Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

A guerra pelo domínio

Ir em baixo

A guerra pelo domínio

Mensagem por Nothermoraes em Ter 2 Out 2012 - 20:54


Personagens:
Spoiler:

Nome: Jason Lewes
Nunca gostou de jornadas Pokémon. Sempre quis ser um grande pesquisador e descobrir fósseis e estudar lendários, principalmente Deoxis, já que acha-o esquisito. É calmo até um certo ponto, se passar desse "ponto" explode de raiva. Ama Pokémon e, só sai em jornada por que Willyam Turnback criou uma lei que só deixa seguir carreiras como médico ou pesquisador se vencer a Elite dos 4 ou entrar para a história. Bem, mal sabe ele que seu destino é uma grande batalha final que pode definir o destino do mundo. Tem cabelos e olhos castanhos e têm 16 anos.
Pokémons:


Nome: Erika
Ex-líder de ginásio, perdeu o cargo por estar dificultando demais no ginásio. O chefão do mundo não gostou e trocou-a por um líder tipo Gelo. Ela gostava de ser líder e é um dos motivos para querer seguir jornada. Outro motivo é de sua família estar um pouco pobre, nem conseguiram pagar a mensalidade da TV, e por isso não viram a notícia do domínio de Tenente Surge. Têm o cabelo preto acinzentado, olhos negros e têm 22 anos.
Pokémons:


Nome: Tenente Surge
Sempre foi arrogante, vingativo e levava a raiva acima de tudo. Tentou ser um líder "bonzinho", mas não aguentou. Juntou- se com a Equipe Rocket, quando foi barrado por Red, Green, Blue e depois por Gold, Silver e Crystal. Decidiu que teria que se acostumar de que era só mais um infeliz no mundo. Mas desistiu disso quando ouviu que Red seria o próximo líder do Mundo Pokémon. Decidiu que tomaria o poder a força e transformaria o mundo novamente no que foi uma vez. Mas não sabe que mais um menino chega para infernizá-lo.
Pokémons:

Sinopse:
Spoiler:
Após muitos anos depois de vencer a primeira Elite dos 4, Willyam Turnback revela querer deixar seu cargo de rei do Mundo Pokémon ao campeão Red. Mas isso solta a fúria do ex-Elite da team Rocket Tenente Surge, que foi impedido pelo mesmo. Ele então ganha esse tal cargo a força e usa o poder militar do seu lado para re-formar o velho mundo, onde Kanto era Ásia, e usar os Pokémon como armas, como em seus princípios. Mas o que ele não sabe é que um novo menino surgiu e irá fazer de tudo para pará-lo. O que será que o fim os reserva?

Sumário:
0- Prólogo
1- O início
...

Spoiler:
Bem, primeiramente quero agradecer a todos que estão lendo isso. Eu fiquei um bom tempo pensando em uma fic para fazer, estou desde Junho, na real. Ia fazer do Red, depois pensei em HeartGold e SoulSilver(trama dos jogos), uma lá que o carinha era fodão, etc. Enfim, pensei nessa com o intuito de ter uma nova temoorada graças aos momentos finais planejados. Enfim, peço que leiam e falem o que tenho que melhorar, postarei no fórum e no RPG da PM.

Parcerias:



#000 - Prólogo

Você acha que existe um certo mundo, na qual humanos e Pokémon habitam em harmonia? A resposta é não. Há muitos anos, numa desconhecida região japonesa, um vidente muito baixo, que usava sempre roupas verdes, previu que – num futuro próximo – uma guerra acabaria com o mundo que conhecemos.
Anos depois, aconteceu realmente uma guerra. Nessa guerra, um cientista famoso chamado Samuel Carvalho queria que a guerra acabasse, então fez um experimento, tentando criar uma arma poderosa e acabar com o conflito. Acontece que saiu um pouco errado, surgindo três criaturas simpáticas, uma parecia uma tartaruga, mas azul; outra parecia um lagarto dragão, com fogo na calda; e o último parecia um sapo azul com um bulbo em suas costas.
No início, ele pensou que tinha feito uma merda. Mas, depois, começou a perceber que aquilo poderia ajudar o Japão a vencer a guerra, pois apresentavam poderes, como posso dizer... místicos? Tais como soltar fogo pela boca ou cuspir bolhas.
E o resultado foi surpreendente. O Japão dominou o mundo inteiro. Denominou as criações de “Pokémon”, uma certa abreviação de “Pocket Monster”. Para você, que está lendo, seria “Monstros de Bolso”. Enfim, o cientista também criou uma espécie de esfera, que abre e fecha ao comando de um botão central. Ela continha o DNA dos Pokémon, e com isso, eles podiam entrar na esfera e ser capturados. Ele denominou a esfera de Pokéball, misturando Pokémon com Ball. Como em Pokémon, traduzirei para o português, Pokébola.
Essa invenção deixou Samuel rico, deixando-o conseguir faculdade de doutorado em pedagogia. Virou Professor.

[2 meses depois...]

Uma nova lei fora feita. Os Pokémon se relacionaram extremamente bem com os humanos. Aquele vidente que comentei no início sumiu, ninguém sabe onde está.
Foi determinado, em ordem do governo, que agora o planeta se chamaria “Mundo Pokémon” e que a colônia “Região Pokémon” – onde se encontram os Pokémon – viveria numa Monarquia. O rei era aquele que vencesse uma organização, montada com o intuito de ter os mais poderosos treinadores.
O grande vencedor foi um jovem garoto chamado Willyam Turnback.

[24 anos depois...]

Hoje, Mr. Turnback ainda é o grande rei do Mundo Pokémon. Muitas coisas foram feitas. A antiga Ásia foi renomeada como Kanto. Lá, um jovem garoto é um sonhador. Quer ser que nem o pai, um grande pesquisador Pokémon, admirado por descobrir fósseis de Cranidos e Sheldon.
Ele está indo ao laboratório de Celadon, criado há dois anos, para os moradores não fazerem “auê” e acabando por destruir a pequena Pallet. Lá, os iniciais eram diferente dos criados anteriormente, são emprestados da região de Hoenn: Um franguinho laranja de fogo, Torchic; um anfíbio aquático, Mudkip; Um lagarto com um graveto entre os dentes, Treecko. O menino carregava consigo uma daquelas esferas comentadas “há 24 anos”, as Pokébolas. Usava uma blusa branca, tinha cabelos castanhos e olhos da mesma cor. Usava uma mochila nas costas.

- Bem, aqui estou eu. Um jovem iniciando sua jornada e todas as outras baboseiras... – Falava o rapaz, que olhava na direção do laboratório – Mas preciso vencer a liga para poder seguir meus sonhos. Queria e pegar esse graveto e [censurado] do maldito que inventou essa regra.

Ele então seguiu o rumo da vida. Infeliz desse jeito você não chega a lugar nenhum, carinha.
Ele andou muito até chegar, mas chegar ele chegou. Se agarrou na maçaneta e soltou um desabafo. Estava extremamente cansado. Mas chegou, e isso que importava. Começou a gritar “Eu quero meu Torchic!” tão alto que um vizinho tocou uma garrafa nele. Mas o Professor atendeu.

- Olá garo... – Dizia o Professor, até perceber quem era – Ora, ora. Se não é o desordeiro do bairro, que fica roubando as frutas, quebrando os elevadores e outras coisas.
- Terrysson? Você é o Professor Pokémon de Celadon? Afe, mas que grande – O garoto então foi interrompido pelo Prof.
- Olha garoto, se falar um palavrão não recebe seu inicial. – Viu que o menino ia dizer o seu inicial, quando interrompeu de novo – Mas você já falou tanto palavrão na vida que receberá um Treecko. Ele é tipo Grama, que perde do seu amado Torchic, heheh.

Entregou a Pokébola ao menino. Ficou triste, mas era o que tinha. Prometeu vingança e partiu rumo a sua casa. Mais uma longa caminhada, já que morava longe. Quando chegou, soltou seu Pokémon. Iria dormir, e no próximo dia iria começar a jornada.

[Continua...]


Última edição por Devil Nother Dwmal em Seg 5 Nov 2012 - 22:56, editado 4 vez(es)
avatar
Nothermoraes
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/07/2011

Frase pessoal : I like Froakie!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A guerra pelo domínio

Mensagem por Pokaabu em Ter 2 Out 2012 - 21:31

É... você inovou bastante no começo com negoço da guerra e tal. Ficou um pouco confuso a história mais tudo bem. Depois o negoço caiu todo no clichê de treinador e primeiro pokémon, espero que a fan fic não caia totalmente no clichê :/ até a próxima.
avatar
Pokaabu
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 02/07/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A guerra pelo domínio

Mensagem por Ari Tasarov em Qua 3 Out 2012 - 15:15

Bem, eu achei bem criativo o modo como você "juntou" o mundo pokémon com o mundo real, a ideia de um cientista ter feito uma criação foi meio bizarra, mas muito legal. Well, depois disso eu me desanimei um pouco com a fic, como o Pokaabu disse, você deu um jeito de deixar a história clichê: um treinador que pega o inicial e blá blá blá, mas acredito que você quer colocar outra história por trás disso. Não irei criticar a história, tem muito a acontecer e é bem cedo pra dizer se é ruim ou não. =/

A sua narração em si foi boa, como a sua ortografia, não percebi nenhum erro! Porém alguns detalhes estiveram em falta aí. Tente descrever melhor onde os personagens estão, como eles são, a persnalidade, os sentimentos e enfim... Aconselho que detalhes mais as coisas, ok? Outro conselho é que não coloques os episódios em Spoiler, deixa a fic feia e com aquele ar de desorganização. Algumas coisas também aconteceram muito depressa, tipo aquela passagem dele lá pelo laboratório, podia ser melhor desenvolvida. Além de algumas repetições de palavras, tente usar o dicionário de sinônimos.

Não fique chateado com as críticas, porque a fic não tá ruim, mas apenas essas coisinhas aí que eu citei prejudicaram a leitura. É isso.

See you around.
avatar
Ari Tasarov
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/03/2012

Frase pessoal : paradise


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A guerra pelo domínio

Mensagem por Nothermoraes em Qui 18 Out 2012 - 21:14

Respondendo:

Pokaabu:
Bem, valeu, já que minha história não vai ser de jornada. Na verdade, no início vai, ter aquele negócio de sair em jornada com alguém do sexo oposto e conhecer um carinha que se junta a eles e aquele troço da primeira insígnia. Mas depois ele sai para desafiar o Tenente Surge e aí a história realmente começa.
Milley:
Bem, valeu. Achei que meu português tava horrível, mas ok... Está certo, como disse antes, vai começar clichê mas depois vai mudar.

#001 - O início

Mansão Turnback


Um local luxuoso, admito eu. Um local com chão todo branco, com um gigante tapete vermelho, o que deixava um ar de grandeza. Havia quadros de famosos, como Starry Night, de Vincent van Gogh, um renomado pintor do mundo antigo. Um sofá branco belo no meio, bem confortável e, podemos dizer, peludo. Uma TV de mais ou menos 67 polegadas completava o local. Na cozinha, que era gigante, muitas pessoas em volta de uma bancado com um microfone. Uma coletiva de imprensa.

- Então, Mr. Turnback. Caso algum acidente grave aconteça com você, que tire sua capacidade de comandar esse grandioso mundo de Pokémon, quem ficará no seu lugar, já que não tem filhos? – Perguntou um dos repórteres, que era um dos mais nobres da Televisão Pokémaníaca.
- Bem, pretendo passar para alguém de confiança. Alguém que seja inteligente, bom, capaz de controlar a multidão de garotos e garotas que saem em jornada pelo nosso amado continente. Essa pessoa será o campeão de Kanto, o legendário Red. Confio nele. - Concluiu Turnback, com um grande sorriso e soltando seu grande Magnezone – Ele herdará meus bens!

Nesse momento, um homem loiro, com grandes músculos e com óculos escuros via de uma pequena cabine a entrevista. Ele, quando ouviu isso, esmagou uma latinha de Soda Pop, que estava bebendo. Fez uma cara de poucos amigos seguida de uma cara de ódio mortal. Não podia acreditar que o pivete que o venceu estava agora perto de comandar o reino Pokémon. El socou uma parede cinza, parecida com a de um lugar podre e sujo. A parede quebrou, e deu para ver por fora dela o ginásio de Vermilion. Nesse momento, um menino com um bloco de anotações e uma caneta chegou ao espaço onde estava o homem.

- Mestre! Aconteceu alguma coisa? Vi que a parede quebrou e... – Falava até ser interrompido.
- Você, inútil, preciso que me traga os Voltorbs e o cão-de-guarda. Precisarei estar armado. – Concluiu o homem – Pois, sou Tenente Surge, aquele que venceu a guerra e nunca foi prestigiado por nada!
- Sim, senhor! – E assim o menino foi em direção ao Porto de Vermilion, cidade onde estavam.

Cidade de Celadon, casa dos Lewes

O menino e seu Treecko brincavam com uma bolinha, a clássica brincadeira de jogar e buscar. O lagarto treinava, na busca, seu ataque Vine Whip, ou Chicote de Vinha, para pegar a esfera de pelúcia, e ambos estavam se divertindo. Enquanto isso, a mãe dele, que estava preparando o jantar, gritou.

- Jason e Treecko! Venham cá. A comida já está pronta! – Gritou a mãe do menino, que pegou seu Pokémon no colo e foi à direção da cozinha – Hoje teremos ala-minuta. Ovo frito, batata frita, arroz e carne bovina. Podem repetir!

Ambos atacaram a comida, como dois loucos por um hambúrguer. Enquanto isso, descia das escadas um homem todo desarrumado e com uma barba mal-feita. Parecia ter recém acordado.

- Nossa pai, parece que você dormiu anos e acabou de acordar. Pela nossa segurança, pode se arrumar ou tomar um banho? – Perguntou Jason enquanto mastigava sua comida.
- Não fale de boca cheia, Jason. É muito feio! – Falou seu pai tentando desviar do assunto.

[Depois...]

Após terminarem de jantar, menino e Pokémon voltaram à brincadeira. Agora, Treecko usaria Bullet Seed, ou Rajada de Semente, para rasgar copos de plástico do aniversário de 6 anos do rapaz. Treecko teve sucesso em quase todos, menos em um, que o vento fez voar para longe do seu alcance.
Após se divertirem bastante, foram dormir, já que no dia seguinte iriam sair em jornada para serem pesquisadores no futuro. Mas Turnback tinha decretado uma lei de que só poderia ser pesquisador quem vencesse a Elite dos 4 ou se tornar Top Coordenador. Então, ambos foram dormir, assim como toda a região.

[Enquanto isso...]

Mr. Turnback estava fazendo uma entrevista noturna, mais ou menos às 2h da manhã. Como era de noite, não via, mas havia um intruso lá. De repente, do que se parecia com a sombra do mandante, saiu aquele homem de Vermilion, Surge, com um revólver apontado na cabeça dele e uma faca nas costas.

- Escute aqui! Se não passar o comando desse mundo infernal, quem irá para o quinto dos infernos é você, cabeça de bagre! OUVIU BEM!? – Berrava o tenente, na qual dava-se em rede nacional – E isso valerá para todos que tentarem me impedir, ouviram idiotas em suas casas? E até vocês, câmera-mens e repórteres trouxas!

O comandante do mundo ficou sem palavras, só se agachou e levantou suas mãos para cima. O tenente olhou ao câmera-man, que filmava tudo o que acontecia. Ele mirou a arma na câmera e atirou no vidro. Ainda passava na televisão, mas não dava para se ouvir nada nem ver o que estava no local quebrado. Depois de um tempo, uma imagem melhorada apareceu, com o homem esfolado, quase morto, no chão e Mr. Turnback amarrado sem conseguir se mover e falar.

- Espero que tenham aprendido a missão. Se me impedirem, matarei você. Tenho a força militar inteira ao meu lado. – Falava Surge. Vendo isso, Jason e Treecko ficaram revoltados, mas não podiam fazer nada. Apenas dormiram.

No dia seguinte, a casa dos Lewes foi acordada por uma batida na porta. Jason basicamente pulou da cama e foi atende-la. Quem estava lá era a ex-líder do ginásio de Celadon, Erika.

- Erika? O que faz aqui tão cedo? – Perguntou Jason
- Bem... sei que para você ser um pesquisador, deve vencer a Elite dos 4 e para isso deve vencer 8 ginásios de Kanto. Eu quero um novo ginásio, então o que de sairmos em jornada? – Erika perguntou com um sorriso, meio forçado por achar que ele iria negar.
- Nunca achei que ouviria isto e nunca achei que concordaria. Odeio essa vidinha de vencer uns idiotas e receber uma insígnia chata. Mas ok. – Falava o rapaz,virando os olhos para o lado – Mas fiquei sabendo que ontem deu uma entrevista épica com Mr. Turnback. Você que tem a TV adiantada, diferente das atrasadas aqui de Celadon, o que houve?
- A operadora ligou para avisar que iria cancelar porque não pagamos a conta. Sairei por esse propósito também. Cada vitória que você faz, recebe dinheiro se vencer. Nesse início, acho que só minha Vileplume da conta de tudo. – Fez outro sorriso, mas desta vez um verdadeiro. Coçou a cabeça e apurou o amigo – Vamos logo!
Ambos foram à casa do rapaz, para ele pegar suas coisas. Logo depois, iriam embora, não era o verdadeiro desejo deles, mas ambos necessitavam e isso poderia mudar a vida dos dois.

[Continua...]
avatar
Nothermoraes
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 25/07/2011

Frase pessoal : I like Froakie!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A guerra pelo domínio

Mensagem por Pokaabu em Qui 18 Out 2012 - 21:42

Oi e aí, novo capítulo, ok, ficou melhor que o primeiro a níveis consideráveis. Vamos aos erros.

Um local luxuoso, admito eu. Um local com chão todo branco

Você poderia mudar o segundo local por lugar ou salão ou... São infinitas possibilidades.

El socou uma parede cinza, parecida com a de um lugar podre e sujo.

O certo seria ele, não?

O menino tem 6 anos e vai sair numa jornada, foi isso que eu entendi quando li que o treecko cuspia sementes para comemorar seu aniversário. Acho que isso ficou um pouco incoerente.

No primeiro capítulo você apresente um personagem infeliz e revoltado, no segundo você mostra um feliz e corajoso, acho que faltou a parte onde você diz que ele é bipolar.

Espero o próximo capítulo, como percebeu, estou acompanhando.

avatar
Pokaabu
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 02/07/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A guerra pelo domínio

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum