Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Pokémon - Dark Destiny

Ir em baixo

O que você acha da fic?

0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
57% 57% 
[ 4 ]
0% 0% 
[ 0 ]
14% 14% 
[ 1 ]
0% 0% 
[ 0 ]
29% 29% 
[ 2 ]
 
Total dos votos : 7

Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Black~ em Dom 19 Ago 2012 - 20:35

To aqui de novo e essa fic eu espero muito futuro pois apostei muitas fichas nela. A história será com bastante ação e um suspense básico que não pode faltar. Não darei muitas revelações sobre a história.

Censura:

Não recomendado para menores de 14 anos
Tema: Ação e Suspense
Contém: Violência média, Palavras de baixo calão, Insinuação de sexo, Uso de drogas e Uso de armas de fogo
Personagens:

Protagonistas


Nome: Danny Stone
Idade: 15 anos
Descrição: Possui um cabelo preto bem escuro e os olhos verde mediano, nem tão claro, nem tão escuro.
Biografia: Era um garoto dócil e gentil quando criança e foi assim até os seus quinze anos, porém no orfanato, depois que saiu dele, ingressou na "máfia", mudou completamente. Agora é um garoto arrogante, estúpido e que só pensa em dinheiro, com isso perdeu seus dois amigos de infância.
Pokémons:

Nome: Jason
Idade: 15 anos
Descrição: Um garoto alto pra sua idade, de olhos esverdeados e cabelo castanho cheio de cachos.
Biografia: Sempre foi o melhor amigo de Danny desde que o mesmo chegou no orfanato, então ingressou junto com Danny na "máfia", mesmo nunca gostando da ideia, foi então que por causa da arrogância de seu amigo, terminou a amizade e foi à procura de um emprego digno.
Pokémons:

Nome: Carly
Idade: 15 anos
Descrição: Tem uma estatura média, possui os olhos azuis bem claros e um cabelo preto ao extremo.
Biografia: Era uma garota muito dócil quando criança, porém como Danny, mudou radicalmente, só que ela foi adotada pelo chefe da "máfia" e nunca gostou dele, mas com o passar do tempo foi ficando ambiciosa e arrogante. Agora o que ela enxerga é somente o dinheiro e a ignorância.
Pokémons:

Sem mais delongas, vamos ao prólogo que não ficou tão bom, mas o tema principal já é muito bem introduzido na fic: o drama. Tenham uma boa leitura e comentem ^^

Prólogo


Mt. Silver, Fronteira entre Kanto e Johto, 14 de Março de 2003, 19h34min.


A guerra era intensa. Aqueles continentes tão amigáveis, agora se tornaram inimigos por causa de um monte que fica na fronteira entre os dois aliados continentes.

Algo a mais era especial naquela guerra, era um pequeno garotinho de cinco anos, que aflito rezava por seu pai. O homem alto e forte que ingressou no exército de Kanto para ir à guerra. O garoto não conseguia dormir, sempre tinha pesadelos referentes ao seu pai, muitas vezes era a morte do dito cujo.

- Mamãe, eu não quero que o papai morra. - Disse o garoto, encostando-se ao ombro da mãe.
- Ele não morrerá... Pelo menos eu acho... - Disse a mãe do garoto.

O garoto se chamava Danny Stone, o garoto tinha os olhos verdes e o cabelo bem preto.



Newbark Town, Johto, 14 de Abril de 2003, 7h4min.


O garoto de apenas cinco anos descia as escadas de sua casa típica de classe média, com dois andares, uma sala de tamanho médio, uma ampla cozinha, dois banheiros e três quartos no piso superior.

A guerra entre os povos apenas continuava.

- Mamãe, o papai tá bem né? - Perguntou Danny.
- É filho, está... - Disse a mãe do garoto apreensiva, enquanto olhava para a televisão, que noticiava o seguinte:

“Roger Stone, um ilustre morador dessa nossa cidade, que foi chamado para o exército para a guerra pelo Mt. Silver, acaba de falecer no campo de guerra, ele levou dois tiros no peito e morreu instantaneamente.”

O garoto começou a chorar incontrolavelmente e estava entrando num estado de depressão.


To be continued...

Capítulos:


Bom, é só isso, todos os capítulos eu colocarei a data, a hora e o local pra ficar mais bonito. Enfim, espero que gostem e comentem ^^


Última edição por Mr. Black em Sex 28 Set 2012 - 20:01, editado 8 vez(es)
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por BelphegorP em Dom 19 Ago 2012 - 21:03

Você tinha outra fic... alguma coisa Rockstar... Largou? Deve ser mais um user que nunca completa uma fic...

1-Pare de repetir ´´garoto´´

2-O drama foi raso,bem construído? Nunca! Você não sente a dor dos personagens,nem ao menos se preocupa com eles...

3-Talvez seja muito cedo para dizer,porém me parece que nenhum dos personagens até agora tem de fato uma personalidade. E por favor não faça o garoto ser frio e etc. só para estragar um dos únicos pontos bons da fic: originalidade.

4-Não é explicado como eles vão do Mt.Silver a Newbark,na verdade é ignorado.

5-Prólogo curto.

6-A não ser que o Roger seja um soldado de grande porte,um noticiário nunca apresentaria somente a sua morte.

É bem escrito,é original. Como é muito cedo para críticas maiores ao enredo,vou deixar para o Cap.1 Boa sorte!
avatar
BelphegorP
Membro
Membro

Feminino Idade : 26
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 19/07/2012

Frase pessoal : Já viu o Sem Rosto? Olhe para trás.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Pikachuzinha em Seg 20 Ago 2012 - 19:21

Concordo com o número 6 do comentário a cima. Sem falar que contar um acontecimento principal (a morte do pai) no prólogo é meio... Sei lá, revelador, revelante. O número 4 merece minha concordância também. Eles foram de um lugar pra outro num piscar de olhos, humph. Vou ver se acompanho, estou meio sem tempo... Neutral


Boa sorte, otokonoko.
avatar
Pikachuzinha
Membro
Membro

Feminino Idade : 17
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 21/07/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Black~ em Sex 24 Ago 2012 - 21:13

Cá estoy yo com o capítulo, mas antes os comments (se quiser comentar, podem comentar e.e).

Comentários:
BelphegorP: 1 - Ok, vou evitar essas repetições
2 - Bom, é que eu não sou muito bom com drama, não vou prometer o drama que eu prometi no prólogo, mas posso dizer que terá um drama na fic.
3 - Bom, tudo já está calculado e um detalhe poderá ser prejudicial à fic, portanto só o tempo dirá a personalidade.
4 - Na verdade o garoto e a mãe sempre estiveram em Newbark e o pai sempre esteve no Mt. Silver, esqueci de explicar e.e
5 - Mas às vezes não basta fazer um capítulo gigante, com uma qualidade péssima. Mas acho que nem foi bom nem grande o capítulo. '-'
6 - É, esqueci de explicar isso também.
Valeu pelo comentário e espero que continue lendo ^^

Pikachuziinhasz: Bom, uma coisa que eu não sou bom é descrição, bom, valeu pelo comment e espero que continue lendo^^

Agora o capítulo. Comentem de preferência

Capítulo 01


Darkness City*, Johto, 16 de Abril de 2003, 08h05min.


Danny acordou em um lugar totalmente diferente, um local com as paredes todas brancas, e estava num quarto com sua mãe e um médico. Estava num hospital psiquiátrico - o melhor hospital deste gênero em Johto- pois com apenas cinco anos, virou um garoto com depressão. A mãe do garoto nem estava tão preocupada com o garoto, portanto ficou lá rapidamente e foi embora. O garoto olhou para o lado e viu que sua pokébola estava na cabeceira, pelo menos nisso sua mãe tinha pensado.

*: Uma cidade pouco conhecida, que fica nos “matos” que seguem de Newbark até Cherrygrove.



Darkness City, Johto, 02 de Fevereiro de 2004, 10h06min.


O garoto já podia sair do hospital, pois já tinha recebido “alta”, porém não teria ninguém para buscá-lo, pois sua mãe o abandonou devido aos seus problemas psicológicos.

Então o garoto seria encaminhado a um orfanato na cidade de Cherrygrove.

- Querida criança Danny Stone, infelizmente sua mãe lhe abandonou e você terá que ir para um orfanato. - Disse o médico, sendo “direto”.

O garoto começou a chorar mais ainda e ficar mais desesperado ainda, mas podia superar caso fosse adotado no orfanato em que viveria...



Newbark Town, Johto, 04 de Fevereiro de 2004, 20h06min.


Uma das auxiliares mostrava o orfanato para o garoto, que não se sentia bem no local, mas tinha a esperança de ser adotado.

Assim que Danny chegou, dois garotos partiram para cima do garoto e deram vários socos e chutes no garoto, que ficou chorando lá por bastante tempo.



Newbark Town, Johto, 12 de Abril de 2005, 22h04min


Danny e Carly - sua melhor amiga - andavam secretamente pelo orfanato, pois já havia passado a hora de dormir. Danny, que já havia se enturmado e feito alguns amigos, caminhava para pegar um objeto perdido pela amiga.

- Achei! - Disse ela pegando uma espécie de colar.
- Agora vamos voltar pro quarto. - Disse Danny olhando pros lados com medo.

De repente, viram uma luz saindo de alguma porta do orfanato.

- E agora? Falei que ia dar errado. - Disse Danny.
- Calma moleque infeliz!
- Vocês dois vão já pros respectivos quartos, ou levarão advertência. - Disse uma velha que estava “rondando” pelo orfanato.

Cinco anos depois...

Danny já com doze anos, brincava com os outros garotos na hora da aula. O orfanato era imenso, ocupava um terço da cidade de Newbark, lá dentro havia uma escola separada por série e o garoto estava na sexta série e era um dos piores da escola.

- Seus moleques dos infernos! Parem de gritar! - Disse a diretora. - Se vocês agirem de má índole mais uma vez, será mais uma advertência e como vocês estão com oito e o limite é nove, vocês serão enxotados da escola e do orfanato, e como não têm pra onde ir, serão simplesmente uns “merdas” nessa vida.

A diretora do colégio era muito rígida e “jogava tudo na cara”, ou seja, sempre “tirava onda” por eles não terem uma casa para ir e sempre os deixava na palma da mão.
Depois que acabou a aula monótona, o garoto se dirigiu ao pátio e foi em direção ao seu quarto.

Chegando lá ele tirou seu Riolu, então seu amigo de sala e colega de quarto, Jason, o chamou para uma batalha. Então os dois foram até uma área bem abaixo dos quartos. Era um lugar com uma grande quantidade de plantas e árvores e era bem “escondido”. Os dois chegaram e logo uma multidão se formou, todos queriam ver aquela batalha para esquecer mais um monótono dia.

Então ambos lançaram suas pokébolas e da pokébola de Danny saiu um Pokémon parecido com um cachorro e com forma meio humanoide e tinha alguns poucos centímetros de altura, era um Riolu. Da pokébola de Jason saiu um pequeno Pokémon vermelho, parecendo um lagarto, com fogo no rabo e um sorriso permanente, era um Charmander.

- Low Kick! - Ordenou Danny rapidamente.

Riolu “carregou” uma força imensa dos pés, que rapidamente ficou marrom e acertou em cheio o Pokémon lagarto, que sentiu o golpe, mas rapidamente levantou, já lançando vários “foguinhos”, que acertaram o Riolu, que caiu e levantou rapidamente também.

- Quick Attack. - Ordenou Danny.
- Metal Claw. - Ordenou Jason.

Certamente o ataque do Riolu foi primeiro, e acertou o Charmander em cheio, que ficou bem mais fraco, caiu no chão, mas logo levantou. Charmander então criou uma garra cinza, que acertou o Pokémon cachorro-humanoide, mas que logo se recompôs. Enquanto quem assistia gritava e delirava.

Danny ordenou de novo o golpe “Low Kick” para o Riolu, que acertou em cheio o Charmander, que ficou bem fraco e levantou com certo esforço e mandou brasas no oponente, que desviou facilmente e retrucou com um “Quick Attack”, que debilitou o Pokémon de fogo.

Os dois voltaram seus pokémons e se cumprimentaram e foram para o quarto deles.

Jason era um garoto com cabelo meio castanho e cheio de “cachos”, olhos esverdeados e tinha uma estatura alta pra sua idade.

-x-

Os garotos iam em direção ao refeitório, pois era hora do almoço. Então Carly chegou, deu um beijo e um abraço em Danny e disse:

- Vou sentar do lado do Danny.

Todos ficaram “zoando” o garoto, que imediatamente ficou vermelho e tentou se esconder, mas a diretora tratou logo de acabar com a “farra”.

Carly tinha um cabelo bem grande, liso e preto escuro ao extremo e tinha olhos verdes claros puxados para o azul, é era “bem amiga” de Danny.

-x-

Todos já haviam almoçado e estavam em seus quartos, Danny estava lendo, por mais que fosse um péssimo aluno, que só bagunça, só tirava excelentes notas. Jason estava dormindo.

Então um barulho eclodiu e todos tomaram um susto e foram rapidamente ver o que estava acontecendo.

Mas o que diabos aconteceu ou vai acontecer?

Leia o próximo capítulo de Pokémon Dark Destiny e saberá!


Avisando, que o esquema de data e hora não deram certo, portanto não vou adotá-los. Espero que comentem ^^
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Psych0 em Sex 24 Ago 2012 - 22:49

Bom ..

Reparei somente um erro.

1 - Descrição. Você disse que não era seu forte, mas podia se esforçar. Pelo menos no caso:
"Danny e Carly - sua melhor amiga - andavam secretamente pelo orfanato, pois já havia passado a hora de dormir. Danny, que já havia se enturmado e feito alguns amigos, caminhava para pegar um objeto perdido pela amiga."
, WHAT? Mal chegou já tem uma melhor amiga, já leva socos e pontapés, ficou estranho.

avatar
Psych0
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 22/07/2012

Frase pessoal : Nothing is impossible, you just believe.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por BelphegorP em Sex 24 Ago 2012 - 23:18

Você me insultou no outro tópico,pouco liguei. Você ficou praticamente dizendo ´´eu sei fazer boas fics´´ Eh,sem muita base.

1-Continua com repetições.

2-Tudo incrivelmente raso

3-O drama foi feito de forma horrenda

4-Não foi dito o motivo para Danny sofrer bullying, e alguém de certo teria ajudado o garoto chorando. Se não poderia ter dito o motivo.

5-Não entendo porque você marca as datas quando se passou 1 ano,mas a ignorou quando passou 5. Palmas para o Black.

6-Se o orfanato fosse assim já teria sido denunciado. Realidade,por favor.

Então ambos lançaram suas pokébolas e da pokébola de Danny saiu um Pokémon parecido com um cachorro e com forma meio humanoide e tinha alguns poucos centímetros de altura, era um Riolu.
7-Preciso dizer a droga que você fez com essa frase?

8-Não use um '' para tudo

9-Falta de vírgulas em muitos momentos

é era “bem amiga” de Danny.
10-Explicações.

Eh,espero que seus instintos 13 anos não me taquem pedras. Mas mesmo que as taque acho que meu escudo pode acabar com todas.
avatar
BelphegorP
Membro
Membro

Feminino Idade : 26
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 19/07/2012

Frase pessoal : Já viu o Sem Rosto? Olhe para trás.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Black~ em Sex 31 Ago 2012 - 21:20

To aqui. Escrevi o capítulo todo hoje, pois tava muito ocupado essa semana, portanto acho que não ficou tão bom. Mas antes os comentários.

Comentários:

~Psycho: É, realmente ficou estranho, tentei/vou tentar melhorar nesses aspectos

BelphegorP: 1 - Tentarei evitar.
2 - Tentarei melhorar.
3 - Eu disse que não seria mais aquela drama prometido pois eu percebi que eu não sei trabalhar no drama, portanto não fique esperando nada sensacional.
4 - Tipo, de uma certa forma foram aqueles clichês de orfanato.
5 - É, palmas mesmo. Eu fiz merda, era pra ter colocado inversamente...
6 - Explicações?
7 - Explicações?²
8- Ok, vou tentar evitar.
9 - Hum, vou revisar, mas citar ajuda.
10 - Duplo sentido.

Capítulo 02


Todos saíram do local para ver o que havia acontecido para ocorrer aquele imenso barulho. E quando chegaram, não perceberam nada, algo estava muito estranho. Ninguém ligou, menos Carly, que achou isso muito estranho.

Todos voltaram a almoçar sem preocupação, mas algo incomodava a garota. Que sentia algo estranho no local.

-x-

Danny olhava ao seu redor e sentia um aperto. Afinal, tinha uma boa casa, uma boa comida, televisão e um quarto só dele. Mas agora estava num orfanato. Que independentemente de ser bom ou ótimo, não deixava de ser um orfanato.

O garoto então foi para o seu quarto.

- Danny, seu pai era aquele soldado do exército né? - Perguntou Jason.
- É. - Disse Danny meio seco e engolindo o choro.

O amigo entendia a situação do menino. Afinal, passara algo parecido.

- Mas chega desse assunto chato. - Disse Danny cortando o assunto sem graça dos dois.
- Vamos fazer lição já que a gente está bem lascado. - Disse Jason.

-x-

Já era manhã do outro dia e todos já estavam acordados. Danny então foi logo procurar sua amiga, quando se surpreendeu muito. A garota ia ser adotada, Danny assustou-se devido à idade “avançada” de Carly.
O garoto sentiu mais um aperto, sua melhor amiga estava indo embora.

-x-

Carly olhava seus novos pais e não gostava nada do que via, o homem tinha um olhar sombrio e medonho e a mulher repetia a mesma expressão.

- Po... por que vocês escolheram logo eu? - Perguntou Carly gaguejando e com medo.
- Você é bonitinha, nos ajudará com nosso plano. - Disse a mulher e soltou uma risada maquiavélica.

-x-

Danny e Jason estavam na aula, agora já não bagunçavam mais. Jason até aprontava ainda, mas Danny ficava quieto, já virando motivo de piadas por parte dos outros alunos.

- Agora que a namoradinha saiu, ele fica quietinho. Ui, ui, ui. - Provocava um e levava os outros a rirem junto.
- Namoradinha é o caramba. - Disse Danny ameaçando dar um soco, mas foi logo interrompido por Jason.
- Vocês parem agora. - Disse o professor tomando uma atitude autoritária.

O garoto pensava que era algo bem estranho, a garota que está desde pequenininha no orfanato e depois de doze anos que querem adotá-la.

-x-

A garota estava na casa do casal sombrio. E o ambiente da residência era medonho, era uma casa grande, de dois andares, com iluminação típica de castelos e em alguns cômodos era bem escura a iluminação. As paredes eram muito escuras e havia alguns objetos esquisitos espalhados pela casa.

- Mostre o quarto para a nossa filhinha, meu bem. - Disse o homem, fazendo um “sorrisinho macabro”.

A mulher levou a garota até o seu quarto, que era o único local “de luz” daquela casa. Era um quarto todo rosa, com um guarda-roupa preto, uma cama grande, um notebook, uma TV de LCD de tamanho médio.

- Odeio rosa! Troque essa cor lixosa por um roxo bem forte que eu penso no caso. - Disse Carly enquanto olhava seu notebook.

A mãe adotiva disse tudo para o pai, que apenas concordava.

- Claro, tudo pela nossa filhinha. - Disse o homem.

-x-

Era hora do almoço no orfanato e Danny continuava com pensamentos intensos e mantinha tamanha incógnita sobre sua cabeça.

- Chega também Danny. Sei que ela era sua amiga, mas a vida segue né cara, parece até que ela morreu. - Disse Jason.
- É verdade. Chega de tristeza e bola pra frente. - Disse Danny. - Mas que tem algo estranho aí tem.

Os garotos subiram então para o quarto deles para se distrair.

-x-

Em questão de minutos, o quarto da garota já estava todo roxo e Carly se surpreendeu.

- Ótimo, o plano está dando certo. - Cochichou o homem no ouvido da mulher. - Querida, desça e lá embaixo eu vou te dar um Pokémon.

A menina ficou feliz, talvez naquela sombria casa e naquela medonha expressão facial, talvez tivessem boas pessoas.

Carly desceu e viu um pokébola em cima da mesa e tratou logo de pegá-la. Lá dentro havia um Horsea, porém era diferente, pois era mais escuro que os outros comuns, mas a garota ficou feliz e aceitou o pokémon.
-x-

A única que podia fazer naquele orfanato era ler ou estudar, já que não haviam celulares, notebooks, vídeo-games, tablets e nem televisores.

E era o que faziam os dois, conversavam e liam. Mas Danny continuava a pensar na sua grande amiga que se fora de maneira tão estranha.

-x-

- Ela é bonitinha e magrinha, assim ninguém pensará nada sobre ela. Logo, esse plano é perfeito. - Disse o homem.
- Sim, é muito perfeito. - Disse a mulher.

Então os dois subiram até o quarto da garota, que se deslumbrava ao assistir TV e mexer no notebook, devido a tantos anos “longe da tecnologia”.

- Amor, veste esse uniforme. - Disse a mulher.

To Be Continued...


Bom, é isso. Nem adianta perguntarem sobre os caras porque eu não vou falar Wink. Comentem, e no mais.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por BelphegorP em Sex 31 Ago 2012 - 22:35

Responder aos comentários:
6- Se o orfanato tivesse funcionários ou sei lá o que que abusasse demais dos alunos e se não fosse algo de grande porte seria denunciado
7- Quis dizer a falta de vírgulas.

Ao cap:
1- Personagens desumanos, não se pode sentir nem seu carisma nem que eles são seres vivos, simplesmente horrível. Um horrível trabalho para com os personagens. Ah, rasos também.

2-Cap curto. Tente três páginas no Word pelo menos.

- É. - Disse Danny meio seco e engolindo o choro.
3- Não sabemos o porque de o garoto estar chorando. O que aconteceu? Memórias dos pais? E outra: um amigo tão próximo como o Jason nunca perguntaria, claro que percebeu o estado emocional do Denny. Eh... esses personagens pouco me animam. Pode matar o Denny?

4- Isso não é um slice-of-life. Queremos o Denny lutando, vendo mortes e amadurecendo, não trechos da vidinha dele.

5- Pare de usar -x- para toda a mudança de ambiente

- Po... por que vocês escolheram logo eu? - Perguntou Carly gaguejando e com medo.
- Você é bonitinha, nos ajudará com nosso plano. - Disse a mulher e soltou uma risada maquiavélica.
6- Não espero que resolva o mistério, espero que diga porque o bonitinha. Quer dizer que qualquer garota bonitinha serviria?

7- Menos, mas ainda temos repetições.

Era um quarto todo rosa, com um guarda-roupa preto, uma cama grande, um notebook, uma TV de LCD de tamanho médio.
8- No final seria um ''e'', creio eu.

9- Denny não tem motivo para estranhar o fato da Carly ser adotada

10- Se não sabe fazer drama, não faça uma fic de drama

Sim, está horrível. Pode melhorar, muitas fics que simplesmente amos do fórum começaram horrendas. Boa sorte com ela, qualquer dúvida sinta-se livre para mandar MP.
avatar
BelphegorP
Membro
Membro

Feminino Idade : 26
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 19/07/2012

Frase pessoal : Já viu o Sem Rosto? Olhe para trás.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por #Tabs em Sex 31 Ago 2012 - 23:42

O post acima foi tão arrogante que merecia um Achievement. Nunca vi mais grossa. Ai fala que ta horrível e depois deseja boa sorte. Não vim postar afim de criticar ou elogiar a fic, mas sim reclamar desse post ridículo. Você fala como se fosse a melhor e nem se quer deixa o próprio post organizado. Menos grosseria e mais crítica, por favor.

@Edit: e Mr. Black, peço desculpas a qualquer problema que eu traga ao tópico. >:
avatar
#Tabs
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 14/08/2010

Frase pessoal : Bitches, pls.


Ver perfil do usuário http://www.pokemonmythology.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Black~ em Ter 11 Set 2012 - 20:19

Enfim, cá estou eu, com atraso, mas estou, e pelo visto só um comentário Sad. Por favor, se leem comentem, mesmo se gostar, se não gostar, se for um lixo e a porra toda, quando vocês não comentam dá até desânimo. Enfim, vou responder o comentário.

Spoiler:
1 - Pelo fato de eles serem sombrios? Se não for por isso, quero argumentos válidos, pois existem muitas pessoas assim.
2 - Tentarei...
3 - Acho que sim né? O amigo perguntou pelo pai e ele chorou. Não, não mata ele que agora é um novo Danny.
4 - Aguarde e verá...
6 - Sim.
7 - Eu sei, mas não acho palavras à altura
8 - Eu também
9 - Talvez...
10 - Mas ela não será mais de drama

Capítulo 03


Carly agora já com 15 anos já estava acostumada com aquele simplório uniforme verde e preto que sua mãe lhe pediu pra usar há três anos. A garota, antes dócil, agora traçava um ar sombrio, macabro e misterioso, sendo facilmente irreconhecível.

- Agora sim começa para valer. - Disse a garota apertando os punhos.

-x-

Danny, com 15 anos, preparava sua saída do orfanato, pois já havia atingido a idade limite para viver no orfanato, assim como Jason.

- É amigo, agora é cada um por si. - Disse o garoto e os dois fizeram um cumprimento de amizade.

Os dois olharam em volta e Danny disse:

- Não sei se choro ou se dou risada porque vamos embora dessa bosta.
- Vamos rir né. O triste vai ser achar alguma coisa pra fazer da vida. - Disse Jason com um sorrisinho.

Danny riu levemente e colocou a mochila nas costas com suas pouquíssimas coisas e os dois seguiram em direção ao portão principal do orfanato, que dava diretamente na avenida mais movimentada da cidade.
-x-

Carly observava atentamente o que tinha que fazer, mas jogava tudo pros “peões”. Seu pai mandava, ela remandava.

-x-

Já havia se passado uma semana que os dois amigos tinham saído do orfanato. As pessoas saíam do orfanato com no máximo 15 anos, pois era a idade mínima permitida para arrumar um trabalho em Johto. Porém Danny e Jason estavam na rua, pedindo esmola.

- Que vida de merda que a gente está levando, saímos de lá na maior felicidade achando que seria feliz aqui fora, ficamos uns três dias sem nos vermos e quando nos encontramos, estamos pedindo esmola na rua, desse jeito era melhor viver naquele orfanato. - Queixou-se Danny.

Jason apenas concordava com tudo que o amigo dizia.

-x-

A noite era profunda e a luz da lua era intensa naquela bela noite. E os garotos apenas procuravam algo o que comer, eis que veem um carro passando.

- Não pode ser. - Disse Danny coçando a cabeça. - Carly! É você?

Então uma garota, que obviamente era Carly, abaixou o vidro do carro e olhou para os dois, nem os reconhecia, então pediu para o motorista dar uma ré até os dois, ela desceu com um ar “nariz empinado” e foi falar com os garotos.

- Oi. - Disse a garota em um tom baixo. - Nem os reconheci.
- Carly está tudo bem? - Perguntou Danny.
- Cale a boca e venham comigo. - Respondeu friamente a garota.

Então os dois subiram no carro mesmo achando a atitude estranha.

-x-

Eles chegaram a um local que parecia uma empresa, a garota levou os dois até o último andar, onde tinha a principal sala - a de seu pai.

- Pai, arranjei duas pessoas que podem trabalhar aqui.

O homem olhou para os dois, e disse que era uma boa ideia desde que fizessem um bom trabalho. Os garotos que nem ao menos sabiam do que se tratava, não concordaram muito não.

- Quem é ele e eu vou trabalhar do que?
- Ele é meu pai e você vai aceitar ou prefere ficar naquela vida medíocre e desgraçada que vocês levam? - Perguntou Carly, que de doce garota havia se transformado em rude e arrogante.
- Aceitamos. - Disse Danny ainda desconfiando.

A garota cochichou com o pai, que explicou tudo e Danny já ia discordar, mas percebeu que não valeria a pena.

- Ok, amanhã vocês começam o treinamento.

1 mês depois...

Antes, somente Carly era arrogante e rude, agora os dois amigos tomaram o mesmo rumo, todos os três estavam irreconhecíveis.

- É agora que a gente começa. - Disse Danny.

To Be Continued...


Pois é, ficou pequeno e creio que ficou fraco também, mas comentem aí por favor. Posso garantir que o próximo será melhor ^^
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Mr.Ram em Dom 16 Set 2012 - 12:19

Ahum ahum, cheguei pra comentar nesta fanfic.

Bem Mr. Black. Faz tempo que não comento em suas Fics. Também por não ter tempo de ler, esta me interessou muito!

Bem seu enredo é ótimo, as criticas de BelphegorP são bem construtivas, mas elas podem ofender o autor.

Enfim vamos falar sobre sua fanfic.

Pontos Ruins

No Prólogo a historia e muito corrida, tente dar mais vida a ele deixe-o maior ou até mesmo coloque um pouco mais de historia como o início do primeiro capítulo.

Também primeiro capítulo ficou muito embaraçado. Enfim, não achei lá grande coisa, mas achei legal! O bom é que você escreveu com o coração ( Mentira com as mãos)

Pontos Bons

Você é persistente, isso é bom .

Você sabe como fazer um personagem doce e carinhoso se tornar mal.

Você sabe fazer um suspense para a platéia que espera o resto da historia!

~x~

Olha minha idade 13 anos. E daí?

Black Me desculpe, mas uma fic de 14 anos deveria ser um pouco mais violenta, sangrenta, senxual. Etc...

Mas essa classificação para está fic não está muito boa. Ela devia ser +12 anos, a não ser que você queira aumentar o enredo para um mais atrativo ao decorrer da historia.

Aguardo mais episódios! Até mais!

Adorei o seu Avatar.
avatar
Mr.Ram
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 23/04/2012

Frase pessoal : Nova HQ. PCOK


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Drawin em Seg 17 Set 2012 - 0:35

Hey, Link! (estava com uma vontade incontrolável de fazer isso) Sou nova na área de fics e vou tentar ter bons comentários construtivos, então vamos ir para a sua fic:

Acho que você quis fazer uma fic que alterasse entre a vida do Danny e da garota, não faça isso: se você quer colocar todo um histórico de vida de uma pessoa separe os capítulos, no final acaba sem muito aprofundamento nos dois, e isso é um dos pontos mais baixos que se tem: falta de aprofundamento. Então preste mais atenção, guy!

Eu vi muitas repetições na fic toda, o que é uma pena. Além de deixar a coisa massante e cansativa dá uma impressão que o autor não se esforça tanto... Mas de boas. Caso não consiga identificar as repetições sozinho pode me mandar sei lá, um MP que eu ajudo. Gostei bastante da base da história, mesmo que eu ache que poderia ser melhor em vários pontos, tenho interesse em ajudar! Vai alguns exemplos:
A garota, antes dócil, agora traçava um ar sombrio, macabro e misterioso, sendo facilmente irreconhecível.

- Agora sim começa para valer. - Disse a garota apertando os punhos.

Respondeu friamente a garota.

Então os dois subiram no carro mesmo achando a atitude estranha.

-x-

Eles chegaram a um local que parecia uma empresa, a garota

Disse Danny ainda desconfiando.

A garota cochichou com o pai, que explicou tudo e Danny

Desculpe se não deveria ter feito isso, queria um coment bem completo ^^

Os lugares não tem muita caracterização, não te permite imaginar e assim não entramos na fic. Não tenho muito o que falar aqui, é só se esforçar mais.

Os personagens não tem muito aprofundamento, já foi citado, e eu preciso falar de novo, parece que foi ignorado... Preste mais atenção na hora de fazer personagens. Eu aconselho antes de começar a história pegar uma folha de papel (do Word também pode -q) e colocar o passado de cada personagem, sua personalidade, porque ele age daquela maneira se á um motivo, como ele se veste, seu relacionamento social etc., tudo para termos um protagonista que nos permita falar: ´´Eu quero ler uma história com esse cara!`´ É algo bem trabalhoso, mas os aplausos valem a pena!

Faça capítulos maiores. Mas isso não é um erro, ele é só o resultado da falta de descrição de tudo e também do carisma e construção dos personagens, então pode ignorar isso aqui e focar nos outros tópicos: assim que perceber terá um capítulo razoavelmente longo.

bem, eu achei algumas coisas meio sem sentido. Talvez seja eu, que estranho coisas meio que ''jogadas'' sem explicações ou se é realmente um erro, provavelmente o segundo, ao ponto: é impossível uma pessoa ficar amarga em um mês... Principalmente pessoas que aparentam ser tão boas como Danny e Jason. Porque os pais adotivos da Carly só estiveram prontos agora? Passou muito tempo e eles já tinham esse plano a um bom tempo... E outra: o cérebro humano, não importa o quão frio seja e o quão tenha sofrido, sempre guardará lembranças dos dias de glória (pode escrever na pedra que ficou bonito isso) acho que um ser humano nunca faria o que a Carly fez com os amigos se ela realmente tem a personalidade que tem: ela queria fazer eles sofrerem como ela sofreu? Não, a Carly é apresentada como uma garota que não importa o quão poluída, nunca faria isso. E também chegamos a outra coisa que defende o argumento acima... Se a Carly odeia tanto o pai quanto aparenta (mal construído, então meio confuso) ela entregaria dois grandes amigos para ele?

Irei acompanhar, boa sorte!
avatar
Drawin
Membro
Membro

Feminino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 16/09/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Rush em Qua 19 Set 2012 - 11:10

Bom dia, Mr. Black!

Well, gostei da ideia de sua FF, do orfanato, das personagens e como a história segue em si, só achei um pouco corrida demais devido à falta de detalhes e narração. Sugiro que você tente descrever mais - não o ambiente, mas a personalidade das personagens, pois isso é o que está faltando.

Achei rápido a mudança de Danny e Jason, mas gostei muito em como eles mudaram o seu jeito de acordo com os anos. Quando completaram 15 anos, já ficaram mais desleixados e marotos, eu achei isso bem interessante, mas mesmo assim a falta de carisma está prejudicando os capítulos.

Eu irei acompanhar a Fic, pois acho que você tem grande potencial para escrever a mesma, creio eu que a história será ótima e só tem de melhorar com o tempo. A única coisa que acho que você precisa melhorar, é na narração e nos sinônimos (coisa que você melhorou bastante), notei grande repetição de palavras no início, mas isso não é um problema agora.

É isso, espero o próximo capítulo. Um abraço, e boa sorte! (:
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : Agora você não tem mais waifu!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Black~ em Qui 20 Set 2012 - 21:35

Depois de anos e anos, cá estou eu com o mais novo capítulo da minha fic. Primeiro agradecer os comentários (obrigado gente)

Spoiler:

Ram1: Valeu, eu estou com a história e não vou desistir assim de mais uma fic. Quanto à censura é porque terá uso de drogas e palavras pesadas. Valeu pelo coment e espero que continue lendo^^

Drawin: Eu não consigo achar palavras para substituir aí acabo repetindo. A Carly agora já gosta do pai. Descrição também não sou muito bom, mas né. Valeu pelo comment e espero que continue lendo^^

Rush: Valeu pelo comentário. Espero que continue lendo^^

Capítulo 04

O frio chegava rigoroso em Johto, as ruas estavam cobertas de neve e tempestades desse tipo, ocorriam a todo o momento, dificultando a ida ao trabalho e a muitas outras coisas.

- Ainda bem que a gente conseguiu esse trabalho aqui. - Disse Danny. - A Carly caiu como um anjo.
- Está mais pra demônio. - Retrucou Jason. - Só porque você gosta dela, fala que ela é um anjo.

A fúria de Danny apareceu em questão de milésimos, que gritou escandalosamente com o amigo, que recuou um pouco.

O ambiente em que os garotos estavam era um lugar bem sinistro. Era uma espécie de casarão “Idade Média”, com várias velas espalhadas pelo local, lá os garotos ficariam com mais várias outras pessoas da mesma empresa maligna do pai de Carly.

-x-

Carly se sentia estranha, mas o dinheiro havia lhe transformado em uma pessoa completamente diferente da garota que todos conheciam no orfanato.

Todo dia tinha treino bem puxado, para torná-los soldados do mal.

1 mês depois...

Depois de um árduo treino, Danny e Jason estavam prontos e dispostos a começar um “servicinho”.

- Vocês dois, venham aqui. - Disse o homem, chamando os dois garotos. - Há uma missãozinha básica para vocês dois.

O homem explicou tudo aos jovens, que rapidamente foram ao lugar marcado.

[...]

Os meninos chegaram a uma quitanda na cidade de Cherrygrove, com máscaras no rosto, tocando o terror lá.

- Todo mundo pro chão! Agora! Quem se mexer, toma tiro! - Gritou Danny apontando uma arma para todos que estavam lá.

Uma senhora então tentou sair do lugar e foi surpreendida por Jason, que lhe deu um chute na barriga com muita força, que a fez cair no chão. Danny apenas apontou a arma e a senhora disse:

- Por favor não me mate, eu te dou todo meu dinheiro. - Disse a senhora tirando uns 20 mil dólares da bolsa e entregando para Danny. - Não quero lembrar disso.
- Faço questão de te fazer esquecer.

Então o garoto atirou na velha, matando-a. Todos ficaram admirados e então um cara tentou agredir o garoto, em vão, pois tomou um violento chute na cabeça, saindo bastante sangue.

- Vamos sair dessa merda agora. - Disse Danny para Jason, atirando em todo mundo.

Os dois correram até o centro Pokémon de Cherrygrove e descansaram um pouco. Depois voltaram para a base secreta em Newbark.

- Aí tem 20 mil dólares que a gente conseguiu de uma velha otária. - Disse Danny.
- Mataram quantos?
- Uns 15 que tinham lá.
- Ótimo, vamos ganhar uma bela grana. Gostei dos seus amigos Carly.

A garota deu de ombros e subiu. Danny saiu, foi a um bar em Newbark mesmo pra relaxar um pouco.

O garoto sentou na frente do balcão e foi logo pedindo:

- Me vê cerveja aí pra mim. - Disse Danny.
- Garoto, você tem cara de menor de idade, não vai beber no meu bar não.
- F*ck you! - Gritou Danny.

Todos ficaram admirados com o garoto.

- Em inglês tudo é mais chique.
- Você não vai beber bosta nenhuma no meu bar! - Gritou o garçom.
- Lucario, resolva isso.

O Pokémon saiu numa fúria avassaladora e pegou o homem pelo pescoço, deixando-o sem ar e deu-lhe alguns socos, arranhando um pouco a cara dele. Então o soltou no chão e deu uns três chutes.

- Está bom, eu vendo cerveja pra você. - Disse o homem.
- É bom mesmo seu lixo.

Danny bebeu a cerveja, pagou o homem e foi embora.

-x-

Jason reclamava com Danny sobre a profissão dos dois:

- Que profissão de merda que a gente arrumou viu.
- Eu quero dinheiro Jason, somente dinheiro, que se f*da o resto.

O garoto não colocava muita confiança não, mas seria melhor do que ficar na rua naquele frio que fazia.

Os dois estavam ambientados no mesmo quarto. Tinha as paredes cinzas, de pedra, dando um ar bem antigo, com umas janelas não muito grandes, tinha os móveis bem antigos, porém de ótima qualidade. Os dois garotos dormiam somente eles no quarto, portanto havia duas camas, tinha uma TV de 40 polegadas e um Playstation 3. Além de dois novíssimos notebooks para cada um.

- Quer perder uma partida de PES? - Provocou Jason.

Danny não gostou muito, o garoto estava estranho, estava com uma personalidade diferente, arrogante, fútil e tudo de ruim que se pode imaginar, assim como Carly.

- Está assim só por causa da sua namoradinha? - Provocou de novo o amigo.
- Ela não é nada minha, quero que ela se dane e que você pegue esse jogo e... - Gritou Danny. - Vou dormir, você que se lasque seu otário.

A estranheza do garoto era tamanha, que até seu melhor amigo, já não ia mais gostando dele. Os dois começaram a se estranhar, uma amizade de tanto tempo. Tudo estragado por dinheiro.
Já amanhecia na cidade de Newbark, e apesar do frio, fazia um bom sol. Os dois garotos acordaram e se olharam estranho, nem se falaram.

Os dois estavam descendo até a cozinha e Jason acertou um soco no nariz de Danny que ficou sangrando, agora o clima pesou. Será que aquela amizade de anos realmente seria jogada fora por causa de dinheiro? E aqueles que dizem que dinheiro traz felicidade? Será mesmo verdade? Ou não?

To Be Continued...


Boa leitura e comentem ^^
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Drawin em Qui 20 Set 2012 - 22:42

Hey, Black! Cá estou eu para comentar!

O frio chegava rigoroso em Johto, as ruas estavam cobertas de neve e tempestades desse tipo, ocorriam a todo o momento, dificultando a ida ao trabalho e a muitas outras coisas.
Isso foi uma ovelha negra. Primeiro que o certo seria especificar se foi tempestade de neve ou geada. E também depois do ''tipo'' não deveria ter uma vírgula.
E aproveitando... Sendo que a conversa deles sobre a Carly ser um anjo no começo está estranha: se ainda não se passou um mês porque nesse capítulo estava tendo tempestades de neve e no outro não a ponto de serem pedintes? This no make sense


O homem explicou tudo aos jovens, que rapidamente foram ao lugar marcado.

[...]

Os meninos chegaram a uma quitanda na cidade de Cherrygrove, com máscaras no rosto, tocando o terror lá.
Isso foi estranho. Primeiro que nunca coloque um ''[...]'' em uma fic, livro ou qualquer outra coisa. Você não pode pular trechos dessa forma. E o outro é uma pergunta: porque você não usou o clássico ''-x-'' dessa vez?

- Todo mundo pro chão! Agora! Quem se mexer, toma tiro!
Na última não tem vírgula.

E como eu disse os personagens não são seres humanos, não importa como veja isso. Eles entraram para o crime, legal, mas isso não faz com que ninguém mate mulheres sem piedade, como foi feito. Os seres humanos não são assim, tem de passar por toda uma aceitação, principalmente os protagonistas que foram construídos como alguém que nunca faria isso. Por isso eles não fazem sentido, são rasos (principalmente o Jason aquele nem se fala) e não cativam ninguém. Dê uma melhorada!

No trecho em que eles voltam para Newbark e contam o dinheiro a entrada de Carly não é apresentada em momento algum, um trecho simplesmente sem base. Ah , também:
- Ótimo, vamos ganhar uma bela grana. Gostei dos seus amigos Carly.
Vírgula antes de Carly

Porque F*ck You está censurado? +14 e já apresentou palavras de baixo calão (assim é mais chique) ninguém se impressionou com o Danny quando o Lucario dele espancou o barman e ninguém chamou a policia. Ah: porque não usaram os Pokémons no massacre?

Os dois garotos dormiam somente eles no quarto,
As palavras estão no lugar errado, o certo seria:
´´Os dois garotos dormiam, estavam somente eles no quarto´´
Problema de estruturação de frases, bem clássico.

Porque colocou o ´´Boa leitura´´ no final? O capítulo foi cheio de falhas, sem muita descrição, você não teve muito progresso =x.

Eu não gostei muito do capítulo. Está bem escrito na pouca narração que tem, ele quase não aumentou de tamanho e teve um minúsculo progresso na história. Não se sentiu a dor dos personagens muito menos a destruição da amizade dos dois. O drama não está bem construído e mais uma vez isso se deve a falta de narração que logo influiu no tamanho do capítulo. Eu estava lendo e vi que você não é bom em drama, em tão porque você faz uma fic de drama? Eu pessoalmente não gostei desse capítulo, os outros pelo menos tinham um certo mistério que fazia querermos ler, mas agora não tem. Provavelmente agora só centrará no drama e talvez você tente construir os personagens, e se continuar como está não conseguirá.

Eh, vou continuar acompanhando. Se esforce mais, demore uma, duas semanas, mas nos traga um cap realmente bom. Boa sorte!
avatar
Drawin
Membro
Membro

Feminino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 16/09/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Rush em Sex 21 Set 2012 - 10:13

Bom dia... Também não gostei muito não. Achei bem sem sal, personagens robóticos. Pouca narração e detalhes muito pobres.. Veja:

- Por favor não me mate, eu te dou todo meu dinheiro. - Disse a senhora tirando uns 20 mil dólares da bolsa e entregando para Danny. - Não quero lembrar disso.
- Faço questão de te fazer esquecer.

Então o garoto atirou na velha, matando-a. Todos ficaram admirados e então um cara tentou agredir o garoto, em vão, pois tomou um violento chute na cabeça, saindo bastante sangue.

- Vamos sair dessa merda agora. - Disse Danny para Jason, atirando em todo mundo.

Minha reação foi do tipo... What? Achei muito sem sentido essa parte. A velha sai correndo e leva um chute, tudo bem. Daí do nada ela tira uma fortuna duvidosa em dinheiro para os dois delinquentes? E depois ele atirou na coitada sem pensar duas vezes, matando ela com apenas um tiro. Aonde foi o tiro? A velha gritou? Danny estava nervoso ou trêmulo por cometer seu primeiro homicídio? Ficou muito vazio... Eu acho que deveria ter sido melhor mais ou menos assim, veja o exemplo:

A mulher de cabelos grisalhos estava no chão. Sentia muita dor com o chute que acabara de levar do jovem mascarado, porém ainda não tinha se dado conta que aquilo estava acontecendo. Seu coração estava disparado, suava frio. Via o delinquente apontando uma espécie de revolver - já carregado - em sua cabeça, enquanto ainda estava deitada.

Sentia o cano frio da arma de fogo encostar em seu couro capilar. E desesperava-se. Lágrimas escorriam em seu enrugado rosto, e não sabia o que dizer com os milhares de pensamentos vindo a tona em sua cabeça.

- Por favor... - Dizia aos soluços, chorando bastante. - Por favor, não me mate! E-Eu te dou todo meu dinheiro. Mas por favor rapaz, não faça isso... - Retirava então uma certa quantia de dinheiro de sua carteira de couro que se localizava em sua pequena, porém chique bolsa. Pela qualidade dos artefatos que tinha, se presumia que era uma idosa bem rica. Ela ainda chorava enquanto entregava a carteira para o mascarado, e aos prantos terminava de falar. - Não quero lembrar disso...

Danny abria um malévolo sorriso. Ainda apontando a arma de fogo na cabeça da mulher de idade, ele pegava bruscamente a carteira, enquanto jogava para seu parceiro, Jason, que se encontrava nervoso no local do crime. Não sabia do que seu amigo era capaz de fazer.

- Eu... faço questão de te fazer esquecer, querida. (Um tom de ironia fica legal, haha.) - Então o garoto sombrio apertou o gatilho, disparando uma bala contra a cabeça da idosa. A mesma sentia a munição atravessando sua pele, seu crânio, e logo um silêncio dominava tudo em sua cabeça. Pronto, acabou. Suas ultimas lágrimas escorriam, seu ultimo suspira se foi. Havia morrido tragicamente com um tiro em sua cabeça.

Não teve tempo de se despedir de seus familiares, de aproveitar os seus últimos momentos de vida. Indignado, um homem adulto gritava furioso, chamando a atenção de todos ali. Ele correu para tentar impedir Danny de mais um homicídio, mas foi surpreendido com um violento e forte chute em seu nariz, que imediatamente quebrou, escorrendo muito sangue do mesmo. Sem poder se defender de tal atitude monstruosa, ele cai de costas com as mãos em seu rosto, chorando de dor.

Viu a diferença? Pode ser até mais trabalhoso, mas é bem melhor. Você sente com os personagens estão sentindo. É tenso, mas eu acho que fica melhor detalhando bastante. Preenche o vazio que está a tona.

Eu esperava mais do capítulo, já cansei da falta de carisma do Jason. Sério, ele parece uma ameba que fica seguindo o Danny e falando palavrão. Não entendi também a censura, e a mudança repentina do protagonista. A garota eu já entendo, ficou anos com a macabra família, mas o Danny mudou sua personalidade em questão de um mês - segundos descritos na FF.

Sério, detalhe mais. Por favor.

Aguardo o próximo capítulo, um abraço. Boa sorte! (:
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : Agora você não tem mais waifu!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por CalrosHenrique em Sex 21 Set 2012 - 22:24

Buenas Notches, mi amigo.

Véi, véi... Véi, na boa. A ideia da Fan Fiction, até que... Bem, uh... É legal. Não é criativa, mas é legal. Sempre assim, um cara melancólico e sério (ao mesmo tempo fodón) como o protagonista. A menina gatchenha que ele é apaixonado que vai se afastando, e o peso morto... Jason. Sério cara, a estória está... Um pouco bem construída, mas além de supermegablasterrapida, os detalhes são precários e não são visíveis a olho nu. Sério poxa, bota detalhe abigo :c

Olha, vou comentar cada reação que tive ao desenrolar do capítulo e irei comentar algumas coisas. Algumas apenas.



Mr. Black escreveu:
O frio chegava rigoroso em Johto, as ruas estavam cobertas de neve e tempestades desse tipo, ocorriam a todo o momento, dificultando a ida ao trabalho e a muitas outras coisas.

- Ainda bem que a gente conseguiu esse trabalho aqui. - Disse Danny. - A Carly caiu como um anjo.
- Está mais pra demônio. - Retrucou Jason. - Só porque você gosta dela, fala que ela é um anjo.

A fúria de Danny apareceu em questão de milésimos, que gritou escandalosamente com o amigo, que recuou um pouco.
What

Tipo, o Danny ficou bravo e do nada deu um berro? E o outro recuou um passo? Imaginei a cena assim, o protagonista vira e dá um grito, "AH!" e depois volta ao seu caminho, sério cara, sério. Faz isso de novo não.


Os meninos chegaram a uma quitanda na cidade de Cherrygrove, com máscaras no rosto, tocando o terror lá.

- Todo mundo pro chão! Agora! Quem se mexer, toma tiro! - Gritou Danny apontando uma arma para todos que estavam lá.

Uma senhora então tentou sair do lugar e foi surpreendida por Jason, que lhe deu um chute na barriga com muita força, que a fez cair no chão. Danny apenas apontou a arma e a senhora disse:

- Por favor não me mate, eu te dou todo meu dinheiro. - Disse a senhora tirando uns 20 mil dólares da bolsa e entregando para Danny. - Não quero lembrar disso.
- Faço questão de te fazer esquecer.

Então o garoto atirou na velha, matando-a. Todos ficaram admirados e então um cara tentou agredir o garoto, em vão, pois tomou um violento chute na cabeça, saindo bastante sangue.

- Vamos sair dessa merda agora. - Disse Danny para Jason, atirando em todo mundo.

Jackie Chan Como a véia tinha vinte mil dólares na bolsa? E porque os caras que já mataram as outras catorze pessoas só roubaram a véia? Porra, se fosse pra matar os outros eles deveriam no mínimo, roubá-las, né?





O garoto sentou na frente do balcão e foi logo pedindo:

- Me vê cerveja aí pra mim. - Disse Danny.
- Garoto, você tem cara de menor de idade, não vai beber no meu bar não.
- F*ck you! - Gritou Danny.

Todos ficaram admirados com o garoto.

Watch out! We gotta a bad ass here. E admirados não é o termo correto, creio eu. Os caras ficaram tipo... 'Nossa que lindo, ele sabe inglês rs *-*'




- Você não vai beber bosta nenhuma no meu bar! - Gritou o garçom.
- Lucario, resolva isso.

O Pokémon saiu numa fúria avassaladora e pegou o homem pelo pescoço, deixando-o sem ar e deu-lhe alguns socos, arranhando um pouco a cara dele. Então o soltou no chão e deu uns três chutes.

- Está bom, eu vendo cerveja pra você. - Disse o homem.
- É bom mesmo seu lixo.

Danny bebeu a cerveja, pagou o homem e foi embora.

Facepalm

PORQUE DIABOS O CARA PAGOU A CERVEJA SE JÁ HAVIA ESPANCADO O BARMAN? PORRA DANNY!!!

Tirando que ele podia muito bem ter batido no barman ele mesmo, se já havia dado uma surra no cara tempos atrás. Tenho certeza que isso só foi pra exibir que o protagonista tem um Lucario. Bem, a gente sabe agora.



Os dois estavam descendo até a cozinha e Jason acertou um soco no nariz de Danny que ficou sangrando, agora o clima pesou. Será que aquela amizade de anos realmente seria jogada fora por causa de dinheiro? E aqueles que dizem que dinheiro traz felicidade? Será mesmo verdade? Ou não?

Wait a Minute Não entendi muito essa parte.. O Jason deu um murro do nada? Simplesmente, do nada? Cade os motivo? Cade as amizade? Do nada o Jason, que antes não fazia NADA, virou cabra macho e quis tacar a mão em cima do Danny? Mano, sério, não gostei.

Boa leitura e comentem ^^
What

Bem, rapaz... Sem brincadeira agora... Seu drama precisa aumentar muito, sério mesmo. Claro que tem que dar uma pitada de humor para dar um certo alívio cômico. Toda coisa séria demais, triste demais, fica bem chato. Colega, você precisa botar mais detalhes. O Rush deu um bom exemplo aí em cima, e o Darwin também falou tudo. Meu conselho é que leia livros. Além de enriquecer o vocabulário, você terá uma noção do que os personagens precisam... Vida. Eles não demonstram arrependimento, não tem carisma, muito menos pensam. Está bem mal planejado, e sinto muito parecer grosso, mas está ruim.

Você ainda está no começo, logicamente tem muito tempo ainda para melhorar, mas sugiro que pense e revise várias vezes. Leia cada capítulo feito para ter uma noção do que está faltando. A Minazinha marota lá de 20 anos que eu esqueci o nome, a Belphegor, sei lá, pode ter parecido grossa, mas ela só está falando a verdade. Ela não está insultando, cara. Ela tá dando dicas, tentando te auxiliar. Ela passou aqui e comentou todo capítulo, não pra te prejudicar, mas pra te ajudar.

Sério abigo, faça o que eu digo, não faça o que eu faço. Leia Fan Fictions antigas, como a da *Nina*, e uma Fan Fiction que foi cancelada com poucos capítulos, mas seu personagem se identifica muito, é a do Lucario, essa aqui.

Eu vou dar uma passada aqui no futuro, irei ajudar em uns dois ou três capítulos, mas se não seguir minhas dicas, eu não vou acompanhar não, firmeza? Desejo boa sorte com a Fan Fiction, acredito que tenha futuro. Estamos aqui para ajudar! /o/

Adios, amigos /o/
avatar
CalrosHenrique
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/02/2010

Frase pessoal : Lady lady love me cause I love to lay you lazy


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por BelphegorP em Sab 22 Set 2012 - 1:24

Para os que me odeiam voltei para atormentar queridos membros, e continuar como sempre fui na área. Não, não mudei Very Happy Ah sim, eu voltei porque vi como isso daqui decaiu e não tem ninguém para enfiar na cara desses fic writers quando eles fazem belas idiotices.

Essa fic me deixa deprimida

1-Você é cego? Não lê coments? TODOS os erros da fic, que ainda está horrível, foram citados, e você não fez praticamente NADA. Por isso que sua fic não evoluiu droga nenhuma, mas dane-se, você deve ter 500 fics e nenhuma delas fez você evoluir. Parabéns Black

2-PORQUE VOCÊ FAZ DRAMA? Não tem motivo! Você não sabe fazer drama, não sabe fazer construção de personagens, ainda por cima cenas que deveriam ter tensão, mas não têm, já que você também não sabe fazer. No começo me ofereci para ajudar, mas você não quer ajuda. Parabéns para Drawin, Rush etc., que conseguem fazer comentários bem educadinhos vendo a situação.

3-Os personagens não são seres humanos, não são carismáticos, não são profundos, não são descentes.

4-o cap foi praticamente inútil: não acrescentou praticamente nada na história, poderia ter sido MUITO melhor. Falta de conteúdo e só serviu para mostrar mais ainda como você não sabe fazer drama.

5-Porque Fúck You está censurado? +14 você acha que é oque?

6-Frases mal formuladas tem muitas, não vou perder tempo listando.

7-Falar em inglês não é cool e nunca seria considerando a personalidade do Danny

8-Porque ele pagou o barman? Espanca o cara e paga? Tá, tá bom, acredito muito em você e sua realidade.

9-Provavelmente mais importante: caso vá falar, ele ter perdido o pai não justifica, ok?

Parece que virou estagiário, que bom. Provavelmente só vou ofender vocês de 12h pra baixo. Se for outro horário só sábado, que eu posso ter acordado antes de 3h da tarde. Boa sorte
avatar
BelphegorP
Membro
Membro

Feminino Idade : 26
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 19/07/2012

Frase pessoal : Já viu o Sem Rosto? Olhe para trás.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Black~ em Dom 23 Set 2012 - 19:07

Cheguei. Já? Já! Tava escrevendo essa bosta e terminei hoje, então já vou postar, não gosto de "ficar segurando" capítulo gravado no meu PC. Primeiro, vamos agradecer os comments.

Spoiler:

Drawin: Viajei legal nessa questão. É, realmente aquele parte do crime, eu exagerei MUITO. Achei que se colocasse sem nada pra censurar iriam criticar. Bom, eu vou tirar o drama da fic, eu não sei nada de drama '-'. Eu aumentei pra 4 páginas esse capítulo, se não se faz um capítulo muito grande e muitas vezes "enchendo linguiça". Valeu pelo comment e espero que continue lendo.

Rush: É, tá, exagerei ai, e muito. A parte da narração realmente eu vi que podia ficar muito melhor realmente, vou tentar fazer isso (tentar...). Valeu pelo comment e espero que continue lendo.

CalrosHenrique: Fail extreme depois de ler '-'. Admirados eu quis dizer algo como surpreendidos, amedrontados. Fail duplo '-'. Bom, eu tirei aquela putaiada de drama toda, e tentei colocar mais comédia, não sei se consegui, mas tentei colocar mais comédia. É até nostálgico rever a fic do Lucario já que foi ela que me trouxe pro forum *-*. Enfim, valeu pelo comment e espero que continue lendo.

BelphegorP: Bom, às vezes eu sinto uma falta de uma crítica dura e direta '-'.
1 - É porque antes eu não recebia críticas assim, não sabia se tava ruim ou se não tava '-'
2 - To desistindo do drama e partindo só pro suspense mesmo, ou tentando mesmo porque vi que de drama eu sou uma ameba -q
3 - Realmente não.
4 - Realmente.
5 - Como disse, achei que se eu colocasse inteiramente iriam reclamar '-'
6 - Ok.
7 - Fail.
8 - Fail².
9 - Ok.
Valeu e espero que continue lendo.

Agora chega de palhaçada, vamos ao que interessa. Posso dizer que não ficou aquela coisa grande, mas aumentou alguma coisa em relação ao outro. E quem tanto reclamou do Jason, eu tentei tirar a chatice dele. To pensando seriamente em qual dos dois vira protagonista fixo e outro vaza. Mas é só uma possibilidade -q. Enfim, o capítulo.

Capítulo 05


Jason se descontrolou por motivos banais. Afinal, o que era mais banal; se irritar por causa de um vídeo-game ou se irritar porque o “amigo” se irritou com o vídeo-game e começou a agir estranho? Afinal, valeria a pena mesmo brigar e jogar fora uma amizade de quase 10 anos?

- Seu bosta sai da minha frente! - Gritou Danny.

Os dois partiriam para a briga, mas foram impedidos pelos outros caras que apareceram com o barulho feito pelos dois.

- No que eu me meti? Tenho que sair daqui. - Pensou Jason. - Vim somente por causa do meu amigo e pra ganhar dinheiro, mas ganhar dinheiro dessa forma estou fora!

O garoto voltou para o quarto, nem tomou banho, apenas vestiu uma calça jeans básica com uma camiseta branca simples, uma blusa de frio e um tênis escrito “Ribok”. É, a pirataria é uma merda. O garoto então caminhou pelo enorme casarão e saiu de lá. Como estava frio - mas só estava ventando - o garoto colocou o capuz da blusa e seguiu em direção à Cidade de Cherrygrove. Sem avisar ninguém...

Danny apenas pensava que havia acabado de perder o amigo. Depois de Carly completamente estranha, era vez de seu único amigo fiel, ir embora.

- Certo, todos vocês venham comigo pois agora sim começa o serviço de vocês oficialmente, cada um ficará em um lugar de Johto, assim poderemos controlar todo esse continente e depois todo o mundo. - Disse Carly fazendo uma risada maléfica. - Ai que droga, me engasguei com saliva.

Todos olharam com cara cínica para a garota, que apenas falou gritando com cada um onde deveria ir.

A menina olhou todos os homens e deu grito:

- Está faltando alguém!
- É o Jason. Aquele bocó. - Disse Danny.
- E alguém te perguntou? - Respondeu Carly grossamente. - Apenas se apresse para ir para Ecruteak.
- Sim senhora. - Disse Danny com cara feia.

Jason cansado de ser considerado um nada, um lixo, que vive seguindo os outros decide finalmente tomar rumo na sua vida insignificante e então depois de tanto caminhar, chega a Cherrygrove a fim de procurar emprego e construir sua vida sozinho.

- Que emprego eu vou conseguir com apenas quinze anos? Não posso dirigir, sou menor de idade, não tenho experiência para fazer nada e além do mais, nem tenho tanto estudo. Só se eu virar atendente de algum Poké-donald’s ou empacotar compras num Pokémart.

Então ele foi ao primeiro Poké-donald’s que viu, que na verdade era o único naquela pequena cidade.
-x-

Danny chegara a Ecruteak com grande estilo, veio em cima de um Pidgeot.

- E chegou o gost... - Disse Danny, mas logo se interrompeu. - Ai merda engoli uma mosca.

Todos que estavam embaixo - imaginando ser algo importante - foram embora.

- Isso idiotas, corram pra bem longe caso queiram segurança...

A cidade de Ecruteak não era nenhuma Nova Iorque, Tóquio ou São Paulo da vida, mas era uma cidade “grandinha” e movimentada. Era a mais importante cidade do continente, que era seguida de Newbark, que apesar de seu tamanho reduzido era conhecida por causa do laboratório. Como todo mundo percebeu, ao contrário dos jogos, Goldenrod não é a maior cidade do continente, é apenas mais uma.

Danny pegou um táxi e mandou o taxista ir até um lugar perto da base secreta da corporação naquela cidade. Como a principal - em Newbark - essa era bem escondida, só que em vez de casarões medievais, era num prédio normal, sendo apenas mais um. A única antiguidade ali naquela cidade era sem dúvida a mais famosa torre do mundo Pokémon.

- Creio que seja aqui. - Disse o garoto pegando um papel e checando o endereço ao local onde estava.

O garoto chegou ao local, viu que era simples e discreto. Ele estava muito sem pique pra “trabalhar”, pois a garota que ele sempre gostou o tratou com completo desprezo e o seu melhor amigo foi embora.

-x-

Jason estava no Poké-donald’s, era um local bem montado, tinha uma estrutura boa, era amplo, tinha as paredes cinza e um chão comum, tinha uma TV de 42 polegadas que ficava ligada para os clientes assistirem enquanto lanchavam, suas cadeiras e mesas eram de cores amarela e vermelha, assim como era também a fachada, que tinha ainda um Mr. Mime exposto em cima do restaurante. Parecia um tal de Mc Donald’s que tanto falam.

- O salário deve ser baixo, mas é um trabalho digno. E ainda ganho um Big-poké todo dia.

O garoto pediu informações aos funcionários para ver onde era a sala do gerente.

Então chegou ao local e viu um homem de pele negra, aspecto físico forte, estatura alta, olhos negros e cabelos também. Estava com uma camisa branca, uma calça social preta e uma gravata acinzentada. Jason se espantou com o tamanho do homem.

- Uau! - Disse Jason. - Posso tocar nos seus músculos?

O homem olhou estranho, achando que o garoto era afeminado.

- Sou gay não relaxa, só quero ver quantas horas de malhação o senhor faz por dia.
- Por que não perguntou antes? Três vezes por semana, duas horas por dia.
- Se você puder me falar onde é e me der o telefone também eu agradeceria.
- Anota aí: Machoke Fitness, Cherry Stre...
- Espera! Que desgraça de academia que nada - Interrompeu Jason. - Eu quero é um emprego.
- Por que não disse logo! Está contratado.
- Não vai nem perguntar minha idade?
- Quantos anos você tem?
- Quinze.
- Começa amanhã.

Jason fez cara de cínico e acreditou que poderia levar uma vida digna, sem vadiagens e mortes.

- E aquele otário se ferrando...

-x-
Danny estava em um quarto de hotel na cidade em que estava, no caso, Ecruteak, apenas pensando no que havia feito. Sinceramente um jogo de Playstation 3 era motivo pro fim de uma amizade? Ou seria um motivo ainda não especificado na fic?

O garoto então percebeu que estavam chamando-o para descer. Então ele desceu e viu que era Carly.

- Você quer o que aqui? - Perguntou Danny com cara feia.
- Vim pedir desculpas. - Respondeu Carly, que falou bem baixo.
- Ah! Que se dane! - Disse o menino e entrou de novo no hotel.

A garota o seguiu, mesmo ele não querendo que ela o seguisse.

- Ta bom, fala! - Gritou Danny. - Que porra que você quer?

A jovem se assustou com o tom de voz do garoto, realmente não poderia ser aquela Carly e aquele Danny de alguns anos atrás. Os dois faltavam se matar.

- Eu vim te pedir desculpas por causa de hoje mais cedo.
- É? Valeu, agora tchau! - Disse o garoto entrando no elevador.
- Continua assim e você será demitido seu lixo... - Disse Carly colocando o seu óculos de sol da Chili Beans para se fazer de rica, mas convenhamos, pega mal.

-x-

Jason caminhava pela noite fria de Cherrygrove raciocinando que havia feito a coisa certa.

- É uma merreca, mas é digno. - Disse Jason pra si mesmo.

O garoto então pediu pra ficar na casa de um senhor bondoso, que aceitou que o garoto passasse a noite em sua casa. Ele agradeceu ao velho.

-x-

Danny jogava no seu notebook, pois não tinha nada pra fazer, então ele simplesmente ficou jogando Age of Empires 2, e acabava de passar para a Idade do Castelo, ninguém quer saber, mas era o que o garoto estava fazendo.

Ele viu que era tarde, desligou e foi dormir.

-x-

O sol raiava na grande cidade de Ecruteak, e Danny acordara logo de manhã, por volta das 8:00.

Ele recebeu uma mensagem de número desconhecido, apenas dizendo as seguintes coisas “Phantom Street, às 11:00”.

Pessoas que mandam mensagem sem se identificar e com conteúdos misteriosos. O que são? O que fazem da vida? O que ganham com isso?

Não percam o próximo capítulo de Pokémon Dark Destiny.


Ta bom, nada de boa leitura. Quem achou bom, comenta. Quem achou ruim, comenta também.
Posso dizer que a história vai começar pra valer agora.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por TheSniper_ em Seg 24 Set 2012 - 18:01

Fala aí Black, tudo ok? Desde que eu te vi no tópico de apresentações eu percebi que você tinha uma fanfic, então vim dar uma olhada Very Happy

Cara, você tem quatorze anos né, eu tenho quinze. Eu sei que nessa idade especialmente a gente tenta colocar algum toque de humor na fic, mas acontece que no seu contexto, o humor deve ser colocado de uma forma diferente, não como essa:

Ai merda engoli uma mosca.

Especialmente quando essa frase precisa de vírgula. O humor tem que ser mais sútil, efetivo.

Aliás, eu percebí que você tem problemas com a personalidade dos personagens (vou focar nos últimos capítulos, porque já te apontaram tudo o que tinha a ser apontado dos anteriores). A passagem de personalidade da Carly e dos garotos deveria ser mais detalhada, mas eu percebo que se você tentasse fazer isso, demoraria muito. Mas sério, uma história de drama e suspense precisa de bases para poder indicar tudo que acontece com precisão.

Também acho que uma fic com rating +14 deve ser mais violenta. Eu sei que você tentou com aquela cena do roubo meio absurdo e com o ataque no bar Razz Mas eu sei que você não é um especialista nisso. Pra melhorar, leia histórias de crime, suspense, etc. Também, pare de usar "" em certas palavras, estou seguro de que os leitores vão entender o duplo sentido das palavras que você coloca.

Também espere para postar um capítulo, eu sei que a ansiedade bate na hora de postar um capítulo, mas toma um tempo para revisar os erros gramáticos e corregir coisas contextuais. Também sei que você pode ter vontade de desistir as vezes, mas percebo que você não é esse caso. Odeio ver escritores desistirem de suas fics, sério.

Não desista e preste atenção nas críticas, por favor.

Sorte~
avatar
TheSniper_
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 24/09/2012

Frase pessoal : Boom, Headshot


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Ari Tasarov em Seg 24 Set 2012 - 22:50

Bem, primeiro eu tenho que dizer que você evoluiu MUITO sim, parabéns! *-* Só que as coisas estão acontecendo meio que rápido, sabe? Algumas partes estão sem nenhum aprofundamento (algumas cenas até importantes). Falta a explicação necessária, por exemplo nessa parte aqui:

O garoto então pediu pra ficar na casa de um senhor bondoso, que aceitou que o garoto passasse a noite em sua casa. Ele agradeceu ao velho.

Viu? Tudo é TÃO rápido e TÃO sem emoção que ás vezes "passa despercebido" pelo leitor. Podia sim ser um pouco mais detalhado, mais desenvolvido. Você podia ter trabalhado um pouco mais nisso tudo. Não importa que o episódio fique grande, mas acredito que fazendo isso dá sim um melhor entendimento.

O humor aí também não consegui entender, por exemplo aquela parte que a guria se engasgou com a saliva. .-. Na minha opnião meio que tirou aquele jeito durona dela, pelo que deu a entender, Carly nunca falaria/faria isso. E o mesmo eu digo da parte que o Danny engoliu uma mosca, muito sem graça. .-.

Outra coisinha aí é repetição de palavras, véi, você abusa muito da palavra "garoto". Uma dica é que depois de pronto, revise o capítulo e troque todas essas repetições, pois deixa a leitura muito cansativa. Como eu sempre digo, um dicionário de sinônimos ajuda muito, só jogar no google.

Eu não saquei muito bem a parte que o Jason foi conseguir o emprego e ficou admirando os músculos do cara lá. .-. Ficou meio "fora da realidade", sei lá. Você podia dar uma trocada nisso também. Mas mudando de assunto, eu gostaria que o Jason fosse o protagonista, sério.

Você podia também descrever melhor os acontecimentos, os personagens e sabes o resto... Faltam alguns detalhes que fariam a diferença aí no meio, pois na falta deles, deixa tudo rápido e sem sentido, e tu tem capacidade pra fazer isso e muito melhor, Black! ... Mas eu curto muito a tua narração, é leve, é simples, mas o principal de tudo é muito agradável! *0* Resumindo, a narração que tem, é sim muito boa, mas pode melhorar. Tanto quanto a sua ortografia, que não percebi nenhum erro.

É isso, minha dica agora é que tentes explicar melhor alguns acontecimentos, deixe as coisas menos rápidas e mais trabalhadas, descreva um pouquinho mais o sentimento dos personagens (pra mim só Jason tem um pouco de carisma), detalhe um pouco mais os cenários e afins! õ/

See you around! :*


Última edição por - Milley em Dom 30 Set 2012 - 23:23, editado 2 vez(es)
avatar
Ari Tasarov
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/03/2012

Frase pessoal : paradise


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Rush em Seg 24 Set 2012 - 23:49

Boa noite, @Mr. Black!

Well, como a @ - Milley mesma disse, você evoluiu, mas pode evoluir ainda mais. Recomendo você não fazer comédia, porque eu também não achei graça quando a Carly se engasga e o Danny engole uma mosca, tirou totalmente o ar deles, como se eles tivesse perdido moral por se humilharem, ou coisa do gênero. Continua com o Drama, cara. Ou caso queira tentar mesmo o Humor, tente explorar isso acima de Jason, já que ele não teve sua personalidade divulgada até agora.

As minhas dicas são... Não manche a imagem dos personagens. Sei que você tem o direito de fazer o que quiser, mas imagine como se eles fossem... Seres vivos, entende? Mesmo que a Carly se engasgasse com saliva, você realmente acha que ela diria aquilo? E sua arrogância? Tenho que admitir que eu gostei da cena em que ela 'se arrepende' e tenta pedir desculpas para Danny, mas o rapaz rejeita as mesmas, querendo dar o troco nela. Achei essa cena bem interessante, e você deveria investir nisso. Laços se quebrando, sofrimento, dor.. Entende?

Não sei se você valoriza os meus comentários, mas... Você está no início da estória, explore-a, expanda, crie novos Personagens, novos objetivos. Pelo que eu pude ver, Danny será o 'malévolo protagonista', que só pensa nele e em seu dinheiro. Jason será o 'mocinho inocente', e a Carly será a 'malévola poser', que por mais arrogante e mimada que seja, possuí sentimentos pelo protagonista.

Na minha opinião... Você deveria começar a estória agora. Tudo no passado deveria ser apenas uma introdução do que estar por vir.. A estória deveria se iniciar agora, com os três amigos quebrando os seus laços, e que a estória se passe ao redor disso. Seria bem interessante, já que não se passaria ao redor de batalhas Pokémons e clichês.

Então... Narração, pode melhorar. Detalhes, também. Apenas isso, e tente focar no gênero escolhido. Eu particularmente prefiro o Drama, já que meu senso de humor é mórbido e é ativado ao ver sangue, risos e mais risos. Porém, a escolha é sua. Só não manche a 'honra' das personagens, pois seus caminhos já foram escritos, não os mude drasticamente... Não é legal, não é nada realista... Enfim.

Meu comentário está bem gigante, porém tenho muita coisa a dizer. Entretanto, irei encerrar aqui. E é isso. Espero que tenha me entendido, ou que pelo menos me escute.

Boa sorte, aguardo o próximo capítulo. Até mais.
avatar
Rush
ABP Mod
ABP Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 10/06/2012

Frase pessoal : Agora você não tem mais waifu!


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Black~ em Sex 28 Set 2012 - 14:43

Voltei... Sim, já estou com mais um capítulo pronto e vou postá-lo, creio que agora postarei os capítulos às sextas e não ficar nessa de tempo indeterminado. Primeiro os comentários (creio que ninguém iria comentar mais portanto já postei)

Spoiler:

TheSniper_: Bom, pois é -q. Como eu disse eu tentei pôr humor, eu mesmo admito que não ficou bom, não será nenhum humor mega engraçado, será apenas algo sutil e leve, de preferência apenas com o Jason, que será um personagem sério também. Eu sempre demoro em média uma semana pra postar um capítulo, que algo bom já. Valeu pelo comment e espero que continue lendo.

-Milley: Bom, eu revisei depois e vi que realmente falta muita narração em alguns lugares. Bom, é, realmente fail, eu tava escrevendo uma outra história de uma outra fic, para colocar a ideia na outra fic, mas ela só foi projeto e coloquei ai e vi que foi sem graça mesmo. Eu também gostaria, mas a fic ficará meio que divida no drama entre Danny e Carly e na tentativa de humor com o Jason. Valeu e espero que continue lendo.

Rush: Bom, uns pedem comédia e outros pedem drama, eu resolvi que o Jason fica com comédia e o resto é tentativa de drama. Nossa, nem eu gostei daquela cena, mas valeu por ter gostado. Pois é, digamos que o Danny também tem um pouco de sentimento também, mais do que a Carly ainda... Batalhas pokémons raramente acontecerão só pra constar. Valeu e espero que continue lendo.

Enfim, agora o capítulo que ficou com 5 páginas (amém). Não teve a tentativa de comédia nele, foi mais algo sei lá que porra que é essa, mas enfim, comentem.

Capítulo 06


Danny pouco entendeu a mensagem que haviam lhe enviado, porém se aprontou, colocou uma calça jeans nova, uma camiseta vermelha e preta e um tênis da Adidas, e colocou uma jaqueta preta por cima e então desceu até o saguão do hotel.

O saguão era um local normal, como em qualquer hotel. Tinha as recepcionistas que faziam ou cancelavam as reservas, tinha os carregadores de malas e todos os outros profissionais comuns de hotéis. O local possuía uma parede de tonalidade marrom com um piso revestido de madeira, havia três elevadores e quatro escadas, algumas mesas ficavam espalhadas pelo local, sendo que o garoto saiu com tanta pressa, acabou esbarrando em uma delas.

- Está cego? - Murmurou um dos empregados.
- Ah! Vai se fuder! - Retrucou o jovem.

Então ele saiu sem dar muita atenção. Era ainda 9:30, mas já ficou atento. Para se distrair, foi a uma lanchonete perto do hotel para tomar um café da manhã.

-x-

Jason acordou na casa do idoso bondoso. A casa era simples, tinha um andar apenas, com uma sala não muito grande, com uma TV de 21 polegadas, porém antiga e um jogo de sofás meio rasgado. Tinha uma cozinha com um fogão novo e uma geladeira de estado apresentável também. Havia dois quartos, o de casal, que de fato dormia o homem e sua mulher, possuía uma cama de madeira, já em um mal estado, a parede estava descascada e tinha um guarda-roupa marrom. E o outro, onde Jason estava, possuía uma cama de solteiro velha também e um armário. Estava pintado bonitinho o quarto de cor amarela.

- Muito obrigado senhor. - Disse Jason cumprimentando-o.
- Não quer nenhum café? - Perguntou a mulher.
- Não, obrigado.

O casal de idosos apenas acenou para o adolescente que ia em direção ao Poké-donald’s.

-x-

- Ele voltará pra cá por bem ou por mal. - Disse uma jovem.
- Portanto você o chamará de volta. - Disse um homem de uns quarenta e sete anos.

-x-

Danny estava lá, no local marcado. Phantom Street, rua onde se localizava a Phantom Station, estação de metrô.

Então o garoto avistou quatro motos vindo em sua direção, ele já imaginou que fossem os homens misteriosos, mas que ao chegarem perto, foram se revelando homens da própria gangue.

- A história é a seguinte. - Disse um homem explicando a história.

Seu nome era Clark, ele tinha os olhos escuros e o cabelo preto, estava vestido com uma jaqueta de couro, uma calça jeans e um tênis preto.

-x-

O movimento era vazio no Poké-donald’s, Jason estava limpando o balcão esperando algum cliente aparecer. Os outros funcionários estavam conversando apenas. Trabalhar de manhã no Poké-donald’s era algo tão entediante quanto a vida...

- Que tédio infernal nesse lugar. - Disse Jason ligando a TV do ambiente.

O noticiário passava sobre a nova moda dos Aipom’s trombadinhas. Os macaquinhos roxos agora eram treinados para roubar...

-x-

A estação de metrô de Phantom Street era um lugar bem limpo, havia as catracas, a bilheteria, tudo que uma estação de metrô tem. Eles desceram pelas escadas rolantes que levavam ao subsolo, no caso, a estação. O metrô passava por todas as cidades da Johto menos Newbark.

- Prontos? - Perguntou Clark.

Os homens desceram a estação acompanhados de seus pokémons brutamontes, como Machokes e Lucarios. E também armados com pistolas simples.

- Todo mundo para o chão! - Exclamaram.

-x-

Jason que estava parado sentiu algo estranho e deu certa levantada instantânea. Seria mesmo que aquele garoto tinha algo mais do que a falta de personalidade?

- Que estranho... - Disse o adolescente.

-x-

Danny e os outros foram rendendo pouco a pouco os passageiros da estação. Mas chamaram a atenção de dois policiais que ali estavam e que chamaram mais alguns homens pra cercar a saída da estação. O metrô foi paralisado durante seu percurso.

- Deu merda. - Gritou Danny enquanto pegava algum dinheiro que havia caído na hora da bagunça.

Todos eles tentaram sair de lá, mas o policial atirou e o tiro passou de raspão na cabeça do protagonista, que se não acreditasse em Deus, passaria a acreditar naquele momento.

Então correram e máximo que puderam e quando saíram da estação, já era tarde; estavam rodeados de policiais, seria o fim?

-x-

- De novo eu senti algo estranho. - Disse Jason. - Assim não dá!

Finalmente o movimento crescera na lanchonete, o garoto finalmente teria algo pra fazer.

-x-

Cada um dos oito que estavam envolvidos no crime foi para uma viatura. Em Johto não havia restrição de idade para ser preso, fez coisa errada ia para o xadrez.

O carro caminhava pelas ruas movimentadas e Danny percebeu que era tarde, que o que fez Jason sair era verdade, pra ele nada mais importava naquele momento, já que ele estava preso.

Depois de andar pelas grandes avenidas de Ecruteak, finalmente chegaram à delegacia, eles foram para uma delegacia que ficava na rua do ginásio.

A recepção era algo bonito, estava com as paredes bem pintadas, num tom bege, o piso parecia estar recém-colocado. Tinha umas cadeiras que já dava para ver que eram confortáveis. Havia um balcão onde ficava a recepcionista. O segurança então levou os delinquentes até um local mais tenebroso, era a área de celas, então os colocou numa mesma cela. Onde estavam era bem feio mesmo; a parede estava descascada e o chão nem se fala.

- Caramba, oito machos numa cela só não vai dar né. - Disse um dos homens. - Você é homem né Danny?
- Sou. Pelo menos acho que sou. - Disse o garoto com ironia.

Realmente não caberiam oito pessoas numa cela só, portanto o segurança os colocou separadamente. Quatro em cada cela.

-x-

Jason estava saindo do trabalho quando foi surpreendido. Ele viu uma garota de um longo cabelo preto balançando ao vento, com um óculos escuro no rosto, uma bota e uma saia de couro, com uma jaqueta também do mesmo material, sobreposta a uma blusa preta.

O garoto fez aquele típico assobio para chamar a atenção de alguma garota, então percebeu quem era. Sim era ela...

- Horsea, ataque o coração desse otário. - Disse ninguém mais ninguém menos que Carly.

Então o Pokémon cavalo-marinho azulado seguiu em direção ao oponente, mas em um movimento rápido o jovem sacou sua pokébola e dela saiu um monstro enorme, de cor alaranjada com asas e um aspecto de dragão, mesmo não sendo um; era um Charizard.

Os pokémons ficaram se batendo por um tempo, não era aquela batalha igual as batalhas do Anime, era muito violenta essa, o pseudo-dragão acertou um soco fortíssimo em Horsea, que sangrou um pouco, mas logo mandou um poderoso jato de água (Water Gun), em direção ao oponente, que ficou caído no chão.

- Filha da puta! - Exclamou Jason. - Levanta Charizard!

O Pokémon levantou com certa dificuldade, porque como o realismo é algo de certa forma presente na fic, um monstro de fogo ao levar um golpe de água com certeza ficaria muito fraco, mas rebateu com um poderoso Flamethrower, que fez uma quantia considerável de sangue cair do Horsea, que descontou violentamente com uma cabeçada no estômago do lagarto, que fez até um corte feio.

- Acerte um poderoso Fire Blast! - Ordenou Jason.

Então uma estrela entre o vermelho e o laranja saiu da boca do Pokémon de fogo, que acertou o cavalo marinho tão violentamente, que o debilitou em um instante.

- Venha meu querido. - Disse Carly recolhendo o Horsea para a pokébola e colocando seus óculos novamente.

A garota saiu de lá elegantemente, como se nada tivesse acontecido.

-x-

- Aquele filho da puta conseguiu vencer ainda. Desgraçado! - Falou Carly com seu pai.
- Deixa filhinha, já tenho tudo em mãos. - Disse o homem.

-x-

1 semana depois...

Danny continuava naquele lugar sujo e imundo obviamente, talvez não fosse sair tão cedo...

-x-

Jason trabalhava, mas sentia que os funcionários que trabalhavam lá eram diferentes, ele nunca havia visto um sequer na cara, mas sentia que eram diferentes.

- Você não tava aqui semana passada. - Disse Jason. - Ei cadê o povo?
- Foram sequestrados... - Disse um homem que se fingia de funcionário.
- Ufa! Pensei que tivessem ido embora e me deixado sozinho aqui nessa lanchonete. - Ei, espera!
- E você é o próximo. - Disse o homem fazendo Jason desmaiar.

Então o homem pegou Jason e o colocou no carro e o levou até um local bem ruim de viver, o bairro era horrível, e numa casa velha, localizavam-se os sequestrados. O homem apenas jogou o adolescente lá.

- Vocês querem comida? - Perguntou outro homem.

Todos ficaram agitados pedindo comida, mas em vão, o cara apenas chutou violentamente cada um, fazendo-os sangrar, menos o nosso protagonista.

-x-

Carly resolveu tirar os delinquentes da prisão a pedido do pai. Então chegou lá e pagou a fiança de todos.

O segurança foi retirá-los, então os levou até a garota. Quando então ela e Danny se olharam e por impulsão se beijaram...

To be continued...

NÃO, NÃO vai ter aquele romance clichê ok? Nem vai ter romance, eu tenho tédio de romance, não vou explicar porque gosto de deixar um mistério.

Comentem e só.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Ari Tasarov em Sab 29 Set 2012 - 14:12

Well, logo de início eu notei um errinho bem comum: a repetição da palavra "local". Podias ter trocado por 'lugar' ou afins, veja:

O saguão era um local normal, como em qualquer hotel. Tinha as recepcionistas que faziam ou cancelavam as reservas, tinha os carregadores de malas e todos os outros profissionais comuns de hotéis. O local possuía uma parede de tonalidade marrom com um piso revestido de madeira, havia três elevadores e quatro escadas, algumas mesas ficavam espalhadas pelo local, sendo que o garoto saiu com tanta pressa, acabou esbarrando em uma delas.

Outra coisa que ME atapalhou (desde alguns episódios atrás), é a mudança de cenários entre o Jason e o Danny. Você podia ter feito partes maiores e mais úteis para o Jason, porque algumas vezes tais cenas são totalmente desnecessárias. Eu acharia melhor fazeres um episódio SOMENTE para o Danny e o mesmo com o outro carinha lá... '-' Mas isso é tu que sabe.

Well, em si esse episódio teve um pouquinho a mais de descrição, apesar de faltarem muitos detalhes bem importantes. Podias ter te aprofundado mais nos cenários e nas emoções dos personagens. Tiveram algumas cenas bem corridas e confusas, podia ser mais trabalhado. Como aqui ó:

- Você não tava aqui semana passada. - Disse Jason. - Ei cadê o povo?
- Foram sequestrados... - Disse um homem que se fingia de funcionário.
- Ufa! Pensei que tivessem ido embora e me deixado sozinho aqui nessa lanchonete. - Ei, espera!
- E você é o próximo. - Disse o homem fazendo Jason desmaiar.

WTF? .-. Véi, de boa, estranho. E faltou um pouco de emoção, sabe? Aquilo que te prende na fic e te faz ler até o final do episódio. Porém, sua descrição até que tá melhor, a narração tá boa, e dessa vez o tamanho do episódio ficou joia, parabéns! *-* Minha dica é que você trabalhe ainda mais na parte descritiva e no elaboramento dos personagens.

See you around!
avatar
Ari Tasarov
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/03/2012

Frase pessoal : paradise


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Dark Destiny

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum