Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Por favor, não perca mais tempo, inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobres todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Aguardo.
Feliz Natal e Ano novo!

As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Página 1 de 8 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Rush em Qua 20 Fev 2013 - 22:21

Boa noite. 

Bem, como discuti com Kabeyama noite passada, dois membros me disseram que eu só critico FFs clichês pois eu não sei manusear uma, logo me desafiando a criar uma Fan Fic clichê - que terá essa palavra usada em quase tudo. Como o título diz, é baseada na obra "Ryuzaki Adventures", feita por mim mesmo. Também me baseei em escritores como o Kabeyama, DarkZoroark e o Mr. Perry, com a sua primeira Fan Fiction no fórum.

Não precisa de muita explicação, já que é clichê. Aqui será o mainpost e é onde eu postarei os capítulos e imagens da obra. As informações sobre os personagens vão ser postados assim quando forem apresentados em seus respectivos capítulos.










~>x<~



Amanhecia como sempre na pequena cidade de Pallet. O céu nublado e frio deixava finas gotas de chuva cair, o que causava pequenas poças de água no gramado próximo às rotas que seus moradores percorriam. 

Ventava forte, o que era ótima para o grande título de “cidade rural”, já que espalhava sementes de frutas pelos campos de terra adubados pelos fazendeiros locais. Pallet possuía a grande fama de ser uma pequena grande vila baseada em apenas atividades rurais, como a exportação de frutos/legumes e carne.  Também era famosa por possuir um enorme laboratório de pesquisas Pokémon, construída por Professor Samuel Oak há mais de cinquenta anos, que foi passado de geração, sendo que seu neto, Elliot Oak, continuou os passos de seus genitores. Na verdade, também é uma tradição que os ginásios locais sejam passados de geração em geração em uma família, sendo que atualmente, a maioria dos líderes dos doze ginásios ao redor de Kanto, foram herdados. 

As jornadas em si não mudaram muito com os anos. Os mesmo objetivos em ser o campeão da liga nacional e internacional, derrotar a imbatível elite dos quatro e até capturar criaturas raras e exóticas. A única coisa em si que mudara, foi a implantação da regra máxima de captura, que proibia o porte de mais de três Pokémons durantes as batalhas. Qualquer infração das regras em ser um treinador, iria resultar em pontos em sua carta, causando a anulação da carta ou até a prisão do infringente. 

Bem, eu sou um treinador iniciante. Morador de Pallet e possuo quatorze anos de idade e bem, sou horrível em minhas apresentações. Prefiro não fazê-las. Ah... Enfim. Meu nome é Kyle, como dito eu tenho quatorze anos. Meus cabelos são castanhos e meus olhos cor-de-mel. Não sei dizer como é minha personalidade... Pra falar a verdade, não tenho paciência de descrevê-la. Eu sou alto, mas nem tanto. Diria que estou na média para minha idade, assim como meu porte físico em geral. Não tenho muitos amigos nesta região chuvosa. Os poucos que eu tenho são Pokémons e Seth, que é um babaca, pra ser sincero. Outro que tenho é o meu parceiro, Aoki. Um Pokémon de espécie rara, um Bulbasaur. Nos damos muito bem, principalmente nesse clima chuvoso.

Desde minha infância treino com Pidgeys selvagens ou com Ratatas que tentam destruir as plantações de meus pais, e bem, creio eu que estou forte o suficiente para tentar a sorte no ginásio de Pallet.  Hoje de tarde, de preferência. Sempre acordo neste horário para ir ao celeiro e me encontrar com Aoki. 

Bem, é isso. Odeio apresentações.










~>x<~


Capítulos

Volume 0 - The grass is greener over here.










Volume I - Just another ordinary trainer









Volume II - The city over the mountain.







Capítulo XIX - A whole new team.
[Especial!] Capítulo XX - El Pico de las Batallas!
Capítulo XXI - Rain
Capítulo XXII - A little bit of Pallet
Capítulo XXIII - B Button
[Especial!] Capítulo XXIV e XXV - Stone Coliseum!
Capítulo XXVI - Beauty Dome
Capítulo XXVII - Dilema!
Capítulo XXVIII - Sintony
Capítulo XXIX - Stupid no sense
Capítulo XXX - Final Threat!





Volume III - Around the World.






Capítulo XXXI - New Story, Nem Battles, New Rivals.
Capítulo XXXII – Mankeys out of control!
Capítulo XXXIII – Nothing is what we see
Capítulo XXXIV – Epifany!
Capítulo XXXV – You are gonna go far, kid!
Capítulo XXXVI – Slow-Slow-Slowpoke!
Capítulo XXXVII – The World Around!
Capítulo XXXVIII – Antecipation!
Capítulo XXXIX – Weather Ball is an invalid move!
Capítulo XL – A New Member!
[Especial!] Capítulo XLI – Forever-Blue! Pt. 1
[Especial!] Capítulo XLII – Forever-Blue! Pt. 2 – Cerulean Sun!
[Especial!] Capítulo XLII – Forever-Blue! Pt. 3 – Rival Showdown!
Capítulo XLIV – IWS
Capítulo XLV – Getting More Difficult
Capítulo XLVI – Vs. Nidoking!



~>x<~



Última edição por Bakujirou em Seg 21 Mar 2016 - 8:55, editado 95 vez(es) (Razão : edit, by Bakujirou. PS: Eu não sei como se organiza os chapters desta fanfic, porém as strings de urls eu coloquei aqui (um-por-um). Espero que tenha ajudado... :V)
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Black~ em Qua 20 Fev 2013 - 22:57

Bom, admito que vai ser engraçado ver você criando uma fic clichê Laughing

Mas vamos lá, a fic vai ser clichê, mas sei que você não vai deixar daquele clichê, que quase não dá vontade de ler, mas enfim. Vamos ver no que vai dar. Eu gostei da história de poder ter apenas três pokémons, mais que isso podendo prender o treinador, legal.

Narração em primeira pessoa não me agrada muito, esse personagem eu pensei ser mais um "rebeldezinho filhinho de papai", mas acho que não. Não vi repetição das palavras e você também descreve muito bem.

Enfim, sem muito pra falar, é só e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por -Murilo em Qui 21 Fev 2013 - 10:35

Ao invés de sair discutindo sobre fics clichê, deveria fazer o favor de postar na sua outra fic, né? u.u Mas bem, eu li e tal, mas vou deixar só uma opinião. Pra mim não existe fanfic clichê. Existe mal escrita. Estou planejando uma fic de jornada, porque já to terminando a atual, e não é nada fácil. Não quando se quer fazer tudo direitinho. Escolher pokémons, personagens com personalidades convincentes, nada disso é fácil, e precisa de um planejamento pra sair alguma coisa com sentido. E ainda por cima, a fic pode sair toda cagada se não escrever da maneira correta. Você, por exemplo, escreve bem. Imagino que a sua fic de jornada deve ser até boa, se levarmos em conta o seu modo de escrever. Na verdade era só isso que eu queria dizer mesmo. Fic sai clichê porque o autor quer mesmo.
avatar
-Murilo
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/03/2011

Frase pessoal : Pq ñ podemos fugir da realidade se ela é uma droga


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Detcher em Qui 21 Fev 2013 - 21:01

Hum, uma "fi-clichê" (termo inventado por mim, DIREITOS DE COPYRIGHT!), interessante (não que isso não exista, mas enfim). Bom, gostei bastante do prólogo, falou sobre o lugar em que se passará, como são as regras atuais (sério? 3 Pokémons? Não me gusta choro1 ) e etc e tals.

Bom, espero que você não jogue fora um projeto interessante e clichê, porque muitas pessoas fazem isso. Enfim, esperando mais capítulos!
avatar
Detcher
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/05/2011

Frase pessoal : daora a vida.


Ver perfil do usuário http://atsushisbar.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por DarkZoroark em Qui 21 Fev 2013 - 22:42

Rush o/
Cara, na moral. Em, primeiro lugar honra-me que tenhas te baseado na minha obra para a criação desta fanfic. Em segundo, tenho de concordar com o Murilo de que fanfic clichê não existe. Existe a bem escrita e a mal escrita. A dificuldade para arrumar uma de jornada nos mínimos detalhes não é pequena (escolher o momento certo para tal evento, os Pokémons que personagem X ou Y irá usar, qual secundário ou rival irá aparecer no capítulo, etc...), por isso que muitas acabam caindo no clichê, pois são o tema abordado por escritores novatos. Enfim, vamos parar de dar uma aula sobre se é ou não clichê e falar sobre sua fic.
Achei o prólogo bem legal. Eu adorava a fic do Carlos (só não deixei comentário lá porque quando entrei no fórum já tinha sido bloqueada Sad ) e acho que a sua será tão incrível quanto a dele. Essa regra do uso máximo de três Pokémons por treinador vai ser interessante de ver em ação. Certamente que os personagens "do lado negro da Força" irão usar mais do que o trio, o que irá dificultar a vida dos protagonistas. Eu gosto bastante de narração em primeira pessoa (apesar de que em certos momentos fica difícil de ser usada), por isso já deves ter adivinhado que virei fã de carteirinha da sua obra Cool .
Como é apenas um prólogo não há muito mais o que eu possa falar. Espero pacientemente pelo seu primeiro capítulo.
avatar
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/04/2011

Frase pessoal : Let's Play!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Rush em Seg 25 Fev 2013 - 15:35

Black: Muito obrigado! Well, apenas o prólogo foi narração em primeira pessoa, os capítulos já serão narrados em terceira e tal. Sobre os Pokémons, acho que três deixa tudo mais fácil, desde a singularidade de cada treinador, os deixando originais, até a simplificação das balhas, sendo mais cansativas de se descrever e ler. Muito obrigado, continue lendo!

Murilo: Nossa, quanta grosseria. u.u UAEHUAHE Brincadeira, muito obrigado! Não irei desistir da outra não, já estou escrevendo o próximo capítulo. Essa aqui é for-fun mesmo, tanto que os capítulos vão ser curtíssimos. Eu realmente quero fazer um clichê. Comédia, de preferência, já que tenho dificuldades de escrever esse tal gênero. Muito obrigado, continue lendo!

Detcher: Oh, nunca havia visto você na área Surprised Muito obrigado! Sobre a regra de três, como eu havia dito, deixa tudo mais interessante e menos cansativo. Também irei tentar usar apenas Pokémons da primeira geração para os protagonistas, em homenagem à Kanto. Haha, e relaxe, eu não irei desistir não. Muito obrigado, continue lendo! E por favor, use uma cor mais fácil de se ler haha!

DarkZoroark: DZ! /o/ Sim, eu me baseei em sua obra pela forma que você deixa as batalhas fodásticas, e como você me fez me sentir MUITO mais apegado a Pokémon do primeiro estágio. Irei dedicar-me neles, em uma certa maioria. Sobre o tamanho, eu irei escrever de duas até quatro páginas no world, serão capítulos muito pequenos mesmo, coisa que eu não to acostumado. Quero treinar em saber detalhar e ao mesmo tempo desenvolver a estória em pouco tempo, junto com a comédia que eu sou horrível em manuseá-la. Muito obrigado por ler, continue lendo!


~>x<~


Sim, o gênero da fic será comédia. Eu sou horrível e quero melhorar nisso. Não sou fã de comédia/aventura, e por isso irei me aprofundar no gênero e tentar me apegar ao mesmo. A Aposta foi só criar uma Fan Fic curta e clichê, o gênero foi minha escolha mesmo. Ah sim, os capítulos serão [palavra censurada] CURTOS. Esse, por exemplo, tem um pouco mais de duas páginas no world. E apenas 567 palavras. Ele será apenas a introdução de dois personagens - Kyle e Seth - que poderão ser vistos no mainpost.

Esse tal capítulo também, mostrará o foco da estória praticamente. Mostrará a principal característica de Kyle, que o irá diferenciar de todos os outros treinadores. E não, não será uma coisa positiva.

Well, é isso. São curtas, praticamente One-Shots. Sou horrível em comédia, então por favor, comentem e me xinguem.





~>x<~





Introdução, Bad Luck Kyle.






A manhã como sempre, era chuvosa e neblinada. Ninguém reclamava, para falar a verdade, aquilo era muito confortante. Muitos ainda se aconchegavam em suas quentes e macias camas cobertas com um grosso edredom. Pallet tinha a vantagem de produzir travesseiros forrados com penas super macias de Farfetch’d, já que sua carne era muito cobiçada pelo seu saboroso sabor – o que deixou a pobre ave em extinção. Como sempre, o alto rapaz de cabelos castanhos estava no enorme lago no inferior da pequena vila que morava.



- Aoki, é agora! – Dizia sério. Estava cercado de pequenas árvores e terra molhada, devido as pequenas gotas de chuvas que chuviscavam todas as manhãs.



Seu Bulbasaur soltava um olhar confiante e se preparava para a batalha. Inclinava seu corpo para frente, soltando dois chicotes de vinha que saíam do bulbo atrás de suas costas. Seus íris de cor avermelhada refletiam a iluminação do ambiente, mostrando a segurança que o pequeno Pokémon sentia.

Kyle segurava uma Pokébola com força. A mesma estava bem surrada e manchada de barro, de alguma maneira, parecia que havia sido usada várias vezes para tentar capturar algum Pokémon, sem sucesso. Na frente dos dois, uma pequena larva esverdeada parecia também estar preparada para batalhar com seus oponentes. Um olhar amedrontador era solto quando ao mesmo tempo, saia em disparada para atacar o Bulbasaur.



- É agora, Aoki! Finalmente vamos capturar o nosso primeiro Pokémon! – Kyle sorria, estava muito animado. Desde que ganhara seu inicial, nunca teve sucesso em capturar nenhuma criatura sequer. De Ratatas à Pidgeys, todas as capturas foram um fracasso.



Aquela ordem era rapidamente obedecida pelo seu fiel companheiro quadrúpede, que não perdia tempo e começava a correr para cima daquele pequenino Caterpie.
O coração de Kyle batia forte com a tensão de seus futuros atos. Aquela poderia ser a sua chance de ouro e finalmente obter seu segundo Pokémon.

A tensão aumentava a cada passo que seu companheiro dava se aproximando de seu inimigo. Quando estavam apenas alguns centímetros para se colidirem, um enorme vulto aparecia numa velocidade estonteante, que investia contra o Caterpie e fazia o pequeno Bulbasaur capotar para frente, se sujando inteiro de barro.



- Caralho! – O rapaz se surpreendia. Estava confuso e assustado, pensava que aquela captura estava garantida. Mal pode perceber que um vulto veloz roubara seu Caterpie.



Quando parava para ver o que havia roubado seu alvo, ficava vermelho de raiva. Um enorme pássaro bípede de três cabeças saciava-se com o inseto que devorava. Suas três cabeças pareciam brigar entre si para ver quem iria comer o mesmo. Montado na ave estava um rapaz em cima de uma sela de couro. Aquele Dodrio já havia sido domesticado e treinado pelo jovem, que controlava a criatura para virar e se aproximar de Kyle, com um sorriso de filho da puta no rosto.



- Foi mal, você que ia comer o Caterpie? – O Garoto perguntava, coçando sua cabeça que era coberta por um boné vermelho. Segurava a risada, mostrando o grande bosta que ele era.


- Seth. – Kyle o cumprimentava de mau-humor. Já o conhecia, assim como todos de Pallet. Aquele era o treinador iniciante que quando evoluíra seu Doduo, havia se tornado o maior desgraçado de todos. Sacaneando qualquer um, apenas para mostrar que ele era mais forte.


Seu Bulbasaur chacoalhava seu rosto, tentando limpar o barro que sujava todo seu corpo, também parecia estar mal-humorado.


Última edição por Rush em Qui 14 Mar 2013 - 14:15, editado 1 vez(es)
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Detcher em Seg 25 Fev 2013 - 17:08

Mais um capítulo! =D

Legal ver que você não teve medo de colocar palavrões na fanfic, porque eu realmente acho ridículo uma fanfic que fala sobre a vida de um adolescente e o mesmo não falar palavrões.
E achei bem interessante esse tal cara com um Dodrio; com certeza ele será um grande filho da p*ta com o passar do tempo (mas como você mesmo disse, ele já o é). Bom, o capítulo foi ótimo, você explica bem detalhadamente as coisas, o Bulbasaur limpando o rosto no final, a Pokébola suja, o Dodrio matando o Caterpie, a história dos Farfetch’ds estarem em extinção (finalmente algo real no mundo Pokémon!) e etc. Só achei um único erro no texto: "Mal pode perceber que um vulto veloz roubara seu Caterpie."; no caso, a palavra "pode" teria um acento circunflexo, "pôde". Mas é só isso que achei de erro, mesmo.
Enfim, espero mais capítulos, e que venham logo!
avatar
Detcher
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/05/2011

Frase pessoal : daora a vida.


Ver perfil do usuário http://atsushisbar.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por DarkZoroark em Seg 25 Fev 2013 - 18:10

Rush o/
Nice chap, man. Achei bem legal - e diferente - o fato do protagonista não conseguir capturar nem mesmo um Rattata ou um Pidgey. Isso meio que deu um ar ainda mais original para a sua fic Smile . Outro fato bem interessante é que, assim como o Detcher falou, você pôs os Farfetch'd como uma espécie em extinção na estória, algo que pouca gente faz (se bem que é muito pouco o número de pessoas que se lembra dele...). O assassinato de um Pokémon também é algo bem raro de se encontrar em uma fanfic, pois - mesmo que subconscientemente - os escritores acabam por dar uma certa espelhada nas lições de moral do anime e, assim, deixam de lado a morte de Pokémons (de humanos... já nem tanto). Gostei que o rival tenha um Dodrio. Me fez lembrar daquele F.D.P que apareceu num episódio que o Ash correu com um Ponyta/Rapidash. Mas tirando isso acho ele um ótimo Poké (usei ele da primeira vez que zerei o FireRed/LeafGreen).
O nível de detalhes que conseguiste colocar no capitulo, mesmo com tão poucas palavras foi realmente excelente. Conseguiste fazer em 600 palavras o que muita gente não consegue fazer com 1000, que é apresentar de forma coerente a história. Erro só mesmo aquele que o Detcher citou. Talvez haja algum outro que tenha me passado desapercebido, mas creio que não. Por hora é só e fico esperando pelo seu próximo capítulo ninja
avatar
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/04/2011

Frase pessoal : Let's Play!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Black~ em Seg 25 Fev 2013 - 22:11

Bom, vamos lá.

Gostei bastante desse capítulo, não acho que seja um clichê como disse que seria, pode até ser engraçada, mas clichê não, você pega os pokémons "clichês" e transforma-os numa história bem mais interessante.

Por exemplo o fato dos palavrões, o que deixa a fic com um ar mais adulto, que é algo que eu acho bem bacana, aí você adicionou bons elementos, como a extinção do Farfetch'd (oh coitado -q), ou o Dodrio comer o Caterpie, são coisas que parecem bobas, mas são rarissimas de se ver numa fic.

Bom, eu acho que eu vi um erro só, que foi esse, que por sinal é bem ridículo eu criticar isso, mas enfim:

- Aoki, é agora! – Dizia sério. Estava cercado de pequenas árvores e terra molhada, devido as pequenas gotas de chuvas que chuviscavam todas as manhãs.

O correto seria "devido às pequenas gotas".

Também foi interessante, tipo, você disse que o rival era um bostão, mas na verdade o próprio protagonista não consegue capturar ao menos um Rattata, Pidgey ou Caterpie, sei lá, eu meio que achei engraçado isso '-', tenho um senso de humor estranho -q.

Bom, isso não foi erro, incômodo e coisas do tipo, mas sei lá, acho que pelo capítulo ser pequeno, algumas coisas ficaram meio repetidas, tipo a frase que você começou "O seu Bulbasaur", algum tempo depois novamente a mesma frase, mas enfim.

É só e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Rush em Seg 4 Mar 2013 - 13:03

Detcher: Detcher! (o( Gostei desse nome, haha. Muito obrigado! Em minha opinião, palavrões são necessários para criar uma Fan Fic realista. Porém, nesta mesma eu pretendo misturar o realismo com o mangá, igual o Calros havia feito. Muito obrigado, continue lendo!

DarkZoroark: DZ! /o/ Muito obrigado! Eu acho que foi subconscientemente esse personagem do Dodrio, pois agora que eu vi que sua personalidade e ações serão semelhantes aos daquele mesmo personagem. Só agora que eu percebi, haha! Muito obrigado, continue lendo! Ah, e sim, Pokémons irão morrer nesta fic, assim como humanos. :c

Black: Black! \o/ Muito obrigado! Eu acho que terei problemas com repetição, já que os capítulos serão curtos. Também terei problema com a comédia - que eu sou horrível - e os detalhes. tentarei adicionar elementos pequenos e bobos, porém únicos. Muito obrigado e continue lendo!

Kabeyama: Kabeyama! )o) Muito obrigado. Eu sinceramente acho clichê pelo fato de não ter nada de novo. Esta por exemplo, foi um movimento do gênero que o Calros criou, "O Gyarados Voador", que consiste numa Fan Fic baseada em aventuras do mangá que irão se entrelaçar - sim, pode ser um crossover. Well, muito obrigado e continue lendo!


~>x<~

Teve mais comentários que eu imaginei! Haha. Well, Eu particularmente gostei deste capítulo, mas não gostei como foi desenvolvido. Quer dizer, sou horrível para criar comédias e esse eu tentei implementar tal gênero. Estou nervoso, já que é a primeira vez que o uso. De qualquer forma, é um pouco pesado esse capítulo para aquelas pessoas "moralistas".

Muito obrigado e tenham uma ótima leitura!

Ah, uma coisa que queria dizer. Eu conversei com o Calros, e ele afirmou que o projeto "The Flying Gyarados Chronicles", ou "As crônicas de um Gyarados Voador", é aberto para qualquer um que queira tentar uma Fan Fic de jornada baseada no HQ. Nenhum personagem da história em quadrinhos viverá neste universo da Fan Fiction, a não ser os líderes, como nos jogos. As únicas regras que ele citou foram essas, nada de personagens já existentes. E provavelmente, esse projeto será um enorme crossover, onde cada treinador criado existirá e todas as Fan Fics.

Sei que ninguém irá entrar nesse projeto, mas caso queiram, é só criar uma FF com o título "The Flying Gyarados Chronicles/As crônicas de um Gyarados voador: [Nome do Personagem];"

É essa a mensagem que ele pediu que eu postasse. Enfim, agora vamos ao capítulo.

Obrigado e tenham uma ótima leitura!







Introdução – Scumbag Seth.






As nuvens se fechavam. Ventanias frias surgiam em Pallet. Aquilo era comum, pra falar a verdade. Mas não importava para Kyle, que estava frustrado. Tinha uma ótima chance de capturar um Caterpie, e poderia ter o pego se não fosse pelo rapaz montado no Dodrio.


- Seth! Você é um desgraçado! Por que toda vez que eu vou conseguir uma grande conquista você tem que vir com sua galinha e estragar tudo?! – O Rapaz indagava, se abaixando para limpar o rosto de seu Bulbasaur que ainda estava sujo de lama.


O outro ria. Ainda montado em seu Dodrio, fazia um gesto com sua sela para fazê-lo virar e ficar frente a frente com Kyle. Embora fosse o único “amigo” do garoto, ambos não se davam nada bem, graças às brincadeiras de mau gosto do rebelde de boné vermelho.


- Para de drama, Kyle. Era só um petisco para meu Ace. Tirando que nem é assim, eu nem te atrapalho nas suas conquistas. Você que não sabe conquista-las. – Respondia seco, de olhos fechados. Sua ave de três cabeças parecia ainda estar brigando consigo mesma.


O garoto de cabelos castanhos se levantava novamente, com seus punhos fechados. A fúria em seus olhos pareciam chamas ardentes de cansaço por ter de aguentar aquele moleque na mesma cidade em que vivia.


- Toda vez! Você é um bosta, Seth! Vou capturar um Pokémon e seu Dodrio aparece correndo e com um pulo, ele come o bicho. Eu vou comer algum lanche e seu Dodrio vai lá correndo e dá um salto pra comer meu lanche. Eu vou tentar ficar com alguma garota e seu Dodrio aparece correndo e... Você sabe.
- Ei! Não coloque a culpa no Ace! – Seth respondia bravo. Apontando seu dedo indicador para baixo, na face de Kyle, já que estava numa altura elevada por se encontrar montado na ave.


O azarado apenas limpava a velha Pokébola que sempre guardava consigo e a colocava no bolso de sua calça. Seu fiel Bulbasaur grunhia baixo, como se estivesse de mau humor e ficava próximo de seu dono, com medo de ser atacado pela ave de três cabeças.


- Por que você tem que ser tão filho da puta assim, Seth?! – Se questionava, cansado de sempre ter uma chance destruída devido o jovem.


Seth ficava sério, não respondia. Ele baixava sua cabeça, fazendo com que a sombra da aba de seu boné tampasse seus olhos. Parecia estar muito triste. E lentamente descia da sela de seu Dodrio, estando com sua mão esquerda apoiada no corpo redondo da criatura, como se estivesse acariciando-a.


- Você quer saber por que eu sou assim? Sempre cantando vitória e mostrando que sou melhor que os outros? – Perguntava melancólico. Ainda de cabeça baixa.

- Você não é melhor que ninguém, você é u- Logo Kyle era interrompido, não podendo terminar seu argumento que pretendia usar para terminar de vez aquela conversa.

- Vou te dizer o porquê. Quando eu era jovem, eu não tinha um Pokémon como as outras crianças... – Dava uma pausa, soluçando um choro. - Então meu pai me disse que era para eu desistir dos meus sonhos, pois eu não era apto o bastante para domar uma das tais feras que chamamos de Pokémons e nunca seria capaz de ser o campeão da liga ou ao menos enfrentar a Elite dos quatro, pois não tinha a habilidade certa, não tinha as técnicas corretas.



~Flashback~


Estavam numa sala escura, apenas iluminada por uma fraca lanterna a óleo, que estava acesa com uma pequena chama dentro de seu interior. As sombras dos móveis ficavam em constante movimento de acordo como o fogo se movimentava. Uma criança, Seth, estava chorando diante de um homem alto. Era seu pai, que sério, estava pronto para dar um sermão para seu filho.


- Você é um bosta, Seth.


Ele dizia, logo acabando de vez a discussão, fazendo a criança chorar mais ainda.



~fim do flashback.~



- Tá, mas você continua sendo u- Kyle novamente era interrompido. Fazendo seu Bulbasaur virar os olhos, impaciente.

- E então... – O garoto de boné continuava, com uma cachoeira de lágrimas escorrendo em seu rosto. – Eu perguntei por que ele achava isso. E ele respondeu com as seguintes palavras... “Você não é capaz de dominar uma criatura, muito menos evoluí-la. Você é apenas um amador mesmo que criança. Nunca irá ter posse de um Pokémon poderoso como os meus. Você é uma vergonha para mim, Seth.”



~Flashback again~


Ainda no mesmo ambiente amarelado, o pai caminhava numa direção oposta de seu filho. A criança chorava e coçava seus olhos com ambas as mãos. Pequenos ovais corados podiam ser vistos em suas bochechas, e histericamente e ele perguntava:


- Por que, papai?!


O alto homem então se virava. Num ar misterioso, já que a falta de luminosidade tampava a parte superior de seu corpo, ficando apenas a silhueta negra de seu ser. Sua voz grossa e séria causava calafrios no pequeno, quando ele dizia com palavras sábias e precisas:


- A camisinha estourou.


Cessava as palavras, voltando o seu caminho para deitar em sua cama. Naquele instante, um vulto menor aparecia com um sorriso maligno. Era uma garota de cabelos louros e uma mecha castanha. Segurava uma Skitty em seus braços e ria baixinho do acontecido, já que ela não havia sido um acidente. Era sua irmã, que sem dizer nenhuma palavram recuava lentos passos, desaparecendo na escuridão.



~Fim do Flashback.~




- E é por isso que eu provo para todos que eu sou o melhor! – Gritava de olhos fechados, erguendo um punho ao céu, mostrando que era um vencedor. Porém o silêncio constrangedor o fazia abrir os olhos, notando que Kyle e seu Bulbasaur estavam indo embora. – Ei! Seus desgraçados! Voltem aqui!







Última edição por Rush em Qui 14 Mar 2013 - 14:16, editado 1 vez(es)
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Caio. em Seg 4 Mar 2013 - 14:15

Seth é um babaca. Boa fic, btw. Ela me inspira a continuar a minha, por exemplo xD Gostei do projeto, acho que eu lembro disso do Calros, mas lol, faz algum tempo já, não é?

Para mim o Seth é aquele cara que tem que tomar porrada de piroca na cara até morrer, odeio babacas assim u.u Sua fic não tá muito clichê não, acho que sou da mesma opinião que o Murilo: fic ruim é mal escrita, e não clichê.

Atualmente, qualquer coisa me surpreende q
avatar
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Black~ em Seg 4 Mar 2013 - 16:56

Cara, esse capítulo foi muito legal, eu ri demais sério. A parte que o cara fala que a camisinha estourou, nossa Laughing, e a parte do final que ele ta falando e o Kyle e o Bulbasaur vão embora, também ri demais, sério, ta bem engraçada.

Na boa, esse Seth é um bosta mesmo, nem por isso ele tinha que ser tão otário assim, mas só pra ter uma noção, o pai dele o chama de bosta na cara dura, tomara que ele morra enquanto faz seus discursos idiotas, mas enfim -q.

Como o Perry e o Murilo já disseram e pelo que eu andei analisando. Clichê toda fic tem, mas o autor tem que saber sair deles, não existe nenhuma história que não tenha pelo menos uma base em algo, mas como você escreve bem, nem é problema.

Tsc. moralistas, só de ouvir esse nome já dá raiva. Pessoas que só sabem criticar sem fazer nada, não dá certo, eu acho legal colocar palavrões e "palavras feias" numa fic. Senão uma fic apenas com "oi, tudo bem?", fica ridícula.

Erros... creio que não vi nenhum, mas acho que "Seth", "Kyle" e "Dodrio" ficou até bem repetido na fic, apenas tome cuidado com essas repetições.

Enfim, é isso e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por DarkZoroark em Qua 6 Mar 2013 - 12:28

Rush o/
Capítulo bem legal esse último, man. De começo eu não tinha entendido como o título se encaixava com a história - apesar de ter achado o mesmo muito engraçado - mas quando fui lendo comecei a me antenar. Meio que senti dó do Seth depois de ler. Me lembrou um pouco de alguns personagens de anime, mas não recordo o nome de nenhum Razz Esse Bulbasaur parece ter uma personalidade bem pré-adolescente - de achar tudo ou quase tudo desinteressante - ou é só impressão minha? Apesar de que ele é bem leal, então tá tudo legal.
Opa opa opa! Pera aí, deixa eu ver se eu entendi. O Kyle está quase pegando uma garota e quem acaba ficando com ela é o Dodrio? Quem é que consegue ou quer beijar um avestruz de três cabeças?
A amizade entre os dois e até suas personalidades lembraram-me algo similar como a do Naruto e do Sasuke. Imagino que essa rivalidade vá ter alguns momentos bastante engraçados e outros bastante tensos. Afinal, a sede insaciável por poder pode deixar uma pessoa cega. Achei bem engraçada a parte final, quando o Kyle e o Bulbasaur deixaram o Seth viajando e se mandaram de fininho.
Não vi nenhum erro gramatical, mas assim como o Black~ percebi que a repetição de nomes próprios foi algo bastante marcante nesse último capítulo. Não é algo realmente preocupante; uma revisada no texto e isso pode ser evitado facilmente. Um ponto importante que destaca sua fanfic é o uso de palavrões na mesma. Sério. Acho que sem eles a fic fica "perfeita" de mais, como se fosse um mundo mágico em que todos são felizes e se adoram.
Vou deixando meu comentário por aqui. Fico na espera do seu próximo capítulo. ninja
avatar
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/04/2011

Frase pessoal : Let's Play!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por CalrosHenrique em Ter 12 Mar 2013 - 0:09

Fdp! IAHSIO' Zoa, gostei do incentivo em adotar tal nome para se ultilizar em Fan Fics de jornada. Era meu objetivo mesmo. Enfim...


Buenas Notches. Achei bem engraçado e agradável de se ler, mesmo pelo fato da semelhante coincidência com a fic do Tsurugi, no que consiste no Bulbasaur como inicial, ser uma fic do mesmo tema e um colega chamado Seth. Achei bem irônico isso, e bem randomico também, já que ambas as fictions são parecidas. Mas não me leve a mal, acho que você não leva jeito para fics de jornada assim. Estão curtas demais.

Alongue os capitulos e coloque mais seriedade. Você é bom nisso. Só isso que tenho a dizer. Li tudo em 5 min.
avatar
CalrosHenrique
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/02/2010

Frase pessoal : Lady lady love me cause I love to lay you lazy


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Rush em Sex 29 Mar 2013 - 23:44

Valeu pelos comentários! Agradeço de coração. Hoje o capítulo vai ser um pouco longo e mais sério. Pois é, eu perdi a aposta, mas continuarei com o estilo clichê. Alguns treinadores serão introduzidos neste capítulo, logo poderão ser vistos no main post. Haverá uma descrição mais profunda com o passar do tempo, e também spoilers.

Espero que gostem do capítulo. Tenham uma ótima leitura!









As crônicas de um Gyarados Voador!
Kyle Adventures.


Capítulo I – Neither Side is Sacred.




Caminhava cansado, com uma enorme bolsa apoiada em seu ombro. Estava tarde, o sol já estava se pondo enquanto o vento soprava forte, como sempre. Aquilo bagunçava o cabelo castanho de Kyle, que estava totalmente exausto com mais um dia de trabalho. Em seu lado estava Aoki. O pequeno Bulbasaur corria em volta de seu treinador, tentando caçar algumas borboletas que sobrevoavam o lugar em pequena altitude. Parecia estar se divertindo, como o filhote que era.


- Aoki-Chan. Você sempre arruma alguma forma para se divertir, hun? – Kyle perguntava com sua respiração pesada. Seus ombros estavam relaxados, logo andava um pouco curvado, enquanto pingos de suor escorriam por sua face.


O Bulbasaur soltava um grunhido semelhante a um ‘Saaur!’, enquanto balançava levemente o bulbo que estava atrás de suas costas. Dava pequenos saltos, ainda tentando atacar aquelas duas borboletas azuis que precisamente escapavam das investidas do Pokémon. Aquilo fazia Kyle pensar. Não tinha Pokédex e não conseguia capturar nenhum Pokémon selvagem. Malmente poderia batalhar com seu Bulbasaur, que não sabia técnica alguma para vencer algum desafio.


- Bem que a gente poderia treinar né? E quem sabe tentar desafiar o ginásio de Pallet. – Soltava um longo suspiro, pensando no trabalho que tudo iria dar. É claro que sair numa jornada era bem difícil. Teria que ganhar dinheiro para comprar comida ou algum quarto num hotel. O lucro era grande, mas os prejuízos também.

- Bulbasaur! – Sua pequenina voz rouca e fina sempre animava seu treinador. Desde as frustradas tentativas em capturar um novo companheiro, até nos dias cansativos em que entregava jornal pela sua vizinhança.



Estava bem frio, como sempre. Aquele clima agradava muito, pelo menos Kyle estava satisfeito com ele. Sempre trajava camisas de flanela para se esquentar, que em sua opinião era um ótimo material. E de alguma forma, não absorvia as gotas de chuva que sempre caíam durante os dias. Aquilo era ótimo para evitar resfriados. Caminhava pelas calçadas de concreto por um tempo. As ruas em si, não eram asfaltadas, e sim de terra. Pallet não era um lugar muito industrializado, e sim rural. Sua paisagem não se consistia em enormes prédios, mas era marcada pelas enormes montanhas, cheias de plantações que variavam de verduras ao trigo.

As construções eram de madeira, e era possível ver alguns moinhos de vento. Havia apenas um prédio de concreto em especial, que ficava um pouco afastado da área movimentada de Pallet, que era o enorme ‘G.E.A.R. Inc.’ que era uma enorme corporação criada a partir da aliança entre Pallet, Johto e Unova. Consistia em ser uma empresa que vendia produtos tecnológicos, mas também focava no jornalismo. Era lá onde Kyle trabalhava. Após um tempo, finalmente chegava naquela construção. Ainda exausto.


- Aoki-Chan. Já está escurecendo. – O rapaz dizia com medo. – Tomara que eu não leve xingo desta vez. – Engolia seco, avançando na porta que se abria lateralmente sem que o garoto encostasse-se à mesma. Era automática.


O hall de entrada era um lugar simples. Uma sala de tamanho média, alguns sofás para clientes se confortarem enquanto assistiam notícias em uma enorme televisão de plasma. Um pequeno balcão ficava no centro superior da sala, onde uma bela atendente roubava a cena, sempre roubando olhares admiradores de clientes que lá entravam. Aquela garota era jovem, por volta dos dezessete anos. Loura com uma mecha castanha.


Próximo dela havia três homens. Um era já velho. Carregava uma pesada pasta em um dos braços, enquanto um pequenino humanoide ao seu lado carregava mais duas com uma aparência ainda mais pesada. Os seus cabelos eram bagunçados e esbranquiçados, enquanto o seu pequenino assistente se assemelhava a um lagarto bípede.


O outro era um jovem adulto não tão belo. Seus cabelos eram espetados e jogados para trás, como se tivesse recebido uma forte pancada de vento. Um cachecol longo e amarelo esquentava seu pescoço. Também havia um assistente, que por sua vez era um grande pássaro de penas prateadas, com uma máscara de penugens vermelhas que criavam uma grande crista.


O último era um rapaz da mesma idade, acompanhado de um Dodrio. Era Seth.



- Último a terminar o serviço de novo, Kyle? – Seth debochava, enquanto acariciava uma das cabeças de sua enorme ave sem asas.

- Não fode, Seth. Todos vocês tem Pokémons que voam e que são rápidos o bastante pra entregar tudo rapidinho. Eu só tenho o Aoki. – Se defendia suspirando. A enorme sacola que carregava estava cheia de jornais acumulados, que por sua vez, não podiam ser entregues por estarem desatualizados no dia seguinte.

- Acalme-se Kyle. – O velho dizia. Ele tinha um bigode branco, dando um ar de respeito. Seu pequenino Machop deixava as malas no chão enquanto ia correndo desengonçado para ajudar o garoto. – Seth é apenas um moleque, ele só quer te irritar.

- Eu sei, Professor Oak. – Respondia irritado. Não poderia argumentar aquele senhor, já que o homem era a figura mais respeitada de Pallet. Era bisneto do Professor Samuel Oak, o que fundou a vila. Suspirava, olhando para o novo rapaz que estava ali, acompanhado de um Unfezant. – Quem é esse?



O estranho então limpava a garganta, passando as mãos secas e ásperas em seus fios de cabelo, os jogando para trás. Não fazia muita diferença em seu penteado, era apenas um costume estranho que tinha.



- Meu nome é Allan. – Aumentava a voz, e estendia uma de suas mãos para cumprimentar o jovem. – Eu sou assistente de Aurora, a líder do ginásio de Pallet. Prazer em conhecê-lo.

- Então você é trabalha no ginásio? – Dizia com o coração disparado, pensando na enorme coincidência dos fatos, já que discutia sobre tal um tempo atrás com seu Bulbasaur. Kyle tinha apenas um gesto com o a cabeça do rapaz como uma confirmação.


O garoto de cabelos castanhos desviava seu olhar para seu pequeno Pokémon, que ficava encostado em sua perna, sem entender muita coisa. Seth também parecia desinteressado, já que acariciava o rosto de seu Dodrio. A recepcionista loira tossia um instante para chamar a atenção, logo entregando um envelope para Kyle.


- Aqui está. – Dizia com um sorriso tímido. – Seu pagamento, Kyle-Kun.

- E o meu? – Seth se intrometia de mau humor. – Eu vim aqui buscar meu salário e acabei me distraindo com esse otário dos pássaros. – Bufava, virando o rosto.


Vendo a situação, Kyle ria. Pegava o envelope e guardava no bolso de sua blusa xadrez de flanela.


- Até agora, você é o único otário com um pássaro aqui, Seth. – Se virava enquanto arrancava risadas das pessoas que estavam ali. O rapaz de boné vermelho virava o rosto furioso, sem resposta para argumentar o garoto do Bulbasaur.




~>x<~



A noite finalmente chegara. Pela falta de iluminação e poluição, podia se ver as milhares de estrelas que cobriam o céu enquanto abraçavam as nuvens negras que passavam pela imagem da gigantesca lua, que era estampada com seu majestoso brilho. O vento estava forte, levando os fios castanhos de Kyle, enquanto o rapaz observava a enorme construção, que seria o ginásio de Pallet. O mesmo era belo, vendo que seriam enormes pilares de mármore onde seria a estrutura para inúmeras paredes de vidro, fazendo um castelo do mesmo material.


- Então, é aqui o ginásio? É bem distante de onde eu moro. – Kyle ponderava, vendo que demoraria duas horas em caminhar até o local. Mesmo cansativo, a brisa fresca que soava constantemente em seu rosto era mais o que bastante para não deixa-lo exausto, o mesmo valia pela força de vontade que tinha para desafiar a líder.

- Yep. – Allan respondia. Seu cachecol amarelo era jogado junto ao vento. Ele soltava um sorriso simpático e avançava um passo, abrindo as enormes e resistentes portas do castelo de vidro que seria o ginásio.



Uma luz cegava seus olhos a partir o momento em que as duas enormes portas se abriam, causando um ofuscamento por um período não tão curto. Sentia seu braço ser puxado pelo conhecido, que avançava sem preocupações. Seu Bulbasaur, preocupado, seguia o mestre. Sentia o vendo puxar seu ser junto ao momento em que as portas se fechavam. Nesse exato momento, sua visão retornara, vendo um extraordinário campo de batalha em sua frente.

Não era como os demais que via junto às quadras de futebol da escola que frequentou, era muito mais bizarro e perigoso. Parecia uma enorme cratera sem fim, onde a única passagem seriam estruturas redondas onde os Pokémons poderiam pousar. Também teria duas pontes de madeira, onde seria aonde os treinadores iriam se locomover.

O local em si era bem iluminado. Parecia uma enorme estufa onde alguns Pidgeys voavam sobre a arena, apenas observando curiosos.


- Então, um desafiante, Allan? - Uma voz feminina ecoava. Apenas seu vulto podia ser visto, deixando sua imagem mais misteriosa. Quando se levantava, dois pequenos pássaros corriam rapidamente pelo chão esbranquiçado.


A mulher saltava para frente, mostrando como seria sua aparência. Ela seria uma jovem de cabelos brancos com dois cachecóis azuis em seu pescoço. Um de seus Pokémons parecia um pato segurando um alho poró em suas asas um tanto humanoides. O outro já conseguia decolar voo. Um pássaro com uma aparência agressiva que podia voar velozmente pelos ares. Aqui fazia uma enorme quantidade de vento atingir sua treinadora, resultando nos seus cachecóis se debaterem, ainda presos em seu pescoço.


- Então. – Kyle sorria, olhando para seu Bulbasaur com confiança, mesmo que seu Pokémon demonstrasse um sentimento oposto, já que estava com medo de sua primeira batalha oficial contra outro treinador. – Aoki, vamos ganhar nossa primeira insígnia!






avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por DarkZoroark em Dom 31 Mar 2013 - 19:02

Rush o/
Gostei bastante do capítulo, apesar de não ter achado-o tão sério assim. Sei lá, tinha imaginado algo mais Dark para ser considerado sério, mas enfim... Achei interessante o fato do Kyle e do Seth terem um emprego. Primeira vez que vejo isto em uma Fanfic de Pokémon, quanto mais uma de jornada. Mesmo sendo entregadores de jornal, já é um algo a mais que pode ser utilizado.
lol Só agora descobri que a estória passa-se no futuro XD Fiquei meio confuso quando ele disse que gostaria de desafiar o Gym de Pallet, mas conforme eu lia tudo passou a fazer sentido. Já aproveitando este ponto de raciocínio, gostaria de fazer-lhe uma pergunta: Irás criar mais ginásios ou irás aproveitar os já existentes? O tipo do Gym também foi uma escolha interessante. Flying é um que poucas vezes é usado, quanto mais quando um dos Pokémons é um Farfetch'd. A líder parece ser bem legal também. Pela aparência dela tinha deduzido que o Gym seria do tipo Ice, mas ficaria meio estranho dado à como descreveste a arena e os Pidgeys voando.
Nossa! Bisneto do Professor Oak... Isso meio que fez eu me sentir um velho Razz . Ainda assim, foi bem legal ver isso, bem como ele estar acompanhado por um Machop - Sempre me perguntei porque os professores nunca tem Pokés para auxiliá-los em seus laboratórios nos games. O tal Allan também pareceu-me bem legal. Acho que poderias ter dado um destaque maior para ele e o Unfezant. Afinal um Pokémon de Unova aparecendo em Kanto deveria causar certo alvoroço.
Quero ver agora como que o Kyle irá enfrentar a líder, pois já está em desvantagem. Precisará de bastante habilidade para vencer os dois Pokés com apenas um Bulbasaur que nunca fez uma batalha deste tipo.
Havia achado um erro, mas esqueci de anotar e agora não sei mais aonde está. Razz Mandei muito mal, eu sei. Mas de resto, continuas excelentemente bem. Sua descrição é realmente ótima, deixando com que o leitor imagine a cena que se passa com perfeição. Vou deixar este comentário por aqui, dizendo que espero pelo seu próximo capítulo e o desafio. ninja
avatar
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/04/2011

Frase pessoal : Let's Play!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Black~ em Dom 31 Mar 2013 - 19:04

Bom, vamos lá.

Poxa, tava tão legal a comédia e a ironia colocada na fic, pena que você vai deixar algo mais sério =/, mas nem por isso ele ficará ruim, já que você escreve bem, tem um controle dos capítulos, tem um planejamento e talz, o que não fica "clichê"

Parece que esse é o primeiro capítulo "oficial" da fic, já que os outros eram mais apresentações dos personagens. E que começo né? O cara já vai pro ginásio logo no primeiro episódio -q, achei engraçado a líder ter Spearow e Farfetch'd e ser mais forte que o cara que tem o Unfezant -q, mas enfim.

Bom, vi uma coisa que acho que é meio falta de concordância, veja:

- Não [palavra censurada], Seth. Todos vocês tem Pokémons que voam e que são rápidos o bastante pra entregar tudo rapidinho. Eu só tenho o Aoki. – Se defendia suspirando.

- Até agora, você é o único otário com um pássaro aqui, Seth. – Se virava enquanto arrancava risadas das pessoas que estavam ali.

Bom, primeiro o Kyle diz que ele e o único que não tem um pássaro, depois ele diz que o Seth é o único que tem um pássaro? Sei lá, acho que ficou meio estranho isso ai, mas também não é nada que vá destruir a fic.

Eu vi alguns errinhos, mas nem precisa citar, não é nada de mais.

Eu vi uma certa repetição da palavra Bulbasaur, mas ta, não vou criticar, confesso que é difícil achar sinônimos pra esse pokémon -q.

Do jeito que o Kyle é outro revoltado com a vida, achei que ele ia reclamar do salário dele -q.

Seth continua com as babaquices dele, seria legal se alguém desse uma surra nele pra ele aprender -q.

Quero ver essa luta desse ginásio, será se o Kyle vai tomar um coro?

Enfim, acho que só e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Caio. em Ter 2 Abr 2013 - 1:41

Então Rusha, mudei de planos e minha fic se passará nos anos 80. Riléquise que a sua ainda fica válida, tenho idéias (afinal meu objetivo não é atrapalhar a sua q).

De toda forma, achei esse capítulo simples, sem muita coisa. É como eu estava comentando com o Gui, toda fic precisa de alguns capítulos para juntar as partes. É estranho falar do Professor Oak sem falar do próprio Oak famoso na franquia de games. Não se sente assim?

Bem, see ya.
avatar
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Detcher em Ter 9 Abr 2013 - 9:46

Rush - EU VOLTEI! o/

Cara, sua fic continua f*da, véi! Muito boa mesmo!
Desculpe eu não ter comentado antes, estava abandonando algumas áreas do fórum e me bandeando pro lado de Pokémon Fire Red.

Bom, sobre a introdução do Seth:

Cara, esse Seth é muito idiota. "Eu sou mal porque meu pai foi mal comigo, e disse que eu seria um bosta." C*RALHO! Para de ser emo, filho da p*ta! Dane-se seu pai, vai catar uma mulher ao invés de ficar aí tristinho, p*rra! Agora, ele decide encher o saco do Kyle porque o pai dele foi mal. Hur~dur.
Agora só falta o Seth ser apaixonado pelo Kyle, e essa ser a razão dele zoar o garoto toda hora.

Sobre o capítulo I:

Véi, como você consegue ter uma escrita tão boa?! Eu imaginei cada cena com a descrição que você fazia, véi! *---*
Bom, o capítulo em si está muito bom. Sobre a parte do Kyle dizer que todos têm Pokémons voadores e só ele não ter, e depois dizer que o Seth é o único otário com um Pokémon voador naquela hora, eu entendi muito bem (e espero não ter de explicar para aqueles que não entenderam). Sobre a líder de ginásio, eu lembrei daquela líder de Johto, com cabelos azuis (eu me esqueci do nome dela), acho que ela é líder do ginásio de água (ou outro, não me lembro no momento). Sobre o Allan, ele me fez lembrar um personagem de H.O.T.D. (não sei se você já leu o mangá ou viu o animê, mas whatever), aquele professor que faz as garotas terem relacionamentos homoafetivos. Sério, eu achava que o Allan éra dumal. Oh Crap Sobre o professor bisneto do Sam Oak: concordo com quem disse que o fez se sentir velho. Me senti igualzinho ( Full Panel ). E eu também achei que ele é igualzinho ouros professores: sábios e estudiosos que mantêm a calma e sabem acalmar os outros. Todos os professores são assim. Que pena. Queria que existisse um professor que arrebentasse os treinadores idiotas (sim, Seth, estou falando de você!).

Bom, por hoje é só. Gostei muito do que li, e espero que continue com a fic, sempre bem detalhada, fazendo o leitor imaginar, com perfeição, a cena descrita. É isso!
avatar
Detcher
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/05/2011

Frase pessoal : daora a vida.


Ver perfil do usuário http://atsushisbar.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Rush em Ter 16 Abr 2013 - 12:49

@DarkZoroark: DZ! /o/ Ah, não quero fazer uma fic muito pesada não. Quero manter a comédia, apenas com mais detalhes e descrições. Sobre o capítulo, eu particularmente não gostei, mas depende do gosto de cada um. Eu achei muito frio e sem personalidade, maaaas, introduzi uma personagem nova. Também tentarei fazer os Pokémons não serem animais, mas sim Pokémons, sabe? Ter aquela personalidade do mangá e parecerem até humanos, mesmo com um tom animalesco. Muito obrigado, continue lendo!

@Black: Sir Black! /o/ Muito obrigado, eu acho que tentarei manter a comédia só que um pouco mais séria. Não sei se irei explorar o humor negro ou o whatever. Acho que irei me focar nas batalhas e nos ataques em si, os tornando realistas e fantasiosos ao mesmo tempo. Tentei personalizar mais Kyle, Seth e blá blá blá. Muito obrigado, continue lendo!

@Perry: De boas, a minha se passa no futuro AUEHAUEHUAE' Acho que os três capítulos vão ser chatinhos, mas depois começa a ficar radical. Muito obrigado, continue lendo!

@Detcher: Muito obrigado! Gosto do seu nome, eu pronuncio algo semelhante a "Detchá". Eu juro que pensei em fazer algo relacionado em Seth ser [palavra censurada] or something, mas acho que não iria ter peso para seu personagem. Haverá outros homossexuais, hermafroditas e chineses. Fico feliz que tenha gostado do primeiro capítulo, não sei se irar gostar do segundo, já que o mesmo não apresenta nada de interessante. Muito obrigado, continue lendo!


~>x<~


Well, editei o main post. Tentarei deixar bem organizado e alegre. Se puder deem uma passada lá. Muito obrigado, continuem lendo!











As crônicas de um Gyarados Voador!
Kyle Adventures.


Capítulo II – No one wants to win.



Já estava bem tarde, e mesmo com a caligem da noite, a claridade daquele local, que se assemelhava a um castelo de vidro preso a uma estrutura de pilares finos de aço, disfarçava qualquer resíduo de escuridão afora. O ambiente era bem iluminado e limpo. O campo em si era aplainado, com uma gigantesca cratera que envolvia uma espécie de ilha no centro, onde tinha acesso devido a longas pontes de madeira que ligavam a entrada até o campo de batalha central.

No local plano, um enorme desenho nos ladrilhos lisos esboçava uma gigantesca Pokébola, símbolo comum das arenas de combate. Em cima da gravura, um pardal de penas bagunçadas e espetadas sobrevoava, aguardando algum comando de sua respectiva treinadora, que por sua vez aguardava o desafiante pouco atrás de seu Pokémon. Kyle sorria confiante, enquanto avançava tranquilo, sendo acompanhado de seu pequeno Pokémon esverdeado quadrúpede. A criatura, por sua vez, estava insegura enquanto caminhava pela longa ponte de madeira, observando a altitude do local em que se encontravam.

O Rapaz encarava seu Pokémon e percebia que o acanhado estava nervoso. Não demorava muito para dar uma cutucada com o peito do pé no corpo do bichinho, que desviava sua atenção para o dono. Confuso.


- A gente vai vencer Aoki. Não se preocupe! – Esboçava um sorriso amarelo no rosto, exibindo a confiança que tinha em si e no Pokémon. O filhote de Bulbasaur parecia ficar aliviado e contente com a confiança que seu dono tinha nele.


Chegavam finalmente no centro, onde o campo de batalha se encontrava. A líder de ginásio secava o desafiante, reparando dos pés a cabeça o garoto. Estranhava, já que o moleque não parecia ser um treinador, e sim um adolescente caipira da cidade rural de pallet, com roupas de flanela surradas e uma calça jeans velha e um pouco rasgada.

Ela abria um sorriso irônico ao perceber que o rapaz tinha apenas um Bulbasaur como parceiro. Filhote ainda, que não aparentava ter experiência alguma em batalhas.


- Boa noite. – O cumprimentava, o reverenciando. Seu Farfetch’d parecia fazer o mesmo com sua asa que segurava o alho poro que tanto tinha carinho a ponto de nunca soltá-lo. – Meu nome é Aurora, a líder de ginásio de Pallet. Antes de aceitar seu desafio, cá pergunto eu... Tem certeza de que quer batalhar? – Coçava então seu cabelo liso e sedoso esbranquiçado, que mesmo rebelde, parecia ser muito bem tratado.

- [palavra censurada]. – Kyle articulava suas pernas, apoiando ambos os braços nelas. Parecia estar cansado, e bufava de mau-humor, fazendo com que seu Bulbasaur olhasse para seu dono, com seus enormes olhos vermelhos – Você espera eu atravessar essa ponte enorme pra perguntar se eu tenho certeza de que quero batalhar? – O rapaz abria um sorriso, logo voltando a sua posição normal e apontava para frente. – Aoki, vamos ganhar essa insígnia!



O pequenino esverdeado corria desengonçado para uma das partes que separavam a metade da Pokébola que estava desenhada no chão. O Spearow parecia estar na outra metade, encarando o Bulbasaur que estava a sua frente. Enquanto dialogavam, Allan se dirigia até a arena. Não demorava muito já que parecia estar acompanhando Kyle desde que havia chego. Ele também parecia estar carregando duas bandeiras – uma esverdeada e a outra avermelhada – na qual iria utilizar para apontar o vencedor.


- Boa noite, Aurora. – Simpatizava com um sorrisinho no canto do rosto, acenando com a cabeça. Então limpava a garganta. – Do meu lado direito, está o desafiante Kyle, representado pela bandeira esverdeada. Ele está desafiando a líder de ginásio, Aurora, para um duelo oficial valendo uma insígnia. Será uma batalha de dois contra dois, sem substituições.

- Allan... – Mencionava coçando o rosto com os olhos fechados, amofinado. – Eu só tenho Aoki, comigo, entende? – Dizia num tom fino, como se quisesse enrolar um pouco mais, de certa forma arrependido por ter que batalhar contra dois Pokémons tendo apenas um.

- Podem começar! – O homem alto acompanhado pelo Unfezant dizia em um tom forte que ecoava pelo estádio inteiro, fazendo com que pequeninos Pidgeys que viviam ali debandassem em voo.



Intermitente, Kyle mal pode formular alguma estratégia em sua mente, ficando bem nervoso ao ver que a batalha havia começado. Seu Bulbasaur olhava para os lados assustado, logo virando o rosto para seu treinador, com um olhar espavorido.


- Darlayne, comece com bicada e use o tufão com toda sua força de vontade! – Aurora dizia sorrindo, segurando um riso histérico pela inexperiência de tal desafiante. Era bom a seu ver, que era praticamente invencível naquele ginásio.


O Spearow que ainda estava voando em um único ponto dava uma cambalhota para trás, pegando impulso o suficiente para dar uma forte investida no pequenino ser esverdeado com seu bico rijo. O Bulbasaur grunhia de dor, rapidamente dando um breve salto, recuando, e saía correndo em direção oposta para fugir da ave.


- Aoki, não! – Kyle rangia os dentes e batia uma das mãos no rosto, decepcionado sem saber o que fazer. Ele então apontava o dedo indicador para o inimigo e berrava – Ataca ele, poxa!


Allan, mesmo sendo o juiz que iria observar a batalha e julgá-la, para ver se o desafiante seria digno de receber sua insígnia, não pode hesitar ao rir baixinho. O rapaz não saberia ao menos um comando para ordenar seu Pokémon. O Bulbasaur escutava seu dono e fechava os olhos com força, como se fosse sentir uma terrível dor. Ela então se virava para tentar dar uma forte investida no Spearow, que por sua vez, começava a bater as asas rapidamente com bastante força, criando uma rajada de vento que atingia o quadrúpede. A força foi o suficiente para derrubá-lo e impedir o golpe.


- Aoki, faz alguma coisa! – Kyle gritava aflito. Estava preocupado com seu Pokémon, mas também queria muito vencer sua primeira batalha. Já bastava a sua má sorte em capturas, teria que perder em seus duelos também?

- Haha. – Fechava os olhos, sentindo prazer naquela luta. – Fico até com pena de seu Bulbasaur, garoto. – Aurora então chacoalhava a cabeça, decepcionada. – Ter um treinador tão ruim como você.


Kyle fechava os punhos com força, sem ter algum argumento válido para se defender. No seu ponto de vista, também se achava horrível como treinador. Mas não iria ter que aturar aquela humilhação.

Seu Bulbasaur levantava, chacoalhando sua cabeça. De certa forma, também se sentia ofendido com as palavras da mulher, lançando um olhar bravio para a líder de ginásio.


- Bulbasaur! – Rugia com sua fina voz rouca, que não parecia amedrontar a pequena Spearow que pairava ali sua frente. Então uma pequena luz esverdeada fazia com que o bulbo em suas costas se iluminasse, enquanto pequenos poros da mesma cor caiam sobre o chão do campo.

- Aoki? – Kyle questionava, visando que seu Pokémon nunca havia feito tal ato em sua vida, ficando assim assustado. Admirava-se ao ver que o filhote curvava seu corpo para frente, apontando o vegetal de seu dorso para o pássaro inimigo.

- Darlayne, teremos de usar nossa tática especial! – Aurora gritava para informar a Spearow, assustada. – Use o bico broca! – completava, apontando para frente, enquanto seus cachecóis e sues cabelos platinados voavam para trás com a ventania causada pelo bater de asas da ave amarronzada.


O pássaro pegava o impulso forte o suficiente para planar como um torpedo em direção do Bulbasaur, que continuava naquela mesma posição, preparado para atacar. O corpo leve do Spearow começava a girar velozmente, se assemelhando a um peão enquanto continuava sua rota com intuito de atingir a criatura verde sem piedade.


- Aoki, desvie...! – Kyle dizia em tom baixo, preocupante. Seu fiel escudeiro o escutava, mas não fazia tal comando. O suor frio escorria pelo rosto do jovem que via a cena assustado.


Quando o Spearow chegava bem próximo de seu corpo, o Bulbasaur soltava uma espécie de semente castanha no oponente. Ao atingir o pássaro, aquele pequenino bago parecia se abrir com uma pequena explosão, onde várias vinhas fortes saiam de dentro do corpo do grão e envolvessem a ave. Aquilo não impedira o ataque do Pokémon voador, que continuava sua rota, mesmo estando envolvido por uma espécie de cipó. Com o ataque giratório, atingia Aoki com força, fazendo com que as duas criaturas caíssem rolando no chão com o impacto.


- Mas que droga! – Aurora resmungava, vendo a situação em que seu Pokémon se encontrava, sendo pego pelo golpe antes de poder terminar com a batalha. – Darlayne! Você está bem?


A Spearow não conseguia se levantar. Estava toda entrelaçada com aquelas vinhas que a apertavam. Após uma pequena pausa, um forte raio avermelhado era emitido da semente, fazendo a ave gritar de dor e desmaiar.


- Isso! Vencemos Aoki! – Kyle comemorava, até ver o estado de seu Bulbasaur. Ele estava machucado, com um hematoma na costela, aonde teria sido atingido pelo golpe giratório. Não conseguia se levantar, só gemia de dor.


Vendo a situação, Allan levantava ambas as bandeiras, dizendo em tom alto:


- Ambos estão fora de combate! Como Aurora ainda possui um Pokémon restando, ela é a vencedora!


Aquilo acabava com Kyle. Ele se sentia um inútil por ter forçado seu Bulbasaur a batalhar naquele ginásio. Corria em direção do seu amigo e o carregava, notando que ele ainda gemia de dor. Aurora parecia fazer o mesmo com seu Spearow, dando um beijo na cabeça da ave, agradecendo o trabalho bem feito.


- Você é muito cabeça dura, moleque. – A líder o insultava. Sem se aproximar do desafiante.


O Rapaz de cabelos castanhos não respondia, só olhava indignado para a mulher, escutando aquele sermão de cabeça baixa, enquanto ainda carregava o pequeno Aoki em seus braços.


- Você vem com um Pokémon inexperiente num ginásio com um tipo vantajoso ao seu, e ainda queria ter um bom resultado? – Ela perguntava bravia. – Fico surpresa em como você tenha conseguido derrotar Darlayne. Seu Bulbasaur é um melhor treinador do que você, moleque.


Indignado, Kyle virava o rosto, com um forte peso em sua consciência. Allan olhava feio para a líder, sem dizer uma palavra sequer. Não iria argumentar com sua chefa, não queria problemas, mas o seu olhar parecia dizer, “É por isso que não temos mais desafiantes”. O rapaz de cabelos castanhos corria sem olhar para trás, não temia a ponte de madeira que ficava bamba a cada passo pesado que dava. Sua respiração ofegante não o impedia de querer sair daquele local o mais rápido o possível.


~>x<~



Suspirava aflito enquanto saboreava um gole daquele achocolatado que bebia tranquilamente, tentando se esquecer dos problemas prévios que havia enfrentado. Estava com um grosso pijama de lã azul escuro do mesmo material que suas luvas negras. Toda noite em Pallet era fria como uma nevasca. Sua casa de madeira era aconchegante e era o bastante para o proteger das longas noites gélidas que pareciam ameaçar a todos os moradores da cidade.


- Você é um besta também. – Sua voz feminina era suave e bela, assim como seu rosto branco com algumas pintas. – Não deveria forçar Aoki assim. Ele é um bebê. – Reforçava os insultos enquanto voltava para o cômodo carregando uma bandeja de cupcakes de chocolate em sua superfície.


Aquela não era a casa onde a família de Kyle morava. Não, era apenas o lugar onde ele construíra com a ajuda de seu pai para ter seu próprio espaço quando precisasse, ou até ser sua futura casa quando se tornasse maior de idade. Não era um lugar chique, tampouco espaçoso, mas era confortável e bom de viver. Possuía quatro cômodos, constituídos de uma sala, uma cozinha, um quarto e um banheiro. O lugar em que estavam era um pouco maior do que os outros lugares, constituindo de um enorme tapete verde e uma mesa de madeira do mesmo tamanho.

Também havia algumas estantes com fotografias e livros, além de uma velha televisão velha que era acompanhada com um vídeo cassete, onde só podia reproduzir as fitas em VHS, e apenas chiava em canais de TV aberta. Seu Bulbasaur estava no lado de seu treinador, numa caminha coberta, recheada de macios colchões de penas. Estava adormecido, cansado pelo dia cansativo que teve. Kyle apenas olhava para a bela menina e pegava um dos cupcakes ainda quentes. Estava faminto.


- Ah, Brenda. – Resmungava ainda de boca cheia. Dando uma pausa para tomar um gole do chocolate quente. – Eu sei. Foi erro meu.


A menina sentava numa cadeira próxima do rapaz. Estava trajando um pijama de flanela negro e uma toca da mesma cor e material para se proteger do frio. Era magra e baixa, tendo cabelos volumosos lisos e louros. Seus olhos verdes só contribuíam para sua beleza em si. A menina segurava na mão do garoto e balançava a cabeça negativamente, decepcionada.


- Você tem que treinar o Aoki. Se quiser, eu ajudo ele a treinar com a Megan amanhã cedo. – Terminava de falar, pegando um dos doces e o saboreando.


Uma pequenina raposa avermelhada se aproximava, com passos tortos e saltitados. Sua pelugem, além de ser num tom vermelho forte e vívido, era lisa e macia. O Vulpix bocejava com seus olhos sonolentos, fazendo um fino grunhido.



avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Black~ em Qua 17 Abr 2013 - 20:45

Bom, vamos lá.

Capítulo legalzinho e tals. Eu estava achando meio forçado você já ir direto pro ginásio no segundo episódio, mas ainda bem que li e você queria transmitir a idiotice do Kyle e talvez esse sendo um dos motivos pelo qual ele não captura pokémons.

Eu gostei da parte em que o Bulbasaur se invoca, ele tinha usado Leech Seed, tinha achado primeiramente que ia ser o Solarbeam -q. Mas deu dó do Bulbasaur, ter "se matado" praticamente por causa da geniosidade do treinador. Isso que é exemplo de pokémon fiel.

A fic realmente está mais séria, você não colocou elementos humorísticos neste capítulo, dando mais ênfase à uma "lição de moral", tudo bem, acho legal isso, mas poderia colocar umas coisinhas engraçadas né -q.

Sua descrição é bem interessante, deu pra imaginar tudo do garoto andando sobre uam ponte, que parecia quebrar. Eu acho que eu to meio cego -q, eu tinha entendido que tinha várias pontes, que faziam tipo um labirinto no ginásio '-'.

A Brenda (ela apareceu em outros capítulos? é porque não me lembro de tê-la visto '-', mas enfim) parece que vai ser uma boa personagem, aquela dócil e tudo mais. Quero ver ela ajudando a treinar o Bulbasaur -q.

Erros creio que não vi nenhum, se vi, passou bem despercebido. Seu erro maior, e talvez único, é a repetição das palavras, principalmente os nomes, acho que uns sinônimos poderiam melhorar e tudo mais, mas sei que é difícil ficar pensando sinônimos toda hora, mas enfim.

Acho que só e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Detcher em Qui 18 Abr 2013 - 15:56

Capítulo II – No one wants to win.

E, assim, Kyle perde sua primeira batalha.

Bom, o capítulo está ótimo. Ressalto, mais uma vez, a incrível habilidade de fazer o leitor imaginar cada cena que você descreve, detalhadamente, dentro do capítulo. É incrível como eu imagino cada cena, como se fosse um mangá (não consigo imaginar dentro de um animê).
O capítulo, em si, está ótimo. Vi alguns erros, mas são meio bobos (falta de acentuações etc), então nem vou citar, já que não atrapalham em nada a leitura. Apenas cito, aqui, um erro: "[...] além de uma velha televisão velha que era [...]". Sim, a repetição da palavra "velha". Não que isso prejudique a leitura, de forma alguma, mas é bom ressaltar para tomar cuidado com isso.
Foi interessante a perda do personagem principal, visto que não teremos um Deus Ex Machina dentro da estória (tipo o personagem ser f*dão só por ser o principal), o que é uma grande vantagem. Também achei legal o Kyle do chapéu de palha não saber muito bem como lutar contra alguém; isso foi interessante pra ele. Só não entendo como ele pensou que poderia capturar um Pokémon usando Tackle (ou Investida) toda hora.
E sobre a Brenda, é a típica personagem feminina que está com o personagem principal toda hora, ajudando-o em seus sonhos e tudo o mais. Só espero que os dois acabem namorando, pois ter romance na história é um ponto à mais. Afinal, não é só de Pokémons e Insígnias que um garoto vive, né?!

Enfim, o capítulo está ótimo. Espero por mais capítulos! -- Bankai!
avatar
Detcher
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/05/2011

Frase pessoal : daora a vida.


Ver perfil do usuário http://atsushisbar.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Rush em Seg 22 Abr 2013 - 17:50

@Black: Black! /o/ Muito obrigado! Brenda foi uma personagem que eu decidi apresentar agora, mesmo que ela vá ter uma participação mais séria apenas no futuro. Eu realmente quero tentar manter a comédia, mas sei lá, não to vendo oportunidades para explorar isso. Sobre Kyle, ele é legal poxa, mas é burro. Burro não é a palavra, mas ele é impaciente e quer as coisas logo. Muito obrigado, rapaz! Continue lendo!

@Detchááá: Muito obrigado! *-* Fico feliz com seus elogios, de verdade mesmo. Vou tentar me aperfeiçoar mais para você tentar imaginar um anime ao invés de um mangá! AUEHUAE' Sendo spoiler ou não, apesar de ser o 'Bad Luke Kyle', ele irá ter sorte no futuro. Não sorte, mas tudo irá se entrelaçar e sei lá. Acho que isso é spoiler sim. Enfim, muito obrigado cara, continue lendo!


Fico muito feliz com os comentários, muito mesmo. Acho que esse volume, 'Green Cliche', será apenas a introdução da estória. Sendo um prólogo até Kyle sair em uma jornada, onde os personagens que serão de Pallet serão introduzidos e rivais formados. Eu tentei detalhar bem e escrever pouco pra leitura ficar agradável e não cansativa.

Apenas quero estruturar a estória ao dizer que os treinadores estão quase extintos. Uma das razões serão os líderes de ginásio overpower. A maioria deles vão usar apenas UM pokémon, mas mesmo assim serem absurdamente fortes. Enfim, tenham uma boa leitura! Muito obrigado por acompanharem!

Depois de ler a fic do Murilo eu tive que fazer isso. Os créditos são todos dele, então recomento que leiam a fic dele: A jornada de Delailan








Narrador escreveu:Já fazia três dias que Kyle havia perdido para a líder do ginásio de Pallet, Aurora, mostrando em como egoísta e estúpido tinha sido, a ponto de desafiar a mulher com tanta inexperiência. Isso realmente o deixara abalado emocionalmente, ver seu pequeno Bulbasaur apanhando daquela forma. Porém, a experiência não foi em vão. Aoki aprendeu a usar o ataque ‘Semente Sanguessuga’.

Nesse meio tempo, no entanto, Kyle dedicou-se em treinar seu Pokémon para finalmente poder ganhar sua insígnia.



~>x<~



As manhãs gélidas da pequena cidade sempre eram nevoadas daquele jeito. Os céus com nuvens carregadas ameaçavam os trabalhadores, que já estavam acostumados com o blefe da atmosfera do local, onde no máximo uma garoa iria cair com suas leves gotas frias para auxiliar as plantações.
Não se passavam das dez, e pelas ruas de terra um jovem com um chapéu de palha corria em um ritmo em que não fadigava. Correndo alguns quilômetros para se manter em forma.

O que mais chamava atenção era o fato de um pequenino ser esverdeado sempre estar o acompanhando naquela corrida.




As crônicas de um Gyarados Voador!
Kyle Adventures.


Capítulo III – Feeling so sedated.




Suava, mesmo com o clima fresco e o vento gelado que ameaçava arrancar o chapéu de palha de sua cabeça, sem sucesso. Estava ofegante e não aguentava mais correr. Desde sua humilhante derrota, o rapaz decidiu correr todas as manhãs com seu Bulbasaur para manter-se em forma. Corria de sua pequena e humilde casa de madeira até os enormes morros verdes de Pallet, onde os grandes moinhos de vento foram construídos. Era realmente um lugar limpo e belo, tendo a visão da cidade rural inteira.

Exausto, se jogava naquele gramado macio que se moviam em sintonia ao vento. Ficava ali deitado enquanto seu Pokémon se aproximava e descansava em seu lado. Ambos olhando para o céu, focando naquelas majestosas nuvens escurecidas que relampeavam a cada segundo.


- Até que estamos bem né? – O garoto perguntava, colocando o chapéu de palha na cabeça de seu Bulbasaur. – Acho que progredimos bastante nesses três dias. – Suspirava, lembrando em como fora ingênuo.

- Bulbasaur! – O pequenino dizia com sua voz fina e rouca, sempre exibindo aquele olhar avermelhado em seu rosto alegre.


Não demorou muito até um garoto chegar montado num Dodrio. Ele parecia estar segurando uma vara de pescar com um pequeno verme preso no anzol. Desta forma o Dodrio acabava seguindo o rumo que o jovem escolhia. Kyle não dizia nada ao notar a sua presença, tentando ignorar o individuo.


- Kyle. – Seth sorria, o cumprimentando. Ele pegava sua vara de pescar, retirando a larva e jogando para cima, onde precisamente seu Pokémon dava uma bicada, mastigando com gosto para aproveitar aquele lanche. – Ainda treinando para desafiar a Aurora novamente? – Abria um sorriso sarcástico no rosto.


O colega não respondia. Não devia satisfação alguma e hoje era domingo, o seu dia de folga. Queria evitar qualquer tipo de conversação que acabasse jogando sua autoestima para baixo. Seu Bulbasaur ficava apenas olhando o rival, confuso com a sua aparição.


- Relaxa. – Continuava dizendo enquanto descia de cima da ave, deitando-se ao lado do amigo. – Quase todo mundo da nossa antiga sala ficou sabendo disso.

- Você quer me humilhar? – O garoto de cabelos castanhos perguntava enquanto retirava uma espiga de trigo do bolso de sua calça, e o mastigava. Realçando a sua aparência de caipira.


Seth ria de leve, cruzando os braços pra cima e os usando como travesseiro. Já havia tirado seu boné laranja e o deixado em cima de seu peito. Ficava apenas contemplando o céu com seu colega.


- Não, cara. Queria só dizer que... Foi bem legal da sua parte. Ninguém desafiava aquele ginásio há anos. – Dizia exageradamente. Realmente, o ginásio não tinha algum desafiante há meses, apenas se sustentando com o dinheiro que o aviário local arrecadava.

- Eu sei. – Respondia ainda mastigando a espiga de trigo. – Faz tempo que não vejo treinadores, e sei lá. Quis tentar a sorte. Ver se eu era capaz de ser um.


Seth ria novamente, virando o seu rosto para o amigo, enquanto inclinava seu corpo pra frente e se sentando.


- E mesmo você perdendo feio, você não desistiu. Tá treinando ainda. – Continuava com seu sorriso maroto, famoso por mostrar sua infantilidade. – Achei bem legal isso. Na verdade, todo mundo achou.

- Como assim? – Kyle se questionava, ainda deitado. Seth sempre fora um garoto popular por ser rico e herdeiro da enorme fazenda de Tauros de seus pais. Assim, sempre mantivera contato com seus inúmeros amigos da escola, incluindo Kyle, que por sua vez não teria muitos amigos. Sendo somente o dono do Dodrio e Brenda, sua colega de quarto.


Seth colocava bagunçava seus cabelos escuros e curtos, molhados por terem encostado àquele belo gramado verde. Sempre mantinha um topete-franja bagunçado e espetado pra frente, por mais feio que aquilo fosse, o achava estiloso.


- Cara. – Sorria então, exibindo seus dentes brancos e bem cuidados. – Você movimentou Pallet, mano. Várias pessoas estão se inscrevendo no ginásio ou comprando ingressos pra assistirem aos desafios.

- Sério? – Sua respiração cessava. Estava surpreso com aquilo. Nunca havia sido popular, muito menos influente em alguma coisa. Graças ao seu ato ingênuo e estupido de ter desafiado o ginásio de Pallet com apenas um Bulbasaur, a movimentação de treinadores havia aumentado? Aquilo realmente era algo muito idiota.

- Sério. Estou pensando em pedir conta no meu trampo e sair numa jornada, sabe? Acho que você devia fazer o mesmo.


Kyle ficava mudo, pensando naquelas palavras. Tinha tido essa ideia, mas nunca pensara que isso poderia se tornar realidade. Ele, um treinador? Um mero caipira? Mal sabia ele que seu nome já estava sendo impresso nos jornais que ele mesmo iria entrar no dia seguinte.

Graças a sua ignorância, talvez o ramo de treinadores fosse ressuscitado naquela pequena cidade, salvando talvez o seu enorme ginásio de vidro. O rapaz inclinava seu corpo, se sentando também. Aproveitava e pegava o seu chapéu de palha e o colocava em sua cabeça. Perdia o foco de sua visão, viajando em seus pensamentos aglomerados.


- Ei, Kyle. - Dizia, dando um leve susto no rapaz de cabelos castanhos. – O seu pai te amou? – perguntava, lembrando-se das palavras frias e cruéis de seu pai. Lembrando de como era tratado como capacho pelos pais e pela raiva de sua irmã mais nova que invejava o fato dele herdar maior parte da fortuna de seus genitores.



~>x<~
As crônicas de um Gyarados Voador!
~>x<~



Gabrielle estava confiante que poderia vencer aquela batalha, não demonstrava preocupações nem medo. Seus cabelos louros belos eram lavados com o vento, exibindo a beleza de seus fios volumosos. Tinha uma mexa castanha, onde não havia pintado de dourado, preservando a coloração natural do cabelo. Era belíssima, digna de aplausos. Seus olhos eram profundamente verdes, moldados com o delineador negro em seus cílios. Trajava uma camisa branca esportiva que deixava sua barriga a mostra. Usava um colete de couro rosa por cima e uma bermuda para combinar.

Era desejada por todos os rapazes de Pallet, e invejada por todas as garotas. Pelo visto, além de bela, também era inteligente a ponto de formular belas estratégias e treinar bem seus Pokémons. Ela estava rodeada de jovens que assistiam àquela batalha. Pelo visto, a batalha ocorria na parte mais movimentada da cidade, onde seria o centro comercial. As ruas eram asfaltadas ao contrário das demais e seria o ponto em que bibliotecas e academias se encontravam.


Christopher, seu oponente não parecia ser tão querido como ela. Era um rapaz da mesma idade, porém não mais alto que a garota. Não era feio, mas não chegava a ser bonito como outros jovens que moravam em Pallet. Tinha um amor platônico por Gabrielle, mas a menina não sabia que o garoto existia até ele chegar e a desafiar para uma batalha. Trajava uma camisa branca e azul em suas mangas compridas de lã. Calças de moletom castanhas. Seus cabelos eram volumosos e compridos, bem cuidados. Possuía uma franja que cobria sua testa. Ele parecia estar nervoso com a batalha, já que estaria perdendo.


- Vera, acabe com esta batalha usando mais uma lambida! – A loura ordenava, rindo maleficamente de seu oponente.


O Pokémon da garota era um ser bípede rosa com uma língua enorme. Um Lickitung bem treinado, que tinha um olhar vazio e inocente em seu rosto. Ele não perdia tempo e abria sua boca, lançando sua língua como um chicote e dando uma forte lambida no seu oponente. O seu oponente era um pequenino rato amarelado com bochechas avermelhadas. Um pequenino Pikachu que já estava exausto. Ele estava fraco e não conseguia mais batalhar, ignorando as ordens de seu treinador raivoso.

A língua elástica atingia o roedor, fazendo-o instantaneamente cair paralisado, sem poder mover um musculo sequer.

Todos os adolescentes que rodeavam os dois comemoravam, vibrando a vitória da bela Gabrielle. A moça parecia ter um pequenino Skitty em seu ombro, que também estava animado com a vitória de Vera, sua Lickitung. Christopher olhava nervoso com a frieza da sua amada. Sabia que ela era assim com quase todos, mas sua beleza parecia ocultar toda sua personalidade podre. Estava cego, de fato, mesmo com seu Pikachu ter sofrido com o ataque.

Ele se sentia humilhado. Aproximava-se e segurava o rato com seus dos braços, correndo desesperadamente sem olhar para trás. Era vítima de risadas e zoações.


- E como sempre, eu nunca perco. – Dizia confiante, mesmo com o erro de concordância em sua frase. – Que comece a grande jornada pelas insígnias. – Terminava com um sorriso, causando a comemoração de todos ao seu redor.





avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : The king can do as he likes!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Detcher em Ter 23 Abr 2013 - 15:02

Capítulo III – Feeling so sedated.

Porque as garotas bonitas são más.

E eu adoro capítulos curtos. Smile 2

Ok, ok. Primeiro de tudo: Ainda continuo imaginando as cenas como se fossem de mangás. Não que falte alguma coisa, mas é que eu prefiro mangás à animê, já que, às vezes, os animês são mal feitos e tals... MAS! Com o final do capítulo eu consegui imaginar uma cena e animê no estilo do vídeo promocional de Black2/White2, e, cara... QUE. [palavra censurada]. Deviam fazer animês de fanfics. É, é uma boa ideia. Enfim, vamos aos comentários do capítulo!

Cara, o Kyle ficou famoso. OMG. Por favor, pergunte ao Kyle se ele me give um autógrafo, ok?! Achei legal ele começar à treinar e tals, e o novo ataque que o Aoki aprendeu, além de eles correrem loucamente pela cidade pra se exercitarem. Do jeito que você descreve o Aoki, faz pareçer que ele é uma criança pura e ingênua. Você pretend emudar a "personalidade" dele conforme ele for evoluindo? Porque isso seria interessante...! Bom, o Seth finalmente deixou de ser mala, mas eu sempre imagino alguém sacana quando você descreve ele, além de imaginar que ele corre atrás de criançinhas com seu Dodrio. Sério. Mas eu socaria a cara dele numa boa. Rs~
E essa minína de capiroto mamãn, hein?! Ela pareçe uma bela filha da p*ta, assim como o Seth! E foi bem quando você descreveu sobre a Skitty nos ombros dela que eu imaginei o pequeno Pokémon "escalando" ela, até chegar em seus ombros, como se fosse uma cena de animê. OMFG. Sobre o outro personagem, eu achei interessante ele ter uma paixão (mesmo que platônica) pela mesma, mesmo ela sendo uma v*dia. E que mulher sem piedade, não?

Bem, é isso! E eu tô gostando bastante de você não apressar as coisas, e fazer capítulos curtos; mesmo contando pouca coisa, são ótimos, pois eu acho que a leitura flui de forma muito mais interessante. Esperando mais capítulos! (e eu fico bem assim depois de ler os capítulos - Rainbow -)
avatar
Detcher
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/05/2011

Frase pessoal : daora a vida.


Ver perfil do usuário http://atsushisbar.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por DarkZoroark em Qua 24 Abr 2013 - 12:37

Rush o/
Antes de qualquer outra coisa, peço-lhe desculpas por não ter comentado o último capítulo. Eu sempre deixo as páginas das fics a comentar abertas no PC, mas deu um problema alguns dias atrás e acabei ficando sem as mesmas para me orientar. Pensei que já havia feito-o e só fui perceber agora que não.
Falando agora do capítulo: Meio triste que o Kyle tenha perdido, mesmo que já fosse meio óbvio. A desvantagem de tipos era clara, mas já foi surpreendente que ele tenha conseguido vencer um Farfecht'd - Aliás, bem legal teres colocado-o na Fic - com um Bulbasaur ainda inexperiente e sem qualquer tática para a batalha. Tudo bem que foi um golpe de sorte ele ter conseguido usar o Semente Sanguessuga, mas ainda assim não atrapalha o fato de ter sido incrível.
Uma coisa que sempre me deixa impressionado é a personalidade do Seth. Ele parece ser uma boa pessoa que tenta passar a impressão de ser bad boy. Foi bem legal da parte dele ter animado o Kyle mesmo os dois não sendo tão chegados assim, ao que me parece. Vai ser interessante ver como será a jornada de ambos e como isso influenciará em suas atitudes. Algo interessante de ser feito seria trazer à tona a constatação feita pelo Professor Carvalho no final da Saga Red/Green/Blue do Mangá; mostrar que ambos aprenderam um com o outro durante suas jornadas, adquirindo certas características antes não existentes por causa disso.
A nova personagem, Gabrielle se bem recordo, é bem interessante. Um dos poucos casos de "beleza com neurônios". Só achei ela um tanto arrogante - mais que o Seth - pela maneira com que falou após ter derrotado o adversário. Licktung é outro Pokémon interessante de aparecer em uma Fanfic, pois raramente são citados. Na verdade, acho que poucas são ás vezes em que um Pokémon que já tenha sido da Team Rocket aparece em Fanfics.
Erros eu não achei nenhum, mas tenho uma pequena observação:
Pelo visto, além de bela, também era inteligente a ponto de formular belas estratégias e treinar bem seus Pokémons. Ela estava rodeada de jovens que assistiam àquela batalha. Pelo visto, a batalha ocorria na parte mais movimentada da cidade, onde seria o centro comercial.
Ficou um tanto repetitivo o uso da expressão "Pelo visto" nesse fragmento. O restante está muito bom, como de costume. É tão legal ler suas Fanfics - incluindo a Gonryu nesta parte - e perceber que se consegue imaginar os cenários como se fosse um anime.
Fico no aguardo do seu próximo cap, friend. ninja
avatar
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/04/2011

Frase pessoal : Let's Play!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um Gyarados Voador - Kyle.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 8 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum