Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

As crônicas de um escritor freelancer

Ir em baixo

As crônicas de um escritor freelancer

Mensagem por Dewloren em Qua 2 Maio 2012 - 17:27

Recado do autor (Introdução)

Olá, eu me chamo Leonardo Barbosa Veloso, mais conhecido apenas como Leo, ou em outros casos, como Leonardo Veloso e sou escritor freelancer. Resolvi escrever essas crônicas para desabafar e ajudar moralmente a pessoas que estão entrando agora nesse universo freelancer. Aqui eu postarei o meu dia a dia quanto ao desenvolvimento de uma história e meus sentimentos mais profundos onde só posso revelar para você, leitor.
Essa série de crônicas foi desenvolvida cuidadosamente para ajudar você, escritor freelancer iniciante a se tornar um melhor escritor mais rapidamente. Acredito que muitas pessoas se identificarão com as frases escritas nessas medíocres linhas que compõem esse texto, principalmente os meus companheiros que dedicam a vida a expressar os seus sonhos em textos para fazer os outros sonharem.
Espero que essas crônicas sejam de grande utilidade, e que façam bom proveito.
Com muito carinho, para você, escritor freelancer iniciante.
Atenciosamente,

Leonardo Veloso, escritor freelancer amador.
____________________________________________________________________________
O que é ser escritor freelancer


São vários os conceitos que cercam essas duas palavras, “escritor freelancer”. Alguns dizem que é qualquer escritor que posta matérias em blogs, sites de noticia e etc, simplesmente por prazer, ou seja, sem qualquer tipo de remuneração a não ser o prazer de informar os outros. Isso também é uma descrição correta, embora não seja o conceito que eu tenho. Ser um escritor freelancer é escrever histórias, seja originais ou fan fics, desenvolvidas no seu intelecto, dos seus pensamentos, e porque não, dos seus sonhos. É escrever narrativas literárias apenas por prazer, para satisfazer o seu interior, libertar aquilo que estava preso.
Além de ser uma atitude prazerosa, é também muito saudável. Não sou nenhum médico, mas percebo que, a partir do momento em que você transfere os seus pensamentos para páginas do Microsoft Word ou folhas de papel pautado do seu caderno escolar em que não aguenta mais copiar matérias chatas da escola, seu coração perde um grande peso maléfico de stress, seu cérebro produz mais neurônios para aguentar o grande tráfego de criatividade, enfim, são inúmeras.
Existe um tipo de escritor freelancer que me fascina, e ao qual pertenço, cujo nome eu apelidei como “Os escavadores”. São aqueles que desenvolvem uma história qualquer e, antes de passar “a limpo”, fazem uma extensa busca seja pela internet, livros, ou em casos extremos, atém com professores para saber tudo sobre a época em que se passa a narrativa da história. As roupas, o modo de falar e viver, enfim, tudo. Não há nenhum exercício mais eficiente para o cérebro quanto ao de ser escritor, de qualquer tipo. O tipo “escavador” tem a vantagem de possuir nas mãos a chave do conhecimento, saber sobre uma pequena parcela da história e quer sempre mais. Tanto é que, pessoas desse tipo tendem a gostar mais da matéria de história.
Por fim, acho que falei muito mais do que pretendia nessas linhas de uma crônica, mas consegui expressar meu conceito sobre escritor freelancer, e o prazer que isso exerce na nossa mente.

Abraços de um medíocre escritor freelancer, Leonardo Veloso.

avatar
Dewloren
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/08/2009


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um escritor freelancer

Mensagem por Dewloren em Qua 9 Maio 2012 - 19:21

Criando um Personagem


É muito bacana escrever uma história, deixar que sua imaginação trabalhe para montar o cenário, as roupas, o estilo de época das pessoas, enfim, é incrível. Porém a parte mais divertida (ao menos para mim) é o momento de criar um personagem. O momento em que o escritor “brinca de ser Deus” e cria um ser com personalidade própria, características físicas e outras.
Algumas pessoas levam minutos, outras, horas, mas algumas pessoas levam dias inteirinhos formulando um personagem (eu sou desse tipo). É incrível ver a criatividade de escritores quando nós temos chance de ler alguma de sua obra, observar o personagem e suas atitudes, seu psicológico e quando a história é em terceira pessoa ainda podemos ter uma noção das vestimentas dele. Certas pessoas tentam refletir no personagem traços da sua personalidade em que gostariam de ter, outras aplicam uma personalidade distinta, buscando criar uma pessoa totalmente diferente, nova.
Pessoas sonhadoras geralmente quando estão escrevendo uma história (principalmente original, mas acontece em alguns casos com fan fics) passam o dia inteiro pensando nela, e até algumas vezes parecem malucos olhando para o nada. Esses pensam “Puxa, esse cara poderia ser um pouco mais disso e menos daquilo.” Ou “Ele poderia usar esse tipo de roupa e não aquele.”. Geralmente essas pessoas tendem a adquirir certas características do próprio personagem; isso pode parecer estranho, mas acontece mais frequentemente do que você imagina. Eu mesmo posso relatar que isso já aconteceu comigo (e acontece). Desde o ano passado (ou seria mais tempo) eu elaboro uma história original que cheguei até a publicar em um fórum, porém ficou tão tosca que eu mesmo parei o projeto, e até cheguei a ficar alguns meses sem pensar nela, mas agora voltei a elaborar. Um dos personagens é sério e frio, todos os seus sentimentos ele busca guardar para si, justamente para não demonstrar fraqueza. Algum tempo depois eu acabei percebendo que eu estava fazendo justamente aquilo – Minhas emoções de tristeza, compaixão e outras estavam sendo guardadas e sufocadas. É meio esquisito, mas quando isso acontece você tem a chance de reaver seus conceitos sobre isso e até se transforma em uma pessoa melhor, mais adulta.
Outra parte muito divertida é o figurino e o aspecto físico. Esse momento é o que o autor além de “brincar de ser Deus” ainda “brinca de ser estilista”. Algumas coisas que ele leva em consideração é o fato de que a roupa é o que irá revelar a personalidade do personagem. Apesar de que o leitor não vá perceber muito a roupa do personagem isso é muito importante para o autor, já que ele “conhece” todo o corpo e “vê” sua criação. Alguns até complementam sua história com imagens, já outros simplesmente não o fazem.
Além de tudo isso ainda tem a questão histórica. Alguns autores se dão o luxo de pesquisar a época do desenrolar a história, isso é excelente já que, além de formular uma história mais realista, ainda pode dar ao personagem uma dinâmica maior tanto de figurino quanto de personalidade. Além de tudo isso, o autor fica mais sábio, já que conhece uma época talvez diferente da dele. E se você é o espertinho que escreve uma história do futuro só porque tem preguiça de pesquisar ai é que você está enganado. O trabalho nesses casos é dobrado já que além de pesquisar a atualidade ainda tem que propor um rumo da evolução seja humana ou não, os trajes, os métodos de comunicação e outros.
Enfim, acho que falei até demais sobre um personagem, mas creio que deu para falar tudo. O personagem é a chave da história, a criatura “top” da sua criação, o ser que a vida será narrada, e inclusive um meio de conhecer o autor.
Espero que tenham gostado de mais uma crônica da minissérie de crônicas “As Crônicas de um Escritor Freelancer”. Abraços.
avatar
Dewloren
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/08/2009


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um escritor freelancer

Mensagem por andergiehl em Qua 16 Maio 2012 - 21:03

Gostei, espero que continue postando mais Leo, quase nunca passo pela área de Fics, mas resolvi ver este tópico e curti, bem interessante como descreve sobre autor e personagem, principalmente que ao "brincar de Deus" é bem complicado criar alguém e uma personalidade a esse alguém e isso afeta a história, eu sinceramente demoro bastante ao criar um conto não só na parte de como será a história, mas sim a parte que mais complica é o personagem, pois é ele que vai atuar em "x" local e em "y" tempo.

Done says:
Fan Fic inativa a mais de um mês, caso queira retomá-la, envie uma MP à um moderador da área.
avatar
andergiehl
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/11/2010

Frase pessoal : Quem vem com tudo não cansa.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As crônicas de um escritor freelancer

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum