Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Pokémon Crônicas

Ir em baixo

Pokémon Crônicas

Mensagem por Raviel em Dom 4 Nov 2012 - 22:00

Pokémon
Crônicas



1ª Temporada
A vida de um sonhador


1
Teste Escrito


Se eu disser que nunca espera esse dia, o dia no qual eu levantaria da cama e iria ao laboratório pokémon pegar meu primeiro pokémon como todo treinador normal faria, eu estaria mentindo. Sim eu esperava muito que aquele dia chegasse, mas da forma que ele chegou não foi nem um pouco agradável...

XXX

O dia começou normal na cidade de Nuvema, os vendedores abriram sua lojas, os pokémons começavam a caça em busca de comida, e todos os seres vivos levantavam mais uma vez para dar continuidade a vida, mas nem sempre é assim que acontece, e esse foi o problema...
_Vamos meu filho acorde... -Minha mãe me sacudiu angustiadamente como se um ataque terrorista estivesse a ponto de acontecer.
_O que foi mãe... Ainda são... -Quando eu olhei para o relógio dei um pulo da cama e gritei- São nove horas da manhã, eu estou duas horas atrasado!
_Eu falei para colocar o relógio para despertar, mas não você disse que nem conseguiria dormir, agora to vendo...
_Eu não tenho culpa... -Enquanto eu me trocava minha mãe arrumava minha mochila, mas eu não iria para o laboratório não ainda, eu estudava na escola conhecida como: AFT (Ajuda na Formação de Treinadores).
_Você não estudou nem um pouco, quero ver só a nota...
Eu deixei minha mãe falar sozinha com as paredes e arrumei minha mochila. Na AFT o termo atraso significa "Vou ter grandes problemas".
Tudo do que eu precisava naquele dia era meu certificado de treinador, um lápis e uma borracha.
Se você está meio confuso vou esclarecer as coisas... A AFT ajuda os jovens ensinando os conceitos básicos sobre batalha, ecologia, e muitas outras coisas que todo treinador e coordenador deve saber. São quatro anos de aulas, e como eu estou com quatorze anos isso significa que eu entrei com dez obviamente, que é a idade na qual a maioria das crianças entra.
No final todos os alunos fazem um teste de duas partes, o teste escrito e o teste pratico, que na minha opinião é o mais importante.
Bom, mas voltando ao assunto... Eu terminei de me trocar, mas mesmo assim demorei mais meia-hora até chegar na AFT, aquilo não me deixou muito preocupado, pois eu me sentia preparado para enfrentar qualquer coisa, afinal de contas eu estava com o boné vermelha que meu pai me deu quando eu tinha quatro anos. Eu não sei onde está meu pai, faz cinco anos que eu não o vejo... A unica coisa que me lembro é de que ele ia fazer uma pesquisa em uma ilha perdida entre as cinco regiões do mundo pokémon, e nunca mais voltou.
Depois de descer do carro e despedir da minha mãe eu tomei cuidado para não chamar a atenção de muita gente.
Por sorte eu consegui passar despercebido pelos três primeiros andares, e minha sala era a número 350 que ficava no quarto andar.
_Ufa... Até agora nada -Sussurrei comigo mesmo
_Senhor Kenshin Sasaka... -Uma voz tremula e ligeiramente assustadora falou atras de mim, como eu disse nem todas as pessoas acordam para dar continuidade a sua vida... Uns acordam para atrapalhar a vida dos outros, e era o que a senhora Paola estava fazendo, atrapalhando minha vida.
_Bom dia Senhora Paola... -Eu dei as devidas saudações a ela, mas dava para perceber o medo na minha fala.
_Duas horas e meia atrasado?
_Sim...
_Espero que você dê conta de fazer essa prova com os trinta minutos que lhe resta, pois não quero ver seu rosto aqui ano que vem de maneira nenhuma...
_Nem eu acredite!
_O que disse?
_Nada...
Ela me levou para a sala e me mandou sentar, a turma inteira me olhou, mas eu nem liguei.
Eu comecei a fazer meu teste, e acredite se quiser, foi pior do que eu pensava... Eu admito que não havia estudado nada na noite passada, e que só pensava no teste pratico, por isso eu me senti perdido...
_Essa não... -Eu lamentava comigo mesmo- Vamos lá... Questão um... "Qual o pokémon da lista abaixo tem grandes chances de se tornar um oponente problemático contra Snivy?"
Que maravilha! pensei comigo mesmo... Eu fui marcando as opções que mais me satisfaziam, ta eu concordo que nenhuma delas estava fazendo sentido, mas eu não tinha outra escolha!
Alguns minutos depois eu havia respondida as trinta questões e o sinal soou por toda a escola, era a hora mais esperada por todos, era hora do teste pratico...
Eu estava com medo, muito medo, eu não sabia como seria as coisas, ou se eu estava preparado, mas de uma coisa eu sabia eu não poderia desistir, pois minha jornada não havia nem começado...
avatar
Raviel
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Crônicas

Mensagem por -Murilo em Seg 5 Nov 2012 - 12:39

Olá! Que maneira diferente de começar uma jornada! Parece que em Nuvema não basta mais só chegar e pegar um pokémon. É preciso estudar pra isso. na verdade eu sempre me questionei como crianças de dez anos conseguem se virar num mundo nem nunca ter frequentado o ginásio. Mas enfim, gostei da sua iniciativa. Analisando a personalidade esportiva do Kenshin já imaginei que ele não iria se dar muito bem com provas escritas. Mas se bem que se ele pretende se dar nas batalhas, ele precisa de um conhecimento básico né? Enfim, gostei da iniciativa. Foi uma forma diferente de começar uma jornada. Só vamos esperar quando ela realmente começar. Sabe que as fanfics de jornada são quase automaticamente tachadas de clichê, então você vai precisar de muita criatividade pra fugir das mesmices da busca por insignias. Pra começar, posso dar uma dica? Não dê um pokémon inicial (snivy, tepip, oshawot). Escolha um pokémon bem diferente! Isso vai dar uma boa impressão na sua história, e deixar um clima de suspeita, sobre o futuro desse pokémon. Mas é só uma dica.

Bom, quanto ao texto, preciso te avisar: underline _ é diferente de travessão - . Em falas use somente travessão -. Outra coisa que me incomodou foi o texto, que está muito junto. Dê um enter entre os parágrafos, assim não fica tão embolado, nem dificulta a leitura, deixando a fic mais agradável. Erros, não percebi. Só tome cuidado com os acentos. Você esqueceu de colocar em atrás, e única. Tenha mais cuidado. Bom, por enquanto é só. Quero ver como é que essa jornada vai começar. Surpreenda! E mostre que é possível fugir dos clichês!
avatar
-Murilo
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/03/2011

Frase pessoal : Pq ñ podemos fugir da realidade se ela é uma droga


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Crônicas

Mensagem por Black~ em Seg 5 Nov 2012 - 14:24

Bom, a história parece ser boa e talz, pra ser treinador tem que ir primeiro pra escola e talz. Como o Murilo falou, tente colocar algo diferente na história para não ficar clichê e coloque outro pokémon que não seja os iniciais. Você poderia ter separado os parágrafos, ficou estranho assim, eu vi alguns errinhos:

A unica coisa que me lembro é de que ele ia fazer uma pesquisa em uma ilha perdida entre as cinco regiões do mundo pokémon, e nunca mais voltou.

Única tem acento.

_Senhor Kenshin Sasaka... -Uma voz tremula e ligeiramente assustadora falou atras de mim, como eu disse nem todas as pessoas acordam para dar continuidade a sua vida...

Trêmula e atrás têm acento.

Eu admito que não havia estudado nada na noite passada, e que só pensava no teste pratico

Prático tem acento.

O certo seria usar um hífen antes das falas, em vez do underline. Enfim, é só e boa sorte com a fic.


By~Murilo: O autor só deve responder aos comentários apenas quando for postar um novo capítulo.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Crônicas

Mensagem por Raviel em Sex 9 Nov 2012 - 21:26

Agradeço a vocês que comentaram na minha fanfic, agradeço principalmente pelas dicas e digo que estou tentando usa-los o máximo possível, e tentando fugir do clichê... Bom estou postando agora o capitulo dois e espero que vocês gostem bastante!
Obrigado!



2
Teste de Batalha, um aprovação psicológica! PT1

O que você faria se estivesse a beira de um colapso psicológico?
Eu não sei ao certo, mas a atitude que eu tomei foi completamente louca, eu pretendia ver quais os pokémons que seria usados no teste, e estudar sobre cada um assim eu poderia saber como lidar com meu adversário e ao mesmo tempo com meu próprio pokémon, mas eu em vez disso eu fui comprar um milk-shake na mercearia da AFT.

-Bom dia... -Falou uma voz muito dócil e delicada atrás de mim, eu percebi na hora que era uma menina, e era uma voz familiar, só que eu não pude virar para trás porque a mesma tinha tampado meus olhos.
-Samillya é você? -Tentei adivinhar
-Acertou! -Eu me virei e vi o belo sorriso dela.

Samillya era uma garota muito determinada e sonhadora, ela vive sonhando em ser um coordenadora, coisa que só é possível em outras regiões, por isso ela quer adquirir experiencias e ter bons pokémons até ela estar pronta para viajar... Seus cabelos são de um tom mel muito brilhante e seus olhos são verdes como a grama dos campos mais belos.

-E então como está o milk-shake?
-Ele vai bem obrigado por perguntar...
-Deixa de ser bobo Kenshin! -Ela riu e me deu um tapa na cabeça
Ela se sentou ao meu lado e pediu uma bola de sorvete no potinho, ela estava esperando que eu falasse alguma coisa, mas eu estava tão preocupado com os testes que acabei esquecendo que ela estava ali.
-Kenshin? Está tudo bem? -Eu percebi que a voz dela soava com um tom preocupado
-Claro, por que não estaria?
-Porque você está muito preocupado com o teste pratico...
-Por que você acha isso?
-Kenshin... Você está falando desse teste tem cinco semanas...

Ela me atingiu em certo, eu não tinha saída, eu não gostava de demonstrar preocupação, mas daquela vez eu não poderia fazer nada.

-Eu estou mesmo... E se eu acabar tendo que batalhar com você? Ou até mesmo com o...
-Com o Yusuke? -Ela fez uma cara de nojo, e ela estava certa.
-Sim...

Se tinha alguém que eu não gostava era dele.
O Yusuke era meu primo de primeiro grau, o pai dele é irmão do meu, mas nós nunca nos entendemos. Ele tem um jeito mal e completamente frio, ele não tinha amor pelos pokémons, para ele as pobres criaturas eram como máquinas de batalha e diversão, sinceramente ele era o tipo de pessoa que eu não aturava de hipótese alguma.

-Não se preocupa, você vai conseguir! -Samillya deu um sorriso acolhedor e tranquilo, que me deixou muito feliz.
-Obrigado!

Minutos depois todos se reuniram no ginásio, lá seria feito o ultimo teste dos treinadores para se formarem e começarem a sua jornada, mas não era só isso, quem passasse ia ganhar um pokémon escolhido pela própria professora Juniper.
Por acaso do destino eu me atrasei alguns segundos, que acredite fez toda diferença, porque eu encontrei o meu "querido" primo, Yusuke..

-Olhe por onde anda! -Ele gritou, e ao mesmo tempo me encarou.
-Desculpe "vossa alteza"!
Ele vez uma cara de superioridade e deu de ombros, depois se virou e foi em direção a entrada, mas ele parou de repente e me lançou um olhar ameaçador.
-Torça para você não ter que lutar comigo...
-E se eu for lutar?
-Você verá...

Depois daquele momento, eu fiquei mais nervoso... O mais estranho: eu descobri que eu poderia ficar serio! Isso era uma coisa incrível porque eu vivia brincando com tudo, e sempre feliz com um sorriso no rosto, mas eu não conseguia fazer aquilo, foi estranho.
As cinco primeiras lutas não foram nem um tiquinho interessantes, a sexta foi a vez de Samillya, ela aparentemente estava calma, mas como eu disse, aparentemente...
-Vai lá Samillya força!
Ela se virou para mim e deu um sorriso forçado, ela ia lutar contra uma menina que parecia ser muito tranquila.
-Comecem! -Gritou o juiz

As duas convocaram seus pokémons, que como eu havia dito ninguém sabia quais seriam. Samillya teve sorte e saiu com um Panpour, o pokémon macaco da água, era um bichinho muito bonito e que combinava perfeitamente com ela. Panpour tinha metade do corpo azul, mais precisamente a parte de cima depois da cintura e o resto em um tom de rosa cor de pele.
Já a adversaria dela saiu com um Munna,um pokémon rosa parecendo um porco flutuante, do tipo psíquico.

A luta foi rápida, Samillya usou toda a agilidade e velocidade que o Panpour carregava com ele e fez combinações perfeitas, ela conseguira manter um ótima harmonia com o pokémon dela, ela ganhou.
Depois de alguns segundos ela já estava sentada ao meu lado, e nós estávamos esperando a minha vez de batalhar.
-Fique calmo...
-Acredite Samillya, isso não é a melhor coisa para se dizer para um pessoa nervosa.
-Ta tudo bem! Só to tentando ajudar!
-Desculpa... Eu não consigo me conter...
Minha fala foi interrompida pelo juiz que me convocava para o centro de ginásio, e ele também falou o nome que eu mais temia... Yusuke...

-Então vamos ser nós dois... -Falou Yusuke ironicamente!
-Sim o que parece...
-Vocês escolham um pokémon cada.
Na nossa frente tinha seis pokébolas, eu peguei a sexta pokébola, já o meu primo pegou a primeira.
-Vocês sabem as regras...

Nós nos posicionamos, eu o encarei e senti que aquela era a hora certa de usar tudo o que eu aprendi naqueles anos naquela escola... Afinal aquela seria a minha primeira batalha de muitas...

TO BE CONTINUE...
avatar
Raviel
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Crônicas

Mensagem por Black~ em Sab 10 Nov 2012 - 11:01

Bom, o capítulo ficou interessante e talz. Imaginei que ele fosse lutar com o primo dele, enfim, você repetiu bastante as palavras Samillya, Kenshin e Yusuke, podendo substituir por outras palavras. Eu vi alguns erros:

Teste de Batalha,um aprovação psicológica! PT1

O certo seria uma aprovação.

O que você faria se estivesse a beira de um colapso psicológico?

O certo seria à beira.

Samillya era uma garota muito determinada e sonhadora, ela vive sonhando em ser um coordenadora, coisa que só é possível em outras regiões, por isso ela quer adquirir experiencias

O certo é experiências.

-Porque você está muito preocupado com o teste pratico...

Prático tem acento.

Acho que foram só esses, enfim, é só e boa sorte com a fic.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Crônicas

Mensagem por -Murilo em Dom 11 Nov 2012 - 11:30

Olá! Então começaram os testes práticos. E novos personagens entraram. Imagino que a Samillya seja a companheira de viagem do Kenshi e o primo dele seja o rival. Pelo menos já sabemos temos um motivo para os dois se odiarem. Sobre esse capítulo, percebi que seguiu minhas dicas. Diga a verdade, o texto não fica mais belo com os enters? Percebi também que algumas coisas estão acontecendo muito rápido. Em poucas linhas Kenshi deixou a lanchonete, encontrou o primo, viu a batalha da menina, e viu a dele começar. Minha dica é que você não tenha pressa pra escrever as cenas. Eu pessoalmente achei um pouco confusa a parte em que ele encontra o primo dele. Eles se esbarraram? Não me lembro. Mas enfim, ainda assim eu gosto da sua história. Estou curioso pra ver a batalha do Kenshi e do rival dele, e quais vão ser seus pokémons.

Ah, mas antes que eu esqueça, observe essa parte:


Falou uma voz muito dócil e delicada atrás de mim, eu percebi na hora que era uma menina, e era uma voz familiar, só que eu não pude virar para trás porque a mesma tinha tampado meus olhos.

Lembra quando eu disse das vírgulas? Nesse caso, acho que se encaixaria melhor um ponto final, e depois começar uma nova frase.

Samillya era uma garota muito determinada e sonhadora, ela vive sonhando em ser um coordenadora, coisa que só é possível em outras regiões, por isso ela quer adquirir experiencias e ter bons pokémons até ela estar pronta para viajar

Esse é outro exemplo. Acho que assim o texto fica com mais sentido, e de mais fácil compreender. Espero que continue se esforçando. Estou esperando uma boa batalha dos carinhas lá. Boa sorte na sua fic^^
avatar
-Murilo
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/03/2011

Frase pessoal : Pq ñ podemos fugir da realidade se ela é uma droga


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Crônicas

Mensagem por Raviel em Sex 23 Nov 2012 - 22:25

Gente peço mil desculpas a vocês, mas eu vou cancelar essa fanfic porque ela não está me agradando, ela está sei lá me incomodando, estou sentindo que ela não está boa o suficiente, por isso peço que bloqueiem esse tópico, pois vou começar um novo projeto, que me agrade... Obrigado!

Edit by Umb : Tópico trancado a pedido do autor. Caso quiser reabrir, me mande uma MP ou para qualquer um FanFic Moderador.
avatar
Raviel
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon Crônicas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum