Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!

Pokémon: The Dark Ways...

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Está gostando da Fanfic?

90% 90% 
[ 27 ]
3% 3% 
[ 1 ]
7% 7% 
[ 2 ]
 
Total dos votos : 30

Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por DarkDialga em Qua 29 Set 2010 - 19:04

Olá gente... Essa vai ser minha segunda fanfic, a algum tempo estava querendo criá-la e resolvi realizar meu desejo, mas para os que acompanham PMD: Time Of Darkness eu digo: não se preocupem, que ela não vai acabar incompleta.



Faixa etária: 14 Veja por sua responsabilidade. Contém: Palavras de baixo calão, crueldade, palavrões censurados, violência moderada e tortura física e psicológica.

Mural de Avisos:
16/03/2011 - talvez não haverá Cap por duas semanas
29/03/2011 - Mais provas...
27/05/2011 - Estudando por tempo indeterminado...

índice:
Capítulo Um: Cyndaquil é a Minha Escolha?!
Capítulo Dois: A Grande Captura de Warui
Capítulo Três: Tudo Em Dobro!
Capítulo Quatro: Corrida Elétrica!
Capítulo Cinco: Warui, A Ponte e O Larvitar!
Capítulo Seis: Treinando ao Extremo!
Capítulo Sete: O Destino de Warui! Cyndaquil VS Scyther 1° Parte
Capítulo Sete: O Destino de Warui! Cyndaquil VS Scyther Parte Final
Capítulo Oito: Uma Insígnia Bem Merecida?!
Capítulo Nove: Acerto de Contas!
Capítulo Dez: Evolução?! Isso É a Solução?
Capítulo Onze: As Melhores Famílias São Assim!
Capítulo Doze: A Ascensão da Neo-Equipe Rocket!
Capítulo Treze: A Luta dos Kurai! Warui VS Konchú
Capítulo Catorze: O Inseto...
Capítulo Quinze: Entre A Cruz e A Espada!
Capítulo Dezesseis: Lâmina com Garra! Scyther VS Scizor!
Capítulo Dezessete: Conflito! A Fúria de Warui Explode!
Capítulo Dezoito: Confronto Premeditado! Warui VS S!
Capítulo Dezenove: Comum...
Capítulo Vinte: Warui VS Shurui & Furyõ!
Capítulo Vinte e Um: As Aparências Enganam...
Capítulo Vinte e Dois: Laços de Amizade...
Capítulo Vinte e Três: Batalha em DarkVille! O Exército dos Desalmados 1° Parte
Capítulo Vinte e Três: Batalha em DarkVille! O Exército dos Desalmados! Parte Final
Capitulo Vinte e Quatro: A Batalha Final Por DarkVille! Warui Vs Kowai!
Capítulo Vinte e Cinco: Caminhos Iguais, Intenções Diferentes...
Capítulo Vinte e Seis: Lutando Contra O Imprevisível...
Capítulo Vinte e Sete: Warui VS Tsujo, O Líder da Estratégia Errática 1° Parte


Biografias:

Spoiler:


Nome: Warui Kurai
Idade: 12
Data de Nascimento: 13/07/2012
Cidade Natal: New Bark
Equipe Atual:
Informações: Warui é um jovem um tanto perturbado, pois gosta de fazer maldades por seu próprio divertimento. Seu único objetivo na vida é construir uma equipe forte e ir atrás de seu pai que desapareceu quando se separou da mãe. Ele é um tanto imprevisível para quem não o conhece, já que seu humor sempre muda por causa de vários fatores, por isso não tem muitos amigos já que gosta de descontar seu mau humor nos outros. Gosta de pizza de frango, coisas equilibradas e simétricas. Odeia doces de qualquer sabor que não seja chocolate, coisas distorcidas e assimétricas e o Shurui.


Nome: Shurui Hikari
Idade: 12
Data de Nascimento: 21/12/2012
Cidade Natal: New Bark
Equipe Atual:
Informações: Shurui, ao contrário de Warui, não gosta de fazer maldades, fica salvando perdidos, tirando Meowths de cima de árvores e ajudar velhinhas á atravessar a rua, principalmente sua avó, que é com quem vive desde que seus pais morreram. Seu único objetivo é expurgar o mundo da influência malvada de Warui. Gosta de frutas cítricas, políciais e advogados, e é claro a Furyõ. Não gosta de picanha, ladrões e corruptos, e obviamente o Warui.


Nome: Furyõ Kanari
Idade: 11
Data de Nascimento: 01/01/2013
Cidade Natal: Blackthorn
Equipe Atual:
Informações: A população de New Bark não sabe muito sobre Furyõ, seus hábitos vegetarianos desenvolveram em seu namorado Shurui um ódio por picanha e um amor á frutas cítricas, deixando-a com inveja de vez em quando. Gosta do Shurui e odeia o Warui.


Pokémon: The Dark Ways...

Prólogo.



Essa é a história como várias outras, um jovem garoto que completou 12 anos e está pronto para pegar seu primeiro pokémon, depois de dois anos atrasado, ele mora na cidade de New Bark em Johto, mas seu coração é totalmente impuro, o nome desse garoto é Warui e é em sua casa que sua jornada começa.

-Warui, acorda menino! – gritou a mãe de Warui da cozinha da casa
-“Essa doida me acordando aos berros de novo...” - pensou Warui enquanto olhava para a porta de seu quarto com um só olho- “Tenho vontade de atirá-la aos Gyarados”.
- Não me faça ir aí levantar você! – berrou a mãe de Warui furiosa.
- “Quero ver você vir se tiver coragem!” – pensou Warui relaxado na cama.
- Eu sei que você está acordado mocinho!
- Pois então venha me tirar dessa cama! – berrou Warui se levantando da cama.

O quarto de Warui não era grande coisa, como era muito mal-comportado não recebia presentes da mãe, (que se divorciou porque o pai não agüentava mais o comportamento do filho) só tinha uma cama, um banheiro, um guarda-roupa, uma mesa com abajur e um compartimento secreto no chão com uma coleção de revistas Playboy roubadas.

- “É hoje! O dia que vou pegar meu Cyndaquil e sair desse chiqueiro...”. Pensou Warui com alegria.

Warui saiu do quarto com uma camisa suja com uma mancha de sangue de um garoto que ele bateu na rua e um jeans rasgado de tanto pular o arame farpado que cercava sua janela do quarto, a qual ele usava para sair de casa quando sua mãe o trancava no quarto toda vez que alguém vinha reclamar dele na porta, ora ele quebrava uma janela, ora ele roubava.

Warui olhou pro relógio, viu que eram 8h00min, ele estranhou só tinha que pegar seu pokémon ás 9h00min e reclamou:

- Porque me acordou tão cedo? Só tenho que pegar meu Cyndaquil ás nove – falou Warui zangado e socando a parede, marcada das repetidas vezes que ele fazia isso.
- Porque sabia que você iria demorar pra acordar é claro! – Devolveu sua mãe.
- “Sua besta!” – Pensou Warui irritado.
- Agora tome seu café que eu quero falar com você a respeito da sua viagem.

Warui tomou seu café enquanto sua mãe via o Clima em Johto, um famoso programa de Johto que fala sobre o clima em determinados lugares e seus efeitos nos pokémon que moram ali, no Clima em Johto avisava que ia ser tempo ensolarado em toda Johto.

- “Obrigado Arceus!” – pensou ela se distraindo do programa.

A vida de treinador nunca foi a que ela quis pra Warui, não que ela não gostasse de pokémon, quando criança até quis ser uma coordenadora quando tinha 16, mas teve que mudar de rumos devido à condição financeira da sua família, e desde então achou que ser qualquer coisa envolvido com pokémon era má idéia, quando Warui tinha 7 anos ela até tentou matriculá-lo numa escola, mas ele foi expulso no primeiro dia depois de atirar uma lata de tinta na professora de artes e derrubar o gabinete da diretora... Ela só voltou á realidade quando percebeu que Warui tinha terminado seu café e estava prestes a sair.

- Ei Warui espere! – Gritou ela se levantando.
- Vá se ferrar! – berrou ele batendo a porta com violência.

Warui saiu para esperar até as 9h00min enquanto andava, pensou:

- “Como se eu precisasse de algum conselho daquela velha... Sempre foi: Warui faça isso, Warui não faça isso... Hoje eu vou ser dono do meu nariz e que se danem os outros” - Warui ia pensar mais mas foi interrompido por uma de suas namoradas, uma menina chamada Sobokuna de 10 anos.

- Oi meu Waruzinho - disse ela com uma voz doce o abraçando.
- Me larga! – Gritou Warui jogando a menina para longe de si que caiu no chão.
- Warui o que houve? – Perguntou ela se levantando e ajeitando seu vestido
- Eu não quero mais saber de você sua pirralha! – Gritou Warui apontando para sua cara com seu dedo médio.
- Mas... Eu não entendo... – Falou Sobokuna confusa.
- Vai cuidar da tua vida vai! – Ordenou Warui dando as costas.
- Onde você vai arrumar alguém com tanta paciência pra aturar você que nem eu? – Perguntou Sobokuna decepcionada com Warui.
- Hahahahaha – Warui riu com uma risada maléfica – acha mesmo que eu preciso de você? Tenho várias namoradas espalhadas pela cidade, não dependo de você.

E então Warui seguiu seu caminho deixando a menina ajoelhada em prantos e as pessoas que viam o barraco espantadas com a crueldade de Warui, até mesmo quem já conhecia sua fama ficou surpreso, sabiam que Warui era mal ao ponto de infernizar a vida de todos, mas não sabiam que ele era cruel para brincar com o sentimento dos outros, ainda mais de uma pessoa que o amava...

Warui ficou vadiando na rua até as 9h06min quando viu no relógio de um painel do PokéMart e correu para o laboratório.

- “Finalmente meu momento chegou!” – pensou Warui entusiasmado.

Continua...

Não perca. Cap. 1: Cyndaquil é a Minha Escolha?


Última edição por DarkDialga em Ter 15 Maio 2012 - 21:34, editado 52 vez(es)
avatar
DarkDialga
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/10/2009

Frase pessoal : [Insira uma Frase Pessoal Aqui]


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por pietrosaggioro em Sex 1 Out 2010 - 14:40

Olá Boa Tarde!!!

Nao gostei tanto da sua Fic,o cara é du mal,sei lá mano nao curti muito nao,mas quem sabe acompanhando os próximos capitílos vai melhorar.É bem original a história...Vc precisa melhor na naraçao,tem muitas falas o tempo todo e vc precisa melhor na descriçao também.Percebi esses erros,observe o quote abaixo:

@DarkDialga escreveu:

- Não me faça ir aí acordar levantar você! – berrou a mãe de Warui furiosa.

Ela só voltou á realidade quando percebeu que Warui tinha terminha (terminado) seu café e estava prestes a sair.

- Mas... Eu não entendo... – Falou Sobokuna confusa.
- Vai cuidar da tua vida?vai! – Ordenou Warui dando as costas.

Bom vou acompanhar a sua Fic!

Boa sorte!

Tchau.
avatar
pietrosaggioro
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 15/10/2009


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por DarkDialga em Sab 2 Out 2010 - 22:52

Olá pessoal estou postando o primeiro capitulo das aventuras de Warui, mas antes gostaria de agradecer os comentários:

BlazeCyndaquil: Ainda bem que vi seu comentário antes que fosse apagado, mas também, você não fez um comentário construtivo.

Pietrosaggioro: Pode apostar que Warui é do mal, por isso ele é especial, porque ele é Héroi e Vilão ao mesmo tempo, mas ele não é tão mau, como vou mostrar nesse capitulo, e sobre aqueles erros é porque meu teclado estava com defeito mas meu pai comprou outro, escutei seu conselho e coloquei um pouco mais de narração, espero que goste da fic no futuro.

Vou repetir uma coisa que postei no prológo para aqueles que podem não ter visto.

Errata: Sobokuna tem 10 anos e não 8 como foi postado. Sorry!

Adivinha: Qual é a música preferida de Warui? dica: É de Michael Jackson e também é o nome de um álbum dele.



Capitulo Um: Cyndaquil é a minha escolha?



Warui entrou no laboratório do Prof. Elm Jr., um lugar que ele nunca tinha visto antes: tinha dois andares sendo o primeiro recheado de estantes com livros e mais livros sobre Pokémon, além de vários computadores onde pesquisadores trabalhavam. Então Warui perguntou a um assistente que trabalhava num computador.

- Onde está o Prof. Elm Jr.? – Perguntou Warui ofegante.
- Ele está no segundo andar com um menino que veio pegar seu primeiro pokémon, ele chegou quase agora. – Respondeu o assistente sem tirar os olhos do computador.

Warui se esgueirou para ver o que ele estava vendo. Um artigo na Pokénet que falava o seguinte:

“Pokémon que ficam mais fortes junto do treinador.”

“Foi observado que Pokémon realmente se desenvolvem melhor quando gostam de seu treinador...”.

Warui não quis ver o resto do artigo, se dirigiu para as escadas e pensou:

- “Que bobagem, Pokémon só fica forte com treinamento pesado e nada mais...” –.

Assim que Warui chegou ao segundo andar viu um garoto e o Prof. Elm Jr. Entregando-lhe uma Pokébola depois de ter pegado-a num painel na parede onde havia outras duas em espaços e a foto e nome do pokémon dentro dela ao lado.

- Cuide bem do seu Cyndaquil Shurui! – Disse o Prof. Elm Jr. Entregando-lhe a Pokébola com um Cyndaquil dentro.

Ao ouvir aquilo Warui se desesperou e correu até eles.

- Ei não! EU quero o Cyndaquil! – Berrou Warui com raiva.
- Se quisesse mesmo teria chegado na hora e não ás 9h08min da manhã.
- Ok! – disse Warui com um sorriso malicioso – então eu vou querer o Totodile!
- Aqui está! – disse ele tirando uma pokébola do painel onde tinha a foto de um Totodile ao lado – Cuide bem do seu Totodile Warui! Siga Shurui até o meu assistente que lhe dará cinco Pokébolas e uma Pokédex.

Warui desceu as escadas e viu Shurui recebendo cinco Pokébolas e uma Pokédex de um homem de óculos com uma roupa que tinha jeitão de ciência, logo Warui correu até ele.

- O Prof. Elm Jr. Mandou-me pegar as Pokébolas e a Pokédex. – disse Warui apressado.
- Ah! Então está começando sua jornada, deixe-me ver... Acho que as coloquei aqui em algum lugar... – disse ele revirando uma estante.
- Rápido! Tenho tempo a perder! – Berrou Warui vendo que Shurui havia saído do laboratório.
- Calma não me apresse! – disse o homem ajeitando os óculos e desfazendo um embrulho. – Aqui está! Boa sorte!

Warui saiu sem agradecer e olhou para os lados procurando Shurui, saiu perguntando ás pessoas se viram um menino de cabelo loiro e jaqueta azul e calças Jeans, foi o melhor jeito que ele conseguiu para descrever Shurui, até que enfim ele teve resposta.

- Ah, Eu conheço esse menino, é o Shurui! Ele foi para a casa dele pegar sua mochila, fica ao lado do laboratório do Prof. Elm Jr. – Disse um garoto que jogava com outro menino pokébolinha de gude.

Warui não acreditava no que ouvia, todo o tempo Shurui estava em sua casa, o que o lembrou de voltar para sua casa para pegar sua mochila... E então Warui entrou em casa pela janela do quarto cercada com arame farpado fazendo mais um rasgo no seu jeans, pegou sua mochila, saiu e foi à tocaia da casa de Shurui, esperou, esperou e esperou... Então se cansou e bateu na porta de Shurui, mas quem atendeu foi uma senhora idosa de bengala com um sorriso no rosto.

- Ah, olá – disse a velhinha sorrindo – Você é o Warui não é?
- Como a senhora me conhece? – perguntou Warui espantado.
- Ah, quase todo mundo nessa cidade lhe conhece, quer entrar para comer uns bolinhos?
- Ah, não obrigado...

Warui estava muito espantado, aquela velhinha foi a única pessoa que não o tratou mal por ser arteiro.

- Aqui é a casa do Shurui? – Perguntou ele envergonhado.
- Ah é sim, eu sou a sua ‘vózinha.
- Poderia me dizer onde ele está por favor? – Perguntou ele com uma voz calma

Era a primeira vez em sua vida que Warui dizia ”por favor,” e falava calmo, era como se a bondade daquela velhinha fizesse toda maldade que havia em seu coração dormisse e desse vez ao seu lado bom, gentil e educado.

- Ele acabou de sair pela porta dos fundos depois de comer uma das minhas fornadas de biscoitos para começar sua jornada, agora eu reparei que você está com uma mochila e no seu bolso há umas Pokébolas... Presumo que vai começar sua jornada também! – disse ela mostrando sua esperteza.
- Sim, vou desafiá-lo. – disse Warui esperando uma reação negativa
- Ah é?! – disse ela com calma – Bem, boa sorte aos dois! Acho que você pegar a rota para chegar antes dele no meio dela, ele achou que cortaria caminho pela floresta. – disse ela se despedindo de Warui com um lencinho na mão.

Warui saiu correndo para chegar à Rota 29, que acabou esquecendo de se despedir de todos.

- Nossa! – Gritou Warui espantado olhando para o céu, onde havia uma grande sombra que sumiu. – Eu hein? Aquilo parecia uma ampulheta preta.

A Rota 29 era um lugar muito bonito mesmo com as várias inclinações que tinha, era um lugar bonito, com o sol que batia nas árvores e os Pokémon que ali habitavam, tinha Pidgeys, Rattatas e Sentrets, Warui olhou pra eles e pensou:

- “Nenhum deles é digno de ser capturado por mim, e preciso economizar a energia desse Totodile...” – Pensou enquanto passava por eles de cabeça erguida e olhos fechados dando a idéia de desprezo, mas como estava de olhos fechados bateu numa árvore, fazendo todos os pokémon rirem dele.

- Grrrrr! Suas pestes! Sumam daqui! – Gritou Warui irritado enquanto apedrejava os pobres Pokémon.

Aquilo fez o lado ruim de Warui voltar à tona, então ele correu e viu um garoto de jaqueta azul e calça jeans com uma mochila branca nas costas que estava perto de um lago chamar seu Cyndaquil para fora da Pokébola.

- “É Shurui!” – Pensou com um sorriso malicioso. – Ei você!

Shurui olhou para trás e quando reconheceu Warui o olhou com desprezo, aparentemente ele conhecia sua fama, o que enfureceu ainda mais Warui.

- Eu te desafio para uma batalha Pokémon! – Gritou Warui tirando uma Pokébola do bolso e mostrando a Shurui.
- Desafio aceito! Vamos Cyndaquil! – Ordenando ao Pokémon para se preparar para a batalha.
- Cinda! – Respondeu o pokémon com entusiasmo.
- Vai Totodile! – Gritou Warui liberando o Pokémon Grande Presa.
- Cyndaquil use o Tackle!
- Totodile use Water Gun no chão e fique girando. – Disse Warui enquanto um sorriso malicioso estava em sua face.

Totodile obedeceu a ordem de seu treinador, usando o Water Gun no chão o fazendo ir para cima, depois girou no ar usando Water Gun, fazendo chover em cima do Pokémon Rato de Fogo.

-Cyndaquil evapore a água usando Flamethrower pra cima!

Cyndaquil evaporou toda a água e uma névoa cobriu o chão, Totodile estava ainda caindo e não podia ver Cyndaquil, mas Cyndaquil podia vê-lo muito bem.

- Cyndaquil Tackle!

Cyndaquil acertou Totodile pelas costas e logo depois se ocultando na névoa mais uma vez.

- Totodile use Water Gun para todos os lados.
- Cyndaquil pule!
- Totodile pule e use Scratch!
- Rápido use o Flamethrower!
- Totodile Water Gun!

Os dois ataques colidiram, fazendo um chiado de brasa em que pingaram água, mas no final o Water Gun e o Flamethrower ficaram lateralmente e atingiram seus alvos, fazendo ambos caírem no chão que ainda estava coberto por um pouco de névoa, quando a névoa baixasse um estaria de pé, e o outro no chão. Warui estava com medo, saiba que o Water Gun tinha sido super-efetivo mas ainda assim Cyndaquil não havia recebido um só ataque. Mas a névoa não cessou...

- Chega dessa ansiedade! – Disse Warui tirando uma toalha da mochila e a usando para dissipar a névoa.

E no final: Totodile havia vencido, deixando Cyndaquil sem poder mais lutar.

- Ótimo Cyndaquil! Retorne! – Disse Shurui recolhendo seu Pokémon ferido.
- Muito bem Totodile, agora Shurui... Passe-me o Cyndaquil! – Ordenou Warui.
- Quê? – Perguntou Shurui espantado.
- Eu falei grego? – Disse Warui em tom de desdém – Me dê o meu Cyndaquil.
- Nunca! Você pirou?!
- Você não me deixa escolha! Totodile Bite! – Ordenou Warui apontando para Shurui.
- Toto?! – Disse Totodile espantado.
- Me obedeça! – Gritou Warui olhando feio pra ele.

Totodile fez uma cara de “Me desculpe” para Shurui e o mordeu no braço, fazendo ambos caírem no chão, o braço de Shurui estava sangrando e ele largou a Pokébola de Cyndaquil sem querer, que rolou até a metade do caminho entre ele e Warui.

- É isso aí Totodile! Retorne! – Disse ele enquanto recolhia a Pokébola de Cyndaquil. – Isso é por ter hesitado em me obedecer seu idiota! – Disse Warui e então ele jogou a Pokébola de Totodile no lago e prosseguiu seu caminho.
- Ei você não pode fazer isso! – Disse Shurui sentado enquanto Warui passava por ele.
- Cala a boca! – Gritou Warui o chutando na cara, deixando Shurui inconsciente e de nariz e braço sangrando.

Warui seguiu seu caminho até anoitecer e ele teve que acampar, mas antes...

- Saia Cyndaquil! – Disse ele chamando Cyndaquil para fora da Pokébola.
- Cinda? – Disse Cyndaquil estranhando que Warui e não Shurui o tivesse chamado.
- Agora sou eu que mando Cyndaquil! Esqueça o Shurui, me obedeça e será recompensado! Não me ouça e será severamente punido!
- Cinda! – disse Cyndaquil num sinal de compreensão sem ter escolha.
- Ótimo agora use o Flamethrower nesses gravetos que eu juntei para a fogueira.
- Cindaaaaa... Quiiiiiiiiilll! – Gritou Cyndaquil queimando os gravetos.
- Muito bem, agora boa noite! – disse Warui se enfiando em seu saco de dormir e se virou, mas foi cutucado nas costas. – Que é?
- Cyndaaa (Estou com frio)!
- E o que eu posso fazer? – Perguntou Warui, mas logo percebeu o que Cyndaquil queria. – Ok! Já entendi! – disse ele abrindo o zíper do saco de dormir para Cyndaquil poder dormir com ele.
- Cinda! – disse Cyndaquil em tom de agradecimento e felicidade.
- Boa noite! – Disse ele fechando o zíper deixando só a cabeça de Cyndaquil e a dele de fora.

E assim eles foram dormir sem saber das aventuras que os aguardavam no dia seguinte...

Continua...

Próximo episódio: Capitulo Dois: A Captura de Warui


Última edição por DarkDialga em Ter 15 Maio 2012 - 21:36, editado 4 vez(es)
avatar
DarkDialga
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/10/2009

Frase pessoal : [Insira uma Frase Pessoal Aqui]


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por CalrosHenrique em Sab 2 Out 2010 - 23:46

Olá, DarkDialga! o/

Tenho que admitir que não havia comentado antes pois não tinha gostado do prólogo...

O prólogo ficou bem corrido e sem emoção alguma, deixando apenas uma coisa escrita... O quê deixou muito a se desejar.

Aconselho re-escrevê-lo, colocando mais detalhes e afins...

Mas o primeiro capitulo, também ficou sem detalhes... Mas ficou bem melhor, eu gostei dele! ^^

Olha, quando você disse que era um garoto mal, e a fic fosse para +14, eu pensei que seria mais uma fic clichê, com um protagonista mal-humorado que se diz ser mal. Mas eu me enganei, realmente tem sua faixa etária por merecer, e o protagonista não só xinga, mas como age como um cara mal... xD

Mas cai entre nós... Esse Warui pode ser corajoso em ser tão malvado desse jeito, mas ele é MUITO BURRO... Largar o Totodile? Eu ficaria com os dois, sinceramente, o cara pode ter musculos, mas cérebro, é algo que ele não usa nem 10%...

Mas sério, o unico defeito da tua fic, é que está sem detalhes...

Olha, apenas um exemplo, de como pode melhorar:


[...] Cyndaquil acertou Totodile pelas costas e logo depois se ocultando na névoa mais uma vez.

- Totodile use Water Gun para todos os lados. - Grita Warui, ainda bem nervoso com sua batalha.

O Totodile não conseguia ver o pokémon de fogo, mas rapidamente começa a lançar vários jatos d'água ao seu redor.

Shurui nota que seu Cyndaquil poderia ser atingido, então ordena o seu pokémon:

- Cyndaquil pule!

O seu nobre pokémon de fogo obedece, e sem dificuldades, dá um enorme salto, que se esquiva dos jatos d'água que totodile havia lançado.

Warui fica cada vez mais irritado, e começa ordenar seu Totodile aos berros:

- Totodile pule e use Scratch, para acertar esse maldito filho da mãe!!

Shurui fica irritado com a atitude infantil de Warui, mas nem fica surpreso.
O Totodile obedece o dono, e dá um salto, pronto para arranhar o Cyndaquil

Shurui vendo que estava em desvantagem, apenas suspira para não perder a calma.

- Rápido use o Flamethrower! - Gritava o garoto, bem calmo, confiante em que poderia vencer.

O Cyndaquil lança um Flamethrower que iria atingir o Totodile em cheio, irritado mais uma vez, Warui começa a gritar de raiva:

- Totodile Water Gun, acaba logo com ele, seu inútil!!


Eu botei mais descrição nos detalhes e nas falas, deixando cada um com uma "personalidade" defenida. Eu suponho que o Shurui é um treinador calmo e bondoso, por isso ele não ficaria tão nervoso, para não perder o controle da batalha. E Warui, é o Warui... xD

Bem, gostei do capitulo, irei acompanhar a fic! ^^

Ah! E eu acho que a música preferida do mal feitor é Bad! Boa escolha! ^^

Um abraço, até mais! ^^
avatar
CalrosHenrique
Membro
Membro

Masculino Idade : 19
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 18/02/2010

Frase pessoal : Lady lady love me cause I love to lay you lazy


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por pietrosaggioro em Dom 3 Out 2010 - 11:37

Olá Bom Dia!!

Gostei muito desse episódio e concordo com o Carlos a faixa etária da Fic faz por merecer ser 14+.Achei Wariu muito BURRO de ter largado o Totodile,fica com os dois Pokes!!Bom na narraçao sua Fuc está ótima.Mas a descriçao está deixando a desejar,tem poucos detalhes.Melhore isso que sua Fic ficará melhor do já está!!Percebi alguns errinhos bobos de digitaçao mesmo e outro que vc pode ver no qoute abaixo:

@DarkDialga escreveu:

“Pokémons que ficam mais fortes junto do treinador.”

“Foi observado que Pokémons realmente se desenvolvem melhor quando gostam de seu treinador...”.

-Cyndaquil evapore a água usando Flamethrower pra cima! (LOL Flamethower é um ataque meio avançado para o nivel de Cyndaquil,ficaria melhor se ele soubesse o ember)


Parabéns pela Fic!!

Boa sorte!!

Aguardo o próximo capítulo ;D

Tchau.
avatar
pietrosaggioro
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 15/10/2009


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por juan_jrb em Dom 3 Out 2010 - 12:21

Pelo o que vi você realmente quis "escapar" da forma padrão, sem aquele personagem bonsinho, que abraça os pokémons leva para passear, etc. Mas a fanfic ficou com poucos detalhes, ela tem uma raiz boa, mas seus galhos não querem crescer. Além disto diminua um pouco o uso de aspas, que eu percebi que pelo menos 25% da sua fanfic é dada por aspas, o que tira a historia de foco, ou seja você esta colocando o passado da fanfic, no presente da mesma. Detalhe mais, e sua fanfic irá crescer.
avatar
juan_jrb
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/03/2010

Frase pessoal : b² - 4.a.c


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por isac_nerde em Ter 5 Out 2010 - 15:55

Very Happy muito irado esa tua fanfic victor gabriel mais muito violenta tanbem no é pra menos é pra 14 anos
nossa quando vc vai fazer o capitulo 2 . to curioso com o que ele vai faver com o Cyndaquil dele ele é taõ mau que ele pode ate forsa Cyndaquil a treinar duro para ele evoluir mas rapido
avatar
isac_nerde
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
10 / 1010 / 10

Data de inscrição : 23/09/2010


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por DarkDialga em Qua 6 Out 2010 - 17:04

Obrigado pelos comentários pessoal espero que gostem do capitulo

CarlosHenrique: coloquei mais descrição como você falou, e você acertou! A música preferida de Warui é Bad!

Pietrosaggioro: você vai entender porque tem hora que Warui parece esperto e outras que ele parece burro, e escrever Pokémon quando se refere ao plural não está errado Pokémon é a abreviação de Pocket Monsters então não está errado!

Juan-jrb: é verdade, me cansei de fics com carinhas legais.

Isac-nerde: Valeu isac,mas vê se não solta informação pessoal na internet, te vejo amanhã lá na escola!



Capitulo dois: A Grande Captura de Warui


Depois do dia que tiveram ontem, era de se esperar que Warui e Cyndaquil acordassem tarde... Warui foi o primeiro a acordar, demorou em colocar as idéias em ordem e sentiu uma respiração quente em seu rosto... Cyndaquil estava dormindo em cima dele. Ele estranhou... Tinham dormido lado-a-lado ontem, não tinha como Cyndaquil subir em cima dele, depois reparou que o zíper do saco de dormir estava aberto até a cintura e seu bolso da camisa estava ao avesso, lembrou de Shurui e rapidamente olhou para a mochila, que estava toda aberta! Warui quase se levantava num pulo, mas se lembrou que Cyndaquil ainda dormia e não queria acordá-lo. O colocou no braço, se levantou devagar e depois o colocou de novo no saco, cobrindo-o deixando somente a cabeça de fora, logo checou sua mochila, estava tudo lá, ele pensou, colocando a mão no queixo:

- “O que Shurui queria”?! – pensou Warui enquanto olhava pro céu, se sentiu pressionado, pois Shurui podia voltar na próxima noite enquanto ele e Cyndaquil dormiam.

Logo Cyndaquil solta um longo ronco, lembrando a Warui sobre sua presença, e Warui bate o punho fechado sobre a mão.

- “É isso! Shurui estava procurando a Pokébola de Cyndaquil! Fiz bem em guardar tudo que é valioso na minha jornada no bolso da calça, pelo menos, sei que ninguém pode mexer lá sem me acordar, e pelo visto, Shurui também sabia...”- Pensou Warui enquanto tirava uma toalha da mochila.

O lugar em que Warui resolveu acampar era bem posicionado, na frente, tinha várias árvores frutíferas, ao lado, um rio, do outro lado depois de passar por umas árvores, a rota.

- “Vou tomar meu banho e depois vou preparar o café!” – Pensou Warui colocando a toalha num galho e desabotoando o seu jeans.

Warui sentia tanta vontade de mergulhar no rio, mas não podia tirar os olhos do acampamento, Shurui podia aparecer a qualquer momento, talvez estivesse ali observando em algum lugar, então um pensamento invadiu sua cabeça.

- “E se não foi Shurui?! E se foi outra pessoa?! Um ladrão talvez?!” – Pensou Warui começando a se irritar com a dúvida que o perseguia, mas olhou para Cyndaquil, e se lembrou que se fosse um ladrão, teria levado a mochila e porque talvez não o Pokémon junto? Feliz por ter se livrado da dúvida, Warui acalmou-se...

Estava indo tudo bem naquela manhã para Warui, ficou feliz porque hoje não tinha que ser acordado aos berros, não tinha que acordar no seu quarto vazio, com a janela de arame farpado e se lembrou de Sobokuna, era impossível não lembrar... Ele a maltratara muito ontem, talvez estivesse triste até hoje, mas se lembrou do que sua mãe sempre lhe dizia quando ele ficava zangado: “Vocês jovens esquecessem com facilidade, nós adultos, no entanto...” Então se despreocupou.

- Cyndaaaa... – Falou Cyndaquil acordando com um bocejo enquanto Warui fazia poffins para Cyndaquil e uma vitamina para ele.
- Acordou bela adormecida? – Falou Warui se distraindo das pedras onde cozinhava os poffins e da jarra onde usava uma colher para preparar a vitamina. Mas Cyndaquil olhou pra ele com uma cara de quem diz: “Olha quem fala...” Pelo visto, Cyndaquil tinha acordado para fazer alguma coisa antes que Warui acordasse.
- Cyndaa (O que é isto)? – Falou Cyndaquil com uma expressão de interrogação no rosto.
- Isso? – Perguntou Warui apontando para as pedras. – É tipo um fogão natural, primeiro eu pego uma pedra com superfície lisa e depois boto duas em baixo e acendo o fogo entre elas que esquenta a pedra de cima onde eu boto a comida para cozinhar.

Cyndaquil ficou impressionado por Warui querer complicar as coisas, não era mais fácil se Warui esquentasse com um ataque de fogo? Mas se lembrou que humanos não são iguais a Pokémon. Assim que os Poffins ficaram prontos Warui tirou uma tigela da mochila e os pôs lá dentro enquanto tomava o segundo copo de sua vitamina.

- Coma logo, pois temos muito caminho pela frente – Disse Warui vendo a hora no seu relógio de pulso roubado enquanto tomava o resto da vitamina que estava no copo. – Minha nossa! Já é tão tarde?! Quase onze horas! Coma rápido, já perdemos muitos raios de sol. – Disse Warui enchendo o terceiro copo de vitamina

- “Desse jeito vai faltar energia pra ele...” – Pensou Cyndaquil enquanto comia os Poffins que sobraram da tigela, que agora só tinha metade do que tinha antes. Logo, ao terminarem o Café-Almoço Warui e Cyndaquil partiram correndo, enquanto corriam Warui falou para Cyndaquil:

- Cyndaquil! O plano é o seguinte: nós vamos capturar mais cinco Pokémon antes de enfrentarmos o ginásio da cidade Violet! Então você vai ter que lutar duro.
- Cynda Cyndaquil? (Não podemos ir devagar? Estou com a barriga cheia.) – Disse Cyndaquil diminuindo o passo.
- Rápido molenga! – Disse Warui empurrando Cyndaquil com o pé para frente.

Cyndaquil percebeu a burrice que fizera... Agora o lado mau de Warui mais uma vez veio á tona, e algo o dizia que não ia sumir nem tão cedo, logo apressou a passo, ficando na frente de Warui, tentando o agradar, não estava louco em desobedecer-lho, viu pela Pokébola o que ele fez com Totodile... E certamente não queria acabar de forma parecia.
Então Warui viu algo e puxou Cyndaquil para dentro da floresta.

- Cynda... – O Pokémon tentou falar mais foi interrompido por Warui.
- Shhhhhhh! – O treinador fez com o dedo na boca. – Olhe ali – Sussurou Warui.

Cyndaquil olhou e viu uma menina mandando seu Chikorita atacar um Scyther.

- Cynda (E daí?)? – Disse o Pokémon impressionado com Warui.
- Sabe como é difícil encontrar um Scyther nessa parte de Johto? Nós não podemos deixar a garota captura-lo, e aquele Chikorita parece mais velho que você, eu diria que ela o pegou a mais ou menos dois anos atrás, mas não quis partir para uma jornada... Como eu sei de tudo isso? – Perguntou Warui sabendo que Cyndaquil iria fazer o mesmo – é porque eu a conheço: Furyõ da Cidade de Blackthorn que se mudou para New Bark há dois anos para pegar seu primeiro Pokémon, 12 anos de idade.
Cyndaquil nós vamos fazer o seguinte... – Terminou Warui contando seu plano á Cyndaquil, que sem escolha teve que executá-lo.

- Chikorita use o Tackle e depois Razor Leaf! – Ordenou Furyõ que parecia um pouco aflita sobre a batalha, mas sem razão, pois seu Chikorita depois de fazer a série de ataques nocauteou seu oponente deixando-o deitado no chão.
- Isso Chikorita! Scyther você é meu! – Comemorou a garota lançando uma pokébola. Mas ela não chegou a tocar em Scyther, um poderoso Flamethrower que veio da floresta destruiu a Pokébola, logo, uma outra Pokébola vinda da floresta tocou o Scyther, o capturando sem resistência, e então Warui e Cyndaquil saíram das árvores para recolher o prêmio.

-Warui?! – Gritou a menina reconhecendo-o.
- Ora... Se não é a Furyõ? Desprazer em te ver – Disse Warui com a Pokébola de seu novo Scyther na mão.
- Me dê o Scyther! Ele é meu! – Gritou a menina pisando no chão, pronta para mandar Chikorita pegar a Pokébola.
- Ele é meu porque fui eu quem lançou a Pokébola que o capturou! – Disse Warui fechando os olhos.
- Chikorita pegue a Pokébola! – Furyõ ordenou ao seu Pokémon, que usou seus chicotes para pegar a Pokébola que estava nas mãos do Warui distraído.
- Então terei que roubar seu Chikorita também?! – Ameaçou irritado, enquanto deu uma olhada de decepção rápida para Cyndaquil que não havia feito nada para impedir Chikorita de pegar a Pokébola.
- Não! Por favor, não! – Implorou a garota, quase começando a chorar. – Leve qualquer coisa, mas não roube meu Chikorita!
- Então me dê a Pokébola sua vadia! – Ordenou Warui rangendo os dentes.
- Isso é típico de você! – Disse a menina virando a cara, Fazendo Warui ficar vermelho de raiva, e Cyndaquil logo percebeu que Warui se irritava de verdade quando as pessoas o julgavam.
- Cyndaquil Flamethrower nessa maldita! – Ordenou Warui ao seu Pokémon, que obedeceu...

Furyõ só não foi atingida porque caiu de susto, fazendo a Pokébola voar até a mão de Warui.

- Você parece meu último oponente... – Disse Warui pegando a Pokébola e lembrando que Furyõ era namorada de Shurui. – Aquele fracote do Shurui. – Disse Warui, esperando uma reação, a menina, ao ouvir abriu os olhos e olhou o rosto de Warui.
- O que você fez com ele? – Perguntou Furyõ, em tom preocupado e de espanto.
- Vá ver... deixei ele na beira de um lago inconsciente e de nariz e braço sangrando.
- Shurui!
- Lamento, mas temos que ir, eu adoraria continuar te infernizando, mas fazer o quê né? Cyndaquil Smokescreen! – Ordenou Warui, e Cyndaquil obedeceu, deixando todo o lugar coberto de fumaça, quando Furyõ pode enxergar Warui havia sumido...


- Eu disse que conseguiríamos – Disse Warui a Cyndaquil enquanto fugiam pela floresta, já tenho dois... Faltam quatro!
- Cynda! (Vamos conseguir!) – Disse Cyndaquil, tentando se desculpar com Warui por não ter impedido o Chikorita.

A noite veio muito rápida para Warui e Cyndaquil logo tiveram que mais uma vez montar acampamento, mas dessa vez em cima de um morrinho que tinha por ali, depois de montar a fogueira, Warui chamou Scyther para fora.

- Saia Scyther! – Ordenou Warui, pegando a Pokébola.
- Scyther!(Tome isso!) – Gritou Scyther arranhando o rosto de Warui, que se virou por causa da força do golpe.

Quando Warui sentiu o sangue em seu rosto, Cyndaquil previu o que ia acontecer... Antes que Scyther reparasse, um poderoso chute o derrubou no chão, ele ia se levantar, mas Warui pisou em suas lâminas, imobilizando-o.

- Olha só novato eu vou enumerar as regras pra você ok?! – Gritou Warui vermelho de raiva com o corte ao lado do nariz ainda pingando, deixando Scyther louco*. – 1° Você me obedece e eu não te encho de tapas, 2° você não me agride e eu não te chuto, 3° EU MANDO!!! - Disse Warui limpando o sangue para Scyther parar com sua loucura.
- Scyther! (Sem chance!) – Disse Scyther virando a cara.
- Vamos nos dar muito bem... – Ameaçou Warui saindo de cima das lâminas de Scyther e se virando.
- “Se ele tiver um pingo de sanidade não vai atacá-lo de novo.” – Pensou Cyndaquil enquanto Scyther se levantava, mas recebeu outro chute que o arremessou numa pedra, aparentemente Warui previu o que Scyther iria fazer.
- Isso vai lhe ensinar a não me atacar pelas costas covarde! – Gritou Warui muito irritado.
- “Esse Pokémon é doido!!!” – Pensou Cyndaquil olhando impressionado com Scyther por ter desafiado a autoridade de Warui não uma, mas duas vezes.
- Agora com licença, mas eu vou dormir, e se ALGUÉM me acordar vai sofrer! – Ameaçou Warui olhando para Scyther, mas, percebendo que Scyther iria atacá-lo de qualquer jeito o mandou de volta para a Pokébola.

Cyndaquil se deitou do lado de Warui, má idéia, foi recebido com um “chega pra lá!”, então quando Warui pegou no sono Cyndaquil fuçou em suas coisas e pegou a Pokébola de Scyther, batendo nela para fazer o Pokémon sair.

- Que é?! – Perguntou Scyther olhando feio para Cyndaquil
- Porque você fez isso? – Perguntou Cyndaquil impressionado com a coragem de Scyther.
- Ele me capturou no lugar daquela menina, isso é errado! – Disse Scyther com a maior calma do mundo.
- Como se ele não soubesse, olha, se você vai ficar aqui é melhor eu lhe dar o Tutorial, Warui (que é o nome desse garoto), é frio, cruel e não se importa com os outros, ou seja, se você não o obedece, ele acaba com você, e não preciso dizer que o cara tem músculos. – Falou Cyndaquil mas foi interrompido por Scyther.
- Ele não tem tantos músculos.
- você pesa mais ou menos sei lá... Uns 61.75 Kg mais ou menos, aquela pedra estava á cinco metros! Ele é muito forte pra um humano!
-Pode até ser, mas porque ele é tão mal?
- Eu... Eu acho que ele teve uma infância difícil, percebi que ele se irrita quando o julgam – Disse Cyndaquil olhando para Warui. – Por isso temos que ajudá-lo...


Continua...

* Veja o Episódio de Pokémon, primeira temporada: Showdown in Darkcity

Não perca: Capítulo três: Tudo em Dobro!


Última edição por DarkDialga em Ter 15 Maio 2012 - 21:40, editado 2 vez(es)
avatar
DarkDialga
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/10/2009

Frase pessoal : [Insira uma Frase Pessoal Aqui]


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por Blaze em Qua 6 Out 2010 - 20:27

Eae DarkDialga, eu acho muito boa a sua fanfic e espero que tenha muito sucesso
Ah, amanhã a gente pega o isac_nerde na escola
abraços assassino
E veja se o warui fica mais bonzinho
avatar
Blaze
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 01/09/2010

Frase pessoal : Acaso fantasma tem cara-de-gato?


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por Gus em Sex 8 Out 2010 - 14:43

Olá, o tamanho do seu cap para mim está adequado, mas olha algumas vezes você coloca virgula onde não deve e uma ou duas vezes acresenta onde não deve, sua narração melhora e melhora, a descrição ainda da para melhorar mas desde o começo você está evoluindo.

Boa Sorte...

Gus
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 05/07/2010


Ver perfil do usuário http://about.me/dantasgustavo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por DarkDialga em Seg 11 Out 2010 - 17:57

Oi pessoal, estou sem tempo para comentar os comentários, então vou postar o Capitulo logo, desculpem se ele está meio pequeno porque estou com pouca inspiração pra ele. choro

Capitulo Três: Tudo em Dobro!

Depois da noite passada Cyndaquil não dormiu, pois, estava arquitetando um plano em sua cabeça que ele e Scyther deveriam executar para enganar Warui. No início da manhã, antes do sol nascer, Cyndaquil bateu na Pokébola de Scyther, fazendo o Pokémon ir para fora.

- Está tudo pronto?! – Perguntou Scyther imediatamente, olhando para Cyndaquil depois para Warui.
- Sim, Warui não tem idéia do que o espera... – Disse Cyndaquil esfregando as mãos uma na outra em sinal maquiavélico.
- Hehehehehe! Nosso plano infalível de não levar bronca hoje... –Disse Scyther sorrindo enquanto mais uma vez olhava para Warui.
- Mas você tem que ser bem rápido para que ele não perceba, ou para que você não se atrase...
- Mas como vai ser hein?!
- Assim ó: Bzzbzzbzz! – Cochichou Cyndaquil para não acordar Warui.
- Genial Cyndaquil, eu jamais seria capaz de criar um plano tão esperto.

Antes que Cyndaquil e Scyther percebessem, o sol começava a nascer... Era uma paisagem divina, com as montanhas e a floresta, ninguém poderia discordar que era lindo...

- Que bonito... – Disse Cyndaquil de boca aberta, maravilhado com a paisagem que via.
- Eu vejo isso todo dia, ou pelo menos via... – Disse Scyther decepcionado porque já que estaria a viajar com Warui, não poderia ver aquela paisagem de novo.
- O sol... – Falou Cyndaquil ao perceber algo. – O sol poderia acordar Warui? – Perguntou Cyndaquil preocupado, mas antes que Scyther pudesse responder, Warui que estava de costas se espreguiçava no saco de dormir, fazendo Cyndaquil quase soltar um grito.

- Corre! Vai e deixa o resto comigo! – Disse Cyndaquil apressando Scyther.
- Mas e se ele me chamar e eu não estiver na Pokébola? – Perguntou Scyther suando frio com medo de Warui descobrir.
- Vai!
- Bom dia Cyndaquil! – Disse Warui se virando.
- Cynda (Bom dia Warui!)! – Disse Cyndaquil nervoso.

Cyndaquil se acalmou somente durante o café da manhã, quando viu que Warui nem lembrava de chamar Scyther para o café, e resto da manhã foi tranqüila, enquanto Warui e Cyndaquil andavam pela estrada e Warui comentou:

- Puxa... Queria uma coisa pra fazer... Que tédio. – Disse Warui olhando pro chão.
- Cynda (Tipo o que?)? – Perguntou Cyndaquil para dar dicas a Scyther.
- Uma bola, por exemplo. – Respondeu Warui sem tirar os olhos do chão.

Mas estranho foi o que aconteceu, da floresta saíram duas bolas feitas de lama, mas que estavam duras de algum jeito.

- Epa! Que legal! – Gritou Warui apanhando as bolas.
- Cynda (É mesmo!)! – Disse Cyndaquil olhando para Scyther que estava na floresta com um sorriso no rosto.
- Vamos brincar Cyndaquil – Chamou Warui, jogando as bolas para cima.

E eles ficaram brincando até o almoço, mas a comida de Warui havia acabado e não havia árvores frutíferas por perto.

- Lindo! – Disse Warui desdenhando. – Se eu pudesse colocar a mão numa maça.
- Cynda (Ou duas). – Disse Cyndaquil olhando para uma árvore, e duas maças caíram na cabeça de Warui.
- Hoje é meu dia de sorte! – Disse Warui dando uma maça a Cyndaquil.
- O que vem depois?! – Disse ele feliz a Cyndaquil.
- Cynda (E eu vou saber?!)?! – Respondeu Cyndaquil olhando para a floresta, era hora do golpe final.
- Alguma idéia do que podemos fazer Cyndaquil?! – Perguntou Warui se agachando.
- Cynda Cyndaquil (Vamos capturar um Pokémon!)! – Respondeu Cyndaquil, logo as árvores do lado direito começaram a se agitar nas folhas.
- Cyndaquil Flamethrower naquela árvore. – Ordenou Warui ao perceber que havia um Pokémon ali, que obedeceu incendiando a árvore.
- Uou! – Disse Warui surpreso.
- “Não acredito nisso!” – Pensou Cyndaquil, pois um Pidgey e um Caterpie haviam caído da árvore nocauteados, qualquer criatura com meio cérebro adivinharia que Cyndaquil não havia planejado aquilo.
- Vão Pokébolas! – Disse Warui jogando duas Pokébolas que capturaram seus alvos.
- Cynda (Legal!)! – Disse Cyndaquil escondendo seu sentimento de surpresa, Scyther saiu da floresta enquanto Warui estava de costas e fez um sinal mostrando que ele não havia feito aquilo.
- “Não acredito nesse cara!” – Pensou Scyther escondido na floresta tão surpreso quanto Cyndaquil.

De noite, após passar as regras aos novatos, Warui foi acender uma fogueira e Cyndaquil perguntou a eles o que aconteceu para eles estarem juntos na mesma árvore.

- É que nós estávamos numa briga por território porque esse cretino maldito violou meu ninho! – Respondeu Pidgey olhando para Caterpie.
- Você tentou me comer minha irmã! – Devolveu Caterpie.
- Acreditem, não vão querer brigar com Warui, seu novo treinador por perto. – Disse Scyther, que chegou de surpresa.
- Scyther? Quando saiu da Pokébola? – Perguntou Warui percebendo a presença do Pokémon.
- Scyther Scy! (Você me deixou sem comer!) – Disse Scyther zangado.
- Foi mal, mas eu vou-te compensar agora – Disse Warui pegando vários potes com Poffins, deixando um grandão com Scyther.
- Ei! – Reclamou Cyndaquil com Scyther, que já havia se alimentado o dia inteiro de frutas na floresta.
- Cada um joga do jeito que pode! – Disse Scyther enchendo a barriga, logo após a janta, Warui chamou Scyther, Pidgey e Caterpie de volta para dormir, mas...

- Scyther! – Disse Cyndaquil batendo na Pokébola de Scyther.
- Você viu?! Funcionou! – Disse Scyther alegre!
- Não levamos broncas hoje! Não levamos broncas hoje! Não levamos broncas hoje!
Não levamos broncas hoje! – Cantaram os dois felizes.
- FAÇAM SILÊNCIO QUERO DORMIR!!! – Berrou Warui interrompendo-os.
- Levamos bronca hoje... – Cantaram os dois baixinho tristes...

E assim foi o terceiro dia da jornada de Warui...

Continua...

Hora da quinta captura de Warui?! Veja no Capitulo Quatro: Corrida Elétrica!


Última edição por DarkDialga em Qua 16 Mar 2011 - 19:06, editado 1 vez(es)
avatar
DarkDialga
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/10/2009

Frase pessoal : [Insira uma Frase Pessoal Aqui]


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por DarkDialga em Seg 18 Out 2010 - 19:08

ninguém comentou Sad choro1 trago hoje o quarto capítulo com a quinta captura de Warui!

Capítulo Quatro: Corrida Elétrica!


Warui não dormiu direito. Por alguma razão ele teve um sonho estranho onde ele via um campo dividido em duas partes: Uma preta cheia de trevas e outra florida com um céu cor-de-rosa, mas uma luz cinza prateada e uma luz rosa apareceram e seguraram os braços de Warui, que estava na divisão dos dois campos... E então cada um tentava puxar Warui para o lado e no final Warui foi levado para o lado negro e viu a si mesmo com um sorriso mal no rosto, e do nada acordou aos berros acordando Cyndaquil que quase meteu um Flamethrower na cara dele para voltar à razão.

- “O que está acontecendo com Warui?”- Pensou Cyndaquil, vendo seu treinador suando frio e com a respiração e pulso acelerados.
- “O que está acontecendo comigo?” – Pensou Warui com medo de que a qualquer momento seu coração pulasse fora de sua caixa torácica de tanto bater.
- Cynda?(Warui?) – Perguntou Cyndaquil na expectativa de fazer seu treinador reagir.
Mas Warui não reagiu, era assustador para Cyndaquil, Warui que sempre foi corajoso agora estava em prantos por causa de um sonho que Cyndaquil não conhecia.
- O-o que é aquilo?! – Disse Warui apontando para o que parecia ser uma Lua Rosa no céu.
- Cynda? (Aquilo o quê?) – Perguntou Cyndaquil, pois a lua rosa desapareceu tão misteriosamente como veio, mas algo despertou a atenção de Warui, que via raios no pé de uma montanha.
-“Se aquilo não for um Pokémon Elétrico eu sou um Primeape!” – Pensou Warui se levantando instantaneamente e guardando o saco de dormir.
-Vamos! – Ordenou Warui correndo.
- Cynda? (E o café?) – Disse Cyndaquil correndo também para não ficar atrás.
- Tomamos depois vamos! – Disse Warui, sem saber que no futuro não teria café.

E os dois correram floresta adentro para a direção das faíscas no pé da montanha. Tomando cuidado para não ficarem presos nas teias de Ariados que tinha ali.

- Cynda Cyndaquil? (Pokémon Elétrico?) – Disse Cyndaquil, querendo confirmar sua dúvida.
- Sim.
- Cynda Cyndaquil?(E se tiver dono?).
- Roubamos é claro!
- Cynda... (Yippie...) – Disse Cyndaquil desanimado.
- O que foi? – Perguntou Warui irritado. – Se não quiser peço ajuda a Caterpie.
- Cynda! Cynda! (Não! Vamos!) – Disse Cyndaquil apreensivo.
- Assim é melhor... – Disse Warui apressando o passo porque viu as faíscas sumindo.

E no pé da montanha...

- Não acredito... – Disse Warui freiando imediatamente de boca aberta.
- Cynda... (Nem eu...) – Respondeu Cyndaquil tão impressionado quanto Warui.

E eles estavam olhando para o maior rebanho de Mareeps já visto em Johto, umas mais gordinhas, outras mais magrinhas, mas teve uma que chamou a atenção de Warui.

- Olha aquela ali! – Apontando para uma Mareep de lã rosa.
- Cynda! (UOU!) – Gritou Cyndaquil surpreso.
- Uma Mareep Shiny! – Gritou Warui atraindo a atenção dos Mareeps, que começaram a fugir para cima da montanha.
- Não ouse perde-la de vista Cyndaquil!
- “ Lindo! Se a peste foge é minha culpa agora!” – Pensou Cyndaquil correndo para subir a montanha. –”Quem mandou gritar tão alto, aposto que escutaram até em Kanto”.
- Cyndaquil bloqueie o caminho delas com Flamethrower. – Ordenou Warui vendo a grama seca.
- Cynda?! (Está louco?!) – Disse Cyndaquil surpreso olhando pra trás.
- Não me importo se elas vão se machucar, e se você sabe o que é bom pra saúde vai me obedecer agora! – Berrou Warui apontando para frente.

Cyndaquil, sem escolha criou uma parede de fogo que impediu a travessia dos Mareeps, que a destruíram com Sand-attack, fugindo mais uma vez montanha acima.

- Malditas! Desgraçadas! Voltem aqui! – Berrou Warui vermelho de raiva, mas, cinco Mareeps pararam e encararam Warui e Cyndaquil, bloqueando o caminho enquanto as outras corriam.
- Sumam da minha frente! – Berrou Warui olhando para as Mareeps depois para o Mareep Shiny, mas como resposta as Mareeps o atacaram com um Thundershock, fazendo Warui cair tonto.
- Cynda! (Warui!) – Gritou Cyndaquil assustado, mas depois se virou para as Mareeps com raiva. – Como se atrevem a atacar meu treinador suas... – Gritou Cyndaquil irado agitando o braço no ar.
- Não vamos deixar vocês passarem! – Disse umas das Mareeps, aparentemente ser a mais velha, pois sua lã não brilhava tanto como a das outras quando usava o Thundershock.
- Então vocês não me deixam escolha! – Disse Cyndaquil usando o Flamethrower envolvendo as Mareeps num círculo de fogo.
- Cyndaaa! (Rápido vamos!) – Disse Cyndaquil encorajando Warui pulando.
- Calma! Aquele golpe me acertou feio... Quase que meu coração parava! – Disse Warui com a mão no peito.
E os dois saíram em perseguição das Mareeps, sem saber de que o destino havia pregado uma peça neles.
- Ali estão elas! - Disse Warui sussurrando apontando para as Mareeps. – E a rosinha ainda está com elas... Por aqui Cyndaquil. – Disse Warui rastejando para trás de uma pedra.
- Aiiiiii!!! – Gritou Warui, assustando as Mareeps.
- Seu idiota! Olha o que você fez! – Gritou um treinador estranho com a mão na cabeça, aparentemente ele e Warui haviam batido as cabeças. – Rápido Sandslash vamos! – Gritou o garoto correndo com seu Sandslash atrás.
- Aaaaaah! Ele está atrás do Mareep Shiny! – Gritou Warui se levantando imediatamente. – Rápido Cyndaquil! Iremos pegar aquele Mareep!
- Cynda?Cynda Cynda! (Como? Ele está na nossa frente!). – Perguntou Cyndaquil, mas preferiu não ter perguntado.
- Pode ser, mas somos mais rápidos e jogamos sujo. – Disse Warui correndo e quase imediatamente ultrapassado o garoto.
- Você de novo?! – disse o garoto parando.
- Pode apostar. Cyndaquil Flamethrower! – Ordenou Warui para Cyndaquil que estava atrás e prendeu o garoto e Sandslash numa roda de fogo. E então Warui e Cyndaquil voltaram a correr.
- Cyndaquil! (Ele pode se machucar lá dentro!) – Disse Cyndaquil.
- A menos que ele seja idiota ao ponto de esquecer que tem um Pokémon de terra ao lado dele, isso não me preocupa.
- Cyndaquil? (Então pra que o prendemos?).
- Para ganhar tempo é claro!
- “Warui é mesmo muito esperto, mas tem hora que ele parece ser tão burro...” – Pensou Cyndaquil intrigado.
- Aí está você Mareep Shiny! – Disse Warui encarando o Mareep que não conseguia mais correr. – Cyndaquil Flamethrower! – Ordenou Warui a Cyndaquil que entendeu o recado e criou uma parede de fogo atrás de Mareep.
- Mariii! – Gritou Mareep acertando Cyndaquil com um Thundershock.
- Cyndaquil acaba com ela, ou ele, sei lá, mas acabe com isso rápido antes que aquele almofadinha chegue! Tackle! – Berrou Warui olhando para trás.
- Cynda! (Cuidado!) – Avisou Cyndaquil, pois um Thundershock vinha na direção de Warui, que desviou por centímetros.
- Essas pestes voltaram! – Gritou Warui, vendo que as Mareeps haviam voltado atrás para ajudar sua parceira. – Suas pragas! Sumam daqui antes que eu fique mais zangado do que estou! Cyndaquil Smokescreen! – Ordenou Warui fazendo Cyndaquil cobrir as Mareeps de fumaça, mas, ao ver que elas iam atacar blefou: – Uma faísca e nós vamos pelos ares!
- “Muito esperto Warui, como os humanos dizem: Na Guerra e no Amor vale tudo!” – Pensou Cyndaquil vendo as Mareeps hesitarem.
- Agora voltemos a... Ei! – Gritou Warui de espanto, pois uma Pokébola havia capturado a Mareep.
- Belo trabalho Sandslash! – Disse o garoto pegando a Pokébola.
- Ei! Você não pode fazer isso! – Gritou furioso.
Mas Warui não reparou que as chamas nas costas de Cyndaquil atingiram a fumaça, vendo que Warui estava blefando, as Mareeps o eletrocutaram, o estranho garoto não perdeu tempo e fugiu deslizando montanha abaixo.
- Aaarrgh! Maldito! – Disse Warui caído no chão, mas se levantou e olhou para as Mareeps, Cyndaquil sabia que havia algo errado, os olhos de Warui, antes azul-escuro, haviam se tornado totalmente negros. – Suas vadias... Vão me pagar!!! – Gritou Warui com uma fúria que Cyndaquil nunca tinha visto antes. E Warui pegou uma pedra enorme com quase o dobro de seu peso, e parecia pronto para esmagar as Mareeps.
- Cynda! (Warui Pare!) – Disse Cyndaquil com medo de que Warui fosse cometer uma tragédia. Mas Warui não o escutou.
- Cynda... (Warui...) – Disse Cyndaquil, e quando Warui estava quase arremessando, alguém o impediu o derrubando no chão, surpreendentemente.
- Cynda... (Sinto muito Warui...) – Disse Cyndaquil, caindo no chão depois de acertar o peito de Warui com um Tackle. Mas Warui não reagiu, ficou deitado no chão. Foi aí que Cyndaquil se arriscou e olhou o rosto de Warui de perto, o Azul-escuro estava finalmente retornando a seus olhos, como se tivesse saído de uma espécie de transe...
- Cyndaquil? – Perguntou Warui com a voz fraca. – O que houve? – Perguntou, mas Cyndaquil não teve coragem de responder.
- Cyndaquil Cynda. (Você levou um choque e apagou.) – Respondeu Cyndaquil, mas se lembrou, o choque, as Mareeps, e se virou para elas que estavam ainda furiosas.
- Pensei que essa pedra estava ali. – Disse Warui olhando para a pedra do seu lado.
- Cynda... (Warui...) – Disse Cyndaquil olhando apreensivo para as Mareeps.
- O que foi? – Perguntou Warui e levantou a cabeça para ver o que Cyndaquil olhava.
– Oh Arceus! Tenha piedade no meu Julgamento... CORRE!!!!!! – Gritou Warui saindo em disparada junto de Cyndaquil, com vários raios atrás deles, mas Warui se deu conta de uma coisa e parou.
- Como é que é? Eu sou Warui, o maior treinador de todos os tempos, e não vou correr de um novelo de lã super desenvolvido! Cyndaquil Flamethrower pra valer! – Gritou Warui em plenos pulmões, fazendo sua voz ecoar pela montanha.
- Cynda! Cyndaquil Cynda! ( É isso aí! E eu sou Cyndaquil, Pokémon inicial do maior treinador de todos os tempos!) – Gritou Cyndaquil, atingindo as Mareeps com o Flamethrower mais forte que já produzira na vida, nocauteando um Mareep.
- Epa! O que é isso?! – Perguntou Warui, sentindo um tremor, teve medo, mas olhou para cima.
- AAAAAAAAAAAH! – Gritou Warui, pois uma avalanche de pedras causada pelo eco de sua voz caía. – Tenho que levar o que der! Pokébola vai! – Gritou Warui, lançando uma Pokébola no Mareep nocauteado, que capturou seu alvo.
- Cynda! (Legal!) – Comemorou Cyndaquil.
- Sem tempo para comemorar Cyndaquil! Corra! – gritou Warui descendo com Cyndaquil montanha abaixo.
No final, Warui e Cyndaquil escaparam por pouco da terrível e mortal avalanche, logo após o jantar, depois de dar as regras ao novato e de recolher todos após o jantar:
- Cyndaquil – Disse Warui chamando a atenção do Pokémon. – O que aconteceu depois que eu levei o choque? De verdade!
- Cyndaquil Cynda Cyndaquil (Você endoidou e seus olhos ficaram negros.). – Respondeu Cyndaquil envergonhado por ter mentido.
- Negros??? – Perguntou Warui surpreso
- Cynda (É) – Respondeu Cyndaquil estranhando o excesso de espanto.
- “ O sonho...” – Pensou Warui, lembrando que o outro ele no lado escuro tinha olhos negros. –”O-o que está acontecendo comigo?”.


Continua...

Warui vai acabar causando um acidente feio no Capítulo Cinco: Warui, A Ponte e o Larvitar!




Última edição por DarkDialga em Qua 16 Mar 2011 - 19:09, editado 1 vez(es)
avatar
DarkDialga
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/10/2009

Frase pessoal : [Insira uma Frase Pessoal Aqui]


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por DarkDialga em Qui 28 Out 2010 - 14:59

Pelo menos deu tempo de ler os comentários antes que fossem apagados dessa vez... Tá explicado porque ninguém posta...


Capítulo Cinco: Warui, A Ponte e o Larvitar!



Mais uma vez, Warui sonhou com os campos de Trevas e Flores rosa, mas ainda não os compreendia, porque e o que estaria causando esses sonhos? O que eles significavam? Dúvidas cobriam a cabeça de Warui, que mais uma vez... Acordou em grito perfurante...

- Cyndaquil? (Outro daqueles sonhos?) – Perguntou Cyndaquil, como se já estivesse acostumado em ser acordado por gritos de pânico.
- Foi... – Disse Warui, lembrando do dia anterior... – Ainda estou morrendo de raiva por causa daquele cara! Se eu topar com ele mais uma vez... – Disse Warui fechando o punho e rangendo os dentes...
- Cynda?! Cyndaquil cynda... (Sério?! Deve ter sido assim que aquela menina se sentiu...) – Disse Cyndaquil, em uma inconfundível ironia.
- Ah cala a boca! – Gritou Warui chamando Cyndaquil de volta para sua Pokébola.
Warui não gostava de estar errado, odiava cometer erros de qualquer tipo, porque as pessoas esperavam que Warui errasse...

Apesar de tudo, Warui não quis tomar café... Por alguma razão que ele desconhecia as palavras de Cyndaquil não saíam de sua cabeça...

- Cyndaquil, qual é o problema com Warui? – Perguntou Pidgey, se distraindo da comida e reparando no humor triste de seu treinador.
- Não é nada... – Disse Cyndaquil voltando a comer.
- Cyndaquil... O que houve?! – Perguntou Scyther, sabendo que Cyndaquil estava mentindo.
- Eu já disse que não foi nada! – Gritou Cyndaquil, mas quando ia voltar a comer, sua tigela foi puxada por Caterpie que usou String Shot.
- Conta! – Gritou Caterpie, ameaçando jogar tudo fora.
- Ok... – Disse Cyndaquil vendo que não tinha escolha. – Warui anda tendo uns sonhos estranhos, onde ele vê dois campos... Um coberto de escuridão, e o outro coberto de flores rosa. Aí duas luzes estranhas aparecem e começam a puxar Warui, e no final ele vai para o lado negro e vê ele mesmo com olhos negros.

O único que não comentou sobre o sonho foi Mareep, não estava acostumado com os Pokémon de Warui, tinha tanta saudade de suas amigas e seus amigos. Cyndaquil reparou num papel que Warui segurava, e a pedido de Scyther tentou ver o que era.

- O que é? – Perguntou Scyther muito curioso.
- Não é uma ameaça de morte como você pensou... É um mapa. – Disse Cyndaquil, ainda surpreso com a suposição de Scyther.
- Provavelmente um ponto de encontro com um sequestrador... – Pensou Scyther com esperança de se livrar de Warui.
- Duvido! Só mostra que estamos perto de uma cidade chamada Cherrygrove. – Respondeu Cyndaquil com uma cara de que não estava acreditando nas suposições de Scyther.
- Droga! – Gritou Scyther decepcionado, sem notar os dois pares de olhos que observavam eles.

O Pokémon que os observava viu que Mareep ainda não tinha terminado de comer, e furtivamente saiu da grama, cauteloso para não despertar a atenção dos Pokémon ali reunidos e surrupiou uns Poffins.

.- AAAAAAAAAAAAAAAHH! – Gritou Mareep eletrocutando o Pokémon verde, que não sentiu nada, mas acabou despertando a atenção de Warui e os Pokémon.
- Mas o que?! – Gritou Warui se virando assustado, mas não conseguiu ver que Pokémon era, pois ele escondeu seu rosto com as mãos cheias de Poffins.

- Caterpie prenda-o! – Ordenou Warui a seu Pokémon que usou String Shot. Mas o Pokémon simplesmente jogou um Poffin contra o ataque, fazendo os fios se prenderem no Poffin.
- Scyther pegue-o rápido antes que ele fuja. – Ordenou Warui rapidamente zangado com a audácia do Pokémon verde.
- Scyther! (Você vai ver!) – Gritou Scyther voando numa velocidade incrível, mas no último instante o pequeno Pokémon verde apenas deu uns passos pro lado e fugiu.
- GRRRRR!!! MALDITO!!! – Berrou Warui em fúria.
- “A casa caiu!” – Pensaram todos os Pokémon de Warui retornando para as suas devidas Pokébolas antes que sobrasse pra eles.
- “Será que meu dia pode ficar pior?!” – Pensou Warui recolhendo tudo.

Warui se lembrou que sua mãe havia lhe contado para tomar cuidado ao chegar em Cherrygrove, pois uma ponte tinha sido construída para ajudar na travessia de um rio nascido no topo do Mt.Silver, de vez em quando até mesmo Pokémon morriam naquele rio, dizia ela que um dia viu o cadáver de um Larvitar boiando no rio afogado.

- “Bobagem! Eu atravesso qualquer coisa que botarem em meu caminho!” – Pensou Warui ainda irritado com o pequeno Pokémon verde, mas depois de alguns passos encontrou a ponte, que parecia bem firme, mas Warui não sabia que o perigo estava atrás dele.

- Essa é a ponte?! – Disse Warui em desdém. – Já consigo ver a cidade de Cherrygrove, hora de reabastecer e partir para Violet. – Disse Warui atravessando a ponte, mas quando chegou ao meio. – Mas o que?! – Gritou Warui, pois alguma coisa se jogou em cima de sua cabeça. – Tome isso seu bastardo! – Gritou Warui dando socos, mas o Pokémon em sua cabeça desviava, fazendo Warui acertar sua própria cabeça.
- Ora seu pequeno... – Ameaçou Warui, então deu um soco por um lado, o pequeno Pokémon desviou, mas não viu a mão esquerda de Warui chegando que o deu uma tapa, arremessando-o no rio.
- Essa não! – Gritou Warui preocupado, pois um Larvitar lutava para tentar nadar, mas não conseguia. – “Minhas maldades costumeiras tudo bem, mas matar é outra coisa totalmente diferente!” – Pensou Warui se jogando ao rio.
- Lar Larvi... (Por favor, me aju...) – Disse o pequeno Larvitar, mas não terminou a frase porque acabou engolindo água.
- Agüenta aí! – Gritou Warui agitando seus braços, e lembrou que não sabia nadar. – “Maldição! Não sei nadar!” – Pensou Warui em desespero, mas conseguiu chegar ao Larvitar e segurá-lo em seus braços.
- Saia Pidgey! - Gritou Warui jogando uma Pokébola para cima. – Pidgey me puxe! – Pediu Warui levantando seu braço, mas o Pidgey era muito fraco para conseguir levantar Warui e Larvitar. – Pare a corrente com o Gust! – Ordenou Warui para que Pidgey fizesse dois redemoinhos girando em direções opostas com a força do vento, permitindo a Warui sair da água.
- O-obrigado Pidgey! – Disse Warui sem fôlego, fazendo seu Pokémon voltar para a Pokébola. – Larvitar! Larvitar reaja! – Pediu Warui fazendo massagem cardíaca no Pokémon, mas sua respiração continuou parada.
De repente, Warui viu luzes acendendo do lado, olhou para o lado e viu um Centro Pokémon, mas um abismo separava Warui de seu destino. Não acreditou em sua falta de sorte, pois a fenda parava no lago e para atravessar somente uma corda ou atravessando o rio duas vezes.
- É isso! – Gritou Warui tendo uma idéia que salvaria Larvitar. – Caterpie! – Gritou Warui chamando o Pokémon Larva.
- Faça uma corda até o outro lado! – E o Pokémon Larva fez uma corda usando String Shot que poderia ser usada para atravessar o abismo e estava presa numa árvore dos dois lados. Warui pegou e amarrou a corda numa outra árvore.
- Muito bem Larvitar, Ou você morre ou nós dois morremos. – Disse Warui com medo de cair. – Caterpie, prenda esse Larvitar ao meu corpo! – Pediu Warui colocando Larvitar no peito, preso por uma forte corda feita por Caterpie.
- Lá vamos nós! Caterpie retorne! – Falou Warui recolhendo seu Pokémon e se pendurando na corda. – Que Arceus nos ajude! – Pediu Warui olhando para o céu e ouviu um barulho parecido com “Rasg!” atrás dele, e suas pupilas dilataram de medo, arriscou e olhou para trás. – Mau dia! – Gritou Warui indo mais rápido porque a corda ia se partir e um “Tac!” foi ouvido e Warui deu um impulso se jogando para a outra ponta. – Ôoooooo! – Disse Warui tentando se equilibrar na beirada do abismo, mas conseguiu se equilibrar e correu para o Centro Pokémon soltando Larvitar de seu peito.
- Mas que correria é essa?Não faça tanto barulho! É tarde!– Perguntou a Enfermeira Joy, que levou um susto.
- O Larvitar! O Rio! A respiração! – Disse Warui tentando avisar a Enfermeira Joy, mas não conseguia falar direito.
- Calma aí rapazinho! Não entendo nada! – Disse a Enfermeira Joy, tentando entender as palavras de Warui.
- Esse Larvitar caiu no rio e a respiração dele parou! – Gritou Warui, numa velocidade frenética, pois cada segundo separava Larvitar da Vida e da Morte.
- Meu Arceus! – Gritou a Enfermeira Joy pegando uma maca e botando Larvitar nela.
- Não deveria ser uma Chansey ou um Blissey que deveria estar fazendo isso? – Perguntou Warui indignado.
- Minha Blissey está doente e não consegue sair da cama, a irmã da mãe da tia da minha prima mandou uma de suas Blisseys, mas ela ainda não chegou e estou sozinha aqui. – Disse a Enfermeira Joy correndo com Warui ao seu lado.
- “ Não acredito na minha falta de sorte...” – Pensou Warui parando quando a Enfermeira Joy atravessou a porta da UTIP (Unidade de Terapia Intensiva Pokémon) para cuidar de Larvitar. – “Ela disse que era tarde...” – Pensou Warui olhando para o relógio, dez horas. – “Quanto tempo eu fiquei naquele maldito rio?” – Pensou Warui surpreso com a hora. – Os Pokémon! – Gritou Warui lembrando da janta.
Warui foi para fora do Centro Pokémon onde encontrou árvores frutíferas, fez vários Poffins e os serviu aos Pokémon. Nem Pidgey e Caterpie queriam falar com ele, todos os cinco percebiam que Warui estava muito perturbado com o Larvitar, mas ninguém sabia por que ele se importava. Alguém mau que nem ele... Por que ligar para um Larvitar que nem era dele? Mas eles não sabiam que o maior medo de Warui era causar a morte de alguém, humano ou Pokémon. E iria até onde fosse preciso para evitar isso.
- Terminem logo! – Gritou Warui para poder voltar ao Centro Pokémon. Assim que todos terminaram, Warui apanhou e guardou tudo e voltou ao Centro Pokémon.
- Ei! Eu estava procurando você! – Gritou a Enfermeira Joy, com uma cara suada de tanto correr. – Seu Larvitar está melhor, a água foi retirada de seus pulmões, mas... – Quando ela ia terminar a frase Warui o interrompeu.
- Ah ele não é meu Enfermeira Joy. É selvagem. – Disse Warui, meio envergonhado.
- Sério?! Pensei que ele era seu. Mas como eu ia dizendo, a água fria nos pulmões dele causou um resfriado, preciso de uma Chansey ou uma Blissey para ajudá-lo antes que morra. Já falei com a irmã da mãe da tia da minha prima pessoalmente e ela disse que o Blissey se perdeu na cidade e alguém precisa procurá-lo. – Disse a Enfermeira Joy olhando para uma mulher igualzinha a ela que estava sentada, mas ela era muito mais velha do que Joy.
- E porque ela ainda não foi? – Perguntou Warui irritado.
- Calma! Ela torceu o pé no caminho pra cá e não pode andar. – Respondeu a Enfermeira Joy pressionada pelos bipes que recebia no computador.
- Então eu vou, mesmo a cidade sendo muito longe! – Gritou Warui correndo porta afora que nem ouviu o “Espere!” da Enfermeira Joy.
- “Essa cidade deve estar a quilômetros!” – Pensou Warui, mas ao atravessar umas árvores da floresta... – “Mas que p#%%@!” – Pensou Warui, pois a cidade estava bem na sua frente o tempo todo. – Agora é achar a Blissey! – Gritou Warui, e saiu pela cidade toda perguntando ”viu uma Blissey?” até que...
- Sim eu vi uma Blissey brincando perto do mar, tentei pegá-la, mas ela tinha dono, pois minha Pokébola falhou. – Disse uma mulher com uma bolsa cheia de fotos de Pokémon fofos.
- Beleza! – Gritou Warui correndo até a praia.
- Blissey! Blissey! – Gritava o Pokémon de alegria pulando as ondas do mar.
- Blissey! – Gritou Warui atrás do Pokémon.
- Blissey? (Quem é você?) – Perguntou Blissey com um ar de preocupação.
- Vim procurá-la para a Enfermeira Joy! Não está com saudades? – Disse Warui, mas preferia não ter dito por que a Blissey ficou com uma cara triste no rosto.
- Venha! Vou levá-la até ela. – Ofereceu Warui, e então Warui levou Blissey até o Centro Pokémon.
- Aqui está ela Enfermeira Joy! Rápido ajude Larvitar. – A Enfermeira Joy não disse nada, apenas levou Blissey para a UTIP e as portas se fecharam.
Warui ficou em pé perante as portas preocupado, imaginou se era tarde demais, se ele havia se atrasado. Mas um homem sentado falou.
- Porque se preocupa tanto garoto? – Disse o homem de rosto coberto por um jornal.
- Que diabos de pergunta é essa? – Disse Warui com vontade de socar a cara do homem.
- Preocupação não vai trazer a saúde para seu Pokémon. Relaxe e sente-se – Disse o homem, Warui pensou e chegou à conclusão de que ele tinha razão e se sentou ao lado dele, minutos depois a Enfermeira Joy chega.
- Sinto muito. Ele não pode agüentar. – Disse ela olhando para eles, fazendo Warui e o homem se levantar num pulo.
- “Não!” – Pensou Warui botando a mãe no rosto. – “Eu matei um Pokémon...” – Pensou ele, muito triste.
- Aqui está o corpo. – Disse a Enfermeira Joy enquanto Blissey trazia uma maca com um Pikachu morto.
- Sinto muito amigão. – Disse o homem para o Pikachu morto, mesmo sabendo que ele não podia ouvi-lo. E então ele pegou o corpo e saiu correndo, antes que a Enfermeira Joy pudesse impedi-lo.
- “Ele achou que eu fosse impedí-lo...” – Pensou a Enfermeira Joy, decepcionada consigo mesma. – O Larvitar vai ficar bem, só precisa de um descanso e amanhã estará melhor, pode ficar em um dos nossos quartos essa noite.
- Obrigado... – Disse Warui aliviado e foi dormir.
Mais uma vez, Warui teve o sonho perturbador que assombrava sua noite, e começou a ficar com medo de dormir... Era tão difícil dormir sabendo que teria esse sonho, mas não agüentou e caiu no sono de novo, mas teve um sonho diferente, em vez de ser levado para o lado negro, Warui foi levado para o lado cor-de-rosa, onde viu a ele mesmo de olhos fechados e com um sorriso alegre no rosto... E mais uma vez... Despertou...
- “Porque o sonho estava diferente agora?” - Perguntou ele a si mesmo, mas ouviu a campainha que dizia que estava na hora do café, desceu, tomou seu café e pediu para que fosse feito um “Check Up” nos seus Pokémon.
- Seus Pokémon estão em perfeita forma Warui, você deve ser um bom treinador assim como é uma boa pessoa, nem eu teria coragem de pular naquele rio... – Disse a Enfermeira Joy com um ar de alegria no rosto. – Daqui a pouco o Larvitar vai acordar... É melhor eu ir vê-lo – Falou a Enfermeira Joy dando meia-volta.
- Tudo bem! Estou indo para Violet. – Disse Warui se despedindo.
- Boa sorte contra Furaingu, o Líder de Ginásio de lá. – Disse a Enfermeira Joy acenando, depois ela foi para a UTIP, onde Larvitar deveria estar... Deveria...
- Lar! – Gritou Larvitar atrás de Warui.
- Hã? – Disse Warui se virando. – Você?! – Gritou ele surpreso com a presença de Larvitar. – Você devia estar descansando Larvitar.
- Lar Larvitar! – Disse ele agitando as mãos.
- Você quer vir comigo?! - Disse Warui surpreso ao compreender o que Larvitar queria dizer.
- Lar! – Disse Larvitar levantando a cabeça para cima e para baixo.
- Está bem! Pode vir comigo. – Disse Warui colocando Larvitar em seu ombro, sem saber, que aquele era o mesmo Pokémon que o assaltara na manhã passada.


Continua...

Hora de muito treinamento intensivo no Capítulo seis: Treinando ao extremo!


Última edição por DarkDialga em Qua 16 Mar 2011 - 19:12, editado 1 vez(es)
avatar
DarkDialga
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/10/2009

Frase pessoal : [Insira uma Frase Pessoal Aqui]


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por DarkDialga em Ter 9 Nov 2010 - 19:05

Mais uma vez não consegui ver os posts a tempo. Sad

Capítulo Seis: Treinando ao Extremo!


No almoço, que era numa campina ao lado da Rota 30, Warui apresentou Larvitar a todos e contou a todos o que aconteceu com ele, quando serviu os Poffins, chamou a atenção de todos.

- Ei pessoal! – Gritou Warui batendo as mãos, mas ninguém prestou atenção por causa dos poffins, o que irritou Warui. – “É assim não é?!” – Pensou Warui com raiva, e jogou a água morna na panela que ele usou... Chamando a atenção de seus Pokémon. – Melhorou! Agora, como vocês sabem o Ginásio de Violet está por vir e agora que vocês são seis, vamos treinar para enfrentar Furaingu, por isso hoje a tarde cada um receberá um treinamento individual, menos Cyndaquil. Voltem a comer. – Disse Warui se virando, enquanto todos olhavam para Cyndaquil.
- O que?! Eu não fiz nada! – Disse Cyndaquil se defendendo, logo todos voltaram a comer.


À tarde, o primeiro a treinar seria Scyther, então depois de encontrar uma clareira com árvores de mogno, Warui o chamou da Pokébola.

- Scyther, seu treinamento será o seguinte... Veja aquelas árvores... Você não vai parar de treinar até conseguir cortar uma delas em um só golpe.
- S-Scyther... (M-mas aquilo é Mogno...) – Disse Scyther conhecendo a firmeza de uma árvore de mogno.
- Eu sei, me acorde quando terminar. – Disse Warui se deitando embaixo de uma árvore para dormir.
- “ Seu maldito, sem-vergonha, canalha...” – Pensou Scyther enquanto sua lâmina não conseguia cortar nem metade da árvore. – “Isso é cruel! Esse treino exige agilidade e força... Coisas que eu nunca fui bom... Será que ele sabia disso?” – Pensou Scyther tentando cortar a árvore ao lado da de Warui.
Scyther teve a idéia de uma pegadinha quando viu um Pineco dormindo pendurado num fio acima de Warui.
- “Vamos ver o que você acha disso Warui.” – Pensou Scyther com um sorriso mau no rosto e depois cortou a corda e Pineco caiu, acordando Warui.
- Mas o quê?! – Gritou Warui acordando com um susto, mas, antes que pudesse reagir o Pineco explodiu em cima dele.
- Seu filho da mãe! – berrou Warui furioso, mas quando ia arremessar o Pineco longe reparou no fio cortado em sua cabeça. – “Aquilo não foi natural...” – Pensou Warui olhando para cima. – Scyther! – Gritou Warui olhando pro lado.
- Scy? (Que foi?) – Disse Scyther com uma das lâminas propositalmente presa num tronco de árvore. Warui desconfiou... Ninguém mais poderia ter cortado o fio, mas para a sorte de Scyther, um Zubat passou voando quase que raspando o rosto de Warui, fazendo este pensar que Zubat havia cortado o fio enquanto voava.
- “Hihihihihi! Que tal essa Warui?” – Pensou Scyther se soltando da árvore ao ver Warui voltar a dormir. Então Scyther teve uma idéia para se livrar desse pepino.
- “Onde está aquele HM Cut que eu vi no chão?” – E então Scyther achou o HM e rapidamente aprendeu o ataque, possibilitando a ele cortar a árvore em um só golpe.
- Que é Scyther? – Gritou Warui furioso depois de ser espetado no pescoço por uma das lâminas de Scyther.
- Scyther! (Consegui!) – Gritou Scyther pulando para disfarçar. Warui parecia um investigador observando o golpe de Scyther, mas não havia elevações ou depressões na madeira que indicasse que Scyther a cortou em dois ou mais golpes.
- “O maldito levou uma hora para conseguir o que eu achei que ia levar a tarde inteira...” – Pensou Warui olhando para seu relógio. – Você conseguiu... – Disse Warui sem querer admitir.
- Scyther? Scy (Como é? Não ouvi). – Disse Scyther querendo abusar da sorte.
- Cala a boca! – Ordenou Warui chamando Scyther para a Pokébola. – Próximo... Caterpie! – Gritou Warui chamando seu Pokémon. – Muito bem! Caterpie, seu treinamento é o seguinte: Está vendo aquela árvore cortada? Você tem que repará-la, do jeitinho que era antes. Boa sorte, me acorde quando terminar. – Disse Warui apontando para a árvore.
- “Como é? Eu tenho cara de Celebi?”. – Pensou Caterpie com um olhar de frustração no rosto.
- Te vira! – Disse Warui se deitando para dormir.
- “Que ótimo!” – Pensou Caterpie olhando para a árvore. – “A menos que...” – E Caterpie saiu floresta adentro procurando alguém que ele sabia que podia ajudar.
– Celebi! Onde você está? – Gritou Caterpie olhando sempre para trás para ter certeza que Warui não tinha acordado.
- Ora! Se não é meu amigo Caterpie! Veio brincar comigo? – Disse um Celebi tímido que surgiu detrás das árvores.
- Preciso de sua ajuda para salvar uma árvore. – Disse Caterpie ainda olhando para trás.
- Uma árvore! Nada de explicações vamos logo! – Disse Celebi se aproximando de Caterpie, que o levou até a árvore cortada.
- Ela ainda tem chance, mais um pouco e não teria. – Disse Celebi utilizando seus poderes para salvar a árvore que magicamente se recupera. – Agora vamos brincar.
- Essa não! Aquele humano está acordando! Fuja Celebi! – Gritou Caterpie avisando a Celebi que Warui havia acordado.
- E você? – Perguntou Celebi hesitando em ir.
- Eu vou ficar bem. Vá! – Gritou Caterpie vendo Celebi viajar no tempo.
- Que luz era aquela? – Perguntou Warui com sono.
- “Ele vai ficar chocado.” – Pensou Caterpie subindo na árvore recuperada.
- Mas hein?! – Gritou Warui ao ver a árvore novinha. – Mamamamamamama... – Warui estava pasmo, Caterpie deveria levar muito tempo para fazer aquilo... Como conseguiu em minutos? – Você conseguiu... Retorne! – Ordenou Warui, chamando o próximo Pokémon, Pidgey.
- Pidgey, seu treinamento será o seguinte: Você irá ter que cortar uma árvore... Com o vento... – Disse Warui com um sorriso mau no rosto.
- “Como é? Ele pirou?” – Pensou Pidgey observando a insanidade de seu treinador.
- E pra garantir que não irá me enrolar eu vou ficar BEEEEEEEEEEMMM perto! - Disse Warui se deitando ao lado de Pidgey. – Vamos logo que eu não tenho o dia inteiro.
- “Já sei!” – Disse Pidgey, e deu um forte grito aos céus.
- Ei! Que diabos é isso? Quer me deixar surdo? Cale a boca e corte a maldita árvore. – Disse Warui sem conseguir ouvir nem a seu pensamento. E então Pidgey soltou um forte vento que jogou areia nos olhos de Warui.
- Ei, mas o que?! – Gritou Warui esfregando os olhos com tanto força que não viu um Golbat amigo de Pidgey cortar a árvore no lugar dele. – Com mil demônios! – Gritou Warui ao ver a árvore mais uma vez derrubada. – O que você e os outros estão armando? Querem me deixar louco? – Perguntou Warui apertando o pescoço de Pidgey, mas Pidgey estava tão sufocado que nem conseguia falar. – Retorne... – Disse Warui chamando Pidgey de volta para a Pokébola e sentindo sua mão esvaziar. –“Essas pestes estão armando alguma...” - Pensou Warui chamando Mareep, que mais uma vez obteve êxito no seu treinamento em pouquíssimo tempo, assim como Larvitar no fim da tarde.

- “Eles querem me deixar louco! É isso! Estão brincando com minha mente como um gato com uma bola!” – Pensou Warui devorando o jantar.
- O enganei direitinho! – Disse Scyther contando seu feito.
- Celebi me salvou! – Disse Caterpie interrompendo Scyther para contar sua história. O único que não prestava atenção na conversa era Cyndaquil, ele sabia que tinha alguma coisa que incomodava Warui além do fiasco em torturar seus Pokémon.
- Cyndaquil (É o sonho de novo não é?). – Perguntou Cyndaquil certo de que ia se arrepender.
- Retornem! – Ordenou Warui deixando só Cyndaquil do lado de fora. – Não é da sua conta Cyndaquil. – E então Warui foi dormir, mas, alguns minutos depois, todos saíram de suas Pokébolas.
- O que vocês estão fazendo? É tarde! – Ralhou Cyndaquil antes que Warui acordasse.
- Saia da frente Cyndaquil! – Disse Scyther o empurrando pro lado e colocando uma das lâminas sobre o pescoço de Warui.
- Scyther está louco?! Pare antes que machuque Warui! – Gritou Cyndaquil com raiva.
- Pretendo mais do que machucar. – Disse Scyther mirando o local do corte.
- PARE! – Cyndaquil correu para impedir Scyther, mas os outros Pokémon o seguraram. – O que estão fazendo?! SOLTEM-ME! – Gritou Cyndaquil tentando se libertar.
- Isso é para nosso bem Cyndaquil! – Disse Mareep com um olhar firme no rosto.
- O bem de quem?! – Disse Cyndaquil, sabendo que a atitude de Warui causou uma rebelião.
- Nos cansamos desse maldito! – Gritou Scyther se virando para Cyndaquil.
- Ele nos faz treinar feito loucos atrás do impossível! Mas isso vai mudar! Lamento chegar a isso, mas não temos escolha a não ser matar Warui! – Disse Pidgey segurando Cyndaquil com as garras.
- Mas matar não é... Nunca foi, e nem será a solução! – Gritou Cyndaquil atacando Scyther por trás com um Flamethrower.
- Ugh! Cyndaquil... Se tentar nos impedir terá o mesmo destino de Warui. – Ameaçou Scyther mostrando suas lâminas!
- Mas Scyther! Não pode fazer isso com ele!
- Eu não tenho escolha! Não posso mais agüentar conviver com ele!
- Mas você vai! – Gritou Cyndaquil dando um pulo por cima de Scyther. – Se você quer matar Warui vai ter que me matar também!


Continua...

A batalha pela vida de Warui vai começar, se Cyndaquil perder, Scyther matará Warui, veja esse confronto no Capítulo Sete: O Destino de Warui! Cyndaquil VS Scyther!


Última edição por DarkDialga em Qua 16 Mar 2011 - 19:15, editado 1 vez(es)
avatar
DarkDialga
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/10/2009

Frase pessoal : [Insira uma Frase Pessoal Aqui]


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por Caio. em Ter 9 Nov 2010 - 20:49

Olá! Bem cara, acabei de ler o Prólogo. O ponto alto até agora visto, foi que o personagem é malvado, já o ponto fraco foi o fato de pegar um Poké no laboratório. Percebi também algumas repetições de palavras.

Você narra de forma repetitiva, parece "enrolar" o leitor. E algumas partes estão rápidas demais, e claro, falta uma descrição básica. Outro fato é que você não está sabendo explorar toda a personalidade "maléfica" de seu personagem. Para mim ele é apenas um rebelde sem causa, pelo menos do jeito que você deixou, é a impressão que temos - o que faz o ponto alto da fic perder todo seu foco.

Enfim, não se sinta solitário. Deveria me desculpar antes de mais nada, por sempre apagar os floods aqui. Nenhum deles são comentários reais, e duvido muito que alguém que fez aqueles comentários tenham lido alguma vez sua fic.

~~CAPITULO 2~~

Bem, de vista no começo você parece que melhorou. O que me irritou um pouco foi a repetição de palavras/atos e um pouco de pontuação incorreta. Repare:

Então Warui perguntou a um assistente que trabalhava num computador.

- Onde está o Prof. Elm Jr.? – Perguntou Warui ofegante.

Esse "Então Warui perguntou. . ." não era necessário. E o ponto final devia ser substituido por ":". Entenda que você poderia ter posto tudo o que disse acima na parte da fala do personagem. Sinta-se livre para por nela o que bem entender de descrição/narração, desde que faça sentido, hehehe.

Faltam também algumas virgulas em algumas partes, você precisava rever isso, nada muito importante, mas irrita um pouco a leitura. Usa também letras minusculas depois do inicio de uma frase, nada demais, porém vários erros desses juntos podem atrapalhar bastante, sabia? Cuidado com eles ^^

Vi um erro de digitação, também, nada muito grave (ok, esse nem faz TAAAANTA importância assim). Sério, na parte da batalha você repetiu muitas palavras, muitas MESMO! E achei o Warui muito malvado, muito mesmo. Acho que não havia necessidade de tanta maldade.

Bem, é isso. Bye!
avatar
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por DarkDialga em Qua 17 Nov 2010 - 16:48

Oi gente cheguei com mais um capítulo.

Dica: Se você for um treinador mau nos jogos, tenha certeza que terá um Pokémon leal como Cyndaquil por perto... Very Happy Very Happy Very Happy


Capítulo Sete: O Destino de Warui! Cyndaquil VS Scyther! 1° Parte

O momento era de tensão para ambos os lados, Scyther não queria acabar com a vida de Cyndaquil, mas também não suportaria ficar com Warui mais tempo, Cyndaquil queria proteger Warui, mas também não sabia se queria jogar sua vida fora por um humano ingrato e cruel como Warui.

- Cyndaquil eu só vou dizer uma vez: AFASTE-SE! – Blefou Scyther, pois não tinha a coragem para matar Cyndaquil.
- N-nunca! – Disse Cyndaquil mostrando um pouco de hesitação.
- Está vendo?! Você está recuando! Está vendo que não vale a pena morrer por esse canalha! – Gritou Caterpie quebrando o seu silêncio.
- Acha mesmo? Então venha tentar me parar! Lutarei com todos vocês para proteger Warui! – Gritou Cyndaquil recuando para perto de Warui.
- Eu pergunto: Por quê? – Perguntou Larvitar avançando para o lado de Scyther.
- Por quê? Ora Larvitar! Você mesmo se uniu a Warui de bom grado! Porque se rebela contra aquele que te salvou?! – Perguntou Cyndaquil avançando e empurrando Larvitar para trás.
- PORQUE EU ACHEI QUE ELE ERA UMA BOA PESSOA! – Gritou Larvitar com uma lágrima de decepção caindo de seus olhos. – MAS ELE SÓ ME ENGANOU! ATRAIU-ME PARA UMA ARMADILHA QUE ME CONDENOU A UMA VIDA DE PERDIÇÃO! - Larvitar, sem aguentar, começou a chorar de verdade, recebendo consolo dos outros.
- Está vendo Cyndaquil? É só isso que Warui está causando! Dor e tristeza entre nós! Nada mais! – Rugiu Scyther avançando contra ele, mas caiu no chão depois de receber um Tackle de Cyndaquil. – Cyndaquil! Não vê?! A maldade desse monstro está corrompendo seu coração!
- Asneira! Eu estou aqui porque acredito que Warui pode mudar! Que seu coração ainda pode ser purificado!
- O coração que nele tinha se foi há muito tempo! – Gritou Pidgey dando um Quick Attack contra Cyndaquil.
- EU NÃO ACREDITO! – Berrou Cyndaquil envolvendo Pidgey num Flamethrower, fazendo este cair no chão. – Pessoal, eu não quero machucar vocês, mas se não mudarem de idéia lutarei até o fim de Johto e dos outros continentes! – Berrou Cyndaquil lançando um Flamethrower para cima mostrando que não estava para brincadeiras.
- Então é isso Cyndaquil... Você não me deixa escolha! Eu o desafio para um combate apostando a vida de Warui! – Disse Scyther apontando com uma de suas lâminas para Cyndaquil.
- Você está louco?! Não vou apostar uma vida numa coisa tão variável como um combate! – Disse Cyndaquil avançando um pouco.
- Você decide Cyndaquil... – Começou Larvitar.
-... Ou luta contra Scyther... – Continuou Pidgey.
-... Ou você terá que lutar... – Continuou Caterpie.
-... Contra todos nós! – Terminou Mareep.
-“E agora o que eu faço?” – Pensou Cyndaquil por um momento, mas alguns minutos depois tinha a resposta.” – Eu aceito seu desafio Scyther! Com uma condição!
- E qual seria? – Perguntou Scyther decepcionado.
- Que seja um combate de Vida ou Morte!!! – Disse Cyndaquil mostrando estar bem seguro de sua decisão.
- Vida ou Morte? – Repetiram todos impressionados com a lealdade de Cyndaquil á Warui.
- É isso aí! Mais ou menos assim: A luta não acaba até um dos dois estar morto, e vocês não podem mexer com Warui enquanto a batalhar durar e se eu vencer nunca mais se rebelarão contra ele! – Respondeu Cyndaquil ainda se mostrando seguro.
- M-mas Cyndaquil... – Começou Scyther.
- Mas nada! Ou eu enfrento você num combate vida ou morte ou eu enfrento todos vocês num combate de vida ou morte! – Terminou Cyndaquil, mas novamente começou a falar. – É claro... Que sempre há outra opção... Por favor, antes que algo ruim aconteça...
- Nunca!!! Eu aceito sua condição Cyndaquil! Prefiro te matar ou ter que suportar Warui pelo resto da vida dele. – Respondeu Scyther lembrando que era por causa de Warui que estava naquilo. – Vocês quatro! Não toquem no canalha até isso terminar! Quando acabar, acordem ele, quero torturá-lo já que ele gosta tanto disso... – Disse Scyther se virando para os quatro Pokémon ainda embasbacados com o que haviam ajudado a criar. – Vamos para um lugar mais afastado, não quero que a luta mate ele antes da hora certa... – Disse Scyther apontando para uma planície perto e visível do acampamento, e lá foram os dois, cada um de um lado da planície.
- Ainda é cedo para mudar de idéia. – Disseram os dois juntos, sem querer que a luta comece.
- Comecem! – Disseram os quarto que estavam de fora juntos.
- Sinto muito por precisar acabar assim Cyndaquil, você foi um grande amigo. – Disse Scyther convencido de que ia ganhar.
- A luta ainda não acabou Scyther... – Disse Cyndaquil reparando no ego do amigo. – Mas gostaria de saber o porquê de tanta confiança.
- Ah vá! Você tem vantagem de tipo, e daí? Eu sou mais forte mesmo assim, e você SABE disso! – Disse Scyther cruzando as lâminas.
- “E-ele está certo... Mas eu preciso proteger Warui até o fim! Ganhar tempo para ele acordar e fugir, se eu tiver sorte ele terá outro pesadelo...”. – Disse Cyndaquil prevendo o resultado da luta.
- Gente? É pra hoje? – Disse Pidgey impaciente.
- Como assim “é pra hoje?” Nossos amigos estão ali num confronto final sabia? Mas você é insensível e só pensa em você seu comedor de larvas! - Devolveu Caterpie furioso.
- Não me provoque seu devorador de folhas ou teremos outro combate vida ou morte aqui! – Disse Pidgey ameaçando.
- Quero ver você vir se tiver coragem! – Disse Caterpie, sabendo que tinha um trunfo na manga.
- Agora chega! Eu arrebentarei você! – Disse Pidgey voando alto e descendo rápido para bicar Caterpie, mas este começa a brilhar...
- Mas o que está acontecendo???!!! – Perguntaram todos, menos Caterpie é claro.
- Evolução!!! – Gritou Caterpie começando a se envolver no seu próprio ataque de fios.
- Oh não! – Gritou Pidgey sem conseguir parar, e bateu com tudo na casca dura do novo Metapod.
- Vem agora vem! – Desafiou Metapod com um olhar bravo no rosto.
- Dispenso... Agora dá pra vocês dois começarem essa luta logo? – Perguntou Pidgey envergonhado.
- Covarde! Covarde! Covarde! Covarde! – Provocaram Cyndaquil e Scyther tentando adiar a luta.
- Eu não sou covarde! – Defendeu-se Pidgey furioso com a acusação dos amigos.
- Então enfrente Metapod ou prove que não passa de um covarde! – Disse Scyther zombando.
- Eu... Eu... AAAAAAARRRGGH! – Gritou Pidgey se escondendo atrás de uma árvore, enquanto Metapod recebia tapinhas nas costas de Larvitar e apoio moral de Mareep.
- Agora começa logo, não adiem isso, por favor... Se quiserem acabar com a luta cheguem a um acordo. É difícil para nós também. – Disse Metapod com um olhar triste nos olhos brilhantes como a lua.
- Você acha que entende o que estamos passando? – Perguntou Scyther furioso. – Você não tem nem idéia do que estamos passando aqui, acha que é fácil que nem “bater” no Pidgey? Pode ser, mas vocês são inimigos desde o início! Eu sou amigo de Cyndaquil e agora me vejo numa situação difícil! Então? ACHA QUE ENTENDE O QUE ESTAMOS PASSANDO? – Gritou Scyther com tanta fúria que parecia Warui nos seus piores dias.
- E você? Acha que é fácil para mim ver dois dos únicos amigos que eu tenho na vida inteira simplesmente se matarem sem poder ver nada? Se vão fazer isso façam logo! – Ralhou Metapod chorando, e quase imediatamente, Mareep e Larvitar começaram a chorar também, mostrando que também sentiam o que Metapod estava sentindo.
- Como queira! Sinto muito Cyndaquil, mas agora não tem volta! – Gritou Scyther avançando contra Cyndaquil.
- Scyther não tem que ser assim! – Disse Cyndaquil pulando e usando Smokescreen.
- É o único jeito! – Disse Scyther voando para cima pronto para dar um Metal Claw contra Cyndaquil.
- Metal Claw? Warui sabe disso? – Perguntou Cyndaquil surpreso ainda no ar.
- Se ele sabe ou não é irrelevante uma vez que ele vai morrer! – Disse Scyther quase acertando Cyndaquil.
- Não se eu puder evitar! – Disse Cyndaquil dando um Tackle em Scyther fazendo ele cair.
- “Ai! Essa doeu! Ele não é tão forte, onde ele conseguiu tanta força?” – Pensou Scyther com dificuldade para levantar.
- É isso Scyther! – Gritou Cyndaquil usando um Flamethrower em direção ao chão enquanto caía, mais precisamente onde Scyther estava.
- “Ele está mesmo decidido a proteger o canalha! Por quê?” – Perguntou Scyther a si mesmo desviando do golpe. – Então será isso não é Cyndaquil? – Disse Scyther ao ver Cyndaquil cair no chão em pé.
- Pelo visto é! – Disse Cyndaquil com uma determinação que ainda assombrava Scyther e os outros Pokémon, inclusive Pidgey, que via a batalha escondido em cima da árvore com vergonha de mostrar o rosto.
- Então o confronto final começará!!! – Disseram Scyther e Cyndaquil juntos.



Continua...

Finalmente o confronto está próximo do fim, quem perderá? Cyndaquil ou Scyther? Scyther ou Cyndaquil?
Mas isso não tem importância comparado com o mistério que irá começar no
Capitulo Sete: O Destino de Warui! Cyndaquil VS Scyther! Parte Final


Última edição por DarkDialga em Qua 16 Mar 2011 - 19:17, editado 1 vez(es)
avatar
DarkDialga
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/10/2009

Frase pessoal : [Insira uma Frase Pessoal Aqui]


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por *Milley* em Sab 27 Nov 2010 - 12:18

Hi! Vim comentar aqui também! õ/ Primeiro, eu curti os primeiros episódios, mas vamos falar desse "7". .-. Você fraquejou um pouco nesse capítulo, ficou bem desorganizado comparando a alguns outros. '-' E com muitas falas... ê.ê

Mas, geralmente, a fic em si trata de assunto legal, bem bolado! ^.^''' Mas algumas coisas terei de citar aqui:

- Cyndaquil eu só vou dizer uma vez: AFASTE-SE! – Blefou Scyther, pois não tinha a coragem para matar Cyndaquil.
- N-nunca! – Disse Cyndaquil mostrando um pouco de hesitação.

Foram três vezes Cyndaquil em menos de dois parágrafos! D: Repita menos as palavras, troque por "ele, o pokémon..." Mas não repita tanto!

Goodbye! ^^'
avatar
*Milley*
Membro
Membro

Feminino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 24/07/2010


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por caio_dr em Sab 27 Nov 2010 - 14:39

Hey!!!Muito legal a fic principalmente o fato do protagonista ser do mal, embora eu acho que ele vai ficar do bem.
Esse ultimo episódio um achei bem diferente dos últimos pelo o tamanho do dialogo e a repetição.
mais agora só to esperando o próximo episódio. E ganhou um novo leitor! tchau
avatar
caio_dr
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 26/11/2010

Frase pessoal : O que é realmente importante, é feito pra durar.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por DarkDialga em Sab 27 Nov 2010 - 16:09

Capítulo adiado devido as provas...
avatar
DarkDialga
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/10/2009

Frase pessoal : [Insira uma Frase Pessoal Aqui]


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por isac_nerde em Sex 3 Dez 2010 - 17:10

Foi muito legal sua fanfic dialga, eu sou fã de carteirinha da sua fic
Em minha opinião Scyther vai perder, pois a sensação de heroísmo de cyndaquil esta dando força a ele.
Continue assim e sua fic vai brilhar, e estou torcendo lol! para vc vira fanfic moderador lol!
Pasar bem!
avatar
isac_nerde
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
10 / 1010 / 10

Data de inscrição : 23/09/2010


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por DarkDialga em Sab 11 Dez 2010 - 21:05

Oi pessoal, me atrasei um pouco porque tive que estudar mais ainda por causa da pirangueira da professora de português que me deixou na final por causa de meio ponto!!! Eu só queria morra2 morra2 morra2 morra2 naquela filha da (Censurado em respeito aos leitores).


Capítulo Sete: O Destino de Warui! Cyndaquil VS Scyther! Parte Final


- Ainda não entendi! Como você conseguiu aprender o Metal Claw? – Perguntou Cyndaquil ainda surpreso pelo trunfo de Scyther.
- O que você e Warui não sabem sobre mim dava pra encher um dicionário! – Gritou Scyther avançando com suas lâminas, que Cyndaquil evitava rapidamente.
- Eu também tenho minhas surpresinhas... – Disse Cyndaquil pulando para cima e atingindo Scyther com um Crush Claw.
- Uuf... Como você... – Disse Scyther se apoiando no joelho por causa do golpe.
-... Aprendi esse ataque?! Egg Move parceiro... – Disse Cyndaquil com um sorriso no rosto, que mesmo sem perceber, causou um sorriso nos que assistiam à luta.
- Grande coisa! Eu te pego agora! – Scyther avança contra Cyndaquil utilizando Pursuit.
- Opa! Sem chance! – Cyndaquil confunde Scyther com o Smokescreen, deixando ambos cobertos de fumaça.
- Ei! Apareçam! – Gritou Larvitar morrendo de suspense.

Logo, um barulho de lâminas se chocando foi ouvido várias vezes, depois, sons de impacto começam a ecoar. Aparentemente, Scyther & Cyndaquil estavam usando ataques físicos um no outro... E tudo cessa, como se a batalha finalmente tivesse acabado...

- Cyndaquil! Scyther! – Gritou Metapod em desespero, então Scyther é arremessado para fora da fumaça por um Flamethrower.
- Má sorte Scyther! – Disse Cyndaquil aparecendo quando a fumaça se dissipou. – Acho que vai querer tomar um banho depois dessa, você está cinza...
- Ria... Dê uma boa risada que eu vou fazer você engoli-la...
- Muitas palavras e nenhuma ação fazem do Scyther um Pokémon bobão! – Zombou Cyndaquil, finalmente descobrindo o ponto fraco de Scyther.
- Agora chega!!! Morra! – Berrou Scyther voando até Cyndaquil para atingi-lo com o Metal Claw.
- Queria saber o que Cyndaquil está fazendo... – Se perguntou Mareep, não entendendo o que se passava na cabeça dele, que nunca tinha agido daquele jeito.
- Que carinha esperto... – Comentou Metapod, compreendendo o plano de Cyndaquil.
- Já que entendeu explica para nós Metapod. – Pediu Larvitar sem compreender também...
- Ele descobriu o ponto fraco de Scyther... Seu pavio curto... – Respondeu Metapod com um olhar de sábio no rosto.
- Que carinha esperto! – Disseram os dois juntos impressionados.
- Toma essa! – Gritou Scyther tentando atingir Cyndaquil com um Metal Claw.
- Sem chance! – Cyndaquil evade o golpe e manda Scyther para trás com um chute no peito.
- Uuf... Quer me deixar sem fôlego é?! Seu doido...
- Hora de um “BOOM”! – Cyndaquil atira um Flamethrower contra Scyther.
- Você não vai me pegar com essa! – Scyther bloqueia o ataque com suas garras.
- Minha intenção era distraí-lo! – Cyndaquil pula e acerta Scyther com um Crush Claw. - Sente um dano mais forte Scyther?! É o efeito do Crush Claw...
- Ora seu... – Scyther acerta Cyndaquil com um Pursuit.
- Ei! Pare com isso, cócegas não valem!
- GRRRRRRRRRRR!!! – Scyther tenta acertar Cyndaquil com vários Cut, mas sem sucesso.
- Se rende?! – Pergunta Cyndaquil mexendo o dedo como provocação.
- Nunca! Ainda tenho minha arma secreta! Você não é o único com Egg Moves aqui sabia?! – Scyther voa alto e lança Silver Wind contra Cyndaquil.
- Não vai me pegar com isso – O ataque é interceptado pelo Flamethrower dele.
- Não ligo se não te acertou... Agora minhas habilidades foram aumentadas...
- Nem ligo! Qual é Scyther?! Sua mãe deve lutar melhor que você. – Provocou Cyndaquil sem perceber que havia passado do limite.
- Como sua última refeição você engolirá suas palavras! – Scyther avança numa velocidade assustadora o deixando mais rápido que o olho. – Adeus... Cyndaquil...
- NÃO! – Gritou Cyndaquil se envolvendo em um manto de chamas.
- Mas o quê?! – Gritaram todos... Até Pidgey saiu detrás da árvore para não perder esse fenômeno assustador.
- Que ataque é esse?! – Se perguntou Scyther assustado.
- Não é um ataque Scyther, somente minha habilidade especial Blaze... – Disse Cyndaquil quando as chamas se transformaram num brilho vermelho ao redor de seu corpo deixando ele parecido com um sol em forma de Cyndaquil. – Prepare-se, pois... A batalha vai começar de verdade! – Cyndaquil ataca Scyther com o mais poderoso Flamethrower que já produzira na vida, suficiente para enrolar Scyther no meio do fogo.
- EU NÃO VOU PERDER! – Scyther começa a girar e se transforma num turbilhão de fogo incandescente.
- Não vai me ferir com isso! – Gritou Cyndaquil avançando contra o turbilhão.
- Eu não disse que ia lhe ferir... – Então, Cyndaquil é sugado para dentro do turbilhão e é arremessado para cima. – Isso termina agora! – Scyther dissipa o turbilhão e atinge Cyndaquil com Metal Claw, fazendo Cyndaquil quebrar uma árvore ao meio.
- Você... Não pode... Vencer... Warui vai viver! – Disse Cyndaquil fazendo força para não apagar.
- Porque morrer por um canalha como ele? Alguém que só te maltrata e machuca...
- Está errado...
- Alguém pela qual não vale viver...
- VOCÊ ESTÁ ERRADO!!! – Gritou Cyndaquil furioso e chorando.
- Como é?! Você acha mesmo que Warui já fez alguma coisa boa na sua vida?!
- Ele... – Cyndaquil se lembra da primeira noite junto de Warui... Quando ele o protegeu quando tinha frio. – Ele não é tão mau... Ele me protegeu...
- Ma-mas isso é impossível...
- Scyther eu sei que você não gosta muito de Warui, mas eu sei que lá dentro tem um coração bom, só esperando pra se libertar da sua prisão negra. Por favor, pare...
- Mentiroso!
- Agora chega Scyther! – Gritou Metapod se colocando na frente de Cyndaquil. – Eu acredito nele.
- Eu também! – Disse Pidgey indo pro lado de Metapod.
- Nós também! – Mareep & Larvitar seguem os outros.
- Ma-mas...
- Confie em mim Scyther... – Disse Cyndaquil se levantando.
- Vocês acham mesmo que ele pode mudar?! – Disse Scyther abaixando as lâminas.
- Achamos! – Disseram os quatro juntos.
- Digam como...
- Eu não sei, mas se tentarmos podemos conseguir! – Disse Cyndaquil agitando os braços parecendo alegre.
- Tudo bem... Mas se não adiantar eu vou-me embora sem demora.
- Ei pessoal tem dois Pokémon mexendo com Warui!!! - Grita Larvitar na tentativa de chamar a atenção dos companheiros ao ver os Pokémon.
- Ei vocês! Tirem suas mãos do meu treinador! – Cyndaquil avança contra os Pokémon, mas atravessa pelo corpo deles.
- Pokémon fantasma! – Disse Metapod.
- Eu cuido de você! – Disse Scyther avançando contra um Gengar com Metal Claw, mas o Dusknoir do lado dele o atingiu com Ice Punch.
- Gelo não adianta em fogo. – Gritou Cyndaquil atacando com Flamethrower, mas os Pokémon desaparecem e aparecem atrás de Cyndaquil.
- Cyndaquil cuidado! – Gritou Larvitar usando Rock Throw para impedir o ataque dos Pokémon.
- Warui! Warui acorda! – Pedia Cyndaquil vendo que Warui estava tendo um pesadelo causado pelos Pokémon fantasma.
- Eu quero torta! – Gritou Warui acordando. – Mas hein?
- Cynda! Cyndaquil! (Warui! Esses Pokémon estão fazendo você ter pesadelos!) – Gritava Cyndaquil tentando chamar a atenção de Warui.
- Ora seus... Cyndaquil Flamethrower! – Ordenou Warui se levantando de raiva, mas os Pokémon simplesmente desapareceram pra evitar o ataque.
- Vocês estão aí não é?! Caterpie prenda-os! Caterpie?! Cadê o Caterpie?! – Perguntava Warui desesperado.
- Cynda! (O Metapod!). – Disse Cyndaquil apontando para Metapod.
- Metapod... Você evoluiu só pra me ajudar... – Disse Warui comovido.
- “Vai nessa...” – Pensou Metapod.
- Ele não pode usar nenhum ataque a não ser Harden então... Mareep Thundershock!
- “Você não pode lutar contra nós...” – Dizia o Dusknoir por telepatia enquanto evitava o ataque.
- Que diabos vocês querem com o meu sono?! – Pergunta Warui furioso, mas o Gengar joga uma Shadow Ball em Pidgey, mas alguém intercepta o ataque...
- Metapod! – Warui grita de susto.
- Seu doido o que você fez?! – Disse Pidgey pousando do lado do Pokémon caído.
- Ei! Somos parceiros agora, chega daquela briga estúpida... – Disse Metapod com suas últimas forças... Desmaiando...
- Vocês vão pagar por isso! – Gritou Pidgey atacando os Pokémon com um Gust que cortou uma árvore ao meio.
- “Não pode nos vencer!” – Disse Dusknoir por telepatia atacando Pidgey com Ominous Wind, mas o poder do Gust faz o ataque voltar contra os dois.
- É isso aí Pidgey! Scyther... Não dá pra você atacar... – Disse Warui lembrando que Scyther só tinha ataques normais.
- Cyndaquil! (Mostre a ele Scyther!). – Disse Cyndaquil tentando encorajar Scyther.
- Scy! (Está bem!) – Disse Scyther levantando vôo e usando Silver Wind.
- Você sabe Silver Wind?! – Disse Warui impressionado, e depois, aproveitando que Dusknoir & Gengar não conseguiam ver, atingiu-os com Metal Claw. – Metal Claw também?! Como?! Impossível!
- Lar Larvitar! ( Eu também quero aparecer!) – Disse Larvitar atingindo o Gengar com um poderoso Bite.
- Gengar Gen! (Tira essa coisa da minha cabeça!). – Disse Gengar para Dusknoir incomodado com Larvitar.
- “Puxa!” – Gritou Dusknoir puxando Larvitar da cabeça de Gengar.
- Sai daqui coisinha-á-toa! – Disse Gengar com muita raiva.
- Larga peste! – Berrava Dusknoir em esforço.
- “Tenho que aproveitar a deixa.” Mareep Thundershock! – Ordenou Warui para Mareep, mesmo com o “NÃO” de Cyndaquil.
- Cynda Cyndaquil?! (Está louco Warui?!). – Gritou Cyndaquil tentando se colocar na frente do ataque sem sucesso, mas Larvitar não sentiu nada do golpe, pena que não se pode dizer o mesmo dos fantasmas...
- Fica na tua alpinista de formigueiro! Eu sabia que Larvitar não ia se machucar. Use o Flamethrower! Scyther aumente o poder do ataque com Silver Wind! – E o resultado foi uma chama prateada dando a impressão de uma cauda de cometa que atingiu os Pokémon fantasma depois que Larvitar fugiu.
- Belo combo, vai se chamar de: Fogo de Prata! Mais uma vez! Fogo de Prata!
- “Não vou cair no mesmo truque duas vezes, humano!” – Disse Dusknoir congelando o ataque com Ice Punch, E então ele e Gengar atingiram todos com um Duplo Ominous Wind devastador.
- É muito forte! – Gritou Warui, mas naquele momento Cyndaquil teve uma idéia.
- Scyther! O turbilhão! – Gritou Cyndaquil antes de ser levado pelo Ominous Wind.
- Valeu pela dica! – Scyther começa a girar fazendo um turbilhão de vento negro que atinge Dusknoir e Gengar.
- Boa Scyther! Vamos chamar esse combo de: Furacão das Trevas! – Disse Warui muito feliz com o desempenho de seus Pokémon, mas ao ver que Dusknoir e Gengar continuavam de pé sem problemas, enquanto seus Pokémon ofegavam e lutavam para não cair, o sorriso em seu rosto desapareceu. – E-eles são muito fortes...
- “Seus Pokémon domesticados não pode se comparar com nós, Pokémon Selvagem... AAAAAARGH!” – Um grito forte é ouvido na mente de todos quando o sol irrompe no céu ao amanhecer, e Gengar também não parecia nada feliz.
- Quer dizer que vocês não gostam de sol né?! Pois é o que vou dar a vocês! Scyther Silver Wind! – Warui parecia ter um plano, o Silver Wind não acertou, mas refletiu a luz do sol de maneira intensa contra os fantasmas.
- “AAAAAAAH!!! Vamos fugir!” – Disse Dusknoir batendo em retirada.
- Conseguimos! Nós conseguimos! – Gritou Warui dando pulos, era a primeira vez que seus Pokémon o viam tão alegre... – Chega de pesadelos UHUUUU! – Só que mais estranho foi o abraço coletivo que Warui deu, ninguém sabia o que dizer, Cyndaquil estava certo...

Continua...

Chegando na cidade Violet, hora da primeira Batalha de Ginásio de Warui, será que a vitória contra dois oponentes selvagens tão fortes será o suficiente?! Capítulo Oito: Uma Insígnia Bem Merecida?!


Última edição por DarkDialga em Qua 16 Mar 2011 - 19:19, editado 2 vez(es)
avatar
DarkDialga
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/10/2009

Frase pessoal : [Insira uma Frase Pessoal Aqui]


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por ~Wind em Sab 11 Dez 2010 - 21:45

Hehehe, eu acho que faixa etária de mais de 10 anos atrai os jovens como eu, logo quando li a descrição fiquei interessado em ler, vi que era proibido para menores de 14 anos (tô nem aí), mas não é nada que me deixe nervoso ou algo do tipo, gostei até da Fanfics, lí só o prólogo, primeiro capitulo e terceiro capitulo. E percebí que estavam muito bem feitos, mas com erros ortográficos que não foram corrigidos e que nenhum membro te mostrou. Mas, vou acompanhar de qualquer modo, ninguém nunca teve a idéia de botar um personagem principal tão mal quanto o seu (nem reclame comigo se eu entrei numa história que é probida para minha idade), eu gostei e a hora perfeita para ler sua fanfics foi de noite, se eu tivesse lido demanhã, não teria a minima graça. Aguardo novos capitulos e espero melhorar muito (e alguém que o ensine à ser bom)
avatar
~Wind
Membro
Membro

Masculino Idade : 18
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 03/05/2010

Frase pessoal : Kame... Hame... CHOKI DU TROVAUM!


Ver perfil do usuário http://dualgeneration.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por LordTitan em Sex 17 Dez 2010 - 17:18

Sua fic e boa principalmente por Warui ser 70% do mal e 30% do bem e por ele ter uma noção diferente de criar os seus Pokemons; Mas agora tenho uma pergunta, Warui vai ser sempre do mal ou no final vai fica do bem? Por favor, responda esse comentário.

Ops. O que foi isso nesse último capitula o Warui deu um abraço em grupo, isso não e atitude de um garoto do mal, mas pra falar a verdade eu me identifico com Warui, um garoto do mal, mas no fundo e do bem.
raper raper raper Num Intendi raper raper raper
avatar
LordTitan
Membro
Membro

Masculino Idade : 27
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 17/12/2010


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por DarkDialga em Dom 19 Dez 2010 - 1:20

Oi gente! Está meio tarde, mas resolvi postar assim mesmo.

LordTitan: Eu não costumo responder comentários mas como você pediu. Se quer mesmo saber se Warui vai ser sempre do mal espere até o fim da história espertinho!


Capitulo Oito: Uma Insígnia Bem Merecida?

- Finalmente! Violet! – Warui gritou de alegria ao ver a cidadezinha logo descendo a montanha. – Olha lá Cyndaquil! A gente chegou!
- Cynda... (Ótimo...) – Disse Cyndaquil ainda com sono depois da batalha contra Scyther e os Pokémon fantasma.
- Que mau ânimo é esse?! Só por causa disso vou usar Mareep na batalha, ou Larvitar, Metapod, Scyther, Sei lá! – Disse Warui começando a ficar zangado por causa da dúvida que agora arrumara.
- Cynda Cyndaquil! (Só não desconte em nós!) – Disse Cyndaquil antes de perceber a burrice que fez.
- O que você quer dizer com isso?! – Perguntou Warui curioso.
- Cynda Cyndaquil Cynda! (Toda vez que você fica de mau humor desconta na gente!) – Disse Cyndaquil com coragem para contar a verdade.
- Serio?! Eu vou parar com isso! Prometo. – Disse Warui chocado.
- “Isso está sendo mais fácil do que eu pensei...” – Pensou Cyndaquil impressionado enquanto Warui descia a montanha.

A cidade de Violet parecia ser bem antiga, as casas e prédios tinham pintura desbotada e arquitetura velha, e Warui se perguntava o porquê não passar uma nova mão de tinta. Mas o que chamou a atenção de Warui foi a Sprout Tower, grande e simétrica (Warui adora simetria, o que é estranho pra uma pessoa desequilibrada como ele).

- Aonde vamos primeiro Cyndaquil? No ginásio ou a Sprout Tower? – Disse Warui indeciso aonde ir.
- Cynda. (Você é quem sabe.) – Disse Cyndaquil ainda com sono.
- Licença. Vou ligar pra minha mãe. – Disse Warui apanhando um celular na mochila.
- “Pra que diabos ele vai ligar pra mãe dele?!” – Pensou Cyndaquil curioso.
- Alô? Mãe! Cheguei a Violet, aonde eu vou primeiro? O Ginásio ou a Sprout Tower? O Ginásio? Tá bom! Tchau. – Warui desliga o celular. – Vamos pra Sprout Tower!
- Cynda? Cyndaquil... (Ué? Mas sua mãe não disse...) – Disse Cyndaquil confuso.
- E eu vou obedecer? – Disse Warui correndo.
- “Esse Warui tem hora que parece ser sem jeito...” – Pensou Cyndaquil com um sorriso no rosto, sem reparar que ele e Warui estavam sendo observados por alguém...

Entrada da Sprout Tower 10h24min

- Nossa! É maior ao vivo! – Disse Warui impressionado com o tamanho colossal da Sprout Tower.
- Cynda... (Grande coisa...) – Disse Cyndaquil cansado.
- Porque você está tão detonado assim? – Perguntou Warui estranhando a atitude de Cyndaquil...
- Cynda Cyndaquil... (Não é nada...) – Disse Cyndaquil mentindo com medo.
- Então vamos subir! – Disse Warui entrando na Sprout Tower.

Warui e Cyndaquil passaram pelos grandes portões de madeira com estampas de Bellsprout nele e Warui estranhou a imensa quantidade e estátuas de Bellsprout.

- Ei! Você! – Disse Warui se aproximando de um monge. – Porque é que tem tantas estátuas de Bellsprout nesse lugar? – Perguntou Warui indignados quando tem tantos Pokémon melhores do que Bellsprout.
- Nós veneramos o Bellsprout aqui, vê aquilo que se parece com um pêndulo de relógio que se mexe ali? Ela imita o movimento do Bellsprout, mostrando a beleza e o equilíbrio dele. – Disse o Monge apontando para a madeira que se mexia, enquanto Warui olhava atentamente para as Pokébolas do monge, com desejo de batalhar.
- Ora! Bellsprout é um Pokémon idiota! Meu Cyndaquil pode vencer qualquer Bellsprout! – Disse Warui provocando o monge.
- Bem então não terá problemas em demonstrar isso! Vá Bellsprout! – Disse o monge chamando o seu pokémon para a batalha.
- Scyther acabe com ele! – Disse Warui jogando a Pokébola de Scyther.
- O que houve?! De repente seu Cyndaquil não é tão bom para meu Bellsprout. – Disse o monge muito curioso.
- Estou guardando o melhor pro final. – Warui chama Cyndaquil para dentro da sua Pokébola. – Scyther use Cut! – Ordenou Warui, mas nenhum dos ataques atingia Bellsprout de jeito nenhum.
- Isso não vai funcionar em um Pokémon como meu Bellsprout! Low Kick! – Bellsprout derruba Scyther no chão.
- O quê?! Bellsprout não aprende Low Kick! – Disse Warui impressionado e zangado ao mesmo tempo.
- Meu Bellsprout é especial... Alguém deve ter feito algo a ele... – Ao ouvir isso um arrepio corre pela espinha de Scyther.
- Especial ou não ainda vai perder! Scyther Pursuit! – O ataque atinge Bellsprout que cai e se levanta.
- Você é bom... Mas eu só consigo ver uma grande maldade em seu coração! Bellsprout Razor Leaf! – Ordenou o monge tentando atrasar Scyther.
- CALE A BOCA! Scyther Silver Wind! – O vento prateado faz as folhas voltarem com junto com o Silver Wind. – Boa! Esse vai ser chamar Golpe da Folha Prateada!
- Gosta de combos? Eu também tenho os meus. Bellsprout Combo Invisibilidade da Folha! – O Bellsprout usa Razor Leaf para cima e depois usa Vine Whip para fazê-las pararem de girar, ocultando Bellsprout e Scyther num mar de folhas.
- “Essa não! Se Scyther não puder vê-lo estamos em desvantagem!” Scyther corte essas folhas! Cut! – Ordenou Warui sem saber da burrice que fez.
- Decisão errada meu jovem! Bellsprout Low Kick! – Scyther é derrubado pela segunda vez e fica muito zangado.
- Scyther?! – Disse Warui preocupado com seu Pokémon.
- Scy... (Ora seu...) – Disse Scyther usando Silver Wind para levantar as folhas e depois começa a girar as fazendo um turbilhão de folhas, e depois o dissipa rapidamente jogando folhas afiadas para todo lado.
- Ei eu estou do seu lado sabia?! – Reclamou Warui nervoso.
- Scyther? Scy Scyther! (Será que você nunca fica contente? Eu o nocauteei pelo menos...) – Gritou Scyther irritado com a atitude de Warui.
- “Aquele Pokémon usou Razor Leaf sem nem saber... E seu treinador só se preocupa se ele quase foi atingido. Ele é como me disseram! Que perda de potencial!” – Pensou o monge chamando seu Bellsprout de volta. – Bom trabalho Warui-san, agora e vá enfrentar Furaingu... – Disse o monge se retirando.
- Espera! E a outra batalha?! Você não tem mais Pokémon? E mais! COMO VOCÊ SABE MEU NOME?! – Gritou Warui confuso, mas o monge já tinha desaparecido nas sombras da Sprout Tower. - Scyther venha comigo...

Warui levou Scyther para algum lugar de Violet, para conversar com ele, precisavam de uma garantia que poderiam vencer Furaingu, mas em vez do treinamento Warui decidiu ir agir como... Ele mesmo...

- Então você quer me desafiar pela insígnia... – Disse Furaingu, um homem com a fantasia de pássaro mais ridículo do mundo...
- Exatamente! – Disse Warui pisando na arena de vidro do ginásio.
- Ótimo! Acabei de recuperar meus Pokémon do último desafio que tive duas horas atrás com um menino de New Bark. – Disse o líder pisando na arena também.
- “Menino de New Bark?” Que seja! Vamos começar! – Disse Warui, mas antes dele jogar a Pokébola Furaingu o interrompeu.
- Nos leve! – Disse ele a um homem ao lado de uma alavanca.
- Nos levar?! Levar-nos aonde?! – Disse Warui curioso, mas quando o homem acionou a alavanca o teto do ginásio abriu e a arena subiu mais de 30M no ar. – Você está maluco?! E se esse vidro quebra?! – Disse ele assustado e irritado.
- Se acalme garoto, essa arena é de vidro temperado de 30 cm, nem mesmo se dois Snorlax lutassem aqui ela quebraria.
- Ah bom!– Disse Warui relaxado.
- Será uma luta de 3X3! Comecem! – Gritou o juiz.
- Mareep mostre seus poderes chocantes! – Disse Warui jogando a Pokébola de Mareep com um brilho de confiança nos olhos.
- Um tipo Elétrico... Vocês desafiantes são tão previsíveis... Staravia vá! – Disse Furaingu chamando um Pokémon preto com branco e umas penas enroladas no topo da cabeça.
- Staravia?! Eu nunca vi esse Pokémon antes... – Disse Warui curioso para saber mais sobre o Pokémon.
- Ele é de Sinnoh meu caro! – Disse o Líder mostrando as asas de sua fantasia.
- “A PokéDex! Vai ser a primeira vez que eu uso ela mas...” – Pensou Warui tirando o aparelho do bolso da mochila.

“Staravia, O Pokémon Estorninho. É a forma evoluída do Starly, Eles mantêm enormes bandos, embora brigas ferozes possam acontecer entre bandos diferentes.”

- Que legal! Essa PokeDéx é demais! O que mais eu posso fazer aqui? – Se perguntou Warui sentando e apertando os botões.
- Com licença! Pensei que estávamos numa batalha aqui! – Disse Furaingu enfurecido.
- Opa! Mareep Thundershock! – Disse Warui levantando rápido e apontando para Staravia como se fosse atirar ou algo do tipo.
- Staravia use Double Team! – Staravia se multiplica em cinco e o ataque elimina um.
- Mareep Flash! – Disse Warui, e logo uma luz absurda toma conta da arena, quando acabou, os clones haviam sumido.
- Ora! Staravia minha querida use o Attract! – Disse o Líder parecendo um pássaro na época de acasalamento.
- Querida quer dizer que?! – Disse Warui sentindo um golpe final, pois Mareep estava em estado de atração.
- Sim meu caro! Staravia é fêmea!
- “Oh não! Todos os meus Pokémon são machos!” – Disse Warui colocando a mão na boca como se quisesse proteger o segredo.
- Staravia Captivate! – Staravia passa a asa no rosto de Mareep, fazendo-o se derreter todo no chão enquanto seus olhos viravam corações.
- Mareep ataque! Thundershock, Tackle, Thunderwave, Headbutt, o inferno! Mas ataque!!! – Disse Warui pisando e se “escandalando”, mas Mareep não estava nem aí pra ele.
- Vamos acabar com isso querida! Quebre esses coraçõeszinhos com Mud-slap! – O golpe de lama nocauteia Mareep, agora seus coraçõeszinhos ficaram quebrados.
- Mareep está fora de combate! – Anuncia o juiz.
- É o que ganha por não me obedecer a mim imbecil! Saia Larvitar! – Disse Warui recolhendo Mareep e chamando Larvitar. – Larvitar Rock Throw! – O ataque de pedras faz Staravia quase cair arena abaixo.
- Staraiva mostre a ele o poder do amor! Attract! – Disse o Líder dançando com sua fantasia.
- “Esse cara não me parece muito homem viu?” Pense de novo! Meu Larvitar continua ótimo! Sabe por quê? Por que ele é um Bebê! – Disse Warui cheio de confiança.
- Oh não! Isso quer dizer que ele não sabe o que é o amor entre “não-parentes”! – Disse Furaingu correndo desesperado murmurando “minha estratégia perfeita! Arruinada por um bebê!”.
- Qual é?! Larvitar Bite!
- Meus lindos olhos verdes não dizem isso! Double Team! – Antes que Larvitar atinja Staravia mais clones aparecem e Larvitar o atravessa. – Agora prepare o Natural Gift.
- Que diabos é isso? – Disse Warui olhando na PokéDex.

“Natural Gift: Esse ataque adquire seu tipo e seu poder de acordo com o tipo de Berry segurada pelo Pokémon.”

- E qual tipo é essa Berry?! – Perguntou Warui ao aparelho apontando a lente para a Berry no bico de Staravia.

“Yache Berry: Gelo”

- OH NÃO! Larvitar fuja! – Gritou Warui fechando o aparelho, mas já era tarde e Larvitar foi nocauteado também.
- Tarde demais meu amiguinho! – Disse o Líder zombando de Warui, o que obviamente o deixou nervoso.
- Larvitar Não tem condições para lutar! – Anunciou mais uma vez o juiz.
- EU NÃO SOU SEU AMIGUINHO! Scyther acaba com esse periquito! – Gritou Warui muito zangado chamando Scyther para o combate.
- Que insolência! Atreve-se a chamar minha linda Staravia de periquito?! Staravia Natural Gift! – Uma esfera azul é lançada por Staravia em direção a Scyther.
- Scyther Silver Wind! O Silver Wind manda o ataque de volta como um vento frio, mas Staravia evita o ataque.
- Chega de combos com Silver Wind ok? – Disse Warui enquanto Scyther esperava o nome do novo combo.
- Staravia pega! – Disse Furaingu dando uma nova Berry a seu Pokémon. – Agora... – Mas antes que ele pudesse dar a ordem Warui pega a PokéDex.

“Watmel Berry: Fogo.”

- Fogo? Scyther rápido! Faça algo! – Pediu Warui sem saber o que fazer.
- Scyther! – Scyther avança contra o ataque com Metal Claw.
- Scyther sabe Metal Claw?! – Disse Warui surpreso.
- Um Scyther com Metal Claw?! Agora eu vi de tudo. – Disseram Furaingu e o juiz juntos.
- Isso vai mudar a batalha! Hora de darmos aquele golpe! – Disse Warui lembrando do que havia combinado com Scyther.
- Scy?(Como?) – Perguntou Scyther sem tirar os olhos de Staravia.
- Vê aquela Berry que ele está “tentando” segurar? É tão pesada que ele está lento! Aproveite isso e atinja-o com Metal Claw. Agora vai! – Disse Warui sem perceber que Scyther não queria fazer isso.
- Staravia Captivate! – Disse o Líder, mas Scyther era mais rápido e atingiu Staravia nas costas o fazendo cair no chão.
- Agora Scyther! – Scyther prende as asas de Staravia no chão com as suas lâminas.
- Mas o quê?! – Disse Furaingu confuso.
- Isso é ilegal! – Disse o juiz.
- E você acha que eu não sei?! É o seguinte: Se você ama tanto esse periquito vai ter que dar a Insígnia para mim agora ou eu corto as asas dela. – Disse Warui com um sorriso nos olhos sem reparar que Scyther tremia.
- Qualquer coisa! Mas não machuque minha querida Staravia! Pegue! – Furaingu joga uma Insígnia para Warui.
- Scyther venha. – E Scyther com um pulo acaba do lado de Warui.
- Você caiu seu bobão! Você não tem por onde escapar! Você está numa arena no céu! Vou fazer questão de convencer a Liga Pokémon de tirar seus Pokémon e seu Trainer Card. – Disse Furaingu com as mãos na cintura enquanto Staravia começava a se levantar.
- Hahahahahaha! – Warui ri de uma maneira maléfica. – Acha mesmo que está um passo a minha frente?! Scyther Silver Wind! – Scyther agarra Warui e usa Silver Wind para cegar a todos e pegar impulso para descer.
- E nós estamos descendo bem atrás de você! – Grita o Líder apertando um bipe no bolso da calça, fazendo a arena descer. – Você não vai escapar com essa Insígnia! Eu poderia perder minha posição de líder de Ginásio. Staravia acerte-os. – Ordenou Furaingu sem perceber que estavam quase entrando no ginásio fazendo seu Pokémon bater na parede.
- Hahahaha bobalhão! – Disse Warui rindo do telhado ao lado de Scyther. – Você fez um bom trabalho Scyther! Hoje à noite te darei uma recompensa. – Disse Warui enquanto Scyther o ajudava a descer do telhado.
- Você aí! Parado! – Disse um dos guardas que saíram do ginásio.
- Se é isso que querem vão ter que me pegar primeiro! Scyther Silver Wind. – Warui usa o Silver Wind como distração para chamar Scyther de volta.

Saída de Violet 17h23min

- “Vou conseguir! Estou correndo há horas, mas eu vou conseguir!” – Pensou Warui vendo a saída e muito cansado.
- Você não vai a lugar nenhum Warui! – Disse uma voz que Warui conhecia muito bem.
- Shurui?!

Continua...

Warui reencontra seu antigo rival Shurui, que ele deixou sangrando na beira de um lago. E ele não parece estar ali para fazer as pazes... Capítulo Nove: Acerto de Contas!


Última edição por DarkDialga em Qua 16 Mar 2011 - 19:23, editado 1 vez(es)
avatar
DarkDialga
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 09/10/2009

Frase pessoal : [Insira uma Frase Pessoal Aqui]


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por pietrosaggioro em Dom 19 Dez 2010 - 13:00

Boa Tarde!!

Bem interessante a sua fic, uma história inusitada e um protagonista mau, bem inovador, a história é boa e muito criativa.Mas acho que vc poderia narrar mais, está apenas com falas.E também descrição, descreva mais os fatos.Mas o tamanho do capítulo está muito bom, as lutas e os acontecimentos muito eletrizantes.Bom não percebi nenhum erro de português.Bom então fica a dica narre mais e coloque menos falas e descreva mais também ;D É isso, parabéns pela fic ^^

Aguardo um novo capítulo ;D

Até mais.

avatar
pietrosaggioro
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
0 / 100 / 10

Data de inscrição : 15/10/2009


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pokémon: The Dark Ways...

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum