Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Hadamie - Idade média Pokémon

Ir em baixo

Hadamie - Idade média Pokémon

Mensagem por Asami em Qui 19 Jul 2012 - 1:43

Hadamie
- Idade média Pokémon -

Intro

Hadamie é uma região antiga, cheia de magia ensinada pelos pokémons magos aos humanos e castelos por todo seu território. Há varias classe e lugares diversos nessa época, você já imaginou como um cavalheiro pokémon seria? Ou um Arqueiro? Visitar castelos, cabanas ou florestas por meio de uma cultura medieval e misteriosa? Hadamie é constantemente ameaçada pelo reino de outro continente, Basílica, que planeja destruir todos de Hadamie. Nosso personagem principal é Murilo, um personagem baseado no Mud, ele é um cavalheiro que herdou uma espada magnifica de seu pai que morreu numa guerra. Vive com sua mãe no povoado da cidade de Meredy. Neste mundo os Pokémons podem se fundir com armas mágicas, tornando ela uma arma de destruição suprema, Basílica dominou esta arte mística mas usa para maldades absurdas. Explore a história não contada sobre este continente inovador.

Lista de capítulos

1. Sir. Murilo, o cavalheiro
2. O jovem destemido




Meredy - Hadamie, 10AM ● 22.03.1430 AP*
*AP - Anterior a Pokébola

Sir. Murilo, o cavalheiro


Hadamie é uma região diversificada tanto em demografia quanto em vegetação e fauna. Nossa históriacomeça em Meredy "Town": Uma cidade simples, um viralejo, a vegetação do campo predomina, há pequenas casas de pedra, palha e madeira dos camponeses. A cidade é pequena e ao seu redor grandes campos. Há uma construção semelhante a um galpão um pouco longe da cidade atravessando o lago de Meredy. Mas nossa história começa realmente na casa de um jovem: Murilo que mora na casa mais humilde da cidade que fica escondida na última trilha a esquerda, ao redor de uns arbustos e ao lado de um enorme carvalho está a casa dele.
- Kyaaaaaah! - Um jovem gritou, era Murilo, com seus cabelos brilhando com seus fios lisos e azul escuros, vestia um traje simples com pequenos retalhos, seus olhos negros brilhavam enquanto o destemido treinava com sua espada que de longe dava para se ver de longe que era forjada com um material poderoso. Possuía um brasão pokémon em seu cabo.
- Murilo, entre para comer meu filho! - A voz doce e feminina saiu da pobre casa, Murilo com um sorriso estampado no rosto entrou na casa e sentiu um cheiro de carne de longe, sua barriga roncou.
- Sim, mãe, estou indo. - Respondeu ele abrindo a porta com a mão direita e segurando a espada com a esquerda. Sentou-se na cadeira velha de uma cozinha apertada. A mãe apagou o forno a lenha, pegou um pano feito de trapos e retirou de lá uma bandeja de metal meio enferrujada com um bolo de carne com um aroma delicioso. Era a comida predileta de Murilo.
- Fiz essa refeição para você, sabe que não comemos muito carne, mas eu comprei com umas economias, já que você gosta tanto e hoje é um dia especial. - Falou a mãe de Murilo, uma senhora com cabelos castanhos, gordinha, com cabelos grisalhos, vestido verde com um avental marrom pendurado ao seu pescoço.
- Aqui está e espero que goste! - Colocou os pratos na mesa com o bolo de carne. - Sirva-se.

Sorriu a mulher após falar.

- Deve estar delicioso, mãe.

Retribuiu o gesto sorrindo novamente.

- Murilo, ao meio dia o Dom Henry irá com sua esposa ao armazém pokémon pegar ovos para dar aos cavalheiros novatos, que foram convidados a se juntar ao exército real, ou seja, inclui você. Seu pai morreu nesse trabalho arriscado e lhe deu a sua espada, a mais poderosa de Hadamie, peço que não se arrisque entrando num jogo sem volta.

Entristeceu-se a mulher.

- Mãe, eu não vou perecer, acredito que papai me protege de onde ele está agora, não se preocupe pois quem tem um sonho e busca por ele não cai até conquista-lo.
- Sim, mas muita gente morre nesse país por causa dessa invasão de Basílica. As pessoas morrem, não é a corte e sim os cavalheiros e outros que brigam pela segurança da coroa!
- Ela deu uma pequena pausa e respirou. - Você é meu único filho e homem de nossa família. És um garoto forte e de boa estatura e forma. Pode ter treinado por anos com essa espada mas eu não quero perder você.

Ao finalizar a frase, ela lacrimejou e deixou escapar umas lágrimas.

- Eu irei e pronto, claro que vou me machucar, mas ganharei dinheiro para colocar você em um conforto, uma casa melhor do que esta aqui e trarei orgulho para a senhora, mãe.

Ele se levantou a abraçou com muito amor e lhe deu um beijo na bochecha.

- Agora vamos comer, será nossa última refeição antes de eu partir.

Os dois comeram todo o bolo de carne que havia em seus pratos, passaram-se duas horas:

- Bem, estou indo mãe. Vou ao armazém encontrar-me com o Dom. Henry.
- Vá com Arceus, meu filho.
- Sim, mae.


Com uma leve batida na porta, Murilo pegou sua espada no canto da porta e colocou nas costas, e então arrodeou a casa e entrou na trilha que dá acesso a cidade, alguns Skamory estavam sobrevoando o local, a brisa balançava as folhas e flores do campo e a trilha de pedras era cada vez mais reluzente com o brilho do sol. Murilo virou a direita no vilarejo e viu um mapa que sua me lhe deu.
Olhando o mapa, Murilo viu que estava próximo do seu destino, ele seguiu em frente chegando na ponte de Meredy dava para ver o armazém e a carruagem real, o jovem pois-se a correr e em torno de cinco minutos chegou na porta do armazém. Aquele "galpão" era feito de pedra polida e a melhor madeira da cidade. Tinha em sua entrada uma marca pokémon escupida, era similar a um Skamory aos olhos de Murilo. Entrou e então viu um enorme tapete roxo e se pôs a andar calmamente quando viu o Dom no centro do salão.

- Vossa senhoria.

Falou Murilo fazendo uma reverência.

- Sou Murilo.

O dom com um olhar analisando o jovem dos pés a cabeça viu a espada de Murilo e lembrou-se de cenas de seu passado e falou:

- Irei dar sua benção de cavalheiro. Quantos anos o senhor tem?
- 17 Anos.
- Ah, ótimo, na idade correta! Vejo que tem uma espada avantajada, uma das seis armas mais poderosas de Hadamie forjada por Arceus, segundo a lenda.
- Sim, é ela.


O jovem Murilo se levantou e falou novamente:

- Mwu pai, Connor me presenteou com ela.
- Bom, então você deve ter o talento de usar ela como seu pai a usava contra os inimigos do reino.


Sorriu o velho e continuou.

- Já que a espada tem um dos seis brasões eu irei dar algo especial e diferente dos iniciais para cavalheiros. Um pokémon denominado Mudkip, ele nasceu a poucos meses e é filho do Swampert já aposentado de seu pai, cuide bem dele.
- Cuidarei, senhor!


E então Dom colocou Mudkip ao lado de Murilo e exclamou:

- Minha esposa vai fazer o selo da aliança eterna em vocês dois, é um feitiço que liga suas emoções para sempre.

Ao falar isso, uma mulher de vestes vermelhas e jóias douradas tocou nos pescoços de Murilo e Mudkip e recitou um feitiço antigo criado por Mismagius...

AETERNI FOEDUS


- Acabou, estão ligados até que a morte os separe. Qual será o nome do Mudkip Murilo?

Falou a mulher misteriosa de vermelho.

- O nome dele será simplesmente Mud.
- Eu agora, nomeio você Sir. Murilo para um novo cavalheiro da armada real. tome seu caderno pokémon, umas folhas para você desenhar e fazer observações sobre suas experiências no mundo a fora.


Depois de Dom. Henry falar entrou um camponês desesperado no armazém gritando por socorro.

- Socorro! Cavalheiros de Basílica estão atacando a cidade!

De longe uma espada for atirada no servo, atravessou seu corpo do lado esquerdo para o lado esquerdo da frente do corpo. O sangue dele se espalhou pelo chão e jorrou um pouco no rosto de Murilo, Dom. Henry e Mud. O jovem destemido estava assustado, um homem foi morto na sua frente por cavalheiros inimigos. Um spiritomb roubou a alma do homem morto, mas aquela aura roxa tinha um rosto amedrontador que estava com muita sede de morte de inocentes. Murilo sacou a espada com vigor e olhou com ferozmente para o cavalheiro roxo que se aproximava do armazém num cavalo preto.

- Mud, pule em meu ombro!

Murilo falou mesmo com o cavalheiro do cavalo negro chegando nos portões do armazém. Mesmo com medo Mud pulou no ombro de seu mestre e gritou em um rosnado feroz o seu nome.

- Mudkiiiip!
- Marry, equipe-o com a armadura do pai dele!


Gritou Henry para sua mulher que em um gesto soltou uma bala de luz que acertou Sir. Murilo.

Uma película de aço e pano cobriu a pele de Murilo. Um brilho amarelo dourado com uma forte brisa cobriu Mud e o jovem cavalheiro, os cabelos azuis de Mud foram cobertos pela película que deixou somente seus olhos descobertos. Um triângulo dourado ficou marcado na película superior de sua mão e dela uma luva de Titânio cobriu sua mão e seu antebraço pela metade. O mesmo aconteceu com seus pés e em uns segundos uma armadura colossal estava nas mãos de Murilo. Em seu peito estava a marca pokémon usada atualmente nas ligas. O elmo foi posto em instantes por uma explosão de luz e nesse elmo tinha as guelras de Mudkip nas bochechas. E em outro passe a armadura adotou uma coloração do Mudkip e a aparência dele também. Uma voz soou depois da transformação falando: "Agora Mud, essa armadura é sua! Você é o corpo e Mudkip a sua alma!

- Pronto, você é um cavalheiro, proteja-nos!
- Ao juntar a armadura com seu Mudkip você pode fazer o que o Mudkip fazia e pode usar as habilidades da espada em conjunto!

Falou Henry.

- Ah, então esse é seu cavalheiro? Não vai se difícil.

Riu o cavalheiro roxo de Basílica montado no cavalo negro.

Pode ter tido ajuda de uma feiticeira mas não é palho para mim.
- Vamos lutar, invasor maligno!


Falou Murilo empunhando a espada contra o estrangeiro.

Haaaaaa!

Murilo correu logo depois, sua espada amanava faíscas enquanto arrastava ela pelo chão. O vento aumentava cada vez mais quanto mais corria o jovem cavalheiro sonhador. De repente a distância entre ele era pouco menos de dois metros, o cavaleiro negro pulou do cavalo e girou no ar empunhando uma espada de um metro e meio, grande e com uma pedra roxa no centro.

- Se renda ou morrerá, novato! - Ele falou assim que se aproximou, os olhos Murilo se encheram de um olhar surpreso o cavalheiro roxo deu-lhe aum golpe poderoso que estrondou a estrutura ao redor de Murilo, fazendo este ser arremessado para trás e o chão quebrar com a força de impacto.[/u][/color]

[color=#1C1C1C]- Khrr! - O jovem se enfureceu resistente,

[u]- Só isso que tem?


E ele se levantou mesmo ferido dentro da armadura.

- Pensei que tinha mais... Eu irei acabar com você ainda.
- Nossa, acha mesmo?


Ele ergueu a espada e correu para confrontar o cavalheiro com um rosto furioso de trás da armadura. Os dois chocaram suas espadas que causaram um grande barulho que fez paredes e vigas ao redor se racharem.

- Realmente é bom, mas isto é por causa da espada... eu a reconheço agora que choquei com ela.

Spiritomb, brilhou e se fundiu como a espada do cavalheiro invasor.

- Agora sim, você morrerá, Murilo.

Depois o roxo invasor riu sarcasticamente, moveu o braço direito e em outro golpe poderoso atentou a vida de Murilo se chocando com a espada de Sir. Mud.

Tttttzzzzzzzzziiiiiiinnn!!!




E uma batalha poderosamente destrutiva começava ao chocar de duas espadas.
avatar
Asami
Membro
Membro

Feminino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 17/08/2011

Frase pessoal : É caaaanon!


Ver perfil do usuário http://indigoplateau.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hadamie - Idade média Pokémon

Mensagem por Black~ em Sab 21 Jul 2012 - 10:31

A história está um tanto legal, porém têm muitos erros, tanto de ortografia quanto de concordância e outros erros, vou citar os montes que eu percebi. Os erros já começam no nome do capítulo porque o certo é cavaleiro. Cavalheiro é o masculino de dama, eu acho que quando você se refere a intenção de que ele tem um cavalo ou coisas do tipo né? Bom, agora os quotes.

Uma cidade simples, um viralejo

O certo seria vilarejo

- Murilo, ao meio dia o Dom Henry irá com sua esposa ao armazém pokémon pegar ovos para dar aos cavalheiros novatos, que foram convidados a se juntar ao exército real, ou seja, inclui você. Seu pai morreu nesse trabalho arriscado e lhe deu a sua espada, a mais poderosa de Hadamie, peço que não se arrisque entrando num jogo sem volta.

Entristeceu-se a mulher.

Poderia ter deixado: "-Murilo..................... - Disse a mulher, entristecida

cai até conquista-lo

Conquistá-lo tem acento

- Sim, mae.

A palavra mãe tem "til"

dá acesso a cidade

O certo seria colocar "a" craseado

o jovem pois-se a correr

O certo seria pôs-se

- Vossa senhoria.

Falou Murilo fazendo uma reverência.

Poderia ter deixado: "Vossa Senhoria - Falou Murilo fazendo uma reverência.

O dom

Dom não seria com letra maiúscula?

Mwu pai,

O certo seria meu

ter o talento de usar ela

O certo seria usá-la

diferente dos iniciais para cavalheiros

Como eu disse anteriormente, o certo é cavaleiros

ele nasceu a poucos meses

O certo seria há poucos meses

Qual será o nome do Mudkip Murilo?

Entre Mudkip e Murilo você teria que ter colocado uma vírgula

armada real. tome seu caderno pokémon

Ou você colocava um ponto final e depois colocava "Tome" com letra maiúscula, ou colocava uma vírgula e deixava "tome" minúsculo mesmo.

De longe uma espada for

O certo seria foi

Um spiritomb roubou a

Spiritomb se escreve com letra maiúscula

Murilo falou mesmo com o cavalheiro

Como eu já disse duas vezes, se escreve cavaleiro e não cavalheiro

- Pronto, você é um cavalheiro, proteja-nos!
- Ao juntar a armadura com seu Mudkip você pode fazer o que o Mudkip fazia e pode usar as habilidades da espada em conjunto!

Falou Henry.

Seria melhor ter colocado: "Pronto........... - Falou Henry

- Ah, então esse é seu cavalheiro? Não vai se difícil.

O certo seria ser

é palho para mim.

O certo seria páreo

- Vamos lutar, invasor maligno!

Falou Murilo empunhando a espada contra o estrangeiro.

Seria melhor ter posto: "Vamos lutar, invasor maligno! - Falou Murilo empunhando a espada contra o estrangeiro.

enquanto arrastava ela

O certo seria "enquanto a arrastava"

Ufa. Esses foram os erros que eu percebi.

Posso dizer que sua descrição e narração são boazinhas, porém eu acho que passou muito rápido, enfim. É só e boa sorte com a fic e espero o próximo capítulo.


EDIT: Trancada e pedido do autor.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum