Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Jessica Heap em Kanto

Ir em baixo

O que você achou da Fanfic?

58% 58% 
[ 7 ]
25% 25% 
[ 3 ]
17% 17% 
[ 2 ]
0% 0% 
[ 0 ]
 
Total dos votos : 12

Jessica Heap em Kanto

Mensagem por ~Yui em Ter 24 Abr 2012 - 20:49






Jessica Heap em
Kanto






Aliados
Spoiler:





Personagens:






Nome: Jessica Heap
Idade: 11
História: Jessica sonha em ter o título Mestre Pokémon e de
completar a Pokédex. Seu pai é um famoso Pesquisador Pokémon e está em Unova
fazendo pesquisas, ele se chama Carlos. Já a mãe de Jessica é uma famosa Treinadora
Pokémon, ela já viajou por Kanto, Johto e Sinnoh. Jessica empre gostou de
Pokémon e resolveu sair em uma jornada para conhecer outros Pokémon, lugares e
pessoas. Nas batalhas, ás vezes ela tem uma estratégia, mas em outras vezes
simplesmente vai falando comandos para ver no que dá.

Pokémons:
Spoiler:


Nome: Ane
Idade: 11
Históra: Ane veio de Unova, ela viajou para Kanto e morou
durantes alguna dias em Pallet para conseguir seu primeiro Pokémon. Ela gosta
de Pokémons, mas prefere viajar e conhecer pessoas. Adora batalhas Pokémon,
principalmente aquelas batalhas de final que são mais emoçonantes e tem os
Pokémon mais poderosos. Ela sempre tem uma estratégia pronta para usar em uma
batalha, pois já estudou em uma escola preparatória de treinadores em Unova.
Ane é a melhor amiga de Jessica e de Rafaella.

Pokémons:
Spoiler:





Nome: Rafaella
Idade: 11
Carreira: Treinadora Pokémon
História: Rafaella veio de Hoenn, ela viajou para Kanto e
morou durante dois meses em Cerulean. A garota morou durante dois dias em Pallet
para conseguir seu primeiro Pokémon. Ela ama seus Pokémon e gosta de batalhas e
contest's, mas preferiu ser uma Treinadora Pokémon. Sua mãe e seu pai são
famosos treinadores de Batalhas em Dupla. Rafaella é a melhor amiga de Ane e
Jessica.

Pokémons:
Spoiler:






Capítulo 1
Squirtle, Bulbasaur ou Charmander?


Era um dia muito calmo em Pallet Town, a cidade tem algumas poucas casas, um Centro Pokémon, uma grande praça no centro da cidade e o Laboratório do Professor Carvalho.
O Professor é um Pesquisador Pokémon, que também tem o dever de entregar o primeiro Pokémon para três treinadores, que começariam sua jornada.
E eu, Jessica Heap, sou uma dessas treinadoras que vai receber o primeiro Pokémon. Mas antes, eu vou contar um pouco sobre mim.
Eu tenho 1, 40 m de altura, cabelo curto castanho, pele clara e olhos verdes. Hoje usarei uma camiseta laranja com uma gola preta, uma bermuda preta, meia preta e tênis laranja. Uso uma bandana verde e branca por cima do cabelo e luvas brancas, os dedos das luvas eram brancas e os pulsos eram pretos e verdes.







Estou em casa, acordando em quanto um despertador toca ao lado de minha cama. Sento-me na cama e desligo o despertador, depois me levanto, vou até a cadeira que está a minha roupa, vou ao banheiro e me troco, depois penteio o cabelo. Então saio do banheiro, pego minha mochila, que é preta com uma alça na diagonal, já pronta e olho um pouco o meu quarto.
Meu quarto é composto por uma cama, uma escrivaninha ao lado da cama, a mesa está cheia de papeis, cadernos e livros, também tem uma luminária preta. Também tem um armário enorme amarelo e uma porta que dá no banheiro, e outra porta que dá em uma escada que dá na cozinha.
Depois desço as escadas até a cozinha, onde minha mãe está fazendo uma torrada.
Minha mãe se chama Clarisse, ela tem pele clara, olhos pretos e cabelo preto um pouco cacheado, minha mãe também usa um óculos preto. Ela está usando no momento uma calça jeans azul clara e uma camiseta azul escuro, também está calçando um chinelo preto.
A cozinha é bem grande, tem um fogão de cinco bocas, uma geladeira, uma pia e uma mesa bem no centro do local com quatro cadeiras.
Eu não me sentei, dei um abraço na minha mãe, peguei uma torrada, um prato e falei em quanto comia:

- Bom dia!
- Bom dia. Você parece bem animada! – fala Clarisse.
- É! Hoje é o dia em que começarei minha jornada. Estou mais animada do que nunca! – disse eu.
- Você deve estar muito animada, já que acordou ás 7h 30 – falou minha mãe, consultando o relógio.
- 7h 30? Tão sedo? – eu pergunto.
- É. 7h 30. Mas... Qual Pokémon você irá escolher? – disse Clarisse recolhendo o meu prato vazio.
- Você tem um Venusaur e papai um Charizard. Então eu escolherei... Squirtle! – eu respondo confiante.
- Mas lembre-se... – diz minha mãe, mas eu a interrompo dizendo:
- Eu sei! Qualquer Pokémons é bem-vindo – eu disse.
Minha mãe então olha o relógio, que estava pendurado na parede, e fala:

- Olha hora! Já é 7h50! Vá para o Laboratório do Profº Carvalho, se não vai se atrasar.
Eu então saí da cozinha, abria a porta da sala e falei, antes de sair:
- Tchau mãe! Eu te vejo na saída da cidade!
Então saí de casa e comecei a caminhar tranquilamente pela rua, procurando o laboratório.
Mas, você leitor, deve estar se perguntando onde está meu pai. Neste momento, ele está em Unova, fazendo algumas pesquisas. Meu pai se chama Carlos, ele tem pele clara, olhos azuis e cabelo curto castanho claro. Ele está muito longe de Kanto, mas nós nos falamos quase todos os dias pelo telefone.
Agora estou na frente do Laboratório, observando-o.





Era incrível como não tinha nenhum treinador na frente dos portões e o mais incrível era que os portões Laboratório estavam abertos. Então eu passei pelos portões e subi as escadas. No topo das escadas estava o Profº Carvalho com uma prancheta na mão e ao lado dele estava uma cesta, cheia de Ovos Pokémon, então eu continuei assubir, até que fiquei a um metro de distância do professor.
O Profº Carvalho tem uma altura média, olhos pretos, cabelo e pele clara. Usava uma calça preta, uma camiseta vermelha e por cima um jaleco de laboratório.
Assim que me viu, o Profº falou, consultando a prancheta que estava em sua mão:

- Você deve ser a... Jessica Heap.
- Exatamente – eu respondi. O professor colocou a prancheta em uma mesinha de rodinhas atrás dele, não notada por mim antes, e pegou um ovo da cesta.
- Tome – ele falou me entregando o ovo, eu o peguei e analisei-o.
O ovo era todo branco e tinha algumas poucas manchas verdes. Então eu exclamei:

- E os Pokémons Iniciais?!
- Calma! Infelizmente, eles não foram enviados para o Laboratório. Nós recebemos uma cesta de Ovos Pokémons e uma carta dizendo que eles não foram encontrados – explicou o Profº Carvalho.
- Por quê?! – eu perguntei.
- Nós ainda não sabemos. Mas... Mudando de assunto... O seu ovo irá nascer em algumas horas ou dias. E... – falou o professor, se virou e pegou um Pokédex vermelho e seis Pokébolas, se virou e me entregou os objetos. Depois falou: - Seu Pokédex e suas Pokébolas.
O Pokédex era todo vermelho e quando o abria, havia duas telas e vários botões. As Pokébolas tinham um botão no meio, a parte de cima era transparente e a parte de baixo toda vermelha.







Eu guardei as Pokébolas no bolso direito do casaco e o Pokédex no direito, olhei para o Profº e falei:
- Obrigado professor!
Depois desci as escadas e passei pelos portões, que se fecharam atrás de mim. Então, eu fui à direção da saída da cidade, onde encontrei a minha mãe. Fui até ela e minha mãe perguntou:
- Então filha? Qual é o seu Pokémon? E que ovo é esse?
- O Pokémon que nascer desse ovo será o meu primeiro Pokémon! – eu falei.
- O que?! Por quê?! – minha mãe exclamou.
- Não enviaram os Pokémon Iniciais para o Laboratório – eu expliquei, depois disse: - Bom mãe... Nos vemos depois! Vou começar a minha jornada!
- Então tá! Tome muito cuidado e me ligue quando chegar em Viridian City! – minha mãe falou e me abraçou.
Depois corri para fora da cidade, chegando à Rota 001, eu me sentei perto de um lago ali perto. Larguei a minha mochila no chão e fiquei olhando aquele ovo que estava em minhas mãos.
Fiquei pensado qual Pokémon nasceria daquele ovo, até que ele começou a brilhar, cada vez mais forte, até que ele parou de brilhar e dele apareceu um...







CONTINUA...
Esse foi o primeiro capítulo da minha Fanfic, espero que tenham gostado e gostaria que comentem, assim vou saber se a Fanfic está boa ou não.


Última edição por Jessica Heap em Dom 13 Maio 2012 - 2:23, editado 11 vez(es)
avatar
~Yui
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/03/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O meu primeiro pokémon e o início de uma batalha

Mensagem por ~Yui em Qui 26 Abr 2012 - 22:21

Capítulo 2
O meu primeiro Pokémon e o início de uma batalha


Fiquei pensado qual Pokémon nasceria daquele ovo, até que ele começou a brilhar, cada vez mais forte, até que ele parou de brilhar e dele apareceu um pequeno Bellsprout, que ficou me olhando com um olhar confuso.
- O meu primeiro Pokémon é um Bellsprout?! Que legal! – eu falei. Então o Pokémon planta sorriu para mim (se isso for possível). Ele parecia gostar de mim.
Então eu peguei o meu Pokédex, abri-o e apontei-o para Bellsprout. Uma foto dele apareceu na tela, o círculo azul que fica no canto superior esquerdo começou a brilhar e ele falou:


--> --> Nº069 Bellsprout, um Pokémon Flor. Ele planta seus pés profundamente no subsolo para se reabastecer com água. Preferem ambientes quentes e úmidos. Ele rapidamente captura sua presa com suas vinhas. Bellsprout é do tipo Planta/Venenoso e evolui para Weepinbell no Lv. 21, e depois para Victrebeel com a Pedra da Folha.

O Pokédex desligou e eu guardei-o, depois peguei uma Pokébola e falei para Bellsprout, que estava tentando plantar os seus pés no chão:
- Quer vir comigo Bellsprout?
- Bell...? – fala o Pokémon me olhando com um olhar confuso.
- Quer vir comigo em uma jornada? – eu perguntei.
- Bellsprout! – disse ele concordando e parecia estar feliz.
Então eu lancei a Pokébola na minha mão para cima, Bellsprout pulou e ainda no ar entrou no apetrecho. Quando a Pokébola caiu na minha mão eu vi Bellsprout sorrindo, então ele se sentou e fechou os olhos, parecia estra dormindo.
Eu apertei o botão no centro do apetrecho e ele ficou no tamanho de uma bolinha de pingue-pongue, depois a guardei no bolso.
Peguei a mochila, coloquei-a nas costas, me levantei e comecei a andar pela Rota 001. De repente meu bolso começa a se mexer, eu vejo uma luz branca e Bellsprout aparece na minha frente, depois pulou e ficou no meu ombro.
Eu olhei para o Pokémon Flor e perguntei:

- Você não gosta de ficar na Pokébola não é?
- Bells! Prout! Prout! – disse ele concordando.
Continuamos nossa caminhada e eu resolvi ver que Lv. Bellsprout estava, então peguei a Pokédex, abri-a, apontei para o meu Pokémon e falei:

- Lv.
Uma foto de Bellsprout apareceu na tela, o circulo acima da tela começou a piscar e o apetrecho falou:

--> Bellsprout Lv. 1, ataques possíveis: Chicote de Vinha.

O Pokédex desligou, eu fechei o apetrecho, guardei-o e depois falei para o meu Pokémon:
- Temos que treinar! Você está no Lv. 1!
De repente um Weedle aparece na frente de nós dois eu falo bem animada:
- Será um bom treino! Use Chicote de Vinha nesse Weedle!
Bellsprout pulou e pousou no chão, na minha frente. Depois dois chicotes de vinha saíram dos ombros dele e atingiram Weedle, nocauteando-o. Para um Pokémon no Lv. 1, ele era bem forte. De repente o meu Pokédex começou a apitar, eu o peguei, ele se abriu sozinho e falou:

--> Bellsprout está no Lv. 2

O apetrecho desligou e eu apontei para o Weedle que Bellsprout havia derrotado, apareceu uma foto do Pokémon Inseto no Pokédex e ele começou a falar:

--> --> Nº013 Weedle, um Pokémon Peludo. É frequentemente encontrado em florestas, comendo folhas. Em sua cabeça existe um ferrão afiado e venenoso. Qualquer um pode se machucar com ele se não tomar cuidado onde pisa. Weedle é do tipo Inseto/Venenoso e ele evoluí para Kakuna no Lv. 7, e depois para Beedrill no Lv. 10.

O apetrecho desligou e eu guardei-o, Bellsprout pulou e pousou no meu ombro esquerdo. Depois continuamos a caminhar pela Rota 001.
Depois de cinco minutos de caminhada não vimos nenhum Pokémon e uma garota estava começando a me seguir. Eu caminhava e ela me seguia, quando eu parava e me virava, ela corria para trás de uma árvore.
Então eu me cansei, me virei e disse para Bellsprout, enquanto apontava para a árvore que a garota estava escondida:

- Bellsprout use seu Chicote de Vinha atrás daquela árvore!
Meu Pokémon pulou para frente e pousou no chão, depois dois chicotes de vinha saíram dos ombros dele e foram até a árvore. Quando Bellsprout estava quase atingindo o alvo, a garota pulou para o lado e caiu no chão. Depois a garota se levanta e fica parada, só observando o meu Bellsprout.
A garota era alta, mas devia ter a mesma idade que eu, 11 anos, tinha pele clara e cabelo castanho escuro. Usava um óculos escuro por cima dos olhos, uma calça jeans, uma camiseta roxa e um casaco cinza por cima. Ela também tinha um cinto, onde havia seis Pokébolas, cinco dos apetrechos estavam vazios e a sexta Pokébola tinha um Vulpix. E pela Pokébola ser transparente, podia-se ver que o Vulpix estava deitado, dormindo.
Depois de alguns minutos observando Bellsprout ela olhou para mim e disse:

- Como você tem um Bellsprout?! Estamos na Rota 001!
- Como você tem um Vulpix?! – eu falei sorrindo.
- O Profº Carvalho me deu um Ovo Pokémon para iniciar minha jornada por Kanto e dele nasceu o Vulpix – explicou a garota.
- O Profº Carvalho também me deu um Ovo Pokémon para iniciar a minha jornada e do ovo nasceu o Bellsprout – eu expliquei.
A garota sorriu e se aproximou, ficando um metro de distância de mim, depois estendeu o braço e disse:
- Meu nome é Ane e quero ser a mais nova Campeã de Kanto!
Eu apertei a mão dela e disse:
- Eu sou Jessica e quero ser a mais nova Campeã de Kanto.
- Parece que temos o mesmo sonho! Mas... Que tal uma batalha? – pergunta Ane.
- É claro! Vai ser a minha primeira batalha! – eu respondi.
- Essa vai ser a minha segunda. Já derrotei um garoto da Cidade de Pallet – fala a garota.
Nós duas nos afastamos um pouco para dar espaço para a batalha e eu falo:

- Eu escolho o Bellsprout!
Bellsprout vai até a minha frente, fica em posição de ataque e espera meu comando. Até que Ane fala:
- Eu escolho o Vulpix!
Depois lança uma Pokébola. O apetrecho se abre no ar, uma luz branca aparece e um Pokémon vermelho, parecido com uma raposa aparece em posição de ataque no chão. A Pokébola cai na mão da minha adversária e ela guarda o apetrecho no cinto, depois pergunta:
- Quem começa?
- Espere um pouco, quero ver as informações do Vulpix – eu falei.
- E eu do Bellsprout – disse Ane.
Então eu peguei o meu Pokédex, abri-o e apontei para o Vulpix. Uma foto dele apareceu na tela e o apetrecho falou:


--> --> Nº037 Vulpix, um Pokémon Raposa. Quando nasce, possui apenas um rabo. Ele vai se dividindo conforme for envelhecendo. Astuto, para fugir do perigo, finge estar debilitado e engana o adversário. Vulpix é do tipo Fogo e evolui para Ninetales com a Pedra do Fogo.

O apetrecho desligou e eu guardei-o, depois eu e Ane nos preparamos, então eu disse:
- Eu começo! Bellsprout use Chicote de Vinha no Vulpix!

CONTINUA...
avatar
~Yui
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/03/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 3 - A primeira batalha!

Mensagem por ~Yui em Dom 29 Abr 2012 - 17:53

Capítulo 3
A primeira batalha!


O apetrecho desligou e eu guardei-o, depois eu e Ane nos preparamos, então eu disse:
- Eu começo! Bellsprout use Chicote de Vinha no Vulpix!
De repente dois chicotes de vinha saíram dos ombros do meu Pokémon e foram na direção de Vulpix em uma velocidade incrível, então Ane falou:
- Evasiva!
O Pokémon Raposa não conseguiu desviar a tempo e foi atingido duas vezes, depois os chicotes de Bellsprout foram diminuindo até que desapareceram.
- Muito bem use Chicote de Vinha novamente! – eu ordenei.
Dois chicotes de vinha saíram dos ombros do Pokémon Flor e foram na direção de Vulpix, mas minha adversária disse:
- Use Brasa nas vinhas!
Vulpix abriu sua boca, uma grande bola de fogo se formou e dela um Lança Chamas atingiu as vinhas de Bellsprout, depois atingiu o Pokémon Flor, causando-o muito dano e fazendo-o cair no chão.
- Bellsprout! Tudo bem? – perguntei.
- Bells... Prout! – falou meu Pokémon se levantando.
- Ótimo! Use Chicote de Vinha e termine essa batalha – eu falei.
Então dois chicotes de vinha saíram dos ombros de Bellsprout e foram na direção de Vulpix em grande velocidade, mas Ane falou:
- Brasa!
- Evasiva e Chicote de Vinha! – eu falei.
Antes de ser atingido, Vulpix abriu a boca e dela saiu um grande Lança Chamas, mas Bellsprout desviou e depois atingiu o Pokémon Raposa, deixando-o fora de combate.
Ane retirou a Pokébola de Vulpix do cinto e apontou-a para seu Pokémon que virou uma luz vermelha e entrou no apetrecho. Depois a garota colocou a Pokébola no cinto, se aproximou de mim, ficando a um metro de distância e falou:

- Foi uma boa batalha! Até mais!
Depois saiu correndo na direção de uma floresta, então meu Pokédex começou a apitar. Eu peguei-o no bolso, ele se abriu sozinho e falou:

--> Bellsprout está no Lv. 3.

O apetrecho desligou e eu guardei-o, depois falei para o meu Pokémon:

- Foi uma ótima batalha!
- Bellsprout! – disse o meu Pokémon sorrindo.
- Vamos! – eu disse.
Bellsprout pulou no meu ombro e eu comecei a caminhar pela Rota 001, procurando Pokémons.
Após cinco minutos de caminhada e ter encontrado somente Caterpies e Weedles, um Pidgey pousou no chão. Então eu falei:

- Um Pidgey!
O Pidgey que tinha pousado no chão olhou para Bellsprout e levantou vôo, depois bateu as asas rapidamente, usando o ataque Rajada. Por causa do ataque eu e Bellsprout caímos para trás, mas logo nos levantamos e eu falei:
- Vamos captura-lo!
- Bellsprout! – disse meu Pokémon.
- Use Chicote de Vinha! – eu ordenei.
Dois chicotes de vinha saíram dos ombros de Bellsprout e foram na direção de Pidgey, mas o Pokémon Passarinho usou o ataque Rajada, fazendo com que as vinhas do meu Pokémon fossem na direção dele. Os chicotes então começaram a encolher, até que desapareceram antes que Bellsprout fosse atingido.

- Use Chicote de Vinha pelos lados! – eu falei.
Dois chicotes de vinha saíram novamente dos ombros de Bellsprout e foram na direção de Pidgey, pelos lados, atingindo-o várias vezes e deixando-o fora de combate.
Então eu peguei uma Pokébola vazia na mochila e a lancei no Pokémon Passarinho. Quando o apetrecho bateu no Pidgey, uma luz vermelha surgiu e o Pokémon Passarinho entrou na Pokébola. O apetrecho balançou um, duas, três e depois ficou parada e liberou um brilho.



Eu fui até a Pokébola e a peguei, depois fiquei olhando meu novo Pokémon sentado e me olhando com um sorriso. Então eu meu virei para Bellsprout e falei para ele:
- Nós capturamos um Pidgey!
- Bellsprout! – disse ele sorrindo.
De repente meu Pokédex começou a apitar, eu o peguei no bolso e ele falou:


--> Bellsprout está no Lv. 4.

O apetrecho desligou e eu falei:
- Será que tem como desativar a atualização de Lv?!
Um segundo depois de eu falar isso, o Pokédex falou:

--> Atualização de Lv desativada.

O apetrecho desligou e eu guardei-o, então vi meu Pokémon caído no chão muito cansado. Coloquei minha mochila no chão, peguei a Pokébola de Bellsprout, apontei para ele e falei:
- Volte...
O apetrecho se abriu, uma luz vermelha cobriu Bellsprout e ele desapareceu, a Pokébola se fechou e eu consegui ver meu Pokémon dormindo dentro do apetrecho, depois o guardei na mochila junto com a Pokébola de Pidgey, coloquei a bolsa nas costas e comecei a caminhar pela Rota 001 indo para Viridian City.

CONTINUA...
avatar
~Yui
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/03/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 4 - Duas novas companheiras de viajem

Mensagem por ~Yui em Ter 1 Maio 2012 - 14:18

Capítulo 4
Duas novas companheiras de viajem


Após duas horas de caminhada eu cheguei a Viridian City, uma cidade não muito grande. Havia algumas poucas casas, um Pokémart, onde eu poderia comprar objetos para a minha jornada que iam de mapas até pedras evolutivas, também havia uma Pokécenter, onde os treinadores poderiam cuidar de seus Pokémons e descansar, e ao lado da cidade existia um grande lago.
Assim que cheguei fui direto para o Pokécenter, uma construção grande, onde por fora as paredes eram brancas, havia uma porta de vidro quo abria automaticamente, muitas janelas de vidro e uma grande pokébola em cima com um grande P.



Quando entrei vi um balcão, onde atrás havia uma mulher com Pokémon redondo e rosa ao lado, duas escadas, um mapa de Kanto, um telefone, uma televisão, um tapete na entrada e vários bancos. Também havia uma estante com vários livros sobre Pokémon a venda e um vaso com uma pequena árvore.
A mulher tinha uma camiseta branca e uma saia branca, ela usava uma aventar por cima da roupa e um sapato branco. Ela tinha uma pele clara, olhos azuis e cabelo rosa, ela também usava um chapéu branco com um mais desenhado na cor azul.
O Pokémon ao lado da mulher era redondo e rosa, ele tinha 3 “franjas” em cada lado do rosto, olhos azuis e uma ovo que ele guardava no meio da barriga, pelo visto era uma Chansey.
Eu fui até ela e a mulher falou com um sorriso no rosto:

- Olá! Eu sou a Enfermeira Joy, como posso ajudá-la?
- Você poderia curar os meu Pokémons? – eu perguntei.
- Claro! É só me entregar as Pokébolas com os seus Pokémons dentro – a enfermeira explicou.
Eu coloquei a minha mochila no chão e a abri, depois peguei a Pokébola de Bellsprout e entreguei para a Enfermeira. Então me lembrei de Pidgey e peguei no bolso a Pokébola do Pokémon Mini Pássaro, depois entreguei para Joy, que colocu os apetrechos em uma bandeja e entregou para o Chansey ao seu lado. O Pokémon rosa pegou a bandeja e falou:

- Chansey!
Depois se virou, saiu do balcão e suabiu uma das escadas. Eu fui até a minha mochila, a fechei e coloquei nas costas, depois fui até os computadores.
Quando fiquei na frente daquele estranho computador percebi que era uma telefone. Ele era todo azul, a tela estava preta e havia uma telefone com fio pendurado ao lado. Eu o peguei e digitei o telefone de casa, depois coloquei a mochila no chão e me sentei na cadeira que havia na frente do telefone.
Alguns segundos depois minha mãe atendeu com uma pequeno Charmander no colo, o Pokémon Lagarto sorriu ao me ver e minha mãe também, então ela falou:

-Olá filha! Já chegou em Viridian?
- Sim mãe! – eu respondi sorrindo.
- Que Pokémon nasceu do ovo que o Profº Carvalho te deu? – perguntou ela colocando Charmander na Pokébola.
- Nasceu um belo Bellsprout! – eu falei.
- Que bom! Já capturou algum Pokémon? – minha mãe disse.
- Sim! Um Pidgey... Mas porque tiha um Charmander andando pela casa? – eu falei.
- O Profº Carvalho enviou o Charmander. Quer que eu mande para você? – ela pergunta.
- É claro! – eu respondi.
- Ótimo! Volte daqui a meia hora, eu vou entregar para o professor e ele irá mandar para você – minha mãe respondeu, depois disse: - Bom filha... Até mais!
- Tchau! – eu falei e desliguei telefone e no mesmo instante a tela ficou preta.
Então peguei minha mochila que estava no chão e fui até o balcão, onde estava a Enfermeira Joy, que assim que me viu disse:

- Aqui estão os seus Pokémon... Qual seu nome?
- Jessica. Jessica Heap – eu respondi recolhendo as Pokébolas dos meus Pokémons e colocando no bolso da mochila e depois a coloquei nas costas, então falei: - Muito obrigada. Até mais!
Então me virei e sai do local, era muito tranquilo, até que vi um cartaz. Estava escrito:

CLUBE DE BATALHAS!
BATALHE CONTRA OUTROS TREINADORES E GANHE EXPERIENCIA!
NA FRENTE DO GINÁSIO DE VIRIDIAN

Assim que terminei de ler o cartaz comecei a procurar o ginásio de Viridian, que eu nem sabia que existia. Após cinco minutos de caminhada eu cheguei ao local. O ginásio era enorme, havia duas portas de madeira, uma ao lado da outra, o telhado era marrom e as paredes uma amarelo bem fraquinho, também havia quatro janelas, uma em cada parede.
Mas o local estava vazio, não havia ninguém na frente do ginásio, até que eu vi dois cartazes colados nas duas portas de entrada. Um deles era o cartaz de anúncio do Clube de Batalhas e o outro era todo branco, só havia uma flecha vermelha virada para a outra porta (a porta da esquerda) com os dizeres:


CLUBE DE BATALHAS DENTRO DO GINÁSIO


Depois de ler, abri a porta da direita e entrei. O local era como no lado de fora, o telado marrom, as paredes um amarelo bem fraquinho e quatro janelas, uma em cada parede. Só havia duas diferenças. Havia um quadro com uma foto do rosto do líder do ginásio, que tinha um cabelo castanho escuro bem curto, olhos pretos e pele clara, Giovanni. Também havia uma televisão bem grande, que mostrava duas fotos e duas Pokébolas ao lado das fotos, uma das fotos era de Ane e outra era de uma garota que eu não conhecia.
As Pokébolas ao lado das fotos significava que as duas treinadoras tinham dois Pokémon e cada uma tinha um Pokémon fora de combate, já que cada uma tinha uma Pokébola com um “X” em cima.
No local havia uns trinta treiadores e treinadoras em volta de um grande campo de batalha, que eu me aproximei e vi Ane.
A garota estava com uma roupa diferente. Ela estava com o mesmo cabelo castanho solto, só que com uma chapéu branco com detalhes em vermelho, uma blusa azul com preta e uma saia vermelha. Ela também usava uma meia azul, um tênis branco com detalhes em vermelho e não usava mais o óculos escuro, também havia uma bolsa amarela jogada no chão ao seu lado.



A outra garota era bem parecida comigo, tinha pele clara, olhos azuis, cabelo curto castanho com um bandana vermelha no cabelo. Usava uma camiseta vermelha com preto e um short preto, uma meia preta e um tênis vermelho com detalhes brancos e amarelos. Também usava luvas pretas com detalhes brancos e uma bolsa amarela na cintura.


Ane estava usando um Pikachu na batalha e a outra garota também. A garota então falou:
- Acabe isso com o Ataque Rápido!
- Você também Pikachu! – disse Ane.
Os dois Pokémon começaram a correr em uma velocidade incrível, deixando uma luz branca para tráz em quanto corriam. Até que os dois atingiram um ao outro e ficaram fora de combate, o juíz (que eu não tinha percebido antes) levantou as duas bandeiras que tinha nas mão e falou:

- Os dois Pokémons estão fora de combate. É um empate!
Ane pegou a sua mochila caída no chão e depois as duas garotas saíram do campo e do ginásio com seus Pokémons correndo atrás delas, então eu fui atrás de Ane e gritei:
- Ane! Espera!
Ela se virou e eu fui até ela, ficando um metro de distância e falei:
- Oi! Você tem um belo Pikachu!
- Obrigada! – respondeu ela e o Pokémon subiu no ombro da garota.
- Quer vir em uma jornada junto comigo? Eu estou indo para Pewter desafiar o Líder de Ginásio! – eu disse.
- Vai ser legal! Eu também tenho que ir para Pewter.
Eu e Ane fomos na direção da Rota 002, na saída da cidade uma garota gritou:
- Ei!Esperem!
Aquela garota que batalhou com Ane tinha chamado, correu na nossa direção com um Pikachu atrás dela e falou para nós, quando se aproximou:
- Olá! Eu sou Rafaella e essa é Bella.
Bella (a Pikachu) pulou e ficou no ombro de sua treinadora, então falou sorrindo:
- Pika!
- Olá Bella! – eu disse.
- Oi! – falou Ane.
- Vocês estão indo para Pewter City? – perguntou a garota.
- Sim – eu respondi.
- Posso ir com vocês? – falou Rafaella.
- Claro! – disse eu e Ane juntas.
Então nós três e Bella saímos da cidade e fomos caminhando tranquilamente para Pewter City.

CONTINUA...
avatar
~Yui
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/03/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jessica Heap em Kanto

Mensagem por Chili em Qua 2 Maio 2012 - 14:53

É hora de saborear! Sua fanfic está realmente excelente, você devia colocar um link para sua fanfic na sua assinatura, mas só se você quiser patrocinar sua fanfic com mais praticidade, mas fica a seu critério claro... Bom como eu disse antes sua fanfic está excelente, gostei muito de como você descreve todos os fatos e acontecimentos em cada capítulo, isso dá um ardor de planta nova no jardim o que é bom, pois sempre que você inova algo, essa coisa vem melhor e muito mais intensa que nessa caso seria sua criatividade e descrição. O sabor da sua fanfic, está de lamber os dedos, cada capítulo seu tem gosto de um bom e enorme café da manhã com a família e amigos todos reunidos, sua fanfic está com ardores e sabores excepcionais.
Irei acompanhar sua fanfic de pertinho e vou tentar espalhar a notícia também. Espero o próximo capítulo.

>>Fui o primeiro a comentar de novo<<
avatar
Chili
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 30/04/2012

Frase pessoal : O que você quer dizer com isso?


Ver perfil do usuário http://rebelstation.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jessica Heap em Kanto

Mensagem por ~Yui em Qua 2 Maio 2012 - 19:34

Aqui está mais um capítulo da minha Fanfic, mas antes vou responder o comentário postado por Chili.

Spoiler:
É hora de saborear! Sua fanfic está realmente excelente, você devia colocar um link para sua fanfic na sua assinatura, mas só se você quiser patrocinar sua fanfic com mais praticidade, mas fica a seu critério claro... Bom como eu disse antes sua fanfic está excelente, gostei muito de como você descreve todos os fatos e acontecimentos em cada capítulo, isso dá um ardor de planta nova no jardim o que é bom, pois sempre que você inova algo, essa coisa vem melhor e muito mais intensa que nessa caso seria sua criatividade e descrição. O sabor da sua fanfic, está de lamber os dedos, cada capítulo seu tem gosto de um bom e enorme café da manhã com a família e amigos todos reunidos, sua fanfic está com ardores e sabores excepcionais.
Irei acompanhar sua fanfic de pertinho e vou tentar espalhar a notícia também. Espero o próximo capítulo.
Obrigada por ler e também obrigada pelos elogios. Obrigada pela dica! Vou colocar o link da minha Fanfic na minha assinatura. Espero que goste do capítulo 5!

Capítulo 5
O Onix e o Eevee


Eu, Ane, Rafaella e Bella saímos da cidade e fomos caminhando tranquilamente para Pewter City.
Após longos dez minutos, Rafaella interrompe o silêncio:

- Então Jessica. Qual o seu sobrenome?
- Heap – eu respondi.
Assim que falei, quem fez a pergunta parou e começou a remexer sua mochila vermelha (não percebida por mim antes) e tirou uma Pokébola. Dentro dela podia-se ver um pequeno Charmander confuso.
Rafaella foi até mim e me entregou o apetrecho falando:

- Antes de eu encontrar vocês eu fui no Centro Pokémon e a Enfermeira Joy pediu para eu entregar para você.
Eu peguei a Pokébola e a lancei. Ainda no ar o apetrecho se abriu, uma luz branca surgiu e dela saiu um Charmander. A Pokébola se fechou e caiu na minha mão, depois eu guardei-a na mochila.
- Char? – disse Charmander confuso, enquanto olhava fixamente para mim.
- Olá Charmander! Eu sou Jessica, sua nova treinadora! – eu falei.
- Char! – disse Charmander.
Eu olhei para o céu e depois olhei para Ane e disse:

- Que horas são?
Ane colocou sua mochila no chão, pegou dentro da bolsa uma relógio de pulso digital e colocou no pulso direito, por fim disse:
- Meio dia.
- Acho que está na hora do almoço! – eu disse.
Todas nós tiramos nossos Pokémons de suas Pokébolas e preparamos o almoço. Sanduíches para eu, Ane e Rafaella e comida Pokémon para os Pokémons. Rafaella tirou uma comida especial para sua Squirtle que só comia frutas, que comeu um pouco e correu na direção de uma árvore.
De repente dois gritos foram ouvidos:

- Onix!
- Vee!
Eram dois Pokémons! A primeira voz parecia estar com raiva e a outra com medo. Todas colocamos nossos Pokémons em suas Pokébolas (menos Bella) e corremos na direção das vozes.
Chegando lá vimos um enorme Onix, que era uma cobra feito de pedras, e também vimos um pequeno Eevee.
O Pokémon mais pequeno, o Eevee, estava muito assustado e de costas para uma árvore enquanto o Onix aproximava-se dele.
Eu peguei a Pokébola de Bellsprout e lancei-a enquanto corria na direção dos dois Pokémons, deixando minhas companheiras de jornada para trás. A Pokébola se abriu e dela apareceu um Bellsprout correndo, com seus chicotes de vinha pegou sua Pokébola e entregou para mim, depois eu guardei-a e disse:

- Use Chicote de Vinha para tirar o Eevee de lá!
Na mesma hora Bellsprout enrroscou seus chicotes de vinha no corpo de Eevee e me entregou o Pokémon. Eu parei de correr e coloquei o pequeno Pokémon no chão. O Eevee então começou a correr na direção de Rafaella, parou e ficou olhando a garota. Rafaella então pegou uma Pokébola e lançou-a em Eevee, o Pokémon entrou dentro do apetrecho e a Pokébola caiu no chão.
Algun segundos depois a Pokébola soltou um brilho, significando que o Eevee havia sido capturado.



Rafaella pegou a Pokébola no chão e um grito foi ouvido:
- Onix!
O Pokémon de pedra estava mais furioso que antes e começou a ir até nós. Eu peguei Bellsprout no colo e saí correndo, as outras garotas também começaram a correr. Cinco minutos depois Onix ainda estava atrás de nós e estavamos chegando na Floresta de Viridian.
Eu, Ane, Rafaella e Bella entramos na Floresta, mas o Onix continuou a nos perceguir. Alguns minutos depois quando conseguimos sair da Floresta de Viridian, avistamos a entrada de Pewter City. Até que eu parei de correr, coloquei Bellsprout no chão e disse:

- É hora de parar de fugir! Vamos batalhar!
- Você é louca? Vamos! – gritou Ane parando de correr e se virando para mim.
- Eu concordo com a Ane. Você é louca? Vamos de uma vez! – disse Rafaella parando.
Depois que minhas companheiras de viajem disseram isso Onix parou e olhou para o meu Pokémon e então atacou. O Pokémon Cobra de Pedra pegou um pedra no chão com a boca e lançou na direção de Bellsprout, que simplismente desviou. Então eu disse:

- Use Chicote de Vinha!
Dois chicotes de vinha saíram dos ombros do Pokémon Flor e se enrroscaram em Onix, impedindo-o de se mecher. Mas o Pokemon de pedra tentou se libertar, até que arrebentou os chicotes que foram encolhendo, até que sumiram.
- Vamos Jessica! Bellsprout não vai conseguir! – disse Ane e saiu correndo na direção da cidade.
- Eu vou trazer ajuda! – disse Rafaella e foi atrás de Ane.
- Ok! – eu falei sem tirar os olhos em Onix, que estava se preparando para mais um ataque.
O Pokémon Cobra de Pedra novamente pegou uma pedra com a boca e lançou-a em Bellsprout. Então eu tive uma idéia e falei:

- Use Chicote de Vinha para pegar a pedra!
Dois chicotes de vinha saíram dos ombros de Bellsprout e seguraram a pedra no ar, o pokémon Flor estava fazendo muita força e não aguentaria por muito tempo. Então eu disse:
- Lance a pedra no Onix com toda a sua força!
A pedra que antes estava no ar foi lançada no Pokémon adversário, atingindo-o e deixando-o fora de combate. Até que a Policial Jane, a Enfermeira Joy, Rafaella, Ane e Bella chegaram.
A policial tinha pele clara, olhos pretos e um chapéu azul na cabeça. O cabelo dela era comprido e verde escuro, ela prendia o cabelo e usava uma camiseta azul com um casaco azul, com mangas vermelhas e uma faixa preta. Ela também usava uma saia azul, um sapato de salto preto e luvas brancas.
Assim que viu o Onix fugindo para a floresta e meu Bellsprout caído no chão perguntou:

- O que houve aqui? E por que tem um Bellsprout caído?
- Bellsprout caído? – eu perguntei.
Olhei para Bellsprout e vi que ele estava caída, fui até ele e perguntei para a Enfermeira Joy:
- Enfermeira Joy! Você pode ajudar?
- É claro! – disse Joy pegando uma Potion e borrifando no meu Pokémon, deixando-o muito melhor.
O Pokémon Flor se levantou e sorriu, feliz pela vitória.

- Você foi muito bem Bellsprout! – eu disse.
Então peguei a Pokébola dele e o retornei, entao guardei o apetrecho e me levantei, dizendo:

- Muito obrigada! Acho que vou indo, vamos?
- Claro! – disse Rafaella.
Nós três fomos seguindo para a cidade.

[Pika! – diz Bella reclamando. - Ok! – eu respondi]
Eu, Rafaella, Ane e Bella seguimos nosso caminho, entrando em Pewter City.

CONTINUA...

Legenda:
A parte que tem uma frase dentro desse sinal: [], é um frase como se eu estivesse gravando as falas e narrações em um gravador e a Bella (Pikachu) tivesse falado quando o gravador estava ligado.
avatar
~Yui
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/03/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jessica Heap em Kanto

Mensagem por Chili em Qua 2 Maio 2012 - 21:30

É hora de saborear! O novo capítulo foi excelente como todos os outros capítulos postados aqui antes, mas este embora seja mais curto, conseguiu me mostrar uma boa variedade de sabores e ardores, seu novo capítulo me cheirou no inicio como coisa nova, durante o decorrer do capítulo consegui sentir novamente o ardor de descrição e organização no ar que preenche cada palavra da sua fanfic, o que posso dizer é que seu novo capítulo tem um cheiro de frutas selvagens e frescas, você conseguiu tirar o sabor e o ardor da natureza e colocar nesse novo capítulo, adorei o fato de Rafaella ter capturado um Eevee, embora foi muito simples e rápida a captura, mas eu entendo que o Eevee estava assustado e que isso foi realmente para salvá-lo do Onix e além disso esse fator foi escondido pela sua originalidade e descritividade. Vou te dar um 10,0 novamente!
avatar
Chili
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 30/04/2012

Frase pessoal : O que você quer dizer com isso?


Ver perfil do usuário http://rebelstation.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jessica Heap em Kanto

Mensagem por ~Yui em Qui 3 Maio 2012 - 19:40

Aqui está mais um capítulo da minha Fanfic, mas antes vou responder o comentário postado por Chili.

Spoiler:
É hora de saborear! O novo capítulo foi excelente como todos os outros capítulos postados aqui antes, mas este embora seja mais curto, conseguiu me mostrar uma boa variedade de sabores e ardores, seu novo capítulo me cheirou no inicio como coisa nova, durante o decorrer do capítulo consegui sentir novamente o ardor de descrição e organização no ar que preenche cada palavra da sua fanfic, o que posso dizer é que seu novo capítulo tem um cheiro de frutas selvagens e frescas, você conseguiu tirar o sabor e o ardor da natureza e colocar nesse novo capítulo, adorei o fato de Rafaella ter capturado um Eevee, embora foi muito simples e rápida a captura, mas eu entendo que o Eevee estava assustado e que isso foi realmente para salvá-lo do Onix e além disso esse fator foi escondido pela sua originalidade e descritividade. Vou te dar um 10,0 novamente!
Obrigada pelos elogios e como você disse a captura do Eevee foi rápida e simples porque ele estava com medo. Obrigada por ler e espero que gosto do capítulo 6.

Capítulo 6
A Equipe Rocket


Pewter City. Uma pequena cidade, com algumas poucas casas, um PokéMart, um PokéCenter, um múseo e um grande ginásio.
Após chegar lá, eu e minhas amigas fomos para o PokéCenter, recuperamos nossos Pokémons e fomos para o centro da cidade, chegando lá eu disse:

- Vou voltar para a Floresta de Viridian para treinar.
- Tudo bem! – disse Rafaella.
- Eu e a Rafaella combinamos de ir pra Rota 002 batalhar! Nos encontramos no PokéCenter ás 18h – disse Ane e depois ela e Rafaella, junto de Bella foram na direção da saída da cidade.
Tranquilamente, me dirigi para a saída do local, depois entrando na floresta. Assim que entrei no lugar, um grande Geodude aparece.

- Legal! Um Geodude! – eu falei.
Então peguei a Pokébola de Bellsprout e lancei-a. O apetrecho se abriu, uma luz branca apareceu e um pequeno Bellsprout surgiu na minha frente. O Pokémon Flor, com seus chicotes de vinha, pegou a Pokébola que havia saído e me entregou. Então guardei-a e depois falei apontando para uma árvore a alguns metros de distância:

- Use Chicote de Vinha para lançar Geodude contra aquela árvore!
Dois chicotes de vinha saíram dos ombros de Bellsprout e se enrroscaram no corpo de Geodude, que foi jogado a árvore que eu havia apontado, deixando-o fora de combate.
Eu então peguei meu Pokédex e apontei para o Pokémon que Bellsprout, havia derrotado. O apetrecho disse:


--> Geodude, um Pokémon Rocha. Muitos vivem por trilhas das montanhas e permanecem semi-enterrados, mantendo um olho em escaladores. Essa atitude faz com que sejam confundidos por pedras na maioria das vezes.

O Pokédex desligou e eu guardei-o, então ouvi um grito:

- Prout!
Comecei a procurar quem poderia ter gritado e vi que Bellsprout havia desaparecido, comecei a gritar:
- Bellsprout! Onde você está?
Até que um homem e uma mulher surgem do nada atrás de mim, eu me viro e vejo que o homem estava segurando uma sacola de pano que estava se mechendo como louca.
A mulher tinha uma camiseta preta com um “R” amarelo no meio, uma saia preta, luvas cinzas, botas cinzas e um cinto cinza com uma única Pokébola. A mulher também tinha pele clar, olhos pretos, cabelos curtos e rosa, também usava uma boina preta.
O homem usava a mesma roupa que a mulher, só que inves de saia ele usava uma calça.



Eu estava olhando eles, até que um gritou me fez acordar:
- Bellsprout!
Bellsprout? Eu pensei, então percebi, que aquelas pessoas havia roubado meu Pokémon.
- Vocês roubaram meu Pokémon! – eu gritei.
- É claro! Somos a Equipe Rocket! – disse o homem calmamente.
- E a Equipe Rocket rouba Pokémon fortes – completou a mulher.
- E o seu Bellsprout derrotou um Geodude com um só golpe e nós vimos sua batalha contra o Onix – falou o homem.
- Quem são vocês? – eu perguntei.
- Eu sou Daniel!
- Eu sou Carla!
- Devolvão meu Pokémon! – eu disse e lancei a Pokébola de Charmander.
- Você quer lutar? – disse Daniel.
- Sim! – eu gritei e Charmander se preparou para a batalha.
O homem entregou a sacola para sua parceira, Carla, e depois disse:

- Vai Jynx!
Daniel lançou uma Pokébola para cima e depois falou:
- Você terá a batalha! Acabe isso com Soco de Gelo Jynx!
- Evasiva e Scratch! – eu ordenei.
A mão esquerda do Pokémon do Rocket ficou coberta de gelo, ele foi correndo até o meu Pokémon e tentou atingi-lo, mas Charmander pulou para cima e ainda no ar sua mão direita começou a brilhar. Quando o Pokémon Lagarto pousou no chão, ele arranhou Jynx, fazendo-o recuar.

- Use Soco de Gelo de novo! – ordenou Daniel.
- Evasiva e depois Scratch! – eu ordenei novamente.
A mão esquerda de Jynx ficou coberta de gelo novamente, ele foi até Charmander, que estava com sua mão ainda brilhando, e tentou atingi-lo. O Pokémon Lagarto deu um passo para trás, desviando do ataque, depois pulou e arranhou seu adversário novamente. Então Charmander pousou no chão e foi correndo para ficar na minha frente.
Jynx estava caído no chão, mas se levantou e sem o comando de seu treinador usou o ataque Pó de Neve. Jynx começou a assoprar um vento forte e gelado em Charmander, que ficou congelado e paralizado, então o Pokémon do Rocket parou de assoprar e esperou a ordem de seu treinador, que disse:

- Acabe a batalha com o Soco de Gelo!
As duas mãos de Jynx ficaram cobertas de gelo, o Pokémon do Rocket correu até o meu Pokémon e atingiu-o com suas mãos. O gelo que estava cobrindo Charmander se quebrou e meu Pokémon caiu no chão, mas se levantou com muita dificuldade.
Quando o Pokémon Lagarto se levantou, ele abriu sua boca, e sem o meu comando, lançou um poderoso Lança Chamas, que deixou Jynx fora de combate.



Daniel retornou seu Pokémon para a Pokébola e depois lançou-a, dizendo:
- Libertar!
O apetrecho se abriu, uma luz azul apareceu e Jynx estava fora da Pokébola.
- Agora você está livre! – falou o Rocket.
Carla jogou para mim a bolsa, que Bellsprout estava e depois disse:

- Você venceu essa, mas nós voltaremos!
Os dois Rockets começaram a correr e depois de alguns segundos desapareceram entre as árvores.
Eu peguei a sacola que meu Pokémon estava e tirei-o dela, depois disse:

- Olá Bellsprout!
- Prout! – falou o Pokémon Flor, sorrindo.
- Char... Mander... – disse o Pokémon Lagarto, sentado no chão por causa do cansaço da batalha.
Eu retornei os meus dois Pokémons e depois fui até Jynx, então falei:

- Venha! Conheço alguém que vai gostar de você!
- Jynx! – disse o Pokémon com um sorriso no rosto.
Já estava escurecendo e eu e Jynx estavamos chegando no Centro Pokémon, até que avistei Rafaella, Bella e Ane. Eu e o Pokémon libertado pelo Rocket corremos até elas, então Ane falou:

- Onde você conseguiu esse Jynx?
- Eu explico depois e ele não é meu.
- Não?! – perguntaram juntas minhas companheiras de jornada.
- Não. Quem vai querer ficar com ele? – perguntei.
- Eu! – disse Ane, enquanto vasculhava sua bolsa procurando uma Pokébola.
Depois de encontrar uma Pokébola, minha companheira de jornada jogou o apetrecho em Jynx. O Pokémon entrou na Pokébola e ela não se mecheu, só lançou um brilho. Ane havia capturado Jynx.



Minha companheira de jornada pegou a Pokébola, onde seu novo companheiro estava e guardou-o. Depois eu, Ane, Rafaella e Bella entramos no Centro Pokémon e pedimos a chave de um quarto. A Enfermeira Joy nos entregou uma chave, nós subimos as escadas e fomos dormir em um do quartos no fim do corredor.

CONTINUA...
avatar
~Yui
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/03/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jessica Heap em Kanto

Mensagem por Light Caramel em Sex 11 Maio 2012 - 11:00

Muito boa sua fic!Gostei da ideia de colocar as narrações em negrito, e ficou muito bem feita mesmo!Você descreve muito bem, só não entendi lá no começo, as gravuras das personagens estão diferentes Look Back fora isso tá muito bem feito =D vou recomendar
avatar
Light Caramel
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 06/02/2012

Frase pessoal : 718 Pokémons.Sério que temos que pegar todos?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jessica Heap em Kanto

Mensagem por -Sandwich's em Sex 11 Maio 2012 - 20:28

Olá! Adorei sua fic, contexto, ortografia( mas algumas vezes faltam acentos).
Voltando aos capítulos, enfim. Que bom que Ane capturou Jynx(Rocket mau -q), a batalha de Charmander de Jessica VS. Jynx do Rocket,bem detalhada as lutas. Vou acompanhar, mas não estarei certo de comentários, apenas no meu tempo, ok?
Até!
avatar
-Sandwich's
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 30/03/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jessica Heap em Kanto

Mensagem por ~Yui em Sex 11 Maio 2012 - 21:25

Antes de postar o capítulo, vou responder aos comentários:

Spoiler:
@Light Caramel escreveu:Muito boa sua fic!Gostei da ideia de colocar as narrações em negrito, e ficou muito bem feita mesmo!Você descreve muito bem, só não entendi lá no começo, as gravuras das personagens estão diferentes Look Back fora isso tá muito bem feito =D vou recomendar
Oi Light Caramel! Obrigada por comentar e muito obrigada pelos elogios. Eu cliquei em Agradecer para ver o que era e o seu comentários ficou com uma cor diferente, então caso você leia algum capítulo e seu comentários esteja com uma cor diferente é por isso. Mais uma vez obrigada por comentar.

@-Sandwich's escreveu:Olá! Adorei sua fic, contexto, ortografia( mas algumas vezes faltam acentos).
Voltando aos capítulos, enfim. Que bom que Ane capturou Jynx(Rocket mau -q), a batalha de Charmander de Jessica VS. Jynx do Rocket,bem detalhada as lutas. Vou acompanhar, mas não estarei certo de comentários, apenas no meu tempo, ok?
Até!
Oi -Sandwich's! Obrigada por comentar e vou tentar melhorar a ortografia. É verdade, algumas vezes faltam acentos mas não é falta de revisão! Ás vezes eu reviso três vezes. Obrigada por acompanhar minha Fanfic e mesmo você não comentando sei que você está acompanhando. Comento quando puder, ok? Mais uma vez obrigada por comentar.
Até!

Aqui esta o capítulo! Espero que todos que estejam lendo gostem do capítulo e boa leitura.


Capítulo 7
O campeonato pela Insígnia Rocha!


O quarto onde haviamos dormido era bem grande. As paredes eram brancas e havia alguns quadros com fotos de alguns Pokémon, também tinha dois beliches e um armário de madeira. No quarto também tinha uma escrivaninha de madeira com um telefone, igual ao que tinha no andar de baixo, e alguns livros. Também havia três portas, uma dava para um corredor, outra para uma sacada e outro para um pequeno banheiro.
Ane havia ficado em um dos beliches na cama de cima e Rafaella na de baixo. Eu dormi no outro beliche, na cama de cima.
Assim que acordei me centei na cama, depois desci a escadinha, coloquei os chinelos e fui para o banheiro. No banheiro tomei um banho e coloquei a roupa de ontem, que havia sido lavada por alguém depois que eu e minhas amigas fomos dormir. Depois de colocar a roupa saí do banheiro e fui para o quarto, onde arrumei minha mochila e peguei minhas Pokébolas e guardei-as na bolsa. Assim que arrumei tudo, coloquei os tênis e saí do quarto, indo para o corredor. Depois atravessei o corredor e desci as escadas dando de cara com um Chansey. O Pokémon então falou:

- Chansey! Sey!
Chansey se virou e andou alguns metros, depois se virou para mim e fez um sinal para que eu o seguice. Eu segui o Pokémon e ele foi até o balcão, depois pegou um papel, todo dobrado, e me entregou.
Eu desdobri o bilhete e comecei a ler, estava escrito:


Jessica Heap,
Você deve ter recebido Charmander, que sua mãe me deu para enviá-lo. Espero que esteja cuidando muito bem dele.
Que bom que você está em Pewter City, a cidade onde você conseguirá a sua primeira insígnia. O primeiro ginásio é bem diferente dos outros ginásios, ele faz um torneio. O vencedor do torneio poderá batalhar com o líder d ginásio.

Boa sorte,
Profº Carvalho


Depois de ler o bilhete o dobrei e guardei na mochila, então falei para o Chansey ,que estava caminhando na direção das escadas:
- Obrigada Chansey!
Depois saí do Centro Pokémon e corri na direção do ginásio da cidade.
Alguns minutos depois eu encontrei um grande prédio, onde estava escrito Pewter Gym. Era um local todo feito de pedras com um caminho todo de pedras.


Eu me aproximei, abri a porta do ginásio e entrei no local.
O ginásio era todo feito de rochas. Um campo de batalha cheio de pedras, onde havia dois garotos batalhando.
Um deles tinha olhos castanhos, pele clara, cabelo preto bem curto e um olhar calmo. O garoto usava uma calça preta, uma blusa verde e um casaco preto. Ele estava comandando um Gloom, um Pokémon azul com uma flor estranha na cabeça.
O outro tinha pele clara, olhos verdes, cabelo preto e curto. O garoto usava uma calça branca, uma camiseta branca e um casaco preto, ele também usava um tênis branco. O garoto comandava um grande Onix.
O garoto que tinha o Onix deu seu último comando:

- Termine a batalha com Investida!
- Evasiva Gloom! – disse o outro garoto.
O Onix investiu contra seu adversário e atingiu-o com seu corpo, deixando- o fora de combate. O juíz então levantou uma bandeira vermelha e falou:

- Gloom está fora de combate, o vencer é Dan e Onix.
Os dois garotos retornaram seus Pokémons para as Pokébolas e depois saíram do campo de batalha. Dan subiu as escadas e foi para o segundo andar, onde poderia ver todo o local, o outro garoto saiu correndo do ginásio.
Eu fui até uma mesa e peguei uma ficha e uma caneta. Eu então preenchi o formulário com meu nome, idade e Pokémons, depois coloquei em uma caixa e a caneta coloquei devolta na mesa.
O juíz da batalha então foi até a caixa onde eu havia colocado a ficha e puxou dois formulários, e disse lendo o nome dois treinadores:

- Os próximos a batalharem são Rafaella e Jessica!
Eu fui até o campo de batalha e quando cheguei lá, vi minha companheira de jornada no outro lado do campo. O campo era bem diferente dos que eu já tinha visto, cheio de pedras.


O juíz foi para o seu lugar e avisou:

- Não é permitido usar pedras evolutivas na batalha, também não é permitido usar Potion’s.
- Ok! – eu e Rafaella dissemos, ao mesmo tempo.
- Quem vencer batalhará com Dan na final – continuou o juíz e então ele disse: - Lancem suas Pokébolas!
- Vai Squirtle! – disse Rafaella lançando uma Pokébola.
O apetrecho se abriu, ainda no ar, uma luz branca apareceu e um pequeno Squirtle surgiu. O Pokémon era muito parecido com uma tartaruga. Eu peguei meu Pokédex, o abri e depois apontei para Squirtle. O Pokédex então começeou a falar, com sua voz aletrônica de sempre.


--> Squirtle, um Pokémon Mini Tartaruga. Quando nasce, seu casco é mole, mas logo endurece. Cutucando com o dedo fará os pedaços de seu casco saltar. Ele entra dentro do casco quando se sente ameaçado. Squirtle é do tipo Água e evolui para Wartortle no Lv. 16, e depois para Blastoise no Lv. 36.

O apetrecho desligou e eu guardei, depois peguei a Pokébola de Bellsprout e lancei-a. O apetrecho se abriu, uma luz branca apareceu e um Pokémon parecido com uma planta surgiu. A Pokébola caiu no chão e eu corri para pegá-la, depois voltei para o meu lugar e guardei o apetrecho. Coloquei minha mochila no chão e depois falei:
- Quem começa a batalha?
- Rafaella irá começar batalha! Começem! – disse o juíz.
- Comece com Investida Squirtle! – ordenou Rafaella.
- Pare Squirtle com Chicote de Vinha! – eu falei.
Squirtle entrou dentro de seu casco e de algum jeito “voou” na direção do meu Pokémon. Dos ombros de Bellsprout saíram dois chicotes que foram até o Pokémon Mini Tartaruga e se enroscou no corpo do Pokémon, parando-o. Depois o Pokémon Flor lançou Squirtle na direção de algumas pedras.
O Pokémon Mini Tartaruga saiu de seu casco e bateu em algumas pedras com as costas. Rafaella então perguntou:

- Tudo bem Squirtle?
- Squir... Tle! – disse o Pokémon se levantando.
- Muito bem! Ataque com Investida! – ordenou minha adversária.
- Evasiva e Chicote de Vinha! – eu falei.
Squirtle entrou no seu casco e em uma velocidade incrivel, atingiu meu Pokémon com uma forte investida. Bellsprout ficou furioso, dois chicotes saíram do ombro dele e atingiu várias vezes o Pokémon de Rafaella, deixando-o fora de combate rapidamente.
Meu Pokédex, na mesma hora, começou a apitar. Eu fui até minha bolsa e tirei o Pokédex, que se abriu sozinho e começou a falar.


--> Bellsprout aprendeu o movimento Crescer. O movimento Crescer faz com que corpo do usuário cresça, aumentando o Status Ataque.

O apetrecho desligou e eu guardei-o, depois o juíz levantou uma das bandeiras e falou:
- Squirtle está fora de combate, os vencedores são Jessica e Bellsprout. Bellsprout e sua treinadora vão para a final!
Eu retornei Bellsprout para a Pokébola e guardei o apetrecho, depois peguei minha mochila e saí do campo, esperando a próxima batalha.

CONTINUA...


Espero que tenham gostado do capítulo!

Jessica Heap
avatar
~Yui
Membro
Membro

Feminino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/03/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jessica Heap em Kanto

Mensagem por -Sandwich's em Sab 12 Maio 2012 - 11:16

Oie! Ufa, deu para passar por aqui, sem mais delongas...
Hum, interessante este capítulo. Dan é o líder, e não Brock, certo? Vejamos, não teve erros de escrita, que bom que você progrediu!(Se teve eu não vi ou não me lembro)
Jessica possui chances boas e ruins contra o tipo Rocha. Pidgey e Charmander é o ruim e Bellsprout é bom. Vamos ver se vai ter bons resultados, o que aguardo.

Até!
avatar
-Sandwich's
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 30/03/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jessica Heap em Kanto

Mensagem por Light Caramel em Sab 12 Maio 2012 - 16:49

Muito bom esse capitulo !apesar de ser menor, foi muito prazeroso ler.Aposto que Bellsprout vai fazer esse Onix aprender Fly, certo?To ansioso pra ler o próximo capítulo, té mais!
avatar
Light Caramel
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 06/02/2012

Frase pessoal : 718 Pokémons.Sério que temos que pegar todos?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jessica Heap em Kanto

Mensagem por John Mark em Dom 13 Maio 2012 - 2:01

Jéssica, sua Fanfic está ótima, uma das melhores que eu já li (sem zuera). O único problema nela é que quando a Pokédex "fala", a imagem é muito grande. Tenta pegar uma imagem menor, ou um sprite Daqui, cujo site não consegui ripar...
avatar
John Mark
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/04/2012

Frase pessoal : "Torna-te quem tu és!"


Ver perfil do usuário http://reciclaveis.blog.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jessica Heap em Kanto

Mensagem por ~Jhonn em Sab 19 Maio 2012 - 0:31

menina nao sei oq dizer sua fan fict é otima eu amei ela é perfeita cara ta mt boa da vontade de nunca parar de ler.Menina vc é de ouro vc tem apenas 12 anos mais tem uma criatividade otima cara isso é perfeito eu quero que os outros episodios saiam imediatamente,so uma coisinha cuidado com os erros de portugues vlw,mais parabens vc é otima continua com seus episodios eim eu vo ler eu e o vigoroth adoramos né amigão




Done says:
Fan Fic inativa a mais de um mês, caso queira retomá-la, envie uma MP à um moderador da área.
avatar
~Jhonn
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 21/02/2012


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jessica Heap em Kanto

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum