Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Pokémon Kanto Chronicles

Ir em baixo

Pokémon Kanto Chronicles

Mensagem por Tsurugi em Sex 8 Mar 2013 - 20:52

Well, estou começando uma fic nova, como dá pra perceber. Espero que gostem, estou me esforçando pra não abandoná-la e voltar a vender miojo na esquina -n
A fic vai se passar em Kanto, no começo pode parecer bem clichê, mas depois vai evoluindo e evoluindo até se tornar bem agradável. Na maioria das vezes os capítulos sairão nas sextas, amanhã será uma exceção. Eu sei, já usaram esse nome bem umas 3 vezes, mas nenhuma das fics chegaram até o final, e do mesmo jeito se essa não for, sinta-se à vontade pra escrever uma fic com o mesmo título. A maioria dos capítulos pode ter vários palavrões e porrada entre treinadores, tentei deixar o mais humanamente possível, sem deixar de perder o toque de Pokémon em si. Me baseei bastante em fics como Ryuzaki Adventures (Calros Henrique), A Guerra de Sinnoh (-Ice) e em Aventuras em Zixus, do meu velho amigo DarkZoroark.

Personagens:
Ainda em construção.
Sumário:
Volume I – The Bulbasaur'sTrainer.
Prólogo
Capítulo I - Versus Caterpie!
~~X~~
Era uma noite chuvosa na pequena cidade de Pallet, quase todas as casas estavam com as luzes desligadas, a única iluminação nas ruas era a de postes. Era uma noite tranqüila, um vento frio balançava os pinheiros que cercavam a cidade. Era por volta das 23:40h da noite, em uma casa relativamente grande, um garoto via televisão em seu quarto.

- Beleza! Chuta a bunda mal-lavada desse Kadabra, Machoke! – Torceu o garoto, olhando animado para uma luta que passava na TV.

O quarto do menino era cheio de Posters de treinadores e seus Pokémons, seu relógio de parede tinha o formato de um Magnemite e o pufe onde sentava era igual a um Poliwhirl, só que maior. O garoto tinha cabelos castanhos claros e olhos avermelhados, ele vestia uma camiseta azul escura e uma calça de pijama, além de um gorro branco. Era bem conhecido na cidade, seu nome era David Hetfield ou Dave, como era chamado por seus amigos.

‘’A luta continua muito acirrada entre Machoke e Kadabra! – Narrava um dos comentaristas. – Uau! Kadabra está...

Talvez Dave tivesse ouvido o resto da frase, se sua irmã não tivesse aberto a porta com força e feito uma rachadura na parede. O cabo da TV acabou saindo da tomada e conseqüentemente desligando-a. A garota fechou a porta e ligou a luz.

- Liz?! Não sabe bater na porta como uma pessoa normal?

- Já é pra você dormir, pirralho! – A moça brigou, enquanto tomava o chocolate quente de seu irmão, enquanto ele reclamava. – Cê tá fazendo barulho, assim vai incomodar os vizinhos! Eu e a mãe queremos dormir, então, fique quieto! Aliás, amanhã é a entrega dos Pokémon lá no laboratório do prof.Carvalho. Se gosta tanto de batalhas, por que não se torna um treinador? Quem sabe você se torna alguém na vida.

Nisso, ela fechou a porta e andou até o seu quarto, mal-humorada. Ela e Dave costumavam discutir o tempo todo. Liz tinha cabelos pretos e olhos castanhos, era um pouco alta. Era a irmã mais velha, sendo Dave o irmão do meio. Ele tinha um irmão mais novo – de oito anos – chamado Gregory.

- Liz idiota... Só quer se livrar de mim pra ganhar uma mesada maior... – Dave resmungou, se levantando e chutando o pufe em que estava sentado. – Mas se eu fosse escolher entre os três Pokémons iniciais... Nah, besteira. Não vou entrar nisso, já temos Pokémons demais aqui em casa, mais um só vai dar mais trabalho.

Irritado, o garoto desistiu de ver o resto da luta e se cobriu com os lençóis. O que ele não sabia é que no dia seguinte sua vida mudaria pra sempre.


Última edição por Tsurugi em Dom 10 Mar 2013 - 0:36, editado 1 vez(es)

Tsurugi
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 26/03/2012

Frase pessoal : Nuzleaf Rocks


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Kanto Chronicles

Mensagem por Black~ em Sex 8 Mar 2013 - 21:33

Bom, o fato é que não existe fanfic clichê, na verdade existe, toda fic é clichê, mas o autor tem que saber se livrar desses clichê, como adicionando algumas coisas legais, e principalmente escrevendo bem, mas enfim.

Palavrões e palavras pesadas são legais numa fic, pelo menos não fica aquela infantilidade que dá até tédio de ler, se é de adolescentes certamente terá palavrão, nenhum adolescente fica conjugando verbo no pretérito imperfeito e talz -q.

Eu vi a repetição até meio constante das palavras "Liz", "Dave" e acho que mais alguma (s) outra (s), tome cuidado com essas repetições, às vezes podem dar uma "enfeiada" na fic, espero que não, mas enfim.

Eu vi alguns erros, mas vou citar só dois, que foram esses:

Era uma noite tranqüila, um vento frio balançava os pinheiros que cercavam a cidade.

Segundo a nova regra ortográfica, não existe mais o trema, portanto está errado.

O cabo da TV acabou saindo da tomada e conseqüentemente desligando-a.

Segundo a nova regra ortográfica, não existe mais o trema, portanto está errado.²

Bom, eu ri da parte que o cara falou pra chutar a bunda mal-lavada do Kadabra -q.

A Liz me parece aquela irmã desgraçada que só quer ferrar o irmão e que mesmo assim nunca é culpada.

Mas enfim, acho que só e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Kanto Chronicles

Mensagem por Ari Tasarov em Sab 9 Mar 2013 - 15:35

Hey! o/ A maioria dos erros o Black já citou, que é o uso das tremas e a repetição do nome dos protagonistas. Tirando isso, gostei muito da fic... Acho que não existe esse negócio do "clichê", tudo depende do escritor e o que ele quer fazer com sua história e seus personagens. Na verdade, nem sempre uma jornada precisa ter aquele negócio da equipe do mal atrás dos mocinhos, existe sim um modo bem fácil de acrescentar qualquer coisa a mais aí no meio, como outro objetivo pro protagonista, mas aí é contigo.

Cara, curti sua escrita... Você consegue detalhar as coisas bem direitinho, tem uma narração leve, parabéns! Porém eu já digo que não curto palavrões em uma fic, fica ''feio'', mas aí é pessoal. Pois como o Black disse, um adolescente não vai se preocupar em conjugar os verbos corretamente, apenas não curto. Ah, mas fica de dica que não abuses dessas coisas aí, use-as no limite, ok?

Gostei da Liz... :3 Ela faz o perfil irmã brigona que faz de tudo pra deixar o irmão na pior e ele aquele resmungão que finge que não gosta dela. e-e Se essa foi a sua intenção, ficou muito bem construído! Boa sorte e estarei acompanhando!
avatar
Ari Tasarov
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/03/2012

Frase pessoal : paradise


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Kanto Chronicles

Mensagem por -Ice em Sab 9 Mar 2013 - 19:42

Entom, eu também acho que não existe clichê, a minha fic mesmo tem um grupo com dois meninos e uma menina, uma equipe do mal, um professor e talz, nem por isso é clichê, um bom escritos sabe deixar o clichê inteiressante.

Quanto ao palavrão eu não ligo muito, é só colocar a censura +10 e pronto, mas é bom usar moderamente, pois colocar um palavrão a cada linha também é demais, né? Também é bom escolher certamente o que vai usar.

Os personagens estão bem escritos e elaborados (apesar de que o cabelo castanho é muito usado, acho raro ver um loiro ou um ruivo em fics), mas eu fiquei em dúvida quanto a idade de Dave, eu pensei em uns 13~15 anos. Você podia falar né c:

Eu acho que o começo foi idêntico ao anime pokémon, o garoto com o quarto cheio de objetos de pokémon assistindo TV e a mãe (nesse caso irmã) enfurecida fala para ele ir dormir. Mas a primeira impressão é sempre a errada Razz

Fiquei curioso para saber em quê você se baseou da minha fic :3 O negócio é esperar
avatar
-Ice
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 03/02/2010

Frase pessoal : </∆>


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Kanto Chronicles

Mensagem por Tsurugi em Dom 10 Mar 2013 - 0:35

Fico feliz que tenham a mesma opinião que a minha quanto ao clichê, também acho que ele não existe, mas acho que ainda tem muita gente no fórum que pensa o contrário, então achei que seria bom logo avisar, pra deixarem de fazer comentários toscos e inúteis.
Black~: Desculpe pelos erros, nem percebi. O word costuma me trollar com isso, depois revisarei o prólogo pra procurar por outros erros.
iSally: Haha xD Pra a criação da Liz eu me inspirei na minha irmã mais velha, não que ela seja tão chata quanto a Liz, ela é bem pior. Vou evitar usar muitos palavrões, pode deixar. :3
-Ice: Eu sei, cabelo castanho é muito manjado :s Mas na fic existirão vários personagens com outras cores de cabelo, inclusive as que você citou, talvez verde, ou roxo. O começo me inspirei em Ryuzaki Adventures, logo logo você verá o que na sua fic eu me baseei pra escrever na minha :3

Capítulo I – Versus Caterpie!


Era uma manhã bem fria, ainda chovia um pouco. Um vento frio batia nas janelas das casas, o sol mal aparecia, estava coberto por uma nuvem bem grande. David dormia, se espalhando preguiçosamente em sua cama. Ainda era por volta das 07:00h da manhã, a entrega dos Pokémons seria meia hora mais tarde.

Liz abriu a porta do quarto do garoto e se andou até a cama do mesmo, balançando o ombro, tentando acordá-lo. Sem efeito.

- Ei, acorda. Já tá na hora. – Cansada de ficar tentar acordá-lo de forma gentil, ela decidiu agir do seu jeito, com suas duas mãos levantou metade da cama, a jogando com seu irmão ainda deitado nela contra a parede. – ACORDA, SEU IMBECIL!
Dave tomou um grande susto, se levantando na hora que caiu no chão, quase tendo sua cabeça decepada pela quina de sua cama.

- Tá doida, Liz?! Isso é jeito de acordar alguém? – Gritou o garoto, ainda assustado. – Eu poderia ter morrido de susto, sua besta!

- Cala a boca, eu disse ontem que você iria pro laboratório pegar seu Pokémon inicial. – Respondeu Liz, fazendo cara de pouco caso. – Já decidiu qual vai escolher?

- Não é dá sua conta! – Disse Dave, levando um cascudo. – Sei lá, talvez um Charmander. Treinadores de Charmanders fazem sucesso com as garotas.

- Xi...
- O que?
- Nada não, vai logo se vestir pra eu te deixar no laboratório.
- Eu vou sozinho, não sou mais criancinha.
- Cala a boca e vai se vestir.

O garoto saiu de seu quarto com uma toalha e foi até o banheiro, que ficava no meio do corredor. Ele entrou e fechou a porta, tirando seu pijama a entrando no chuveiro, enquanto resmungava alguma coisa sobre sua irmã.

Seu banho não demorou mais que cinco minutos, ele logo saiu e voltou para o seu quarto, vestindo uma bermuda azul, seu par de All-Star e uma camisa xadrez vermelho-alaranjada por cima de uma camiseta branca.

- Tá pronto? – Perguntou sua irmã, que o esperava sentada lendo uma revista na cama de seu irmão, agora colocada no lugar em que estava antes.

- Tá me vendo pelado, por acaso? – Dave respondeu com outra pergunta, logo levando um murro na cabeça e caindo meio metro do onde estava. – Saco.

Ele logo se levantou e os dois desceram as escadas, chegando à cozinha. A mãe dos dois estava sentada em frente a uma pequena mesa, tomando uma xícara de leite e iogurte. Ela era realmente bonita, tinha cabelos castanhos e olhos azuis. Em seu colo estava Gregory, tão morto de sono quanto seu irmão mais velho. Ele tinha cabelos loiros chegando aos ombros e olhos azuis. Ele vestia um macacão e uma camiseta amarela. Na cozinha havia uma Nidorina e um Farfetch’d dividindo um balde de ração.

- Bom dia... – Cumprimentou Gregory, com metade da cara em sua tigela de cereais.

- Bom dia, Greg. – Respondeu Dave, desanimado. – Bom dia, mãe.

- Bom dia! – Disse a bela mulher, sorrindo. – Meu pequeno treinador já está preparado pra começar sua jornada?

- Nunca concordei que iria começar nenhuma jornada. – Respondeu, chateado. – Só porque completei doze anos semana passada não significa que eu deva obrigatoriamente a ser um treinador. Não quero.

- Idiota, não é você que ama lutas entre Pokémons? – Perguntou Liz, irritando-se. – É tradição da nossa família, além disso, o Greg ainda é muito novo, se não você poderia se safar dessa, seu covardão.

- E você? Porque não se torna uma treinadora? – Contestou Dave.

- Ué, eu já fui. Quase todos os Pokémons daqui de casa são meus. – Respondeu a irmã mais velha, virando-se e apontando pra alguns que estavam na cozinha. – E isso já está decidido, nada que você falar vai mudar alguma coisa.
A mãe dos três se levantou, indo até Dave, que procurava por uma maçã na geladeira. Seus olhos eram realmente lindos, e aquele semblante calmo lhe dava um ar inexplicável.

- Desculpe por isso, querido. – Ela disse, sorrindo. – Mas estamos em uma situação financeira um pouco apertada. Desde que seu pai desapareceu... As coisas ficaram um pouco mais difíceis pra nós quatro. A Liz me ajuda com a colheita, preciso manter a casa e os nossos Pokémons. Sei que pode soar cruel, mas você se tornando um treinador vai ajudar muito na nossa situação. Você já está bem grandinho, tenho certeza de que vai se tornar um grande treinador no futuro.

Dave ficou calado por um momento, então ele simplesmente pegou a maçã no canto da geladeira e molhou-a abrindo a torneira, saindo da cozinha logo em seguida e abrindo a porta da cozinha, saindo de casa. Liz seguiu-o, também calada.
O garoto de cabelos castanhos ficou calado até que chegaram ao laboratório, era uma casa bem larga, tinha uma pintura branca e seu teto era solar. A porta da frente era de alumínio, ainda chovia. Na porta havia outras três crianças, esperando.

- Ei, vou te deixar aqui. – Disse Liz, cobrindo sua cabeça com o capuz de seu moletom. – Escuta, escolha com cuidado, não vai poder mudar de idéia depois. Eu cheguei atrasada no dia da entrega quando tinha a sua idade, então acabei tendo que capturar um Pokémon por conta própria. Então eu e a mãe conversamos com o prof.Carvalho e...

- Tá bom, legal! A gente conversa direito quando eu chegar em Viridian!

Dave correu até a porta, deixando sua irmã falando sozinho. Liz se controlou pra não xingar seu irmão mais novo na frente de todos os outros pretendentes e logo andou à caminho de casa. Tirando ele haviam quatro pessoas na porta do laboratório, duas meninas e dois meninos. Quase todos estavam calados, mesmo quando ele chegou.

- Hmm, oi. – Disse Dave, com um sorriso meio sem jeito.

- E aí! – Cumprimentou outro menino, que estava a direita da menina de cabelos castanhos claros. – Qual é o seu nome?

- Hã, Dave Hetfield. – Respondeu, olhando pra cada um dos adolescentes. – E você?

- Meu nome é Tyson Wells. – Tyson informou, sorrindo amigavelmente. – Nós três chegamos faz uns cinco minutos, mas ninguém se conhece ainda. Se vamos nos encontrar nessa jornada, seria mais legal se nos conhecêssemos logo. Eu já disse o meu nome, agora é a vez de vocês.
Aquele garoto simpático tinha cabelos vermelhos e olhos castanhos bem claros. Ele vestia um moletom azul cinzento e uma calça jeans.

- Meu nome é Kimberly Thompson, mas todo mundo me chama de Kim. – Disse uma menina de cabelos castanhos bem claros e olhos azuis. Ela também parecia um pouco simpática, vestia shorts jeans e uma camiseta azul clara.

- Thabitha. – Respondeu a outra, de longos cabelos loiros e olhos castanhos claros. Ela estava vestindo uma jaqueta preta por cima de uma camiseta amarela.

O único que não respondeu foi um garoto, que estava encostado na parede ouvindo música em seu MP3. Seus cabelos eram prateados e seus olhos eram verdes, seu olhar era estranho, ao mesmo tempo em que não mostrava nenhum sinal de ameaça, parecia penetrar quem ousasse encarar seus olhos por muito tempo. Quando o cutucaram no ombro, ele tirou seus fones e pelos seus olhos pareciam perguntar o que queriam.

- Qual é o seu nome? – Perguntou Tyson, curioso.
- Hm? Seth Mustaine.

Tyson e Dave continuaram conversando, o garoto de cabelos vermelhos parecia não querer se calar em momento nenhum, odiava não ter nada pra fazer e aquele momento seria ideal pra conhecer seus amigos ou rivais.

De repente, ouviu-se o barulho de chaves. A porta branca de alumínio começou a se abrir, havia dado exatamente 7:30h. O homem que abrira a porta tinha a aparência de quem estava na casa da meia-idade. Ele tinha cabelos grisalhos e olhos castanhos, ele vestia um jaleco branco por cima de uma camisa social azul arroxeada, além de calças marrons. Era muito conhecido no mundo por ser o pioneiro do estudo dos Pokémons.

- Bom dia, crianças. Eu sou o prof.Carvalho. – O senhor se apresentou, sorrindo amigavelmente. – Vejo que dois ficarão sem um dos Pokémons iniciais originais. Mas não se preocupem, ninguém ficará sem nenhum Pokémon.

Os cinco adolescentes entraram no laboratório, seguindo o sábio senhor, que continuava sempre com um olhar confiante e simpático. Os seis passaram por diversos cientistas de aparência praticamente igual, todos concentrados digitando rapidamente em seus Notebooks provavelmente fazendo uma pesquisa nova.

Chegaram á uma pequena mesa, havia três Poké-balls lá. Lá estavam Charmander, Squirtle e Bulbasaur, os Pokémons iniciais da região de Kanto. De uma gaveta Carvalho tirou mais duas esferas bem transparentes e as colocou na mesa. Lá estavam Eevee e Pikachu.

- Bom, a ordem de quem vai escolher primeiro não vai ser por ordem de chegada e sim pela ordem na primeira letra do primeiro nome de vocês, ok? – Disse o professor, coçando seus cabelos. – Quem vai primeiro então? David? Sua mãe me pediu pra que eu reservasse o Bulb...

- Eu quero o Bulbasaur.

O velho professor se surpreendeu com a decisão pelo fato de que a maioria dos que tinham a chance de escolher primeiro sempre escolhiam o Charmander ou o Squirtle, o Bulbasaur normalmente ficava com o último dos pretendentes.

- Tem certeza? Não vai poder mudar de idéia depois que escolher.
- Não, eu quero mesmo o Bulbasaur. Foi o que eu mais simpatizei.

Dave pegou a Poké-ball e ficou observando-a. Dentro dela dava pra ver um pequeno monstrinho, com um bulbo em suas costas e olhos vermelhos. Parecia um pouco tímido. Depois veio Kim, que depois de alguns segundos decidiu escolher o Squirtle. Seth escolheu o Charmander e Thabitha e Tyson escolheram Pikachu e Eevee respectivamente. Cada um recebeu cinco Poké-balls, além da do Pokémon que haviam escolhido.

- Certo, quero entregar pra vocês a Poké-dex. – Disse Carvalho, rapidamente um de seus assistentes trouxe em um carrinho cinco aparelhos avermelhados, parecidos com uma agenda eletrônica. – É uma enciclopédia eletrônica, quando vocês capturarem um Pokémon, automaticamente a Poké-Dex irá gravar as informações dos seus Pokémons.

Cada um recebeu uma Poké-Dex. Quase todos guardaram em suas mochilas, Dave era o único sem mochila, tinha esquecido de pegar a sua em casa. Ele guardou as Pokéballs nas fivelas de seus cintos e a Poké-Dex no bolso. Tinha que passar em casa de uma forma ou outra.

- Dave, vamos seguir jornada juntos? – Perguntou Tyson, sorrindo. – É mais divertido assim.

- Pode ser, ainda vou pegar minha mochila em casa, então me espere na saída da cidade. – Respondeu Dave, enquanto guardava a Pokéball de seu Bulbasaur em seu outro bolso.

Todos os outros já haviam saído, só o garoto de cabelos castanhos ainda continuava no laboratório. Ele suspirou fundo.

- Você não quer ser um treinador, quer, Dave? – Perguntou o professor, enquanto mexia em suas gavetas. – Sua irmã me disse que você ama batalhas.

- Sim, mas eu só gosto de assistir. Não acho que eu leve jeito pra batalhas. – Respondeu o rapaz, desanimado. – Só vou ser um treinador pra ajudar minha família.

- Hm... Dave, me siga. Tem uma coisa que eu quero lhe mostrar.

Os dois seguiram até a porta dos fundos do laboratório, e quando o senhor abriu-a Dave viu um belo campo de luta improvisado. A grama estava bem aparada, tinha um pouco de lama, por culpa da chuva. Mas ainda era possível batalhar lá.

- Quero que batalhe comigo. – Disse o professor, tirando uma Poké-ball de seu jaleco. – Não se preocupe, vou pegar leve. Vá, Caterpie!

O professor lançou sua esfera para o alto e a mesma se abriu, soltando uma luz e tomando forma em um pequeno insetinho verde. Seus olhos eram grandes, ele parecia uma larva, pela forma como se rastejava.

- Vamos, essa vai ser a sua primeira batalha. Vou te convencer que batalhas entre treinadores são muito divertidas. – Falou Carvalho, sorrindo.
- Tá bom, tá bom. – Resmungou Dave, soltando seu Pokémon. – Vai, Bulbasaur! Agora me lembrei, quais são os ataques dele mesmo?
- É nessas horas que você precisa da sua Poké-Dex. Veja aí.

O garoto puxou de seu bolso sua enciclopédia e apontou a câmera para seu Bulbasaur, que analisou o mesmo por alguns segundos, logo em seguida uma voz robótica saiu:

‘’Bulbasaur, lvl 5. Ataques: Tackle|Growl|__|__’’

- Certo… Saur, comece com o Tackle! – Dave gritou, enquanto observava o pequeno Caterpie.

- Desvie e use o String Shot! – Disse o professor, agora suas feições estavam menos simpáticas, ele estava um pouco mais sério.

O Pokémon-bulbo avançou em direção ao pequeno inseto, que tentou desviar, mas acabou sendo acertado e caiu à alguns metros, mas logo se levantou e de sua ‘’boca’’ expeliu uma espécie de teia, que impediu o Bulbasaur de se mover.

- Agora use Tackle! – Gritou Carvalho.
- Defenda-se!

Caterpie avançou em direção ao seu adversário, que estava preso à teia lançada por ele. Com uma trombada violenta, derrubou o Pokémon-bulbo. Havia doído bastante, mas em compensação a teia havia saído. Saur levantou-se logo em seguida.

- Certo, use o Tackle! – Disse Dave, apontando seu dedo indicador em direção ao Pokémon adversário. – Se ele desviar uso o Growl!
- String Shot!

Aquele Bulbasaur era um pouco lento, mesmo para um Bulbasaur. Ele tentou trombar com o Pokémon inseto, mas ele desviou por segundos. No momento em que Caterpie ia ouvir a ordem de seu treinador, Saur deu um grunido muito alto, impedindo-o de dar qualquer ataque. O Pokémon de grama deu uma bela cabeçada no inseto, que caiu perto do professor.

- Levante-se e use o Bug Bite! – Comandou Carvalho.

- Use o Tackle! – Gritou Dave.

Saur estava avançando em direção à Caterpie, mas no momento em que ia acertá-lo, levou uma fortíssima mordida do inseto. O Pokémon bulbo caiu desmaiado na hora. Dave o retornou para a Pokéball e olhou para seu Pokémon inicial dentro da esfera, ele parecia exausto. O garoto ficou calado por alguns segundos e abaixou a cabeça, fazendo uma sombra que cobrisse seus olhos.

- Tem razão, batalhas são divertidas! – Disse Dave, sorrindo. – Parabéns, professor!

- Obrigado, essa foi uma boa batalha. Quem sabe da próxima vez que voltar aqui a luta seja mais divertida pra nós dois. – Agradeceu o professor. – Fiquei impressionado, pensei que seu Bulbasaur não aguentaria cinco minutos contra o meu Caterpie, que está no lvl. 19.

Os dois voltaram para o laboratório e recarregaram as energias do inicial de grama em uma máquina próxima ao computador do professor. Dave se despediu e saiu do laboratório.

Passando em casa, ele se surpreendeu ao ver sua mochila na porta de casa. Nisso ele teve certeza de que sua mãe estava chorando e que ela não queria que ele a visse assim, por isso pegou sua mochila e andou direto em direção à saída da cidade.

- Demorou, hein? – Disse Tyson, que esperava recostado no tronco de um pinheiro. – Vamos nessa?
- Vamos! – Dave concordou, sorrindo.

To Be Continued

Tsurugi
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 26/03/2012

Frase pessoal : Nuzleaf Rocks


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Kanto Chronicles

Mensagem por DarkZoroark em Seg 11 Mar 2013 - 20:04

Tsuru o/
Bem vindo de volta, friend e espero que dessa vez para ficar! Em primeiro lugar; sinto-me honrado pro estares te baseando em minha obra para a escrita da sua. É bom ver quando um trabalho duro dá frutos. Enfim, vamos parar com esse papo chato e falarmos sobre a sua fic.
Achei a história bem interessante. Um garoto que não quer ser treinador, mas é obrigado para ajudar a família é bem original. Ele também não gostar de batalhar é - ou foi, nesse caso - um tema interessante, todavia ficaria bem difícil de produzir uma fic de jornada com o protagonista possuindo esse tipo de pensamento.
Os rivais/amigos dele ficaram bem carismáticos, cada um a sua maneira. O fato de ele possuir 4, ao invés de um rival e uma companheira de viagens que é coordenadora dá uma bela inovada. Esse Tyson Well lembrou-me bastante de Taichi Miwa, de Cardfight!! Vanguard. Sei lá, ele me pareceu alguém bem positivo, então tive essa sensação.
Deparei-me com um erro enquanto lia esse capítulo:

- Tem certeza? Não vai poder mudar de idéia depois que escolher.
Ideia não possui mais acento com o novo acordo ortográfico. Fique atento a isto.
Outro problema que encontrei foi a repetição de palavras, especialmente Pokédex e Pokéball. Sério, isso acaba tornando a leitura bem massante. Tente evitar ao usar sinônimos que a história fluirá bem melhor, ao menos do ponto de vista do leitor. De resto estás bem. A descrição e a narração estão boas, dando uma ideia do que se passa no desenrolar da fic. O único ponto de que não gostei é que os Pokémons possuem Lvs. na fic. Isso fica muito à gosto de cada um, mas sinto que isso mecaniza-os.
Vou deixando meu capítulo por aqui. Aguardo seu próximo cap. ninja
avatar
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/04/2011

Frase pessoal : Let's Play!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Kanto Chronicles

Mensagem por CalrosHenrique em Ter 12 Mar 2013 - 0:03

Ora ora ora, o que vejo poraqui han?

Buenas Notches, fico bem feliz que estejam seguindo minha fic. De vdd, é bem gratificante. Se bem que você já começou com um capítulo melhor e de uma qualidade melhor que o da Ryuzaki Adventures, assim você provavelmente irá superá-la caso não desista. Achei semelhantes coincidências com a fiction do Rush por ser uma fic de jornada, o principal ter um Bulbassauro, e ter um colega chamado Seth.

Oras, não é uma reclamação. o Rush copiou o nome do meu protagonista, então de boas neam.

Acho que se você estiver seguindo meus pensamentos, você deveria segui-los, como por exemplo seguir o realismo do mangá e o fato de pokemons aprenderem mais do que quatro moves.

É isso. Voltarei futuramente para ler a sua fan fic na qual achei muito agradavel de se ler. Continue assim!



avatar
CalrosHenrique
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/02/2010

Frase pessoal : Lady lady love me cause I love to lay you lazy


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Kanto Chronicles

Mensagem por Black~ em Ter 12 Mar 2013 - 15:34

Bom, vamos lá.

Gostei até do capítulo, lendo-o me lembrei da fanfic que você citou, no caso, a do Calros, também teve semelhanças com a do Rush e quando eu li Tyson e Dave eu lembrei da fic do Zeroan0, mas essa última creio que foi sem intenção, ou talvez não. -q

Eu imaginei que ele fosse escolher o Charmander, mas acbaou trocando de ideia na hora, mesmo a sua mãe tendo pedido o Bulbasaur ele pegou por conta própria, e realmente o coitado do Bulbasaur é sempre o último a ser escolhido =/.

Eu também não sou fã de lvl na fic não, estraga um pouco a fic, não dando um ar de naturalidade, mas sim mecanizado, como o DarkZoroark citou, além de que o Caterpie no lvl. 19 já seria o Butterfree, em minha opinião, não há porque manter um Caterpie pro "resto da vida", mas enfim, não estou obrigando a tirar, mas acho que fica melhor sem.

A repetição foi forte, palavras como "Bulbasaur", "Dave", "Pokémon" e outras, foram repetidas com constância, dando até um ar chatinho na fic, seria melhor se colocasse sinônimos no lugar, pois a fic é legal, então não se deixe estragar por algo que parece tão bobo.

O único erro que eu vi já foi citado.

Bom, eu achei interessante o fato de ele ser treinador apenas pra ganhar dinheiro e não por gostar de batalhar, mesmo o professor fazê-lo sentir esse prazer, mas enfim, foi bem interessante essa ideia, outra que foge do "clichê".

Acho que é só e boa sorte com a fic.

Black: Fanfic trancada por inatividade. Caso queira reabri-la mande uma MP a qualquer FFM.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Kanto Chronicles

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum