Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Kanto - A Região dos Mestres

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

O que acha da fanfic?

40% 40% 
[ 10 ]
24% 24% 
[ 6 ]
16% 16% 
[ 4 ]
8% 8% 
[ 2 ]
12% 12% 
[ 3 ]
 
Total dos votos : 25

Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Seg 14 Nov 2011 - 15:39

Well,nunca fiz uma fan fic nem algo parecido(redaçao da escola conta duvida )
Ja fiz ate o capitulo 3,me digam o q vcs acham pikachu
Tem uma coisa nessa fic q eu sempre quis q tivesse nos jogos,uma "fusao" dos golpes

___________________________________________________________________________________________

Kanto - A Região dos Mestres
Prólogo

Spoiler:
Liga Indigo,uma das Ligas Pokémon mais disputadas de todo o Planeta.Nos últimos anos teve muitos Campeões,os treinadores mais poderosos de Kanto e Johto.Esses treinadores são tão poderosos que controlam até mesmo a Elite 4.Seus últimos campões foram Blue,que posteriormente se tornou o Gym Leader de Viridian City;Red,o primeiro treinador a por um fim à Equpe Rocket, considerado por muitos o maior treinador da História de Kanto, e está isolado no Mt. Silver há 3 anos,sob rigoroso treinamento;Lance,o Mestre dos Dragões,líder da Elite 4 quando Red e Blue se tornaram Campeões;e Gold,o último Campeão,que pos um fim definitivo á Equipe Rocket,após derrotar Giovanni nas Tohjo Falls.

Muito tempo se passou,e muitas coisas acontecenram depois que Gold se tornou o Campeão da Liga Indigo.A Região de Unova se tornou mais conhecida em todo o Planeta,e Kanto e Johto perderam muita importância.


Capítulo 1 - Unova e Kanto
Spoiler:
Unova,7 anos depois de Giovanni ser derrotado por um mero treinador de 10 anos,Gold, e desfazer definitivamente a Equipe Rocket.

Um garoto em especial,Alfred,chama a atenção de todos por quem passa.Ele escolheu um Snivy como seu primeiro Pokémon e recebeu a Trio Badge após vencer Chili,Cilan e Cress ao mesmo tempo,usando apenas seu inicail do tipo Grama.

Mal imaginava ele que essa Badge se tornaria apenas um enfeite,pois sua família decidira se mudar para Kanto.Se ele quisesse participar de alguma Liga,teria de ser a Liga Indigo.

Kanto.Após 8 horas de viagem de avião,a família de Alfred finalmente chega na nova Região.Eles se mudam para Pallet Town,a pequena cidade onde nasceram 2 dos últimos 4 Campões da Liga Indigo.Lá eles conheceram a mãe de Red e descobriram que o Professor Oak,uma das maiores autoridades do Mundo Pokémon,havia falecido.Porém,o Laboratório não ficou vazio.A irmã de Blue,e neta do falecido professor,Daisy Oak,demonstrou grande paixão e conhecimento sobre Pokémon e assumui o Laboratório.

A mãe de Red contou à família de Alfred que o velório do amado professor foi a única ocasião em que Red voltou à Pallet,assim como a única ocasião em que ele encontrou seu rival,Blue,depois de ir ao Mt. Silver.

Alfred então decide ficar em Pallet por 1 mês,treinando com os Pokémon de Daisy.


Capítulo 2 - A Nova Jornada

Spoiler:
Alfred finalmente sai de Pallet.O jovem treinador de 13 anos passa peta Rota 1 e chega em Viridian City.Assim como em Unova,todos se surpreendiam com o poder de Alfred.

Viridian City.Alfred vai ao Pokémon Center para ter certeza que seu Snivy está em perfeito estado.Assim que sai do Pokémon Center,vai direto ao Gym de Viridian.Blue aceita seu desafio.Seria uma batalha em que cada treinador usaria 2 Pokémon.

- Sniny!
- Hmm...Um treinador de Unova.Isso pode ser interessante.Arcanine!
Alfred não esperava ver o lendário Arcanine de Blue,mas não desistiu.
- Snivy,Vine Whip!
Arcanine recebeu o ataque como se não fosse nada.
-Grr...Snivy!Leech Seed!
O Pokémon de fogo ficou preso na Leech Seed.Ele não conseguia se mover.
Blue riu do poder de Snivy e deu a ordem para o primeiroa ataque de Arcanine:
-Flame Wheel!
Arcanine criou uma roda flamejante e atacou a pequena cobra de grama,que habilidosamente desviou.
-Snivy!Hidden Power!
Esferas de energia atacaram o grande cão de fogo,que voou até a parede do Gym.Todos os espectadores se surpreenderam com o poder de Snivy.
- Você é um Gym Leader,não é?Você deveria saber que nunca se deve subestimar um treinador.
-É verdade,mas não esperava que um Pokémon do Tipo Grama tivesse um ataque tão eficaz contra meu Arcanine.
-Hehehehe...Eu treinei meu Snivy para seu Hidden Power ser do Tipo Terra,pensando em oponentes do Tipo Fogo.
-Muito bom...Não acho que conseguiria fazer melhor,mas meu Arcanine não vai perder!Arcanine!Use o Flamethrower e o Extemespeed!
Nem Alfred nem Snivy haviam visto uma ataque tão rápido quanto aquele.A cobra de grama voou para fora do Gym,assustando quem passava pelas ruas da cidade.O pequeno Pokémon conseguiu se levantar e ativou sua Habilidade,Overgrow.
-Snivy...,suspirou Alfred.Se você quer continuar!Leaf Storm!
Uma tempestade de folhas entrou com uma força surpreendente no Gym.
-Agora que você criou essa tempestade,use o Solarbeam!
Snivy concentrou todo seu poder em um único ponto e o liberou no meio do Leaf Storm.O raio de energia passou por entre as folhas e ganhou muito mais poder,derrotando o poderoso Arcanine.
-Inacreditável...,murmurava Blue.Como você derrotou meu Arcanine com um Snivy...?Não,minha pergunta deveria ser outra.Como você criou um ataque tão poderoso sendo tão jovem?Só quando fiz 15 anos eu consegui fazer uma combinação de ataques que funcionasse...
-Não sei.Essa é a primeira vez que fiz isso.Acho que foi o Overgrow.
O garoto olhou sorridente para seu Pokémon.O corajoso e pequeno Pokémon estava visivelente cansado.
-Eu desisto dessa batalha.-disse o desafiante.
-O quê?Você está em vantagem e desiste?
-Eu posso estar em vantagem,mas o Snivy está cansado,e eu não tenho nenhum outro Pokémon para usar.
O Gym Leader de 20 anos se surpreendeu.Por que o garoto aceitaria uma batalha de 2 Pokémon se só tinha 1?Essa coragem lhe lembrava Red...
-Vou embora então.
-Espere!Aqui.Essa é a Earth Badge.Você a mereceu.
-Não.Eu volto pra buscar essa Badge quando eu tiver mais Pokémon.Agora eu vou para Pewter City,seguir minha jornada.
Blue não entendia.Ele estava dando a Badge de um dos Gyms mais poderosos de Kanto a um treinador novato que só tinha 1 Pokémon,e esse treinador a estava recusando.Definitivamente lhe lembrava a coragem de Red.
-Tudo bem.Se é assim que você quer,eu guardo esta Badge pra quando você voltar.
-Obrigado.Logo eu vou voltar.Com mais Pokémon.Pokémon poderosos.E meu Snivy será invencível!
-Espero que seja verdade.Quanto mais poderoso meu oponente,melhor é a batalha.Nossa próxima batalha será uma Batalha Completa,6 contra 6.
-Pode ter certeza que não vou demorar.
Com essas palavras,Alfred e seu Snivy sairam do Gym e foram em direção ao Pokémon Center.No dia seguinte atravessariam a Viridian Forest.Precisavam estar preparados.


Capítulo 3 - Viridian Forest
Spoiler:
-Leaf Tornado!
Mais um treinador era derrotado por Alfred e seu Snivy,a caminho da Viridian Forest.
-Wow!Essa floresta é tão grande...Não imaginava que fosse assim...
O treinador de Unova e seu único Pokémon adentraram a floresta.Depois de 5 minutos andando,eles finalmente perceberam uma mivimentação em um arbusto.
-Snivy,prepare-se.
Um Charmander dourado saiu de dentro do arbusto liberando um poderoso Dragon Rage,que acertou Snivy em cheio.
-Snivy!
Ouvindo seu treinador,Snivy levanta-se e entra na batalha.
-Leaf Blade!
O Charmander bloqueou o ataque com um Fire Fang,e contra-atacou com um Flamethrower.
Alfred sabia que se o Overgrow se ativasse,ele teria que voltar correndo ao Pokémon Center,então ele tentou uma combinação de ataques,assim como havia feito contra o Arcanine de Blue.
-Snivy,use um Double Energy Ball!
Duas esferas verdes de energia sairam das mãos de Snivy,acertando a salamandra dourada,que voou de volta para os arbustos e não voltou.
-Você está bem?
Snivy concordou com a cabeça.
De volta à travessia da Viridian Forest,eles encontraram vários Pokémon do Tipo Inseto.Todos foram facilmente derrotados por Snivy,exceto um grupo de Beedrill,que deu um pouco mais de trabalho.
Estavam quase saindo da floresta quando viram raios e chamas saindo do meio das árvores.Correram para o local.
Era aquele mesmo Charmander dourado batalhando com um Pikachu,e estava ganhando.Snivy não queria ver uma floresta tão grande quanto aquela ser destruida,então separou os 2 com um Vine Whip.Ambos de debatiam nas vinhas de Snivy,que então usou o Solarbeam.Pikachu desmaiou,mas o Charmander queria continuar a batalha.A salamandra usou o Inferno.As árvores se incendiram.
-Snivy!Temos que fazer alguma coisa!
Tudo que o Snivy poderia fazer era tentar apagar o fogo com repetidos Vine Whips.
O Charmander viu o erforço de Snivy e resolveu ajudar.O Echoed Voice foi lentamente diminuindo as chamas em conjunto com os Vine Whips.Finalmente a floresta estava a salvo,e o Pikachu havia desaparecido.
Charmander e Snivy iniciaram uma nova batalha.Já eram quase rivais,e Alfred estava determinado a pegar o Pokémon do Tipo Fogo.
Um Leaf Blade se chocou com um Slash.Logo depois,Overheat e Leaf Strom,seguidos por Solarbeam e Flamethrower.Os dois então ativaram suas habilidades,Overgrow e Blaze.


Última edição por SuperPikachu em Qui 13 Set 2012 - 16:38, editado 20 vez(es)
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por Difanatico em Seg 14 Nov 2011 - 18:26

S.Pikachu. De inicio quando dei uma olhada falei iiihhh, mas fui lendo a sua fanfiction e achando legal apesar da precária organização. Um Sniovy poderoso ótima ideia.
Até o 2 Cap. Foi muito bom mesmo não tendo descrito nada e corrido bastante, mas quando veio o 3 Cap; Pensei. – Ele exagerou um pouco, mesmo o Snivy sendo poderoso. Não havia necessidade de agora aparecer um Charmander Shiny para o Alfred, poderia ter esperado um pouco e colocado ele mais para frente.

Sabe uma ideia que tenho é que os leitores gostam de ver o personagem e a fic evoluindo junto. Ninguém, talvez poucos acham que colocando deliberadamente ataques, lutas e Pokémons raros para os personagens pegarem até o Cap. 3 maneiro. Na minha opinião estraga a graça da Fanfic. Pense um pouco e venha devagar. Descrevendo, acompanhando o personagem.

Leia outras Fanfiction. A minha como exemplo. Também a outras. Muito boas aqui no fórum. Leia eles e tente usar como base. Não copiar caso entenda. Errado. Espero que entenda. Espero o próximo Cap.
avatar
Difanatico
Membro
Membro

Masculino Idade : 25
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 19/11/2010

Frase pessoal : Tento terminar, mas nem sempre consigo, mas sigo p


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Seg 14 Nov 2011 - 20:51

Seguindo o conselho do Difanatico eu vou postar os capítulos em posts diferentes

Segue o capítulo 4
Deem suas opiniões



Capítulo 4 - O Drama de Charmander

Os dois Pokémon se encararam por alguns segundos.Ambos se sentiam infinitamente mais poderosos.

Charmander atacou o outro Pokémon com o Fire Fang.Snivy usou o Leaf Tornado como um escudo e contra-atacou com um Vine Whip que fez Charmander rodar no ar.

-Snivy,finalize com o Leaf Blade!

Uma grande espada se formou na cauda do Pokémon de Unova e acertou o pescoço da salamandra,que começou a sangrar.O Blaze se desativou e o Pokémon liberou um grito ensurdecedor.

Alfred não sabia o que fazer.Nunca havia visto um Pokémon sangrando.Ele tentou pegar o Charmander para levá-lo ao Pokémon Center,mas ele lançava repetidos Flamethrowers.O garoto se lembrou de uma Hyper Potion que tinha em sua mochila.Snivy imobilizou o Charmander com o Vine Whip e Alfred aplicou a poção,mas o Pokémon não parou de sangrar.Logo ele liberou um Overheat e correu para o meio da floresta.

O jovem treinador procurou o Pokémon ferido por mais de meia hora,mas ele havia desaparecido.







Última edição por SuperPikachu em Qui 15 Dez 2011 - 15:48, editado 2 vez(es)
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por Difanatico em Seg 14 Nov 2011 - 21:30

S.Pikachu. Sabe cara vou escrevr algumas coisas que você poderia usar:

1- Aumente o tamanho da Fanfiction, não precisa ter 5-6 folhas, duas já tá de bom tamanho. Como fazer isso? Leia abaixo.
2- Comece a descrever os fatos com se você estivesse lá. Cada movimento, golpe, pensamente. Objetos, clima entendeu?
3- Organizar a fic também ajuda. Dê espaço entre os pontos. Vi que você não faz isso. Também use o enter se gostar.
4- Vi que você seguiu minha dica e colocou o Cap. em post diferente.
5- Erros não encontrei nenhum, ponto positivo.
6- Lembre qualidade, não quantidade. Eu tbm era assim e sei como nós ficamos ansiosos em postar novos capítulos, mas se controle.

Há história tá boa. Falta alguns itens que te falei acima. É tudo para te ajudar para melhorar sua Fanfiction eu também já recebi criticas assim e como isso melhorei. Absorva elas. Espero o próximo Cap. Não hoje por favor.
avatar
Difanatico
Membro
Membro

Masculino Idade : 25
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 19/11/2010

Frase pessoal : Tento terminar, mas nem sempre consigo, mas sigo p


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por Gus em Qua 16 Nov 2011 - 14:42

Peço que Difanatico e SuperPikachu Não fiquem conversando aqui, pois, não é uma sala de bate papo e sim uma fanfic. Se o flood continuar, terei que trancar o mesmo.
E SuperPikachu tiver dúvidas mande MP para o Difanatico e não ficar postando aqui como você fez.

Gus
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/07/2010


Ver perfil do usuário http://about.me/dantasgustavo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Qui 17 Nov 2011 - 1:03

Segue o Capítulo 5.Esse capítulo não está muito longo,é que sem ele a história não segue

PS:Não sei porque,mas quando eu crio o post os parágrafos ficam espaçados,mas depois esses espaços somem.Se souberem como resolver isso,por favor mandem uma MP.



Capítulo 5 - O Museu


Finalmente Alfred terminara a travessia da floresta.Pewter City. Ele sentia que receberia sua primeira Badge naquela cidade, mas antes, seu Snivy precisaria estar recuperado.Alfred o deixou no Pokémon Center e foi conhecer a cidade.

Foi direto ao Museu.Sabia que lá estudavam os fósseis de Pokémon, e ele havia recebido um fóssil da Professora Juniper, assim que deixou Unova. Poderia haver DNA de um Pokémon extinto naquele fóssil? Poderiam os cientistas do Museu revivê-lo? Ele adentrou o Museu para fazer tais perguntas.

-Não vou mentir para você, garoto. -dizia o principal cientista do local- Há 10 anos, Cinnabar Island era uma Ilha importante para a Região de Kanto, tinha até mesmo um Gym e um laboratório. Porém, 7 anos atrás, o vulcão da Ilha entrou em erupção e destruiu tudo. O Gym foi movido para as Seafoam Islands, e o laboratório, destruido. Um pouco da pesquisa sobre Pokémon Fóssil foi movida para o Pokémon Center da Ilha. Mas, há 4 anos, o vulcão entrou em erupção novamente, destruindo toda a pesquisa e matando o Gym Leader, que tentou recuperá-la. Poderíamos reviver o Pokémon de seu Fóssil, se houver DNA suficiente,mas levaria no mínimo uma semana.

O garoto então fez uma decisão : deixaria o fóssil com os cientistas e voltaria à Viridian Forest, para procurar por aquele Charmander dourado.

Ele foi ao Pokémon Center, pegou seu Snivy e voltou à floresta.Procuraria o Pokémon por 3 dias, e então voltaria a Pewter City.


Última edição por SuperPikachu em Qui 15 Dez 2011 - 15:48, editado 1 vez(es)
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por Difanatico em Qui 17 Nov 2011 - 10:41

A descrição melhorou muito em vista do que estava. Só o Cap. está pequeno. Fora isso ficou maneiro a ideia do fossil e tal. Ele voltar pra procurar o charmande. Expero o proximo CAp.
avatar
Difanatico
Membro
Membro

Masculino Idade : 25
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 19/11/2010

Frase pessoal : Tento terminar, mas nem sempre consigo, mas sigo p


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Dom 20 Nov 2011 - 11:56

Capítulo 6,opinem Very Happy





Capítulo 6 – De volta à floresta

Alfred e Snivy investigaram a floresta o dia inteiro, até que, quando já estava anoitecendo, eles avistaram um Noctowl. Um Pokémon coruja poderia fazer uma busca noturna, enquanto ele e Snivy fariam a busca diurna. Logo pegou uma Pokeball.

-Snivy,use o Leech Seed!

O Noctowl desviou com uma facilidade incrível, e contra-atacou com o Wing Attack. Snivy,recebeu o ataque e prendeu uma das asas da coruja com o Vine Whip.

-Snivy, joque-o na árvore!

A coruja foi lançada, mas demonstrou boa estabilidade no ar ao desviar da árvore. Em seguida,usou o Hypnosis.Snivy bloqueou o ataque psíquico com seu Leaf Tornado. Snivy já havia decidido como se defenderia da maioria dos ataques. Alfred se desconcentrou por um segundo para pensar em um nome para o movimento defensivo. Decidiu por Leaf Guard. Esse segundo pensativo foi o suficiente para Noctowl carregar o Sky Attack e liberá-lo em Snivy. Não havia outra opção. Eles deveriam usar a mesma combinação usada para derrotar o Arcanine de Blue.

-Snivy, Leaf Storm e depois Solarbeam!

Porém, a combinação falhou. O Solarbeam foi desfeito pelo Leaf Storm, que, por sua vez, só tinha metade do poder quando acertou o Noctowl.Porém, esse poder já foi suficiente para o Noctowl ficar paralisado por alguns instantes. Alfred viu uma chance:

-Snivy!Segure o Noctowl com o Vine Whip! Agora, lançe-o para o alto!

Snivy obedeceu a ordem.Finalmente Alfred poderia usar a Pokéball que pegara momentos atrás.Quando olhou para o Noctowl no ar, percebeu que já anoitecera. Lançou, finalmente a Pokéball. Ela chacoalhou algumas vezes. Apenas alguns momentos depois que ela parou, Alfred percebeu que havia capturado seu primeiro Pokémon na nova Região.

Ele e Snivy andaram alguns minutos até encontrarem um lago. Montaram sua barraca próxima de tal lago. Alfred chamou o Noctowl para fora e pediu-lhe que procurasse por um Charmander dourado. O Pokémon concordou e voou por entre as árvores.

Alfred e seu Pokémon,ambos nativos de Unova,estavam sozinhos novamente, olhando para a Lua cheia. Era a primeira vez que paravam para observar a Lua. Ela lhes deu esperança de que o Charmander poderia estar vivo.


Última edição por SuperPikachu em Qui 15 Dez 2011 - 15:47, editado 1 vez(es)
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por Difanatico em Seg 21 Nov 2011 - 12:55

S.P. Cara você melhorou muito.Tamnho do capítulo razoavel. Descrição boa. Organização muito boa e gostei da captura do Noctowl. Espero próximo Cap.
avatar
Difanatico
Membro
Membro

Masculino Idade : 25
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 19/11/2010

Frase pessoal : Tento terminar, mas nem sempre consigo, mas sigo p


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Qua 23 Nov 2011 - 14:13

Primeiramente quero agradecer todos que leem mina Fanfic(mesmo que não comentem).
Agora vou postar o capítulo 7,o capítulo mais longo até agora.
Espero que gostem e por favor,comentem Smile



Capítulo 7 – O Segundo Dia

Finalmente amanhecia. Alfred estava descansado e Noctowl havia voltado. Nenhum sinal do Charmander. Alfred continuou sua busca, e, após alguns minutos, encontrou uma abertura em uma árvore. Não sabia o que havia lá dentro, mas, se havia uma chance de encontrar o Charmander que quase matara, ele arriscaria.

Quando se aproximou, percebeu uma luz vindo de dentro do tronco oco. Essa luz poderia ser a chama de Charmander. Quando entrou na árvore, percebeu que era uma luz azul, vinda de um vórtex no lado direito do interior da árvore. Quando se preparou para tocar no vórtex, foi sugado por uma força misteriosa.

Alfred agora se via em um lugar com um brilho vermelho. Sentia muito calor. Então olhou à sua volta e percebeu que era Viridian Forest, em chamas.

-O que aconteceu?!Um minuto atrás tudo estava normal!

Ele então viu o Charmander, tentando escapar das chamas de Ho-Oh. A lenda viva tinha um olhar sombrio, como se não fosse ele mesmo. Alfred chamou Noctowl e ordenou um Hipnosis. Ho-Oh parou seus ataques, mas continuava acordado. Alfred tinha que salvar o Charmander.

-Snivy, pegue o Charmander com o Vine Whip!Depois coloque-o nas costas do Noctowl!

As ordens foram seguidas rigorosamente. O resgate foi perfeito. Alfred ordenou que Noctowl voasse para uma parte da floresta que não estivesse em chamas. A coruja obedeceu.

Alfred e Snivy estavam sozinhos com Ho-Oh. Não havia modo de derrotá-lo, com nenhuma combinação. Alfred tinha que fazer uma decisão : arriscar um ataque que poderia deixar Ho-Oh mais lento, ou correr enquanro ainda estava parado por causa do Hipnosis. Tomou uma decisão.

-Snivy!Solarbeam!!

O ataque foi a decisão certa. O lendário estava quase voltando a seus sentidos sombrios, mas o Solarbeam foi tão poderoso que o deixou confuso. Era a chance perfeita para escapar. Os dois desviavam por milímetros das árvores flamejantes, até encontrarem o lago onde dormiram na noite anterior.Ele estava completamente seco, e dentro dele estava o Noctowl com o Charmander dourado. Alfred e Snivy deceram o que agora era uma pequena cratera, e se esconderam em um dos cantos. Ninguém poderia vê-los ali.

Pelas duas horas que se esconderam, viram inúmeras vezes Ho-Oh e diversos Pokémon Dragão voarem por cima deles. Essa amedrontante experiência acabou quando uma garota saiu de dentro de um buraco do outro lado do que um dia foi um lago, junto a um Oshawott. Os dois conseguiram chamar Alfred e seus Pokémon, salvando-os.

Após todos entrarem no buraco, Alfred percebeu que era um lugar gigantesco. Dezenas de pessoas estavam lá. A garota começou a explicar a situação.

-Mesmo depois de treze anos, não sabemos muito sobre o que está acontecendo. As únicas coisas que sabemos são as seguintes : alguém está controlando todos os Pokémon mais fortes do Mundo, até mesmo Arceus; e essa floresta é um dos lugares mais irregulares do Planeta.

-Irregulares?

-Sim. Nessa floresta, portais para outras Dimensões e outros Tempos se abrem a cada minuto. Um deles pode se abrir aqui agora mesmo.

Alfred agora sabia como chegara lá, mas muitas coisas ainda lhe intrigavam.

-Que lugar é esse? Viridian Forest?

-Exatamente.-respondeu a gorata,e antes que Alfred pudesse fazer qualquer outra pegunta, ela o perguntou-De onde você é?

-Unova.

-Isso não interessa. Quero saber de que Tempo você é.

Ele imaginava como a garota sabia que ele era de outro Tempo,mas ele não sabia como dar uma referência. Talvez ele fosse de um Passado muito distante, e não conheciam-no, ou talvez fosse do Futuro, então não existiriam outras referências além de dizer “Futuro”. Poderia até mesmo ser de uma Dimensão paralela.

-Vou simplificar para você. Fazem vinte anos desde que um treinador chamado Gold se tornou o último Campeão da Liga Indigo. Talvez você o conheça.

-É. Já ouvi falar dele. Eu sou de sete anos depois do Gold ter se tornado o Campeão.

Finalmente o interrogatório chegara ao fim, então começaram uma conversa mais leve.

-Meu nome é Mya. Esses três Pokémon são seus? - a garota perguntou com um olhar fixo e misteriosamente esperançoso no Pokémon de Fogo.

-Não, eu tentei pegar o Charmander, mas acabei quase matando-o. -enquanto ele respondia, finalmente percebeu como ela era linda.Tinha belos olhos verdes e um longo cabelo castanho, e era um pouco mais baixa que ele.- Quando fui procurá-lo novamente, capturei o Noctowl. Aliás, neu nome é Alfred.

Assim que o garoto terminou, uma pessoa apareceu lentamente. Estava com um Alakazam. Alfred então percebeu que era simplesmente um Teleport, e não um portal que poderia mandá-lo de volta a seu Tempo. Quando voltou a prestar atenção no que ocorria no lugar só ouviu uma palavra do treinador do Alakazam:

-...Alfred...

Logo após essas palavras, o mensageiro morreu. Alfred finalmente percebeu que o recém-falecido estava muito ferido.

Após alguns minutos, Alakazam levou Mya e o corpo a outro lugar com o Teleport, e voltaram outros minutos depois.

-Levamos todos os mortos para um cemitério especial, em uma ilha distante, que só este Alakazam conhece. – falou Mya, assim que chegou no esconderijo. – Não nos surpreendemos mais quando alguém morre. Isso se tornou constante. Se você quiser, podemos cuidar do Charmander, assim você não tem que ver duas mortes em um dia.

-Por favor. Nunca me preocupei tanto com alguém como me preocupei com esse Charmander.

Mya chamou uma Blissey. A Pokémon levou o Pokémon dourado a uma outra sala. A garota continuou a falar :

-Caso você não saiba, existe uma profecia, que foi deixada por um Mew dez anos atrás,cerca de quatro meses antes do maldito que está controlando os Pokémon chegar ao poder do Mundo. “O Charmander dourado trará a pessoa que pode mudar o curso do Tempo.”

Alfred não acreditava no que ouviu. Será que seus pais decidirem se mudar para Kanto sem motivo algum, Snivy ter quase matado o Charmander, o pequeno Pokémon dourado ter fugido dele, o vulcão de Cinnabar, o fóssil da Professora Juniper, tudo era uma armação do Destino só para Alfred estar lá naquele momento?

-Aquele homem que acabou de morrer nos deu uma informação sobre quem está controlando os Pokémon. O nome dele é Alfred...


Última edição por SuperPikachu em Qui 15 Dez 2011 - 15:46, editado 1 vez(es)
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Qui 1 Dez 2011 - 21:04

Postando o capítulo 8,desculpem a demora e esepro que gostem ^¬^


Capítulo 8 - Decisões


- A-Alfred?

- Sim.

- Mas... Pode ser alguém com o meu nome, não pode?

- Pode, mas se a profecia estiver certa, talvez o curso do tempo já tenha sido mudado...

Alfred nunca pensara que algo assim seria possível. Sua vida era completamente normal até sair de Unova, e, em um piscar de olhos, descobria que ele poderia ser o responsável por tanta desgraça em Kanto, assim como o responsável por acabar com tal desgraça.

Mya percebeu que o garoto estava perturbado, que ele não sabia o que deveria saber :

- Mas de uma coisa eu tenho certeza. Você é o escolhido. O escolhido para salvar Kanto. Não, o Mundo inteiro.

- Mas por que eu? Por que não podia ser qualquer outra pessoa? Por que não pode ser você? Você claramente sabe muito mais sobre o que está acontecendo.

- Você e seu Snivy conseguiram afetar o Ho-Oh, não conseguiram? Com um Solarbeam, não foi? Um ataque que seria ridiculamente pouco efetivo de um Pokémon em sua primeira evolução, contra um Pokémon lendário. E você fez isso enquanto dava as ordens perfeitas para o Noctowl salvar o Charmander. Isso mostra seu potencial.

- Como você sabe disso?

- Eu tenho algumas habilidades. Uma delas é a leitura de mentes.

- Então por que, quando eu entrei aqui, você simplesmente não leu minha mente, ao invés de me fazer todas aquelas perguntas? Por que você simplesmente não lê a mente do Alfred que controla os Pokémon?

- Porque não consigo ler perfeitamente seus pensamentos, nem vasculhar suas memórias. Mas com o outro Alfred... Não consigo ler nem mesmo um pensamento.

- Que tal tentar agora?

A garota concordou. Tentou entrar na mente do Alfred que não estava presente por alguns minutos. Mas, como havia dito antes, não conseguia entrar na mente de tal pessoa.

Alfred então se deitou em uma das camas. Colocou as mãos na cabeça e pesnsou : “Por que eu? Como eu posso mudar o curso do tempo, quando nem sei como voltar para meu próprio tempo?”. Ficou na cama, pensativo, por alguns minutos, até que a Blissey voltou à sala com o Charmander totalmente recuperado. Havia apenas uma cicatriz no pescoço do Pokémon dourado. O garoto levantou-se.

- Bom, Charmander... Parece que nós dois temos que salvar o Tempo. O que acha?

Mya olhou para Alfred, lendo sua mente. Percebeu que a vontade do garoto de salvar o Tempo era verdadeira. Olhou então para o Charmander. Não tentou ler sua mente. Não queria saber a resposta antes do momento certo.

Charmander olhou firmemente para Alfred, depois para o Snivy, que não entrara na Pokeball em nenhum momento. Ele apontou para o Pokémon de Grama. A chama em sua cauda aumentou e ganhou um brilho mais forte.

- Entendo. Onde posso batalhar com ele, Mya?

- Temos um lugar para treinamento aqui. Sigam-me .

Alfred e os dois Pokémon obedeceram. Não se passou nem mesmo um minuto e já estavam em tal local.

Talvez essa fosse a batalha mais importante de todos os tempos. O Charmander só iria ajudar Alfred se fosse derrotado e capturado. Ele precisava saber se Alfred realmente era poderoso.


Última edição por SuperPikachu em Qui 15 Dez 2011 - 15:46, editado 1 vez(es)
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Ter 6 Dez 2011 - 16:50

Postando o capitulo 9. Espero que gostem,e agradeço qualquer comentario/critica/sugestão ^¬^


Capítulo 9 - A Luz Azul

A batalha finalmente se iniciava. Charmander começou com um Flamethrower.

- Snivy! Leaf Guard!

A forma defensiva do Leaf Tornado bloqueou o poderoso Flamethrower.

- Agora use o Energy Ball!

Charmander destruiu a esfera com um Fire Punch. Fumaça se formou no campo de batalha após essa colisão de ataques. Alfred e Snivy não conseguiam ver o Pokémon de Fogo, que reapareceu usando mais um Fire Punch. Não havia como Snivy desviar desse ataque, nem mesmo com o Leaf Guard.

Após o Pokémon de Grama receber o ataque, Alfred ordenou :

- Snivy! Segure o Charmander com o Vine Whip e depois use o Solarbeam!

As ordens foram seguidas e o ataque foi um sucesso, mas Alfred não queria dar chances para o Charmander contra-atacar.

- Finalize com o Leaf Blade!

Snivy acertou o ataque, porém, o Pokémon de Fogo ainda não estava derrotado. Charmander sabia como derrotar o Snivy, e seu plano tinha início naquele momento. Uma Aura dourado envolveu seu corpo, e sua chama adquiriu um brilho de mesma coloração.

- Blaze!? Se ele já consegue se igualar ao Snivy sem isso... Snivy, precisamos acabar com isso agora! Leaf Blade!

Quando Snivy se aproximou de Charmander, foi arremessado até o outro lado do campo pela poderosa Aura dourada. O Pokémon lançou, em seguida, um Overheat da mesma cor da Aura. Charmander diminiu a área de alcance do ataque para concentrá-lo em um único ponto : Snivy. As chamas douradas ficaram estramamente mais rápidas e poderosas. Um instante antes do ataque acertar Snivy, Alfred ordenou um movimento a seu Pokémon:

- Snivy! Essa é nossa única chance! Use uma combinação de Leaf Guard e Solarbeam!!

Um incrível brilho esverdeado se criou entre as chamas, que foram engulidas pelo inacreditável golpe defensivo, formando uma esfera de fogo. Quando Snivy saiu de tal esfera, estava coberto por uma Aura verde.

- Overgrow... Snivy... Certo! Use o Solarbeam!!

No mesmo momento em que Snivy carregava o Solarbeam, Charmander preparava um Flamethrower. Os dois ataques foram lançados e se colidiram no meio do campo, formando uma grande esfera de luz branca, que explodiu, lançados os dois Pokémon, Alfred e Mya para longe de onde estavam.

O garoto não conseguia levantar. Tudo que podia ver era uma Luz azul no lugar onde estava a grande esfera formada pela colisão do Flamethrower e do Solarbeam.

Mya havia visto tal Luz inúmeras vezes. Essa era a Luz gerada pela instabilidade da Viridian Forest, a Luz que permitia viagens para diferentes Tempos, assim como para diferentes Dimensões. A garota levantou-se, usando quase todas as suas energias. Em seguida, eregueu Alfred e lheu explicou o que tal Luz era. O garoto chamou seu Snivy ferido de volta para a Pokéball, e pegou o Charmander, que estava tão ferido quanto Snivy. Quando ficou a menos de um metro da Luz, fez uma pergunta para Mya :

- Você não vem?

A garota olhou surpresa para Alfred. Percebeu que a pequena briga de momentos atrás já estava resolvida, e ele havia decidido definitivamente que tentaria mudar o curso do Tempo. Ela olhou no fundo dos olhos do garoto e lhe disse :

- Não tenho certeza com onde esse Portal está conectado. Pode ser um futuro distante, ou até mesmo um lugar sem relação nenhuma com Kanto...

- Nós temos que arriscar! Você disse que esses Portais se abrem constantemente aqui, mas não tem como saber para onde eles levam! Esse pode ser o Portal certo... E mesmo que não seja, onde esse Portal se abrir, com certeza outro se abrirá no futuro!

Mya percebeu a determinação nos olhos de Alfred. Ela não precisava ler sua mente para saber disso. Ela acenou para o garoto, mas saiu correndo da sala dizendo :

- Antes de irmos, preciso fazer uma coisa!

Não se passaram nem trintas segundos e Mya estava de volta, desta vez com seu Oshawott nos braços. A garota segurou a mão esquerda de Alfred, que segurava o Charmander com o outro braço. Os dois pularam juntos no Portal. Após alguns segundos, a Luz azul começou a se esvair, até desaparecer por completo, deixando o campo de batalha vazio. Novamente, Charmander havia guiado Alfred ao caminho correto.


Última edição por SuperPikachu em Qui 15 Dez 2011 - 15:45, editado 2 vez(es)
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Qui 15 Dez 2011 - 15:42

Postando o capitulo 10.Desculpem a demora,e qualquer comentario será bem vindo.^^

Capítulo 10 – O Poder de Oshawott

Mya e Alfred não conseguiam sentir a presença um do outro. Não haviam se passado nem mesmo quinze segundos no portal, mas pareciam incontáveis minutos. Após a eternidade pela qual acreditavam ter passado, finalmente chegaram a um lugar, uma grande floresta.

- Mya...? Por acaso... estamos na Viridian Forest?

- Acho que não. Essa floresta parece... mais escura que a de Viridian.

Após terminar de falar, Mya olhou em volta, procurando alguma coisa que confirmasse que não estavam próximos de Viridian City. Um Pokémon lheu chamou a atenção. Era um Pokémon verde e quadrúpede, com alguns detalhes rosa.

- Alfred, você sabe que Pokémon é aquele?

- Não tenho certeza, mas acho que é um Virizion. Já ouvi sobre ele quando eu era mais novo. Aparentemente ele é um membro de um Trio de Pokémon lendários, o Trio de Mosqueteiros.

- O que ele faz aqui? Ele não parece possuído por ninguém...

- Dizem que ele protege a Pinwheel Forest, e talvez estejamos no meu Tempo. E parec que voltei pra Unova...

- O que devemos fazer?

- O Charmander e o Snivy estão muito cansados. Se você quiser arriscar seu Oshawott, vá em frente... Eu vou procurar outro portal. Se eu fui para Kanto, tem um motivo. Unova não é meu lugar. Pelo menos, não agora.

- Entendo. Eu vou procurar pelo portal com você.

Alfred chamou Noctowl. Assim teriam três procurando um portal.

Mya e o outro viajante do tempo andaram lado a lado, procurando por um portal, olhando em direções opostas. Alfred carregava o desmaiado Charmander, enquanto Mya carregava seu Oshawott. A garota avistou um Rufflet. Era um pequeno Pokémon, parecido com um filhote de falcão. Mya havia se interessado pelo Pokémon. Podia ser pequeno, mas poderia ajudar na busca.

Alfred olhou para Mya e disse :

- Um Rufflet por aqui... Pensei que eles só apareciam no Norte de Unova. Isso é raro por aqui. Você quer capturá-lo, não quer?

- Quero, ele pode ser útil.

- Você pelo menos tem uma Pokeball?

- Pokéball? Isso é aquela coisa que você usou para chamar o Noctowl agora, não é?

Alfred acabara de perceber que fazia sentido. Deviam ter parado de fazer Pokeballs há anos. Ele deu uma rápida explicação para a garota e lhe deu duas Pokéballs : uma para o Oshawott e uma para o Rufflet.

Ela pegou o Pokémon aquático e o chamou logo em seguida. Ordenou um Water Gun. O ataque acertou o pequeno falcão, que contra-atacou com um Slash. As garras de suas patas brilharam e acertaram o Pokémon de Mya.

- Razor Shell!!

O Pokémon pegou a concha que fica presa a sua barriga. Da concha saiu uma lâmina azul, e, quando Oshawott estava próximo de acertar o Rufflet, o Pokémon selvagem o segurou e usou o Sky Drop. Os dois saíram da vista de Mya, passando do topo das árvores, e tudo que ela pôde fazer foi ordenar uma ataque :

- Oshawott! Aqua Jet!

De repente, um míssil de áqua apareceu do meio das árvores, trazendo os dois Pokémon.

- Finalize com o Water Pulse!

Oshawott prendeu a concha novamente à sua barriga e criou uma esfera azul entre suas mãos. Logo depois de terminada, ele a lançou na direção do Rufflet, que atacou com o Brave Bird, destruindo a esfera e acertando o Pokémon aquático. O pássaro sentiu o dano de seu poderoso ataque, mas continou querendo lutar, mas Oshawott estava caído.

- Oshawott... Parece que eu vou precisar jogar a Pokeball assim mesmo...

- Oshawott! Levante! Você pode fazer isso! – disse inesperadamente o treinador que não participava da batalha.

O Pokémon ouviu as palavras de Alfred e se levantou.

- Oshawott... Alfred... – os olhos verdes de Mya brilhavam – Obrigada...

No exato momento em que Mya disse a última palavra, uma luz azul envolveu todo o corpo do Oshawott.

- O que é isso!? Oshawott está se transformando em um portal!? – perguntou Mya, desesperada.

- Não. Você já vai saber o que está acontecendo.

A altura de Oshawott começou a aumentar. A parte de seu corpo que tinha uma coloração azul clara escureceu e mudou de formato, passando a abrigar não uma, mas duas conchas. Bigodes brancos apareceram em seu rosto, que agora tinha uma coloração azul clara, assim como seus braços, pernas e tronco. Parecia muito mais confiante do que antes. Podia-se ver uma aura azul em volta do Pokémon, assim que a evolução terminou, mas essa aura não era o Torrent. Era o puro poder do Pokémon recém-evoluído.

- Incrível...! Meu Oshawott... Não, meu Dewott! Ele evouluiu! Vamos testar seu poder! Water Pulse!

Dewott olhou para Mya e acenou com a cabeça, demonstrando um sorriso, que demonstrava uma misteriosa genialidade. Logo após esse gesto, criou mais uma esfera de água, porém, era a primeira que criava após a evolução. Ela deveria ser perfeita, e, de fato, foi. O ataque acertou o Rufflet, que ficou imobilizado, dando a chance perfeita para Mya. Ela deu um rápido beijo na Pokeball e disse:

- Pokeball! Me ajude a mudar o Tempo!

A bola vermelha e branca voou em direção ao derrotado falcão. Quando a Pokéball prendeu o Rufflet, ela se moveu cerca de quatro vezes, até parar. Esse era o primeiro Pokémon que Mya realmente capturava. Quando pegou a Pokeball, leu a mente do Pokémon, e descobriu algo. Algo que seria muito útil. Ela olhou para o garoto :

- Alfred... Venha comigo.
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por Uchiha96 em Qua 28 Dez 2011 - 1:29

Gostei muito da sua Fanfic , me desanimei quando vi que o garoto morava em Unova , porem quando vi que ele ia para kanto me animei para ler.
Ok , tudo bem você deixar seu snivy super poderoso mais acho q está exagerado , ate onde eu li cap 5 ele é imbatível , e sabe uma quantidade imensa de movimentos , quando o personagem sempre ganha torna a fan fic meio previsível.
Apartir do Capítulo 6 foi ficando mais bem detalhado , adorei a ideia dele voltar para ir em busca do charmander.

Bom achei os últimos capítulos um pouco confusos, mais sua ideá de viajar no tempo foi muito boa

Eu so tenho uma pergunta se a Mya não é de Unova como ela tem um Oshawott?

continue e aguardo mais capítulos
avatar
Uchiha96
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 14/10/2011

Frase pessoal : Ore wa kaizoku ou ni naru otoko da!


Ver perfil do usuário http://www.pokemonmythology.org/t26184-pokemon-world-hq-em-gif

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Qui 5 Jan 2012 - 15:47

Primeiramente agradeço aos leitores^^Se puderem comentar, eu agradeço
@Uchiha96, sobre o Oshawott e a invencibilidade do Snivy, não posso dizer muito, mas tudo será revelado ^^
Ah sim, primeiro capitulo que sai com a nova layout do forum. Eu achei ela bem legal.
Agora, vamos ao capitulo 11. Eu tava realmente sem tempo por causa de Natal, fim de ano etc, entao peço desculpas pela demora^^
E espero que gostem Very Happy

__________________________________________________________________________________________________


Capítulo 11 – O Lago

- O-o que aconteceu?

- Só venha comigo!

Mya chamou seu Dewott de volta para a Pokeball, então os dois viagantes do Tempo correram por cerca de dois minutos, até encontrarem um pequeno, porém belo, lago, que irradiava uma linda luz azul clara.

- O que esse lugar tem de tão especial? - Perguntou Alfred.

- Quando li a mente do Rufflet, vi suas memórias dos últimos três dias...

- E o que você viu?

- Eu vi o que aconteceu nesse lago. O Rufflet estava observando uma batalha que acontecia à margem do lago. Então um dos Pokémon foi jogado nesse lago. Em seguida, um brilho emanou de dentre das águas, e o Pokémon desapareceu. Esse parece ser mais um Portal. E talvez até mesmo um “Portal Estável”.

- Um... Portal Estável... Isso significa que precisamos encontrar um modo de fechar esse Portal assim que passarmos por ele, certo?

- Se não quisermos que ninguém daqui vá para o Tempo errado, sim.

- Mas como vamos fazer isso?

- O único modo que consigo imaginar... É destruindo esse lago.

- Já sei o que fazer então. Você entra primeiro no Portal, depois eu o destruo. Saia Snivy!

- Mas como você vai fazer isso?

- Eu te conto quando chegarmos do outro lado. – disse Alfred, com um sorriso que demonstrava confiança – Agora entre no Portal!

Mya olhou para o garoto, mostrando que tinha medo do que aconteceria. Mesmo assim, ela entrou no Portal, assim como Alfred havia pedido. “Ele acertou em todas a vezes anteriores. Não tem como ele errar agora!” – pensava a garota.

Assim que Alfred viu que Mya havia passado completamente pelo Portal, uma luz emanou de dentro do lago. Ele percebeu que era o momento para iniciar seu plano :

- Snivy! Use o Leaf Strom no lago!

Snivy obedeceu. Acertou o lago, que agora liberava uma luz extremamente forte, com seu poderoso ataque. Alfred então correu para o Portal, agora invisível por causa da cegante luz.


- Snivy, pegue minha mão com o Vine Whip!

O Pokémon segurou a mão de Alfred com sua vinha, sendo puxado pelo garoto para dentro do Portal que entrava em colapso naquele momento. Alfred e Mya haviam desaparecido, e feixes de luz dançavam freneticamente, sugando parte da folhagem que havia por perto.

Alguns minutos se passaram. O lago já não existia mais. Em seu lugar havia uma pequena cratera. Pessoas se aproximavam cada vez mais, imaginando o que havia acontecido...


avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por Uchiha96 em Qui 5 Jan 2012 - 16:30

Interessante o capítulo você melhorou, porem ainda achei meio pequeno, acho que podia ter acontecido mais coisas
Estou curioso para saber para onde esse portal vai levar e saber mais sobre a mya
continue e ate mais capítulos
avatar
Uchiha96
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 14/10/2011

Frase pessoal : Ore wa kaizoku ou ni naru otoko da!


Ver perfil do usuário http://www.pokemonmythology.org/t26184-pokemon-world-hq-em-gif

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Sex 13 Jan 2012 - 12:03

Postando mais um capitulo. Espero que gostem e obrigado ao Uchiha96 por comentar.


Capítulo 12 - Ao fim do dia...

Alfred caiu no chão de uma floresta. Snivy caiu em cima dele alguns segundos depois. Era possível ver o Portal logo acima dos dois.

- Ai... Que droga... Por que o Portal tinha que se abrir num lugar tão alto...?

Alguns segundos depois continuou :

- Hã? E a Mya?

Ele e seu Pokémon olharam ao redor, mas não a encontraram.

- Ah... Parece que vamos ter que procurar por ela... Isso se ela não tiver sido levada pra outro lugar...

Assim que Alfred terminou de dizer a última palavra, Mya saiu do Portal e caiu em cima dele.

- Ugh... Isso doeu, Mya... Você cair de mais de quatro metros em cima de mim não é exatamente agradável, sabe?

Levantando-se, a garota disse :

- Desculpa. Eu não consigo controlar onde eu caio quando saio de um Portal.

Mesmo que a frase soasse como uma reclamação, ela o disse com um sorriso, e depois continuou :

- Será que dessa vez fomos enviados pro lugar certo?

- Eu espero que sim... Chega de viagens no tempo. E acho que você concorda, não?

A garota repondeu acenando com a cabeça, e depois disse :

- Vamos ver se encontramos alguma...

Mya parou de falar assim que percebeu que faltava um Pokémon.

- A-Alfred... Onde está o Charmander!?

- Ah, eu deixei ele fugir enquanto tentávamos destuir o Portal. Falando nisso, eu imagino como deu certo... Acho que já que o Portal tem um grande poder instável, se houver a ação de outro grande poder...

- Espera um pouco! Você deixou o Pokémon mais importante da nossa missão de salvar o Tempo fugir!? Por quê!?

- Porque eu queria saber como você fica quando está brava. - respondeu Alfred com um sorriso.

- O quê!? Você condenou o Tempo pra isso!?

- Eu não condenei o Tempo.

- Caro que condenou! - Mya agora segurava Alfred pelo camisa - Você é idiota!?

- Não. Na verdade, eu peguei ele quando você estava batalhando com o Rufflet. Você estava tão animada que quando olhou pra mim no momento da evolução do Oshawott, você nem percebeu que o Charmander havia sumido. - então, tirando uma Pokeball do bolso, continuou - Ele está aqui desde que você começou a batalha...

Mya estava vermelha de raiva. Deu um tapa no rosto dele e o jogou no chão, dizendo :

- Idiota... Me deixou preocupada pra nada...

Logo depois ela se virou e olhou para um pedaço do céu que podia ser visto por entre o topo das árvores.

Snivy havia observado tudo. Estava rindo no mesmo lugar em que Alfred o havia colocado momentos antes. Os dois olharam para ele. Não sabiam se ele estava rindo porque Alfred havia deixado Mya irritada ou porque Mya havia dado um tapa em Alfred e o jogado no chão, então os dois riram também.

Quando Alfred se levantava, chamou Snivy de volta para a Pokeball e disse :

- Finalmente te vi irritada, Mya. Não tinha tentado antes, mas queria saber como era.

Mya deixou uma pequena risada escapar. Já não estava mais irritada. Agora que havia pensado, estava aliviada por ter sido uma brincadeira.

- Só me diz uma coisa, Mya. Por que você não leu minha mente quando eu disse aquilo?

- Eu já disse que não consigo ler sua mente nem a do outro Alfred, não disse?

- É verdade. Aconteceu tanta coisa em um dia... Pelo menos eu acho que foi um dia...

Os dois então começaram a andar pela floresta, até Alfred reconhecer um lugar. O lago onde havia descansado antes de encontrar o primeiro Portal. Isso lhe deu a certeza de que estavam novamente em Kanto. Olhou então para a Lua cheia. Ela estava exatamente no mesmo lugar de antes. Ele se lembrava perfeitamente disso. Foi o único momento em que sentira paz absoluta nos últimos tempos.

- Parece que não se passou muito desde que fui para o Futuro. A Lua está exatamente no mesmo lugar de antes. Acredito que seja o mesmo dia. Assim que eu falar com a Joy vou descobrir.

- Quem é Joy?

Isso era mais uma coisa que Mya não poderia saber. Os Pokémon Centers deviam ter sido desativados há muito tempo. E mesmo que os prédios ainda existissem, não haveria ninguém lá. Alfred explicou rapidamente sobre as Joys e os Pokémon Centers e então disse :

- Vamos descansar aqui hoje. Aconteceu muita coisa e já é noite. Precisamos descansar. Amanhã vamos para Pewter.

Mya concordou com a cabeça. Em seguida, ela chamou Dewott e Rufflet e Alfred chamou Snivy, Noctowl e Chamander.

Após cerca de quinze minutos, todos os cinco Pokémon estavam dormindo, mas Alfred e Mya não, deitados um ao lado do outro. O garoto segurou a mão de sua amiga. Ambos observavam as estrelas e a Lua. Ele então perguntou :

- Mya, você acredita no Destino...?

- Sim, Alfred. Acredito. Entendo que foi o Destino que te fez encontrar o Charmander e viajar no Tempo.

Alfred deu uma breve risada.

- Tem muitas coisas que você não sabe sobre mim ainda...
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por Uchiha96 em Sex 13 Jan 2012 - 15:10

Melhorou na descrição, só uma coisa estranha foi você repetir a frase :
- Mas como você vai fazer isso? duas vezes
Porem o capítulo ficou bom e espero ver outros ainda melhores
ate +, boa sorte com sua Fanfic e espero que tenha mais cometários ao longo das suas postagens
avatar
Uchiha96
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 14/10/2011

Frase pessoal : Ore wa kaizoku ou ni naru otoko da!


Ver perfil do usuário http://www.pokemonmythology.org/t26184-pokemon-world-hq-em-gif

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por Hyurem em Sex 13 Jan 2012 - 16:00

E aÍ, Pikachu? Tudo bom?

Li sua fic rapidão e vim comentar. Ela é interessante mas me incomoda o fato dos pokémons do Alfred e da Mya serem tão fortes e terem golpes tão poderosos. Shocked Mas você já falou que é importante para o desenrolar da história, então tudo bem.

É isso, não tenho muito o que falar. Sua fan fic é ótima e continue assim. Não vá desistir no meio do caminho, hein! Se assim for, espere minha visita assassino

Falô issoai
avatar
Hyurem
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 16/08/2011

Frase pessoal : O Tempo é precioso, imutável e irrecuperável


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Qua 18 Jan 2012 - 20:16

Primeiramente gostaria de agradeçer os comentarios^^
@Hyuren eu nao planejo parar no meio^^ Mas se eu parar, faço o capitulo final e o epilogo
Nao tenho mais nada a falar, entao,estou postando o Capitulo 13. Espero que gostem e comentem^^

Capítulo 13 - O Passado de Alfred

- O-o que quer dizer?

- Quero dizer... - disse soltando a mão de Mya e se sentando na grama - que o motivo de eu estar aqui nesse momento... Não é algo para ser ignorado, muito menos considerado bom... Mesmo que seja o motivo de eu poder salvar o Tempo... Esse foi um tempo de desgraça em minha vida... Um tempo em que... Minha existência era voltada para um único objetivo...

Mya também estava sentada na grama neste momento. Olhava o rosto de Alfred, que por sua vez, olhava fixamente para as estrelas.

" Isso foi três anos atrás. Eu vivia em Castelia City, a maior cidade de Unova, com meus pais. Pouco tempo depois de meu aniversário de dez anos, fui receber meu primeiro Pokémon, em Nuvema Town, uma pequena cidade também de Unova, com a Professra Juniper: Escolhi Snivy. O mesmo Snivy que você conhece, e tanto viajou pelo Tempo comigo. Nesse momento, eu iniciaria minha jornada e meus pais voltariam para Castelia, mas... O Destino tinha outros planos... Quando fui ter minha primeira batalha, na Route 1, com um Treinador que encontrei no caminho...

- Snivy! Tackle!

- Volcarona! Fire Blast!

Esse poderoso ataque de Fogo parou o ataque de Snivy, e o feriu muito. Muito mais do que eu poderia imaginar. O treinador misterioso então desapareceu, num clarão azul. Após alguns segundos pensando no que acabara de acontecer, levei o Snivy de volta para Nuvema, para que a Professora Juniper pudesse cuidar dele. Porém...

- Com quem diabos você batalhou, Alfred!? Nunca vi um Pokémon tão ferido assim!

- Eu... Realmente não sei...

- Acho que posso cuidar dele...

A Professora então colocou meu Pokémon numa espécie de capsula. Assim que ela fechou a misteriosa capsula, mais um clarão azul. Desta vez, vinha de dentro da capsula. Depois disso, houve uma falha na distribuição de eletricidade do Laboratório, e todas as luzes se apagaram. Um assistente da Professora foi ao quadro de energia, e resolveu o problema. Foi nesse momento que a primeira desgraça aconteceu... Subitamente, toda a energia foi direcionada para a capsula onde estava Snivy. Só era possível se perceber duas coisas. O calor que emanava do lugar onde Snivy deveria ser curado, e seus gritos de dor. Os assistentes da Professora tentaram absorver a eletricidade com Pokémon do Tipo Terra, mas misteriosamente, até eles eram afetados.

- Temos que sair daqui!!

- Não, Professora! Precisamos salvar o Snivy!!

- É impossível tirá-lo de lá! Você viu o que aconteceu com os outros Pokémon!!

- Eu não me importo! Ele é meu primeiro Pokémon! Eu preciso salvá-lo!!

Nesse momento, tirei as mãos da Professora de meu braço e corri para salvar o Snivy. Me joguei no meio de toda a eletricidade que impedia os outros de chegarem ao meu Snivy. Consegui tirá-lo de lá, mas fiquei em um estado pior que o dele.

Eu fiquei em coma por quase seis meses, mas Snivy ainda não estava nem mesmo estável. Ele ficava pior a cada dia. Foi então que descobri uma tecnolgia que permitia aos humanos entrarem nos sonhos dos Pokémon. Eu pude treinar com o Snivy, em seus sonhos. Uma máquina que me permitia tais viagens para a mente de Snivy foi movida para o Laboratório de Nuvema. Minha família se mudou para uma casa muito próxima do Laboratório, mas eram meus pais que ficavam nela. Eu ficava sempre com o Snivy. Ficava mais de doze horas por dia nos sonhos do meu amado Pokémon. Treinávamos juntos, nos divertiamos juntos, era como se nada houvesse acontecido. Eu vivia em dois mundos : um no qual eu estava acordado simplesmente para recuperar minhas energias, e um no qual eu realmente vivia, na mente de Snivy. Ele ficou por dois anos presos a mais de dez máquinas. Todas necessárias para ele continuar sua vida, sendo que a mais importante de todas era a que eu 'operava'. E então, a segunda desgraça... Eu estava na mente de Snivy, quando ele teve um pesadelo... Não foi o primeiro, mas foi o mais profundo... Eu estava treinando com Snivy, quando uma luz vermelha apareceu em nossa frente, e dessa luz saiu o mesmo treinador que havia ferido Snivy com seu Volcanora, mais de dois anos antes... Nós começamos uma batalha...

- Volcanora, Hurricane!

- Snivy, Leaf Storm!

Snivy, que antes havia sido completamente bloqueado pelo Volcanora, agora bloqueava o poderoso ataque de Volcanora. Porém, depois de dois minutos de batalha, uma luz azul surgiu. No momento que o treinador misterioso percebeu tal luz, ele desapareceu. A luz então tomou conta do sonho. Ocorria o mesmo evento que ocorreu no meu primeiro dia com Snivy. Eu fiquei muito ferido novamente, e Snivy voltou a piorar. O aparelho que me permitia entrar em seus sonhos estava destruído, e até outra máquina daquelas ser feita e levada até Nuvema... seria tarde demais. Então, a Professora Juniper fez um apelo, via televisão, para as Enfermeiras Joy de Unova. As dez melhores se uniram em Nuvema, nove delas levando Audinos e uma com uma Blissey. Todos os nove Audinos usavam ininterruptamente o Heal Pulse, enquanto a Blissey alternava seus movimentos entre Heal Pulse e Softboiled. Três dias se passaram. Snivy finalmente se tornara estável sem eu entrar em seus sonhos. Mas mesmo assim, continuava em coma. Então, após cinco ou seis meses, nos quais a Professora Juniper me deu alguns fósseis para estudar, ele acordou. Fui testar suas habilidades após longos dois anos e meio em coma, e me surpreendi ao perceber que estava muito mais forte que antes. Todo o treinamento em seus sonhos... Havia se tornado algo real... Nós então recomeçamos nossa jornada. Chegamos até Striaton e vencemos os três Gym Leaders. Consideravam-nos prodígios, gênios, mas não podiam imaginar todo o sofrimento por que passamos. Mas então, sem me dar um motivo, meus pais se mudaram para Kanto, mais especificamente para Pallet Town, e eu, claro, também. Por algum motivo, não quis sair da cidade de imediato. Esperei um tempo. Então, encontrei o Charmander e o resto da história você já sabe..."

Lágrimas caiam dos olhos de Mya. Ela não acreditava no Passado de Alfred. Não acreditava em tudo que havia acontecido. Não acreditava no que Alfred passou por Snivy. Ela então voltou a deitar na grama, mas, desta vez, olhando para os Pokémon que ainda dormiam, em especial para Snivy, deixando cada vez mais lágrimas cairem. Alfred, porém, continuava olhando para as estrelas, pensando no que o Destino ainda lhe reservava, pensando no momento em que finalmente... Toda a dor pela qual ele e Snivy haviam passado seria recompensada. O momento em que finalmente poderiam... Salvar o Tempo!
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por Uchiha96 em Sab 4 Fev 2012 - 15:59

Hey não sou muito de comentar fan fics mais estou aqui para isso :
Vou falar sobre o capítulo mais recente :

-A ortografia me pareceu correta e o vocabulário usado na sua FF também é bom.

-A questão da historia de uns capítulos para cá foi se tornando mais interessante, porem acho que você ainda pode melhorar, trazendo mais mistérios a sua HQ

-Sobre a historia do Alfred, fiquei surpreso não imaginava nada disso, acho que você exagerou um pouco no drama e acho que se ele tivesse passado por isso tudo, teria algum tipo de trauma, ou medo de enfrentar treinadores do tipo fogo alguma coisa do tipo (minha opinião) Realmente essa Alfred passa por muita coisa alem de ser o "escolhido" ^^

espero ai próximos capítulos boa sorte com sua F.F
avatar
Uchiha96
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 14/10/2011

Frase pessoal : Ore wa kaizoku ou ni naru otoko da!


Ver perfil do usuário http://www.pokemonmythology.org/t26184-pokemon-world-hq-em-gif

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Sex 2 Mar 2012 - 18:26

Oi pessoal. Primeiro quero me desculpar por ter deixado a Fanfic sem um novo capitulo por um mes inteiro. No fim de janeiro eu viajei, ai começaram as aulas, sem tempo pra nada e sabe como é. Também quero agradeçer todos que leem, comentando ou não. E peço que votem la na enquete^^

Uchiha96, nao fiz ele ter um trauma porque isso causaria problemas, precisaria de muitos capitulos pra "desfazer" esse trauma e ia acabar ficando meio enrolado. Além disso, o Alfred é como se fosse uma mistura entre o protagonista que sempre tem(meio medroso, com potencial, mas por enquanto fraco) e daquele cara legal que é o rival ou inimigo dele.

Eu quis "reinventar" a aparencia do Alfred porque nao tinha explicado nada no começo, e isso tava me incomodando. E ja que refiz a aparencia do Alfred, por que nao refazer da Mya?^^
E pra finalizar, fiz esse capitulo um pouco maior pra "compensar" a falta de capitulos nesse mes.
Espero que gostem e comentem^^



Capítulo 14 - A busca pelo poder se inicia

O Sol finalmente nascia. A noite foi extremamente longa para Mya. Ela não parava de pensar no passado de Alfred. Este, porém, dormiu a partir do momento em que terminou sua história. Os dois chamaram seus Pokémon de volta para as Pokeballs e seguiram seu caminho para Pewter. Ambos estavam calados, caminhando pelas trilhas da Viridian Forest. Encontraram a saída após dez minutos. Finalmente Alfred estava de volta em Pewter. Sua primeira atitude foi ir para o Pokémon Center.

- Olá, Alfred! Já voltou da Viridian Forest? Só se passaram dois dias.

- Oi, Joy. Sim. Já fiz o que precisava fazer. Agora posso descansar um pouco.

- Que bom!

- Sim. Joy, você poderia cuidar de nossos Pokémon?

A enfermeira concordou com a cabeça.

- Hm? Ela é sua amiga, Alfred? - Joy acabara de perceber Mya.

- É sim. Digamos que... encontrei-a na floresta.

- Que bom que encontrou alguém pra viajar com você! Bom, sobre os Pokémon, devo demorar algum tempo pra poder cuidar de todos. Se vocês quiserem dar uma volta...

- Certo. Vamos, Mya.

Os dois sairam do Pokémon Center. Enquanto caminhavam pela cidade, perceberam que todos olhavam para eles. Certamente era por causa de suas roupas, que estavam completamente sujas, e, no caso de Mya, completamente diferentes do que as pessoas da Kanto desse Tempo eram acostumadas a ver. Decidiram ir a uma loja de roupas. Assim atrairiam menos atenção. Mya nunca havia ido a uma loja dessas, então ficou maravilhada com os diferentes trajes. Demorou quase uma hora para escolher suas novas roupas. Ela escolheu mini-shorts jeans, uma regata azul, luvas rosas, um par de tênis brancos e uma pequena bolsa azul, de um tom um pouco mais claro que o de sua camisa, que deixava presa à cintura, virada para o lado direito. Seus longos cabelos castanhos chegavam à metaade de suas costas, ficando alguns centímetros a cima da pequena bolsa. Alfred, por sua vez, escolheu calças jeans, uma camisa preta, um par de tênis pretos e uma grande jaqueta vermelha, que ficava cinco centímetros acima de seus joelhos. Essa jaqueta tinha alguns bolsos, suficientes para guardar tudo que precisasse ter em mãos. Então, como não precisava mais da mochila, a usou como "moeda de troca" pela bolsa de Mya, que guardava medicamentos e as Pokeballs de sua dona. Quando foram pagar as compras, a atendente do caixa perguntou :

- Vocês são irmãos? Têm a mesma cor de olhos e de cabelo.

- Não, não somos. - Alfred respondeu com um sorriso - Nunca haviam perguntado isso.

- Bom, nunca fui muito boa com essas coisas.

Após isso, a mulher agradeceu e os dois garotos foram embora.

- O que vamos fazer agora, Alfred? - perguntou Mya, agora com um sorriso.

"Acho que ela já se acalmou. Aquela história parece ter mexido com ela" - pensou Alfred.

- Bom, vamos ao Pokémon Cen...-

Enquanto Alfred falava, ouviu uma grande explosão vinda do Museu da cidade.

- Mya!

- Certo!

Ambos correram para o Museu, para descobrir que o mesmo estava sendo atacado por um misterioso Riolu.

- Mya, eu preciso que você vá ao Pokémon Center e pegue meus Pokémon!

- Mas... O que você pode fazer sem nenhum Pokémon?

- Droga, Mya! Só faça o que eu pedi!

Mya acabou por concordar. Correu na velocidade que podia até o Pokémon Center.

Enquanto isso, Alfred perseguia o rápido Pokémon Lutador. Depois de alguns minutos, ele tentou pular sobre Riolu para poder segurá-lo, mas seu oponente era rápido demais. Quando Alfred se levantou, Riolu pulou e lançou uma enorme esfera de energia. Foi nesse exato momento que...

- Snivy! Leaf Guard!

Mya estava de volta. Chegara bem a tempo de salvar Alfred.

- Você pode me agradecer depois, Alfred! - disse a garota com seu belo sorriso - Agora, acabe com ele!

- Certo! Snivy! Energy Ball!

Snivy liberou uma verde esfera de energia. Riolu então enviou outra esfera, idêntica à anterior. A esfera criada por Riolu podia ser maior que a criada por Snivy, mas ambas se chocaram no ar, explodindo e gerando fumaça.

- Leaf Blade!

Snivy saiu das sombras e acertou Riolu em cheio.

- Agora, segure o Riolu com o Vine Whip!

Ordens obedecidas com perfeição. O Pokémon azul tentava se soltar, mas era inútil.

- Alfred! Que bom que você voltou! - disse o cientista com quem o garoto havia falado dias antes - Terminei de extrair o DNA daquele fóssil que você me deu e consegui reviver o Pokémon!

- Excelente! Mas... você não acha que, nesse momento, esse Riolu seja mais importante?

- Esse Riolu é o Pokémon que revivi do fóssil!

Mya não entendia absolutamente nada sobre fósseis. Na verdade, nem sabia o que eram. Ela simplesmente olhava para o Riolu que tentava escapar do Vine Whip de Snivy e fingia estar ouvindo a conversa de Alfred com o cientista.

- Como assim!? Você tirou um Riolu de um fóssil? Então se foi esse o Pokémon que você reviveu, você deve saber os ataques dele. O que diabos era aquela esfera? Aura
Sphere?

- Não seja tolo! Nenhum Riolu normal pode aprender Aura Esphere! Aquilo era um Focus Blast!

- Bom... Saber os movimentos não o faz ser um Pokémon que viveu milhares, talvez milhões de anos atrás...! - Alfred não queria acreditar que um Riolu havia sido revivido. Ele não tinha preferência sobre o Pokémon que nasceria do DNA existente naquele fóssil, mas no fundo, ele provavelmente queria ver um Pokémon extinto.

- Se não acredita em mim, venha até o Laboratório. Temos todas as pesquisas. Foi extremamente mais fácil do que achamos que seria.

Alfred e Mya entraram no Laboratório do Museu, seguidos por Snivy e seu prisioneiro, Riolu. Alfred olhou os dados nos computadores, os inúmeros papéis nas mesas e os vestígios do fóssil. Agora não tinha dúvida, aquele Riolu havia sido revivido a partir do fóssil que recebera da Professora Juniper.

- Por que ele estava tentando destruir o Laboratório? - Mya finalmente falou com o cientista.

- Não sabemos direito. Havia muito pouco DNA no fóssil. Na verdade, havia uma âmbar fossilizada. Talvez o Riolu estivesse em uma batalha e se feriu, talvez tenha sangrado, e a âmbar prezervou esse sangue, que guardou as memória dele. O curioso é como um pedaço de âmbar foi fossilizado...

- Acho que isso explica tudo...

Riolu ainda não desitira de escapar. Snivy já estava ficando irritado, e então o chacoalhou com o Vine Whip. Ninguém percebeu. Mya olhava para os outros fósseis que estavam expostos, enquanto Alfred e o cientista terminavam sua conversa.

- Então, Alfred. Já que foi você quem trouxe o âmbar fossilizado, acredito que não haja nada mais justo que lhe dar esse Riolu.

- Sério?

- Claro! Só queremos os estudos, o Pokémon em si não nos interessa muito. Acredito que o filho do Blaine ficaria mais interessado. Mesmo ele não sendo um cientista como seu pai, ele sempre teve interesse em Pokémon vindos de fósseis...

- E onde ele está? Cinnabar foi destruida pelo vulcão... Seria nas Seafoam Islands?

- Exatamente. Ele comanda o GYM de lá desde que seu pai morreu. Se ainda estiver interessado nos GYMs, acredito que seria melhor ir para lá antes de ir para Cerulean. Assim você já elimina essas ilhas da sua lista.

- GYMs... Tinha até esquecido... - murmurou Alfred - Bom, então posso ficar com o Riolu?

- Pode, claro.

- Obrigado!

O Riolu estava visivelmente cansado, preso no Vine Whip, mas ainda tentava fugir.

- Snivy, vamos pra fora. Temos que dar uma chance pra ele se defender, não é?

Alfred e os dois Pokémon saiam do Museu, mas Mya nem percebera que a conversa havia chegado ao fim. Na verdade, ela estava dormindo na cadeira de um dos pesquisadores.

- Mya! - gritou Alfred - Vamos.

A garota acordou assustada. Se levatou da cadeira e foi correndo até o encontro de Alfred. Ambos sairam ao mesmo tempo.

- Certo, Riolu. Se eu te derrotar, você é meu!

Nesse momento Snivy libertou o Riolu, que, antes mesmo de tocar no chão, lançou um poderoso Focus Blast.

- Desgraçado! E eu dando uma chance pra ele... Bom, parece que se eu enrolar eu vou acabar me dando mal. Snivy, Leaf Blade!

Riolu bloqueou o ataque com o Protect.

- Interessante. Energy Ball!

Snivy estava a menos de um metro de Riolu quando usou o ataque. Era impossível ser proteger. O Pokémon Lutador voou após receber o ataque.

- Agora, Solarbeam!

Riolu ainda não havia tocado o chão quando recebeu o ataque, e, antes que chegasse, Alfred lançou a Pokeball. Ela nem mesmo chacoalhou. Alfred capturou seu quarto Pokémon, um Pokémon que nasceu do DNA de um Pokémon que viveu há, no mínimo, milhares de anos atrás. Mya pegou a Pokeball e a entregou para Alfred, dizendo :

- Sinto que ele vai nos ajudar, e muito.

Nesse momento, os verdes olhos de Mya começaram a brilhar.

- Você achou ele tão poderoso assim?

Mya não respondeu. Como o Sol estava forte, o garoto não percebeu que os olhos de sua amiga brilhavam.

- Mya? O que aconteceu?

- Você precisa ficar o mais forte possível. - disse a garota assim que seus olhos pararam de brilhar - Precisaremos de toda a ajuda para fazer o que temos que fazer. Não qualquer ajuda. Ajuda dos mais poderosos. E o único modo deles darem ouvidos é você se tornar mais forte.

- Como assim? Me tornar mais forte?

- Sim. Você precisa se tornar mais forte. Precisa treinar o máximo possível. Além do outro Alfred controlar os Pokémon mais fortes do Planeta, ele também controla os treinadores. Precisamos reunir os Campeões. E pra isso, você precisa ter sua força reconhecida.

- E como faço isso?

- Indigo League.

"Indigo League? Como ela sabe que isso existe? Não passamos nem perto do GYM... Se ela diz isso sem eu ter falado da existência dos GYMs... Talvez ela tenha ouvido o cientista falando do GYM das Seafoam Islands... Mas mesmo assim, ninguém mencionou a Indigo League..." - pensou o garoto.

- Alfred, você precisa chegar na Indigo League. Esse é o único modo de ter seu poder reconhecido.

- Como ela sabe disso...? - murmurou - Acho que não tenho escolha. - falando agora num tom audível - Amanhã passo pelo GYM de Pewter e depois de amanhã vamos para as Seafoam Islands!


@ Pepe Akemi Says: Fan Fic inativa por mais de um mês, logo que isso acontece ele é trancado, caso queria reabri-lo só mandar uma Mp a qualquer Fan Fic Moderador. Trancado.


@ Pepe Akemi Says: A pedido membro, ele me mandou uma mp para reabrir a fan fic, logo ela vai ser reaberta, tomara que dessa vez ela não seja trancada novamente, então boa sorte, e destrancada.
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Seg 7 Maio 2012 - 18:41

Postando mais um capítulo. Comentem, por favor. Seus comentários são muito importantes pra mim^^
Espero que gostem!


Capítulo 15 - O Primeiro Gym - Parte 1

Mya e Alfred passaram a noite no Pokémon Center. Acordaram cerca de uma hora depois do Sol nascer. Queriam sair logo de Pewter, pois a viajem para as Seafoam Islands poderia demorar horas, mas o Gym estaria fechado num horário desses. Decidiram tomar o café-da-manhã. Depois de meia hora, se despediram da Joy e sairam do Pokémon Center de Pewter para não voltar. Alfred tinha certeza que venceria no Gym. Ele precisava vencer. Esse era o primeiro passo para sua própria evolução.

Caminharam até o Gym, sempre conversando. Quando chegaram, ele estava fechado, como já era esperado. Ficaram sentado à porta, conversando ainda mais. Os assuntos eram diversos, desde piadas contadas por Alfred, que tiravam risadas de Mya, até conversas sobre o que teriam que fazer num futuro próximo.

- Olá. Vocês estão aqui há muito tempo? - perguntou um homem com uma blusa verde e calças jeans que passava pela rua - Meu nome é Brock e sou o Gym Leader de Pewter. Você é um desafiante?

- Sim, sou. - disse o garoto levantando-se - Meu nome é Alfred e essa é Mya. Eu gostaria de batalhar o mais rápido possível. Tenho que sair de Pewter ainda hoje.

- Perfeito. Começaremos imediatamente.

Brock destrancou o Gym e conduziu os dois garotos para dentro do mesmo. Aquele era um cenário cheio de rochas, com um teto de cerca de quatro metros. Havia uma plateia do lado esquerdo de Alfred, mas Mya prefiriu ficar atrás de seu amigo, observando a batalha como ele a observava.

- Eu serei o juiz. - disse um homem que andava em direção ao centro do campo de batalha - Essa será uma batalha de três Pokémon. Nenhuma substituição será permitida, nem pelo Gym Leader, nem pelo desafiante, até o Pokémon ser nocauteado.

- Certo, vamos começar logo! - disse Brock - Crustle!

O grande Pokémon Inseto, que tinha uma grande concha de pedra apareceu causando um pequeno tremor no Gym.

- Inseto e Pedra. Pedras no campo. O Tipo que ele usa já é óbvio. Já que ele é parte Inseto, o Snivy poderá ser prejudicado - murmurou Alfred - Charmader!

O Pokémon dourado surgiu de uma maneira muito menos barulhenta que Crustle, mas não menos surpreendente, liberando um grito de guerra assim que tocou no chão. Brock estava duplamente chocado, tanto por Alfred ter escolhido um pequeno Charmander contra um grande Crustle, tanto por ele ser dourado. Voltando à consciência, o Gym Leader disse :

- Vamos, Alfred! Você pode começar!

- Se você diz... Charmander, use o Flamethrower!

Chamas vermelhas sairam da boca de Charmander e acertaram o casco de Crustle, que não demonstrou nenhuma reação.

- Só isso!? Achei que você fosse mais forte! Crustle, Rock Blast!

Entre as garras de Crustle se formou uma rocha, envolvida por um fina luz vermelha. O Pokémon a lançou em direção ao oponente, seguida de outras quatro rochas, características do Rock Blast.

- Overheat e Metal Claw!

Charmander lançou uma poderosa rajada de fogo, que queimou as pedras, que acabaram por ser destruidas pelo Metal Claw. Isso gerou uma poeira no campo. Poeira que impediu Alfred de perceber que Charmander havia ido ao encontro de Crustle, estando a menos de um metro do Pokémon de Brock.

- Stone Edge!!

De trás da poeira sairam inúmeras pedras, que lançaram Charmander para o outro lado do campo.

- Charmander! Você está bem?

O Pokémon se levantou com dificuldade, mas confirmou com a cabeça.

- Você nem mesmo tocou no meu Pokémon. Como vai escapar disso?

- Você não sabe o poder desse Charmander... Fire Spin!

Um vórtex de fogo foi lançado por Charmander, atravessou os mais de três metros do campo, e, por causa da baixa velocidade de Crustle, o acertou e o prender. Agora não podia se mover.

- Iron Claw! Iron Tail! Fire Punch!

Charmander atravessou todo o campo e acertou a concha de Crustle com o Iron Claw, e depois com o Iron Tail. Em seguida, acertou um Fire Punch na cabeça de seu oponente.

- Agora use o Overheat!

- Protect!

Charmander estava muito próximo de Crustle. Ele acabou ficando dentro da esfera que era o Protect. O poder do Overheat foi ampliado por não poder sair de tal esfera, cuja cor mudou de sua cor verde natural para um vívido vermelho, fruto do Overheat.

- Crustle, Hyper Beam!

No exato segundo em que o Protect desapareceu um raio de luz branco mandou Charmander novamente para o lado de Alfred. Ele causou um grandioso dano em seu oponente, mas causo um dano alto em si mesmo. Ambos Pokémon estavam visivelmente cansados. Quem acertasse o próximo ataque venceria a batalha.

- Crustle, use o Shell Smash!

Luminosas rachaduras surgiram na concha de Crustle. Logo todo seus corpo tinha essas rachaduras.

- Agora você vai ver o verdadeiro poder do meu Crustle! Stone Edge!

Pedras se formaram à volta de Crustle, que as lançou numa velocidade inimaginável, adquirida após o Shell Smash.

Charmander não se moveu e Alfred não deu nenhum comando. Não havia tempo. O ataque porém, foi repelido pela dourada aura de Charmander, seu Blaze.

- Perfeito! Charmander, Flamethrower!

Chamas douradas foram lançadas por Chamander. Essas chamas, porém, foram bloqueadas por um Protect.

Os dois Pokémon começaram a trocar ataques, Crustle chocava suas garras com os punhos de Charmander. Uma batalha entre X-scissors e Fire Punchs. Essa batalha, porém, não era mai comandada pelos treinadores.

- Já chega! - gritou Alfred - Charmander, pule pra trás!

- Agradeço pela chance, Alfred! Rock Wrecker!!

Entre as garras de Crustle se formou uma enorme pedra, maior que um Snorlax.

- Droga! Charmander, Focus Fire Punch!

- Focus Fire Punch!? Desde quando o Charmander sabe sequer o Focus Punch!? - perguntou Mya, perplexa. Alfred, porém, a ignorou. Esse não era o momento para conversar.

Enquanto Crustle tornava o Rock Wrecker cada vez maior, Charmander focalizava todo o poder do Blaze em seu punho direito, formando uma pequena esfera dourada, que, segundos depois, se tornou puro fogo dourado, da mesma cor da aura do Blaze.

- Agora! - gritaram os dois treinadores.

A enorme rocha foi arremessada em direção a Charmander, que foi a seu encontro com um poderoso golde de fogo. Assim que o Focus Fire Punch e o Rock Wrecker se tocaram, uma grande quantidade de energia foi leberada, mas nenhum dos dois ataques foi interrompido. O juiz, Alfred e Mya olhavam atentamete para Charmander, que tentava destruir o Rock Wrecker. Brock, porém, só podia ver Crustle, que estava extremamente desgastado por ter feito tão poderoso ataque, e a gigantesca pedra, parada no ar, com uma luz dourada emanando de trás dela. Agora tudo dependia da determinação de Charmander. Menos de cinco segundos haviam se passado desde que os dois ataques se tocaram, mas para todos assistindo à batalha, pareciam horas. Finalmente, no quinto segundo, Charmander enviou ainda mais energia para seu punho direito, o que fez com que ele conseguisse atravessar o Rock Wrecker, causando apenas um furo dentro da rocha, e acertando seu Focus Fire Punch em Crustle.

- Crustle está fora de combate! O vencedor é Charmander! - anunciou o juiz.

Crustle estava caido aos pés de Charmander, que ainda exibia sua dourada aura. Sua mão direira estava claramente machucada. Atrás dele, uma enorme rocha com pequena rachaduras e um grande buraco.

- Muito bom, Alfred, muito bom. Mas seu Charmander não passa daqui! - dizendo isso, Brock chamou seu Crustle de volta e enviou seu próximo Pokémon... - Tyranitar!

O Pokémon de Brock era imensamente maior que Chamander. Essa batalha já estava decidida. O vencedor seria Tyranitar, mas Charmander não podia ser substituido. Precisava fazer o máximo no mínimo de tempo. Não seria uma tarefa fácil, mas poucas coisas para Alfred e Charmander foram.

- Charmander, Overheat!

Mais uma vez Charmander usava seu mais poderoso ataque, que desta vez tinha metade do tamanho de Tyranitar.

- Agora, use o Metal Claw!

Charmander se aproximou de seu inimigo, que bloqueou seu ataque com um único movimento...

- Iron Tail!

Charmander foi lançado novamente para o outro lado do Gym. Desta vez, ele não aguentara...

- Chamander está fora de combate! O vencedor é Tyranitar!

"Um Tyranitar... Não esparava algo assim... O que eu faço agora? O Noctowl seria destruido. Minhas opções são Snivy e Riolu." - pensou Alfred enquanto chamava seu Pokémon de volta.

- Escolha logo seu próximo Pokémon, Alfred. - disse o Gym Leader.

- Certo, eu escolho...
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por SuperPikachu em Sex 11 Maio 2012 - 19:43

Postando mais um capitulo! Agradeço a todos que leem a fanfic.
Espero que gostem! Very Happy

Capítulo 16 - O Primeiro Gym - Parte 2

- Você, Snivy!

- Hyper Beam!

Antes que Snivy tocasse o chão, já estava na parede do Gym.

- Mas o que diabos foi isso!?

- Você começou a primeira batalha. Nada mais justo que eu começe a segunda, não?

- Maldito... Snivy, você tá bem?

O Pokémon respondeu com a cabeça.

- Certo...

- Flamethrower!

- Merda! Leaf Guard!

Snivy se protegeu com perfeição.

"Como esse Tyranitar é tão rápido!? Não consigo nem pensar!"

- Dark Pulse!

- Leaf Guard!

- Shadow Punch!

- Leaf Guard!

- Crunch!!

Tyranitar se aproximou. Alfred não deu nenhum comando e o ataque foi um sucesso. Snivy estava entre os poderosos dentes de seu inimigo.

- Você caiu... Solarbeam!!

Uma luz emanou por entre os dentes de Tyranitar. Ocorreu uma explosão em sua boca. Snivy estava livre novamente. Tyranitar estava cambaleando. Alfred apontou com a mão aberta para os pés de Tyranitar e ordenou :

- Use o Leaf Storm nos pés dele!

O ataque de Snivy atingiu seu oponente, que perdeu completamente o equilíbrio e caiu no chão, causando um estrondo que pôde ser ouvido por toda a cidade de Pewter e derrubou algumas das luminárias do Gym.

- Tyranitar, você não vai desistir, vai? Levante agora!

- Não vou deixar! Leaf Storm!

- Protect!

Tyranitar conseguiu bloquear o ataque e levantar-se.

- Agora, use o ataque final! Giga Impact!

Tyranitar correu a toda velocidade em direção a Snivy.

- Agora, Hyper Beam!

Os dois movimentos se uniram e multiplicaram a velocidade e o poder do ataque em centenas de vezes.

- Leaf Gua-...

Antes que Alfred pudesse terminar o camando, Snivy já havia sido atingido. Ele estava completamente derrotado. Mya pulou as barras que separavam a plateia e correu em direção ao Pokémon.

- Snivy! Snivy! - gritavam Mya e Alfred - Snivy!!

O Pokémon estava extremamente machucado. Isso era evidente. Podia ser percebido pelos olhos menos treinados.

- Mya... Preciso que você leve o Snivy pro Pokémon Center.

- C-certo...

- Desgraçado... Esse Snivy já sofreu tanto... - Alfred susurrou para si mesmo.

- He, meu Tyranitar virou o jogo, Alfred! O que você vai fazer agora?

Assim que Brock terminou de falar, Tyranitar começou a sentir os danos de seu ataque supremo e caiu no chão, desmaiado.

- Tyranitar também está fora de combate! - anunciou o juiz.

- Então também só me resta um Pokémon... Bom, de outro modo o Tyranitar não derrotaria o Snivy... De qualquer modo... Steelix!

"Perfeito! Um Tipo Aço não vai conseguir muito contra o Riolu!"

- Quem você escolhe, Alfred?

- Eu escolho o Riolu!

Alfred chamou seu mais novo Pokémon, um Pokémon Lutador.

- Entendo... Ele ficou pro final, é? Não importa! Steelix, Dig.

- Riolu, pule na parede.

O Pokémon, porém ignorou a ordem.

- Riolu! Faça o que eu mando!

O Pokémon olhou para seu treinador com olhos frios. Ele sabia o que fazer. Não precisava de ordens.

- Agora, Steelix!

Quando Steelix saiu do solo, Riolu deu um salto, esquivando-se de Steelix, que ficou completamente fora do chão, suspenso no ar, e liberou uma grande esfera de energia, seu mais poderoso ataque, seu Focus Blast. A esfera atingiu a cabeça de Steelix, que foi lançado para o outro lado do Gym.

- Steelix! Vejo que seu Riolu é forte.

- É... acho que... sim...

Riolu olhou novamente para Alfred. Tinha mais uma vez um olhar frio. Alfred ouviu uma voz : "Eu sei o que faço! Fique quieto que se precisar eu te aviso!"

Alfred imaginava de onde vinha essa voz, e então lembrou que os Riolus podem se comunicar através da aura.

A batalha continuou com diversos Focus Blasts, que eram perfeitamente bloqueados por Steelix com Protects, Iron Tails, Thunder Fangs e outros movimentos.

"Que saco!" - ouviu Alfred em sua mente - "Esse desgraçado não perde!"

Alfred, então, comunicou-se com Riolu através de sua própria alma : "Riolu, aceite minha ajuda! Eu sei o que você pode fazer!"

"Certo. Estou ouvindo."

"Perfeito! Primeiro, faça um Focus Blast!"

Riolu cumpriu a ordem, criando uma esfera de pura energia. Enquanto isso, Steelix carregava um Hyper Beam. Alfred não sabia pois estava completamente concentrado em comunicar-se com Riolu.

"Agora, jogue o Focus Blast pro alto e use o Gravity! Quando o Focus Blast descer, acerte-o com um Focus Punch!"

"De onde você tirou a ideia de que eu uso Gravity!?"

"Então só puxe o Focus Blast de volta pra você! Isso você consegue, né?"

"Sim."

E Riolu cumpriu perfeitamente as ordens. Porém, quando o Focus Blast se aproximava de Riolu, o Hyper Beam estava a menos de um metro dele, se aproximando em alta velocidade. Foi nesse momento que Alred percebeu o ataque. Cada milésimo de segunda passava como se fossem minutos. Menos de cinquenta centímetros. O Focus Blast ainda não estava próximo o suficiente, mas o Focus Puch estava completamente carregado. Quarenta centímetros. Trinta centímetros. Vinte centímetros. Dez centímetros. O Focus Blast estava próximo o suficiente, mas não seria rápido o bastante. Não seria... Caso Alfred, nesse milésimo restante, não tivesse conseguido anunciar em voz alta :

- Mach Punch!!

O soco de Riolu aproximou-se da velocidade do som. A estrutura do Focus Blast quase foi quebrada. Isso, porém, serviu simplesmente para aumentar ainda mais o poder do Focus Blast, que dividiu o Hyper Beam em dois, quase destruindo as paredes do Gym, que, desde que os Pokémon de Brock adquiriram tal poder, são feitas de diamantes, e acertando Steelix.

- Steelix está fora de combate! Os vencedores são Riolu e o desafiante Alfred!

"Nada mal, Alfred. Nada mal. Quem sabe você ganhe meu respeito um dia."

Alfred sorriu, tanto pela vitória quanto pelas palavras que ouvira de Riolu. Mas lembrou-se :

- Snivy!

O garoto saiu correndo da posição em que estava, em direção à porta. Riolu o parou.

"Volte aqui Alfred."

- Parabéns, Alfred. Aqui está sua Badge. Sua habilidade é grandiosa. Vejo um brilhante futuro!

- Espero que sim...

Com essas palavras, Alfred pegou sua Badge.

- Mas agora... preciso ver o Snivy...

- É verdade! Já que é culpa minha, vou com você.

- Não, não é necessário. Não quero lhe causar nenhum problema...

Riolu então pulou no ombro direito de Alfred.

- Mas não será problema nenhum! Eu-...

Antes que terminasse a frase, Alfred e Riolu haviam desaparecido.

- O que diabos foi isso!? Onde estamos?

"No seu quarto no Pokémon Center, pra vermos o Snivy. Por mais que eu não goste dele, ele é poderoso. Devo reconhecer. Além disso, você gosta dele."

"Você não... Não importa, eu já imaginava depois do que aconteceu ontem. Mas, mais importante, como você me trouxe aqui?"

"Não importa, depois explico. Agora, o Snivy."

"Claro!"

Alfred chamou Riolu de volta para a Pokeball e correu para fora do quarto, procurando Mya e seu Pokémon.

- Alfred, que bom que você chegou! O Snivy... ele...

- Ele está bem!?

- A Joy disse que ele vai ficar, mas precisa de pelo menos um dia de recuperação. Nossa viajem pra Cinnabar vai ter que ser adiada...

- Não faz mal. Sei de um jeito que podemos usar pra chegar lá bem rápido...

- Hã?

- Não importa, só quero ficar com o Snivy... Nem eu sei direito do que estou falando.

E Alfred foi para a ala de recuperação. Ficou até as dez horas da noite com Snivy, horário máximo para ficar em tal ala, e foi para o quarto. Mya já estava dormindo. Alfred deitou-se também. Seu sono se aproximava cada vez mais, até que finalmente adormeceu.

Horas depois, porém, viu uma aura negra em seus sonhos. A aura falava com ele...

"Sou seu futuro... Ele já está decidido... Nada que fizer... O mudará!"

Alfred acordou assustado. Olhou para Mya. Ela estava em um sono profundo.

- Foi só um pesadelo...

E voltou a dormir.
avatar
SuperPikachu
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 12/11/2011


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por LoKu-kun em Sab 12 Maio 2012 - 0:03

a luta foi muito boa mesmo e a fanfic está incrivel
só acho que está exagerando demais em poder dos pokemon de Alfred
ele tem 3 pokemon com poderes acima do limite de suas formas evolucionarias finais

acho q deveria ir um pouco mais devagar com isso mas a histora está boa
avatar
LoKu-kun
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 04/05/2012

Frase pessoal : #EuDigitoComoFaçoAmor


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kanto - A Região dos Mestres

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum