Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Pokémon - Jornada da Vitoria

Ir em baixo

Pokémon - Jornada da Vitoria

Mensagem por PedroBW em Sex 8 Jun 2012 - 20:26

Depois da minha primeira Fanfic, agora mudei e estou tentando fazer uma menos Cliche e espero que voces gostem.


Prólogo

Há alguns anos por vários treinadores experientes foi criado um tipo de Liga, há Jornada da Vitoria. Nela os treinadores tinham que viajar por todos os continentes e realizar “missões” e ganhar os Cristais da Vitoria, um tipo de Insígnia, os treinadores tinham três meses para conseguir os 12 Cristais da Vitoria, para batalhar contra o Chefe da Vitoria, um treinador que já tinha ganhado a Jornada da Vitoria e tambem já tinha ganhado da E4. Ela acontecia de 3 em 3 anos, e apenas 32 participantes podiam participar. Eles tinham que viajar por Unova, Kanto, Johto, Hoenn e Sinnoh. E nesse ano a Região Sede seria Unova, e assim 4 Cristais poderiam ser obtidos na própria região e os outros 8 seriam divididos em 2 para as outras 4 regiões. Muitos treinadores famosos participariam, como Trip, Luke, Hilbert, Bianca, Cilan seria o único Líder a participar e haveria muitos outros das outras regiões e um jovem treinador que em sua primeira jornada já tinha ganhado da E4 e do campeão de Unova, mas ele não tinha aceitado ser Campeão. Seu nome era Jack Dogey, ele tinha apenas 13 anos e estava participando da Liga de Hoenn. Ele morava em Nuvema Town, e lá tambem morava sua família, seu Pai, sua Avó e seu irmão mais novo de 10 anos. Agora ele devia estar indo para Nacrene City para conseguir sua segunda Insígnia, já que ele já tinha ganhado a Tri Badge em Striaton.

No céu nublado de Hoenn sobrevoava uma enorme Salamance e nele montado estava um garoto de aparentemente 13 anos, ele tinha um cabelo loiro e olhos azuis escuros, vestia uma camisa preta, mas por cima vestia uma casaco de couro negro, e uma calça tambem preta. Usava um tênis branco, alias era a única coisa branca que ele vestia, ele não usava mochila, ele tinha um cinto aonde carregava suas Pokébolas e seus outros itens. No seu braço havia um relógio com um estilo moderno, um Poketch. Seu Salamance voava sem rumo, estava tudo escuro e nem Jack e nem Salamance conseguiam ver nada, seu Poketch começou a apitar e ele olhou e viu que era seu Pai ligando, ele atendeu.

- Alô Papai, tudo bem?

- Sim filho, já liguei para Jake e ele disse que esta vindo, mas não contei nada sobre a Jornada.

- Fez bem Pai, ele não pode saber, estou sobrevoando Hoenn ainda e esta tudo nublado, não consigo ver nada.

- Tome cuidado, e você trouxe o que eu pedi?

- Trou... – A ligação parou e do outro lado da linha o Pai de Jack e Jake só escutou um barulho de trovão e o grito de seu filho. Ficou preocupado, mas ele acreditava naquele Salamance, ele era de seu filho desde que era um ovo, que seu Pai mesmo tinha dado para ela. Agora era só rezar para que nada tenha acontecido e esperar pelo seu filho mais novo, Jake.


Última edição por PedroBW em Sex 8 Jun 2012 - 21:06, editado 1 vez(es)
avatar
PedroBW
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/06/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Jornada da Vitoria

Mensagem por Black~ em Sex 8 Jun 2012 - 20:46

Cara, realmente em comparação com a outra, essa está diva, ela está boa, uma ideia bom, porém depois que você falou do Jack, eu não entendi mais nada, eu não sei se ele mora em Hoenn ou em Unova, ou se é ele ou o irmão dele que vai atrás da insígnia. Cara por favor, tente tirar as insígnias, a ideia dos crsitais foi boa e sua ortografia também está boa. É só isso.
avatar
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/02/2011

Frase pessoal : The winter has come


Ver perfil do usuário http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Jornada da Vitoria

Mensagem por Bakphoon em Sex 8 Jun 2012 - 23:12

Olá, Pedro! Aqui vai meu comentário!

Seu prólogo apresentou tudo que um prólogo deveria apresentar, que é dar a ideia ao leitor do que ele verá durante a história. Porém, as passagens estão muito confusas. Porquê? Erros de concordância.

1 -
Há alguns anos por vários treinadores experientes foi criado um tipo de Liga, Jornada da Vitoria.
Na primeira parte, há um erro de concordância. Depois, há o quê?
Há alguns anos, um tipo de Liga foi criado por treinadores experientes, chamava-se a Jornada da Vitória.

2 - Muitos algarismos no texto. Substitua pelo nome em extenso, a não ser números como 20 pra cima, esteticamente falando.

3 -
Seu Salamance voava sem rumo, estava tudo escuro...
Bem, eu não sabia porque ele ficou desnorteado. Foram as nuvens? Os trovões? Já que você só falou que estava nublado.

4 -
- Sim filho, já liguei para Jake e ele disse que esta vindo, mas não contei nada sobre a Jornada.
Pode parecer estranho, mas é altamente recomendável que uma fala seja finalizada com outro travessão explicando quem falou e como falou. Como vou saber se não era Salamence falando?
- Sim filho, já liguei para Jake e ele disse que esta vindo, mas não contei nada sobre a Jornada. - disse o pai do garoto.

5 -
....que seu Pai mesmo tinha dado para ela.
Ela? Jake é uma garota?

Isso são apenas erros de concordância que encontrei, mas recomendo também melhorar a descrição. Enfim, achei bem criativo e inovador essa ideia de cristais da vitória, diferencia um pouco sua fanfic de outras envolvendo ligas, etc. Espero que seu primeiro capítulo seja muito bom e seguindo minhas dicas e melhorando sua fanfic ficará cada vez melhor. Very Happy
avatar
Bakphoon
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 07/06/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

01 - O Medo da verdade!

Mensagem por PedroBW em Ter 12 Jun 2012 - 20:43

Trago o primeiro capitulo, quem não entende, pode falar nos comentarios e eu explicarei.

O Medo da Verdade


Os últimos anos estavam muito frio. Quem sempre morou em Nuvema percebeu que nunca havia acontecido um frio tão intenso. Em uma casa simples, com uma chaminé, que soltava muita fumaça. Um homem que aparentava uns 40 anos, mas já tinha cabelos brancos, ele estava lá dentro andando de um lado para o outro. Seus olhos eram azuis, e usava blusa e calça de lã e uma pantufa nós pés. Toda hora ficava olhando para o relógio na parede da sala de estar, a mesma era grande, tinha uma lareira e dois sofás brancos, em cima da lareira tinha varias fotografias, uma delas tinha quatro pessoas, um Homem de olhos azuis, uma mulher loira e dois meninos muito parecidos, só que um era bem maior, os dois tinham olhos azuis e cabelos loiros. Ali mesmo na sala tinha uma mesa redonda, com 5 cadeiras. Na cozinha havia uma senhora de uns 65 anos, tinha cabelos loiros, mesmo com a velhice seus cabelos lisos e loiros não ficavam brancos, seus olhos eram pretos e ela é muito parecida com a mulher da fotografia, só que bem mais velha. Ela tambem vestia um casaco de lã, e tinha uma saia florida, usava um avental para não se sujar, já que estava lavando a louça. A cozinha era toda decorada com pratos floridos, não havia nenhuma mesa, e havia uma linda cozinha americana branca. A geladeira era amarela, um tanto estranho, mas cheia de decorados. O fogão já estava enferrujado, mas em cima estava cheio de panelas, a panela de pressão apitava e a senhora foi ver.

- Não fique preocupado Lucas, os dois já devem estar chegando, Jack sabe se cuidar e Jake têm Snivy ao seu lado. – Falou a Senhora tirando a panela do fogão.

- Eu não estou preocupado sogrinha, eu estou apreensivo, Jack saiu de Hoenn só para vim falar com Jake e ele disse que estava nublado e havias varias nuvens de tempestades e não conseguia ver nada, e ainda a ligação parou do nada, e deve ser algo muito importante para que ele saísse de sua jornada para conseguir as Insígnias de Hoenn e vim aqui e ainda ele chamou Jake de sua jornada, algo mais estranho ainda, já que Jake já estava indo para Nacrene e teve que voltar para cá. – Falou o Pai dos garotos sentando no sofá e olhando para o relógio que já mostrava ser 11h45min .

- O almoço já esta quase pronto, vai lá fora para mim e pegue umas folhas do Pansage, por favor Lucas. – Pediu a Sogra de Lucas, arrumando a mesa na sala, colocando os pratos na mesa. O Homem saiu por uma porta no fundo da cozinha que sai em um jardim com varias arvores cobertas por uma fina camada branca de neve e flores murchas, em uma canto havia uma pequena horta com alfaces, tomates e outros legumes e verduras, a grama estava amarelada por causa do frio, ele foi direto a uma arvore maior com varias frutas e chamou:

- Pansage, venha aqui amigão. – As folhas se mexeram, e pulou de cima da arvore um macaco verde.

- Pan-sage-pansage – Grunhiu o macaco.

- Você poderia me dar algumas folhas para a Dona Karla colocar na sopa? - Perguntou o Homem para o Pokémon.

- Pan-pan – Ele tirou algumas folhas de sua cabeça e entregou a Lucas, que agradeceu:

- Obrigado Pansage, hoje você vai ter uma biscoito extra. – Ele pulou de volta na arvore cheio de alegria, Lucas andou mais rápido, porque estava frio e queria entrar logo em casa. Quando chegou na cozinha, seu filho estava lá. Era Jake, o filho mais novo, loiro e com olhos azuis, igual a de Jack, estava com uma camisa branca e uma blusa vermelha, usava uma calça Jeans e um boné branco com uma Pokébola. Do lado dele havia sua mochila preta e tambem seu Snivy, seu primeiro Pokémon, o Inicial de Unova. Quando ele viu o pai se levantou.

- Filho, a quanto tempo, como você vai?

- Pai, já ta ficando com cabelo branco, estou bem sim e você? E o Jack?

- Que bom, vou bem sim e você esta tão grande tambem, Jack? Ele já ta vindo, e você Snivy?

- Sni-nivy – Grunhiu ele pulando no ombro de Jake.

- Já conseguiu quantas Insígnias?

- Uma só, apenas de Striaton, mas eu estava indo para Nacrene, mas você ligou para mim e eu voltei.

- Ata, e seus outros Pokémons?

- Eu só tenho Snivy, eu acho que só com ele eu ganho dos Líderes e ele sabe Leaf Tornado, ninguém ganha de mim.

- Não pense assim filho, você tem que ter pelo menos 6 pokémons para conseguir vencer do campeão e certas batalhas você precisará de mais de um Pokémon e nem
sempre o Leaf Tornado será eficaz. Voce esta com fome?

- Estou com muita, Papai porque o Jack me chamou aqui? Você sabe? – perguntou o menino curioso e o pai apreensivo responde:

- Ele quer falar sobre alguma coisa importante, eu só sei isso. Vamos esperar por Jack antes de almoçar, agora me fale de sua jornada. – Eles começaram a conversar
sobre a Jornada, Dona Karla dava os últimos toques no almoço, Snivy pulava de uma lado para o outro observando cada quanto da casa. Ele saiu e foi ao jardim e andou por ali, foi até a maior árvore e do nada apareceu o Pansage, ele observou Snivy por um momento e atacou com uma Vine Whip. Snivy desviou, mas não contra-atacou, ela tinha sido treinada para se controlar e manter a paciência, um bom treinamento de Jake. Mas Pansage atacou novamente, só que agora com o Dig,ele cavou e sumiu, depois reapareceu em baixo de Snivy que dessa vez foi atingida, ele continuou calmo e não atacou, Pansage estava ficando com raiva de Snivy e dessa vez atacou com um Solar Beam, o ataque demorou para ser atacado por que não havia sol para o ataque ser carregado e quando ele disparou Snivy desfiou facilmente. De repente Jake e Lucas apareceram, Pansage e Snivy ficaram parados e quando o Pokémon Macaco Grama viu Jake, pulou rápido no seu colo, com ciúmes Snivy pulou nos ombros de Jake e Pansage iria atacar Snivy, masJake não deixou.

- Não Pansage, ele é meu Pokémon e ele viaja comigo – Falou Jake, e ele ficou paralisado ao ouvir isso. Ele pensou que seria o único que a família amaria e agora chegou um outro Pokémon. Pansage pulou do colo e chamou Snivy para uma batalha, nem Jake nem Snivy entenderam, mas Lucas entendeu.

- Ele quer uma batalha contra você Snivy, já sei porque eu não fico com Pansage e você usa Snivy e nós batalhamos. Que tal?

- Adorei a idéia, gostou Snivy? Já que a gente ta esperando o Jack para almoçar, e assim passa mais rápido o tempo.

- Esta bom, vamos Pansage. – Falou o pai de Jake.

- Detone com ele Snivy. – Falou o garoto. Eles se afastaram e tomaram distância para eles batalharem. De um lado Pansage e do outro Snivy.

- Vou deixar você começar filho.

- Certo papai, Snivy use o Tackle.

- Desvie com o Dig. – Snivy avançou com muita velocidade, Pansage tentou desviar cavando, mas Snivy foi mais rápido e atingiu ele.

- Seu Snivy é bem rápido e pelo jeito forte tambem, então agora Pansage use Vine Whip.

- Você ainda não viu nada, Snivy faça a mesma coisa, use o Vine Whip. – Das costas de Pansage saiu dois cipós que foram em direção de Snvy, mas dois cipós saíram do pescoço de Snivy, e o ataque segurou o outro. Cada um tentava vencer o ataque do outro, mas os dois desistiram e ficaram se observando. – Snivy use o Leaf Blade.

- Ele sabe Leaf Blade, um ótimo ataque, seja mais rápido Pansage, use o Bite.

- Vai ser difícil ele ser mais rápido do que meu Snivy, eu treinei seu velocidade e sua paciência, e isso forma uma ótima combinação. – Afirmou Jake, contradizendo o que seu pai havia falado. Snivy pulou e seu rabo brilhou verde e foi contra Pansage, mas dessa vez Snivy foi mais rápido e mordeu a mão de Snivy.

- Agora use o Dig segurando Snivy ainda.

- O que? Não deixe ele fazer isso Snivy, use o Leaf Tornado. – Pansage foi em direção ao chão em uma grande velocidade, mas Snivy começou a girar rápido e jogou Pansage longe, que caiu em pé. Snivy girou mais rápido e um tornado verde apareceu no seu rabo. – Agora Snivy use contra ele. – Como seu treinador mandou, ele jogou o tornado em direção a ele que puxou o pokémon para dentro do ataque e depois de um tempo, Snivy jogou Pansage longe, nocauteado. No mesmo estante Pansage se lavantou e pulou na sua arvore e comeu uma fruta e se escondeu ali, envergonhado.

- Boa batalha filho, nunca pensei que Snivy era tão forte, e bem que você disse que achava que iria ganhar só com o Leaf Tornado.

- Eu te avisei, eu e Snivy formamos uma ótima dubla. – Afirmou o filho.

- Agora vamos falar com sua avó e almoçar. – Eles voltaram até a casa, o frio havia passado, há batalha tinha aquecido o corpo deles. Eles chegaram na cozinha e almoçaram, eles iriam esperar Jack, mas já era 13:00 e a comida já estava esfriando. Eles comeram o delicioso macarrão que era uma receita da avó da vovó. A tarde Jake foi ao seu quarto, que ficava no segundo andar. Ele subiu a escada de madeira branca com um tapete florido. Na parede ao lado da escada havia vários quadros, de Pokémons e de paisagens. Ele chegou num corredor com 4 portas, uma do quarto dele, outro do Jack, outra do seu Pai e por ultimo da sua avó. Ele entrou no quarto, estava do mesmo jeito que ele deixou, o Notebook na mesa de estudos, a cadeira de rodas branca, a cama com um lençol com a estampa de Zekrom e Reshiram. Na parede havia uma estande com livros que ele nunca havia lido e mini-bonecos dos seus pokémons preferidos que ele tinha ganhado em uma lanchonete, há McPikachu’s. Ali havia vários bonecos repetidos de Pikachu, Snivy, Oshawott e Tepig. Ele foi até a estante e tirou alguns livros e tirou uma caixa com uma fechadura enferrujada. Pegou uma chave tambem enferrujada do bolso e abriu a caixa. Lá tinha outro boneco, mas esse era especial era de Keldeo. Tambem havia fotos de sua mãe e o que ele guardava com mais carinho, sua primeira Pokébola, ele tinha a achado na Rota 01 quando tinha fugido de casa cm 7 anos e tinha se perdido de casa. Ele ativou ela e se agora cabia em toda mão. A pokébola nem era mais vermelha e branca, a parte branca já tinha ficado um pouco amarelado com o passar do tempo e a parte vermelha estava gasta de tanto ele ter lustrado quando achou ela.

A tarde passou e Jack não chegou, a noite ele dormiu novamente em uma cama, coisa que ele não fazia a um bom tempo, já que acampava quando anoitecia e as vezes não era em um Centro Pokémon. Dormiu como uma pedra. Mas seu pai não, ele não pregou o olho a noite inteira, preocupado com Jack. No decorrer da semana Jack não chegou e Lucas avisou a Policia, e Jake já estava impaciente por não estar na sua jornada. Em uma tarde fria e nublada, a campainha tocou e a Sra. Karla atendeu e lá estava uma mulher com uma jaqueta de couro preto e uma calça do mesmo tipo. Seus olhos negros e no olho esquerdo tinha uma cicatriz, em forma de corte. E seu cabelo negro, liso e macio. Ele se apresentou para senhora, mas Jake não conseguiu ouvir o que ela falou. Ela se sentou no sofá e a Avó dele foi chamar o Lucas, enquanto esperava ela viu Jake e se apresentou:

- Olá Jovem, meu nome é Sarah, você é o Jack?

- Olá Sarah. Não, eu sou o Jake, eu sou o irmão mais novo dele, e a Senhora o que quer?

- Eu vim falar com Jack. – Informou Sarah, e nesse instante Lucas apareceu na sala e cumprimentou a Senhora, que na verdade tinha uns 30 anos e nem era uma Senhora.

- Muito bem Sarah, você quer o que?

- Eu vim falar com Jack, eu mandei uma mensagem para ele, mas ele não me respondeu, então eu vim procurar por ele.

- Mas o que você quer com ele? – Perguntou curioso o Pai dos meninos.

- Eu vim convidá-lo para participar da Jornada da vitoria. – Respondeu Sarah.

- O que é isso? – perguntou Jake curioso.

- Eu vou explicar, há alguns anos foi criada uma Liga não oficial, chamada Jornada da Vitoria. Você tem que viajar por os 5 continentes e fazer certos desafios, pode ser
batalhar, uma corrida, um prova de inteligência, qualquer coisa, se você completar o desafio você ganhará um Cristal.

- Um Cristal? – Perguntou novamente Jake curioso.

- Sim, são os Cristais da Vitoria, cada um diferente, pode ser o Cristal da Lua, o Cristal Vermelho, um dos 12, quando você conseguir os 12 o treinador poderá desafiar o Chefe da Vitoria, e esse ano o continente sede é Unova e então 4 dos 12 serão aqui e os outros 8 serão divididos em Kanto, Johto, Hoenn e Sinnoh. São 32 participantes e seu filho já ganhou a Liga e ele esta apito a participar e eu sou a Guia da Jornada, eu explico aos treinadores sobre a jornada e estou em todos os desafios. – Explicou Sarah.

- Legal, mas eu tambem não conseguir falar com Jack desde o começo da semana. – Falou Lucas, nesse instante o telefone toca e ele vai atender. – Alô.

- Olá, é Lucas o pai de Jack? – Perguntou uma mulher do outro lado da linha.

- Sim, quem é você e o que você quer?

- Eu sou uma Policial Jenny e nós descobrimos que seu filho Jack, está morto.

To Be Continue.

@ Pepe Akemi Says: Fan Fic inativa por mais de um mês, logo que isso acontece ele é trancado, caso queria reabri-lo só mandar uma Mp a qualquer Fan Fic Moderador. Trancado.
avatar
PedroBW
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/06/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon - Jornada da Vitoria

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum