Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Por favor, não perca mais tempo, inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobres todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Aguardo.
Feliz Natal e Ano novo!

The Adventures of a Gym Leader

Página 5 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Caio. em Dom 5 Jan 2014 - 17:22

Como eu tinha te dito via Skype, esse comentário eu fiz até o capítulo 5 somente, para não ficar muito desconexo, he. Cara, eu gostei bastante do Lurly. Ele me lembra um personagem da fic do Calros, um líder que se eu não me engano também era de elétrico xD Ele era bem zu31r0, v1d4 l0k4. Tu tirou umas boas risadas de mim, hehe. As cantadas fails dele e as briguinhas infantis com o outro treinador são demais cara xD

Como eu disse, achei legal destacar o tipo do golpe pela cor. Fora o Snow, fazia tempo que não via gente fazer isso hm. Achei meio WTF a Misty em Pewter, mas como tu disse que tudo mudou (nada mudou, mas eu sei que alguma coisa aconteceu), eu vou deixar quieto hehe. That's it. Em breve edito o comentário com o cap. 10.

Cap 6~10: Cara, porra... Ri _MUITO_, como te disse, com o lance da Misty. Aquela piada da mamãe, pqp, morri. E depois teve aquela parada da Starmie lésbica, lol. Ri demais. Coitado do Cleffa. Eu entendo as tretas dele. Quer dizer, não entendo -q Entendo porque tenho um Sylveon macho /sad É uma pena, tão bizarro -q O lance do gesto obsceno também foi muito engraçado. É legal ver fics assim pra descontrair um pouco o clima daqui xD O lance do "Eu ganhei a Cascade Badge" e "isso foi tão Ash Ketchum" me fez reler com a voz dele kkk vaitepegarblack. E poxa, o Ash morreu? =/ Que pena. Que triste. Ver a Misty e o Ash me lembrou quando Pokémon com ele ainda era legal -q Mexeu comigo ;-; No final, ri muito com "tira a roupa agora". Isso lembrou algumas amigas minha quando eu fico zuando com elas também -q-q-q-q Tipo, mesmo que a narração tenha ficado ruim na sua opinião (achei-a normal), tu compensou com os diálogos

Eu achei legal a meninA pegar um Fearow. Eu sempre imaginei um pássaro tr00 666 from hell, que só aqueles motoqueiros usariam. Mas nah, a menina pegou. Eu ri da parte do iPhone, e a discussão sobre o jogo FR/LG foi bem engraçada também xD Eu prefiro o LG também, seus bando de poser. O capítulo ficou simples, mas trouxe algumas melhorias para equipe, como as Moon Stones. Eu realmente tô achando que o Lurly tá pegando pokés demais, e meio wtf -q Mas, vamo vê -q

Cara, a parada do peido... Nossa, essa cantada é péssima e.ê Sério, ela é horrível -q A piada da Joy foi ridícula, mas tão ridícula, tão ridícula, que ri -q Também achei muito engraçado a parada do maluco de cabelo castanho quase loiro e a menina xavecar xD A parada do negão também ficou engraçada, ok, sinhô black? :bigod: Ri altão da parada do pobre. Não curti sua fic reviver os rockets não. Era para minha reviver os rockets, okvlw. Não, pera... Ah, esquece, a minha se passa antes, não depois lol Viajei agora -q

Porra, ri demais da piada do YuGiOh logo de início xD Tem que acreditar no coração dos IVs -q A piada do gigante acordou no outro capítulo também ficou lekalz. A parada dos cálculos e de descer a porrada foi engraçadinha. Eu acho que meu comentário tá chato, pois eu só fico falando infinitamente de como tua fic é engraçada q Ah, esse capítulo foi bem melhor, bem mais revelador. Então os únicos líderes que não tretaram foram a Misty e o Brock, né? Porque... Pombas, a Érika morreu. Sabrina, Lt. Surge, Blaine, Giovanni e Koga eram da ER. Pronto, acabaram-se os líderes. Uma pena, eu achava lekalzinha  líder de Celadon :c Legal a menina do Flareon ser "líder", ela parece bem refresh xD

Pera, poxa... O Brock morreu também? ;-; Aí quem assumiu foi o irmão? Que tristeza, cara ;-; A parada do Rock Smash ficou engraçada, lol. São dessas pequenas perfeições de chéssus que o mundo surgiu -qn Morri com a parada da cobra gigante. O que eu gostei na sua fic é que os personagens são humanos, riem, fazem piadas, têm sentimentos. Tudo isso dá um ar, de certa forma, mais real à tua fanfic. Novamente, a parada do Ash... Tô começando a ficar bolado... :c

Cap 11~15: Ok, não posso ficar comentando cada capítulo, senão vai virar um wall post horrével -qzin Eu gostei do beijo lá do John com a Francesca, curti o nome dela e do irmão também. As piadas tão cômicas cara, você não pode parar com elas u.u Thomson é um personagem legal, bem diferente do que costumamos encontrar em fics, né? xD Curti ele também. Eu gostei da luta do maconheiro líder de fogo, tá tudo bem tranks de ser legal, de boas, reláx q Ah, amei o fato do John pegar o Gastly. Tô começando a curtir ele também xD Em breve edito aqui com mais caps õ/

Cap 16~20: Cara, dane-se se Eevee é clichê, sério u.u Eevee's são puro amor, pronto e acabou u.u Quanto mais eu leio tua fic, mais vejo que me plagiou. A Francesca é uma Seamus ruiva, só isso u.u Seamus que é uma verdadeira líder de fogo, sai dessa vida, cara u.u Ou vou te processar. Conheço o Black e ele vai trancar tua... Oh fuck. Esquece u.u Gostei bastante do líder maconheiro cara, ele é muito doido kkk E a mãe do John é bem wtf. Tenho gostado bastante da sua fic, e, logo logo, completo-a. Foi uma jornada loucona -q

Cap 21: Só o título já me fez rir pra krl xD Eu adoro o jeito recatado do cara de falar. So british. E o Thomson é sempre muito engraçado, adoro ele xD Me lembra um amigo. Às vezes passa pela minha cabeça que John tá espionando eles para a Equipe Rocket a pedido da mãe, tendo toda aquela encenação e talz. Sei não hein Bléqui. Cara, na boa, não use a palavra quenga kkk Porra, me lembra a escola :c Mas ela e quiquita são muito engraçadas xD Quenga me lembra alguma tribo africana, lol. Gostei bastante desse capítulo, da luta e talz. Adoro o Haunter, que eu sempre chamo de Hunter e nunca sei escrever o nome D: A parada da luta clichê foi muito engraçada hehe

Cap 22: Janine sempre uma perereca tonta -q Só tem uma coisa que eu achei estranho... Koga era pai dela, certo? Ela não deveria ter de toda forma alguma relação? Até onde eu sei, ela gostava bastante dele, o que deixa tudo isso meio suspeito -q Talvez na tua fic tu tenha feito ela igual ao John queémótrairaetádenunciandoagaleratodapraequiperocket, vá saber, né? Achei muito louco ela mal acordar e já querer cair na porrada. Tô começando a descurtir a Flan-Fresca. Ela é doida demais, cara. Odeio gente assim q Pera, agora que li mais, odeio-a mais ainda. Que vadia filha da [palavra censurada]. Deve ser ela que tá se vendendo pros Róquetes u.u Ri demais da parada da droga do Thomson, ele é hilário xD É você, né, black? u.u Eu entendo a Janine, odeio física =/ [palavra censurada], MORRI COM O CHUPA DA JANINE LOLOLOLOL O irmão da Flan-Fresca não pode ver a Insígnia Ácida, senão tá ferrado hein -q Esse capítulo ficou enorme, mas a batalha ficou bem boa.

Curti tua fic.
avatar
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Alan649pkmns em Ter 7 Jan 2014 - 16:32

Melhor fanfic que ja li, mas demora muito pra postar tipo, ficou de 11 de novembro e o proximo 18 de dezembro mais de um mes ainda perde a graça, quando ler o proximo nem lembra do cap anterior e nao entende, mas a fanfic ta otima a francesca(sei la se é assim que escreve) ta muito legal.
Otima fanfic
avatar
Alan649pkmns
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
10 / 1010 / 10

Data de inscrição : 04/01/2014

Frase pessoal : Magnezone Vs Klinklang que ganha?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Qua 8 Jan 2014 - 23:30

Primeiramente gostaria de agradecer que o capítulo teve mais de 1 comentário. Obrigado a vocês que comentaram. Eu estava bem desanimado a escrever mesmo, sério. Primeiramente eu ia postar na semana do Natal, mas resolvi que não, afinal últimas semanas do ano é bem tenso, então deixei pra semana do Ano Novo, mas ai fui empurrando e chegou o tão esperado dia. Pretendo não demorar mais -q, mas enfim, vamos aos comentários:

Comentários:
@Pikato escreveu:Black, foi mal não ter comentado, achei que já tivesse comentando o capítulo anterior. Foi mal mesmo. Quanto ao capítulo fiquei espantado com várias coisas.

Primeiramente teve alguns capítulos que eu perdi e eu gostaria de saber quem é o Thomson. O cara é um bandido, pensei que ele era um vilão da equipe rocket.

Segundamente, a Janine cometeu uma burrada feia, hein. Mas foi bem legal o uso das estratégias no capítulo.

E terceiramente, nos jogos é impossível evoluir o Pokémon numa batalha, mas no anime sim. Essa parte você inspirou de lá.

E o mais surpreendente, se entendi bem a Francesca está usando os meninos para conseguir alcançar seus objetivos, isso está parecendo mais novela. A moça bonita usa do velho ou do cara rico para conseguir grana. Não que isso seja uma crítica, é um elogio, nunca vi nada disso em alguma fic.

Sério, foi bem bolada, mas é espantoso que ela goste do Jhonn e fique com o Lurly por algum tipo de interesse misterioso. Sério, muito assustador.

No mais é isso, dou nota 10 para o capítulo.

Adiós!

Pikato o/. Ok, tudo bem. O Thomson não é bandido, ele conheceu o John lá em Sinnoh ainda e os dois clandestinamente foram para Kanto. Ele é aquele policial meio corrupto e que gosta de fazer justiça com as próprias mãos. Eu tinha cometido uma burrada feia, e resolvi jogar a culpa pra cima da Janine pra não ter que reescrever -q. Sim, é impossível, mas essa fic vai contra as leis da realidade e tudo pode acontecer nela -q. Ela é bipolar, eu tinha falado brincando, mas resolvi trabalhar isso nela, ela até pode querer fazer isso, mas no fundo ainda gosta dos garotos, mas vai ter reviravoltas na vida da Francesca. E meio que usei mesmo de novela, mesmo ela sendo bipolar. Gosto de ter várias fontes alternativas. Muito doido, nem eu entendo mais o que eu faço com esse trio de retardados -q. Obrigado pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@xKai escreveu:E aí Black, quanto tempo em... Fiquei uns tempos inativo aqui do fórum mas to de volta, pensei que teria um roteiro enorme para ler, mas graças a Arceus não tava assim tão atrasado então deu de boa pra bolar um comentário, mas não espere nada muito bom, tenho que reaprender a comentar hahsuahsa

Primeiro de tudo... Caramba... Já chego dando de cara com o a Francesca pedindo o Lurly em namoro... No mínimo diferente, normalmente é o cara que pede... Mas o cara é o Lurly... Então faz sentido... E também tira aquele clichê, afinal não tem nenhuma lei que impede a garota de se declarar, não é?

A parte mais importante eu achei que foi essa mesmo, a fic como sempre esta muito engraçada. Lembro que no início quando eu não tava acostumado com o humor da fic eu tinha crises de gargalhadas enquanto tentava ler, creio que deve ser normal, afinal é uma fic bem inovadora. Até o próximo capítulo e não repara no comentário que não foi dos maiores :s

Kai, quanto tempo o/. Teve sorte que eu tava sem muita inspiração e não postei muitos capítulos -q. Verdade, nenhuma lei impede, mas ocorreram tantos reviravoltas que os dois já se separaram e ela ta com o John agora o.O Obrigado pelo comentário e espero que continue lendo.

Umbrello escreveu:Eu li o Prólogo e o primeiro capítulo e cara, eles conseguiram me prender até o final. São de tamanho médio, mas a escrita me levou a ler o final de cada,e logo continuarei a ler o resto. Sobre o humor na história, não é nada forçado, e flui bem nos momentos. O lance da escolha de pokémons pareceu ser feita pra acabar com a vida do Lurly, sério, um Cleffa? Boa sorte pra ele. -q

Umb o/ Bom ver você aqui. Eu resolvi fazer capítulos curtos pra não cansar o leitor mesmo. A escolha inicial na verdade seria um Pichu, que é um pokémon bem tosquinho, mas pode virar um fucking Raichu, mas ia ser muito clichê, ai coloquei o Cleffa, que é bem inútil -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo.

@Caio. escreveu:Como eu tinha te dito via Skype, esse comentário eu fiz até o capítulo 5 somente, para não ficar muito desconexo, he. Cara, eu gostei bastante do Lurly. Ele me lembra um personagem da fic do Calros, um líder que se eu não me engano também era de elétrico xD Ele era bem zu31r0, v1d4 l0k4. Tu tirou umas boas risadas de mim, hehe. As cantadas fails dele e as briguinhas infantis com o outro treinador são demais cara xD

Como eu disse, achei legal destacar o tipo do golpe pela cor. Fora o Snow, fazia tempo que não via gente fazer isso hm. Achei meio WTF a Misty em Pewter, mas como tu disse que tudo mudou (nada mudou, mas eu sei que alguma coisa aconteceu), eu vou deixar quieto hehe. That's it. Em breve edito o comentário com o cap. 10.

Cap 6~10: Cara, porra... Ri _MUITO_, como te disse, com o lance da Misty. Aquela piada da mamãe, pqp, morri. E depois teve aquela parada da Starmie lésbica, lol. Ri demais. Coitado do Cleffa. Eu entendo as tretas dele. Quer dizer, não entendo -q Entendo porque tenho um Sylveon macho /sad É uma pena, tão bizarro -q O lance do gesto obsceno também foi muito engraçado. É legal ver fics assim pra descontrair um pouco o clima daqui xD O lance do "Eu ganhei a Cascade Badge" e "isso foi tão Ash Ketchum" me fez reler com a voz dele kkk vaitepegarblack. E poxa, o Ash morreu? =/ Que pena. Que triste. Ver a Misty e o Ash me lembrou quando Pokémon com ele ainda era legal -q Mexeu comigo ;-; No final, ri muito com "tira a roupa agora". Isso lembrou algumas amigas minha quando eu fico zuando com elas também -q-q-q-q Tipo, mesmo que a narração tenha ficado ruim na sua opinião (achei-a normal), tu compensou com os diálogos

Eu achei legal a meninA pegar um Fearow. Eu sempre imaginei um pássaro tr00 666 from hell, que só aqueles motoqueiros usariam. Mas nah, a menina pegou. Eu ri da parte do iPhone, e a discussão sobre o jogo FR/LG foi bem engraçada também xD Eu prefiro o LG também, seus bando de poser. O capítulo ficou simples, mas trouxe algumas melhorias para equipe, como as Moon Stones. Eu realmente tô achando que o Lurly tá pegando pokés demais, e meio wtf -q Mas, vamo vê -q

Cara, a parada do peido... Nossa, essa cantada é péssima e.ê Sério, ela é horrível -q A piada da Joy foi ridícula, mas tão ridícula, tão ridícula, que ri -q Também achei muito engraçado a parada do maluco de cabelo castanho quase loiro e a menina xavecar xD A parada do negão também ficou engraçada, ok, sinhô black? :bigod: Ri altão da parada do pobre. Não curti sua fic reviver os rockets não. Era para minha reviver os rockets, okvlw. Não, pera... Ah, esquece, a minha se passa antes, não depois lol Viajei agora -q

Porra, ri demais da piada do YuGiOh logo de início xD Tem que acreditar no coração dos IVs -q A piada do gigante acordou no outro capítulo também ficou lekalz. A parada dos cálculos e de descer a porrada foi engraçadinha. Eu acho que meu comentário tá chato, pois eu só fico falando infinitamente de como tua fic é engraçada q Ah, esse capítulo foi bem melhor, bem mais revelador. Então os únicos líderes que não tretaram foram a Misty e o Brock, né? Porque... Pombas, a Érika morreu. Sabrina, Lt. Surge, Blaine, Giovanni e Koga eram da ER. Pronto, acabaram-se os líderes. Uma pena, eu achava lekalzinha  líder de Celadon :c Legal a menina do Flareon ser "líder", ela parece bem refresh xD

Pera, poxa... O Brock morreu também? ;-; Aí quem assumiu foi o irmão? Que tristeza, cara ;-; A parada do Rock Smash ficou engraçada, lol. São dessas pequenas perfeições de chéssus que o mundo surgiu -qn Morri com a parada da cobra gigante. O que eu gostei na sua fic é que os personagens são humanos, riem, fazem piadas, têm sentimentos. Tudo isso dá um ar, de certa forma, mais real à tua fanfic. Novamente, a parada do Ash... Tô começando a ficar bolado... :c

Cap 11~15: Ok, não posso ficar comentando cada capítulo, senão vai virar um wall post horrével -qzin Eu gostei do beijo lá do John com a Francesca, curti o nome dela e do irmão também. As piadas tão cômicas cara, você não pode parar com elas u.u Thomson é um personagem legal, bem diferente do que costumamos encontrar em fics, né? xD Curti ele também. Eu gostei da luta do maconheiro líder de fogo, tá tudo bem tranks de ser legal, de boas, reláx q Ah, amei o fato do John pegar o Gastly. Tô começando a curtir ele também xD Em breve edito aqui com mais caps õ/

Cap 16~20: Cara, dane-se se Eevee é clichê, sério u.u Eevee's são puro amor, pronto e acabou u.u Quanto mais eu leio tua fic, mais vejo que me plagiou. A Francesca é uma Seamus ruiva, só isso u.u Seamus que é uma verdadeira líder de fogo, sai dessa vida, cara u.u Ou vou te processar. Conheço o Black e ele vai trancar tua... Oh fuck. Esquece u.u Gostei bastante do líder maconheiro cara, ele é muito doido kkk E a mãe do John é bem wtf. Tenho gostado bastante da sua fic, e, logo logo, completo-a. Foi uma jornada loucona -q

Cap 21: Só o título já me fez rir pra krl xD Eu adoro o jeito recatado do cara de falar. So british. E o Thomson é sempre muito engraçado, adoro ele xD Me lembra um amigo. Às vezes passa pela minha cabeça que John tá espionando eles para a Equipe Rocket a pedido da mãe, tendo toda aquela encenação e talz. Sei não hein Bléqui. Cara, na boa, não use a palavra quenga kkk Porra, me lembra a escola :c Mas ela e quiquita são muito engraçadas xD Quenga me lembra alguma tribo africana, lol. Gostei bastante desse capítulo, da luta e talz. Adoro o Haunter, que eu sempre chamo de Hunter e nunca sei escrever o nome D: A parada da luta clichê foi muito engraçada hehe

Cap 22: Janine sempre uma perereca tonta -q Só tem uma coisa que eu achei estranho... Koga era pai dela, certo? Ela não deveria ter de toda forma alguma relação? Até onde eu sei, ela gostava bastante dele, o que deixa tudo isso meio suspeito -q Talvez na tua fic tu tenha feito ela igual ao John queémótrairaetádenunciandoagaleratodapraequiperocket, vá saber, né? Achei muito louco ela mal acordar e já querer cair na porrada. Tô começando a descurtir a Flan-Fresca. Ela é doida demais, cara. Odeio gente assim q Pera, agora que li mais, odeio-a mais ainda. Que vadia filha da [palavra censurada]. Deve ser ela que tá se vendendo pros Róquetes u.u Ri demais da parada da droga do Thomson, ele é hilário xD É você, né, black? u.u Eu entendo a Janine, odeio física =/ [palavra censurada], MORRI COM O CHUPA DA JANINE LOLOLOLOL O irmão da Flan-Fresca não pode ver a Insígnia Ácida, senão tá ferrado hein -q Esse capítulo ficou enorme, mas a batalha ficou bem boa.

Curti tua fic.

Perry o/. Porra cara, eu nem vou comentar tudo não, você fez um comentário maior que muito capítulo da fic -qq. Zoas, pelo menos eu sei que você leu. Sim, o Koga era pai, mas digamos que a Janine morava com a mãe e não tinha uma relação muito constante com o pai -q. Ela é bipolar, de verdade :c Vamos ver se ela se vende pros Rockets ou não. Thomson é doidão, ele era pra ser mais sério, mas sei lá, não consigo colocar muita coisa séria nessa fanfic hue. Eu também odeio física, matéria do lúcifris -q. E esses negócios de plágio ih cara, sei não hein, quer tretar vem na mão. Valeu pelo comentário e espero que continue rindo das idiotices que eu posto e que continue acompanhando a fic o/.

@Alan649pkmns escreveu:Melhor fanfic que ja li, mas demora muito pra postar tipo, ficou de 11 de novembro e o proximo 18 de dezembro mais de um mes ainda perde a graça, quando ler o proximo nem lembra do cap anterior e nao entende, mas a fanfic ta otima a francesca(sei la se é assim que escreve) ta muito legal.
Otima fanfic

Opa, mas um leitor novo o/. Valeu, mas acredito que a falta de vontade de escrever tenha passado agora. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo o/

Agora sem mais delongas, o capítulo, que tem a luta do Lurly dessa vez:

Capítulo 23 - A batalha ninja! Parte 2


O jovem ficou surpreendido com o toque do seu celular, não esperava a ligação de ninguém, então tomou o aparelho de bolso e atendeu dizendo “alô”. A voz do outro lado era conhecida, era Professor Oak, que sem muitos cumprimentos foi logo se apressando a dizer:

- Lurly, algo estranho está acontecendo em Celadon, sei que você está ai, espero que possa me ajudar. Parece uma trupe de bandidos.
- Equipe Rocket? Não, parece que já foram embora. Eles fizeram umas macaquices aqui com a Janine, mas fugiram
- Não, não parece a Equipe Rocket. Era uma onda de violência numa região mais afastada do ginásio e das construções importantes da cidade, mas peço que dê uma olhada lá.
- Olha, velho, eu tenho uma insígnia para ganhar. Não acha que isso pode ficar para outra pessoa?
- Te pago 300 dólares.
- É pra se encontrar onde mesmo?
- Royal Hotel, mas você pode ganhar a sua insígnia antes desse trabalhinho.
- Certo, até mais.

O adolescente desligou o telefone e os seus companheiros já se apressaram a indagar quem era. Ele explicou tudo e andou um pouco com seus amigos, como não moravam na cidade, não sabiam onde ficava esse Royal Hotel, então pediram ajuda para as pessoas que passavam. Acabaram descobrindo que o estabelecimento ficava do outro lado da metrópole, para infelicidade deles, então andaram até a estação mais próxima e seguiram rumo ao destino.

-x-

Eles chegaram ao local, o prédio era de tamanho médio, era cercado por inúmeros outros edifícios - grande maioria hotéis também. A construção era branca, e era a “mais feia” ali do lugar, era um hotel para pessoas menos desprovidas de dinheiro, como é o caso dos nossos queridos heróis. Adentraram a hospedaria, lá dentro não tinha muitos luxos, era um saguão simples, com algumas obras piratas de Picasso e algumas flores, tinha um balcão de madeira, feito para recepção. Alguns sofás de couro serviam de assento para o povo. Logo viram um homem de aparência velha parado em frente ao balcão da recepção, perceberam que tratava-se de Samuel Oak, que reconheceu Lurly.

- Lurly! - Disse, seguindo até eles. - Er... oi pra vocês também.
- Oi. - Responderam meio seco.
- Então, como eu o chamei, acabei vendo que uma movimentação estranha tem acontecido numa zona em especial. Você é o único líder que tem disponibilidade e então pode ir lá, ainda mais com um bom dinheiro. - Após dizer isso tirou algumas notas dos bolsos. - Seus amigos devem ajudar também. Tome pra vocês três. Mas Lurly, entendo que tem que ganhar a sua insígnia, porém se eu precisar de ajuda, te chamarei urgentemente.
- Ok né.

E o professor foi embora, deixando o trio de protagonistas com cara de patetas, por terem tido todo o trabalho de ir até o outro lado da cidade para praticamente nada, mas já que estavam lá, alugaram três quartos, por duzentos dólares.

- Caramba, pagar duzentos dólares pra ficar uma noite nesse hotel xexelento!
- Eu queria pelo menos uma vez ser rico. - Disse John.
- Eu queria ser todo dia, porque ser pobre não tá dando certo.

-x-

O dia já amanhecia, os três já nem estavam mais no hotel, estavam no monotrilho, que os levaria até o ginásio, aquela jornadinha na cidade de Celadon já estava sendo mais cansativa do que as rotas e cidadezinhas anteriores. Após alguns bons minutos de lamentação, chegaram ao destino, desceram e caminharam um pouco até voltarem à edificação já meio conhecida por eles. A porta automática abriu-se, Janine parecia já esperando-os.

- Sir. Lurly Spark, estava esperando-o.
- Pera, como você sabe meu sobrenome?
- Pesquisei no Wikipédia.
- Ah ta. É duro você ter uma página no Wikipédia e ser pobre.
- Sei como é. - Disse ela lamentando, Francesca já ficou em “alerta”, esperando que ambos fossem se abraçar. - Enfim, a batalha é três contra três, o primeiro que esgotar os pokémons adversários é o vencedor da luta. Arbok, saia!
- Magnemite, saia!

Então duas pokébolas foram lançadas a campo. De um lado saiu uma serpente roxa, que tinha um olhar ameaçador. Da outra esfera saiu um pokémon circular, na forma de um imã, que tinha dois polos de atração nos seus lados e um parafuso na cabeça.

- O desgraçado anula meus golpes de veneno, mas não o status de veneno. Toxic!
- Evasiva! Thunder Wave!

A cobra então abriu a boca e de lá saiu um líquido roxo, que foi “cuspido” em direção ao pokémon metálico, que acabou desviando, depois, de um de seus imãs laterais carregou uma energia elétrica e disparou um pequeno raio em direção ao oponente, atingindo-o e consequentemente paralisando-o, pois esse era o efeito do golpe.

- Lixo! Escroto! Arbok vamos lá, lute! Crunch!
- Spark!

O ser elétrico carregou uma espécie de energia em seus imãs e se aproximou da serpente, descarregando-lhe uma longa e dolorosa descarga, porém não ocasionou em total debilitação do mesmo, que logo reagiu fazendo seus dentes crescerem e tomarem uma cor negra, em seguida ele foi na direção da bola metálica e o atingiu com uma bela mordida, dolorosa, porém não tão efetiva, devido à resistência do tipo metálico ao tipo dark.

- Vamos Magnemite, novamente!
- Evasiva e Fire Fang!
- O quê? Que desgraça! Pule! Se mate! Se estraçalhe! Mas desvie!
- Todo líder deve ter uma estratégia na manga, não acha Lurly?
- Acho, mas isso vai contra as leis da física. Vou pesquisar aqui no Bulbapedia pra ver se o Arbok aprende esse golpe mesmo. - Disse pegando o seu iPhone e checando, obtendo a resposta inesperada. - É, de fato aprende.

Magnemite carregou novamente uma energia elétrica bem brilhosa e forte por seus imãs e seguiu em direção à cobra, que se jogou para o lado, em seguida fez seus dentes crescerem e começarem a pegar fogo, ele então seguiu em direção ao pokémon do protagonista e o mordeu, arrancando muito dano, além de tudo ainda tinha queimado. Não aguentando tudo isso, o bicho elétrico foi nocauteado.

- Demônia! Contra o John você não usa esse golpes, será que pintou um clima entre os dois?

Francesca discretamente fez uma cara de insatisfação com as palavras ditas pelo seu namorado. John e Janine ficaram meio corados com aquilo, mas ela logo voltou à batalha.

- Ta bom, então vamos repetir a batalha do John. Eevee, eu escolho você!
- O quê? - Gritaram John e Francesca ao mesmo tempo. - Ele não estava no laboratório do Professor Carvalho pelo fato de você já ter seis pokémons? Quando o pegou?
- Peguei enquanto vocês não estavam. Mandei o Beedrill, ele é bem inútil.
- Mas contra o Filippo ele foi bem útil né. - Falou John.
- Foi, mas agora não é mais. - Retrucou o ex-líder. - Enfim, Eevee, use o Shadow Ball!
- Arbok, us-

A garota ia ordenando um golpe para o seu pokémon, mas foi interrompido por um barulho de porta abrindo, logo viram que era a porta do ginásio, e quem abriu era Thomson, para espanto de todos. E espanto dele também de tê-los visto no ginásio.

- Não acredito que vocês estão aqui, só porque eu saí cedo para vir aqui no ginásio ter relações com a Janine. Mas esse trânsito infernal acabou me deixando preso por um tempo.
- Cara, você tem problemas. - Disse a líder meio assustada.
- Eu sei, mas eles só passam quando eu te vejo. Vamos lá pro fundo.
- Eu nem te conheço.

Então os jovens seguraram o homem e o levaram para a arquibancada, ele tava com um cheiro de cachaça, obviamente estava bêbado, por isso estava falando aquele monte de asneira.

- Arbok, use Poison Fang!

O canídeo marrom cuspiu uma bola meio negra e meio roxa, ela seguiu em direção ao réptil, que ao ser atingido, caiu no chão, nocauteado. O efeito não foi completamente desse golpe, mas já da batalha anterior.

- Ok, Golbat, venha para o combate!

Logo, um morcego saiu de dentro da esfera bicolor, saiu com o olhar ameaçador, queria estraçalhar completamente o adversário, porém o mamífero nem se intimidou, continuou firme e concentrado na batalha.

- Shadow Ball!
- Exploda-a com Wing Attack!

O mamífero filhote abriu a boca e de lá fez surgir uma esfera escura, mista entre as cores roxa e preta, ele então arremessou em direção ao animal voador, que fez suas asas tomarem um brilho branco, e quando a bola se aproximou, ele bateu com os membros superiores nela, explodindo-a. Aproveitando-se do embalo, voou em direção ao bicho marrom, batendo nele com os órgãos de voo, ele sentiu um pouco de dor, mas não se mexeu do lugar.

- Janine, você é escrota. - Disse Lurly. - Eevee, Sand-attack!, depois Shadow Ball!.
- Eu que sou escrota? Tem certeza?
- Aquele filho da peste me disse lá o baguio. - Falou Thomson, mal se aguentando em pé.
- Cara, vai dormir, você ta bêbado. - Falaram John e Francesca olhando com nojo para o homem.
- Enfim... - Falou a menina de cabelos. Golbat, Poison Fang!

O cão virou-se de costas ao adversário e com as patas traseiras fez um movimento para levantar uma boa quantidade de areia, que foi diretamente nos olhos do mamífero alado, que ficou instantaneamente cego, dando assim a oportunidade para o bicho criar seu golpe sombrio, assim arremessando-o no adversário, tirando um bom dano, deixando a treinadora impaciente.

- Desgracento! Golbat, use o Toxic! Situações extremas pedem medidas extremas!
- E treinadores extremos são extremamente bons! Eevee, desvie pelas paredes! E quando alcançá-lo, bata com Quick Attack!

O mamífero voante abriu a boca para expelir o líquido venenoso, porém apenas abriu, assim que ele tinha aberto, o cachorro já tinha começado a correr para atingi-lo, então ele foi subindo pelas paredes até acertá-lo com o meio que ombro, o bicho sofreu um dano, mas continuou ali, e então finalmente soltou aquele líquido roxo tão desgraçado, que atingiu Eevee, jogando-o no chão, fazendo-o dar um grito, devido à dor que era sentir aquele troço penetrar no seu sangue.

- O ruim de pokémon de veneno é isso, eles não sabem lutar ai descem pro play tentando envenenar, mas o meu Eevee vence, né amigão?
- Acho que não hein cara... - Disse a jovem já contando vitória. - Wing Attack!
- Quick Attack!

O morcego já ia preparando seu ataque, quando viu um pequeno bicho começar a subir pelas paredes tão rápido que mal pôde desviar do golpe, indo parar longe, porém o mastim caiu no chão, sentindo o líquido venenoso escorrer por seu corpo, assim, gemendo forte de dor. Em seguida o bicho roxo, que também já estava cansado, fez suas asas tomarem uma cor branca, então começou a planar, até atingir o pokémon de Lurly com as mesmas, mas não suficiente para derrubá-lo.

- Caramba! Morre peste! Poison Fang!
- Se eu tivesse com um boné, ia virá-lo pro lado, igual o Ash. Mas como não tenho, só te digo que o Eevee não perde. Shadow Ball!

O animal venenoso abriu seu “órgão mastigável” e então fez seus dentes começarem a crescer e a tomarem uma cor roxa, devido ao veneno que ali presente estava, ele então seguiu voando em direção ao cachorrinho, porém ao se aproximar do adversário foi surpreendido por uma rápida criação da esfera sombria, que atingiu sua cara, jogando-o longe, nocauteado. Mas o pokémon evolução não poderia comemorar muito, afinal sentiu novamente aquele veneno escorrer por entre as suas veias, sem dúvida alguma aquilo era muito doloroso.

- Eu não ia vencer? Chupa!

- Opa, demorou. - Falou a menina, deixando todos presentes ali surpreendidos, até mesmo Thomson, que estava deitado, levantou de espanto.

Lurly estava meio espantado e ficou um tempo sem responder, até que diz algo:

- Só amanhã de manhã. - Disse meio cantando e fazendo batuques com a palma das mãos.

- Enfim... - Falou a menina de cabelos rosas e olhos castanhos mudando de assunto. Venomoth, venha batalhar!
- Essa batalha vai ser mais fácil que tirar doce de criança!
- Cara, acho que não é tão fácil assim não. Se você tirar um doce, a criança vai se espernear.
- Verdade. Esses ditados não têm sentido algum. - Disse. - Enfim, Eevee, use o Shadow Ball!
- Venomoth, Confusion!

O pequeno mamífero abriu a boca e de lá emitiu uma sombria e negra esfera, que seguiu em direção à mariposa, porém o inseto foi perspicaz e começou a fazer uma expressão de força, assim então ele começou a controlar a bola, jogando-a para cima, somente com o poder da mente, em seguida ele fez seus olhos tomarem um efeito psicodélico e olhou diretamente nos olhos do Eevee, que fechando os olhos para escapar do olhar maligno, acabou batendo a cabeça na parede, arrancando um dano, como já estava bem cansado das outras lutas, ficou quase debilitado, quase, mesmo praticamente morrendo, estava de pé.

- Tão bonitinho esse esforço, porém não vai adiantar nada! Signal Beam!
- Quick Attack!

O bicho venenoso então abriu a sua boca e de lá fez sair um raio bem luminoso, que acertou o cachorro, jogando-o longe, ele tentou levantar, mas em vão, caiu nocauteado. Agora a batalha se igualaria, cada um com seus últimos pokémons.

- Ok. - Suspirou. - Vulpix, eu escolho você!
- Parece que vai apelar pro tipo fogo.
- Você fica envenenando os caras, e eu que apelo?
- A última vez que eu vi dois jovens brigarem assim deu namoro. - Falou John quase cochichando, para Francesca.
- Ele não é nem louco disso.
- Cara, você sabe que eu gosto de você. Ele pode até gostar, mas ele não é do tipo de cara que você deva namorar muito tempo. Ele é engraçado e gente boa, mas você sabe do que eu to falando.
- Eu sei John, mas eu acho que eu só comecei a namorar com ele pra evitar ouvir aquelas cantadas inúteis.
- Mas se você ficar comigo, pelo menos você evita as cantadinhas inúteis e nós dois nos gostamos. Eu sei que aquele beijo na caverna não foi só excitação do momento.
- Ta bom, depois a gente se fala, presta atenção na luta.

Janine e Lurly se encaravam, o ex-líder parecia mais atento a observar a conversa dos amigos, pois sabia que algo tinha ali. Então voltou a atenção à batalha, ordenando um golpe inicial:

- Ember!
- Poisonpowder!

A raposa de fogo vermelha abriu a boca e de lá soltou vários fragmentos de fogo, que atingiram o inseto, arrancando um bom dano, porém ele continuou firme, como se tivesse sofrido um dano leve, para a raiva do garoto de cabelo prata. Em seguida o bicho começou a rodopiar e um pó roxo começou a cair, e atingiu o mamífero, que logo caiu no chão, se debatendo, pois sentiu um líquido penetrar seu corpo.

- Depois eu que sou apelão. - Bufou o ex-líder.
- Cara, cala a boca, para de chorar.
- Vulpix, novamente, Ember!
- Evasiva! Psybeam!

O animal das chamas então abriu o órgão da face e mandou várias fagulhas, que seguiram em direção a Venomoth, porém o bicho desviou e em seguida enviou de seus olhos um raio multicolorido, que chamou a atenção de Vulpix, que foi atingido bem na testa. Logo depois ele caiu no chão, sentindo o veneno escorrer pelo seu sangue, ficando ali, quase nocauteado.

- Demônia! Ember!
- Inútil. - Disse bem calma. - Psybeam!

A raposinha abriu a boca e começou a cuspir pequenos fogos, que atingiram o inseto, jogando-o longe, porém como estavam bem fraca, o golpe não fez lá muito efeito, mesmo tendo-o afastado. Em seguida o bicho venenoso começou a emitir um raio arco-íris na direção do oponente, arremessando-o contra uma parede, assim, debilitando. Para a felicidade de Janine, e para a tristeza de Lurly Spark.

- Haha, sou uma líder muito espetacular! - Exclamou.
- Você só me venceu porque eu não quis judiar de você.
- Ah é? E não quis por quê? - Perguntou Francesca das arquibancadas.
- Err... nada, não sei, ah, sei lá!
- Lurly, sinto em te dizer, mas o nosso namoro não vai dar certo. Estamos terminando. Não é você, sou eu.

Se isso fosse um filme, após essas falas tocaria uma musiquinha melodramática mexicana ou aquelas músicas mal feitas de suspense. O garoto ficou sem reação, até ver a garota beijar John.

- Eu gosto mesmo é dele. A gente se beijou uma vez no Rock Tunnel. Desculpa se eu te dei falsas esperanças...

O protagonista secundário não dizia nada, estava surpreso com tudo aquilo, ele sempre gostou da ruiva, mas sempre imaginou que seu amor não fosse correspondido, ele estava em êxtase.

- Ok, tudo bem. - Disse o ex-líder meio chateado.

Porém ele e Janine começaram a andar simultaneamente em direção ao outro, até que se aproximam e se beijam na boca.


Desculpem pela enorme quantidade de falas e pelo capítulo extenso, mas é inevitável numa luta de ginásio. Mas caras, esse capítulo foi o capítulo do amor! Vamos brigar menos e amar mais! Enfim, é isso e espero que comentem Very Happy
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Caio. em Qui 9 Jan 2014 - 0:10

Cara, o lance da Wikipédia ficou bem engraçado. Eu acho legal você misturar o "mundo pokémon" com a "realidade", deixa sua fic com um tom mais... Honesto, não sei; real, obviamente. Sem falar que, no geral, dá um ar cômico xD Ah, agora li a parte da Bulbapedia também. Isso ficou engraçado, porque... Qual a utilidade da Pokédex quando se tem um iPhone? Laughing

Cara, a Janine tá muito wtf. Eu ri quando o Lurly chamou-a "demônia" xD Senti pena do Beedrill :c Tão lekal :c MORRI COM O THOMSON XP Cara, sério... Lol, lol xD Muito tenso os xingamentos lá dos líderes. Desde aquele episódio com a Misty, tive uma visão completamente diferente dos ginásios, hehe. Pena, gostaria que a Janine, sendo tão l0k4, aparecesse mais :c A parada do chupa foi cômica, a do doce também. Cara, eu me sinto mal comentando em tua fic, só fico dizendo que ri x.x''

Cada vez mais odeio a Francesca. É uma pena, tinha gostado bastante dela de início. Ainda bem que ela terminou \õ/ Janine p1k4, come cus legal -q O final foi uma completa orgia (perdoe-me, gosto de hipérboles, ainda mais desse nome delas, falar hipérbole é bem mais séquisei que exageros q), um pegando o outro, e assim vai. Senti falta de um yaoi no final. Brincadeira, faz isso não, vai ficar uma merda.

Agora que Lurly e Janine se pegaram, quero ver se ela não aparece mais u.u

@EDIT: Achei que nesse capítulo tinha algumas repetições em demasia, como bicho.
avatar
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Alan649pkmns em Qui 9 Jan 2014 - 12:01

O capitulo ficou demais cara, eu jurava que o Eevee ia evoluir para Espeon na batalha contra Golbat e a Janine e o Lurly ja deviam se gostar desde o começo porque eles nao se odiavam so fingiam, mas o capitulo foi muito legal desde que começei a ler a fanfic so me supreendo, foi legal a Francesca ter se declarado acho que o Lurly e a Janine so nao se beijaram antes por causa dela, o Thomson também é bem legal, MUUIITOO LEEEGAAAAL. The Adventures of a Gym Leader.
avatar
Alan649pkmns
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
10 / 1010 / 10

Data de inscrição : 04/01/2014

Frase pessoal : Magnezone Vs Klinklang que ganha?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Pikato em Sab 15 Fev 2014 - 15:11

Bom vamos lá Black. Cara o inicio foi o típico viagem imprestável, ou seja os caras andaram um tempão para o sem vergonha do professor carvalho falar que tinha visto atividades estranhas? Quem tá estranho é esse velho, lol.

Já a batalha foi emocionante e boa. Coitado do Lurly perdeu feio na batalha, perdeu a namorada mas levou vantagem e descontou a raiva beijando a Janine. Mano, que beijo rápido, é tipo alguem encontrar outro na rua e já ir beijando.

Algo me diz que vai ter uma richa entre Janine e Francesca. Finalmente, a francesca aceitou o amor que ela tinha, mas foi engraçado a hora de namorar só por causa das cantadas.

Cara, o Thomson é muito louco e engraçado, e eu morri de rir na parte do vai dormir, cé ta bêbado. Enfim, a descrição como já falei é boa e simples de ler, dá o essencial que o leitor tem que saber e isso é um dos pontos favoráveis de sua estória.

Sem contar que a narração parece envolver o leitor, com expressões ora cultas, ora normais. A parte da música mexicana foi muito engraçada, fazer humor na narração é uma tarefa muito difícil e você conseguiu isso.

Da batalha só tenho que falar, que foi épica, bem intensa e eu estava curioso para ver o final dela. Sem contar que o humor me incentivou mais ainda a continuar lendo. Enfim, você retrata muito bem as emoções dos personagens como o desespero da Janine, no finalzinho, na hora que ela disse: Morre peste.

Sem contar que o modo que você usou as estratégias foi muito legal também, bem no mais é isso.

Boa sorte mano.
avatar
Pikato
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/05/2013

Frase pessoal : Voltei^^


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Sab 15 Fev 2014 - 22:03

Adivinhem quem voltou? Sim, o escritor mais querido e amado pelos membros voltou. Dessa vez prometo voltar a postar, mas ninguém lê pô ;-;. Enfim, tive problemas como quase duas semanas sem net e depois preguiça -q, mas enfim, vamos agradecer os comentários antes né.

Comentários:

@Caio. escreveu:Cara, o lance da Wikipédia ficou bem engraçado. Eu acho legal você misturar o "mundo pokémon" com a "realidade", deixa sua fic com um tom mais... Honesto, não sei; real, obviamente. Sem falar que, no geral, dá um ar cômico xD Ah, agora li a parte da Bulbapedia também. Isso ficou engraçado, porque... Qual a utilidade da Pokédex quando se tem um iPhone? Laughing

Cara, a Janine tá muito wtf. Eu ri quando o Lurly chamou-a "demônia" xD Senti pena do Beedrill :c Tão lekal :c MORRI COM O THOMSON XP Cara, sério... Lol, lol xD Muito tenso os xingamentos lá dos líderes. Desde aquele episódio com a Misty, tive uma visão completamente diferente dos ginásios, hehe. Pena, gostaria que a Janine, sendo tão l0k4, aparecesse mais :c A parada do chupa foi cômica, a do doce também. Cara, eu me sinto mal comentando em tua fic, só fico dizendo que ri x.x''

Cada vez mais odeio a Francesca. É uma pena, tinha gostado bastante dela de início. Ainda bem que ela terminou \õ/ Janine p1k4, come cus legal -q O final foi uma completa orgia (perdoe-me, gosto de hipérboles, ainda mais desse nome delas, falar hipérbole é bem mais séquisei que exageros q), um pegando o outro, e assim vai. Senti falta de um yaoi no final. Brincadeira, faz isso não, vai ficar uma merda.

Agora que Lurly e Janine se pegaram, quero ver se ela não aparece mais u.u

@EDIT: Achei que nesse capítulo tinha algumas repetições em demasia, como bicho.

Perry o/. O da Wikipédia é mais pelo humor mesmo, assim como o da Bulbapedia, porque tendo a Bulbapedia não tem sentido ter a Pokédex -q. "Demônia", nem existe essa palavra xd, o Beedrill é um pokémon oprimido pelo sistema capitalista -q. O Thomson é um otário, e garanto que tem mais otariedades dele vindo por ai -q. Os líderes são doidões, cada um tem uma coisa, não são iguais aqueles do anime, que são amiguinhos oneechan gomaisu ^^ -q. A Francesca é doidona, chapa a coco junto com o irmão -q. Foi mesmo, só faltaram tirar a roupa -q. Ela vai aparecer algumas vezes sim e.e. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@Alan649pkmns escreveu:O capitulo ficou demais cara, eu jurava que o Eevee ia evoluir para Espeon na batalha contra Golbat e a Janine e o Lurly ja deviam se gostar desde o começo porque eles nao se odiavam so fingiam, mas o capitulo foi muito legal desde que começei a ler a fanfic so me supreendo, foi legal a Francesca ter se declarado acho que o Lurly e a Janine so nao se beijaram antes por causa dela, o Thomson também é bem legal, MUUIITOO LEEEGAAAAL. The Adventures of a Gym Leader.

Alan o/. Mas nem vai evoluir pra Espeon =/. O Lurly gosta de todo mundo e não gosta de ninguém no final das contas -q. Realmente minha intenção é fazer os leitores se surpreenderem. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@Pikato escreveu:Bom vamos lá Black. Cara o inicio foi o típico viagem imprestável, ou seja os caras andaram um tempão para o sem vergonha do professor carvalho falar que tinha visto atividades estranhas? Quem tá estranho é esse velho, lol.

Já a batalha foi emocionante e boa. Coitado do Lurly perdeu feio na batalha, perdeu a namorada mas levou vantagem e descontou a raiva beijando a Janine. Mano, que beijo rápido, é tipo alguem encontrar outro na rua e já ir beijando.

Algo me diz que vai ter uma richa entre Janine e Francesca. Finalmente, a francesca aceitou o amor que ela tinha, mas foi engraçado a hora de namorar só por causa das cantadas.

Cara, o Thomson é muito louco e engraçado, e eu morri de rir na parte do vai dormir, cé ta bêbado. Enfim, a descrição como já falei é boa e simples de ler, dá o essencial que o leitor tem que saber e isso é um dos pontos favoráveis de sua estória.

Sem contar que a narração parece envolver o leitor, com expressões ora cultas, ora normais. A parte da música mexicana foi muito engraçada, fazer humor na narração é uma tarefa muito difícil e você conseguiu isso.

Da batalha só tenho que falar, que foi épica, bem intensa e eu estava curioso para ver o final dela. Sem contar que o humor me incentivou mais ainda a continuar lendo. Enfim, você retrata muito bem as emoções dos personagens como o desespero da Janine, no finalzinho, na hora que ela disse: Morre peste.

Sem contar que o modo que você usou as estratégias foi muito legal também, bem no mais é isso.

Boa sorte mano.

Pikato o/. É porque ainda vou mostrar as atividades estranhas, mas o Carvalhão é meio chapado mesmo -q. O Lurly é um cara tosco, ninguém sabe quando ele ta sério, quando tá irônico, quando tá triste -q. Não pensava nisso, na verdade pra Francesca é tipo se livrar de um "encosto" -q. O Thomson é loucão, queria colocar um cara bêbado na fic, e ele é meio doidão mesmo, combinou com ele -q. Sim, eu não consigo descrever muito, e também por ser uma fic de comédia eu creio que devo deixar uma narração mais leve. Sim, a narração mistura bastante um narrador adolescente e um "escritor culto". Sim, eu tento sempre colocar humor, independente de onde -q. Sim, eu sempre coloco estratégias nas batalhas, não simples "ataque, ataque", mas enfim. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Agora sem mais delongas, o capítulo:

Capítulo 24 - Batalha entre amigos?


O quarteto já estava em outra região da cidade, não era nem no hotel nem nas proximidades do ginásio. Estavam em um restaurante, típico de classe-média baixa. Estavam com fome, então com certeza estavam ali para comer, Thomson continuava meio bêbado, porém agora parecia mais lúcido. O local era simples, era uma espécie de casa, que tinha mesas dentro e fora, estavam sentados em uma das do lado de fora, que eram cobertas por uma espécie de lona, logo viram um homem vestido de preto chegar até eles, com um caderno, certamente era o garçom. Todos trataram de pedir.

Após algum tempo, todos já estavam com seus pedidos. Comiam tranquilamente, quando John fala de repente:

- Então, Lurly, é fácil ser treinador né? - Disse ele em tom provocativo tirando a insígnia recém-conquistada.
- Sim, é.
- É mesmo? Porém eu, que sempre fui desprezado, tenho a insígnia, já você que se julga o top, perdeu.
- Ah é desgraçado? Então vamos ver quem é melhor!
- Demorou!

Certamente a discussão acalorada chamou a atenção dos outros clientes, tanto que no meio deles surgem dois jovens, eram Tommy e Alice, causando um certo espanto nos outros.

- Vocês por aqui? - Espantaram-se John e Lurly.
- Eita, parece que o sangue vai rolar solto aqui. - Disse Thomson, tomando um gole de cerveja de marca inferior, algo como Loks.
- Que tal se a gente lutasse também. - Falou Tommy, com ousadia.
- Vamos um 2x2. - Falou o de cabelo prateado. - Eu e John, contra vocês.

O garoto de cabelos castanhos ficou surpreso, o menino sempre o desprezou e quase agora ambos estavam brigando, porém aceitou. Então os quatro foram até uma área vazia, próxima ao lugar onde estavam. Algumas pessoas os seguiram, obviamente Francesca e Thomson foram juntos.

- Ok, vamos lá, Vivillon, saia! - Disse a menina.
- Amaura, venha!
- Vivillon? Amaura? Que merdas são essas? - Perguntou Lurly.
- São pokémons de Kalos, a região recém-descoberta do Mundo Pokémon. O nosso mundo não tem a menor lógica, porque essas regiões super civilizadas aparecem de repente, prefiro nem raciocinar mesmo.
- Aquela borboletinha deve ser inseto, aquele dinossauro não tenho a menor ideia. Geodude, eu escolho você!
- Vamos de Rhydon, né!

Das pokébolas dos rivais saiu primeiro a borboleta, de cor rosa, com o contorno de suas asas na cor preta. Na outra esfera saiu uma espécie de dinossauro azul claro e de gelo, que tinha algo como orelhas, na cor meio amarelada. Dos objetos bicolores dos protagonistas saíram os pokémons de pedra já conhecidos por nós.

- Vamos, querida, Sleep Powder!
- Nem vem com essas capetices! Já não basta o Venomoth. Evasiva, Geodude! Rock Throw!
- Não permita, Aurora Beam nas suas mãos!
- Acabe com essa viadagem toda! Fire Punch!

O inseto começou a rodar e um pó meio branco começou a cair em direção ao pedregulho, porém o bicho se esquivou, em seguida levantou os braços para arremessar as pedras, porém assim que levantou, foi surpreendido por um raio colorido e gelado, que o acertou e por incrível que pareça, congelou seus braços, impossibilitando-o de fazer novos movimentos. Porém Rhydon, levantou os braços e sentiu um fogo tomar conta do órgão, até que ele acerta um violento soco no réptil de gelo, jogando-o longe, mesmo o golpe dando dano normal, foi bem eficaz no bicho. O sol estava tão forte que o gelo dos braços de Geodude derreteu, evitando um problema.

- Horn Attack!
- Magnitude!
- Psybeam!
- Aurora Beam!

O rinoceronte fez seu gigante chifre começar a rodar, ele então se aproximou da borboleta e a acertou violentamente com o “objeto”, jogando-a longe. Em seguida o outro pokémon de pedra do time principal levantou os braços e socou o chão, causando um leve tremor. O dinossauro ficou meio penso, tentando manter-se em pé, mas foi jogado para trás, o golpe era super efetivo, então certamente causou um bom estrago nele. Era um golpe de Magnitude 2. O ataque não atingiu o inseto voador, por causa de seu segundo tipo, sendo assim, não sentia golpes terrestres. Quanto ao Rhydon, os treinadores tinham combinado ali na hora o que fazer, o mamífero de pedra meio que foi escalando as pedras para não se afetado pelos tremores.

- Essa batalha ta muito fácil, não acha John?
- Concordo Sir. Lurly. - Afirmou, bradando a vitória. - Fire Punch naquele insetinho inútil!
- Cale a boca recalque! Meu pokémon não é inútil! Sleep Powder!
- Será mesmo? Geodude, finalize esse lixo com Rock Throw!
- Amaura, não deixe! Contrataque com Aurora Beam!

O rinoceronte ergueu os braços e sentiu um calor forte, em seguida viu seu braço ser consumido em chamas, em seguida desferiu um soco, nem tão forte, no bichinho, nocauteando-o, não permitindo que o pokémon atacasse. Logo após isso, o pedregulho levantou os braços e os abaixou, fazendo várias rochas caírem sobre o dinossauro de gelo, que caiu no chão, também nocauteado. Após isso, Lurly e John deram um aperto de mãos, e os dois irmãos retornaram seus pokémons, com uma aparência triste.

- É, parece que esses pokémons de Kalos não eram tão bons assim... - Suspirou Tommy.
- Não é que os pokémons sejam inteiramente ruins, é porque os nossos são bons e vocês também necessitam usá-los de maneira agradável, tornando-os fortes.

Todos olharam espantados para o ex-líder, afinal, sabiam que ele era do tipo que só queria pokémons fortes e tinha o lema “atacar, atacar e atacar”, em seguida ele continuou falando:

- Inclusive já pensei uma estratégia para usar contra a Janine. Essa batalha foi muito importante pra mim.
- Espíritos malignos que habitam o corpo de Lurly Spark, saiam imediatamente! - Disse John tocando no amigo.
- A comida do restaurante devia estar estragada. - Disse Francesca.
- Ô garotinha, a comida daqui não é nada estragada não! - Gritou o garçom, sabe-se lá de onde.
- Calma, relaxa, é porque a personalidade desse jovem é totalmente oposta do que ele está falando agora. - Disse Thomson.

Os irmãos então suspiraram, e tristes, apenas cumprimentaram a dupla de protagonistas e foram embora. Em seguida os dois novamente se assentaram na mesa, juntamente com a ruiva e o homem.

A garota e o menino de cabelo castanho conversavam. Thomson bebia mais uma lata de cerveja Loks, ele dizendo essa ser a última, para evitar ficar bêbado novamente. E Lurly, ficava pensando além, esquecendo-se do mundo à sua volta. Ele lembrava de Janine, pensava em estratégias para a batalha, mas também lembrava do beijo entre ele e a líder. Enquanto isso, John arrancou um beijo da “ficante”, mas logo recebeu um tapa no rosto.

- Qual o seu problema? - Indagou o garoto.
- Sem beija-beija aqui.
- Você é doente.
- Já me disseram isso.

A personagem de cabelo prata continuava “na brisa”, até ouvir o barulho de seu celular tocando, ele viu que a foto era de Oak, e imaginou ser algo sério.

- Alô, Lurly, corre, vem naquele endereço que eu te mandei. Rápido! Por favor! - Ele só falou isso e desligou.
- Gente, vamos, rápido! - Disse o adolescente, já levantando da cadeira rapidamente.
- O que foi Lurly, quem era? - Perguntavam os três.
- Não temos tempo para explicações, apenas venham comigo. Ganharemos uma recompensa.
- Por que não disse logo? Se fosse assim já estaria lá.
- Sem gracinhas, Thomson. Agora vamos!

To be continued...


Enfim, é isso. Na boa, acho que quando eu escrevi esses dois últimos capítulos eu tava apaixonado e passei esse sentimento pro Lurly, porque não é possível -q. Enfim, é isso e espero que comentem Very Happy
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Snow Walker em Seg 17 Fev 2014 - 2:17

To na área, se derrubar é pênalti.
Que titulo mais “BFFs” cara. Enfim, vamos lá. Sério, eu acho tão engraçado como qualquer coisinha se torna motivo de batalha entre o Lurly e o John. Ou entre eles e outras pessoas, sério. É algo muito daora.
Lurly se achava tão [palavra censurada] , mas não manja de Kalos. Decepção. Eles não lêem o jornal não? Na moral.
Até que gostei da batalha. Foi rápida, mas foi bem legal. Só não sei porque caralhos a Francesca ainda ta andando com eles, sério. Essa guria é um porre, eu até gostava dela no inícios, mas fazer o que não é. Coitadinho no Lurlê.
Tão é isso cara. Ótimo capitulo como sempre, agora acho que a historia vai ir pra um momento cheio de batalhas  fodase vai ser bem legal de ler. Até o próximo capitulo. Ou não. Sou um fantasma. Vlw flw
avatar
Snow Walker
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/04/2013

Frase pessoal : salabim salabão


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por xKai em Seg 24 Fev 2014 - 12:32

Yo! Quanto tempo Black, desculpa por não ter comentado os últimos capítulos, deve ter notado que eu nem tenho passado muito pelo fórum, mas to tentando voltar a ativação por aqui...

Adorei esse capítulo, Lurly e John brigam tanto que quase suspeito de uma paixão oculta entre eles  Shocked O que mais adoro nessa fic é a qualidade humorística que você coloca nos diálogos e nas ações dos personagens, pobre do Thomson, vício é difícil de largar. A batalha foi bem legal, principalmente a parte que o Lurly diz "Nem vem com essas capetices!" ordenando o Geodude atacar o Vivilion, isto foi um duplo sentido por ele ser satanáso pokémon 666? Ou porque ele é muito praguento? Eu juro que achei que Lurly e John iriam perder... Afinal rivais lutando juntos em double battles nem sempre costumam terminar em um bom resultado! Este telefonema ta me intrigando, por um lado eu acho que seja lgo bem sério, mas como a fic é cheia de humor, pode se tratar de uma epgadinha, sei lá né. Até o próximo capítulo.  What a Face

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Ter 25 Fev 2014 - 22:01

Ae caraio depois de uma semana voltei! Chega de vagabundagem e vamos tocar esse projeto pra frente. Só uma curiosidade antes: O capítulo 24 terminou de ser escrito dia 8/11 e o capítulo 25 (o que postarei agora) dia 10/11, sabe o que isso significa? Exatamente! Nada! Exceto que eu sou um sem vergonha, mas enfim, sem mais delongas, os comentários:

Comentários:

@Snow Walker escreveu:To na área, se derrubar é pênalti.
Que titulo mais “BFFs” cara. Enfim, vamos lá. Sério, eu acho tão engraçado como qualquer coisinha se torna motivo de batalha entre o Lurly e o John. Ou entre eles e outras pessoas, sério. É algo muito daora.
Lurly se achava tão [palavra censurada] , mas não manja de Kalos. Decepção. Eles não lêem o jornal não? Na moral.
Até que gostei da batalha. Foi rápida, mas foi bem legal. Só não sei porque [palavra censurada] a Francesca ainda ta andando com eles, sério. Essa guria é um porre, eu até gostava dela no inícios, mas fazer o que não é. Coitadinho no Lurlê.
Tão é isso cara. Ótimo capitulo como sempre, agora acho que a historia vai ir pra um momento cheio de batalhas  [palavra censurada] vai ser bem legal de ler. Até o próximo capitulo. Ou não. Sou um fantasma. Vlw flw

Snow o/, quanto tempo! Sim, é um título bem animesco mesmo, mas é pra zoar só -q. Sim², o John e o Lurly brigam por tudo, eu creio que eles tenham um amor gay escondido -qq. Na verdade ele é bem nacionalista, e só quer saber de Kanto e tals, mesmo conhecendo as outras regiões, mas como Kalos foi recém-descoberta ele nem fez questão de saber -q. A Francesca é muito retardada, nem eu sei o porquê dela estar ai. É só pra acalmar a testosterona. Ela é do bem, mas é do mal também, no começo prevalecia a parte do bem, agora a parte do mal vai começar a prevalecer mais... Sim, altas batalhas a partir de agora, moscou, levou. E vai voltar aqui sim, tem nada de fantasma não -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile(e comentando sabe).

@xKai escreveu:Yo! Quanto tempo Black, desculpa por não ter comentado os últimos capítulos, deve ter notado que eu nem tenho passado muito pelo fórum, mas to tentando voltar a ativação por aqui...

Adorei esse capítulo, Lurly e John brigam tanto que quase suspeito de uma paixão oculta entre eles  Shocked O que mais adoro nessa fic é a qualidade humorística que você coloca nos diálogos e nas ações dos personagens, pobre do Thomson, vício é difícil de largar. A batalha foi bem legal, principalmente a parte que o Lurly diz "Nem vem com essas capetices!" ordenando o Geodude atacar o Vivilion, isto foi um duplo sentido por ele ser satanáso pokémon 666? Ou porque ele é muito praguento? Eu juro que achei que Lurly e John iriam perder... Afinal rivais lutando juntos em double battles nem sempre costumam terminar em um bom resultado! Este telefonema ta me intrigando, por um lado eu acho que seja lgo bem sério, mas como a fic é cheia de humor, pode se tratar de uma epgadinha, sei lá né. Até o próximo capítulo.  What a Face

Kai o/, quanto tempo!². Sim, é como eu disse respondendo o outro comentário, até eu acho que eles se amam -q. A fic mesmo tendo assuntos sérios, acabam virando piada nas mãos do que vos fala -q, e o Thomson é um cachaceiro sem futuro mesmo =/. Não cara, juro que não, mas foi bem observado isso. Coloquei uma mensagem subliminar sem nem saber lol. Eles não são bem rivais, só se odeiam (ou amam sla). Dessa vez é sério, quer dizer, a fic está começando a ficar mais séria, mas com o humor típico. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Agora o capítulo, que apresentará novos personagens (agora vão começar a surgir vários personagens xd). Enfim, fiquem com o capítulo:

Capítulo 25 - A aparição do campeão!




O quarteto de protagonistas estava no transporte de trilhos, e logo viram a estação indicada pelo Professor Carvalho chegar, então desceram lá e saíram da construção e logo foram surpreendidos. Algumas árvores do local estavam destruídas, os postes estavam derrubados, assim como algumas lixeiras. Umas portas de vidro dos estabelecimentos próximos estavam quebradas, além de terem plantas pegando fogo, ninguém sabia de fato o que estava acontecendo.

- O que aconteceu professor? - Perguntou Lurly, assustado.
- Não sei ao certo Lurly, mas parece que alguns bandidos roubaram várias coisas e destruíram um monte de coisas. E não parece ser a Equipe Rocket.
- Ah ta, legal, mas quem se importa com isso. Eu quero só meu dinheiro.
- Espere né. Primeiro tente combatê-los.

O ex-líder viu um prédio em chamas, ele ficou vasculhando e tentou ver se alguém estava lá, ele percebeu que de lá saía uns barulhos estranhos e tinha uma certa movimentação, seus amigos se aproximaram e então os quatro são surpreendidos por uma criatura que surge de lá. Era um homem, alto, de cabelos loiros espetados, olhos pretos e usava um elegante terno preto e um shorts branco. Combinar roupas não era seu forte, junto dele saiu um Slowking, carregando uma mulher no colo, então a jogou no chão. Em seguida o pokémon psíquico aquático cuspiu uma enorme quantidade de água, que apagou um pouco do fogo daquele andar.

- Desculpem se os assustei. Prazer, me chamo Nero, campeão da liga desse continente.

O quarteto caiu duro ali no chão, não entendiam o que o campeão, top das galáxias do continente estava fazendo ali, deveria ter sido chamado para ajudar, mas a mente pequena de nossos saudosos personagens não permitia pensar isso.

- Pra-prazer, s-sou Lurly Spark.
- Ah! Eu te conheço. Você era o líder que se achava o fodão com o seu Electivire.
- É, o próprio. - Falou meio sem graça.
- Me desculpe pelo que vou dizer, mas se você é o campeão, não deveria ter um pokémon melhorzinho que esse Slowking não? - Perguntou John.

O homem olhou possesso, assim como seu pokémon. John tinha assinado naquele momento o seu documento de morte. Ele até achou estranho a forma como os dois tinham o encarado.

- Fraco? Slow, mostre o que sabe!

O animal indefinido, colocou as mãos na cabeça e em seguida fechou os olhos, concentrando uma grande força mental, após isso olhou para o garoto, que começou a flutuar e ficava se debatendo tendo se soltar, porém em vão. Então após isso o pokémon o jogou contra uma pequena fonte, arrancando gargalhadas de todos os outros à volta.

O menino levantou-se de lá furioso, mas conformado que o pokémon não era fraco.

- Ok, ele pode até não ser fraco, mas quero ver numa batalha!
- Depois você luta, agora temos um problema sério! - Alertou o velho.

Um prédio chamava a atenção por um movimento suspeito, não dava para adentrar, as chamas eram muito fortes, o pokémon do vencedor da elite quatro tentava apagar o fogo, mas era em vão, visto que era enorme. Até que Thomson surpreende e puxa uma pokébola do bolso.

- Dragalge, eu escolho você!
- Que porcaria é essa? - Indagou Lurly
- É um daqueles pokémons de Kalos.
- Nem vou perguntar como conseguiu...
- Nem pergunte mesmo.

Da esfera saiu um pokémon que era popularmente conhecido como “Kingdra depois do crack”, não era um pokémon bem semelhante ao dito cujo anteriormente mas alguns traços lembravam e tinha uma aparência bem feia, afinal seu tipo venenoso o fazia isso. Ele era magro e meio marrom, parecia uma alga marinha e tinha uma forma de cavalo marinho, tinha uma barriga rosada.

- Ajude-o com Hydro Pump!

Juntamente com o animal psíquico, o bicho venenoso começou a jogar uma forte bomba d’água. Começava a fazer algum efeito. Não ia abaixar nunca todo o fogo, mas pelo menos já estava ajudando a diminuir.

Então de repente de lá do prédio chamuscado saem dois indivíduos de roupa totalmente preta, eram roupas à prova de fogo, assim que saíram do edifício, retiraram a vestimenta e revelaram-se uma mulher de cabelos negros bem lisos, que chegavam à altura do meio das costas, os seus olhos eram um tom de verde raríssimo, a beleza da mulher era ainda mais contemplada com a sua blusa preta com um decote que mostrava praticamente o seio inteiro, e uma saia curta colada ao corpo, e um salto alto preto. Os jovens, Thomson, Nero e até o velho Oak ficaram de boca aberta, babando. O homem tinha o cabelo azul e olhos castanhos claros, estava sem camisa e tinha o peitoral definido, usava uma calça preta juntamente com um tênis branco, Francesca que dessa vez ficou “babando”.

- Não imaginava que existissem vilãs tão gostosas assim... - Disse Lurly.
- Nem eu. - Concordou o professor tarado. - Mas foram vocês que fizeram tudo isso? Vocês são da Equipe Rocket?
- Por favor né velho. Comparar a gente com aquela cambada de inútil. Mas não fomos nós, obviamente. Mandamos nossos capangas fazer isso. Emily e Alexander Flint nunca iriam colocar as mãos no fogo.
- Pera, vo-vocês são Emily Flint e Alexander Flint? Filhos do famoso Albert Flint? Criador da Equipe Ominous? - Perguntou Nero, gaguejando.
- Os próprios. Desde que voltamos de Unova há alguns meses, estamos revivendo a nossa equipe. Não temos aqueles planos clichês de capturar os lendários igual todas essas equipes fajutas. Somos bandidos como quaisquer outros, roubam, matam, quem sabe a gente pode dominar o mundo? Começando destruindo essa bosta de continente! - Disse Emily pegando uma metralahadora que estava próxima a ela. Ela então atirou sequencialmente no chão, jogando todos os “personagens do bem” longe.
- Esse velho inútil quer acabar com nós, só quer, ele é só um velho babão que precisa da babá pra trocar a fralda!
- Não diga isso seu merdinha! Dragonite, Hyper Beam!

O senhor puxou uma esfera bicolor do seu bolso e a arremessou a campo, de lá saiu um imponente dragão laranja, com listras na barriga e asas misturadas entre o laranja e o azul, ele já saiu arremessando um forte e brilhoso raio branco, que atingiu o prédio, causando uma explosão, e consequentemente uma fumaça. Após se dissipar, Alexander ficou batendo palmas sarcasticamente, ele estava com um corte pequeno no rosto.

- Parabéns Sr. Oak. Se meu pai estivesse vivo ia se orgulhar do senhor, continua o mesmo não é? Seria uma pena se você roubasse a pesquisa dele né?

Aqui foi um choque a todos à volta, o idoso sorridente e simpático, seria um ladrão de ideias de um possível vilão?

- Carvalho... - Disse o adulto loiro. - Logo você, referência no mundo todo?
- Eu posso explicar... - Começou o ancião. - Num passado remoto, antes mesmo de todos vocês nascerem, Pallet era um nada em Kanto, apenas um lugar de três fazendas, meu pai trabalhava em uma dessas fazendas, e eu cresci lá, trabalhando lá, desde criança, mas queria que minha vida melhorasse, eu me dediquei a estudar e consegui um trabalho num bom centro de pesquisas, eu trabalhava lá só com os conhecimentos dos livros, já que eu não podia ir pra universidade. Lá no centro de pesquisas eu era muito zoado, principalmente pelo filho do dono de lá, o tal do Albert Flint, ele me zoava sempre, porque eu era pobre e não sabia nada, estava lá só por caridade, então uma vez ouvi uma conversa dele com um de seus amigos sobre um projeto que seria revolucionário. Esse projeto era essas bolinhas que todos vocês carregam nos bolsos. Então eu apresentei a ideia pro líder, que ficou surpreendido, de como um simples nada como eu consegui aquilo. Seu filho disse que eu tinha roubado, mas o pai não acreditou nele e o demitiu, ali, começou o plano de vingança de Albert, que criou a Ominous, seu objetivo no começo era apenas me destruir, mas com o tempo foi crescendo e chegou um tempo que a equipe dominou Kanto, e um de seus membros se tornou presidente do país e impôs uma ditadura. Os livros sempre contam uma história, mas nunca é a verdadeira, quase ninguém sabe a verdadeira história...

Todos ficaram muito espantados, de fato eles não sabiam que tudo isso tinha acontecido em Kanto. A dupla de vilões apenas sorria sarcasticamente.

- Batalhar com pokémons é tão inútil, mas vamos lá, Scizor! - Disse a jovem.
- Torterra, dê o ar de sua graça!

Então de uma das esferas saiu um inseto vermelho, não tinha uma forma definida, só fica em pé de uma maneira meio humanoide e tinha uma espécie de tesouras nas mãos. Da outra saiu um gigante bicho também sem uma forma definida, mesmo sabendo que era um animal, em suas costas ele carregava uma pequena floresta. Os dois saíram prontos para a batalha.

Porém alguns segundos após isso, um barulho de sirene era ouvido, vários carros de polícia e de bombeiro cercaram o local, um policial, que parecia o chefe daquela operação, pegou um megafone e começou a falar:

- Rendam-se, coloquem a arma no chão! - Disse, em seguida um tanque de guerra chegou.

A moça, sorrindo, colocou a metralhadora no chão, o policial então fez um sinal de positivo, porém foi surpreendido quando o homem sem camisa soltou uma pokébola, saindo de lá um Flygon, um dragão verde de olhos esbugalhados, ambos vilões e seus pokémons subiram nele e o bicho começou a voar.

- Earthquake nesses lixos!

O golpe foi tão rápido que o tanque de guerra mal pôde atirar. Então o bicho ia se preparando pra voar, porém antes de voar, pulou forte, começando um grande terremoto, em seguida ele começou a voar, para longe. Aquele tremor começou a destruir tudo, carros começaram a serem virados, todos foram arremessados longe, algumas rachaduras começaram a aparecer, as pessoas ali presentes estavam machucadas. Algumas só uns arranhões, outras algo mais grave. Os protagonistas como sempre, estavam bem.

- Motherfuckers! - Gritou o policial.
- Para de frescura, fala logo filhos da puta. - Disse Lurly
- Sem gracinhas. - Disse o homem. - Enfim, vamos rápido! Chamem aviões! A esse momento nem sei mais se estão em Kanto!

Então o homem voltou para um carro e todos os outros saíram em disparada. Os bombeiros continuaram ali, afinal eles foram acionados para acabar com o fogo.

Os seis se retiraram de perto, todos ainda estavam meio em choque, mas John disse:

- Vamos batalhar agora?
- O quê? Fumou queijo estragado? Qual o seu problema cara? Ta vendo que não vai dar? Depois de toda essa desgraça e você quer batalhar? - Gritou Francesca.
- É, acho que sua namoradinha já respondeu por mim. - Disse o campeão.
- O quê? Nossa cara, eu nem sou namorada dele. - Suspirou a ruiva.
- Será mesmo? - Disse o de cabelo castanho dando um beijaço na menina. Os outros até gritaram.
- Dois namoradinhos, só falta dar beijinho! - Disse o de cabelo prata consecutivamente.
- Lurly, você tem quantos anos? - Perguntaram ambos.
- Sei lá, dois ou três.

Todos fizeram olhares cínicos, depois John ainda levou um tapa da menina que gostava, mas não reclamou.

- Sei como é levar tapa por isso.
- Pera, você já namorou com ela? - Perguntaram Oak e Nero juntos.
- Já, essa daí é mais rodada que prato de microondas.
- Lurly, cala a boca! - Disse, dando um tapa. - Eu sou virgem ainda... ou pelo menos acho.
- O papo ta muito bom, mas eu tenho que sair. - Disse o campeão. Oak fez o mesmo e ambos foram embora.

O quarteto também se retirou do lugar.

To be continued...


Ok, não ficou o ideal, meio tosco e um pouco infantil tudo isso, mas ok, não tava com boas ideias nessas épocas -q. Enfim, é isso e espero que comentem Very Happy
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Pikato em Qua 26 Fev 2014 - 11:02

Capítulo bem legal cara, mostrando o campeão e os novos vilões. Como você mesmo falou percebi que as tais mudanças que você ia fazer já estão acontecendo. Mesmo assim ficou muito engraçado, principalmente o kingdra depois do craque, essa ficou muito engraçada cara.

O capítulo em si ficou legal, a explicação do professor carvalho ficou bem interessante e o tal do Albert Flint(é o einsten do mal?).

Enfim, não tenho muito para comentar hoje, mas posso dizer que o outro capítulo com os Pokémons de Kalos foi muito legal também. Concluindo, ficou legal e o humor ficou legal também.

Adeus.
avatar
Pikato
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/05/2013

Frase pessoal : Voltei^^


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por xKai em Qua 26 Fev 2014 - 11:50

Falei que dessa vez eu voltei mesmo, cá estou para comentar de novo nego Black \0

O que dizer deste capítulo cheio de inovações? Adorei! Nunca imaginei que viria um dia um Campeão de liga usar um Slowking boladão desse que sai usando Psychic nos outros hehe, adorei essa parte, isso mesmo Slow, mostra pra eles 0/

Vilã gostosa, era tudo que tav faltando nessa budega uhuu! Não sei se curti mais esse novo par de peitos ou se foi todos, menos a Francesca babando por ela, se bem que a Francesca não ficou moscando muito tempo, afinal apareceu um saradão ali Rambo Style pra ela ficar imaginando loucas aventuras hehe. Pouts... Metralhadoras e tanque de guerra? Ta virando Rambo mesmo em? To louco pro próximo capítulo, man, boa sorte com a fic aí e nunca perca essa graça que me faz rir a cada linha que tu escreve  Cool 

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Qua 5 Mar 2014 - 19:25

Sem muito pra falar, apenas agradecer os comentários e falar que nesse capítulo tem batalha de ginásio -q. Mas enfim, os comentários:
Comentários:

@Pikato escreveu:Capítulo bem legal cara, mostrando o campeão e os novos vilões. Como você mesmo falou percebi que as tais mudanças que você ia fazer já estão acontecendo. Mesmo assim ficou muito engraçado, principalmente o kingdra depois do craque, essa ficou muito engraçada cara.

O capítulo em si ficou legal, a explicação do professor carvalho ficou bem interessante e o tal do Albert Flint(é o einsten do mal?).

Enfim, não tenho muito para comentar hoje, mas posso dizer que o outro capítulo com os Pokémons de Kalos foi muito legal também. Concluindo, ficou legal e o humor ficou legal também.

Adeus.

Pikato o/. Sim, agora a fic vai ficar mais sérias, pretendo fazer os vilões virarem vilões, mas mantendo o humor da fic. Cara, essa do Kingdra eu tinha visto uma vez em algum lugar isso de ser o "kingdra depois do crack" -q. E não, o Albert não é o Einsten do mal, até que tem uma certa inspiração, nome, cientista -q, mas não é -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@xKai escreveu:Falei que dessa vez eu voltei mesmo, cá estou para comentar de novo nego Black \0

O que dizer deste capítulo cheio de inovações? Adorei! Nunca imaginei que viria um dia um Campeão de liga usar um Slowking boladão desse que sai usando Psychic nos outros hehe, adorei essa parte, isso mesmo Slow, mostra pra eles 0/

Vilã gostosa, era tudo que tav faltando nessa budega uhuu! Não sei se curti mais esse novo par de peitos ou se foi todos, menos a Francesca babando por ela, se bem que a Francesca não ficou moscando muito tempo, afinal apareceu um saradão ali Rambo Style pra ela ficar imaginando loucas aventuras hehe. Pouts... Metralhadoras e tanque de guerra? Ta virando Rambo mesmo em? To louco pro próximo capítulo, man, boa sorte com a fic aí e nunca perca essa graça que me faz rir a cada linha que tu escreve  Cool 

Kai o/. Voltou agora e espero que continue voltando -q. O campeão eu quis fazer um cara fodão obviamente, mas sem ter aqueles pokémons clichês de campeão como Dragonite, Salamence, Garchomp e etc. Sim, vilã gostosa é o poder -q. Ta virando Rambo não, ainda não -q, são só vilões doidões mesmo -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Agora o capítulo, que contém a revanche de Lurly Spark contra Janine Sem Sobrenome. Ps: Esse capítulo foi o maior já escrito, com nove páginas -q.

Capítulo 26 - Outra vez a batalha ninja.


Já era outro dia (vários dias já se passaram desde que eles chegaram em Celadon), o quarteto estava de frente ao ginásio, logo, a porta do mesmo se abriu e eles entraram. A líder estava no chão, sentada, estava com as mãos juntas somente por dois dedos e estava com os olhos fechados. Parecia estar meditando, ou sabe-se lá o que. Esses líderes de ginásio são todos doidos.

- Hello. - Disse Lurly meio receoso.
- Hello o quê? Você se vende pra essa sociedade capitalista imposta pelos Estados Unidos? Fica usando esse idioma que fede a capitalismo!
- Janine, você está bem? - Perguntaram os quatro, assustados.
- Estou, só estava testando um tutorial de como assustar alguém, que vi na internet.
- Achei alguém mais escroto que o Lurly Spark. - Suspirou Francesca.
- Enfim, acredito que você veio me desafiar numa revanche.
- Na verdade não. Eu vim aqui para te pedir em casamento.

Todos pararam de fazer nada e olharam surpresos para Lurly. Se estivessem bebendo algum líquido certamente o cuspiriam.

- Sério? - Perguntou a líder com os olhos meio brilhando e meio assustada.
- Não, eu vim pra lutar contra você mesmo.
- Ah... bobo.
- Babaca.
- Escroto.
- Melhor pararmos por aqui porque não quero xingar a mãe de ninguém.
- Ok então.

John e Francesca se olharam com olhar de reprovação para os dois adolescentes que estavam no campo de batalha. Era muita idiotice para duas pessoas só.

- Certo, Arbok, eu escolho você!
- Pidgeotto, venha!
- O Lurly cheira o chulé do tênis dele, só pode! - Exclamou Francesca.
- Cala a boca.

Então da pokébola da moça saiu uma cobra roxa, com uma espécie de rosto no seu tórax e uma língua sempre fora de sua boca. Da outra esfera saiu um bonito pássaro bege, com um rabo feito por plumas vermelhas e amarelas e um “topete” também avermelhado. Ambos saíram se encarando, firmes e atentos na batalha.

- Poison Fang!
- Não deixe! Combata com Wing Attack!

As presas da serpente começavam a ficar roxas, devido ao alto grau de veneno que se formava ali, ele então seguiu até o pombo para mordê-lo, mas o bicho, que era bem rápido, começou a voar e abrir suas asas, ele então fez um “looping” no ar, e com seus órgãos de voo atingiu o animal venenoso, jogando-o contra uma parede.

- Excelente Sir. Lurly. - Aplaudiu, talvez ironicamente, a líder. - Mas agora Arbok, use o Toxic!
- Vamos lá! Evasiva! Wing Attack para afastar esse veneno!

O réptil abriu sua boca e de lá emitiu um líquido roxo, altamente tóxico. Ele seguiria em direção ao pássaro, que tentou alçar voo, mas o veneno foi muito rápido e o atingiu, jogando-o no chão, fazendo-o gemer de dor. Ele sentia aquilo escorrendo em seu corpo e não conseguiu realizar o golpe que lhe foi pedido.

- Roost!
- Crunch!

A ave fechou os olhos e tomou-se num brilho branco, em seguida várias plumas começaram a cair sobre ela, aumentando assim seu HP, mas não lhe tirando do status de veneno. Em seguida a cobra fez suas mandíbulas crescerem e tomarem-se numa cor sombria, ela então mordeu o pássaro, que gemeu um pouco de dor, devido ao golpe e ao envenenamento.

- Pidgeotto não vai durar muito desse jeito. - Murmurou Lurly.
- Ficou sem estratégia?
- É o que você pensa!
- Sempre que o Lurly tem uma estratégia geralmente dá merda. - Reclamou John.
- Concordo. - Disse Thomson.
- Concorda com o quê? Você nem o viu lutando direito.
- Ah! Sei lá, só queria ter uma fala, tava tão avulso aqui.

Todos os outros olharam com uma cara meio feia para o homem, mas em seguida o ex-líder voltou-se para a batalha e ordenou:

- Sand-attack!, Quick Attack!
- O quê? - A líder gritou.

Então o pombo virou-se de costas e começou a jogar um monte de areia nos olhos da serpente, que ficou “cega” por instantes. Aproveitando-se dessa cegueira temporária o passarinho começou a voar rapidamente, parecendo que se teletransportava, então acertou fortemente a cobra, que foi jogada contra a parede. Ainda não estava enxergando completamente, mesmo com sucesso no golpe, o animal sofreu o dano do veneno e gritou.

- Vamos lá Arbok! Não desista! Poison Fang!
- Wing Attack!

O ser rastejante continuava sem uma visão muito animadora, mas a sua treinadora ordenou que usasse um golpe. Então ele fez suas mandíbulas tomarem-se na cor roxa, novamente por causa do teor venenoso. Ele seguiu procurando o pássaro, mas o golpe não foi um sucesso, pois ele não conseguia enxergar nada praticamente. Novamente aproveitando-se a vantagem, Pidgeotto abriu as asas e começou a voar, até que acerta uma delas nas costas de Arbok, nocauteando-o. Mas logo, novamente sentiu aquele líquido escorrendo pelo seu sangue.

- Ok, retorne. - Suspirou a líder. - Para combater um bicho voador, só outro voador! Golbat, venha!

Da esfera bicolor saiu um feio morcego (frase meio redundante) de cor azul, com os dentes afiados e com um par de asas roxas praticamente do seu tamanho.

- Certo, Pidgeotto, comece com Wing Attack!
- Se jogue pro lado e Air Cutter!

O pombo abriu suas asas e começou a voar mais alto do que geralmente ficava. Em seguida ele desceu num rasante, na tentativa de acertar o adversário. Mas o bicho venenoso simplesmente virou o seu corpo para o lado, escapando do golpe, após isso ele bateu suas asas e pequenos ventos cortantes saíram de lá, atingindo a ave bege, que ficou bem debilitada. Após isso, ela sofreu o dano do envenenamento, e ficou no chão, nocauteada.

- Certo Eevee, eu escolho você!

John e Francesca deram um grito, quase que simultâneo, não conseguiam acreditar que Lurly estava realmente fazendo aquilo.

- Se eu tivesse bebendo alguma coisa eu cuspiria agora. - Disse John.
- Você já disse isso recentemente. - Suspirou o ex-líder.
- Quando?
- Sei lá, alguns capítulos atrás.
- Vai dormir cara, para de falar besteira.

O ex-líder então deu de ombros e voltou sua atenção à luta. Via à sua frente um pequeno cachorro marrom e bege, bem felpudo, apesar do tamanho reduzido, estava sedento pela batalha, confiava na sua vitória.

- Isso vai ser fácil como tirar doce de criança. - Suspirou a líder.
- Esse ditado já foi dito alguns capítulos atrás. Mas não sei porque dizem que tirar doce de criança é fácil. Experimenta fazer isso, que ela dará um grito, vai chamar seu pai, que vai ser um negão de quarenta metros.
- Em cima ou embaixo? - Perguntou Thomson.
- Isso ai eu não sei. Minha tendência me puxa a ver mulheres, não negões.
- Ok, ok, chega desse papo. - Disse Janine, já irritada. - Golbat, comece com Toxic!
- Evasiva e Shadow Ball!

O morcego abriu a boca e de lá cuspiu uma espécie de líquido roxo, algo bem tosco e espesso, porém o mamífero terrestre foi mais rápido e se jogou para o lado, aproveitando-se de sua estatura. Em seguida, ele abre a sua boca e de lá emite uma bola negra e roxa de tamanho médio, que parte em direção do bicho voador, assim, atingindo-o, tirando dele um bom dano.

- Argh... Não gosto de perder. - Murmurou Janine.
- Junte-se a mim que você nunca mais perderá.
- Não Lurly, não! Definitivamente não! - Gritou John. - Ter que alimentar quatro pessoas já é muita coisa e você ainda quer mais uma?
- John, por acaso você paga alguma coisa? E além de tudo, eu que te chamei para uma jornada, porque se não você continuaria um escroto, hater, boçal, estúpido, grosseiro, anta... - Ia dizendo quando foi interrompido.
- Ok, já entendi. Mas pelo menos não perdi pra Janine.
- Só perdi porque estava apaixonado. - Disse. - Se isso fosse um desenho animado eu ficaria com aqueles coraçõezinhos nos olhos.
- Certo Lurly, ninguém se importa. Vamos voltar à luta. Golbat, vai lá!
- Eevee, já sabe o que fazer!

Então o venenoso começou a bater as suas asas fortemente, num movimento frenético; em seguida vários “fragmentos de vento” começaram a sair de suas asas, mas não era um simples vento, este saía em forma de lâmina, algo cortante, certamente, logo, o golpe acertou em cheio o cão, que foi um pouco para trás, mas já levantou encarando o adversário. Ele começou com suas patas traseiras a jogar um monte de areia, que acertou o olho do animal, que ficou instantaneamente cego. Em seguida, o animalzinho começou a correr rapidamente e então acertou com seu corpo o oponente, jogando-o contra uma parede, deixando-o bem fraco, quase nocauteado, mas ele insistiu e novamente pôs-se a lutar.

- Essa desgraceira não morre não? - Surpreendeu-se Lurly. - Shadow Ball!
- Air Cutter!

O quadrúpede abriu a boca e de lá emitiu uma esfera negra, sombria, ela então foi arremessada em direção ao adversário, que foi arremessado longe. Dessa vez, nocauteado. Sem nem poder reagir. A líder somente suspirou e retornou-o à pokébola. Em seguida puxou outro objeto semelhante do bolso e o mandou a campo. Saindo de lá uma grande mariposa roxa, com olhos bem estranhos.

- A brincadeira acabou!
- Olha, ela ficou bravinha. - Ironizou Francesca.
- Cala a boca, cabelo artificial!
- Olha aqui, me respeita sua piranha!

Os três presentes do sexo masculino ficaram perplexos, estavam todos adorando a “briga” entre as meninas. Que logo pararam de falar.

- Já pararam?
- Já. Era só um ensaio para uma peça de teatro.
- Sério?
- Não. Vamos voltar à luta. - Disse a líder de maneira seca. - Confusion!
- Eevee, Shadow Ball!

O inseto começou atacando. Ele se aproximou do oponente e seus olhos já grandes, cresceram mais ainda, o bicho meio que intimidava seu adversário, que começou a recuar de medo, e colocando a mão na cabeça. Em seguida uma espécie de raio saiu bem rápido, e atingiu o cachorro, jogando-o contra uma parede, deixando-o bem fraco. Ele então levantou-se e emitiu uma bola sombria em direção ao seu rival, mas em vão, afinal o venenoso não fez o menor esforço para desviar.

- Psybeam!
- Evasiva!

Será que Eevee irá escapar? Será que o golpe vai ser super efetivo? Será que Janine vai deixar somente um pokémon de Lurly sobrando? Essas e outras perguntas no próximo episódio.

- Ei, narrador, aqui no script dizia que o capítulo não acabava agora não. - Reclamou Lurly.

Então Venomoth fez seus olhos começarem a tomar uma cor psicodélica, que penetrava na mente do adversário. Em seguida do órgão de visão ele mandou um raio multicolorido, que atingiu Eevee, jogando-o longe, nocauteado, sem o coitado poder esquivar. Só restava uma última opção a Lurly.

O garoto puxou a pokébola de um de seus bolsos. A tensão tomava conta do local, todos estavam na expectativa de qual pokémon seria posto em campo, então o jovem manda o objeto esférico a campo. O brilho é emitido, a criatura começa a se materializar. Uma espécie de estrela com orelhas pontudas e um rabo encaracolado começa a surgir. Após o brilho apagar, a criatura rosa estava ali. Clefairy diante de Venomoth, todos se surpreenderam.

- Mas não é possível que ele esteja usando o Clefairy. Sabe que vai perder. - Disse John.
- Você não quer provocá-lo? Ou quer? - Perguntou Lurly.
- Melhor não. - Recuou o jovem.
- Pfft. Você ganhar a quarta insígnia com isso?
- É bom que tenha seguro de vida, porque você falou a maior besteira da sua vida.

O fada então começou a inchar de raiva e tomar-se numa cor vermelha devido à fúria que sentia naquele momento.

- Doubleslap!

Magicamente o bicho começou até a flutuar. Em seguida começou a estapear sequencialmente o adversário, que não teve nem tempo de respirar, ou pensar uma reação.

- Boa introdução, Clefairy.
- Certamente. - Concordou a líder. - Mas não será páreo para o Sleep Powder!
- Clefairy, creio que você consegue desviar. Depois, Doubleslap!

A mariposa começou a rodar e um pó meio esverdeado começou a cair lentamente. Movimentos muito bruscos não adiantaram, portanto deveria ser uma evasiva friamente calculada. Clefairy então esperou o momento exato do pó cair para poder se esquivar. Com frieza conseguiu executá-lo. Em seguida ergueu-se e começou a estapear o adversário sequencialmente, mas não pareceu ter muito efeito.

- Só com tapa você não vai me vencer! Poisonpowder!
- Se o golpe acertar a situação vai ficar difícil pro Lurly... - Suspirou a ruiva.
- Triste né. - Lamentou John, ironicamente.
- Galera, vou sair. - Disse Thomson, de maneira repentina. Estava visualizando seu celular. - Não me esperem.

Então ele simplesmente levantou e foi embora, todos acharam muito estranha a atitude, mas ninguém disse nada. Logo em seguida, o inseto começa a girar e um pó roxo começa a cair lentamente sobre o pokémon normal, que mal pode se desviar. Ele dá um gemido, afinal, aquilo era um veneno entrando em seu corpo.

- Agora a combinação do amor! Attract! Doubleslap!

O Pokémon rosa fez uns gestos erguendo o braço, como se fosse mostrar imponência e o tamanho de seus músculos, porém a reação adversária inesperada, ele simplesmente começou a rir.

- Macho com macho não dá certo. - Ironizou a jovem de cabelo rosa.
- Então descarrega o tapa, Clefairy!

O bicho então levantou-se e deu um tapa somente no rosto do Venomoth, mas o golpe foi tão forte, que o bicho foi jogado contra uma parede, porém continuando firme em batalha. Em seguida, aquele pokémon do tipo normal gritou de dor, devido ao líquido venenoso que estava em seu corpo.

- Psybeam!
- Doubleslap!

Logo, o inseto ficou com seus grandes olhos encarando o adversário. Em seguida mandou de lá um raio multicolorido, porém o companheiro de Lurly, sem ordem nenhuma, ergueu seu braço, ele então tomou-se num brilho meio prateado, em seguida algumas estrelas começaram a rodear a sua mão, ele a colocou em sua frente, e o golpe do adversário foi rebatido. Ele tinha aprendido um novo golpe, que não era uma técnica de defesa, mas naquele momento serviu para isso. Era o Meteor Mash. Mas logo em seguida, gemeu novamente, devido ao veneno.

- Desgraçado.
- Boa, Clefairy, aprendendo novas técnicas.
- Mas isso não adianta! Eu vencerei! Eu sou a ra... - Disse a líder, em seguida tossindo. - Argh, me engasguei.

Todos reviraram os olhos em sinal de desaprovação.

- Ela consegue ser pior que o Lurly. - Reprovou Francesca.
- Concordo. - Disse John. - Os dois bem que dariam um bom casal.
- Vão se fo... - Ia dizendo Lurly quando foi repreendido.
- Sem palavrões a essa hora.
- Enfim. - Gritou Janine. - Venomoth, Signal Beam!
- Evasiva! Meteor Mash!

O animal venenoso abriu sua boca e de lá desferiu um forte raio brilhoso, porém Clefairy jogou-se para o lado, mas mesmo assim sentiu um pouco do golpe atingi-lo, mas não foi suficiente para pará-lo. Em seguida ergueu seu braço e um brilho prata tomou conta do órgão, após isso algumas estrelas começaram a rodeá-lo, ele então correu rapidamente, e por baixo acertou o adversário, que até tentou esquivar, mas não adiantou. Ele foi jogado contra uma parede, mas levantou. Nenhum dos dois combatentes parecia querer desistir. Porém, o fada sofreu o dano do envenenamento, e gemeu, mas permaneceu ali, firme.

- Essa luta não parece querer acabar. - Disse John, em seguida bocejando.

-x-

- Alô. - Falou um homem coberto por um capuz. - Aqueles três não vão desconfiar de nada.
- Muito bem. - Disse uma voz feminina do outro lado, acompanhado por uma risada. - Agora quero que você faça isso.

-x-

O raio multicolorido tinha saído dos olhos da gigante mariposa e atingido em cheio o rosinha, que mesmo cansado se levantou e pulou, em seguida deu quatro tapas sequenciais no rosto do adversário, que também já demonstrava sinais de cansaço, ainda mais após sofrer o golpe. Porém, novamente o bicho “fofinho” sofreu dano por envenenamento, e dessa vez caiu no chão. Mas levantou-se fortemente.

- Preciso de uma estratégia. Clefairy vai ser debilitado assim... - Pensou Lurly olhando à sua volta. - Já sei! - Gritou, assustando todos. - Magical Leaf naquela lâmpada! Em seguida, Meteor Mash!
- O que esse louco está fazendo?
- Verão.
- Prefiro o inverno. - Retrucou John.
- Vai se ferrar.

Então o pokémon mirou certeiramente uma das lâmpadas do ginásio, em seguida arremessou inúmeras folhas de cores diferentes, que ao atingirem a luminária, derrubou-a no chão, quebrando-a, fazendo um grande estalo. Como se estava assustado, Venomoth olhou para trás devido ao barulho. Nessa que ele virou, o bicho rosado fez seu braço tomar-se numa cor prateada e a ser rodeado por estrelas, então aproveitou o momento que ele estava de costas e deu-lhe um soco na nuca. A sua treinadora ainda gritou, mas em vão, o pokémon foi atingido em cheio, e caiu no chão, nocauteado. Lurly e Clefairy venceram a partida e a batalha do ginásio.
- Clefairy era um lixo né? - Zombou o de cabelo prateado. - Eu tenho pena de vocês, meros plebeus!

- Bom, você mereceu a vitória. Como recompensa, a Toxic Badge. - Disse a moça, entregando o objeto para o protagonista.
- Sem dar aquela de Ash Ketchum e falar “eu ganhei a insígnia blablabla”. - Reclamou o menino de cabelos castanhos.
- Eu só não te bato porque tem gente olhando. - Disse o ex-líder forçando um sorriso, falando somente pelo canto da boca.

Francesca então deu um tapa em cada um, Janine coçou a cabeça e deu uma risadinha meio sem graça.

- É isso que eu tenho que aguentar todos os dias. - Reclamou.
- Bom, Lurly, acredito que a gente nunca mais vai se ver. - Falou a líder, se aproximando cada vez mais dele. - Então pra não se esquecer de mim, fique com isso.

Então ela encostou seus lábios nos lábios dele, e se beijaram.

To be continued...


Sdds narração. É, muitas saudades, mas como eu tento manter o "humor" na fic, acabo colocando muitas falas, desculpa =/. Mas enfim, é isso e espero que comentem Very Happy
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por xKai em Qui 6 Mar 2014 - 20:07

Caramba, nesse capítulo o que não faltou foi humor, e humor de qualidade como sempre Black \0/

Não teve nada de mais no capítulo, foi apenas a batalha contra a Janine, uma das mais engraçadas que já li até hoje, quase teve um segundo Round ali Janine Vs. Francesca... Talvez até tenha já que ela beijou o macho da outra hehe... Ansioso pelo próximo capítulo, a cobra vai fumá muito  lol!

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Qua 12 Mar 2014 - 21:28

E o escritor e moderador mais querido desse fórum vos fala, trazendo mais um capítulo, antes, claro, o comentário (sdds escrever "os comentários" ;-Wink.

Comentário:
@xKai escreveu:Caramba, nesse capítulo o que não faltou foi humor, e humor de qualidade como sempre Black \0/

Não teve nada de mais no capítulo, foi apenas a batalha contra a Janine, uma das mais engraçadas que já li até hoje, quase teve um segundo Round ali Janine Vs. Francesca... Talvez até tenha já que ela beijou o macho da outra hehe... Ansioso pelo próximo capítulo, a cobra vai fumá muito  lol!

Kai o/. Sim, foi só a batalha do ginásio mesmo, e nem vai ter segundo round entre as dois (é porque eu esqueci disso e quando lembrei já tinha terminado o capítulo 27, mas enfim -q). Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Agora o capítulo, que tem um capítulo novo -q.

Capítulo 27 - O ser misterioso.


O trio de jovens estava no Centro Pokémon da cidade de Celadon. Lurly havia deixado seus pokémons sobre o balcão para serem curados, mas como há tempos não xavecava uma enfermeira, já foi logo “partindo para cima”, mesmo tendo recebido um beijo da líder do ginásio da cidade, não aquietava o fogo.

- Gata, você não é pão de cachorro-quente, mas eu quero colocar uma salsicha em você.

A menina que estava pegando os pokémons largou-os de maneira repentina. Todos à volta ficaram assustados. Então sobrou um tapa no rosto do protagonista, que apenas deu uma risada.

- Acho que me exaltei um pouco. Desculpe-me. Poderia vossa majestade, por obséquio, adicionar mais HP aos meus saudosos treinados? Ficarei grato pela atitude de tal maestria, praticado pela sua pessoa.
- Você ficou parecendo aqueles caras da Equipe Rocket. - Falou John.
- Eu sei, era essa a minha intenção.
- O que eu fiz pra merecer isso? - Sussurrou Francesca olhando pra cima.
- Falou alguma coisa? - Indagaram os dois.
- Não, só pensei alto.

Então a moça de cabelos rosas pegou delicadamente as seis pokébolas expostas à sua frente, as colocou numa bandeja circular e as introduziu em uma máquina, que após alguns segundos apitou, dizendo que os pokémons já estavam curados. Logo, os adolescentes saíram do estabelecimento e ficaram parados na calçada, um olhando para a cara do outro.

- Agora a gente deveria ir pra outra cidade né? - Disse a ruiva.
- Sim, é Saffron a próxima cidade. Uma cidade maior que essa. Mas tem o trem bala, que liga ambas as cidades, além de ser muito útil para circular dentro da própria cidade.
- Desde quando você sabe tudo isso? - Espantou-se o de cabelos castanhos.
- Olhei no Wikipédia, olha aqui. - Disse mostrando seu celular para os outros dois, que bateram as mãos contra a testa.

Após o momento desnecessário, o triângulo da amizade segue caminhando pelas ruas da majestosa cidade. Caminhavam tranquilamente. Sabiam que tinha uma estação nas redondezas, mas queriam respirar um pouco mais aquele ar poluído, quiçá dar mais uma volta pela cidade e lembrar os vários capítulos que passaram nela. Andavam despreocupados, até que Lurly vê algo estranho. Ele olha para uma rua meio deserta, e ouve um barulho de vindo de lá. Ele então segue para o lugar. Seus amigos acharam estranho, mas o seguiram.

- Não me bata, por favor! - Gritava um molequinho.

Um rapaz maior partiu pra cima e segurou o menor pela camiseta, mas logo ouviu uma voz, que dizia:

- Solta o moleque, ou vai se ver comigo. - Disse Lurly

O garoto riu e debochou, dizendo, sem olhar para trás.

- E quem é você? Algum justiceiro? Me poupe de suas idiotices!
- Quem sou eu? Lurly Spark!

O jovem virou-se para o trio, assim foi possível ver seus cabelos negros e lisos mais nitidamente, além dos olhos também pretos. Usava uma camiseta preta daquela banda “Jack Daniels” e uma calça jeans. Ele então largou a criança e assustado, disse:

- Você é Lurly Spark? O tal do líder invencível?
- Pois é, o próprio.

O moreno custava a acreditar, e ironizou, dizendo:

- Tsc. Aposto que é só jogada de marketing. Você com essa cara de boçal não pode ser.
- Mas é só marketing mesmo. - Disse John.
- Cala a boca, otário. - Falou Francesca.
- Certo, então se você é o bonzão mesmo, vamos lutar. 3x3. - Disse, ditando as regras e já puxando a pokébola. - Combusken, eu escolho você!

Da esfera saiu um bicho que se assemelhava uma galinha, mas tinha uma forma meio humanoide, devido ao fato de ser bípede, e ter braços e pernas definidos, para auxiliá-lo no seu segundo tipo, lutador. Ele era amarelo na parte de cima e vermelho na parte de baixo, e tinha garras grandes, além de três penas rubras no alto de sua cabeça.

- Os iniciais de outros continentes são tão toscos. Tsc. - Suspirou o jovem de cabelo prata. - Nada que um Magnemite não resolva!
- Hahaha. Cômico. - Disse o jovem, rindo interminavelmente.
- Eu não zoaria não. - Avisou o garoto de cabelos castanhos.

Do objeto circular saiu um outro objeto circular (?), que tinha dois imãs, um de cada lado, além de um parafuso no meio da cabeça e dois um pouco abaixo dos seus olhos mecânicos.

- Então tá né. - Ironizou. - Comece com Jump Kick!
- Thunder Wave!

A ave não voadora então deu um pulo bem alto, em seguida deu um chute certeiro no rosto do metálico, que recuou um pouco, mas mesmo o golpe sendo super efetivo não tirou grandes danos dele. Logo após isso, o pokémon elétrico virou seus dois imãs e o mirou na galinha, ele então mandou uma pequena onda de cada um deles, que iria em direção ao oponente, mas que devido à sua agilidade, escapou facilmente.

- Imaginei. - Analisou o ex-líder.
- Você não sabe nem lutar. Lixo mesmo. - Ria novamente o garoto.
- Finalize essa luta ridícula com Flamethrower!
- Você sabe o que fazer. Electro Ball.

A evolução do inicial de fogo de Hoenn abriu a sua boca, de lá emitiu uma enorme quantidade de fogo, porém ao se aproximar do adversário, ele simplesmente criou uma esfera elétrica com um de seus imãs, essa bola então “entrou” no fogo, e o separou em dois, cada um para um lado, sem nenhum sequer atingi-lo. O globo elétrico então seguiu sua “trilha” e atingiu em cheio a galinha, que foi arremessada a alguns metros de distância.

- Interessante... Usando-se da estratégia. Pena que a melhor estratégia é o ataque sem dó! - Gritou o garoto. - Jump Kick!
- Deslize pra esquerda e Magnet Bomb!

A ave lutadora deu um pulo e acertou um chute no rosto do pokémon metálico, que foi jogado longe, ficando mais debilitado dessa vez, mas em seguida ele voltou à luta, ele então ficou parado e ficou virando e desvirando seus imãs, até que uma bola se forma, ela parecia ser movida pelos imãs, ele logo em seguida a joga no chão, explodindo, acertando em cheio Combusken, que é arremessado longe, nocauteado, mesmo o golpe não sendo muito efetivo. O treinador do galo até se assustou. Após o barulho da explosão, um aglomerado de pessoas foi surgindo na rua, e por ser uma batalha pokémon, resolveram ficar por lá mesmo.

- Certo, venceu o Combusken, fácil, mas não me vence agora! Dusclops, venha!

A esfera alvirrubra foi arremessada a campo, logo ela abriu e um brilho foi formando um monstro, saiu de lá uma espécie de ciclope, um bicho gigante, com somente um olho, vermelho, tinhas duas mãos que ficavam na barriga, e uma espécie de fumaça sobre sua cabeça e em suas costas. Todas essas características eram dadas a ele devido ao seu tipo fantasma.

- Interessante. - Falou Lurly. - Você não parece ser tão inútil como Joseph. Mas não é páreo pra mim, obviamente.
- Veremos.
- Thunder Wave!
- Teleport e depois Fire Punch!
- What the fuck is this? Desde quando Dusclops aprende Teleport?
- O meu aprende.

Então o pokémon metálico mirou seus imãs em direção ao fantasmagórico, em seguida mandou uma pequena onda de choque de cada um deles, porém quando o golpe elétrico ia atingi-lo, ele simplesmente sumiu, logo depois apareceu atrás de Magnemite, ele então soltou uma das mãos de seu corpo e a levantou, em seguida uma grande quantidade de fogo apareceu nela, apenas com a mente, ele “arremessou” a mão no adversário.

Então aquele poderoso soco, o atingiu, jogando-o longe, nocauteando-o.

- Até que você não é tão fraco. Mas vamos ver até onde vai a sua fé. O que você faria? Bastaria pra vencer.
- Lurly, deixa de falar bosta. - Suspiraram Francesca e John.
- Pois bem, Vulpix, eu escolho você!

Da pokébola saiu uma raposinha vermelha de olhos verdes. Possuía uma espécie de pelagem vermelha mais escura no alto da cabeça, tinha também seis caudas.

- Thunderpunch!
- Seu Dusclops tem cada golpe nada a ver. - Suspirou o de cabelos prateados. - Vulpix, evasiva e Ember!

O ciclope carregou uma de suas mãos em uma grande energia elétrica, em seguida arremessou-a contra o adversário, que deu um pulo, seguinte a isso, o canídeo abriu a boca e de lá cuspiu vários fragmentos de fogo, que atingiram o fantasma, que sofreu um pouco o dano, mas continuou em pé, normalmente.

- Essa luta está tão entediante. - Reclamou John.
- Feche seu órgão falatório nobre garoto. Isto é um verdadeiro embate entre dois treinadores. Dois treinadores que lutam com maestria, com perfeição. Ambos no ápice de sua habilidade. Magnífico. Esplêndido. Supimpa. - Disse um homem do meio da multidão.
- Esse cara fumou um coco estragado. - Disse Lurly.
- De certo. - Disse o outro jovem. - Enfim. Dusclops, chega dessa monotonia! Earthquake!
- Mas quê? Vulpix, pule, esquive, voe, teletransporte! Sei lá, se vira!

O bicho negro então mesmo sendo um fantasma deu um pulo para pegar impulso, ao atingir o chão tudo começou a tremer, todos tentavam se segurar. Então logo em seguida o chão começou a rachar, e conforme rachava algumas pedras iam subindo, cada vez mais se aproximando do adversário, até que atingem a raposa, jogando-a longe, já o nocauteando, surpreendentemente.

- Interessante. Você parece saber lutar bem. Mas não será páreo. Geodude, surja!

Da pokébola saiu uma pedra redonda que tinha somente dois braços musculosos e um olhar feio.

- Nada surpreendente. Shadow Ball!
- Evasiva e Rock Throw!

Dusclops começou a mexer suas mãos em movimentos meio que circulares, então uma bola ia se formando, era negra e roxa, logo que ela atingiu forma final, ele a arremessou contra o adversário, que esquivou. Após isso, o pedregulho ergueu as mãos e abaixou rapidamente, logo, várias pedras começaram a cair sobre o fantasma, que sofreu o dano, mas continuou firme.

- Pfft. Dusclops, ataque! Earthquake!
- Tá zoando comigo né? - Ironizou Lurly. - Geodude, Rollout!
- O que esse doente tá fazendo? - Perguntou John.
- Relaxem. Quem ganhou de um Charmander com um Beedrill essa aqui não é nada.

O ciclope “pulou”, logo, um grande tremor foi novamente sentido no lugar. O chão estava rachando de novo, e as pedras iam surgindo, e se aproximando de Geodude, porém o pokémon se retraiu inteiro, ficando uma espécie de bola, logo em seguida começou a rolar, e rolava passando pelas pedras, sem a menor dificuldade, então se aproximou do fantasma e o atingiu, jogando-o longe, o deixando muito fraco.

- Mas que desgraça! Shadow Ball!

O fantasmagórico começou a movimentar as mãos num movimento circular, logo em seguida uma bola roxa e negra começava a surgir, ela foi arremessada em direção ao pedregulho, que sofreu o dano, mas foi praticamente nulo. Em seguida ele sem qualquer ordem começou a rolar, mas dessa vez mais forte. Era o efeito do golpe, ele não parava depois alguns turnos e conforme passava, ficava mais forte. Logo, acertou o adversário, que caiu no chão, nocauteado.

- Certo. - Suspirou. - Lairon, eu escolho você!

Da pokébola saiu um quadrúpede não muito bem definido. Assemelhava-se a um dinossauro ou algo nessa linha, era revestido por uma couraça de metal por cima e tinha a parte de baixo feita por pedras. Bater no bicho não era fácil. Porém o pedregulho, sem qualquer ordem, continuou rolando e atingiu o adversário, porém o dano foi risível.

- Metal Claw!
- Como eu sou mau! - Falou Lurly enquanto remexia as mãos, no melhor estilo Montgomery Burns. - Geodude, Rock Smash!
- O quê? - Espantou-se o adversário.

Então o quadrúpede começou a “trotar”, e suas garras dianteiras tomavam-se num brilho prateado, além de crescerem, então ele ao se aproximar do bicho de pedra, ergueu as patas e bateu no adversário, arrancando um certo dano, afinal, o golpe tinha vantagem sobre Geodude, mas em seguida, o bicho de pedra levantou o braço e o mesmo ficou branco, ele logo em seguida desferiu um violento soco, que jogou o metálico contra uma parede, já nocauteando, no estilo dos games, um golpe, uma vitória. Todos ao redor gritaram, comemoraram, extasiaram-se. Na verdade nem estavam torcendo por ninguém, somente estavam fazendo marra mesmo. Então logo que acabou a luta, o pokémon de pedra começou a brilhar, em seguida começou a crescer e começando a ficar mais achatado, logo que terminou de brilhar, revelou-se Graveler, a evolução de Geodude.

O ex-líder retornou seu pokémon, o seu rival na batalha se aproximou dele e o cumprimentou, e já ia indo embora, quando o protagonista o repreendeu:

- Pelo menos diga seu nome.
- Hm... certo. Meu nome é Ailan Victory.

Ao falar isso, ele foi embora. Naquele momento já não tinha mais ninguém no local, somente os três jovens. Que caminharam de volta para a avenida, após alguns metros, encontraram uma estação. Adentraram e pegaram o trem rumo a Saffron.

To be continued...


É isso e espero que comentem Smile
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Aphrodite em Sex 14 Mar 2014 - 17:24

A melhor fanfic ativa está de volta! Antes eu passava o tempo no site da PM, Eu achava o fórum sem graça, Eu nem sequer gostava de fanfics, Mas quando vi a sua fic, Nossa, Eu me fascinei, O enredo cativante, Sensacional. agora eu me mudei, E a internet aqui onde estou morando agora não é tão rápida quanto antes, Eu nem estava vindo mais no fórum, Vinha a cada 10-15 dias, Mas quando vi que tinha postado um novo capítulo, Minha paixão por pokémon e pelo fórum voltou. Sua história é simplesmente sensacional, Prometo que vou comentar sempre quando puder. Obrigado Sir. ~Black
avatar
Aphrodite
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 22/01/2014

Frase pessoal : Segunda temporada? Não me faça rir.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Snow Walker em Sex 14 Mar 2014 - 21:42

Daews
Não comentei no ultimo capitulo, então falarei sobre os dois aqui. Não espera muita coisa, aidna to meio bolado por terem excluido minha fic e tals, mas tudo bem.
A cada capitulo que passa o Lurly se torna um treinador ainda melhor, essa batalha só mostrou isso. Não tem muito o que falar sobre a batalha, apenas considerar alguns pontos como por exemplo o fato da Janine combinar MUITO com o Lurly, até fiquei meio triste porque eles tiveram que se despedir e tals. Alem de ter sido uma batalha muito engraçada, sério, da um gosto enorme de ler com isso -q

Agora sobre o ultimo que você postou, eu só não curti uma coisa. Eu sei que faz parte da personalidade do Lurly e tals, mas ele podia pelo menos pensar um pouco na Janine antes de sair por aí distribuindo cantadas como sempre. Poxa, eles eram tão bonitinhos juntos e aí tu... ;----; [palavra censurada], bobo ;-;

"Feche seu órgão falatório nobre garoto. Isto é um verdadeiro embate entre dois treinadores. Dois treinadores que lutam com maestria, com perfeição. Ambos no ápice de sua habilidade. Magnífico. Esplêndido. Supimpa." - Homem aleatorio.

Só pra avisar que achei isso mitico demais, só isso mesmo. USAHUAHSUASHUA
Voltando ao comentario, curti e não curti o Ailan. Ele é esse treinadorzinho que se acha o maioral, nas no final não é. Mas ao mesmo tempo eu curti os Pokémons dele e o modo de batalhar, sério. Se ele se tornar um rival do Lurly, prevejo uma batalha muito daora vindo no futuro. Enfim, no mais é isso.

Até o proximo. Ou não.

avatar
Snow Walker
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/04/2013

Frase pessoal : salabim salabão


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por xKai em Dom 16 Mar 2014 - 13:29

Desculpe a demora tio Bréck, mas como viu ão tive tempo nem de postar na minha fic semana passada, meu patrão quebrou apata o braço então meu trabalho duplicou, triplicou e foi aumentando mais e mais D:


Mas uma vez você me fez rir e muito Black, adorei a batalha 3x3, que Dusclops é esse? -q O mais interessante foi a o diálogo entre as batalhas -q "Desde quando Dusclops aprende teleporte?" "O meu aprende" Sem dúvida foi hilariante, pobre do Vulpix pra desviar daquilo em, não tinham mais palavras para serem definidas como uma possível evasiva -q Adorei esse capítulo embora ele tenha tido aquela cara de "filler" o legal é que eles tão se aventurando pela cidade e tals, curti bastante, a parte da wikipédia e da cantada da salsicha foram legais, onde você acha estas cantadas? Quero saber pra pôr na minha fic também.

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Ter 18 Mar 2014 - 20:43

Olha o Dr. Black, o magnífico, o esplêndido, o rei, o etc. Postando mais um capítulo, antes claro, os comentários:

Comentários:
Sir ~Skarmory escreveu:A melhor fanfic ativa está de volta! Antes eu passava o tempo no site da PM, Eu achava o fórum sem graça, Eu nem sequer gostava de fanfics, Mas quando vi a sua fic, Nossa, Eu me fascinei, O enredo cativante, Sensacional. agora eu me mudei, E a internet aqui onde estou morando agora não é tão rápida quanto antes, Eu nem estava vindo mais no fórum, Vinha a cada 10-15 dias, Mas quando vi que tinha postado um novo capítulo, Minha paixão por pokémon e pelo fórum voltou. Sua história é simplesmente sensacional, Prometo que vou comentar sempre quando puder. Obrigado Sir. ~Black

Skarmory o/. Opa, valeu pelo comentário Smile. Espero que continue lendo Smile

@Snow Walker escreveu:Daews
Não comentei no ultimo capitulo, então falarei sobre os dois aqui. Não espera muita coisa, aidna to meio bolado por terem excluido minha fic e tals, mas tudo bem.
A cada capitulo que passa o Lurly se torna um treinador ainda melhor, essa batalha só mostrou isso. Não tem muito o que falar sobre a batalha, apenas considerar alguns pontos como por exemplo o fato da Janine combinar MUITO com o Lurly, até fiquei meio triste porque eles tiveram que se despedir e tals. Alem de ter sido uma batalha muito engraçada, sério, da um gosto enorme de ler com isso -q

Agora sobre o ultimo que você postou, eu só não curti uma coisa. Eu sei que faz parte da personalidade do Lurly e tals, mas ele podia pelo menos pensar um pouco na Janine antes de sair por aí distribuindo cantadas como sempre. Poxa, eles eram tão bonitinhos juntos e aí tu... ;----; [palavra censurada], bobo ;-;

"Feche seu órgão falatório nobre garoto. Isto é um verdadeiro embate entre dois treinadores. Dois treinadores que lutam com maestria, com perfeição. Ambos no ápice de sua habilidade. Magnífico. Esplêndido. Supimpa." - Homem aleatorio.

Só pra avisar que achei isso mitico demais, só isso mesmo. USAHUAHSUASHUA
Voltando ao comentario, curti e não curti o Ailan. Ele é esse treinadorzinho que se acha o maioral, nas no final não é. Mas ao mesmo tempo eu curti os Pokémons dele e o modo de batalhar, sério. Se ele se tornar um rival do Lurly, prevejo uma batalha muito daora vindo no futuro. Enfim, no mais é isso.

Até o proximo. Ou não.


Snow Andante o/. Aleluia tu vir aqui, ainda me deve um Wallpost, isso não pode ser digno de ser chamado de wallpost né? -q. Eles se separaram, mas voltam kawaii-desu logo depois. Lurly é um trouxa, babaca, otário, macaco, sem-vergonha, etc, ai junta com o autor que tem boa parte dessas características, só pode dar merda -qq. Cara, essa frase eu mesmo chorei de rir, eu imaginei um cara nada a ver chegando e falando isso do nada, muito sem sentido -q. O Ailan é um bosta, ele é um rival merdão e podre, não é tipo Green, Paul, etc, que humilham o protagonista e o vencem [palavra censurada]. Ele só se acha o fodão, mas é só um bosta. Mas é como eu te disse uma vez, o "rival" do Lurly é o John, praticamente. Valeu e SIM, ATÉ O PRÓXIMO Smile

@xKai escreveu:Desculpe a demora tio Bréck, mas como viu ão tive tempo nem de postar na minha fic semana passada, meu patrão quebrou apata o braço então meu trabalho duplicou, triplicou e foi aumentando mais e mais D:


Mas uma vez você me fez rir e muito Black, adorei a batalha 3x3, que Dusclops é esse? -q O mais interessante foi a o diálogo entre as batalhas -q "Desde quando Dusclops aprende teleporte?" "O meu aprende" Sem dúvida foi hilariante, pobre do Vulpix pra desviar daquilo em, não tinham mais palavras para serem definidas como uma possível evasiva -q Adorei esse capítulo embora ele tenha tido aquela cara de "filler" o legal é que eles tão se aventurando pela cidade e tals, curti bastante, a parte da wikipédia e da cantada da salsicha foram legais, onde você acha estas cantadas? Quero saber pra pôr na minha fic também.

Kai o/. Entendo, a vida de trabalhador é difícil -q. Esse Dusclops é todo esclerosado, todo mundo é doido nessa fic -q. Pobre Vulpix, deu dó dele, coitado, oprimido pela sociedade machista -qqq. A maioria das cantadas eu invento, ou lembro de alguém que disse alguma vez, ou que vi em algum lugar, mas é só procurar "cantadas de pedreiro" e boa sorte -q. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Agora o capítulo, que será pequeno, já que a porrada vai comer solta no próximo -q.

Capítulo 28 - Controle Rocket! Parte 1


O trem parou na primeira estação de Saffron. Os jovens não sabiam nada da cidade, então desceram ali mesmo. No momento em que saíram da construção viram alguma movimentação em volta de alguns prédios. Descobriram que o prédio mais alto da cidade ficava ali na “entrada” da cidade, a Silph Co.

- O que será que está acontecendo ali? - Perguntou Lurly, espantado.

Conforme andavam viam as pessoas caindo e outras correndo. Repetiram a ação de andar com velocidade elevada. Ao se aproximarem da torre viram vários Golbats a rodeando, porém incrivelmente com os jovens, nada aconteceu. A porta até se abriu.

- Ok, agora cadê a câmera da PokéGlobo escondida? - Falou Lurly.

O trio caminhou receosamente e calmamente, adentraram então a construção e o que viram lá dentro não parecia nada de mais, o hall de entrada do prédio estava cheio de pessoas, como sempre.

- E o que tem de mais surpreendente nisso? - Esbravejaram os três.

Então simultaneamente todos tiraram suas aparentes roupas comuns, por baixo estavam todos vestidos com uniformes da Equipe Rocket, cada um lançou um dos morcegos evoluídos.

- Acabem com eles.
- Parem o ataque! - Gritou uma suave voz feminina, que depois soltou uma risada.
- Quem é você? Apareça! - Gritaram John e Lurly. - Eevee, eu escolho você!

Os dois se olharam feio, falaram a mesma coisa e soltaram o mesmo pokémon. De ambas as pokébolas saiu um cachorro filhote marrom, bem felpudo, com algumas partes de seu pelo sendo beges.

- Hilário, hilário. - Disse a mesma voz, dessa vez sendo ouvidos passos se aproximando. Logo que a pessoa se aproximou por completo, viram que era Mila. - Não acredito que não reconheceram Mila Jovovich
- Pera, Mila Jovovich não é o nome da atriz que faz Resident Evil? - Perguntou o protagonista.
- É claro que é, babaca. Meu nome é Mila Nichel! - Esbravejou a bela jovem de cabelo rosa. - Wormadam, venha!

Da pokébola saiu um inseto sem forma definida, uma espécie de minhoca, verde, com alguns detalhes de florezinhas.

- Acha que vence a gente com essa lombriguinha ai. - Riram os dois jovens. - Quick Attack!
- Psychic!

Os mamíferos começaram a correr simultaneamente e corriam muito acima de suas velocidades, então ao se aproximarem do gramíneo tentaram acertá-lo, mas o adversário simplesmente olhou pra eles e os levitou, psiquicamente, em seguida os jogou contra a parede.

- Flareon, Flamethrower!
- Humpft. Três contra um é injusto. Floatzel, eu escolho você! Water Pulse!

Da pokébola saiu uma espécie de lontra laranja, tamanho médio, tinha uma espécie de boia em volta do pescoço, somente pra dar um charme mesmo. O animal aquático então ergueu suas mãos e começou a fazer uma espécie de bola aquática, em seguida arremessou contra a eeveelution de fogo, que foi jogada contra a parede, praticamente sendo nocauteado.

- Mas que Floatzel desgraçado! - Reclamou a ruiva.
- Sim, de fato. - Ironizou a jovem. - É melhor pararem de me atacar ou a situação ficará pior para vós, reles mortais.
- Cala a boca, vadia! - Reclamou Lurly. - Shadow Ball!

Então o canídeo do ex-líder abriu a boca e começou a fazer uma espécie de bola negra, ao ficar pronta a arremessou contra os pokémons da Rocket, mas eles simplesmente pularam para o lado.

- Já chega! Hydro Pump!

O aquático abriu a boca e de lá mandou uma enorme bomba d’água, que atingiu todos os três da família Eevee de uma vez só, jogando-os contra a parede, e nocauteando-os.

- Vão aquietar o rabo agora? - Reclamou a moça. - Enfim, subam as escadas.
- E se eu não quiser? - Rebateu o ex-líder.
- Eu te mato. - Disse a vilã retirando duas armas sabe-se lá de onde.

Então o trio resolveu não murmurar e subiu as escadas. Ao chegarem no primeiro andar viram uma luta acontecendo. Os combatentes já eram conhecidos. De um lado estavam os vilões Myke e Morrison e do outro estavam os irmãos Alice e Tommy. Os vilões lutavam com um Shiftry e um Golduck, e os adolescentes lutavam com um Sandslash e um Lampent.

- Golduck, Surf!
- Shiftry, Energy Ball!
- Heat Wave!
- Mud Shot!
- Por que esses boçais estão lutando? - Perguntou o de cabelo prateado com a sua típica educação.
- Lurly, vai chupar uma cana, vai. - Disse o vilão de cabelo verde.

Logo, o pato azul fez surgir uma onda embaixo dele, então ela cresceu e tomou porções arrasadoras, atingindo todos os pokémons em campo, mas o golpe não fez muito efeito no gramíneo, que em seguida fez um movimento circular com as mãos, parecendo que ia soltar um Kamehameha, mas surgindo uma bola verde, que foi arremessada contra o tatu. Após os golpes, os pokémons dos jovenzinhos estavam bem cansados, mas levantaram mesmo assim. O fantasma então meio que se retraiu e expeliu uma forte onda de calor, que fez todos começarem a suar, e pequenos fragmentos de fogo atingiram os adversários. O golpe foi muito efetivo no pokémon de grama, mas no aquático não fez quase nem efeito, exceto pelo calor insuportável que estava no andar. Por fim, o terrestre começou a cuspir pequenos “pedaços” de terra, que atingiram a evolução do Psyduck.

- Vocês dois, parem a luta. Oak e Nero estão chegando, precisamos nos esconder, eles são um perigo para nossos planos. E se algum de vocês cinco falar alguma coisa, adeus para vossas vidas. - Interrompeu Mila.
- Mas eu nem disse nada. - Retrucou John.
- E é bom não dizer mesmo.

To be continued...


É isso e espero que leiam e comentem Very Happy
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 28 muito bom

Mensagem por Aphrodite em Ter 18 Mar 2014 - 22:59

~Black, Você sempre com capítulos sensacionais, O Lurly sempre com esse jeito doido e legal criado por um autor que pessoalmente deve ser legal. Francesca com jeito de vadia mas ao mesmo tempo muito legal e criativo. John que teve uma aparição maior na hora do beijo com a Francesca mas, Infelizmente, Voltou a ser um secundário que aparece pouco.
Resumindo:
~Black, seus capítulos são demais, É legal demais saber que tem um novo capítulo, e a ainda mais que hoje é meu aniversário, coloque um prazo de dias para postar, como 3 ou 4.
Parabéns pelo seu belo trabalho (ou diversão).


Última edição por Sir ~Skarmory em Ter 18 Mar 2014 - 23:10, editado 1 vez(es) (Razão : 2)
avatar
Aphrodite
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 22/01/2014

Frase pessoal : Segunda temporada? Não me faça rir.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Pikato em Qua 19 Mar 2014 - 14:41

Bom vamos lá Black. (Agora é hora da revanche no meu comentário!) Cara, confesso que esse capítulo foi uma(droga) beleza, bem(chatinho) animado e (ruim) legalzinho. Mas enfim a pergunta que não quer calar é porque PokéGlobo? Porque as pegadinhas geralmente é a Record e Sbt, a globo não tem pegadinhas pelo que eu saiba.

Enfim, essa vilãzinha é bem violenta e eu confesso que não entendi nada dela esconder os moleques. Esse capítulo foi mais suspense mesmo.

Enfim cara, estou curioso quanto aos próximos, boa sorte!
avatar
Pikato
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/05/2013

Frase pessoal : Voltei^^


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por xKai em Sex 21 Mar 2014 - 11:48

O capítulo foi legal, mas um tanto quanto confuso, tiveram umas partes aí da batalha que eu não sabia quem é que tava com qual pokémon atacando sei lá quem, esse capítulo não trouxe muito daquele teu lado humorístico -q Acho que foi mais pra causar mesmo com esse 'sequestro', bem original não é todo dia que eu vejo isso numa fic -q Tomara que role chantagem, recompensa e esses lance tudo aí que sequestrador faz -q Aguardo o próximo capítulo tio Black 0/

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Black~ em Sex 28 Mar 2014 - 21:47

Com um certo atraso devido a trabalhos escolares, mas aqui estou, para postar o próximo capítulo, antes os comentários.

Comentários:
Sir ~Skarmory escreveu:~Black, Você sempre com capítulos sensacionais, O Lurly sempre com esse jeito doido e legal criado por um autor que pessoalmente deve ser legal. Francesca com jeito de vadia mas ao mesmo tempo muito legal e criativo. John que teve uma aparição maior na hora do beijo com a Francesca mas, Infelizmente, Voltou a ser um secundário que aparece pouco.
Resumindo:
~Black, seus capítulos são demais, É legal demais saber que tem um novo capítulo, e a ainda mais que hoje é meu aniversário, coloque um prazo de dias para postar, como 3 ou 4.
Parabéns pelo seu belo trabalho (ou diversão).

Skarmory o/. O John é o "rival" do Lurly, já que luta por insígnias. Mas algumas coisas vão acontecer e o John vai sair por cima -q. Obrigado pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@Pikato escreveu:Bom vamos lá Black. (Agora é hora da revanche no meu comentário!) Cara, confesso que esse capítulo foi uma(droga) beleza, bem(chatinho) animado e (ruim) legalzinho. Mas enfim a pergunta que não quer calar é porque PokéGlobo? Porque as pegadinhas geralmente é a Record e Sbt, a globo não tem pegadinhas pelo que eu saiba.

Enfim, essa vilãzinha é bem violenta e eu confesso que não entendi nada dela esconder os moleques. Esse capítulo foi mais suspense mesmo.

Enfim cara, estou curioso quanto aos próximos, boa sorte!

Lol Pikato, que comentário brisado. E PokéGlobo porque sim, é só uma piada -q. Vilão mata a cobra e esconde o pau. Mas no caso ela estava se escondendo só, e deixando os moleques lá como se fosse vários joão-bobo. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

@xKai escreveu:O capítulo foi legal, mas um tanto quanto confuso, tiveram umas partes aí da batalha que eu não sabia quem é que tava com qual pokémon atacando sei lá quem, esse capítulo não trouxe muito daquele teu lado humorístico -q Acho que foi mais pra causar mesmo com esse 'sequestro', bem original não é todo dia que eu vejo isso numa fic -q Tomara que role chantagem, recompensa e esses lance tudo aí que sequestrador faz -q Aguardo o próximo capítulo tio Black 0/

Pois é, mas o humor volta depois. E o capítulo vai ser batalha mesmo, sem toda aquela epicidade de polícia, resgate, etc. Valeu pelo comentário e espero que continue lendo Smile

Agora o capítulo:

Capítulo 29 - Controle Rocket! Parte 2


[color:ac66=#black]O som dos passos rápidos era ouvido nitidamente nos andares superiores, os jovens imaginaram que se tratava de Samuel Oak e de Nero Sem Sobrenome. Ambos procuraram no andar de baixo e nada encontraram, então subiram as escadas e se depararam com o quinteto em pé, todos com cara de bobo.

- O que aconteceu?
- Bem... eu nem sei como explicar...
- Por que estão aqui? Os Rockets apareceram aqui? - Indagava freneticamente o campeão.
- Ah cara, sei lá! Devem ter aparecido! Que se danem eles! - Reclamou Lurly.
- Ainda bem que ele é esperto. - Cochichou Myke que estava escondido com os outros dois vilões em meio a um monte de caixas. Os outros concordaram, mas permaneceram quietos.

O treinador dos pokémons psíquico olhou com desdém para o ex-líder devido à grosseria do mesmo, então puxou uma pokébola do bolso e disse:

- Alakazam, procure algo suspeito aqui.
- Não será necessário. - Disse uma voz já conhecida, era Austin. - Sinto-me enaltecido de ter a presença ilustre dos vossos senhores. Não gostareis vós de ajuntarem-se a um lanchinho?
- Cala a boca, Austin! - Gritou Oak. - Dragonite, eu escolho você!
- Poupe-nos dessas batalhas estapafúrdias! Venhais todos vós junto a mim.

O vilão principal então levou os sete presentes até um elevador. Entrou obviamente com todos eles lá. Ao perceberem que o andar estava limpo, o trio dos vilões do cabelo colorido saiu do esconderijo e a líder esbravejou:

- Esse merda do Austin só ferra com nossos planos! Quer dizer, aquele trio cheio de viadagem falando cultamente é só frescura, porque planos bons eles nem têm! Era tão simples se eles nos auxiliassem enquanto criávamos o plano e eles aplicaram de maneira que ninguém desconfiasse, afinal eles são muito bonitos e educados para serem ladrões. Não vejo a hora “daquilo” dar certo...

-x-

O homem bem alinhado direcionou “os sete do bem” até uma sala, lá tinham vários televisores, e cada um mostrava uma situação diferente, era uma das centrais de câmeras de rua da cidade de Saffron. Ao ver todas aquelas situações eles ficaram surpreendidos, as ruas estavam cheias de Rocket, que batiam ou assaltavam as pessoas. Porém o mais surpreendente era a líder do ginásio da cidade sequer se pronunciar sobre o caso.

- Essa Equipe Rocket é um bosta mesmo. - Esbravejou Lurly. - Não entendo, qual o objetivo de vocês?
- Cômico. Achas mesmo que falaria o objetivo de nossa equipe? - Riu Austin.

Então o ex-líder simplesmente saiu do local sem falar nada. O campeão da liga e o professor Carvalho o seguiram, em seguida, os outros jovens foram atrás dos três.

O garoto abriu a porta do edifício e andou um pouco até ser surpreendido por duas enormes criaturas. Um era um grande e roliço pokémon, era Snorlax. O outro, uma serpente marinha azul gigantesca, era Gyarados. Os comandantes eram já conhecidos, Jackson e Anthony.

- Filhos da mãe! Pidgeotto, Vulpix, saiam!
- Lurly, se afasta! - Gritou Nero. - Isso não é uma batalha de adolescentes mimados, é uma batalha séria que exige muita experiência. Agora deixe-nos lutar. Slowking, venha!
- Dragonite, apareça! - Disse Carvalho, que chegou junto com o treinador de pokémons psíquicos.

O jovem, que prestava atenção na luta, distraiu-se ao ouvir passos rápidos, eram os outros adolescentes que estavam lá.

-x-

- Agora é o fim do Carvalho e do Nero. - Riu o líder dos vilões.

-x-

De um lado estava os já citados Gyarados e Snorlax, do outro estava um pokémon rosa bípede com uma espécie de concha na cabeça, e um dragão gigante e laranja.

- Comece! - Ordenou Anthony. - Snorlax, Hyper Beam!
- Rebata! - Retrucou o velho. - Hyper Beam também!
- Gyarados vamos um combate contra aquele lesado ali! Thunderbolt!
- Tsc. Tão inútil. - Suspirou o loiro. - Quer mesmo vencer o campeão com uma estratégia inútil dessas? Ice Beam!

O redondo abriu a boca e de lá saiu um brilhoso raio branco, que combateu com o mesmo movimento do réptil voador, ambos foram arremessados pra trás com a força do confronto, além de ficarem parados por uma rodada devido ao efeito do golpe. Em seguida, a cobra marinha começou a ficar envolta num brilho amarelo e lançou um poderoso raio elétrico, porém o raio foi combatido por um golpe de gelo, que acabou congelando a eletricidade e ainda atingiu o adversário, jogando-o longe.

- Hydro Pump! - Ordenou o campeão.
- Cara, você é muito burro, você é uma anta! - Disse Lurly. - Você vai usar um golpe de água contra um pokémon de água?
- Cala a boca! Eu sou o campeão dessa porra. Beijem meus pés, plebes!
- Ta, você ta se exaltando já.
- Verdade.

Todos bateram as mãos contra as testas. Então a evolução do Slowpoke abriu a boca e disparou uma imensa quantia de água, que empurrou o monstro dos mares para trás, devido à pressão exercida pelo golpe.

- Inútil. - Suspirou Anthony. - Rollout!
- Impeça com Dragonbreath!
- Gyarados, nossa luta é com aquele retardado ali! Dragon Rage!
- Isso não é suficiente! Psychic!

Snorlax então fechou-se formando uma bola, em seguida começou a rolar em direção ao dragão, que abriu a boca e cuspiu um enorme raio azul e bege, que atingiu o pokémon normal, mas devido ao seu formato redondo golpe partiu-se em duas partes, indo cada um para um lado. A serpente marinha em seguida abriu a boca e expeliu algo que se assemelhava a um feixe meio roxo, que entrou em combate com o aquático, que sofreu um pouco o dano, mas quase nada. Em seguida Slowking fechou os olhos e começou a levitar o adversário, jogando-o longe.

- Não imaginava que veria uma batalha boa contra a Equipe Rocket. - Surpreendeu-se Lurly.
- Claro, todas que você viu era você que tava lutando, não ia ganhar nunca. - Zombou John. Os outros jovens riram.
- Vou te matar moleque!
- Crianças, não é hora de brincadeiras. Eu e o Carvalhoso estamos aqui lutando contra esses idiotas e vocês ai brincando. Vão deter os outros Rockets espalhados pela cidade.

Então os cinco se dispersaram. Cada um seguiu por uma direção. Então a luta continuou, dessa vez só com os quatro ali.

- Pobres jovens. - Riu Austin. Os outros dois estavam com escutas e ouviram, soltaram um sorrisinho no canto da boca. - Acham que obterão êxito tão facilmente.

-x-

Lurly caminhava pelas ruas da cidade. Ouviu uma movimentação estranha, foi se aproximando.

- Golbat, agora! Supersonic!

O morcego roxo abriu a boca e começou a gritar estrondosamente, o ex-líder não aguentava o barulho insuportável, estava com os ouvidos tapados, era ensurdecedor o barulho.

- Vulpix, vai lá!
- Patético! - Disse uma voz masculina que foi se aproximando. O uniforme Rocket era conhecido já. Esse era mais um simples soldado, mas parecia bem mais forte que os outros. - Supersonic!
- Will-o-Wisp!

O voador continuou a gritar. Aquilo ensurdecia a raposa, mas ela abriu a boca e cuspiu uma bola roxa, que expeliu um fogo de mesma cor, que atingiu Golbat, fazendo-o gemer, então cancelando o ataque supersônico.

- Você é mais fortinho, mas ainda é um soldado rocket, ou seja, um bosta. - Riu o ex-líder. - Ember!
- Idiota mesmo. - Ironizou o homem. Em seguida, ele jogou uma bola preta no chão, que expeliu uma grande fumaça, que ao abaixar revelou que o homem já não estava mais lá.
- Filho da mãe.

O moleque correu na direção de volta ao “combinado”. Ao chegar lá se deparou com os outros jovens também correndo, e também viu que Nero e Carvalho estavam com seus pokémons, mas não tinha adversários. Todos os Rockets tinham usado as tradicionais bolas de fumaça.

- Os desgraçados fugiram. Mas não podem estar tão longe. - Esbravejou Francesca.
- É. A gente só precisa encontrá-lo! - Disse Lurly.
- Não. Eu e o Carvalho fazemos isso. Você, Lurly e vocês também, vão atrás da quinta insígnia de vocês, pois aposto que precisam dela. Agora deixe isso com gente grande, tá?

E então os dois subiram no Dragonite, que voou e foi embora pelos céus.

- Certo, vocês dois também vão pro ginásio?
- Não, a gente vai treinar por ai. - Disse Tommy. - Até algum dia.

O trio de protagonistas acenou pra eles e seguiu pela rua que levava até o ginásio da cidade. Por mais que fosse uma metrópole, o ginásio era perto, então dava pra ir a pé. Na verdade era porque estavam sem dinheiro mesmo, mas isso não vem ao caso. Caminharam bons metros e chegaram a uma construção dourada, impecável, duas pilastras de prata seguravam uma placa, que dizia “Ginásio de Saffron”, por fora era muito bonito o ginásio, nem parecia aquela coisa feia de sempre. Então se aproximaram das portas, que abriram automaticamente. Ao entrarem, viram um campo de batalha, vazio, até que ouvem um barulho de palmas e a luz acende.

Uma mulher com um vestido negro e detalhes brancos aparece, não parecia ser a líder, afinal, aquela roupa era parecida com roupa de empregada, era aparentemente nova.

- Aposto que vieram desafiar a líder. - Suspirou a mulher. - Mas ela está em crise existencial e fugiu pro farol de Cerulean, deixando o ginásio às moscas.
- Eu até vim aqui pra desafiá-la mesmo, mas agora que eu te vi, meu alegre coração palpita, me dê a mão pra fugir dessa terrível escuridão. - Disse Lurly, já jogando uma cantada.
- Que bonitinho. - Disse ela dando uma risadinha.
- Não moça, ele é um tarado e pervertido. Não caia nessas cantadas fofinhas. - Esbravejaram John e Francesca simultaneamente.

Então a menina virou as costas e foi embora.

- Vocês são uns otários. A primeira vez que eu ia pegar alguém nessa jornada e vocês vão lá e estragam.
- Primeira? E eu? - Indagou a ruiva.
- Ah é, até esqueci de você. - Falou dando uma risada, já correndo depois.
A garota correu atrás dele e John só riu. E assim termina o capítulo.

To be continued...


E é isso. O Capítulo ficou com pouquíssima narração, admito, e também ficou meio confuso, mas enfim. É isso e espero que comentem Very Happy
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Aphrodite em Sab 29 Mar 2014 - 11:01

Capítulo muito bom mesmo, estou rindo até agora kkkk.
vamos ao comentário:
Você se supera aa cada capítulo Til Black, Um mais sensacional e emocionante que o outro, só não demore tanto para postar meu caro jovem, foi um dos mais engraçados e irreverentes que eu já vi, não via emoção assim faz tempo. e isso é só terminou o comentário kk
avatar
Aphrodite
Membro
Membro

Masculino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 22/01/2014

Frase pessoal : Segunda temporada? Não me faça rir.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por xKai em Sab 29 Mar 2014 - 11:25

Verdade, teve pouca narração e muitas falas, mas não achei que foi confuso não xD

Professor Carvalho ta bem mudado na tua fic, to acostumado com o calmo, pacífico e poeta Oak, mas aqui ele até que da medo O.O'

Esses Rockts já tão enchendo o saco, me pergunto o que eles tem planejado, será algo grandioso e inovador, ou clichê? O Lurly ta começando a perder a pinta de protagonista -q Nesse capítulo ele foi quase um figurante kkk Até que curti essas tretas todas rolando na cidade de Saffron que sempre foi uma das minhas favoritas, até o próximo capítulo.

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Adventures of a Gym Leader

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum