulher.
- Eu não sou de reconhecer a qualidade dos adversários, mas essa luta foi muito boa realmente. Você luta muito bem.
- Enfim, sem melodramas, aqui está a Snow Badge. Sim, estava no meu vestido, e sim, já previa que alguém fosse vir lutar por isso trouxe algumas insígnias.
- Snow não é um Fanfic Moderador de uma tal de Mokémon Pythology?
- É, mas enfim... - Disse John. - Agora a minha vez de lutar.
- Certo, se ajeite aí.

John então estava de um lado e então mandava seu Haunter, Melissa estava do outro, junto de sua Jynx, ambos se encaravam, esperando alguém tomar a coragem de começar o confronto entre eles.

- Dá pra agilizar ai? - Perguntou Lurly.
- Cara, seu capítulo foi de doze páginas e eu to aqui vivo, então para de chorar! - Esbravejou o de cabelo castanho.
- Ui, ta brava.
- Crianças, não briguem! A titia dá um pirulito pra você depois.
- Vou pegar um pirulito pra enfiar no seu rabo. - Retrucou o ex-líder. - To com cara de neném?
- Enfim, né. - Interrompeu John. - Shadow Ball!
- Olha, até que eu gostaria do pirulito nos glúteos hein. - Disse a dama com um olhar perverso. - Mas enfim. Jynx, Sweet Kiss!

O fantasma começou a mexer suas mãos flutuantes num movimento que parecia formar um círculo, e era exatamente isso, logo, uma bola negra começou a surgir, a esfera então foi arremessada contra o adversário, que esquivou. Em seguida, o humanoide piscou e ainda fez um movimento com a boca de que estava mandando um beijo, mas o gasoso sumiu, e depois reapareceu, e não ficou apaixonado, pois não olhou o oponente.

- John, você fuma ectoplasma deste Haunter, né? - Perguntou Lurly.
- Só às vezes. - Disse com cara de “safadinho”.
- Ah meu Deus, é muita escrotice. - Reclamou a ruiva. - Vou ali bater uma e já volto. - Disse, se levantando e indo embora.
- Que louca. - Disseram os três.
- Mas enfim. - Disse a líder. - Ice Beam no chão.
- Você é burra, o Haunter flutua, isso nada influencia pra ele.
- Mas você não só tem o Haunter.
- É, isso é fato. - Disse, meio sem graça. - Mas vamos lá, Lick!

O bicho das neves abriu a boca e começou a mandar um raio de gelo que recobriu o chão com aquele material gelado. Em seguida, porém, o estranho ser flutuante estendeu sua língua, que parecia infinita, até alcançar o adversário, e como era de se imaginar, começou a lambê-lo sequencialmente, aquele golpe por incrível que pareça, tirava HP do oponente, além de irritá-lo, ou distraí-lo, já que aquilo fazia cócegas em alguns, era o caso de Jynx, que gargalhava incansavelmente.

- Chega dessa merda! - Gritou a dama. - Jynx, Ice Beam!
- Oh, se exaltou, vaca. - Provocou o jovem sem rumo na história. - Poison Gas!

O psíquico abriu a boca e de lá mandou um violento raio de gelo, que cresceu monstruosamente, e atingiu o fantasma, surpreendentemente, nocauteando-o, assustando a todos ao redor, até mesmo à própria líder.

- Ok, foi só um incidente. - Lamentou John. - Mas tu não serás párea para o esplendor dele! Rhydon, venha!
- Cara, o John fuma ovo de Psyduck molhado no mijo de Doduo, só pode. - Disse o de cabelo prata.
- Cara, para de falar que eu fumo tal coisa, essas piadas perdem a graça. O leitor quer algo novo.
- Só to falando o que tá no script. - Reclamou Lurly, como se a culpa fosse do autor.
- Certo, Ice Beam no chão!
- Vamos acabar com essa putaria, Hammer Arm!

O humanoide abriu a boca e mandou um raio de gelo em direção ao chão, que logo começou a congelar, ficando obviamente com uma grande camada do material sobre ele, porém o rinoceronte, que deveria se abalar, apenas afastou as pernas e ergueu os braços, e ambos começaram a tomar um brilho branco e ficarem na forma de uma marreta, então com seus membros superiores, desferiu um soco violento contra o chão, que foi rachando pouco a pouco, ficando novamente a textura de pedras e grama.

- Todo mundo racha o gelo. A estratégia não tem mais tanto sentido. - Lastimou a mulher.
- Claro, essa estratégia tá mais batida que bife de almoço. - Suspirou o de cabelos castanhos.
- Quem pediu sua opinião, seu escroto! - Exclamou a líder. - Ice Beam!
- Evasiva, em seguida, use Tail Whip e Rock Throw!

Jynx abriu a boca e novamente mandou aquele raio azul cor de gelo e brilhoso, que certamente ia de combate ao monstrengo de pedra, que simplesmente foi para o lado. Em seguida, bateu sua cauda contra o chão, enquanto ia vendo uma espécie de “anéis” azuis passarem pelo corpo do adversário, esses “anéis” eram a defesa dele abaixando. Aproveitando-se disso, levantou os braços e viu várias pedras caírem contra o oponente, que ficou soterrado por entre elas. Então o treinador pediu para que seu pokémon tirasse as rochas e logo viu que o bicho de gelo estava nocauteado. Obviamente a líder teria de trocar de combatente.

- Ok, retorne, Jynx. - Disse a líder. - Piloswine, eu escolho você!
- Retorne também, Rhydon. Vai lá, Eevee!

De um lado saiu um grande porco, completamente coberto pelos grossos e grandes pelos marrons, que o protegiam do frio intenso das regiões que ele habita, tinha dois marfins próximo à boca. Do outro, saiu um pequeno cachorro felpudo, com seus pelos também marrons e uma espécie de “colar” bege, apesar do tamanho reduzido, gostava de batalhar, e encarava fortemente o adversário, que retrucava, encarando também.

- Comece com Shadow Ball!
- Pare-o com Mud Shot!

O canídeo então abriu a boca e começou a concentrar uma espécie de energia negra, que começou a criar uma bola, de cor semelhante, ele certamente a arremessou contra o adversário, que abriu a boca e cuspiu vários pedaços de lama, que ao entrarem em contato com a esfera, rapidamente explodiram-na, como se ela fosse uma pequena bexiga.

- Tsc, acha que é grande coisa. - Disse o jovem. - Sand-attack e Shadow Ball!
- Ice Windy.

O canídeo então virou-se de costas ao oponente e começou a bater com suas patas traseiras contra o chão, fazendo subir areia, que entrou em contato com os olhos de Piloswine, que ficou temporariamente cego, e ficou rodando pra lá e para cá enquanto gritava; aproveitando-se disso, o animal pequeno abriu a boca e concentrou um poder negro, que foi formando uma bola de mesma cor, que foi arremessada contra o adversário, jogando-o a uma certa distância. Porém, mesmo sem enxergar muito bem, o suíno forçou o olho a abrir, mas ainda ficava meio fechado, ignorou esse fato e então abriu a boca e começou a soprar “fraquinho”, até que um forte vento gelado toma conta do lugar, e em volta de Eevee, tudo vira neve, que claro, o acertou, e ainda, o arremessou a uma distância razoável.

- Ainda tão lutando? - Perguntou Francesca, voltando para onde estavam todos.
- Já bateu? - Perguntou Lurly, algo que não tem nada a ver com a ocasião.
- Já né, sozinha é ruim, e você não quis me ajudar. - Retrucou, assustando todos no local.
- Você nem me convidou, e segundo, eu sou compromissado com a Janine.
- E ela sabe desse compromisso?
- Saber não sabe, mas na minha cabeça a gente ta junto. Mas enfim. - Disse. - Mas eu te digo uma coisa. - Falou, se levantando e indo pra trás da ruiva. - Com um pandeiro desses eu faria samba todo dia hein.
- Perdeu o respeito, moleque? - Reclamou, batendo nele.

Os dois que lutavam olharam e ficaram com um misto de espanto, de surpresa e de um sorriso forçado, vendo aquela cena não tinham a menor ideia de que forma reagir.

- Bom, enfim. - Interrompeu Melissa. - Pilo, Ice Windy!
- É meio difícil, mas, evasiva! E depois, Quick Attack!

O porco abriu a boca e começou a soprar levemente um pequeno vento suavemente gelado, que se misturava a pequenos flocos de neve, saídos do mesmo lugar, que se encontravam e causavam aquele vento frio, que incomodava todos, mas o golpe em si, não acertou Eevee, que escapou dos flocos incômodos. Em seguida, o mamífero dava um pulo e começava a correr velozmente pelo chão rochoso, até que desfere um violento golpe contra o adversário, que vai parar a alguns centímetros dali, demonstrando um pouco mais de cansaço.

- Certo, vamos acabar com essa luta! Icy Windy força máxima!
- Mas que filho de satan. - Reclamou Lurly.
- Realmente, mas Eevee, vai lá, use o nosso golpe treinado secretamente por vários e vários dias! Dig!

O suíno então começou a soprar levemente, mas em vez de ficar só na “brisa gelada”, o vento ficava bem forte, algumas folhas de árvore até congelaram, porém antes que acertasse Eevee, o cachorro começou a cavar, escapando do golpe, então em seguida o mamífero filhote sai do subterrâneo, e ataca de surpresa o animal gelado por baixo, jogando-o a uma certa distância, já cansando-o também.

- Agora chega dessa luta cansativa! - Gritou John. - Shadow Ball!
- Rebata com Mud Shot!

Logo, o canino começou a juntar uma espécie de energia negra e paranormal, que conforme se juntava, começava a dar a forma de uma esfera, também preta, que foi arremessada contra o adversário. Porém, Piloswine abriu a boca e começou a mandar vários “tiros” de lama, que ultrapassavam a bola e atingiam o cachorro, e jogava-o longe, nocauteando-o.

- Que luta mais doida. - Reclamou Lurly. - Estava tão entediado que eu e a Francesca estávamos quase...
- Quase o quê? - Perguntou a líder, com cara de safadinha.
- Quase dormimos. - Respondeu com ar de nojo. - Você, uma velha tão safada, deveria se envergonhar disso. O que seus netos vão achar de você?
- Vão achar que eu sou milionária e gostosa. O que realmente sou.
- É, isso não pode se negar. - Disse John olhando a mulher de cima a baixo.
- Tá, a gente resolve isso no quarto, mais tarde. Vamos continuar nossa luta.
- Certo, Rhydon vamos lá!

Então o rinoceronte saiu da pokébola novamente, agora era só ele, cansado, contra mais dois adversários ainda. Melissa era realmente uma líder bem forte. O interessante do campo de batalhas, é que ele estava cheio de neve, mas não fazia o menor frio, muito pelo contrário, estava calor demais.

- Mud Shot!
- Evasiva e Hammer Arm.
- O John batalhando com calma e sem gritar? Não pode ser. - Disse o ex-líder. A ruiva concordou.
- Vão pra bosta.
- Você tá muito “ousadinho” ultimamente. Cuidado ai hein cara, pois o protagonismo é meu viu.
- Ah, tanto faz!

Após o desnecessário momento, o monstro de gelo e terra abriu a boca e começou a atirar vários fragmentos de lamas, que saiam como balas de metralhadora, porém nenhuma atingiu o adversário, que somente “deslizou” para o lado, em seguida, o bicho ergueu os braços e os viu ficarem numa cor branca, logo após, começou a trotar em direção do oponente e viu o brilho tomar a forma de um martelo, aproveitando-se disso, deu um soco com cada mão na cabeça dele, que nada pôde fazer, além de cair no chão, nocauteado.

- Rezou bastante antes de sair de casa? - Zombou a líder. - Espero que sim. Glaceon, eu escolho você!
- Que a força esteja conosco. - Disse John, suspirando.
- Não gosto de admitir, nem de desejar boa sorte, mas... - Ia falando o nosso saudoso protagonista quando foi interrompido pela ruiva gata.
- Vai desejar boa sorte pro John?
- Como eu ia dizendo... - Disse, olhando torto para ela. - Não gosto de admitir, nem de desejar boa sorte, mas. - Suspirou e fechou os olhos. - John, eu quero que você vai se lascar. Só isso mesmo. Valeu, falou.

Todos reviraram os olhos, até mesmo os pokémons. O garotinho semi-protagonista até pensou em revidar com algum argumento inexistente ou pra bater no “amigo”, mas não estava a fim de alimentar attwhores então não fez nada.

- Glaceon, Agility enquanto usa Ice Beam no gelo!
- Você não usou essa estratégia contra o Lurly. Tá apaixonada por ele por acaso?
- Sim, estou, um negão lustroso™ desses, quem não se apaixonaria?
- Eu! - Disseram John e Francesca juntos.
- Vão dormir. E você, velha, eu não sou nenhum negão não, pois o mundo foi justo comigo. - Disse, olhando pra cima.
- Enfim, de qualquer forma, vai chorar, Johnson&Johnson?
- Não, só foi uma indagação. Nada que Rhydon não interrompa. - Gabou-se. - Earthquake.
- Eita, segura os peitos ai. - Disse o jovem galanteador para a sua amiga, e logo recebeu um belo e certeiro tapa no rosto.

Os dois batalhantes apenas riram sem graça. Então a eeveelution começou a correr pelo campo de maneira tão rápido que dava a impressão de se teletransportar, à medida que fazia isso, mandava o raio de gelo no chão, que obviamente ia ficando congelado, criando uma espécie de ringue de patinação, isso deixava o adversário em desvantagem, já que o mesmo ficava deslizando sem conseguir se manter em pé. Porém ele então levantou as mãos e deu um forte soco no chão, que começou a tremer, além de rachar o gelo, começou a fazer várias pedras “subirem” das rachaduras, que iam em direção a Glaceon, cada vez maiores, mas o animal estava tão rápido, que num pulo, desviou facilmente delas.

- Saída clichê. Não é assim que se faz, Lorde John. - Reprovou a mulher. - Bom, vamos acabar com a batalha. Water Pulse.
- Eu confio em você. Hammer Arm!

O mamífero das geleiras abriu a boca e começou a formar uma bola de água, que foi arremessada contra o adversário, que não conseguiu desviar, e acabou sentindo aquele golpe em seu peito. Foi arremessado longe, golpe com duas vezes de vantagem, deveria estar nocauteado, como nos jogos, mas não o foi. Rhydon estava em pé, cansado, mas em pé, então ergueu os braços e eles tomaram a forma de um martelo, então se aproximou do adversário e deu-lhe um soco com cada mão. Mesmo com a velocidade extrema, o canídeo não conseguiu esquivar. E como o golpe era super efetivo, acabou jogando-o a uma distância, mas nada tão surpreendente.

- A luta já era, Johnson, seu Rhydon vem de outras batalhas, e mais um Water Pulse já era pra ele. - Disse a líder. - Você não tem o primor técnico de Lurly Spark, mas não luta mal como era de se imaginar. Bom, aqui está sua Insígnia da Neve. - Falou, tirando o objeto do vestido, surpreendendo a todos. - Era de se imaginar que esperasse terminar a luta, mas não, você e Lurly já iam ganhar a insígnia mesmo se perdessem, pois tiveram a coragem de vir até aqui pra lutarem pela insígnia de vocês. A verdadeira alma do treinador.
- Na verdade eu nem quero ser treinador, só quero provar que ser um treinador é mais fácil que limpar bunda de neném. - Disse o ex-líder.
- Como ia dizendo. - Falou, olhando feio pro cabelo de prata. - Se quiser continuar a lutar, vamos continuar.
- Bom, já que já chegamos aqui, vamos lá! Rhydon, Rock Throw!
- Ice Beam!

O rinoceronte ergueu as mãos, em seguida várias pedras começaram a cair sobre o adversário, que esquivava facilmente, sua velocidade era extrema, corria com muita leveza, aproveitando-se disso, abriu a boca e mandou um forte raio de gelo. O animal de pedra foi pro lado, mas o golpe foi junto e o acertou, congelando-o, e em seguida, nocauteando-o. O resultado já tinha sido previsto há um tempo.

- Pois é, é triste não vencer, mas nem precisa de revanche, eu sei que você tem potencial pra ganhar dos outros líderes. Mesmo que a partir de agora a coisa fica séria. Mas John, muito obrigado pela luta, de qualquer forma.
- Ok, tudo bem. Eu entendo. Preciso priorizar meus outros pokémons que não são Rhydon.
- Ta, John Lennon, Francesca Xavier, vamos embora. - Apressou o protagonista. - Temos Fuchsia pra ir agora, pela graça do Pai Eterno. - Comemorou. - Finalmente estamos caminhando rumo a uma cidade desenvolvida.

Então o ex-líder começa a andar rapidamente na frente dos outros, que apenas olhavam com cara feia para ela, porém a líder dá um grito, fazendo-o parar de andar, e olhar com desprezo pra ela.


Falei pra vocês não se decepcionarem com o final, pô =/ -qq. Mas é isso e espero que comentem Very Happy
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por xKai em Dom 18 Maio 2014 - 9:14

É uma vergonha pra mim como fanfic mod estar tanto tempo sem postar nada aqui na mythology, apesar de eu já ter lhe explicado que o trabalho está me tomando muito tempo e tals... Vou usar este domingo para tentar quitar meu débito. Vamos lá 0/

Black, tu tem muita paciência, ou você gosta de narrar as derrotar do Lurly? -q Nunca vi um personagem quebrar tanto a cara contra Gymn Leaders igual esse drogado aí, mas enfim -q Essa revanche foi até legal, mas como na anterior já tínhamos visto batalhas interessantes também os pokémons da líder acabaram de ficar "normais" não teve mais aquele suspense de "qual pokémon ela vai usar"? As batalhas que mais me agradaram foram as últimas, talvez por eu ser paga pau pro Glaceon? Maybe... Espero que continue fazendo-me rir com esta fic e não me esculache pelo comentário que não ficou dos melhores, é o que deu pra fazer, ainda tenho duas fics pra postar, fui 0/

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Magalhaes298 em Seg 19 Maio 2014 - 15:58

Hola, señor Bréki! XD

Esse episódio foi bem engraçado. E as lutas foram bem feitas, mesmo tendo estratégias mais clichês que filmes de terror. Como você tem paciência para escrever a fic, eu não faço ideia.
Impressão minha ou o John tá começando a roubar a cena? Ele tá ficando tão engraçado quanto o Lurly! O personagem "secundário" tá crescendo tanto quanto o principal.
Enfim, é só isso. Esse episódio foi muito legal e engraçado. Espero que outros como esse e o anterior saiam.
avatar
Magalhaes298
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 17/02/2014

Frase pessoal : Se desistir sem tentar, estará fadado ao fracasso.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Rush em Seg 19 Maio 2014 - 16:35

/\ Nem AUEUAEHUAE'


O John e a Francesca são zoados. Só o Lurly que salva a cena mesmo. Falando nisso, essa Francesca é uma vadia. pqp Pego o John, quase deu pro Lurly, depois volto com o John, e agora quer dar de vez pro Lurly. Oxe, que menina periguete. 


Lurly venceu yay. Achei legal o cap. John pelo visto é mais forte que o Lurly sem o Electivire mesmo. E nunca pensei que Gravelers fossem rápidos como você descreveu, mas né. Tinha esquecido do Rhydon do John, ainda achava que era um Rhyhorn. D: E sobre o erro, desculpe, eu jurava que eles estavam em Cerulean. 


Próximo capítulo vai ter treta. Lurly irá em sua cidade natal batalhar no seu próprio Ginásio. Vai ser maneiro.


É isso, aguardo o próximo capítulo cara. Um abraço, até mais.
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Sex 23 Maio 2014 - 22:59

E pela primeira vez na história da fic, eu vou postar um capítulo sem ter outro escrito. Ai eu pergunto: A que ponto chegamos? Mas enfim, antes os comentários.

Comentários:

@xKai escreveu:
É uma vergonha pra mim como fanfic mod estar tanto tempo sem postar nada aqui na mythology, apesar de eu já ter lhe explicado que o trabalho está me tomando muito tempo e tals... Vou usar este domingo para tentar quitar meu débito. Vamos lá 0/

Black, tu tem muita paciência, ou você gosta de narrar as derrotar do Lurly? -q Nunca vi um personagem quebrar tanto a cara contra Gymn Leaders igual esse drogado aí, mas enfim -q Essa revanche foi até legal, mas como na anterior já tínhamos visto batalhas interessantes também os pokémons da líder acabaram de ficar "normais" não teve mais aquele suspense de "qual pokémon ela vai usar"? As batalhas que mais me agradaram foram as últimas, talvez por eu ser paga pau pro Glaceon? Maybe... Espero que continue fazendo-me rir com esta fic e não me esculache pelo comentário que não ficou dos melhores, é o que deu pra fazer, ainda tenho duas fics pra postar, fui 0/

Kai o/. Eu não tenho paciência, só gosto de ferrar o Lurly mesmo -q, mas dessa vez ele ganhou, mesmo que improvavelmente. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@Magalhaes298 escreveu:Hola, señor Bréki! XD

Esse episódio foi bem engraçado. E as lutas foram bem feitas, mesmo tendo estratégias mais clichês que filmes de terror. Como você tem paciência para escrever a fic, eu não faço ideia.
Impressão minha ou o John tá começando a roubar a cena? Ele tá ficando tão engraçado quanto o Lurly! O personagem "secundário" tá crescendo tanto quanto o principal.
Enfim, é só isso. Esse episódio foi muito legal e engraçado. Espero que outros como esse e o anterior saiam.

Magalhaes o/. Eu nem ando tendo tanta paciência, but ok -q. Não, ele não tá roubando a cena, mas se você está gostando dele, é uma opinião particular né -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@Rush escreveu:/\ Nem AUEUAEHUAE'


O John e a Francesca são zoados. Só o Lurly que salva a cena mesmo. Falando nisso, essa Francesca é uma vadia. pqp Pego o John, quase deu pro Lurly, depois volto com o John, e agora quer dar de vez pro Lurly. Oxe, que menina periguete. 


Lurly venceu yay. Achei legal o cap. John pelo visto é mais forte que o Lurly sem o Electivire mesmo. E nunca pensei que Gravelers fossem rápidos como você descreveu, mas né. Tinha esquecido do Rhydon do John, ainda achava que era um Rhyhorn. D: E sobre o erro, desculpe, eu jurava que eles estavam em Cerulean. 


Próximo capítulo vai ter treta. Lurly irá em sua cidade natal batalhar no seu próprio Ginásio. Vai ser maneiro.


É isso, aguardo o próximo capítulo cara. Um abraço, até mais.

Rush o/. Sim, mó periguete mesmo. Sim, o Lurly venceu de maneira bem inacreditável. E o John é aparentemente melhor que o Lurly mesmo, mas se ambos lutassem novamente, o John perderia, mesmo sem o Electivire, sei lá -q. Aqui na fic tem de tudo, Gravelers rápidos, Clefairys e Slowkings fortes, etc. -qq. Vai mesmo. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Agora o capítulo:

Capítulo 34 - O adeus.



Três dias já haviam se passado desde a batalha dos jovens contra Melissa. O trio de protagonista ainda estava hospedado com a mulher. Eles estavam sentados a uma mesa no restaurante da senhora, que ficava junto do ginásio e bem próximo à sua casa tomavam café da manhã enquanto se xingavam.

O lugar era bem bonito e elegante, várias mesas forradas com um tecido banhado a ouro, que acompanhavam cadeiras estofadas, próximo à entrada do estabelecimento tinha um balcão, que certamente seria pra recepcionar os clientes. E mais ao fundo tinha uma porta que levava à cozinha. Naquele momento só havia os jovens no lugar.

A bela ruiva então simplesmente se levantou e foi embora, sem sequer comunicar os jovens. Ambos se entreolharam confusos e certamente sem estarem a par da situação.

-x-

A moça caminhava pelas calmas e tranquilas ruas matinais de Saffron, falava algumas palavras sozinhas, até sentir o seu celular tocar, atendeu, falou com uma pessoa desconhecida, deu uma risada e desligou.

--

A menina tinha caminhado bons metros até encontrar um bar qualquer, entrou, não tinha quase ninguém lá dentro, só tinham dois homens sentados em frente ao balcão, e um com capuz sentado em uma mesa lá nos fundos, ela então foi até lá.

O homem a viu e levantou-se, tirou o capuz e revelou-se Adryan Thomson, que sorriu de maneira até mesmo medonha, então ele falou algumas coisas com elas e ambos saíram do local, como se caminhassem rumo ao pote de outro encantado do outro lado do arco-íris.

-x-

- A gente não sabe o que deu na cabeça da Francesca, mas vamos atrás dela. - Disse Lurly.

Por mais tosca e idiota que fosse a ideia de procurar uma adolescente na maior cidade do continente, o coração falou mais alto e cada um se dividiu por um lado, já com a ideia marcada de voltarem àquele mesmo lugar.
-x-

A jovem andava com o cidadão estranho, que lhe fez uma pergunta:

- Francesca, você já sabe pra onde a gente vai né?
- Sim...
- E o Lurly e o John já sabem?
- Não...

Então a menina começou a ficar distraída, e logo um flashback foi passando pela sua cabeça.

Flashback
- Fiquem espertos com esse Fearow desgraçado! - Disse ela. - Prazer, me chamo Francesca Flame.
- Pra-prazer, meu nome é Lurly Spark e aquele é o John de alguma coisa, nem sei o sobrenome de sueco ou croata, sei lá.
O garoto não gostou disso, mas resolveu não se estressar e disse:
- Não é nem sueco, nem croata, é sérvio!
- Ah! Tanto faz, é tudo farinha do mesmo saco.
Após esse diálogo inútil, a garota deu um sorrisinho, coçou a cabeça e então cumprimentou ambos.
- Esse pássaro ta me perseguindo desde o dia em que um dos filhotes dele estava perto de mim e o burro se afogou sozinho, ele acha que fui eu. Isso foi há quatro dias, e desde então estou escondida aqui ainda, eu achei perigoso prosseguir sozinha e então fiquei escondida, agora que apareceram vocês dois podem me fazer companhia até Pewter.
- Ótimo! É sempre bom ter uma companhia feminina. E que companhia hein - Disse Lurly enquanto olhava novamente a jovem. - Mas então gata, seu pai é o dono da Fiat?
A menina fez cara feia e então lhe deu um tapa na cara.
Flashback

O homem falava algumas coisas, mas ela nem percebia, ainda esboçava um certo sorriso lembrando desse momento “cômico” onde conheceu os jovens.
- Caramba Francesca! Tá surda? - Gritou. - To falando com você há meia hora!
- Ah, desculpe, me distraí. - Falou sorrindo forçadamente.

Flashback
John e Francesca continuaram caminhando pelo outro lado procurando uma saída, mas se viram numa situação complicada, havia várias rochas à frente deles, o caminho necessário, era inviável para os jovens, então novamente um terremoto ocorreu no ambiente rochoso, algumas rochas voltavam a despencar, os dois pularam há uma certa distância, um tempo depois, as pedras pararam de cair.
- Isso tá muito estranho. - Disse o garoto. - Todos esses tremores, nunca vi nada igual nessa caverna.
- É, é bem estranho, não sei se sairemos vivos daqui, estamos sem alternativa pra seguir, então tenho uma coisa pra te dar.
Ela foi se aproximando do garoto e então encostou seus lábios nos do menino, e eles se beijaram por uns segundos, até se soltarem, ambos vermelhos.
Flashback

Flashback
A pergunta foi surpreendente para o garoto, mesmo ele sendo tão “namorador” ficou espantado, até porque geralmente é o homem quem faz tal pergunta. John também estava bem surpreso.
- Então, Lurly, vou perguntar novamente. - Disse Francesca. - Você aceita namorar comigo?
- Lógico, esperei todo esse tempo de jornada para poder ter uma chance com você. Já até pensei o nome dos nossos filhos, poderia ser Taylor e o outro Jones, o que acha?
- Acho que você ta muito apressadinho pro meu gosto. - Falou ela, em seguida deu um beijo nele.
Flashback

Novamente Thomson foi ignorado pela ruiva, que tinha seus flashbacks com a dupla do barulho.

- Espera aí, Thomson, preciso resolver umas coisas. - Disse, saindo.

-x-

John e Lurly já estavam no restaurante novamente, estavam lá, sentados, de perna pro alto, sem fazerem nada, estavam esperando a ruiva talvez, já que não encontraram-na, quer dizer, na verdade encontraram só uma informação dela, dada por um homem bem conhecido por ambos.
Então enquanto estão ociosos, acabam percebendo a chegada de alguém no estabelecimento, e pra surpresa deles, esse alguém era Francesca, que demonstrava certo cansaço.

- Rapazes... - Ia dizendo quando foi interrompida.
- A gente já sabe de tudo! Cachorra! Cobra! - Gritavam ambos. - Vamos lá fora!

A jovem não entendeu nada, mas saiu do lugar, afinal aquilo deveria ter alguma explicação plausível e lógica. Ledo engano.

- Equipe Ominous? Que porra é essa? - Gritou o Targaryen, vulgo Lurly assustando a moça. - Sério que você tá no lado dos Flint? Você  uma decepção pra raça humana!
- Ah, eu castro o Thomson e toda a família dele! Mas deixe-me explicar.
- Explica aqui pro meu Rhydon! - Disse John.
- E pro meu Graveler!

Da pokébola do garoto sub-protagonista saiu um pokémon que se assemelhava a um rinoceronte bípede, com um grande chifre na sua face, e da outra esfera saiu uma espécie de bola de pedra, que tinha “quatro braços”. Ambos saíram encarando a garota.

- ... - Suspirou a garota. - Acho que sei porque eu vou sair. Eu venho aqui na maior humildade, ia até pedir desculpas pra vocês, mas porra, tudo pra vocês é batalha. Sério mesmo que você é maior de idade, Lurly? - Reclamou a menina. - De qualquer forma, Magmar vamos acabar com esses virgens.

Então um bicho muito estranho, que se assemelhava a um pato, mas era meio humanoide, saiu da pokébola, ele abriu a boca esfumaçando.

- Rock Throw! - Ordenaram os dois juntos, que após isso olharam-se feio.
- É isso que vocês têm? Pfft. - Debochou a moçoila. - Lava Plume!

As duas criaturas de pedra ergueram as mãos e logo as abaixaram, fazendo assim várias rochas caírem, seriam para cair sobre o adversário de fogo, que desviou, em seguida ele fez um movimento meio estranho com as mãos, logo, uma grande quantidade de lava começou a “brotar” do chão, então essa lava atingiu os dois adversários, os queimou e ainda os nocauteou.

- Como isso é possível? - Reclamou Lurly.
- Não interessa. - Disse, retornando seu pokémon. - Agora, vocês dois, vão se fod[b][b]er! - Gritou e foi caminhando para longe do local, deixando os dois jovens espantados.

-x-

Francesca caminhava pelas ruas de Saffron enquanto derramava algumas lágrimas, que ela tentava esconder. Andou mais um pouco e chegou a uma área meio acabada e deserta, ela se aproximou de um prédio de uns quatro andares, enxugou as lágrimas e entrou. Lá dentro o local era bem acabado, paredes rachadas, sem pinturas, etc. Então ela encontrou as escadas e subiu até o último andar, lá, tinham duas portas, ela bateu em uma e logo pôde entrar. Disse as seguintes palavras:

- Pode acabar com eles.

To be continued...


Senhores, desculpem se o capítulo não ficou bom e ficou pequeno, mas sei lá, não consegui transmitir o que eu queria =/. E sei que ele ficou rápido também.


Última edição por Black~ em Sex 6 Jun 2014 - 13:27, editado 2 vez(es)
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Snow Walker em Sex 23 Maio 2014 - 23:15

Black! Comentando aqui super rapido porque faz tempo que não comento.

Eu realmente queria que a Francesca saisse logo da equipe, mas eu meio que senti uma certa pena dela nesse capitulo. Alem dela falar uma coisa que eu sempre digo pra mim mesmo quando estou lendo sua historia, isso só prova que eu realmente fiquei meio triste agora. Pro Lurly é tudo batalha mesmo, moleque serelepe mesmo. pqp. Os Flashbacks foram bem escolhidos, na minha opinião, porque foram alguns dos momentos mais "babacas" dela. Realmente agora vai começar a treta de verdade, estou ansioso por isso.

Sobre a batalha, meu deus. Eu realmente não esperava isso de você, de certa forma. O capitulo foi curtinho, mas compensou ver eles perdendo tão rapido assim. Espero que role mais alguma batalha entre eles, de qualquer modo. Esse capitulo me dividiu bastante, por isso considero ele um dos melhores até agora da historia, o motivo é o fato que realmente, mesmo eu odiando a Francesca, eu senti um pouco de pena dela. Foi o capitulo que eu mais me envolvi com a historia, para ser mais exato. Vai ser bem interessante ver como você vai trabalhar na relação dos dois garotos agora que ela saiu. Não acho que eles vão ficar tristes, levando em conta que eles estavam irritados com ela no momento em que a viram.

Esse final me fez pensar que finalmente vamos ver uma real grande batalha do Lurly e do John. Espero que ele tenha um Golem até lá, porque se não a situação vai ficar meio dificil pra ele. A unica coisa que realmente não gostei no capitulo é que podia ter trabalhado mais em alguns momentos, como quando ela simplesmente sai do nada e tals, também quando ela esta tendo os flashbacks. No resto, o capitulo me agradou muito e espero que a historia só melhore daqui pra frente.

É isso, vlw flw
avatar
Snow Walker
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/04/2013

Frase pessoal : salabim salabão


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Magalhaes298 em Sab 24 Maio 2014 - 15:41

Fala, Bréqy! XD

O capítulo ficou bem feito mesmo. Muito bacana e melancólico. Quando vi o título, sabia que ia ser algo triste, mas você conseguiu passar uma carga de melancolia que rodeou todo o capítulo.
Me surpreendi em como a batalha foi curta. Geralmente as batalhas são bem duradouras, mas essa não. Isso prova que você tá meio sem paciência ultimamente XD.
É isso. Espero que a fic fique com uma qualidade cada vez melhor.
avatar
Magalhaes298
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 17/02/2014

Frase pessoal : Se desistir sem tentar, estará fadado ao fracasso.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Rush em Sab 24 Maio 2014 - 18:35

@Magalhaes298 escreveu:Me surpreendi em como a batalha foi curta. Geralmente as batalhas são bem duradouras, mas essa não. Isso prova que você tá meio sem paciência ultimamente XD.


Uso as mesmas palavras do Magalhães. AEUHAUEHAEU'


Boa noite, Black! Tudo bem? c:


O capítulo, como você mesmo disse, ficou BEM corrido e resumido. Não teve aquele lance de apertar o coração do jeito com intuito de sair lágrima de seus olhos, mas eu realmente me senti mal com a Francesca. É claro que no final esse sentimento de pena se foi, né.


Eu acho que perdi alguns capítulos, minha memória está meio ruim ultimamente. Esqueci quem são os Flint dessa equipe Ominous... Enfim. Essa Francesca é uma traíra mesmo. Tenho que admitir que gostei pra caramba dos diálogos dela nesse capítulo. Ela deixou o Lurly e o John quietinhos dessa vez. AUEHAUEH


A única coisa que eu não gostei do cap foi a batalha. Não pelo fato dela ter sido curta, e sim pela forma em que você usa os ataques. Essa não foi a primeira batalha que eu fico perdido, mas eu acho que você usa os ataques de uma forma muito fantasiosa. Tipo as pedras do Rock Throw surgirem do nada, e a lava ter brotado do chão. Isso não compromete a qualidade do cap, é uma questão de gosto particular mesmo. 


É isso. Agora the treta will come. Aguardo o próximo capítulo cara. Ansioso pra ver como vai acabar essa side story da Francesca. 


Um abraço cara, até mais.
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Sab 31 Maio 2014 - 13:44

Bom, eu ia postar ontem, blabla, mas vou postar agora, blabla. Vamos aos comentários:

Comentários:
@Snow Walker escreveu:Black! Comentando aqui super rapido porque faz tempo que não comento.

Eu realmente queria que a Francesca saisse logo da equipe, mas eu meio que senti uma certa pena dela nesse capitulo. Alem dela falar uma coisa que eu sempre digo pra mim mesmo quando estou lendo sua historia, isso só prova que eu realmente fiquei meio triste agora. Pro Lurly é tudo batalha mesmo, moleque serelepe mesmo. pqp. Os Flashbacks foram bem escolhidos, na minha opinião, porque foram alguns dos momentos mais "babacas" dela. Realmente agora vai começar a treta de verdade, estou ansioso por isso.

Sobre a batalha, meu deus. Eu realmente não esperava isso de você, de certa forma. O capitulo foi curtinho, mas compensou ver eles perdendo tão rapido assim. Espero que role mais alguma batalha entre eles, de qualquer modo. Esse capitulo me dividiu bastante, por isso considero ele um dos melhores até agora da historia, o motivo é o fato que realmente, mesmo eu odiando a Francesca, eu senti um pouco de pena dela. Foi o capitulo que eu mais me envolvi com a historia, para ser mais exato. Vai ser bem interessante ver como você vai trabalhar na relação dos dois garotos agora que ela saiu. Não acho que eles vão ficar tristes, levando em conta que eles estavam irritados com ela no momento em que a viram.

Esse final me fez pensar que finalmente vamos ver uma real grande batalha do Lurly e do John. Espero que ele tenha um Golem até lá, porque se não a situação vai ficar meio dificil pra ele. A unica coisa que realmente não gostei no capitulo é que podia ter trabalhado mais em alguns momentos, como quando ela simplesmente sai do nada e tals, também quando ela esta tendo os flashbacks. No resto, o capitulo me agradou muito e espero que a historia só melhore daqui pra frente.

É isso, vlw flw

Finalmente voltares Jon Snow o/. Esse negócio das batalhas citados pela Francesca foi mais uma crítica a mim mesmo, porque tudo vira batalha na fic -q. A batalha era pra ser rápida mesmo. E nesse capítulo, digamos que ele foi mais pra mostrar a "segunda versão" da história. Com John e Lurly como culpados e a Francesca como inocente. Sim, é verdade vou trabalhar mais essa relação John-Lurly. Sei lá, é um misto de sentimentos que eles nutrem por ela. Quem sabe algum dia terá? Quem sabe? Sim, realmente eu senti que saía de uma cena pra outra meio que de maneira ilógica, mas ei lá. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@Magalhaes298 escreveu:Fala, Bréqy! XD

O capítulo ficou bem feito mesmo. Muito bacana e melancólico. Quando vi o título, sabia que ia ser algo triste, mas você conseguiu passar uma carga de melancolia que rodeou todo o capítulo.
Me surpreendi em como a batalha foi curta. Geralmente as batalhas são bem duradouras, mas essa não. Isso prova que você tá meio sem paciência ultimamente XD.
É isso. Espero que a fic fique com uma qualidade cada vez melhor.

Magalhaes o/. Lol, nem eu imaginava toda essa melancolia -q. Sim, to sem paciência mesmo, mas era pra ser uma batalha rápida também -q, mas enfim, Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@Rush escreveu:
@Magalhaes298 escreveu:Me surpreendi em como a batalha foi curta. Geralmente as batalhas são bem duradouras, mas essa não. Isso prova que você tá meio sem paciência ultimamente XD.


Uso as mesmas palavras do Magalhães. AEUHAUEHAEU'


Boa noite, Black! Tudo bem? c:


O capítulo, como você mesmo disse, ficou BEM corrido e resumido. Não teve aquele lance de apertar o coração do jeito com intuito de sair lágrima de seus olhos, mas eu realmente me senti mal com a Francesca. É claro que no final esse sentimento de pena se foi, né.


Eu acho que perdi alguns capítulos, minha memória está meio ruim ultimamente. Esqueci quem são os Flint dessa equipe Ominous... Enfim. Essa Francesca é uma traíra mesmo. Tenho que admitir que gostei pra caramba dos diálogos dela nesse capítulo. Ela deixou o Lurly e o John quietinhos dessa vez. AUEHAUEH


A única coisa que eu não gostei do cap foi a batalha. Não pelo fato dela ter sido curta, e sim pela forma em que você usa os ataques. Essa não foi a primeira batalha que eu fico perdido, mas eu acho que você usa os ataques de uma forma muito fantasiosa. Tipo as pedras do Rock Throw surgirem do nada, e a lava ter brotado do chão. Isso não compromete a qualidade do cap, é uma questão de gosto particular mesmo. 


É isso. Agora the treta will come. Aguardo o próximo capítulo cara. Ansioso pra ver como vai acabar essa side story da Francesca. 


Um abraço cara, até mais.

Eae Rush o/. Sei lá cara, eu não sou bom com drama, realmente, é meu ponto fraco, mas sei lá né -q. São os dois irmãos loucões que ficam usando metralhadora, têm um Flygon, etc. Mas enfim, não o culpo por essa confusão -q. Ah, realmente, é que sei lá, alguns golpes eu não sei como descrever, mas o do Lava Plume pareceu que eles estavam dentro de um vulcão e começou a brotar lava, vou tentar melhorar nesse aspecto. Bom, já deixo avisado que não vou frisar nessa story Francesca nesse capítulo =/. Mas enfim. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Agora o capítulo, sem muitas emoções (to desaprendendo a escrever =/).

Capítulo 35 - O lagarto de fogo!


Já era outro dia na cidade de Saffron, os garotos já estavam há uns dez dias na cidade sem avanço na jornada deles, como sempre, estavam no restaurante de Lady Melissa, comiam algumas coisas. O que era pra ser generosidade acabou virando abuso dos jovens. O estabelecimento estava levemente movimentado. Algumas poucas mesas estavam ocupadas, o silêncio imperava no local. Os garotos até esqueciam do ocorrido de ontem, ou talvez quisessem somente esquecer tudo aquilo.

De repente, a calmaria do lugar dava espaço a uma grande bagunça e barulho, que vinha do lado de fora. Alguns levantaram-se rapidamente e saíram para ver o que era. Os garotos certamente fizeram o mesmo.
Chegando lá, se depararam com um homem e uma mulher, trajavam uma roupa negra e uma touca de mesma cor. Como usavam isso em uma temperatura de 30°C? Ninguém sabe. O homem era negro e careca, e usava um par de óculos, tinha por volta de 1,80m, a mulher era morena, cabelo encaracolado, olhos negros. Além disso, cada um estava acompanhado de um Charizard. Porém um dos dois bichos era diferente, não era shiny, mas a sua cor, e até mesmo seu aspecto eram diferentes dos Charizards comuns. Além de claro, várias pessoas correndo a várias direções. Os dois somente se divertiam.

- Quem são vocês? - Indagou Lurly. Observou que à sua volta só tinha o John e os dois seres.
- Tommy Lee. - Disse a mulher.
- Jones. - Completou o homem.
- Tommy não é nome de homem? - Perguntou John.
- Vai se danar. Deixa eu terminar de falar. - Esbravejou. - Somos a Equipe Rocket!
- Equipe quem? - Perguntou o protagonista, surpreso.
- Imaginei a surpresa. Mas não é aquela Equipe Rocket de bobões. - Disse o homem. - Tá vendo aquele Charizard estranho ali? Então, digamos que pegamos um Charizard original e ele foi levemente copiado algumas vezes.
- Então vocês clonam pokémons?! - Espantaram-se os dois juntos.
- Calem a boca! E digamos que seja só com Charmanders, para eles levemente irem para outros países. Nada de mais.
- Eu até denunciaria pra polícia, mas isso não é da minha conta. - Disse o de cabelo prata. - Como eu tenho um ginásio para ir lutar, não tenho tempo pra conversas.

Então ele simplesmente saiu, John não estava entendendo nada, mas logo seguiu o “amigo”. Os vilões ficaram com cara de nada, Lurly não estava nem aí pra eles, se sentiram mais lixos do que já são.

- Ei seu bunda mole! - Gritou o cidadão negro.
- Por acaso é comigo que você está falando? - Perguntou o protagonista.
- Não! É com a puta que te pariu! Não pera... - O próprio homem se interrompeu. - Você está vendo dois bandidos aqui e sai como se nada tivesse acontecido? Você não tem medo não?
- Vocês têm uma arma?
- Er... não. - Respondeu, meio sem jeito.
- Então por que eu vou ter medo?
- Porque nós dois temos dois fuckings Charizards!
- E eu tenho um fucking Mamoswine! - Gritou uma voz feminina já conhecida dos jovens.

De dentro do restaurante sai uma mulher de cabelos loiros, olhos azuis e uma pele clara, trajando um vestido branco, da mesma cor de seu chapéu. Ela sai junto com um grande mamute marrom, com um belo par de chifres próximos à sua boca. Era Melissa.

- AncientPower!

Logo, o animal pré-histórico abriu a boca e começou a formar uma grande pedra, que “caiu” no chão, então com os seus chifres, ele a ergue, e joga contra os adversários, que caem no chão, nocauteados.

- E se não caírem fora logo, vai se pior! - Gritou a dama.

Então os dois recolheram seus pokémons e saíram correndo.

- Pelo amor hein. Vocês só fazem besteira. - Repreendeu a mulher.
- Dessa vez a gente realmente não fez nada. - Protegeu-se o ex-líder. - Ei! Espera! Tem uma pokébola no chão!

John logo foi lá e pegou-a do chão e abriu-a, logo ele viu um pequeno Charmander sair de dentro. Após o que os vilões disseram, não havia dúvidas de que esse pokémon também seria clonado, assim como todos os outros.

- Vocês vão ficar ai? - Perguntou a senhora. - Eu vou entrar e não pretendo proteger nenhum marmanjo mais não.
- Tá, tá, entra. Faz o que quiser da vida. - Apressou Lurly, que junto de John, prestavam atenção no lagartinho.

Foi praticamente combinado, a lady entrou e os vilões reapareceram, tipo num passe de mágica. Eles logo avistaram o alvo deles: Charmander.

- Certo. Raticate, eu escolho você! - Disseram os dois.
- Deve ter alguma regra não escrita que vilões têm que ter Raticate, Golbat ou Koffing. Não é possível. - Ironizou o ex-líder.

Porém do nada, Charmander começou a brilhar e tomar uma nova forma, ficando maior e com uma espécie de chifre na ponta de sua cabeça. Ao terminar de brilhar, era visível a sua nova forma, Charmeleon, que abriu a boca e mandou uma grande quantidade de fogo, que atingiu os dois ratos, jogando-os longe.

- Ah é? Então se na humildade não está funcionando, vamos pra nossa segunda alternativa!

A moça tirou uma espécie de controle do bolso, e mirou em uma direção oposta aos garotos, então algo que se assemelhava a uma corda saiu desse “controle”, o que chamou a atenção de Charmeleon, que foi atrás. Até mesmo os garotos estavam surpresos com aquilo e se descuidaram. Logo, eles usaram a tal corda, pra amarra o lagarto, que se debateu, mas em vão. Eles então pegaram uma pokébola e colocaram o pokémon dentro dela. Os jovens os encaravam feio.

- Bom, como já é um Charmeleon talvez só valha a metade do preço, já que esses bichos são bem nervosinhos. - Conversaram entre si. - Obrigado pela ajuda. - Agradeceu de maneira sarcástica o homem.

Então eles soltaram uma bola de fumaça, que fez os jovens tossirem fortemente, ao terminar o efeito da fumaça, os vilões não estavam mais lá. Os garotos ficaram realmente confusos com o que tinha acontecido em todo esse tempo. Para se recuperarem dessa confusão e do cansaço, entraram no restaurante, não pra comer, mas para se despedirem da líder. Não era da conta deles, mas agora tinham que ir atrás daqueles dois vilões clonadores de Charmander.

Como Melissa estava no próprio restaurante, eles aproveitaram o momento para agradecerem e todas essas coisas.

- Como vou dizer isso? - Coçou a cabeça o ex-líder.
- Que tal começar agradecendo essa gentil senhora. - Disse o seu companheiro, a mulher sorriu. - E gostosa ainda. - Falou, mas só pro garoto ouvir, ambos riram. A mulher olhou repreendendo, já imaginava o motivo das risadas.
- Tá, valeu ai, é isso. A gente já ficou bastante tempo aqui e vamos atrás do ginásio de Fuchsia. Obrigado e essas coisas.

Certamente se despediram da mulher com um abraço e coisa do tipo, saíram do estabelecimento apressadamente e começaram a caminhar na metrópole, rumo à cidade de Celadon, depois rumo a Fuchsia.

Porém enquanto caminhavam, Lurly passou a mão em um de seus bolsos e não sentiu a sua Pedra da Lua. Abriu a mochila e não a viu. John assustado fez o mesmo, mas também não encontrou nada.

- Lorde John, antes de Fuchsia, temos mais uma coisa pra resolver.
- Certamente, Lorde Lurly.


É isso, e espero que comentem Very Happy
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Snow Walker em Sab 31 Maio 2014 - 18:15

E aí, negão. Tranquilo?

Enfim, cara. Eu realmente gostei desse capitulo, o John e o Lurly pós-Francesca pareceram bem mais sérios do que os dos capitulos anteriores. Não sei se apenas eu notei isso, mas eu realmente me espantei com o Lurly não puxando briga assim do nada, deve ter sido um verdadeiro choque para ele. Se realmente for isso, vamos ver como vai trabalhar no futuro. Também gostei que a batalha desse capitulo teve um motivo e foi realmente bem curta, deixando mais espaço para uma boa descrição e o desenvolvimento da dupla agora que estão sozinhos.
Esse negocio de Charmanders clonados que me deixou com uma pulga atrás da orelha, mas tudo bem. Acho que você vai conseguir dar conta disso, mesmo que tenha sido um pouco estranho. Realmente esperava que o John pegasse o Charmeleon, ia ser muito bacana ver ele com um, afinal... Mesmo com o Lurly sendo o protagonista e eu não gostando muito do John, espero que ao menos no final ele se torne um grande treinador e venca a liga. Seria muito interessante ver uma grande batalha dele contra o Lurly.

Sobre esse final, me deixou bastante animado para o proximo capitulo. Foi realmente emocionante isso, espero que ocorra uma boa batalha nos proximos. Também espero que a batalha em Fuchsia seja muito boa, afinal é o ginasio do Lorde Lurly. No mais, é só isso. Não vi muitos erros e gostei bastante do modo que desenvolveu este capitulo, no aguardo do proximo.

See ya ~
avatar
Snow Walker
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/04/2013

Frase pessoal : salabim salabão


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por xKai em Dom 1 Jun 2014 - 11:14

Já estava preocupado tipo: "Quantos capítulos eu já perdi?" Aí eu entro e vejo que foram bem curtinhos -q Não perdi tanta coisa assim mas obviamente eu li, já que estou aqui comentando, né?

Muito legal isso, eles realmente estão abusando da hospitalidade da Lady Melissa, comendo assim no restaurante dela "for free" hahsuahsu achei até que graça nisso, se fosse pra eles passarem a vida inteira ali, comeriam de graça a vida toda O.O


Eita caramba! Com apenas um Ancient Power os dois fucking Charizards foram derrotados, coitados... Já não é de hoje que um efetivo x4 de Rock type faz isso com eles... :\

Por fim, algum avanço! Adeus Saffron! Não me lembro muito das cidades de Kanto, então pra mim todas as que aparecerem porque serão surpresa, joguei pouco os jogos de primeira geração e faz anos que não vejo o anime. Aguardo o próximo capítulo, só espero que não seja assim tão curtinho -q


________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Aphrodite em Seg 2 Jun 2014 - 15:38

Capítulos curtos, mas, muito bons, Já não comento aqui faz um tempo. Sir Black~ Está escrevendo cada vez melhor, essa história pós-Francesca está melhor do que antes, mesmo não tendo mais aquele calor e emoção de antes entre eles. Sinto falta de Sherabif, O Magnemite do Lurly que teve apenas uma aparição, Como é possível um Mamoswine derrotar dois Charizard's clonados com um golpe? Nem com códigos daria isso!. A história está ficando mais séria a cada Capítulo, algo grande vem por aí, Nem se nota a falta da Francesca já que não tinha tanta importançia acho que foi por isso que ela saiu. Por enquanto é só, Até mais Sir Black~
avatar
Aphrodite
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 22/01/2014

Frase pessoal : Segunda temporada? Não me faça rir.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum