Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Pokémon Black & White: Legends of Destiny

Ir em baixo

Pokémon Black & White: Legends of Destiny

Mensagem por Philipenfbr em Seg 11 Fev 2013 - 13:58

Olá pessoal, estou fazendo esta fic já que sou fã da série, estou bastante empolgado com a criação desta obra. Esta fic terá os personagens de toda a série, dos mais antigos aos mais novos, o começo poderá até aparentar ser uma clichê jornada pokémon, mais tomará um rumo diferente, cada um dos três protagonistas possuem seus objetivos e sonhos, o primeiro arco ( Temporada ) se chamará Friends, e terá foco nos protagonistas e alguns coadjuvantes, batalhas de ginásios, treinos o básico apenas para se adaptarem com os personagens. Essa vai ser a primeira vez que eu escrevo algo que será visto por tantas pessoas, espero que gostem.




Personagens:
Spoiler:


Nome: Max
Idade: 14
Personalidade: Extrovertido, divertido e um pouco hiperativo, as vezes acaba parecendo bipolar, pela maneira em que sua personalidade varia, sempre acaba dizendo coisas bobas quando não sabe o que dizer, talvez para esconder sua timidez.
Aparência: Um jovem de estatura normal, cabelos castanhos, olhos verdes e pele clara.
História: Vive desde muito jovem em Aspertia City no continente de Unova, tem laços fortes com seus melhores amigos Yusuke e Asuna. Seu objetivo sempre foi criar um mundo em que seres humanos e pokémons consigam viver em paz uns com os outros, começou a pensar deste modo devido à um acontecimento em seu passado, quando tinha 10 anos, idade em que geralmente as crianças são presenteadas com seus primeiros pokémons. Max testemunha um crime absurdo, pessoas vestidas com algum tipo de uniforme estavam atacando pokémons de Floccesy Ranch, sem saber o que fazer e com medo Max resolve se abrigar em algum lugar quando encontra um Riolu ferido, utilizando alguns suprimentos de emergência que carregava consigo em sua mochila este cuida do pequeno Riolu que desde então o segue fielmente desde este fatídico dia, devido ao acidente Max não conseguiu chegar a tempo e perdeu a oportunidade de obter Tepig, Snivy ou Oshawott. 4 anos agora se passaram, Max e seus amigos Yusuke e Asuna que possuem uma Snivy e um Oshawott formam um grupo de exploradores pokémons se metendo em todos os tipos de confusões, depois de muito tempo é anunciado que Bianca, assistente da professora Juniper estará na cidade para distribuir os pokémons iniciais para jovens treinadores, era a chance que Max não podia perder.
Pokémons:




Nome: Yusuke
Idade: 14
Personalidade: Frio e calculista, ama pokémons mais do que tudo em sua vida.
Aparência: Um jovem de cabelos escuros com coloração azulada, prestativo e está sempre pronto para desafios.
História: Indefinada, por enquanto.
Pokémons:




Nome: Asuna
Idade: 14
Personalidade: Uma jovem vaidosa e muito extrovertida, sempre está agitada, dentre seus muitos hobbies, encabular Max parece estar no topo da lista.
Aparência: Uma jovem de cabelos castanhos e grandes olhos verdes, adota de um visual semelhante ao de Max.
História: Primogênita de uma família muito rica nunca teve tempo para brincar, é claro que isso mudou quando conheceu seus dois únicos e melhores amigos, Max e Yusuke. Sempre dava um jeito de fugir de casa para aprontar com seus amigos pela pequena Aspertia, no dia em que iria sair para sua jornada pokémon junto de seu Oshawott a jovem é impedida por seus pais e assim como Max e Yusuke não puderam iniciar suas jornadas juntos como o plano original, após quatro anos a carismática jovem consegue então sua liberdade em uma conversa aberta com seus pais e está pronta para sair daquele pequeno mundo.
Pokémons:




Be my Scape ~ Música tema do primeiro arco.



Índice

Season 1 - " Friends "

Capítulo 01: Tudo está conectado.
Capítulo 02: Acabem com ele! O terrível Mecha Watchog V2.
Capítulo 03: A organização rebelde sem nome? A aparição de Alder.

NOTA: Capítulos ainda em planejamento, a primeira temporada terá de 15 a 20 capítulos.






Prólogo

Unova, um continente repleto de mistérios e tesouros escondidos, novos pokémons são descobertos a cada dia que se passa e suas lendas não param de aumentar conforme o número de curiosos está em ascensão, estes curiosos se denominam como "Exploradores Pokémon", são treinadores capazes que exploram os mistérios deste mundo junto de seus parceiros pokémons, com objetivos diversos, desde fama e fortuna até os mais nobres e humildes objetivos, entretanto poucos conseguem trilhar este caminho cheio de perigo e aventura, os poucos que conseguiram esta glória hoje estão apenas com seus nomes em livros... Quatro anos atrás, este era o ano de glória para os exploradores pokémons que hoje quase extintos são motivos de piada para grande parte das pessoas, são vistos como pessoas que se expõe ao perigo por nada, já que hoje em dia existem muitas organizações que pesquisam usando a segura ciência.

" Vamos juntos, nos tornar grandes exploradores pokémon! "


Hoje estamos em uma era de transição, o mundo está em pleno desequilíbrio, e aqueles tidos como lenda, agora se mostram para o mundo exibindo seu poder de forma ameaçadora, para que os humanos saibam que não estão no comando de tudo, escolas que treinam treinadores pokémons desde muito cedo foram formadas, como se fossem um exército para futuramente enfrentarem estas lendas... Muitos treinadores pokémons ainda trilham os caminhos padrões, mas não são fortes o bastante para enfrentar aqueles que usam a ciência como suporte, treinadores pokémons das organizações que usam seu poder cientifico para expandir o potencial dos pokémons vem vencendo todas as ligas desde que surgiram quatro anos atrás, os ex-membros da Elite dos 4 de Unova: Shauntal, Marshal, Grimsley, Caitlin e o Champion Alder estão desaparecidos, muitos dizem que estão viajando a procura de treinadores com forte determinação e formando um grupo rebelde com a intenção de mudar o mundo. Dentre as organizações que vem dominando este mundo, nenhuma delas se compara com as organizações Alpha e Omega, ambas possuem uma sub-organização conhecida como Delta que é a mais ativa, entretanto é apenas uma árvore na floresta...

Era uma bela manhã de Sol na pacífica Aspertia City, aquela pequena cidade localizada em uma região rural de Unova estava longe de qualquer problema envolvendo as grandes organizações, aqui jovens de várias partes sonham desde pequenos em serem treinadores mal sabendo que estes sonhos serão esmagados em sua primeira e inevitável batalha contra qualquer treinador desta organização, entre muitos que almejam serem treinadores quase não existem aqueles que queiram se tornar exploradores. - Eu disse quase...

???: - Max! Seu café vai esfriar. Exclama uma mulher de meia idade com uma voz serena.
Max: - Uaaah! - Se espreguiça o jovem sonolento esfregando delicadamente seus olhos.

Enquanto o jovem acordava e cuidava de higiene pessoal sua mãe Clair, cuidava para que a mesa já estivesse pronta, arrumando os pratos e recipientes com delicadeza para que tudo estivesse em seu lugar, ao seu lado o sempre prestativo Riolu estava ajudando com um belo sorriso estampado em seu rosto, já que para ele este também seria um grande dia.

Max: - Bom dia mãe, café com torradas hm... Itadakimasu!
Clair: - Coma devagar querido, assim vai se engasgar, veja como o Riolu está comendo sua ração educadamente.
Max: - É claro que está, já está repetindo, isso não é muito educado se for avaliar bem... Hahaha!
Riolu: Au! Exclama o pequeno pokémon que parecia estar um pouco surpreso com a acusação.
Max: - Não leve isso a sério Riolu, é apenas uma brincadeira, vamos terminar de comer e nos encontrar com aqueles dois.
Clair: - Não esqueça de levar seu Xtransceiver.


Tudo começa em um típico café da manhã em família, Max tem um encontro marcado com seus melhores amigos que por ironia do destino tiveram suas respectivas jornadas adiadas por tanto tempo, estaria tudo isto... Conectado?


Última edição por Philipenfbr em Sab 4 Maio 2013 - 19:13, editado 3 vez(es) (Razão : Adição de novo link)
avatar
Philipenfbr
Membro
Membro

Masculino Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 02/06/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Black & White: Legends of Destiny

Mensagem por -Ice em Seg 11 Fev 2013 - 14:25

Gostei da sua fic, não tenho nada a reclamar, exceto isso:

Max: - Uaaah! - Se espreguiça o jovem sonolento esfregando delicadamente seus olhos.

Eu acho que deixar o nome dos personagens antes das falas não é uma boa ideia, você poderia simplesmente fazer assim:

- Uaaah! - espreguiçou-se um garoto

Eu vi alguns problemas com vírgulas, nada que não se pode arrumar, mas mesmo assim chega a incomodar um pouco.

Acompanharei a fic, espero o próximo capítulo.

Edit by Sally: Não agradeça comentários sem ter postado um episódio.
avatar
-Ice
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 03/02/2010

Frase pessoal : </∆>


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Black & White: Legends of Destiny

Mensagem por Black~ em Seg 11 Fev 2013 - 17:20

Bom, vamos lá, não precisava me mandar MP que e ia vir comentar aqui de qualquer jeito. E outra coisa, não responda os comentários sem que você poste um capítulo, pois isso é errado.

Mas agora vamos falar da fic. Eu gostei da história, me deu uma boa percepção, é uma história de jornada, porém por trás tem uma história de organizações e talz. Além dos E4 estarem sumidos, possivelmente procurando alguém pra lutar e afins. Gostei, sério.

Só vou elogiar até ali, porque agora vou falar os pontos ruins da fic =/. Primeiro, esse modo de falas não me agrada nem um pouco, esse modo parece uma peça de teatro, um script de novela, ou coisas a fim, sugiro colocar do jeito que o Mr. Ice disse.

Outra coisa que eu não gosto nas fics são os autores revelando os pokémons e os personagens logo de cara. Por exemplo, nesse capítulo só apareceu o Max, por que colocar os outros dois sendo que ambos não apareceram? E também, se só o Riolu apareceu, porque colocar o Tepig? Na minha opinião isso estraga a "mágica" da fic, tipo, depois nos capítulos já saberemos os pokémons e talz, pode parecer bobeira, mas não é.

Seu capítulo ficou com bastante partes confusas, eu precisei ler mais de uma vez pra entender, tipo aquele final da primeira linha, sério, uma vírgula colocada num lugar errado pode mudar todo o sentido, tome cuidado com isso, os erros foram basicamente pontuação errada, sugiro que leia meu tutorial -q. Mas, eu também vi um ou outro erro ortográfico, tipo aqui:

Muitos treinadores pokémons ainda trilham os caminhos padrões, mas não são fortes o bastante para enfrentar aqueles que usam a ciência como suporte, treinadores pokémons das organizações que usam seu poder cientifico para expandir o potencial dos pokémons vem vencendo todas as ligas

Vem e tem são duas palavras complicadas para muitas pessoas, porque muitas delas não sabem que depois de uma palavra no plural o certo é têm/vêm, exemplo:

Eles dois vêm almoçar hoje aqui

E foi esse erro que ocorreu no seu, você não colocou o acento, acho que teve um outro mesmo, mas enfim.

Também acho que algumas partes foram desnecessárias e espero que não tenham mais, tipo aquela fala do Riolu, aquela parte do café e talz. Tipo, poderia colocar apenas que ele tomava o café, existem coisas que não é bom dar muito ênfase, como eu já disse, essa frase, e outras também.

Acho que só e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Black & White: Legends of Destiny

Mensagem por Rush em Seg 11 Fev 2013 - 19:37

o começo poderá até aparentar ser uma clichê jornada pokémon, mais tomará um rumo diferente

É o que todos dizem, e sempre é clichê. Notamos isso na biografia dos personagens e na aparência dos mesmos - não que tenha importância. Achei estranho o protagonista se chamar 'Max' e os outros dois terem nomes japoneses.

Típico protagonista alegre que não desiste dos amigos e chega a ser trapalhão por sua personalidade ativa e de moleque. Rival frio e calculista que é grosso, mas tem um bom coração e aprenderá a confiar nos seus primeiros amigos verdadeiros. Uma minazinha bonita que serve para aliviar a tensão sexual - vista, não sentida. Não estou falando de sexo em si, mas sim na representação sexual de sempre ter uma garota envolvida para não ter algum sinal ao homossexualismo, já que o principal provavelmente irá se apaixonar pela garota. Um amor platônico, penso eu.

Protagonista visa em ser o campeão e vencer os ginásios. O Rival, algum cargo secundário. A menina, - POR FAVOR, TOP-COORDENADORA NÃO. - vai ser uma criadora ou amante de Pokémons fofinhos, querendo fazer 'jus' às meninas que gostam de poneyzinhos e coelhinhos bonitinhos e fofinhos e tudo cor de rosa arco-íris... Não faça isso, por favor. Se batalhas Pokémon fossem reais, uma menina poderia ter um Charizard numa boa, acho machismo ou opressão esse lance de menina só ter Pokémon fofinho.

Sinceramente, não tenho vontade de acompanhar devido à falta de criatividade em si. A ÚNICA coisa que me chamou a atenção, foi sua escrita. Não percebi erros até ver Black os citando, e iria aconselhar o uso normal do travessão, já aconselhado pelo Mr. Ice. Creio eu que você - assim como a maioria que adotou esse método de escrita - irá desistir entre o quinto e o oitavo capítulo. Onde provavelmente você irá acelerar a evolução do Riolu e do Zorua apenas para fazer uma batalha 'épica' entre um Lucario e o seu contraparte, um Zoroark.

Enfim, voltarei no futuro, mas não me agradou de nada a Fan Fiction, sem ofensa. Boa sorte, e continue mesmo com minha crítica. Não quero lhe prejudicar, e sim ajudar a desenvolver ideias mais criativas.

Até mais, um abraço.
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : Agora você não tem mais waifu!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Black & White: Legends of Destiny

Mensagem por Hijut em Ter 12 Fev 2013 - 1:43

Oi.
Bom, primeiramente, queria agradecer a MP enviada. Me senti feliz em saber que alguém queria que eu avaliasse a própria fic. sério, me senti importante.

Vamos la:

Eu simplesmente me assustei com o fato de você ter mencionado que pareceria clichê. Sempre tento fugir disso, pois não gosto muito. Mas, antes de sair por ai julgando, resolvi li primeiro.

A primeira coisa que notei (lógico, foi a primeira coisa da fic apresentada) foram as "fichas" (esse é o nome?) dos personagens. Olha, eu sou totalmente contra isto. Acho uma sacanagem e um baita de um spoiler pra futuros leitores fazerem essa coisa. Não gostei de uma parte da história de Max ter sido revelada. Mas, apesar de tudo isso, adorei a descrição que você fez de todos os personagens.

Sobre o prólogo eu acho que você deveria ter separado a história do continente do começo da fic. Seria muito mais interessante se você tivesse explorado mais esta história da "nova Unova" (posso chamar assim? HAHAHA) do que ter colocado esse pequeno pedaço que conta como foi o café da manhã dele. (O_O)

Já avaliando a estrutura do texto: Detestei esse sistema de falas. Sério, não usa isso, por favor!

Também encontrei erros de pontuação. Erros, pra mim, fatais. A pontuação contribui pro entendimento do texto e havia vírgulas que faltavam/vírgulas mal posicionadas que modificavam o sentido de algumas frases. Toma cuidado com isso.

Apesar dos erros e acertos, estou esperando o primeiro capítulo. Boa sorte com a fic. Smile
avatar
Hijut
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 21/10/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Black & White: Legends of Destiny - Capítulo 01

Mensagem por Philipenfbr em Ter 12 Fev 2013 - 15:41

Spoiler:
Obrigado pelos comentários e críticas vou tentar melhorar o que for possível Smile


Capítulo 01
Tudo está conectado

Não levou muito tempo para que Riolu e Max terminassem de comer o que poderia ser sua última refeição descente por um longo período de tempo, ambos estavam na porta de casa se despedindo de Clair que carinhosamente lhes entregava alguns suprimentos para que possam usar em momentos de necessidade.

- Se cuidem! – Proferiu enquanto acenava.

Não muito longe dali...


- Tch... Ele está demorando muito. – Proferiu o jovem com um tom de irritação.
- Não precisa ficar irritado apenas por isso. Francamente Yusuke, o que são cinco minutos de atraso? – Interrogou a carismática jovem.

Yusuke e Asuna estavam esperando por Max próximo ao centro Pokémon de Aspértia onde ambos haviam marcado, Yusuke parecia estar um pouco irritado enquanto Asuna acalmava a situação. Caminhando em passos lentos a silhueta de um jovem aparecia cruzando uma esquina da cidade, Max finalmente chega ao local marcado com alguns minutos de atraso.

Max: - Me desculpem pelo atraso, sabem como a minha mãe é. – Disse o garoto com um leve tom de sarcasmo.

- Conta outra Max, nós sabemos que você gosta de receber estes mimes. – Retrucou Yusuke enquanto caminhava na frente de seus amigos.

- Não implica Yusuke, vocês dois... Nasceram para fazer da minha vida uma graça. – Ironizou a jovem.

Então uma vez reunido o trio se prepara para seguir em frente. Bianca a assistente da professora Juniper estaria esperando pelos jovens no mirante de Aspértia, para chegar até lá eles teriam que andar mais algumas quadras a pé e subir uma grande escadaria até o topo, o local é um ponto turístico conhecido de Aspértia.

- Max, já sabe qual Pokémon vai escolher? Independente de qual for não será capaz de vencer minha Snivy, ela possui mais experiência de batalha, é claro. – Proferiu Yusuke se gabando.

- Quem sabe? Eu acho todos eles interessantes.

- Mesmo? Então deve estar pensando em algum... – Proferiu até ser interrompido por Asuna.

- Já chega Yusuke! Desde que ganhamos nossos primeiros pokémons você se exibe em ser melhor em batalhas que a gente... Ser um treinador não consiste apenas em batalhas... – Retrucou a garota.

- Tch... Você fala assim porque nunca venceu uma, enfim! Ali estão as escadas!

- Finalmente... Aí vou eu! - Vociferou o jovem correndo escada acima com empolgação.

Era este o local, o mirante estava apenas alguns degraus de distância para Max, enquanto Yusuke e Asuna espantados não haviam subido sequer um degrau... Alguns segundos se passam e Max já no topo se depara com uma jovem de cabelos loiros que estava de frente para paisagem observando aquele horizonte.

- É lindo não? – Dizia ao notar a presença do garoto.

- Sim, você deveria ver como fica durante a noite com todas aquelas estrelas refletidas no lago. Você é Bianca, certo?

- Isso, você é um dos jovens treinadores que ficou de encontrar comigo aqui não é? – Interrogou a jovem.

- Sim! – Exclama com empolgação.

A jovem então se vira para Max, em suas mãos havia um tipo de dispositivo que abrigava três pokébolas, apertando um botão a cápsula se abre.

- Ta-da! Aqui estão os pokémons, escolha com cuidado.

- Eu quero o tipo fogo, Tepig!

- Eeei, Max! – Exclamou Yusuke.

- Não precisava ter subido tão rápido assim, não somos um time? - Proferiu a jovem exausta.

Bianca estava com um sorriso enorme em seu rosto, tudo aquilo parecia nostálgico para a jovem que um dia já havia sido uma treinadora pokémon junto de seus dois amigos, mas agora ela era incubida da importante missão de guiar aqueles que estão começando.


- É tão nostálgico... Tenham cuidado em sua jornada, me emprestem seus Xtransceivers, vou registrar o meu para que possamos manter contato. – Explicou Bianca ao mesmo tempo em que entregava para Max sua pokédex.

- Tudo bem! Enquanto isso rapazes nós temos que decidir o que iremos fazer e para onde vamos. – Disse a garota indecisa enquanto observava seu mapa.

- Pra mim não importa... Temos que apenas explorar os lugares e procurar por... Mistérios, não? – Interrogou Yusuke.

- Sim, mas acho que vou querer participar da liga... Acho que para ser um bom explorador eu primeiro tenho que ser um bom treinador. – Dizia o jovem que suspirava imaginando um ataque de Yusuke.

- Hm... Tudo bem então, o ginásio de Aspértia ainda não abriu, até lá vamos para a próxima cidade, em Floccesy Town, foi próximo de lá que você encontrou o Riolu... Ainda devem haver pistas sobre o crime daquele dia.

- Tenho que concordar com você desta vez. – Afirmou Asuna.

- Prontinho! Registrei meu número em seus Xtransceivers, até outra hora pessoal, peguem muitos pokémons. - Disse Bianca confiante enquanto se despedia do trio.

Estava então tudo pronto para que a jornada do trio de amigos tivesse início, Max desta vez conseguiu pegar o pokémon inicial mesmo já tendo consigo seu fiel amigo Riolu, que agora teria uma pokébola.


Alguns minutos se passaram desde que os jovens haviam se encontrado no mirante de Aspértia, já deveria ser por volta das 10:00 AM enquanto os jovens estavam entrando na rota 19 que não era muito grande, era basicamente uma estrada pequena cercada por campos, rochas e um pequeno lago.

- Aaah! Ainda vamos ter que andar muito? - Reclamou Asuna.

- Fazem apenas vinte minutos que estamos andando, alem de tudo esta rota é muito pequena como você pode estar cansada? - Respondeu Yusuke.

- Quando eu disse que estava cansada? É que achei que seria mais divertido, nada acontece... - Suspirou a jovem.

- Ótimo, bem ali! - Dizia Max enquanto corria para fora da estrada.

- Max! - Exclamou Yusuke.

- Qual o motivo dessa correria? - Perguntou Asuna.

- A-aquilo! - Exclamou o garoto assustado.

- Não seja bobo... É apenas um Watchog.

- Não! Está diferente... Ele está vindo nos atacar!

- Max, Yusuke... Vamos embora, rápido!

Um misterioso pokémon e avistado por Max que se deixando levar por sua curiosidade acaba colocando seus amigos em um grande perigo, o corpo do pokémon atacante parecia ser feito de algum tipo de metal, tinha um rosto ameaçador com olhos que brilhantes que eram visíveis mesmo naquele belo dia ensolarado. O Selvagem então começa a atacar o trio lançando descargas elétricas poderosas, era o Thunderbolt.

- Porque está fazendo isto Watchog? - Interroga Max que mal havia tempo para issto enquanto tentava desviar dos ataques.

- Essa foi por pouco, o que você ta pensando atacando a gente desse jeito?! - Vociferava o garoto que havia sido totalmente ignorado pelo estranho selvagem.

- Se nenhum de vocês quer ter as honras, deixe comigo então! Vamos Oshawott, ataque com Water gun!


- É assim que se faz Asuna...! - Exclama Yusuke impressionado com a atitude da garota e ainda mais pelo fato de que o estranho Watchog não havia sofrido dano algum.

Com um brilho em seus olhos Asuna resolve agir para proteger seus amigos do selvagem, a jovem retira de sua bolsa uma pokébola chamando então Oshawott para a batalha, o pequeno pokémon expele um forte jato de água de sua boca que atinge em cheio o selvagem, para a decepção de todos isto parece não ter funcionado muito.

- Ele parece algum tipo de robô... Ele não age como um Watchog normal e muito menos fala alguma coisa, apenas esses ruídos elétricos... - Explica Max.

- Então vamos nos juntar a você Asuna, saia Snivy!

- Max faça alguma coisa você também!

- Eu ainda não sei batalhar...

- Ta brincando né? - Responde Yusuke em choque.

- Yusuke se atacar de longer não deu certo, vamos tentar aquilo?

- Ok! Snivy segure-o com Vine Whip!

- Oshawott use Tackle!

O Tímido Max apenas conseguia assistir a batalha que seus amigos travavam contra o Watchog sem conseguir pensar em nada. Seguindo a ordem de seu treinador Snivy lança suas vinhas contra o Watchog levantando-o para que ficasse vulnerável ao ataque a curta distância de Oshawott, no último instante o Watchog agarra as vinhas de Snivy a atirando em Oshawott ferindo ambos os pokémons e então preparava para um ataque a curta distância, desta vez era o Rock smash.

- Eu tenho que fazer alguma coisa... Mas o que eu faço?! - Se perguntava o jovem trêmulo.

" Escolha um pokémon, seu coração fará o resto... "

- Certo! Tepig use Ember agora!

Em uma situação de perigo real já que Snivy e Oshawott estavam parcialmente derrotados enquanto Watchog investia para cima de ambos com seu punho envolvido por uma energia alaranjada, era o Rock smash que se os atingisse naquele situação seria crítico, Max parecia estar perdido até que escuta uma voz lhe guiando bara a batalha o tímido jovem se enche de coragem e com sua pokébola na frente do peito este invoca Tepig para sua primeira batalha, executando o Ember o pequeno pokémon expele uma rajada de brasas contra Watchog conseguindo parar o ataque mas não era o suficiente para derrotar o pokémon.

- Kabuuuu! - Dizia Tepig ao atacar o selvagem Watchog.

- Max porque demorou tanto? - Disse Yusuke irritado.

- Deixe isso pra depois Yusuke, vamos pegar nossos pokémons e fugir daqui, veja parece que o ataque do Tepig deixou ele com o status Burn, é a nossa chance de fugir.

- Sim vamos! - Concordou Max com Tepig em seus braços.

- O que vocês estão falando? Agora que ele está fraco é a nossa chance.

- Yusuke, de uma boa olhada para a sua Snivy! - Vociferou Asuna com a tentativa convencer o garoto.

- Ela está certa Yusuke, já fizemos o bastante por aqui, e você também por me encorajar daquele jeito.

- Te encorajar... Quando eu fiz isso?

- Não foi você que disse para mim apenas escolher um pokémon que meu coração faria o resto? - Interrogou Max confuso.

- Eu não disse nada... - Afirmou Yusuke.

- Bem garotos vamos saír daqui logo!

Os jovens então continuam seu caminho até Floccesy Town caminhando em silêncio, ninguém sabia exatamente o que de fato havia acontecido, como poderia haver um Robô que imitasse perfeitamente a forma de um pokémon e que também era capaz de executar seus vários ataques diferentes. Max estava mais isolado do que o normal ele não conseguia entender que apenas ele tinha ouvido aquela voz.

- Estranho, não? - Dizia o jovem suspirando.

- O que Max? - Pergunta a garota.

- Por motivos diferentes nós três tivemos nossas jornadas adiadas... E então alguns anos depois nós estamos saindo em jornada juntos e nos deparamos com algo que deve ser investigado... É como se isso tivesse destinado a acontecer. - Afirmou Max.

- Você ta querendo dizer que existe alguma conexão entre a gente? - Perguntou Yusuke repentinamente.

- Talvez algo maior do que isto esteja acontecendo... - Respondeu Max.

- Eu ouvi dizer que existem algumas organizações que querem obter o poder dos pokémons lendários e estão em pé de guerra com eles, isto estaria conectado? - Perguntou Asuna.

- Nós demos sorte apenas isso, se o ataque do Tepig não tivesse aquele efeito inesperado nos não teríamos tido chance ele era muito resistente, alguma coisa está acontecendo e vamos descobrir juntos e mostrar para todos que exploradores pokémons ainda podem ser úteis. - Disse o jovem enquanto se empolgava.

- Ora essa, quem é você e o que fez com o nosso Max? - Ironizou Asuna.

- Até que foi bom isso ter acontecido, já estava me irritando em viajar junto de um covarde. - Disse Yusuke de forma sarcástica.

- Hahaha! Fui mesmo não é, peço desculpas.

Com um novo ânimo o trio estava preparado para chegarem em Floccesy onde iriam iniciar investigações no rancho em que Max encontrou Riolu pela primeira vez, entretanto um som ameaçador surge em meio aquela calmaria, um par de olhos escarlates surgia em meio aos arbustos que ficam pelas bordas da estrada, então uma silhueta muito familiar encara os jovens de frente com chamas cobrindo seu corpo, seria ele outra vez?




Detalhes adicionais:
Spoiler:
Eu pretendia colocar a batalha contra o "MechaWatchog" inteira no capítulo 1 mas isso faria ele ficar gigante então decidi deixar para o capítulo 2, podem achar estranho a aparição de um pokémon artificial mas tudo isto faz parte da trama.


Última edição por Philipenfbr em Ter 12 Fev 2013 - 16:39, editado 1 vez(es) (Razão : Endireitar uma frase)
avatar
Philipenfbr
Membro
Membro

Masculino Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 02/06/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Black & White: Legends of Destiny

Mensagem por Hijut em Ter 12 Fev 2013 - 16:17

Oi, olha eu aqui vindo comentar nesse capítulo! Very Happy

Bom, vamos la... No começo da história foi claramente notável a repetição. Tente diminuir isso, deixa a leitura monótona. Procure novos adjetivos sobre as características dos personagens e etc. Só uma pequena dica pra te ajudar.

Como no prólogo, nesse cap você teve problemas com a pontuação de frases. As vezes faltavam vírgulas, em outras sobravam vírgulas! Tente diminuir estes erros também, pois pontuação altera o sentido de frases!

Adorei a descrição da cena da batalha! Ficou muito bem feita! Parabéns! Porém encontrei alguns problemas que deixaram um pouco estranho o texto. Esses aqui:

Spoiler:
@Philipenfbr escreveu:- Se nenhum de vocês quer ter as honras, deixe comigo então! Vamos Oshawott, ataque com Water gun!


- É assim que se faz Asuna...! - Exclama Yusuke impressionado com a atitude da garota e ainda mais pelo fato de que o estranho Watchog não havia sofrido dano algum.

Com um brilho em seus olhos Asuna resolve agir para proteger seus amigos do selvagem, a jovem retira de sua bolsa uma pokébola chamando então Oshawott para a batalha, o pequeno pokémon expele um forte jato de água de sua boca que atinge em cheio o selvagem, para a decepção de todos isto parece não ter funcionado muito.

Spoiler:
@Philipenfbr escreveu:" Escolha um pokémon, seu coração fará o resto... "

- Certo! Tepig use Ember agora!

Em uma situação de perigo real já que Snivy e Oshawott estavam parcialmente derrotados enquanto Watchog investia para cima de ambos com seu punho envolvido por uma energia alaranjada, era o Rock smash que se os atingisse naquele situação seria crítico, Max parecia estar perdido até que escuta uma voz lhe guiando bara a batalha o tímido jovem se enche de coragem e com sua pokébola na frente do peito este invoca Tepig para sua primeira batalha, executando o Ember o pequeno pokémon expele uma rajada de brasas contra Watchog conseguindo parar o ataque mas não era o suficiente para derrotar o pokémon.

- Kabuuuu! - Dizia Tepig ao atacar o selvagem Watchog.


Deu a entedender que certas ações aconteceram duas vezes, como o ataque o o Oshawott desferiu no robótico Watchog e essa voz que o Max ouviu. Só esses dois problemas que atrapalharam um pouquinho.

Agora deixando a "avaliação técnica" de lado: gostei bastante do cap! Deixou um gostinho de "quero mais". Louco pra ver o próximo! Enfim, boa sorte com a fic! Smile

EDIT: Esqueci de mencionar antes! Mas um "Max" antes da fala apareceu aqui ó:

@Philipenfbr escreveu:Max: - Me desculpem pelo atraso, sabem como a minha mãe é. – Disse o garoto com um leve tom de sarcasmo.

Nada muito grave! Só pra alertar mesmo! Smile você ja tinha escrito esse capítulo e adaptou pra não ter o nome na frente das falas, né? UAHUA
avatar
Hijut
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 21/10/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Black & White: Legends of Destiny

Mensagem por Black~ em Qua 13 Fev 2013 - 11:47

Bom, vamos lá, o capítulo ficou bastante grande e sem muita coisa pra colocar nele, então ficou chato de se ler, não recomendo capítulos grandes, porque muitas pessoas têm preguiça de ler, então né.

Primeiro, vários erros novamente =/. Cara, o Word diz quando tem erros, ou preste atenção quanto a isso, dessa vez não vou citar, porque não vale a pena, apenas revise os textos antes de postar, porque né.

Cara, não gostei das batalhas, ficaram muito confusas, foi como o cara disse, tipo, o Oshawott já tinha atacado, depois ela joga a pokébola? What? Aquela parte do Tepig também foi muito confusa, e outra coisa, se ele é um robô, um golpe de água ia enferrujá-lo não? '-'

Vi bastante repetição das palavras, sugiro colocar sinônimos, porque ver "Max" toda hora e outras palavras também, não dá certo. Use o dicionário de sinônimos do Word, ou use o do Google mesmo, porque ajuda bastante.

Cara, por favor, tire esse clichê de três amiguinhos viajando continente afora, lutando por insígnias e talz, mesmo tendo aquela história das organizações e talz.

Outra coisa que não gostei foi a falta de narração e descrição, você colocou muitas falas e pouca narração, nas partes de luta também, sei lá, não gostei da descrição delas. E também uma coisa que não me agrada nem um pouco é colocar essas falas dos pokémons, tipo: "Kaaaaaabu", isso não é necessário e eu acho muito feio, portanto sugiro que retire.

Enfim, é só e boa sorte com a fic.


Black: Fanfic trancada por inatividade. Caso queira reabri-la mande uma MP a qualquer Fanfic Moderador.

Black: Fanfic reaberta a pedido do autor.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Black & White: Legends of Destiny - Capítulo 02

Mensagem por Philipenfbr em Sab 4 Maio 2013 - 19:05

Capítulo 02
Acabem com ele! O terrível Mecha Watchog V2.

Um clima de tensão absoluta corrompe a atmosfera local, aquela silhueta em chamas exibia uma expressão vingativa em seus olhos que brilhavam intensamente com uma tonalidade escarlate, seus dentes trincavam e um possível ataque era eminente, Asuna então resolve tomar a iniciativa do combate.

- Acabe com ele Emolga! Exclamou a jovem furiosa enquanto atirava sua pokébola para o alto.

Da pokébola lançada, surge Emolga planando sob o ar delicadamente, o Watchog selvagem investe contra a Pokémon com seu punho encoberto por uma tonalidade alaranjada este era novamente o ataque Rock Smash, entretanto, deixar Emolga ser atingida por este ataque não estava nos planos da jovem treinadora que contra-ataca.

- Agora Emolga, Acrobatics! Exclamou a jovem com empolgação

Emolga investia contra o adversário planando ao seu redor enquanto o golpeava, o contra-ataque de Asuna não iria parar por ai a jovem exclamava com ainda mais empolgação: - Emolga Quick Attack! Emolga obedecendo o comando de sua treinadora se move rapidamente contra seu adversário deixando um rastro branco para trás atingindo em cheio o Wacthog que parecia finalmente estar tombando.

- Muito bem Asuna parece que conseguiu. Proferiu Max um pouco assustado com a mudança de personalidade de Asuna.

- Parece que conseguiu sem ajuda, até que ele não era grande coisa... Provocou Yusuke que havia sido interrompido por alguma coisa.

- O que diabos ele está fazendo? Interrogou a garota assustada.

O Watchog robótico se levanta após receber alguns danos e então seu corpo parecia estar se transformando, sua cauda agora se dividia em duas cada uma delas com uma lâmina curvada para o lado oposto da outra, seus dentes agora estavam maiores, seus olhos brilhavam muito mais do que antes, o Watchog começava a disparar Thunderbolt's para todos os lados atingindo Emolga que se levantava corajosamente ainda com disposição para lutar, enquanto era possível ouvir o som de uma voz computadorizada vinda de seu corpo.

" Battle Commando EVOLUTION! Mecha Watchog V2! "

Os jovens estavam estupefatos com o que acabam de presenciar, seria uma evolução?

- Vai nessa Riolu, Vacuum Wave! Exclamava Max quebrando o Clima de tensão.

Riolu acumula energia no solo e então salta para atirar a energia do Vacuum Wave que é facilmente rebatido por uma das caudas de Watchog transformado.


- Não se afobe Max vamos lutar juntos contra ele, Vai Zorua! Proferiu Yusuke atirando a pokébola de Zorua.

O trio de protagonistas agora com um novo gás enfrentam de frente o poderoso inimigo, Yusuke esbanjando confiança toma a iniciativa: - Zorua ataque com Fury Swipes! O pokémon noturno investe contra o Mecha Watchog executando uma série de arranhões que era facilmente evitados pelo Adversário que utilizando uma forte cabeçada afasta Zorua, neste mesmo instante Max decide agir aproveitando que a guarda do adversário estava aberta: - Agora Riolu Force Palm! Exclamou confiante o garoto, naquele instante novamente surge a mesma voz computadorizada proferia o que parecia ser o nome de algum ataque.

" Atack Commando 01, X-Tailslash! "

As caudas de Watchog que estavam livres se iluminam com uma tonalidade clara de Azul e formando um "X" as laminas curvadas das pontas atingem Riolu que em seguida é preso pelas caudas e sendo atirado contra Zorua.

- Riolu! Exclama o garoto preocupado ao assistir seu pokémon com dificuldades para se levantar.

- Droga... Zorua tudo bem?! Diz Yusuke preocupado com Zorua.

- Esse maldito ja está indo longe demais... Emolga Double Team!

Asuna estava enfurecida ao ver os pokémons de seus amigos serem atirados daquela maneira e então decide agir, após executar um primeiro movimento Emolga cria réplicas ilusórias de si própria cercando o adversário e então Asuna exclama o segundo movimento: - E agora, qual será a verdadeira? Emolga Thunderbolt! As várias emolgas então disparam contra o Wathog fortes descargas elétricas sendo que apenas a verdadeira iria causar dano, entretanto Watchog executa seu próprio Thunderbolt eliminando todas as réplicas e atingindo Emolga que não havia sofrido tanto dano e então investe contra a mesma utilizando novamente um Rock Smash atingindo Emolga derrubando-a próximo aonde os outros estavam.

- Emolga tudo bem com você? - Perguntou Asuna assustada.

- Maldito... É muito poderoso temos que dar o fora daqui. Desabafou Yusuke irritado.

- Não mesmo! É a nossa chance, olhem! - Exclamou Max apontando para o adversário.

Watchog estava imóvel com um som de estática saindo de seu corpo junto com algumas faíscas, estava paralisado graças a habilidade de Emolga "Static".

- Isto é... Static! Emolga incrível. - Proferiu Asuna aliviada.

- Max, Asuna... Proferiu Yusuke.

- Só pra ter certeza, vamos todos de uma vez! - Disse max com animação expressando confiança.

- Vamos! - Exclamaram todos.

Revigorados graças a milagrosa habilidade de Emolga o trio agora se prepara para um ataque desesperado - Emolga Hidden Power! - Zorua Shadow Ball! - Riolu este será o último, Vacuum Wave! Emolga foca uma energia esverdeada sua frente criando uma esfera esverdeada que então é disparada contra o Watchog, Zorua expele de sua boca uma esfera negra em direção ao inimigo e logo atrás Riolu salta para o alto disparando seu Vacuum Wave que se funde com o Hidden Power e Shadow ball agora criando uma coloração mista os ataques atingem o Watchog paralisado e então surge uma nuvem de poeira aumentando a espectativa, estaria ele derrotado?




Spoiler:
Estou a bastante tempo sem postar mais irei passar a postar semanalmente, não precipitem nos comentários ao dizer porque ataques de água e fogo não causaram muito dano neste "Mecha pokémon" isso será explicado mais pra frente basta acompanhar, apenas saibam que eles de fato são algum tipo de andróide mas a cobertura de seus corpos são feitas de algo muito resistente fazendo com que praticamente todos os ataques sejam "Not very eefective" xD A fic ainda está longe do ideal já que ainda estou aprendendo como que faz, espero ter melhorado alguma coisa neste capítulo.
avatar
Philipenfbr
Membro
Membro

Masculino Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 02/06/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Black & White: Legends of Destiny

Mensagem por -Ice em Ter 21 Maio 2013 - 9:27

Bom, estou dando um up aqui no tópico caso você ainda queira continuar a fanfic. Vou comentar por partes pelos dois capítulos:

Capítulo 01: Foi bom, até, mas como o Black disse, tinha pouca história para muito texto, e ficou meio cansativo de se ler, mas isso não atrapalhou muito na leitura.

Já foi citado aí em cima também algumas coisas que pareceram ter acontecido duas vezes, como a parte da voz e a do Oshawott, ele ataca, e só depois a garota joga a Pokéball dele? -q

Foi estranho também o Tepig falando "Kaaabuuu", já que Pokabu não é o seu nome inglês. A história não ficou mal narrada, mas também podia melhorar.

Capítulo 2: Uma coisa que você podia ter tirado é isso de colocar em itálico a narração depois das falas, se quiser deixar diferenciado, coloque em negrito todas as narrações e deixe as falas normais. Eu também recomendo escrever de preto (Color=Black).

Mas é sério, esse capítulo ficou bem melhor que os outros dois, talvez tenha tido umas repetições que podiam ser consertadas, mas você até que conseguiu fazer um capítulo bom com pouca coisa (é, ficou pequeno Razz), e eu achei super interessante essa parte em termos de descrição:


O Watchog robótico se levanta após receber alguns danos e então seu corpo parecia estar se transformando, sua cauda agora se dividia em duas cada uma delas com uma lâmina curvada para o lado oposto da outra, seus dentes agora estavam maiores, seus olhos brilhavam muito mais do que antes


Enfim, boa sorte com a fanfic e não desista.



Black: Comentário abaixo apagado por ser considerado flood. Comentários como "gostei" não são permitidos.
Black: Fanfic trancada por inatividade. Caso queira reabri-la mande uma MP a qualquer FFM.
avatar
-Ice
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 03/02/2010

Frase pessoal : </∆>


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Black & White: Legends of Destiny

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum