Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Diamante de Fogo

Ir em baixo

Diamante de Fogo

Mensagem por Raviel em Seg 3 Dez 2012 - 21:59

Eu queria dizer primeiramente que esse projeto foi feito inspirado nós meus melhores amigos, Mateus, Raíssa, Larissa, Christopher, Michel e dentre outros no qual serão também personagens dessa história!
Vocês vão descobrir um mundo maluco de um jovem sonhador aqui! Espero que gostem!


Capitulo I: Sonhos

O dia estava nublado, as nuvens estavam mais escuras do que nunca, a chuva caia violentamente e aquilo me assustava, por ser um garoto não muito “sério” eu comecei a imaginar coisas, eu pensei que provavelmente uma guerra entre dois monstros controladores do tempo estava acontecendo bem em cima de mim, por sorte eu estava dentro do carro.

Sonhar sempre foi o meu talento, por incrível que pareça, meu sonho sempre foi fugir do mundo real, sair dessa vida monotoma na qual eu não tenho muito que fazer, afinal de contas sou apenas mais um órfão no mundo.

Sim, é verdade sou um órfão, meus pais morreram há alguns anos, eu agora estava dentro do carro dos meus pais adotivos, eles tinham acabado de me pegar no orfanato de Nova York, e estavam me levando para a cidade natal deles.

Não sei por que eles decidiram me adotar porque a maioria das pessoas que se interessavam por mim desistia assim que ouviam sobre meus pais, nunca soube o que era afinal, mas nem me importava muito com aquilo.

-Não se preocupe Matthew, você vai gostar de Grove city, é uma cidade muito acolhedora! –Disse minha mãe adotiva dando um sorriso.

Ela se chamava Lenora, era uma das mulheres mais lindas que eu já havia conhecido, tinha longos cabelos ruivos que pegavam na cintura e usava um vestido preto com um grande rosa vermelha no meio, seus olhos eram azuis como o céu do dia.

-Amor, deixe o garoto colocar as ideias no lugar, ele deve estar meio assustado com tudo isso! –Implicou meu pai adotivo olhando com cara feia para Lenora, e depois se virou para mim- Não é garotão?

Meu pai era aparentemente assustador, mas com o tempo percebi que ele era legal, ou pelo menos achava, pois só tínhamos convivido até agora cinco horas de viagem. Ele se chamava Michel, era brasileiro, tinha a pele um pouco morena, muito pouco mesmo, e os cabelos eram loiros claros, seus olhos eram castanhos também claros.

Mantive o silêncio, não sabia o que dizer ao certo. Percebi que uma lágrima surgiu nos olhos de Lenora, meu coração apertou e então decidi tomar uma atitude, me aproximei do banco da frente no qual ela estava e a abracei.

-Tenho certeza que vou gostar muito de viver com vocês... –Ela ficou assustada com meu ato, mas eu não queria culpar eles por causa da minha vida, eles estavam tentando me ajudar e me fazer feliz novamente.

♦♦♦
Não demorou muito e já estávamos em Grove city, por incrível que pareça eu nunca tinha ouvido falar daquela cidade, ela parecia humilde e tranquila, era como aquelas cidades do interior, só que ficava muito próxima a San Diego, o que deixava as coisas mais estranhas, pois afinal de contas San Diego era uma praia e a cidade de Grove era muito fria e possuía muitos bosques...

Nós paramos em frente a uma casa de dois andares pintada de branco com os telhados azuis, ajudei Michel a descarregar as minhas malas e coloca-las dentro da casa.

A moradia tinha uma boa localização, ela ficava próxima de um imenso bosque e de duas casas, e mais um pouco a frente estava o centro comercial.

Por dentro a casa era linda, pelo menos mais linda que o orfanato, tinha uma grande lareira na sala na qual havia dois sofás grandes de três lugares na cor verde escuro, a parede da mesma era revestida de uma madeira marrom, havia também uma pequena mesinha de centro, e nenhuma televisão.

Do lado esquerdo da sala estava à cozinha, ela era bastante simples, digamos que tinha o básico, mas não reparei muito os detalhes dela...

-Matthew? –Chamou minha mãe- Venha aqui em cima!

Eu subi as escadas que davam para o segundo andar no qual havia dois quartos e um banheiro, fui até um quarto com a placa escrita “Residente: Matthew”.

O quarto era muito legal, havia uma cama aconchegante e um computador do lado da janela, no meio tinha um grande tapete em forma de skate, e na parede do lado algumas prateleiras e o guarda-roupa.

-Aqui está um presente de boas vindas... –Disse meu pai entregando uma caixa de papelão com um laço imenso em cima.
-Obrigado... –Falei não muito animado.

Quando abri a caixa me assustei, havia um cachorro completamente preto, com os olhos avermelhados e uma coleira também vermelha com um osso escrito: Aaron.

-Meu deus! Muito obrigado! Sempre quis ter um cão! –Eu estava muito feliz com o presente, por mais que o cachorro me assustasse um dos meus maiores desejos era ter um cão para que eu pudesse contar tudo que eu sentia para ele.
Tá eu sei que é um desejo meio louco, mas fazer o que.

-O nome dele é Aaron... –Explicou Lenora
-Ainda acho que é um péssimo nome! –Reclamou Michel
-Querido!
-Tá tudo bem, vou ficar calado... –Depois de se redimir com a esposa, Michel se virou para mim e sorriu dizendo- Gostou?
-Claro! –Falei abraçando Aaron com toda força, ele ficou me lambendo meu rosto com aquela língua rosada e grudenta.

Naquela hora senti algo muito estranho uma sensação de fogo ardendo dentro de mim, meu coração bateu mais rápido do que nunca eu via nos olhos de Aaron uma forte luz que parecia entrar na minha mente e por fim eu tive uma visão repentina...

Na visão eu estava em um imenso bosque, e lá eu olhava perdidamente para todos os lados procurando algo, a minha frente apareceu um lobo enorme, e um diamante brilhava num tom de laranja com vermelho, como se fosse fogo...

O que foi isso? Pensei...

-Algum problema? –Perguntou meu pai
Fiquei em silêncio durante alguns segundos e depois olhei para Aaron e depois para meu pai...
-Não nada...

Depois disso, eles saíram do meu quarto, eu arrumei as coisas de Aaron, mas não conseguia tirar aquela visão da cabeça, será que eu inventei aquilo? Ou não?
Não tive tempo para pensar muito naquele problema, e também eu não queria, fui para o jantar e logo após deitei cansado, Aaron deitou do meu lado e nós dormimos...
avatar
Raviel
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diamante de Fogo

Mensagem por ~Yui em Seg 3 Dez 2012 - 22:33

Gostei, achei interessante. O capítulo não passou rápido, o que é bom, você explicou bem os fatos, não achei erro algum e gostei bastante da visão do Matthew. Você certamente se inspirou no Pokémon Aron para inventar o nome do cão do garoto e achei bastante interessante sua Fanfic, estou tendo até algumas ideias de como você irá desenvolvê-la. Espero que continue a Fanfic e boa sorte ^^

Jessica \o/
avatar
~Yui
Membro
Membro

Feminino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/03/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diamante de Fogo

Mensagem por DarkZoroark em Ter 4 Dez 2012 - 7:28

MBY o/
Gostei bastante do Capítulo. Antes de ter lido ele, pensei que teria algo a ver com o documentário "Diamantes de Sangue", no qual é retratada a exploração do trabalho escravo na África oriental, mas pelo jeito não tem relação. Creio que não seja a primeira vez que leio uma fanfic que é centrada em um órfão, mas ainda assim é algo bastante raro, fazendo a sua se destacar. Como que se põe um cachorro dentro de uma caixa? Achava que isso era meio impossível, se não fosse aquelas para transporte. E ainda, o que será que foi aquela visão? Seja o que for, já atinou minha curiosidade. Achei apenas um erro:
Nós paramos em frente a uma casa de dois andares pintada de branco com os telhados azuis, ajudei Michel a descarregar as minhas malas e coloca-las dentro da casa.
Faltou um acento em "colocá-las".
O único problema que encontrei é que, em algumas partes do texto, as palavras acabam se repetindo bastante, nada que um pouco de prática não resolva. Aguardo seu próximo capítulo.
avatar
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 11/04/2011

Frase pessoal : Let's Play!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diamante de Fogo

Mensagem por Black~ em Dom 9 Dez 2012 - 18:03

Bom, vamos lá, assim como o DarkZoroark eu pensei ser sobre o documentário e talz. Bom, a história parece boa, vi um ou outro erro ortográfico, mas nada tão sério. Só vialguns probleminhas com repetições, nada muito preocupante também. Enfim, é só e boa sorte com a fic.

By~Murilo: Tópico trancado por inatividade. Caso queira reabri-lo, contate um FanFic Moderador.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diamante de Fogo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum