Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

O Cavaleiro das Trevas

Ir em baixo

O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por cocotinha_white124 em Sab 20 Abr 2013 - 16:22

História e texto por Knew Miguel e Andreoli Henrique.
Os Santos. A Família mais respeitada do Rio, seja pelo dinheiro, seja pelos contatos.
Sobre o túmulo de seus pais, baleados em uma guerra de facção, um jura sua lealdade. Enquanto o metal em formato de máscara toca seu rosto de leve, e a brisa tráz um cheiro de maconha, Cleison promete a si mesmo: De hoje em diante, o Complexo do Alemão não vai mais descançar, pois oficial mente, o Cavaleiro das Trevas define aqui como sua atual cruzada.

Personagens:


Cleison dos Santos / Batman

Um jovem de 18 anos, nascido em uma família rica, teve seus pais mortos em uma guerra de facções, e viveu desde então com seu mordomo, Alfredo. Após atingir maioridade decidiu combater o crime, e impedir que mais mortes semelhantes a de seus pais ocorram pelas mãos dos criminosos brasileiros. Cleison para fazer suas justiças assume a identidade do heroico Batman, e conta com suas habilidades e um imenso arsenal para derrotar os criminosos do RJ.



Alfredo de Oliveira

O fiel mordomo da família Santos, cuidou de Cleison após o falecimento de seus antigos patrões e atualmente ajuda o jovem cavaleiro em suas batalhas.



Crocodilo

O primeiro oponente que Batman enfrenta em sua jornada, ele habita os esgotos do Complexo do Alemão. Crocodilo revela que adquiriu sua força para o Cavaleiro através de mutações na base do governo que se encontra no Acre.

O Manto

Cleison vestia seu uniforme de lycra, por fim fechou o fecho em suas costas e, colocou a capa negra e máscara de morcego. O jovem de 18 anos de idade olhava-se no espelho, encarando o símbolo em forma de morcego em seu peito. Assim desceu as escadas, cuidando para não tropeçar em seu manto.
- Então está será sua vida, patrão? - perguntou uma voz atrás do homem.
Virou-se então para encarar o rosto idoso de seu mordomo Alfredo.
- Alfredo, eu tenho que fazer isto, é meu destino.
Então o jovem correu pela porta, deixando seu mordomo para trás e indo em direção à garagem, assim, o inexperiente cavaleiro das trevas montou em sua vespa amarela, acionando o motor da motinho partiu em direção ao asfalto negro da cidade. Se seus contatos estiverem corretos, um caminhão transportando toneladas de drogas está indo em direção à crackolândia e, Batman o impediria. Todos olhavam curiosos na direção do homem fantasiado encima da vespa à 30 km por hora, pensando que porra aquele doido estava fazendo.
Por fim, o cavaleiro das trevas avistou o caminhão, ele o seguia com a vespa, sua capa voando ao vento, o sol aquecia suas costas de forma calorosa.
- Preciso me içar ao caminhão. - disse Cleison para si mesmo.
Agarrou então um barbante e uma pedra de sua pochete de utilidades, amarou a pedra no barbante e lançou na traseira do caminhão, se prendendo ao mesmo. Pulou da vespa, mas invés de se agarrar na traseira, escorregou para baixo do mesmo, sua barriga se esfolou no asfalto, o barbante se rompeu, e o cavaleiro do RJ ficou estatelado no chão da rua vazia e obscura, enquanto o caminhão continua seu curso, sem seus motoristas ao menos notar a ação do cavaleiro do RJ.
Um pastor caminhava pela calçada, até então avistar Batman.
- Ó, um drogado! - dizia o pastor, ajudando o herói a se erguer. - Não se preocupe, Deus lhe mostrará o caminho divino.


Última edição por Andreoli em Sab 4 Maio 2013 - 2:37, editado 1 vez(es)
avatar
cocotinha_white124
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/02/2012

Frase pessoal : Na ponheta ele é ambidestro - Black


Ver perfil do usuário http://andreoli17.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por knew em Sab 20 Abr 2013 - 17:31



Vencedores não usam drogas
Levando a cruz até o peito, o pastor começou a recitar alguns trechos bíblicos aleatórios, enquanto tentava buscar alguma mensagem neles e explicar para Cleison.

- Por que oramos todos os dias em vez de irmos para a igreja, Cleison ? - O grande homem sempre fazia essa pergunta ao filho durante o jantar.
- Para que outras pessoas não precisem orar por nós, pai.

O pai sorria para o filho enquanto limpava a gordura do frango em sua camisa do flamengo.
"E o pior é que eles nos cobram dinheiro."
Um flashback estranho, em uma hora inusitada. A costa do cavaleiro das trevas ainda estava ralada, e sua cabeça doia.
Será que o pastor ao menos tinha checado a situação dele, antes de leva-lo ?
- [...] Amém.! - A voz grave do pastor interrompia os pensamentos do justiceiro. - A partir de agora, Deus tirou todas as pedras do seu caminho, se é que me entende.
Ainda confuso, o jovem Cleison encarava o homem, enquanto analisava o quarto ao seu redor, parecia uma garagem.
- Bem ... Já que você está livre da droga, agora o dinheiro que sustentava seu vicio pertence a casa do senhor.
Só depois de tais palavras, Cleison percebeu que sua pochete não estava com si.
Irritado, mas ainda sem dizer uma palavra, nocauteou o pastor, e começou a vasculhar seu corpo em busca do precioso cinto de utilidades.


- Olha só essa moto cara.
Um acontecimento realmente grandioso, para assim os viciados largarem os cachimbos e irem analisar a estranha moto amarela, que misteriosamente apareceu deslizando na pista.
- CALMA GALERA, É MINHA! - O homem de touca com o simbolo do Botafogo se aproximava da moto. - MAS TROCO POR QUATRO PEDRINHAS, QUEM QUER ?
A multidão revirava seus casacos velhos. Não comiam a dias, e mal conseguiam andar direito, mas ter uma moto realmente parecia tentador.
- METE O PÉ, ELA É MINHA, ISSO SIM.! - Outro viciado gritava, enquanto empurrava a multidão.
"Não, é minha!."
"É minha e quem chegar perto apanha."
"Larga as pedra e vem na mão.!"
Os gritos de provocação marcavam o inicio de mais um acontecimento, a guerra pela vespa.




Terminando de vasculhar o bolso do pastor, Cleison finalmente identifica sua pochete em um criado-mudo.
Sem tempo para prende-lá a cintura, o cavaleiro corre em direção a única fresta onde poderia ver a luz do sol. Depois de se esgueirar por alguns becos, finalmente identifica um ponto de onibus.
"Se ao menos não tivesse perdido minha moto, não passaria por isso."

avatar
knew
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/12/2011

Frase pessoal : deus é top


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por Vulc em Dom 21 Abr 2013 - 13:36

Eu me perguntei por muito tempo como seria o Batman se fosse brasileiro..E realmente não parece algo muito heróico. Laughing

Curti muito a fic. Achei um erro antes do primeiro capítulo, onde escreveu oficialmente separado, mas só isso que vi de grave. A história está hilária e quero continuar lendo para saber o desfecho das desventuras do morcegão "brazuka".
avatar
Vulc
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 13/03/2010

Frase pessoal : I'm still into you


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por Nivans em Dom 21 Abr 2013 - 19:06

Gostei bastante da sua fic. Achei bem criativo essa do Batman brasileiro e a história ficou até engraçada ao meu ver. Ri um pouquinho, bem de leve, nesse capítulo 2. Ah, bem estranho aquela coisa toda do pastor... Sério, essa dele ter pego o dinheiro do Cleison foi muito tensa. Mas pior que isso foi a reação dele, nocauteando o homem. Você é bem criativo!

Notei alguns errinhos durante esses primeiros capítulos. Você separava as palavras das pontuações de maneira que não considero a ideal. Vi que também usaste ponto final junto de exclamação e alguns pequenos erros ortográficos, deixando de acentuar uma ou outra palavra. Nem vou quotar os erros, não vejo como uma coisa necessária a se fazer nesse momento.

Enfim gostei desse Batman BR e dessa história que, em certas partes, foi até bem cômica. Estarei acompanhando e espero o próximo capítulo!

Nivans
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/11/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por Cap'n Cook' em Dom 21 Abr 2013 - 19:50

Incrível. Fantástico. Oscar.
Enfim, caprichem mais nessa comédia, minha gente, dá pra melhorar.
Christopher Nolan mandou beijos.
avatar
Cap'n Cook'
Membro
Membro

Masculino Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 13/12/2011

Frase pessoal : Because everybody hands a poison heart


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por cocotinha_white124 em Seg 22 Abr 2013 - 15:09

Vulcano escreveu:Eu me perguntei por muito tempo como seria o Batman se fosse brasileiro..E realmente não parece algo muito heróico. Laughing

Curti muito a fic. Achei um erro antes do primeiro capítulo, onde escreveu oficialmente separado, mas só isso que vi de grave. A história está hilária e quero continuar lendo para saber o desfecho das desventuras do morcegão "brazuka".
Valeu, tem erros porque né, Knew e eu escrevemos rápido e sem revisar. Continue lendo e se puder comentando também ;3

neXus escreveu:Gostei bastante da sua fic. Achei bem criativo essa do Batman brasileiro e a história ficou até engraçada ao meu ver. Ri um pouquinho, bem de leve, nesse capítulo 2. Ah, bem estranho aquela coisa toda do pastor... Sério, essa dele ter pego o dinheiro do Cleison foi muito tensa. Mas pior que isso foi a reação dele, nocauteando o homem. Você é bem criativo!

Notei alguns errinhos durante esses primeiros capítulos. Você separava as palavras das pontuações de maneira que não considero a ideal. Vi que também usaste ponto final junto de exclamação e alguns pequenos erros ortográficos, deixando de acentuar uma ou outra palavra. Nem vou quotar os erros, não vejo como uma coisa necessária a se fazer nesse momento.

Enfim gostei desse Batman BR e dessa história que, em certas partes, foi até bem cômica. Estarei acompanhando e espero o próximo capítulo!
Vlw Kabe, é, o mesmo que disse pro Vulcano, escrevemos bem rápido e sem prestar atenção, sem falar que não escreveremos de forma muito formal já que é uma fic de comédia. A parte do pastor foi realmente exagerada, mas a questão de ter pego o dinheiro foi um critica aos pastores que chegam a ameaçar os fieis a pagar o dizimo, e ele socou para recuperar sua pochete e como visto no flashback, tem certo ódio de coisas assim. Vamos tentar melhorar na comédia, estamos ainda tentando encontrar um estilo pra essa fic.
Fusca escreveu: Incrível. Fantástico. Oscar.
Enfim, caprichem mais nessa comédia, minha gente, dá pra melhorar.
Christopher Nolan mandou beijos.
vlw
msm dito acima



O Invencível Crocodilo e a Misteriosa Terra Esquecida

O homem corria pela mansão dos Santos, com um Walktalk empunhado na mão. Descia as escadas rapidamente afim de encontrar seu fiel mordomo Alfredo.
- Alfredo? Me ajude aqui, irei sintonizar na rádio da policia.
- Claro patrão Cleison! - exclamou o mordomo pronto a realizar a tarefa a qual foi designado, fazendo um sinal com as mãos para seu chefe se sentar em um poltrona de couro.
Assim o mordomo se sentou no sofá ao lado da cadeira, aproximou-se a cabeça junto à Cleison, ambos olhando curiosos pro aparelho. O jovem começou a tentar sintonizar em alguma rádio da policia. Um ruído irritante saia do Walktalk, e por fim uma voz fina, mas que era claramente de um homem começou a falar - "Jorge, me passa uma rosquinha", "Beleza, Uóchiton, pega aí... Na boa, viu ontem BBB14? Aquela putinha da Janaína tava muito gostosa de coelhinha e..." - Assim o adolescente modificou novamente o sinal, e uma voz de mulher começou a guinchar - "Isso general Darci... Isso, isso, mais fund... - Alfredo pegou o rádio das mãos do garoto e modificou novamente o sinal.
- Não acho que o senhor deveria ouvir este tipo de saliência e...
- Espera, escuta a rádio. - disse Cleison apontando para o aparelho
"Aviso! Repito, viaturas 324 e 420, assalto em uma padaria próxima ao posto Ipiranga perto do Complexo do Alemão..."
- Patrão? Não está pensando em...
Antes que o fiel mordomo terminasse sua frase o jovem fugiu da sala, para vestir o sagrado manto do cavaleiro do RJ.

O protuberante Batmóvel deslizava pelas ruelas de paralelepípedo. O Gol 2000 com Batadesivos em suas laterais era o carro perfeito para um vigilante como o Batman. Um veículo arrojado, simples, que não levanta suspeitas, podendo atacar criminosos quando os mesmos menos esperam. Sirenes, pinturas claras mostrando sua facção, esses policias são muito espalhafatosos, pensava Cleison.
- Na boa, nem vou entrar nessa padaria, parece que tem um negão fudendo tudo lá dentro, Uóchiton. - comentou uma voz ao lado do Batmóvel.
O cavaleiro olhou para a direção da voz e viu dois policiais conversando, um deles era magricelo e alto, enquanto seu companheiro era baixo e obeso, se deliciava com uma rosquinha enquanto as migalhas da mesma caiam no uniforme.
- Né Jorge, parece que tá armado... Ah, sei lá, o chefe nem vai saber, vamos sair daqui, essa padaria que se fôda. - falou o PM magrelo.
Os PMs foram em direção ao carro, e por fim, o Homem-Morcego saiu do Gol 2000, passando pelos guardas. Cleison ouviu a suas costas os policiais chamarem reforços, afinal uma espécie de homem com roupa de sex shop e capa passara por ali, provavelmente um novo bandido. O homem ignorou-os, assim, adentrando a padaria. Pessoas estavam deitadas, enquanto um homem negro e bonito mirava uma arma para elas, era alto, magro e tinha braços fortes. Batman sentiu uma contração no baixo-ventre mas não era hora para isto, então, sacou três bumerangues de plástico de sua pochete e os lançou contra a face do criminoso, alvejando certeiramente sua testa, fazendo o malfeitor direcionar sua atenção ao vigilante.
- Eu sou Batman. - disse o cavaleiro do RJ ao bandido.
- Vai se fuder, seu viadinho! - berrou o homem contra Cleison.
O criminoso atirou diversas vezes contra Batman, acertando janelas e as espatifando em milhares de fragmentos, quando o herói abriu os olhos estava intacto, porém o homem corria morro acima. O vigilante partiu na direção do morro, perseguindo o malfeitor. O Homem-Morcego tinha vantagem pelas suas roupas de lycra, enquanto o seu adversário utilizava um jeans(provavelmente roubado). O bandido se atirou em um bueiro que estava quebrado próximo a um ponto de tráfico. O cavaleiro das trevas pulou no esgoto, afim de capturar o fugitivo.
A escuridão dominava o local, até mesmo aquele que se denominava como o filho das trevas mostrava dificuldade em enxergar naquele lugar sujo e malcuidado. Ele ouvia passos ao longe, talvez do seu perseguido, deveria seguir os sons. O silêncio impiedoso era assustador, quebrado somente pelos passos distantes, que a cada passo que o vigilante dava ficava maior, até o ponto de ser ensurdecedor, aquilos não pareciam mais passos, caso fossem, com toda certeza não eram humanos. Aos poucos era possível ouvir além das batidas sincronizadas uma voz, a voz de um garoto, recitando versos. "Favela queria e tão discriminada", "Refúgio de um povo sem direito a nada", "É lá que eu vivo, lá é minha quebrada". Os barulhos chegaram ao máximo quando o cavaleiro encontrou uma parede sólida a sua frente, tendo somente uma direção, um corredor para a direita a sua frente. Batman correu em direção ao corredor, e lá, lá havia um monstro. Um homem com mais de 2 metros de altura rebolava, sua cara era horrenda, seu queixo dividia-se em 3 parte, olhos animalescos, braços e peito gigantescos, seus músculos possuíam músculos, a pele do gigante tinha uma tonalidade esverdeada e era recoberta por grossas escamas, vestia somente uma grande calça de tactel meio caída, mostrando uma cueca branca e sua face era adornada por um juliet.
- ...Eta lugar bom que não troco por nada. - cantava o estranho homem em uníssono com a música tocada no rádio preso à sua calça.
Nesse momento o cavaleiro das trevas se jogou na direção do gigante, que só percebeu o inicio da batalha quando foi alvejado por um forte murro do vigilante do RJ. Batman acertou mais três socos na barriga do estranho ser, por fim, o herói caiu encima dele, impedindo-o de se lavantar.
- Então cara, agora eu tenho que te derrotar e levar até um lugar visível e exibi-lo como troféu. - disse Batman.
- Por que ?
- Porque você é do mal, ué.
- Por que acha que eu sou do mal ?
- Você é feio, está no esgoto de uma favela e ouvindo MC Guimé em um radinho, com certeza é traficante.
- Pessoas feias que moram em uma favela e ouvem MC Guimé não podem ser do bem?
- Não.
- Cara, cê não tem moral pra falar de mim. Cê usa uma fantasia de Sex Shop, te [palavra censurada].
O gigante irritado mandou o Homem-Morcego ao alto.
- Sabe quem sou? O poderoso Crocodilo! - vociferou o homem ao cavaleiro.
O poderoso adversário utilizou-se de um golpe circular com seu braço, atingindo Cleison e o mandando para longe. Seguiu a luta atingindo o herói com um chute na face, seu nariz começou a sangrar. O vigilante começou a correr, enquanto Crocodilo lhe perseguia com fúria. O cavaleiro virou-se ao topar com um beco sem saída, sem alternativa, sacou seu celular, um Nokia antigo, e, o lançou contra o adversário, que foi alvejado pelo projétil na sua virilha. O gigantesco inimigo caiu, forçado pela dor nauseante que atingia sua região pélvica. Cleison lhe atingiu com diversos murros na face. Crocodilo então cuspiu um pouco de sangue no chão escuro e úmido.
- Porra, ta louco me tacando esse bagulho? quer desmoronar essa merda?
- Cala a boca! - urrou Batman sério, repreendendo o vilão. - Quem é você?
Crocodilo olhou triste para o chão e lançou um olhar dramático ao herói.
- Quer mesmo saber como fiquei assim?
- Não, só quero saber qual seu nome.
- Mas eu quero desabafar, [palavra censurada]. - berrou o vilão. - Tudo começou quando eu roubava, mas certo dia, um laboratório secreto no Acre me utilizou de cobaia para um teste para criar super-força em humanos e me torne...
- Hã? Oquê? Quem é Acre? - perguntou o cavaleiro das trevas aturdido.
- É um lugar terrível, uma terra perdida, ninguém sabe onde fica, parece que fica pra cima do RJ, nem eu que estive lá sei ao certo. Fazem experimentos macabros com pessoas, há uma base de inteligência, tão avançada quanto a NASA, na verdade, acham que é a principal filial. Usam pessoas e animais de cobaias, fazem isto - disse o homem apontando um dedo para si mesmo. - , pesquisam sobre alienígenas. Até mesmo a Deep Web não possui informações sobre este lugar. - dizia Crocodilo em um tom sinistro e apavorado. - Dizem que a única forma de atravessar sua fronteira é plantando bananeira, caso contrário você morre, não sei ao certo, mas é o que os boatos dizem.
- Obrigado. - disse Batman, saindo do túnel, precisava achar o Acre, aquilo era um risco ao mundo.
Ao chegar à ruela novamente, e puxar para fora do buraco sua capa molhada, dirigiu-se ao Batmóvel, ligou o motor do Gol 2000 e começou a dirigir, ele precisava salvar o mundo mais uma vez.


Última edição por Andreoli em Seg 22 Abr 2013 - 15:27, editado 1 vez(es)
avatar
cocotinha_white124
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/02/2012

Frase pessoal : Na ponheta ele é ambidestro - Black


Ver perfil do usuário http://andreoli17.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por laser queer em Seg 22 Abr 2013 - 15:24

Poxa, acabei esquecendo de comentar e tudo mais.

Bom, a fic está hilária. Gostei bastante desse último capítulo e espero que consigam ir até o final. Ainda bem que os loucos do Brasil são preguiçosos o bastante para não vestirem uma roupa de herói em quadrinhos, por que né.

Os erros, é, tem, mas nem atrapalham a leitura e tal. Ficou legal mesmo, parabéns. :3
avatar
laser queer
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 16/12/2011

Frase pessoal : Freeze? I'm a robot, not a refrigerator.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por Cap'n Cook' em Seg 22 Abr 2013 - 15:49

Vou encomendar adesivos do batman pra por no meu gol 2000. Ou não. Estudos comprovam que a área 51 se encontra no acre. MC Killer Cro. Falous.
avatar
Cap'n Cook'
Membro
Membro

Masculino Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 13/12/2011

Frase pessoal : Because everybody hands a poison heart


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por Vulc em Seg 22 Abr 2013 - 15:59

Bom capítulo, mas achei um erro no início, algo como "sentar no poltrona" Laughing

Gostei muito, as piadas com Acre, batman com roupa de sex shop, Jorge me passa uma rosquinha. Continua fazendo essa merda que eu to lendo.
avatar
Vulc
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 13/03/2010

Frase pessoal : I'm still into you


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por Ari Tasarov em Seg 22 Abr 2013 - 16:56

Caraca, tô gostando muito da fic, o humor em si ficou muito bom, sério! *-* Well, vou comentar apenas desse último episódio, que eu adorei. Não sei porque eu ri naquela parte que o Batman tava trocando de estações no Walktalk, não sei porque, rs'. A história tá tomando um rumo legal agora que ele vai pro Acre encontrar esse laboratório que transformou o Crocodilo, sério, me deixou curiosa pra saber o que vai acontecer. Como eu disse, o humor tá bem legal, sem ser forçado.

Achei apenas alguns errinhos, como o Vulcano disse foram que uma vez tu escreveu ''no poltrona'' e ''três parte" ao invés de ''três partes", mas nada que tivesse me atrapalhado muito na leitura. -q Errinhos bobos, muitas vezes cometidos por falta de atenção... ê.ê Enfim, acho que poderias organizar melhor, dar um enter entre os parágrafos, porque algumas vezes eu me perdi aí no meio.
avatar
Ari Tasarov
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/03/2012

Frase pessoal : paradise


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por knew em Ter 23 Abr 2013 - 14:25

Malvo escreveu:Poxa, acabei esquecendo de comentar e tudo mais.

Bom, a fic está hilária. Gostei bastante desse último capítulo e espero que consigam ir até o final. Ainda bem que os loucos do Brasil são preguiçosos o bastante para não vestirem uma roupa de herói em quadrinhos, por que né.

Os erros, é, tem, mas nem atrapalham a leitura e tal. Ficou legal mesmo, parabéns. :3
vlw cara
e sim, vamos tentar ir até o final

Fusca escreveu: Vou encomendar adesivos do batman pra por no meu gol 2000. Ou não. Estudos comprovam que a área 51 se encontra no acre. MC Killer Cro. Falous.
trabalhar pra comprar processador novo que é bom

Vulcano escreveu:Bom capítulo, mas achei um erro no início, algo como "sentar no poltrona" Laughing

Gostei muito, as piadas com Acre, batman com roupa de sex shop, Jorge me passa uma rosquinha. Continua fazendo essa merda que eu to lendo.
acre sempre será motivos de piada
e vlw por comentar, vms continuar sim
Candy escreveu:Caraca, tô gostando muito da fic, o humor em si ficou muito bom, sério! *-* Well, vou comentar apenas desse último episódio, que eu adorei. Não sei porque eu ri naquela parte que o Batman tava trocando de estações no Walktalk, não sei porque, rs'. A história tá tomando um rumo legal agora que ele vai pro Acre encontrar esse laboratório que transformou o Crocodilo, sério, me deixou curiosa pra saber o que vai acontecer. Como eu disse, o humor tá bem legal, sem ser forçado.

Achei apenas alguns errinhos, como o Vulcano disse foram que uma vez tu escreveu ''no poltrona'' e ''três parte" ao invés de ''três partes", mas nada que tivesse me atrapalhado muito na leitura. -q Errinhos bobos, muitas vezes cometidos por falta de atenção... ê.ê Enfim, acho que poderias organizar melhor, dar um enter entre os parágrafos, porque algumas vezes eu me perdi aí no meio.
what, sério isso ?
as vezes eu acho o humor meio forçado -q
vlw por comentar, sally





A Grande Caçada

Em apenas uma semana, o blog que o cavaleiro das trevas fizera já estava no pico, graças a desocupados que perdiam o tempo vendo uma busca por uma possível base militar no Acre. Cleison estava confuso. Uma base secreta totalmente protegida seria quase impossível de ser achada. Cada capivara, cada mico leão, podem ser a chave da entrada. Mas não importa, a sua missão deveria continuar. O Acre parece ser um lugar perigoso para a humanidade, e MC Crocodilo é a prova disso.

- Vocês tem certeza disso, companheiros ? - Uma voz rouca questionava todos em volta da mesa quadrada com o logo da Itaipava.
- Sim, Luiz. - A resposta vinha como uma bala. - Se as pessoas começaram a acreditar nele, ou pior, se ele realmente achar a base, vai resultar na morte do nosso governo.
- E qual a solução que vocês apresentam ?

Um homem alto que estava encostado numa parede próxima a mesa pigarreou alto.

- Eu tenho a solução. - Todos olharam fixamente para a silhueta dona da voz. A barba longa e o olhar de viciado denunciaram tudo, era Cid, do Não Salvo.
- Meu caro Cid, o que iremos fazer ? - A voz rouca voltava a questionar.
- O blog dele passou em acessos do meu, e nesse momento eu já achei a solução para isso. Um assassino de aluguel, o melhor deles.

Todos olharam fixamente para Cid, Luiz parecia assustado, mas Dilma tinha total certeza de que aquilo era o certo.

- Mas ele é caro, muito caro.
- Tudo bem, nós pagamos.


- Homem branco imitar tatu. - O cacique tentava ser o mais claro possível.

Por um instante, Cleison questionou se esse tribo local realmente era uma testemunha.

- Só isso ?
- Sim, homem branco nunca mais voltar. Toca do tatu sumir.
- O senhor pode me dizer onde que fica a toca do tatu ?
- Toca do tatu estar aqui. - O velho apalpava o solo. - E ali. - Agora apontava para uma montanha.
- Não não, mim procurar somente uma toca de tatu.
- Toca de tatu ser tudo. Toca de tatu trazer prosperidade.
- Não, toca de tatu trazer maldade.

Uma única frase errada e o caos começou. Toda tribo agora perseguia o cavaleiro. "Merda, não devia ter discordado das crenças deles", mas agora já era tarde de mais para se desculpar. Depois de tantos dribles e quedas ladeira a baixo, Cleison finalmente estava livre. "Homem branco imitar tatu, toca do tatu sumir", a voz do cacique podia ser ouvida a certa distância do vigilante. Se tivesse internet nesse local, essas palavras já estariam no blog do justiceiro, mas por enquanto, anotar em um rascunho deve bastar.

- Finalmente te achei.

Uma silhueta se revelava no topo de uma arvore, grande de mais para ser um macaco.

- Quem é você ? - Ainda com iPhone em mãos, o cavaleiro questionava o grande primata.
- O seu ceifador!

Mal terminou de falar e já disparou bombas de fumaça no local. Cleison sabia que deveria manter a calma, mas não fizera isso. Preferiu ficar correndo igual uma bichinha, enquanto desferia uns socos em algumas arvores aleatórias. O assassino não entendia nada. Através do óculos com visão de calor, só via as ações aleatórias do cavaleiro. "Me pagaram tanto para matar esse retardado? É meu dia de sorte" pensava o Ceifador entediado. Por algum tipo de milagre, o jovem conseguiu acertar os óculos super modernos do exterminador.
O vidro atingiu o olho do profissional, que por "causas estratégicas", preferiu recuar. A fumaça abaixou e Cleison não tinha a minima ideia do que tinha acontecido.
avatar
knew
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/12/2011

Frase pessoal : deus é top


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por Vulc em Qua 24 Abr 2013 - 22:32

Ficou bom esse capítulo. Só achei esse cacique meio tenso ai.

Quem diria, Dilma e Cid do mesmo lado :0
avatar
Vulc
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 13/03/2010

Frase pessoal : I'm still into you


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por xKai em Ter 14 Maio 2013 - 22:31

Fenomenal!!

Muito criativa a fic, morcegão brazuka Rules  cheers


Black: Fanfic trancada por inatividade. Caso queira reabri-la mande uma MP a qualquer FFM.

________________

avatar
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/05/2013


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Cavaleiro das Trevas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum