Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

-Escalário-

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

-Escalário-

Mensagem por Time Waltz em Sab 3 Dez 2011 - 0:32

Escalário
A Biblioteca de Daguerreo


Observações e Notas do Autor:

study Eu sei que a introdução ta meio sem sentido, mas no decorrer da história tudo será explicado ;D (03/12/2011)
O prólogo não tem nada a ver com os primeiros capítulos por enquanto ^^. Novo cap adicionado. (24/12/2011)
Novo capítulo adicionado. Quem quiser saber como é um tonberry Clique Aqui. (25/12/2011)
Capítulo adicionado. Para ver o Garganto clique aqui. (28/12/2011)
Novo caítulo adicionado.Para ver o Pengie clique aqui. (06/01/2012)
Novo capítulo adicionado. Gil é o nome do dinheiro. E se quiser ver a runa clique aqui. ;D (18/01/2012)

Livro 1: Ar
-Introdução-
Há 700 milhões de anos atrás, em uma cidade pacata, vivia um mago jovem que nascera com um poder jamais visto. Ele era capaz de controlar tudo ao seu redor como o fogo, a água, a terra, o ar, as pessoas, os animais, os monstros, os objetos, a vida... Ele ficou conhecido como o Mago Deus, aquele que tinha o poder absoluto sobre tudo que existia, ele nunca fora derrotado até então...

200 anos se passaram, e o Mago Deus ainda reinava, ninguém nunca tirou-lhe o cargo. Um dia um mago qualquer o desafiou para uma batalha, quem ganhasse reinaria. Todos já estavam certos que o rei iria ganhar, pois nenhum poder era equivalente ao poder dele.
O rei já estava no campo do lado direito, o outro estava do lado esquerdo do campo. Um sino flutuante imenso tocou, isso era o sinal que a luta começou. O Mago Deus, invocou 4 titãs imensos sem nenhum esforço quase, e logo em seguida ordenou que seus monstros atacassem o adversário. O duelo praticamente já tinha um ganhador, era impossível defender o golpe de 4 titãs, porém, quando o titã se aproximou do inimigo, ele repentinamente morreu. Os outros 3 saltaram em direção ao inimigo mas tiveram o mesmo fim. O rei invocou cerca de 200 quimeras que cuspiam fogo. O inimigo levantou a mão e as 200 bestas morreram instantaneamente. A plateia e o rei ficaram perplexos. O rei perguntou que tipo de magia era aquela, em um tom de voz irritado e ao mesmo tempo amedrontado. O inimigo levantou a cabeça e falou lentamente:

- É a magia que apaga a vida.
O inimigo era o lendário mago das trevas, Caelos. Citado em vários livros como aquele que destrói tudo que encontrar.
O rei estava completamente pálido e trêmulo, ele fechou os olhos, ergueu uma mão, e disse:
- Lorde Bélico, emprestai-me toda sua força, funda-se com minha alma, e liberais seu ilustre poder.
Assim que terminou de recitar essas palavras, correntes brancas despencaram dos céus, amarrando Caelos e o rei, envolvendo-os em energia branca. Caelos gritava e tentava se soltar em pleno pânico. O rei falou calmamente:

- Você será selado junto à mim agora. Nossas existências sumirão para sempre.
As correntes começaram a liberar uma quantidade abissal de energia até queimar o corpo e alma do rei e do mago das trevas. Banindo-os do mundo para sempre.


Última edição por Time Waltz em Qua 18 Jan 2012 - 3:45, editado 10 vez(es)
avatar
Time Waltz
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/09/2011

Frase pessoal : The Mechanized Menace


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por Umbreon_NICE em Seg 5 Dez 2011 - 13:06

Nossa cara, tem tudo para ser uma das melhores fics da área, se não for. E não ficou muito confuso não, por sua causa vou fazer um Wallpost(ou tentar), porque essa fic está deveras muito boa. Então, gostei bastante do enredo, essa coisa de magia, bem Caverna Do Dragão. O modo que descreveu o final, quando o Rei se lacrou com o Caelos foi bem profundo, eu gostei.
Você tem bom uso das palavras, "abissal", "trêmulo"... e achei o Caelos muito fod., matou duzentas quimeras de uma só vez, o cara é deveras muito fod.
Não use números nas fics, exceto em alguma descrição específica ou no título, os escreva por extenso, não precisa treinar mais para descrição e narração, o que faz é o bastante para atrair a leitura. Good Job.
avatar
Umbreon_NICE
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/07/2010

Frase pessoal : COMUNISMO ANTI SOCIAL


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por cfox em Qui 8 Dez 2011 - 14:08

Wtf, 700 bilhões de anos atrás? A Fic deve ser em outro universo, porque este nem existia há 700 bilhões de anos.
Enfim, a Fic está muito boa cara. Uma coisa que você podia fazer para melhorar é dizer quem está falando e o que está sentindo nos diálogos. Exemplo:

- Você será selado junto à mim agora. Nossas existências sumirão para sempre. - Disse o rei, em parte feliz por ter salvo seu reino, mas um tanto triste por ter que morrer. Mas ele estava fazendo isso pelo seu povo, estava fazendo isso por um bem maior.

Mas eu acho que você podia ter descrito mais a plateia, as quimeras, o estádio, os personagens, etc. Descrição nunca é demais, lembre-se disso. Como disse o Umbreon, o que você já está fazendo já atrai leitores, mas você sempre pode melhorar.
Espero o próximo :3
avatar
cfox
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 23/11/2010

Frase pessoal : mate imo mixup have been cunts throughout the fuck


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por Time Waltz em Sab 24 Dez 2011 - 3:50

~Umbrello escreveu:Nossa cara, tem tudo para ser uma das melhores fics da área, se não for. E não ficou muito confuso não, por sua causa vou fazer um Wallpost(ou tentar), porque essa fic está deveras muito boa. Então, gostei bastante do enredo, essa coisa de magia, bem Caverna Do Dragão. O modo que descreveu o final, quando o Rei se lacrou com o Caelos foi bem profundo, eu gostei.
Você tem bom uso das palavras, "abissal", "trêmulo"... e achei o Caelos muito fod., matou duzentas quimeras de uma só vez, o cara é deveras muito fod.
Não use números nas fics, exceto em alguma descrição específica ou no título, os escreva por extenso, não precisa treinar mais para descrição e narração, o que faz é o bastante para atrair a leitura. Good Job.

Muito obrigado isso me motivou muito ^____^
Espero que eu consiga te surpreender no decorrer da história

~Fox escreveu:Wtf, 700 bilhões de anos atrás? A Fic deve ser em outro universo, porque este nem existia há 700 bilhões de anos.
Enfim, a Fic está muito boa cara. Uma coisa que você podia fazer para melhorar é dizer quem está falando e o que está sentindo nos diálogos. Exemplo:

- Você será selado junto à mim agora. Nossas existências sumirão para sempre. - Disse o rei, em parte feliz por ter salvo seu reino, mas um tanto triste por ter que morrer. Mas ele estava fazendo isso pelo seu povo, estava fazendo isso por um bem maior.

Mas eu acho que você podia ter descrito mais a plateia, as quimeras, o estádio, os personagens, etc. Descrição nunca é demais, lembre-se disso. Como disse o Umbreon, o que você já está fazendo já atrai leitores, mas você sempre pode melhorar.
Espero o próximo :3

Obrigado pelo seu comentário, é que eu taca com medo de ficar muito grande, por isso eu não detalhei tanto. ^^

Aqui vai o próximo capítulo:

Livro 1: Ar
-Capítulo 2-
Cristalize!

Em um corredor extenso caminhavam duas pessoas. Um deles tinha uma aparência mais velha e erudita, o outro, garoto de cabelos azuis escuro. Os dois andavam em direção à luz, onde dava para um grande palco cercado por uma plateia não tão grande. O garoto perguntara o que estava acontecendo e o que havia lá, o senhor disse para ele aguardar pois logo obteria respostas.

O caminho escuro, abria-se até chegar no palco. A plateia alucinada gritava enquanto aplaudiam. O senhor, que estava acompanhado pelo garoto, estendeu a mão e logo a plateia se calou. Ele disse em um tom gélido:
- Que a Cerimônia de Ascensão comece!

O velho ordenou ao garoto que se sentasse na cadeira que se encontrava no meio do palco, o garoto o obedeceu cegamente. Logo que sentara na cadeira, correntes brotaram do chão e o amarraram na cadeira o impossibilitando de fugir. O jovem, começou a tremer, mas mesmo assim não saiu nem uma mísera palavra de sua boca. O velho se aproximou do garoto e disse:
- Vamos começar. Queremos ver que tipo de poder você tem.

Doze esferas de cristal surgiram no alto do palco. Elas eram gigantes e emitiam um brilho fosco. O velho que estava regendo o ritual, invocou um cajado e logo em seguida o ergueu, fazendo as esferas brilharem. As mesmas, tinha cores diferentes que representavam cada elemento. Se uma das esferas se rachasse, indicando que a "oferenda" tinha o poder sobre aquele elemento.

O regente começou a recitar palavras incompreensíveis fazendo as esferas trepidarem. O brilho emitido por elas foram aumento continuamente até que as mesmas ameaçavam a rachar. Porém as esferas logo apagaram, e nenhuma delas tinha sequer um arranhão. A plateia indignada começou a vaiar alucinadamente. Não era possível o garoto não ter nenhum domínio sobre qualquer elemento. Ele seria apontado como lixo.

O sábio indignado olhou para o garoto com desprezo, e retirou uma espada curta de seu cinto. Ele a ergueu em gesto de que estava prestes a decapitar o pobre garoto. Ele olhou friamente e disse.
- Matá-lo-ei pelo seu fracasso desprezível.

Ele abaixou a espada com toda sua força, direto no pescoço do jovem que chorava em agonia. Ele sentiu os momentos da vida dele passando pelos seus olhos, até que seu coração foi tomado pela escuridão com a sensação de morte. Porém a espada se quebrara ao meio, e o pescoço do garoto estava coberto por uma camada de cristal. Ele olhou para o senhor e o mesmo se cristalizou instantaneamente formando uma estátua humana que logo se rachou e particionou deixando de existir.

A plateia furiosa, começou a atacar pedras no garoto até ele desmaiar, então o desamarraram da cadeira pegaram ele pelos pés e arrastaram-no até o desfiladeiro da cidade, e de lá o jogaram. Ele começou a rolar e rolar até desaparecer da vista dos cidadãos.

avatar
Time Waltz
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/09/2011

Frase pessoal : The Mechanized Menace


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por *Neku* em Dom 25 Dez 2011 - 13:31

Muito legal kra, sem erros de português e uma historia bem interessante, vou acompanhar ^^
avatar
*Neku*
Usuário Banido
Usuário Banido

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
6 / 106 / 10

Data de inscrição : 16/06/2011

Frase pessoal : Iniciando no GIMP, nubão ainda :D


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por Time Waltz em Dom 25 Dez 2011 - 15:27

@*Neku* escreveu:Muito legal kra, sem erros de português e uma historia bem interessante, vou acompanhar ^^

Neku *0*
Que bom que gostou, aqui vai o próximo cap. Tem o bixo que vc adora. XDDDD

Livro 1: Ar
-Capítulo 3-
Abandonados

- Ugh... Onde... Estou?

Um garoto de cabelos azuis, se levantava com dificuldade, pois estava muito ferido. Ele olhou ao ser redor e só avistou areia. Era um deserto. Ele colocou a mão na cabeça e e se perguntou:
- Onde eu estou?

Ele fechou os olhos, e logo se lembrou que fora rejeitado e espancado pela sua própia aldeia na qual foi criado. Uma forte dor no peito ele sentiu e se lembrou de que quase morrera. Ele começou a andar vagarosamente indo em direção ao nada. Fortes rajadas de vento e areia sopravam na triste e pesada caminhada do garoto. Conforme ele ia lembrando de tudo que acontecera, lagrimas escorreram do rosto pálido dele. Parecia que a cada passo, a tempestade de areia aumentava.

Já se passaram horas desde que o garoto começou a caminhada. Seus pés sagravam, ele respirava com dificuldade, até que por um milagre, ele encontrou uma caverna. Ela era toda cinza e não parecia ser muito profunda. Ele com esperança nos olhos, entrou para se abrigar. Ele se sentou, e começou a pensar sobre coisas randômicas, o que ia fazer, como ia viver, em que guilda entrar... Quando de repente ele avistou a sombre de uma criatura não muito grande, o garoto começou a caminhar lentamente para descobrir o que era aquilo. A criatura, tinha em torno de 40 centímetros, era verde e tinha um rabo de lagarto, ele estava usando uma túnica marrom com capuz, tinha os olhos amarelos profundo, era bípede e empunhava em suas mãos dois objetos. Um lampião e uma faca pequena, algo parecido com um bisturi. O garoto arregalou os olhos e começou a tremer. Aquela criatura, era um Tonberry, um monstro com o coração maligno que matava qualquer coisa que encontrasse. Tonberrys eram conhecidos pelos seus poderes arcanos abissais, era categorizado no grupo das Criaturas Profanas, aquelas que não tinha um feixe de luz sequer em sua alma. O garoto caiu pra trás, e ficou sem atitude para fazer algo. O tonberry se virou, e logo o menino percebeu as lagrimas que haviam naqueles olhos amarelos. A criatura olhou para ele e disse em uma voz fofa:
- Por favor, não tenha medo de mim. Eu não sou mau. Não quero machucar ninguém. Eu só peço que me ajude.

E então, o garoto engatinhando, chegou perto do pobre Tonberry, e abraçou-o e começou a chorar também. O pequeno monstro abraçou o garoto também, aliviando a dor que havia naqueles corações.
- Eu consigo sentir a dor no seu coração. Você foi abandonado, igual a mim. Não quero que você sinta toda essa dor.

Ali acabara de começar uma grande amizade. Já era de noite e os dois sentaram no meio de uma fogueira que já havia lá. Ela estava apagada, era velha e tinha pouca madeira. Provavelmente foi feita algum tempo atras, por alguém que passara por ali. O garoto disse para si mesmo se ele tinha algum jeito de acender a fogueira, pois estava muito frio. O tonberry ouviu, e tirou de dentro da túnica o seu lampião e magicamente ele acendeu, com uma chama forte e cheia de vigor. Uma chama que parecia inapagável. O lampião abriu uma espécie de portinha no vidro, e as chamas pularam para a fogueira, acendendo-a e logo em seguida, voltaram para o lampião deixando mesmo assim a fogueira acessa, parecia até que o fogo era vivo. O garoto fascinado perguntou como ele fez aquilo. O tonberry disse que qualquer um da raça dele conseguia fazer isso, até que do nada fez uma pergunta inusitada:

- Qual o seu nome?
O garoto olhou e respondeu:
- Meu nome? Meu nome é Allen. E o seu?
O Tonberry riu e falou:
- Que nome engraçado. Já eu não tenho nome...
O garoto pensativo disse:
- Bem... Você precisa de um nome... Como eu não sou bom em por nome, eu vou te chamar de Tonby. Pode ser?
Tonby aplaudiu demonstrando que tinha gostado muito.

O garoto olhou para o teto da caverna e começou a pensar novamente. Onde eu estou? Por que eu não fiquei com medo do Tonby? Quando a tempestade de areia vai passar? Em que guilda entrar? Como eu cristalizei o ancião? E o que foi aquilo? Por que ele quis me matar? Muitas perguntavas rodavam na cabeça de Allen, até que ele decidiu esquecer tudo, pois teria vida nova de agora em diante. Ele olhou para o Tonby, e o mesmo estava dormindo. Ele pegou a sua manta e o cobriu, para que não sentisse frio. O pobre Tonby, dormia tão serenamente, que era impossível imaginar aquilo matando pessoas inocentes... Até que ele caiu no sono...


Última edição por Time Waltz em Qui 29 Dez 2011 - 2:42, editado 1 vez(es)
avatar
Time Waltz
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/09/2011

Frase pessoal : The Mechanized Menace


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por cfox em Dom 25 Dez 2011 - 16:23

Waltz, essa sua Fic está muito boa.
Eu estou adorando cada frase dela, a história é ótima, a escrita é incrível, quase sem erros, com uma boa descrição, narração e tudo mais. Eu vejo alguns pequenos erros de digitação, mas eles não ofuscam o brilho da sua Fic. Foi mal por não ter comentado no último cap, eu estava meio sem tempo.
Eu espero muito ansiosamente o próximo cap :3333
avatar
cfox
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 23/11/2010

Frase pessoal : mate imo mixup have been cunts throughout the fuck


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por *Neku* em Dom 25 Dez 2011 - 17:06

Cada vez mais soda a fic, otra vez sem erros e agr tem o Tonby \o *-*
O vocabulario tbm ajuda bastante bem legal ler essas palavras diferentes ^^
Se vc parar essa fic eu juro que te mato :3
avatar
*Neku*
Usuário Banido
Usuário Banido

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
6 / 106 / 10

Data de inscrição : 16/06/2011

Frase pessoal : Iniciando no GIMP, nubão ainda :D


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por Time Waltz em Dom 25 Dez 2011 - 23:05

~Fox escreveu:Waltz, essa sua Fic está muito boa.
Eu estou adorando cada frase dela, a história é ótima, a escrita é incrível, quase sem erros, com uma boa descrição, narração e tudo mais. Eu vejo alguns pequenos erros de digitação, mas eles não ofuscam o brilho da sua Fic. Foi mal por não ter comentado no último cap, eu estava meio sem tempo.
Eu espero muito ansiosamente o próximo cap :3333
A cada comentário seu, eu fico ainda mais motivado pra fazer a fic. ^^

@*Neku* escreveu:Cada vez mais soda a fic, otra vez sem erros e agr tem o Tonby \o *-*
O vocabulario tbm ajuda bastante bem legal ler essas palavras diferentes ^^
Se vc parar essa fic eu juro que te mato :3
Pode deixar, eu não vou desistir tão fácil da fic. ^^
O Tonby... Hum... Tem tantas coisas a revelar sobre essa meiga criatura. XD

Bem... Aqui está o próximo capítulo. Ficou meio grandinho e.e

Livro 1: Ar
-Capítulo 4-
Um novo começo!

Já era manhã, e a tempestade de areia tinha passado. A fogueira tinha sido completamente consumida pelo fogo, so restara as cinzas. Allen estava enconstado na parede da caverna esperando o Tonby acordar. Ele olhou para fora, e viu que estava um lindo dia, perfeito para sse reestabelecer. Allen ouviu um bocejo. Era seu pequeno amigo se espriguiçando, e calmamente se levantando do chão depois de uma bela noite de sono. O animal olhou para ele, e levantou um largo sorriso no rosto, que o mesmo fez o garoto sorri também. Ele olhou para o Tonby e disse:
- Você vem comigo?
O tonberry estusiasmado respondeu:
- Sim, sim! Com toda certeza! Quando eu estava aqui na caverna, ví umas pessoas passando por esse estreito deserto. Algumas tinha um animal acompanhado.
- Ah! Sim, algumas pessoas adotam esses animais, e eles viajam juntos, batalham juntos. São inseparáveis.
- Então... Eu posso viajar com você, batalhar ao seu lado?
- Mas é claro! Por que não? Agora nós somos uma dupla esqueceu?
O tonberry pulava de alegria, e muito entusiasmado disse:
- Bem, então não vamos mais perder tempo, vamos procurar algo pra fazer.
- Olha... Eu estava pensando em entrar em uma guilda de magia... O que acha?
- Por mim tudo bem. Mas eu não posso aparecer em público, senão...
- Relaxa, eu já pensei nisso. Vou te levar em uma trouxa.
- Trouxa?
- Sim uma trouxa, relaxa se precisar de algo só dar um toque.

Então, Allen pegou o pano no qual fora amarrado e jogado pela sua vila, e fez uma espécie de trouxa. Tonby escalou ele, até chegar na área do pescoço e entrou dentro da trouxa. Ele até que se sentiu confortavél, alias não precisaria andar. Allen começou a andar em direção à saida da caverna, quando tropeçou em um objeto e caiu. Tonby assustado saiu de sua trouxa em um pulo. Allen olhou, e decidiu cavucar um pouco a terra. Era um objeto retângular, mas nao dava pra ver direito. Ele foi cavando mais e mais, até conseguir returar por completo o objeto. Era uma caixa que parecia ter sido feita a milhares de anos atrás, era bem rústica e tinha runas engravadas nela. Ele pegou, e decidiu abrir a caixa para ver o que tinha dentro. Um forte brilhou saiu da caixa, e começou a diminuir até que Allen e Tonby, pudessem ver o que tinha dentro. Os dois fizeram uma cara de espantoao mesmo tempo. Na caixa, tinha uma sacola com punhados de ouro, uma faca pequena, que tinha um tom tão cinza que parecia que se você tocasse você seria sugado, e um livro com de capa vermelha, e no meio tinha um cristal que emitia uma luz verde. Ele resolveu tirar o fundo da caixa para ver se tinha mais coisa. Assim que retirou o fundo ele encontrou um pergaminho, ele o desenrolou e começou a ler. "Somente aqueles com conexão espiritual poderão abrir essa caixa. Nela tem um pouco de ouro, uma faca forjada pelos espiritos bélicos, e o tesouro principal, o livro de Escalário. Ele contém as mais diversar magias, podendo adaptar-se totalmente ao modo de batalha do dono." Os dois se entreolharam, e decidiram abrir o livro. Uma forte rajada de vento soprou de dentro do livro, e então uma voz ressou. "Eu sou o espírito guardião desse livro. Fui designado a auxiliar e treinar aquele que me abrisse."
- Bem... Então quer dizer que você vai me treinar.
- Sim.
- Só que primeiro nós precisamos achar um floresta, e iremos no estabelelcer lá por um tempo. Pode ser?
- Sim.
- Então não vamos mais perder tempo.

Tonby ja logo entrou dentro de sua trouxa, ele até estava gostande de lá. O guardião voltou ao livro e se lacrou com correntes. Allen abriu a trouxa, e pediu ao seu parceiro, se podia deixar as coisas lá. Ele disse que sim e que não tinha problemas alias ele realmente estava gostando de ficar na trouxa. Allen ainda tinha muitas pergunta relacionadas ao tonberry, mas ia deixar para depois, afinal ele tinha um novo começo de sua vida!


Última edição por Time Waltz em Qui 29 Dez 2011 - 2:54, editado 3 vez(es)
avatar
Time Waltz
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/09/2011

Frase pessoal : The Mechanized Menace


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por cfox em Seg 26 Dez 2011 - 0:47

Essa FF está fantástica, os capítulos são lançados rapidamente, a narração é perfeita, a descrição, não muito grande, porém agradável e é feita de uma forma que torna a leitura muito interessante.
Não se preocupe, quanto maior o cap, melhor :3
Achei muito interessante essa recém-formada amizade entre Allen e Tonby, se tornando até companheiros de batalhas. O livro parece que será um artefato valioso.
Até o próximo o/
avatar
cfox
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 23/11/2010

Frase pessoal : mate imo mixup have been cunts throughout the fuck


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por p0wder em Seg 26 Dez 2011 - 20:24

O texto está sendo colocado de maneira inteligente e está escrito em uma forma agradável de se ler.
Ótima FIC, capítulos interessantes e que conseguem prender o leitor, sempre esperando a próxima parte.
Também cria um certo afeto entre leitor e personagem!

Realmente ótima a FIC, parabéns e POSTA LOGO O OUTRO CAPÍTULO! *-*
avatar
p0wder
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/12/2011

Frase pessoal : A persistência é o menor caminho do êxito


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por *Neku* em Seg 26 Dez 2011 - 22:45

Essa fic rula *0*
Continue sem erros de portugês e com essa historia MARÁ *0*

To loko pra ver como aqueles spoilers exclusivos vão se aplicar na historia *0* , gogogo!
avatar
*Neku*
Usuário Banido
Usuário Banido

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
6 / 106 / 10

Data de inscrição : 16/06/2011

Frase pessoal : Iniciando no GIMP, nubão ainda :D


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por Time Waltz em Qua 28 Dez 2011 - 3:11

Obrigado a todos pelos comentário. Vocês não tem idéia de como isso me motiva. ^^


Livro 1: Ar
-Capítulo 5-
Finalmente Chegamos!

- Bem... Já está tudo pronto, vamos em busca de uma floresta. Pois precisamos nos alimentar.
Allen, saiu da caverna. Ele olhara para ela com um ar de sorte. Ele olhou para frente, e começou a seguir seu caminho. Aliás nem tinha bem um caminho, era andar para frente, e ir andando sem parar até encontrar um lugar. O deserto estava mais calmo, não havia nele tempestades de areia como havia antes. Lá ainda estava o calor de sempre. Durante a "jornada" ele se deparou com algo inusitado. Um redemoinho, só que na areia. Ele foi ficando mais turbulento a cada segundo que passava, até que em um ímpeto, saiu uma criatura de lá. E pousou bem à frente deles. A criatura ficou parada encarando Allen. Tonby, saiu de sua trouxa, olhou para o bicho, e disse para seu parceiro.
- Olha que sorte. Isso é um Garganto. Um inseto voador gigante que serve de transporte para alguns. Se a gente puder hipnotizar ele...

Tonby pulou da trouxa, e caiu no chão. Ele limpou sua túnica marrom da areia, e tirou da mesma o seu lampião e sua faca. Ele começou a raspar a faca no lampião, fazendo um dos barulhos mais esquisitos já ouvidos por Allen. Até que então os ruídos foram se transformando em uma música. Uma melodia fina. Uma canção de ninar. As chamas do lampião começaram a tomar brilho e misteriosamente atravessaram o vidro e começaram a voar, como centenas de vagalumes se movendo ritmicamente. Eram aquelas coisinhas brilhantes que estavam fazendo a canção. O Garganto começou a ficar tonto, até que repentinamente a música parou. Os "vagalumes" rapidamente voltaram ao lampião, e a criatura estava completamente hipnotizada. Allen olhou para ele e disse:
- Como você fez isso?
- Magia Azul.
- O que é isso?
- Eu guardo a alma das criaturas derrotadas aqui, e eu posso usar a habilidades delas.
- Quantas criaturas você tem aí?
- Três. E eu posso usar três magias, cada uma de um monstro.
- Quais são as magias?
- Hipnose, Aero, Ater.
- Hipnose eu sei o que é. Mas o resto não.
- Aero é uma magia que me cria asas e eu posso voar. Ater, é uma onda negra. Magias básicas.
- Você pode voar?!
- Não nesse momento. Mas quando eu estiver de energia cheia, e tiver aprimorado a magia eu posso sim.
- Tudo bem. E agora o que a gente faz com esse Garganto?
- Monta nele e sai voando.

Allen estava realmente fascinado com o poder de seu amigo, mas infelizmente não havia tempo para mais perguntas, Tonby voltou para sua trouxa e disse que já podia montar na criatura. Apesar de não gostar da ideia, ele subiu em cima do Garganto, e deu para ver como aquele bicho realmente era. Ele era todo cinza, com um casco bem rígido cobrindo todo o corpo, e 4 pares de asas. De sua cabeça, saia duas antenas que chegavam até as costas. Perfeito para se usar como rédeas Allen então, puxou com força as antenas dele para ele acordar. O bicho em um ímpeto deu um salto e começou a voar. Allen quase morreu de susto, mas conseguiu se segurar pelas "rédeas". A viagem estava sendo enjoativa, mas finalmente ele avistou a floresta. Ele puxou as antenas, fazendo o Gargando simplesmente parar de bater as asas, e começar a cair em queda livre. Era muito assustador cair em queda livre. Mas assim que ele avistara o solo, Allen puxou as antenas, fazendo-o voltar a bater as asas, e se estabilizar, pousando logo em seguida. Allen desmontou da criatura o mais rápido o possível. Tonby saiu de sua trouxa, subiu no ombro do seu amigo, olhou para o Garganto e bateu uma palma somente, fazendo-o sair da hipnose. Ele se assustou e saiu voando. Allen olhou para Tonby e disse:
- Precisamos procurar por água e comida. Vamos juntos, tudo bem?
- Tudo!

E então, Allen e Tonby decidiram procurar por suprimentos. Pois no dia seguinte, iria começar seu treinamento para ele ingressar em uma guilda!


Última edição por Time Waltz em Qui 29 Dez 2011 - 3:00, editado 4 vez(es)
avatar
Time Waltz
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/09/2011

Frase pessoal : The Mechanized Menace


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por p0wder em Qua 28 Dez 2011 - 3:36

@Time Waltz escreveu:- Tudo bem. E agora o que a gente faz com esse Garganto?
- Monta nele e sai voando.

dhaudhauhdaudhaudhau!
Mantendo o ótimo nível de ortografia e organização! PARABÉNS!
Também continua com a qualidade incrível da história e das palavras...
Continue assim que tu vai longe, muito longe
avatar
p0wder
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/12/2011

Frase pessoal : A persistência é o menor caminho do êxito


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por cfox em Qua 28 Dez 2011 - 11:15

Eu não consigo achar palavras para descrever a fic, ela está praticamente perfeita *.*
As criaturas dela são muito interessantes, a história da fanfic e o universo em que ela se passa é incrível. Acho que o próximo cap será ainda melhor :333
A magia Aero do Tonby me lembrou Fairy Tail -Q
Até o próximo o/
avatar
cfox
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 23/11/2010

Frase pessoal : mate imo mixup have been cunts throughout the fuck


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por roberto13 em Qui 29 Dez 2011 - 3:05

Oi, tudo bem?

Os erros isolados já te apontei. Vou falar da virgula e o "e" que você usou varias vezes na fic.

,e se usa quando você quer enumerar sucessões como: Eu gosto de bolo, e refrigerante, e paçoca e suco. (não sou diabético, nem gordo haha)

Ou então quando há dois sujeitos realizando ações como: Maria pulou, e Paulo correu.

Você separou varias vezes o sujeito do resto da frase e sintaticamente isso ta errado.

Quanto ao conteúdo realmente me chamou a atenção, tanto que li todos o capítulos de uma vez só haha. Melhorando um pouco a gramatica, a fic ficará melhor ainda.

É isso!
avatar
roberto13
Membro
Membro

Masculino Idade : 26
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 17/09/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por Time Waltz em Sex 30 Dez 2011 - 18:13

@p0wder escreveu:
@Time Waltz escreveu:- Tudo bem. E agora o que a gente faz com esse Garganto?
- Monta nele e sai voando.

dhaudhauhdaudhaudhau!
Mantendo o ótimo nível de ortografia e organização! PARABÉNS!
Também continua com a qualidade incrível da história e das palavras...
Continue assim que tu vai longe, muito longe

Valeu cara! Você realmente vai se surpreender na metade da fic. *O*

~Fox escreveu:Eu não consigo achar palavras para descrever a fic, ela está praticamente perfeita *.*
As criaturas dela são muito interessantes, a história da fanfic e o universo em que ela se passa é incrível. Acho que o próximo cap será ainda melhor :333
A magia Aero do Tonby me lembrou Fairy Tail -Q
Até o próximo o/

Descobriram! O-O
Sim, eu me inspirei na magia Aeria usada pelo Happy. ^^
Obrigado pelo comment! =D

@roberto13 escreveu:Oi, tudo bem?

Os erros isolados já te apontei. Vou falar da virgula e o "e" que você usou varias vezes na fic.

,e se usa quando você quer enumerar sucessões como: Eu gosto de bolo, e refrigerante, e paçoca e suco. (não sou diabético, nem gordo haha)

Ou então quando há dois sujeitos realizando ações como: Maria pulou, e Paulo correu.

Você separou varias vezes o sujeito do resto da frase e sintaticamente isso ta errado.

Quanto ao conteúdo realmente me chamou a atenção, tanto que li todos o capítulos de uma vez só haha. Melhorando um pouco a gramatica, a fic ficará melhor ainda.

É isso!

Valeu! Todos os erros foram devidamente consertados ;D

O próximo cap!!

Livro 1: Ar
-Capítulo 6-
Descanso!

E então, Allen e Tonby decidiram procurar por suprimentos. Pois no dia seguinte, iria começar seu treinamento para ele ingressar em uma guilda!

Allen decidiu levar Tonby no cangote, e o mesmo adorou a idéia. Os dois foram procurar por comida e água. A floresta não parecia muito longa, eles andaram alguns metros, e encontraram uma clareira cercada de árvores cheias de frutos, também tinha um rio que cortara a floresta. Perfeito lugar para se alimentar. Tonby deu um pulo louco para provar de todas as frutas. Allen foi beber água, pois estava morrendo de sede e seu parceiro fez o mesmo. Depois disso os dois foram colher frutos. Porém alguns estavam em locais muito altos. Allen olhou para Tonby e disse:
- Como vamos pegar esses frutos.
- Você me lança até eles.
- Você está de sacanagem né?
- Hahaha! É... É mais fácil eu atirar minha faca.
- Erm... Ta...


Allen não gostou muito da idéia de atirar a faca no fruto, mas não tinham outra opção. Tonby deu um passo para trás, tirou sua faca da túnica, e atirou-a em direção ao fruto com toda sua força. A faca cortou o fruto ao meio, e então ela voltou em um efeito bumerangue em direção ao Allen. Ele olhou e em um ímpeto deu um passo para a esquerda e a faca passara bem ao lado dele e colidira em um aarbusto, por pouco não o acertou. Tonby olhou para Allen com uma cara de "foi mal eu errei"e então Allen olhou para o Tonby e disse:
- Venha aqui rapidinho.
- Ta!
- Vem, vem! Rápido!
- Pronto, o que foi?

E de surpresa, Allen agarrou Tonby pela cintura, o ergueu e disse, em um tom maléfico.
- Vamos ver se aquela idéia de te atirar contra a árvore funciona. Hehe...
- Não, acho que não pois a minha aerodinâmica não é boa, sabe? Não sou favorável para me ser lançado e...
- PREPARAR! APONTAR! FOGO!
- NÃO, ESPERA! NÃÃÃÃÃOOOO!
E então Allen jogou Tonby contra a árvore. Ele deu um grito e logo em seguida ele colidiu nos galhos da árvore, e lá ficou engastalhado.
- Me tira daqui! To preso...
Allen ia ajudar, mas ele foi mais rápido. Tonby estendeu a mão, e de um modo arcano, a faca retornou flutuando de onde havia colidido. E em um ligeiro movimento, ele cortou os galhos com a faca. Allen ficou boquiaberto, mas segundos depois se restabeleceu. Ele pediu à Tonby cortar as frutas e jogar lá de cima, e jogar para ele. Tonby então começou a cortar todas as frutas que não tinham espinhos, pois as que têm espinhos são venenosas. Allen já estava lotado de frutas, ele as colocou no chão e se voltou para o seu amigo e disse:
- Pula de onde você está que eu te seguro.
- Ok! Espera só um minuto.
- Hã?
Tonby pegou uma fruta, de umas mordidas e engoliu, restaurando bem pouco de sua energia espiritual. Ele tirou seu lampião e começou a balançá-lo. E "vaga-lumes" começaram a sair de dentro do lampião. Centenas e centenas de "vaga-lumes" o rodeavam, até que ele disse:
- Vento do Norte... Aero!
E então, todos os "pontos brilhantes" se uniram nas costas de Tonby, criando-lhe quatro asas, em forma de cruz. Ele deu um salto da árvore e começou e planou em direção ao seu amigo. Ele pousou e logo suas asas se fragmentaram. Allen fascinado disse que mais tarde vai perguntar algumas coisas para ele, e ele concordou.

Já era de noite, os dois fizeram uma fogueira e comeram todas as frutas que haviam colhido. Eles montaram uma barraca e decidiram dormir. Pois o dia de descanso deles tinha acabado.
avatar
Time Waltz
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/09/2011

Frase pessoal : The Mechanized Menace


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por Yoshiro em Sex 30 Dez 2011 - 18:22

Ficou muito legal msm, o capitulo mais engraçado até agr Very Happy
Aguardo o proximo Very Happy
avatar
Yoshiro
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/12/2011

Frase pessoal : hard-boiled


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por cfox em Sex 30 Dez 2011 - 18:40

*-*
A Fic fica cada vez melhor, e as habilidades do Tonby vão se mostrando. Queria que as do Allen tivessem aparecido também, mas o cap continuou muito bom.
Espero muito ansiosamente o próximo :3
avatar
cfox
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 23/11/2010

Frase pessoal : mate imo mixup have been cunts throughout the fuck


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por p0wder em Sab 31 Dez 2011 - 0:44

~Fox escreveu:*-*
A Fic fica cada vez melhor, e as habilidades do Tonby vão se mostrando. Queria que as do Allen tivessem aparecido também, mas o cap continuou muito bom.
Espero muito ansiosamente o próximo :3

Acho que as habilidades do Allen vão se mostrar de acordo com o treinamento dele pra entrar em uma guilda!

@Fic:
Quanto a Fic, como o Sakuraba disse, um dos capítulos mais engraçados! Só perde ainda (na minha opinião) para aquele trecho:
- E agora, o que a gente faz com esse Garganto?
- Monta nele e sai voando!

Então, a medida que as habilidades dos protagonistas se revelam, as possibilidades se multiplicam! Continua perfeito quanto ao enredo e tudo. Já estou doido para ver quando a Fic entrar um clímax, tenho certeza de que clímax vai ser ao nível da história, ou seja, PERFEITO!
avatar
p0wder
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/12/2011

Frase pessoal : A persistência é o menor caminho do êxito


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por MEMEMASTER420 em Qui 5 Jan 2012 - 12:47

E você hein, nem pra me dizer que tem uma fic tão boa você serve, tsc tsc
Cara, adorei a ideia de ter um Tonberry na fanfic, eu amo esses bichinhos, menos quando vou lutar contra eles, a Garnet nunca fica viva. E também, há guildas, vejo que você incrementou um pouco de magia, Fairy Tail e alguns monstros de Final Fantasy.
Gostei *u*
avatar
MEMEMASTER420
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
6 / 106 / 10

Data de inscrição : 30/04/2011

Frase pessoal : Aqui estou eu na toca do Rayquaza


Ver perfil do usuário http://leobueno.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por Malygos em Qui 5 Jan 2012 - 18:48

Bem, comentei com você pelo msn que estava a ler sua fanfic e você pediu que comentasse. Farei a minha análise completa de todos os capítulos já postados.

_________________________
Prólogo

Gostei da história, logo no começo pude avaliar um pouco do seu mode de escrita. Sua narração estava boa e continua porém descrição faltou muito na minha opinião.

Você alegou ficar apreensivo a descrever muito e fazer um prólogo muito grande... Sempre digo á todos que respondem isso. Escreva tudo o que você quer que aconteça naquele capitulo/prólogo, descreva da melhor maneira que conseguir, pois se isso acontecer quem o ler terá ainda maior admiração pela sua história e sentirá ainda mais o gosto pela leitura.

Em suma um prologo bom.

_____________________________
Capítulos

Descrição pode melhorar pois só narração deixa de desenvolver uma parte importante da fic. Espaçadas com o ENTER ficam á gosto do escritor, mas eu acho que garantem um ar mais limpo na obra.

Estou gostando de ver e realmente pude perceber traços semelhantes á outros animes, mas não sei se você se baseia neles. A magia Aero realmente veio de Happy e o guardião do livro me lembrou de Kerberos o gato guardião de Sakura Card Captors.

Enfim continue postando sua boa fic
avatar
Malygos
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 02/01/2012

Frase pessoal : I am Fighter Type ^


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por Time Waltz em Sex 6 Jan 2012 - 2:19

Sakuraba escreveu:Ficou muito legal msm, o capitulo mais engraçado até agr Very Happy
Aguardo o proximo Very Happy
YAY! Surpreenda-se, com seus spoiler exclusivos *-*

~Fox escreveu:*-*
A Fic fica cada vez melhor, e as habilidades do Tonby vão se mostrando. Queria que as do Allen tivessem aparecido também, mas o cap continuou muito bom.
Espero muito ansiosamente o próximo :3
As habilidades do Allen irão se mostrar no próximo cap. hehe... =D

@p0wder escreveu:
~Fox escreveu:*-*
A Fic fica cada vez melhor, e as habilidades do Tonby vão se mostrando. Queria que as do Allen tivessem aparecido também, mas o cap continuou muito bom.
Espero muito ansiosamente o próximo :3

Acho que as habilidades do Allen vão se mostrar de acordo com o treinamento dele pra entrar em uma guilda!

@Fic:
Quanto a Fic, como o Sakuraba disse, um dos capítulos mais engraçados! Só perde ainda (na minha opinião) para aquele trecho:
- E agora, o que a gente faz com esse Garganto?
- Monta nele e sai voando!

Então, a medida que as habilidades dos protagonistas se revelam, as possibilidades se multiplicam! Continua perfeito quanto ao enredo e tudo. Já estou doido para ver quando a Fic entrar um clímax, tenho certeza de que clímax vai ser ao nível da história, ou seja, PERFEITO!
O climáx acho que vai estar no livro 2. LOL. A parte do Gargganto eu nem tive o intuito de fazer rir, mas que bom que gostou =DD

LeoB escreveu:E você hein, nem pra me dizer que tem uma fic tão boa você serve, tsc tsc
Cara, adorei a ideia de ter um Tonberry na fanfic, eu amo esses bichinhos, menos quando vou lutar contra eles, a Garnet nunca fica viva. E também, há guildas, vejo que você incrementou um pouco de magia, Fairy Tail e alguns monstros de Final Fantasy.
Gostei *u*
Sorry, achei que você não gostasse de fics. e.e
FF tem uma boa participação na montagem da fic. =D

@Malygos escreveu:Bem, comentei com você pelo msn que estava a ler sua fanfic e você pediu que comentasse. Farei a minha análise completa de todos os capítulos já postados.

_________________________
Prólogo

Gostei da história, logo no começo pude avaliar um pouco do seu mode de escrita. Sua narração estava boa e continua porém descrição faltou muito na minha opinião.

Você alegou ficar apreensivo a descrever muito e fazer um prólogo muito grande... Sempre digo á todos que respondem isso. Escreva tudo o que você quer que aconteça naquele capitulo/prólogo, descreva da melhor maneira que conseguir, pois se isso acontecer quem o ler terá ainda maior admiração pela sua história e sentirá ainda mais o gosto pela leitura.

Em suma um prologo bom.

_____________________________
Capítulos

Descrição pode melhorar pois só narração deixa de desenvolver uma parte importante da fic. Espaçadas com o ENTER ficam á gosto do escritor, mas eu acho que garantem um ar mais limpo na obra.

Estou gostando de ver e realmente pude perceber traços semelhantes á outros animes, mas não sei se você se baseia neles. A magia Aero realmente veio de Happy e o guardião do livro me lembrou de Kerberos o gato guardião de Sakura Card Captors.

Enfim continue postando sua boa fic
O prólogo não tem muito nexo com o livro 1. Mas no livro 2 ou 3. <:
Guardião do livro, eu vou pegar a imagem dele de Atelier Iris 3. <<:

Obrigado a todos pelos comentários. =D
Aqui está o próximo cap. ^^

Livro 1: Ar
-Capítulo 7-
Batalha!

Já tinha amanhecido. Allen e Tonby já estavam fora da cabana, os dois foram colher uns frutos para o café da manhã, alias era um dia de treinamento. Os dois terminaram de comer, logo em seguida foram tomar banho no rio e então os dois já estavam prontos. Allen estava se aquecendo enquanto seu amigo pegava uma pedra grande para poder se sentar e assistir de perto o treinamento dele. De repente eles ouviram um barulho vindo da floresta, e avistaram a sombra de algo. Allen pegou uma pedra do solo, e atacou na direção da sombra. Aquilo saltou do arbusto que tava, e caiu bem em frente ao Allen. Ele conseguiu ver muito bem como era a criatura. Era uma raposa com pelos mais negros que obsidianas, suas garras então tinham uma cor de sangue. Seus dentes eram mais afiados do que uma lança e eram realmente muito grandes. Ele encarou a dupla por alguns segundos e então avançou.

A batalha tinha começado. Allen deu um pulo para a esquerda e Tonby para a direita, assim desviando do ataque, ele olhou para seu parceiro e disse:
- Deixe que eu cuide disso. Você por enquanto não tem habilidades.
- Quem disse que eu não tenho, antes de ser expulso do vilarejo, eu tive aulas de magia básica.
- Então, juntos nós vamos acabar com essa besta.

Allen foi para perto do rio, atraindo a atenção da raposa para ele. Ele esticou as mãos e “puxou” a água do rio, fazendo uma espécie de esfera e logo em seguida ele atirou contra o inimigo. A raposa deu um salto desviando completamente. Allen não se intimidou e continuou a atacar. Ele puxou mais água, formou lâminas com elas, e começou a atacar com passos rápidos e ritmados. Tonby chegou voando, e pousou entre Allen e a raposa. Ele tinha um plano. Ele sacou seu lampião para executar a Hipnose, porém a fera foi mais rápida. Ela saltou e parou no ar. Seus pelos vibravam, criando uma espécie de nébula. A besta estava toda cercada de energia negra, formando algo parecido com uma flor. Ela rugiu, fazendo com que a flor negra explodisse, espalhando pétalas para todo o lado. Porém não eram pétalas comuns. Eram afiadas e caiam na velocidade da chuva. Em um ímpeto, Tonby se jogou na frente de Allen, fazendo seu lampião brilhar em uma luz roxa.
- Ater – Disse Tonby em uma voz melancólica.
E então uma maré negra saíra de seu lampião, banindo toda a força das pétalas da raposa. Allen sem perder jogou uma porção de água para o céu, transformando-a em lanças de gelo, fazendo com que elas atingissem seu inimigo em cheio. A raposa negra caiu do céu e colidira no chão, perdendo então a sua vida.

Uma esfera branca que emitia uma aura da mesma cor saíra do corpo da raposa. E então, começou a vagar.
- O que é isso? – Perguntou Allen.
- É a alma dela. – Respondeu Tonby.
- Ah... Mas porque ela está vagando e não está subindo?
- Como?
- Os espíritos vão para o céu, certo?
- Alguns não conseguem ir para o céu, e ficam vagando. Porém nós tonberrys damos um lar a essa pobre alma.
- Então quer dizer que seu lampião é como se fosse um abrigo para as almas?
- Isso!
- Mas como você faz para abrigá-las?
- Assim.
Uma luz branca começou a emanar do lampião. Ela era bem serena e calorosa. A alma da raposa se sentiu atraída pela luz e então entrou no lampião.
- Pronto. Está segura agora. – Disse Tonby e um tom calmo olhando para o lampião.
- E agora? – Perguntou Allen.
- Agora o quê?
- O que você vai fazer com essa alma?
- É como se fosse uma troca de favores. Eu dou moradia para a alma, e de vez em quando ela me empresta sua habilidade.
- E que habilidade essa raposa tem?
- Desabrochar do Apocalipse. E então?
- Então o quê?
- Seu treinamento!
- Verdade!

Não percam o próximo capítulo. Allen vai aprender magias novas? O que é o Desabrochar do Apocalipse? Descubra no próximo capítulo: Treinamento!


Última edição por Time Waltz em Sex 6 Jan 2012 - 3:10, editado 1 vez(es)
avatar
Time Waltz
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/09/2011

Frase pessoal : The Mechanized Menace


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por Yoshiro em Sex 6 Jan 2012 - 2:27

Nuss, muito bom kra, descrição perfeita da batalha, da pra imaginar td direitinho, aguardo novos capitulos com msm qualidade Very Happy
avatar
Yoshiro
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/12/2011

Frase pessoal : hard-boiled


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por cfox em Sex 6 Jan 2012 - 3:19

o/
A Fic está ficando cada vez melhor, e você narrou bem a luta. Mas eu sinto falta de capítulos maiores, tente aumentá-los. Nesse capítulo aconteceu tão pouca coisa ;-;
Quanto maior o capítulo, melhor.
Bem, espero o próximo ansiosamente
Smile
avatar
cfox
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 23/11/2010

Frase pessoal : mate imo mixup have been cunts throughout the fuck


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: -Escalário-

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum